Maldita interrupção…

Só jogamos com os lampiões e os tripeiros daqui a um mês. Que pena. Pelo que se viu esta noite, se os jogos fossem já para a semana, menos que os seis pontos era muito mau.

Não me espantou nada a falta de ligação do futebol dos lampiões, a confusão, o pífio Aimar, o (nosso conhecido) inconsequente Martins, o assustado Reyes ou o deslocado (na posição e no país) grego. Já a falta de pernas desta equipa, tendo em conta o “messias” que veio de Liverpool, foi uma surpresa.

Fiquei particularmente espantado com a incapacidade dos tripeiros de acabar com um Benfica moribundo e com apenas sete ou oito jogadores aptos em campo. Apesar de terem regressado à táctica normal, não foram capazes de sequer morder a baliza do Quim após a expulsão. Falta de ideias, confiança e de pernas.

Ambos vão melhorar com o tempo, ajustar-se aos novos jogadores. O Jesualdo há-de voltar a perceber à força que não pode inventar muito (porque não sabe), como o fez na 1a parte (patética aquela postura gilvicentiana). O Quique há-de perceber que o Aimar vai arrastar demasiado a equipa com ele (mais para baixo que para cima) e que o Martins não é realisticamente fiável. E acabará por perceber que o 4-4-2 clássico com extremos e Cardozo e Suazo é a melhor solução.

Quanto mais tarde perceberem as coisas, maior terá de ser a vantagem pontual do Sporting. Repito que o Sporting tem a obrigação de passar as primeiras cinco jornadas em primeiro lugar com vantagem… veremos se não dá mais tiros nos pés…

4 thoughts on “Maldita interrupção…

  1. Só mais uma coisa. O Helton é mesmo uma “granda” merda, não é? Não há jogo importante que o gajo não enterre :o)
    Ao olhar para o gajo, fico com a sensação que não estamos assim tão mal servidos de guarda-redes…

  2. Eu do Helton só me lembro daquela recusa em jogar a 2ª parte do LEIRIA – PORTO, na época anterior à sua transferência para os Andrades…..

    De resto, Benfica e Porto estão absolutamente banais….até demais! Espero que isso não induza na mente dos nossos jogadores, uma noção de facilitismo que poderá resultar muito mal …

    Concordo com a postura do Paulo Bento: “Jogar as 29 finais que se avisinham”

  3. Para mim, a grande surpresa foi a fraca condição física dos lampiões. Tanta ciência, tanta publicidade ao génio do ” cabedal” e foi o que se viu. Aimar não foi melhor que Pipi nos seus piores dias, Martins não vai passar daquilo; em cada bom passe, há dois falhados e uma bola na bancada.
    O Porto está claramente menos forte, se neste jogo estivessem Quaresma e Bosingwa, não acredito que empatassem.
    Os laterais são fraquinhos e os médios contratados vão demorar a entrosar-se.
    Temos de agarrar esta oportunidade de dentes cerrados!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s