A crise

beto

 

Ambiente pesado no gabinete do director financeiro (vulgo contabilista) de um clube de média-pequena dimensão da Superliga, onde se encontra o próprio e o presidente do clube.

– Ó presidente, isto está mal. O Oliveirinha diz que não dá mais, não tem. Os gajos das camisolas só pagam em Junho. Os cabrões dos placards não atendem os telefones. Ninguém vem ao estádio, presidente… já pusemos as gajas do bar do Manel lá fora, de mini-saia. Mas ninguém vem.
– Já ligaste ao major?
– Esse diz que já não consegue safar nada. O cabrão do presidente da Liga não quer adiantar-nos nada, porque senão tem de pagar aos outros. E não tem dinheiro para todos.
– Ó Zé, é preciso arranjar dinheiro para pagar aos jogadores, pá! Já são três meses! Não consigo calar os gajos muito mais tempo!
– Ó presidente é preciso vender! Já!
– Mas as inscrições estão fechadas, Zé.
– Não faz mal… a gente vende já e só dá o jogador no fim do campeonato.
– Mas quem é que quer as merdas que nós temos? Lá fora ninguém liga a isto… E os grandes estão nas lonas, pá!
– Ó presidente, ligue ao Pinto da Costa. Ele arranja sempre dinheiro. Paga a pronto e tudo. Venda o puto, aquele jeitoso. E diga-lhe que quando eles vierem cá, a gente vai-se abaixo no jogo.
– Isso é um escândalo, Zé!
– Ó presidente, eu estou cá há 15 anos… isto faz-se na boa! Ninguém nota… eles até são melhores e tudo… se ganharem ninguém duvida. Fale lá com o rapaz, diga para não meter o pé, que vai para o Porto. Se o Pinto da Costa recusar, diga que arranja-se um penalty parvo, uma expulsão ridícula, que o redes nem se faz às bolas… Diga qualquer coisa, presidente!!!! Se não, para o ano já não está cá! Volta para o escritório, acabam-se as putas, os mercedes, as vivendas, as viagens… Olhe que eu continuo por cá há 15 anos…

Cissokho, do Vitória, 
Miguel Lopes, do Rio Ave,
Varela, do Amadora,
Beto, do Leixões

Só vedetas, que exigem que o Porto se antecipe aos tubarões na Europa. E que contrate a meio do campeonato, sem saber quem vende para o ano, quanto dinheiro terá, se vai à Champions. E depois ainda há o Nacional, financiado há anos pelos tripeiros, o Braga, com linha de crédito aberta no Dragão (constante vai-e-vém de treinadores e jogadores), a Académica de Domingos, o Belém de Rolando… Todos, clubes que chumbaram o reforço do quadro regulamentar da Liga, que apertava a corrupção e a coacção. Todos, ainda na mão do Papa. Aliás, como o próprio Sporting, cujo presidente é sucessivamente enrabado e sempre a sorrir.

Chamem-me conspirativo, mas tenho a sensação que isto continua calmamente controlado pela velha e boa escola dos tripeiros…

15 thoughts on “A crise

  1. Pois é, amigo Douglas. Até tu, que evitas falar de arbitragem, mafiagem, e tantos pecados do nosso futebolinho terminados em “agem”, vieste transformar em post aquilo que todos vimos e que eu não resisti a constatar, no teu post anterior.

    Confesso que não encontro palavra para descrever aquilo que se passou em Matosinhos. O penalti patético e o “melhor guarda-redes da Liga” incapaz de levantar os pés do chão são a triste realidade do futebol português. Ah, e também gostei da falta que deu origem ao primeiro golo de Benfica, ontem, na Figueira.

    É realmente um orgulho ser do Sporting. Mesmo usando risco ao meio.

  2. O que vale é que nós gostamos demasiado do Sporting para nos deixarmos ir abaixo com estas merdas. Mas quem é que aguentaria um jogo em que as regras estao viciadas desta forma?… E em que (estou a repetir-me) até já se sabe quem é que vai ganhar no final?…

  3. Aproveito para acrescentar mais um nome a essa lista de jogadores: DJALMA (saíu hoje na edição d’ A BOLA, não vá o miúdo se lembrar de querer fazer o seu jogo da época contra o FêQuêPê; apresenta-se-lhe uma proposta choruda, que ele treme as beiras só de pensar em marcar um golinho ao Helton, em Maio)!!
    Ninguém pára este PÁPA!!

  4. Posso dizer-vos que me irritou mais a arbitragem do jogo do Benfica do que a atitude dos jogadores do Leixões. A verdade é que tudo junto só serve para reforçar a ideia de que muito dificilmente vamos ser campeões.

  5. Isso quer dizer que o guarda redes do paços de ferreira e o defesa que perdeu a bola no primeiro golo, para o ano vem para o Sporting? E que o derlei, o polga e o abel vão para o bayern na próxima época?
    Ou nuns casos apenas serão dias maus…

  6. Yazalde, eu não li nada sobre o Sporting estar interessado nesses jogadores nem sobre o Bayern estar interessado em qualquer dos nossos, mas fartei-me de ler notícias sobre o Beto ser do FCP a partir da pxm época.

  7. Notícias. E as prestações dos jogadores, houve diferenças? Quando o Leixões foi ganhar às antas não se falou nessas notícias. Só não percebo o que foi o cissoko fazer para o porto.

  8. Douglas, grande post.
    Concordo em absoluto com o que dizes.
    Aliás, o que se passou este fim-de-semana, foi a confirmação que há forças obscuras a atirarem o Sporting para terceiro. O Porto, teoricamente, num jogo de grau de dificuldade alto, passeou em Matosinhos ao sabor dos erros do Leixões. O Benfica foi escandalosamente beneficiado na Figueira da Foz com o golo da vitória a resultar de uma falta inexistente e um penalti claro com direito a expulsão aos 17 minutos do Maxi Pereira.
    A estratégia do Porto é óbvia e vem de longe. Como tem mais dinheiro, investe mais. Compra muita merda mas como compra tanto as probabilidades de acertar também são maiores. Ao mesmo tempo, enfraquece os plantéis das equipas que competem directamente e apresenta-se como o Messias das finanças dos clubes em apuros em troca de pequenos favores em campos teoricamente mais complicados. Não é por acaso que este ano em duas das deslocações mais difíceis, beneficiou de dois penalties exactamente iguais. Na Choupana e em Matosinhos, curiosamente os defesas tiveram o mesmo tipo de travadinha mental e decidiram fazer de gaurda-redes em lances absolutamente estúpidos. É uma estratégia como outra qualquer. Yazalde, não é coincidência.

  9. Yazalde,
    mas tu és algum anjinho, ou quê? Começaste a ver futebol há meia dúzia de dias ou estás apenas a armar-te em puritano que não fala de arbitragens ou de esquemas que envergonham qualquer pessoa que goste de futebol?

    Só falta dizeres que as notícias são inocentes e pura coincidência ou, se preferires, pura especulação dos nossos diários desportivos? Não me digas que também não acreditas em manipulação da informação?

  10. Claro que acredito, não acredito é em tudo e que existe uma espécie de X-files, ou de MIB.
    O problema é que nalguns casos, são dias infelizes, noutros são corrupção. Admito que umm jogador emprestado tenha alguma aflição mental em jogar contra a equipa que lhe paga o ordenado, mas aqui a culpa não será do jogador mas quem permita que ele alinhe nessa partida. Outro pormenor é que não se falou os emprestados do porto quando foram ganhar as antas. Admito que agora a aflição é maior, mas a aflição maior é de quem vem atrás e não de quem está à frente.

  11. Pingback: A sério!?!?! « O Cacifo do Paulinho

  12. Pingback: Parvos « O Cacifo do Paulinho

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s