O Bloco de Notas do Gabriel Alves – Final da Taça da Liga (aka Carlsberg Cup)

É um estádio bonito, novo… arejado

Sporting – Benfica

Sábado, 21 Março 2009
Estádio do Algarve, 19.45

 

Uma humidade relativa, muito superior a 100%

O pessoal vai até ao Algarve a pensar que aproveita para dar um mergulho e depois os amigos do Zé Manel da Costa Teso dizem que podem cair uns chuviscos. O que é porreiro, pois das duas últimas vezes que demos um banho de bola aos lampiões, tinha chovido.

 

A selecção do Mali tem um futebol com perfume selvagem e com um odor realmente fresco…

Muito sinceramente, se o Sporting joga pouco, o Benfica não joga nada. De quando em vez as coisas até saem bem, mas sem os lances de bola parada são uma equipa sem ideias. E na cabeça destes meninos deve estar bem fresco o “bailarico” que levaram em Alvalade. Tenhamos nós a mesma atitude!

 

Este homem é um Mister

O sr. Quique Flores tem sorte de ser um tipo simpático, afável para com a imprensa. Eu diria antes, tem sorte da nossa imprensa adorar vermelho. É um mau treinador? Não, não é. Mas também não é o “estudioso na linha de Mourinho” que venderam aos patéticos lampiões. E, só para dar um exemplo, tirar o Cardozo para meter o Nuno Gomes, quando estava a perder em casa com o Guimarães é de génio, não é?

 

Ele é excelente nestes lances porque a bola está morta e passa a estar viva

Katsouranis e Yebda formam uma dupla muito forte no meio campo, principalmente em termos atléticos, mas continuo a insistir que nenhum deles é um criador de jogo. Para mim, Cardozo é o melhor jogador do Benfica e aquele que nos pode dar mais problemas. Se o Quique não preferir o Suazo ao pé coxinho, claro.

 

A vantagem de ter duas pernas!

Não percebo como é que alguém pode achar que o Di Maria é um craque em potência. Não percebo como é que alguém tem a distinta lata de dizer que David Luiz tem parecenças com o Maldini. E não percebo como é que o Luisão pode ir à selecção do Brasil.

 

E agora entram as danças sevilhanas da Catalunha

Paulo, em minha opinião, somos superiores ao Benfica e, se não fosse a forma patética como mandaste a equipa apresentar-se na Luz, duvido que tivessemos perdido esse jogo. No fundo, o que te peço é que repitas a receita da segunda parte de Alvalade (mas com o Derlei de início), até porque, mentalmente, será muito difícil aos lampiões reagir a um golo nosso . Infelizmente não temos o Izmailov, mas não será por isso que terás desculpa se não abordares este jogo da única forma possível: para ganhar!

 

Vamos jogar no Totobola

Sporting – Benfica  1

4 thoughts on “O Bloco de Notas do Gabriel Alves – Final da Taça da Liga (aka Carlsberg Cup)

  1. Nas decisões é muito importante ter todos os jogadores em forma, e ter todos a remar para o mesmo lado. Mais uma vez, não vamos ter nem uma coisa, nem outra.

  2. Basta que as equipas joguem ao seu nível para logo correr bem.

    Um Sporting mau com um Benfica bom podem ser um problema.

    Vai depender da motivação dos jogadores logo. E eu não consigo perceber como funcionam aquelas cabeças.

    Se tivermos 11 “Oceanos” de vontade, entrega, devoção, dedicação, esforço, em campo (vá lá, uns 3 ou 4…), a glória é certa.

    Mas são demasiados os jogos em que temos apenas 1 ou 2.

    É como digo, a ver vamos….

    O “Coração de Leão”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s