Futebol feliz

FBL-EUR-C1-FINAL-ESP-ENG-BARCELONA-MANUTD

Depois de anos a penar, com Mourinhos, Benitez ou Ancelottis, finalmente o futebol está feliz. Uma obra de dois homens, dois iluminados. Dois catalães cujas decisões e competência fizeram mais pelo futuro do futebol que 20 anos de Champions League. Guardiola e Laporta são as personagens mais importantes do futebol de fato e gravata do século XXI. No mínimo.

A vitória do Barça teve duas ironias: primeiro, não devia ter acontecido, porque foram altamente beneficiados contra o Chelsea. Mas até aí foi uma qualificação para a história, contra o poder que inflacionou o futebol nos últimos anos, destruindo a democracia inerente; depois, ganhou contra-natura, a defender, a controlar… mas com a mesma inteligência táctica, mestria técnica, alma colectiva e rigor mental com que revolucionou o futebol de ataque. E, agora, o futebol moderno.

Para além da incomparável competência do treinador, que junta à capacidade de trabalho e à formação futebolística de excelência, um nível de bom senso raro, este Barça também goza de algo inigualável no futebol moderno: uma gigantesca alma! Um amor à camisola, ao símbolo, à história. Futebolística (Dream Team) e cultural (catalã).

SOCCER-CHAMPIONS/

Finalmente, a vitória deste Barça é a vitória da improbabilidade genética. É uma vitória da esquerda. Não somos todos geneticamente iguais, felizmente. Mas somos todos iguais à luz da lei, somos todos iguais no direito de acesso às oportunidades de sermos melhores, os melhores. Somos todos iguais por precisarmos sempre dos outros, do outro, mesmo do que é diferente. Os pequenos, deformados e feios do Barça impuseram-se aos perfeitos, altos e bonitos do Man U. Porque jogam um futebol que precisa do outro, porque as suas limitações físicas são, de facto, uma vantagem, porque os artistas não são perfeitos. São geniais.

A discussão entre Messi e Ronaldo promete eternizar-se. São dois fenómenos. Mas os dois melhores jogadores de futebol do Mundo, hoje, são o Iniesta e o Xavi. Os motores futebolísticos das duas melhores equipas do mundo, clube e selecção.

Eu tive o privilégio de ver o Barça jogar ao vivo, este ano. Nunca tive tanto prazer em ver o Sporting goleado. Porque só num estádio é que se percebe a dimensão futebolística deste Barça, especialmente no ataque. A perfeição táctica, as jogadas ensaiadas de futebol corrido, o posicionamento militar, o toque e a liberdade para criar, sem complexos. Só no estádio é que percebi que esta é a melhor equipa de futebol que eu vi jogar na minha vida, até hoje. A boa notícia é que, com esta Champions, a probabilidade de ser superada na história aumentou consideravelmente.

PS: Que não se justifique com o exemplo do Barça a aposta do Sporting na formação. Não só é patético, como absolutamente ilusório… Para o Barça é uma questão cultural, para o Sporting é um mero meio de financiamento, que enche o bolso sempre aos mesmos e que dá poucas alegrias aos adeptos. Até nisso, pode ser que a moda do Barça mude alguma coisa em Alvalade (os percursos de Paulo Bento e Guardiola não deixam de ser curioso: circunstancialmente paralelos, mas na essência não podiam ser mais distintos).

9 thoughts on “Futebol feliz

  1. Douglas,
    assino por baixo este teu post, ao qual gostaria de acrescentar apenas uma ideia: se eu fosse adepto do ManU, estaria muito fodido com o Ferguson. A vitória do Barça foi sem espinhas, mas bem que o velhote meteu os pés pelas mãos (cansa-me aquela táctica de encostar o Rooney à linha e colocar o Ronaldo no meio sempre que defronta equipas do mesmo patamar. É verdade que o homem está farto de ganhar mas, quiçá da idade, mostra uns tomates cada vez mais pequeninos e, ontem, até defrontava uma equipa sem os dois laterais “titulares”. Toma, foda-se!)

  2. Douglas:
    O parelelismo entre as carreiras de PB e Guardiola só se verifica na forma como ascendem a tecnicos principais:
    O catalão é produto da escola onde agora foi consagrado treinador, foi jogador de top mundial no seu clube de coração e é muito mais do que apenas um simples ex-jogador ou actual treinador. A sua vivência social na cidade condal não é apenas limitada às franjas do meio futebolistico, mas muito para lá disso.

    Como treinadores, salvaguardando as diferenças entre as 2 realidades, Guardiola pegou praticamente na mesma equipa que o ano passado andou a apanhar bonés e transformou-a no que é hoje. PB pegou numa equipa há 3 anos e meio e não conseguiu mais do que alguns titulos importantes mas menores, sem nunca a conseguir dotar de consistência de resultados ou exibições que a levassem a ser campeã.

    No que ao futebol diz respeito a diferença entre o Barça e o Sporting está, além das diferença que é ser um clube de uma região, o projecto desportivo de cada clube é diferente: quem sai da formação do Barça quer ser titular porque aí pode ganhar tudo. No Sporting os miúdos sonham com a titulariade no Sporting para poderem chegar a equipas como o Barça. Não sei se algum dia poderemos inverter esta tendência, mas eu acredito convictamente que o projecto desportivo do Sporting pode ser muito mais ambicioso do que hoje é, alicerçando-se precisamente na formação.

    O exemplo deste ano foi claro, mesmo que circunstancial: os reforços pouco ou nada trouxeram de novo e de melhor.
    SL

  3. Óh Douglas, vai pro caralho! Ironia é escreveres um post destes num blog do Sporting! Aprende Catalão e vai lamber o cú aos Catalães! Improbabilidade genética foi teres nascido com um cérebro tão pequeno! Mas aconteceu! Vitória da esquerda seria, por certo, um míssil norte-coreano acertar-te entre os olhos e conseguir atingir o teu minúsculo orgão do pensamento!!
    Nem a liberdade é propriedade da esquerda (basta abrir os olhos ao mundo!) nem o “futebol feliz” nasceu nas botas do Messi nem nas tácticas do Guardiola. A final da champions não me empolgou nem um pouco! A mim, o que realmente me traz felicidade são os golos e as vitórias do meu Sporting!
    Vamos falar do Sporting, por favor.

  4. Já cá faltava este british lover com nome de árbitro rabeta, que só põe os corninhos ao sol quando o Barça enraba os seus amiguinhos anglo-saxónicos.

    Quem te ouvir falar até fica a pensar que fartas-te de argumentar o que aqui se escreve sobre o reino do leão, oh parolo.

  5. …e já agora palmas para Cruijff, o génio que mudou a vida do maior clube do mundo e o tornou símbolo do futebol-arte.

    Mas esse PS para bater no ceguinho da nossa formação, que tem falhas óbvias, é que era totalmente escusado. Porque é redundante (a política já existia antes do Barça ser campeão europeu e ainda não vi ninguém com necessidade de a defender nesses termos), e porque não tenhas dúvidas que vai ser o modelo dominante na Europa continental nos próximos anos.

    O Mourinho já disse várias vezes que se vai basear no modelo Barça e complementar jovens oriundos da Primavera da Inter com jogadores já firmados que façam a diferença. Perez idem agora na campanha para o Madrid.

  6. Oh Cherbakókó!!!Poupa-me aos teus devaneios de puta mal fodida, seu panufa de merda! Sei que deliras com o Barça e seus meninos e até imagino a tua vibração quando derrotaram o meu Sporting há alguns meses atrás!! Sou apenas um simples leitor do blog, que sente uma pequena irritação com estas paixões-relâmpago, com este baixar de calças e com a pequenez de achar que a galinha da vizinha é sempre melhor que a minha! Vai dar o cú para as Ramblas! Gracias.

  7. Para quem gosta de recordar o nosso clube em imagens, recordando as nossas vitórias e glórias, visite o Armazém Leonino. Julgo que passará alguns momentos nostalgicos. Peço desculpa pela intromissão!

    http://armazemleonino.blogspot.com

    para apaixonados por cromos,jornais antigos, relatos de futebol, revistas antigas, etc… visite!

  8. Concordo com o post e com as críticas às opções do Ferguson!!! Como foi o homem deixar o Scholes no banco de suplentes!!??

  9. Pingback: Fique por dentro Futebol » Blog Archive » Futebol feliz « O Cacifo do Paulinho

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s