Pensar em grande

Sim, no dia em que se assinalam 40 anos sobre a chegada do homem à Lua, dei comigo a pensar no quanto me irrita a lentidão com que os nossos dirigentes estão a reforçar a equipa.
Mais, no quanto me irrita a conversa de que não há dinheiro, acabando essa conversa por anular a noção de que fazer um esforço para trazer jogadores acima da média pode revelar-se, a curto/médio prazo, na conquista do campeonato, em receitas, no regresso do público a Alvalade, na capacidade de gerar receitas.

Disse o nosso presidente, pouco após ser eleito, que iríamos ter jogadores daqueles que levam pessoas ao estádio e vendem camisolas atrás de camisolas.
Então, e agora digo-vos eu, se eu fosse presidente do Sporting, tendo ou não afirmado uma coisa daquelas, estaria a caminho de Los Angeles para tentar trazer David Beckham para Alvalade.

Depois do recente episódio com os adeptos do Galaxy, Beckham tem poucas ou nenhumas condições de continuar a jogar nos states, para além de ter já afirmado que quer voltar à Europa para poder ser chamado à selecção e disputar o Mundial de 2010.

Nos meses que esteve em Milão, David Beckham mostrou que ainda tem muito para dar. Em Alvalade, para além de vender camisolas atrás de camisolas e permitir ao Sporting montar-se às cavalitas da Pepsi e passar a transmitir jogos para o Japão, o spice boy marcaria cantos, livres e centraria como ninguém centra em Portugal. Encaixaria que nem uma luva no 4-2-3-1 que eu defendo e, imagine-se, até seria o interior direito perfeito se o Paulo Bento insistisse em regressar ao losango quando o Izmailov estivesse recuperado (e teríamos, finalmente, Liedson e Vuk na frente).

A meu ver, é desta forma que o Sporting deve pensar. Em grande (e também se esqueceram do Michael Owen).
Não conseguir vestir-lhe a camisola verde e branca será o mais natural, mas quem não se recorda daquela capa da Bola que dizia “Schmeichel voa para Alvalade”?

14 thoughts on “Pensar em grande

  1. Estou sem palavras… o Beckham…? Eu quero acreditar que tu não estás a falar a sério, mas sei que estás… e isso deixa-me sem palavras…
    Bem… se eu entretanto encontrar as palavras certas, tento cá vir dizer qualquer coisa…

  2. Acabei de reler o que escreveste, cherba, e desculpa lá mas eu tenho de perguntar isto: tu estás mesmo a falar a sério? Tu achas mesmo que ele… tu achas mesmo que nós… o Dav… o Be… desculpa lá… mas é que eu tento ver no teu texto alguma expressão que me permita identificar ironia ou brincadeira, mas não consigo. Pá, por favor… ajuda-me… diz-me que tás a brincar. Diz-me que tu não acreditas nisto. Diz-me que é piada. Diz-me que o Cacifo não tem de ficar registado como aquele blog onde se defende que o Sporting devia prestar-se ao ridículo de tentar contratar o Beckham… Por favor… Mas, acima de tudo, não cometas o insulto de usar este desabafo para tentar provar-me por a + b que esta perspectiva descerebrada do sportinguismo tem alguma ponta de fundamento. Pela tua saúde, não me faças isso. Já estou suficientemente triste com isto, pá… respeita isso.

  3. Saudações a todos….
    Não é para defender a ideia peregrina do Cherba, mas acho que a idqia que ele queria transmitir no post era a de que temos de pensar em grande… Claro que podia ter escolhido melhores exemplos, mas a ideia está lá… Claro que eu pessoalmente preferia uma viagem no tempo pa buscar nomes como os do Acosta ou Niculae ou Schmeichel… :D MAs como não se pode ter tudo, acho que enfim, a estratégia do SCP se devia repensar enquanto é tempo… senão é mais do mesmo.

    Saudações leoninas

  4. PS: Esqueci-me de dizer que não é só comprar nomes… É preciso comprar nomes que tenham AMOR à camisola!!! Jogar só pelo ordenado ao fim do mês é mesmo de quem não ama a arte de jogar…

  5. Exemplo ou não do pensar em grande, podia ter arranjado outro jogador pois não consigo ver o Sporting ombrear em termos financeiros com os emblemas Ingleses que tentam a sua contratação. Ainda aceito a do Owen…

  6. O Beckham parece-me um jogador impossível mas é uma grande verdade que nos faz falta vermos chegar algum jogador que todos saibam que é craque!!!

    • Mas… está tudo louco?! E dinheiro? Mas… mas o que é que se passa convosco?! Está tudo a enlouquecer?! Mas se nós tivéssemos dinheiro para ir assim buscar “craques” à grande, vocês acham que a direcção não o faria? Mas vocês acham que é por um qualquer prazer masoquista que não se faz esse tipo de investimentos megalómanos e utópicos que estão todos a sugerir? Ronaldo? Beckham?… Mas está tudo doido?! Em que altura é que descolaram da realidade?!

      • Pode ser que sim.
        Há falta de campeonatos sonha-se com vedetas.
        E o R9 quanto ganha no coritians? E o sporting é mais pobrezinho do que o coritians.
        E quanto já ganhou o clube em patrocínios com o R9? Ouvi dizer que dá para lhe pagar o ordenado.

  7. Concordo com a ideia mas não partilho o entusiasmo pelo suposto objecto dessa orientação…
    Esse não viria pra cá, e mesmo que viesse, não me parece o melhor veiculo para os nossos objectivos desportivos..

    Saudações Leoninas

  8. Cherba,

    Compreendo a ideia sugerida se estiveres a insinuar que devemos olhar sempre para cima. Sou totalmente a favor de contratar pouco mas bem mesmo que se pague mais. Mas a tua proposta é absolutamente irrealista. O David Beckham? A nossa realidade é outra. Podemos e devemos tentar procurar alvos que sejam jogadores experientes e com carreira feita mas não temos capacidade para isto. Tentar o refugo dos grandes clubes europeus e sermos astutos para pesacar jogadores que não se conseguem afirmar neste tipo de clube como foi o cado do Miccoli, por exemplo.

    Pessoal (no geral),
    Acho que os sucessivos anos sem títulos (campeonatos, leia-se), está a toldar a vossa visão. Estamos em Portugal e somos do Sporting, caralho. Queremos o melhor para o nosso clube mas, por favor, vamos ter os pés assentes no chão. Está tudo louco?

    Yazalde,
    Sim o Corinthians é incomparavelmente maior que o Sporting. Apesar de ter ficado para a história aquela célebre frase que o Flamengo é o maior clube Brasileiro (na mesma lógica dos 6 milhões de um clube conhecido), o Timão é um clube gigantesco. É, provavelmente, o clube mais popular de todo o Brasil. Basta pensares que a São Paulo metropolitana tem cerca de 20 milhões de habitantes e o Corinthians é de longe o clube com mais adeptos. Dá para entender a diferença?. Os patrocinadores investem porque há retorno. O Brasil é uma economia emergente com cada vez mais força. E ainda não conseguem ombrear com os principais clubes de topo europeus porque as receitas conjuntas da Champions e do negócio da uefa nada têm a ver com as da Copa Libertadores. Há dinheiro e o futebol é um bom negócio. Aqui, ninguém quer investir um centavo num clube falido com uma mobilização de 20 mil pessoas por jogo.

  9. Pingback: Os grandes blogs que utilizam Wordpress | Ater Internet: Empresa de webdesign | Criacao de sites

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s