TRÊS SPORTINGUES

Primeira vitória da época, adensa-se o dilema, ou melhor, o trilema. Que Sporting?

A – O da 1ª parte não ganha o título e fica atrás do Benfica. Quanto mais não seja porque o Liedson falha golos de forma escandalosa, o Matias Fernandez é completamente ignorado pelos colegas (em especial por M. Veloso, que não lhe passou uma bola em 45m!… o chileno tocou cinco (!?!?!?) vezes na bola), o namorado da Floribela é mais vezes Djaló que Yannick (as proezas com a canhota dizem tudo… quando não pensa, sai bem) e, sobretudo, porque a equipa tem medo… um medo enorme de jogar à bola.

B – O do início da 2ª parte fará uma época parecida com as anteriores. Ganha quando o Liedson marca e o Vuk define. Quando isso não acontece, não ganha. Ficamos em segundo lugar se o Benfica voltar a ser incompetente.

C – O do final do jogo, desde que o Veloso passou para defesa esquerdo e passámos a jogar em 4-4-2, com um duplo pivot feito por Moutinho e Mati. É verdade que a equipa animou com o golo e com a expulsão da Académica. Mas a equipa jogou naturalmente à bola, com os espaços preenchidos, os bidons todos nos sítios, a recuperar e a sair a jogar. Terá de ser a própria equipa a subir o nível para que fique, noutros jogos, numa situação anímica de vantagem equivalente à do jogo de Coimbra. Mas assim, longe do raquítico losango, talvez até consigamos lutar pelo título, essa improbabilidade estatística dado o nosso tão fraco orçamento.

Do Paulo Bento não falo (muito…). Conferenciei com os outros “actores” da cabala, com o “realizador” e o “patrocinador”, e concluímos que, coitadinho, ele é tão competente e incompreendido, que dá pena… Espero que tenha a clarividência de trabalhar o Sporting C e que chegue lá, que nos dê a alegria que todos queremos… Mas como já gastei o fornecimento de Benefício da Dúvida que tinha em armazém, e como me irrita a arrogância (“sei quem eles são”) e a desonestidade intelectual (o Sporting tem menos dinheiro para gastar porque o treinador ainda não valorizou um único jogador desde que está à frente da equipa, com excepção do Nani… e porque os dirigentes são merceeiros), por causa de tudo isto e de outras coisas, continuo a apostar que não há vida para além dos Sportingues A e B com Paulo Bento… até ser tarde de mais.

27 thoughts on “TRÊS SPORTINGUES

  1. Paulo Bento na flash-interview, disse que não estavam reunidas todas as condições, para que os jogadores colocassem em campo toda a sua qualidade. Queria apenas lembrar-lhe que quem os treina, não são os adeptos do SCP. Estão intranquilos por culpa dos adeptos? 9 JOGOS OFICIAIS SEM GANHAREM!!! QUERIAM O QUÊ!?!? PALMINHAS!?

    Acho descabido que PB diga que a equipa está sob brasas por causa dos adeptos. É inaceitável que se coloque o ónus dessa responsabilidade nos adeptos. Certamente não é por nossa culpa que só ao 10º!!! jogo oficial se averbou a primeira vitória.

    • Estes ataques vindos dos próprios Sportinguistas bem não fazem de certeza… que tal começarmos todos a puxar para o mesmo lado? Ao fim ao cabo, ainda agora a época começou…

      Já agora gostava de saber onde foste buscar o 10º jogo oficial… é que eu só consigo contar 7.

      • Olha lá, Sporting Sempre, mas porque será que puxar todos para o lado correcto é puxar para o lado do Paulo Bento? É porque tu achas que assim é que está bem?

        E porque não puxarmos todos para o outro lado, o lado da mudança, o lado da tentativa de tornar o Sporting mais ambicioso, de torná-lo num clube menos amador nas decisões técnicas, médicas e de gestão desportiva, como a contratação em cima da hora de um jogador que estava livre desde o arranque da temporada tão bem comprova?

      • Concordo que a contratação do Angulo devia ter vindo mais cedo… mas não sei se ele estava livre desde o início da temporada e se a rescisão com o valência já tinha sido acertada. Não sei pormenores do processo pelo que não falo. Mas dou-te toda a razão que já deveríamos ter tido a equipa pronta senão para os jogos do twente, pelo menos para os da fiorentina

        Quanto ao resto, já aqui lembrei várias vezes que o Presidente do Sporting foi sufragado há menos de 3 meses e ganhou as eleições contra a única lista opositora com mais de 90% dos votos. Eu não acredito em golpes de estado e duvido que os menos de 10% faria melhor. como tal, reconheço ao JEB total legitimidade para defender os interesses do meu Clube! Se me conseguires convencer que o lado da mudança para que puxas é de facto o que irá resolver os problemas do Sporting então talvez eu te dê razão… podes começar, despedias o Paulo Bento e depois?

      • E depois contratava um treinador, por exemplo o Michael Laudrup, e dizia-lhe:
        – tenho a certeza que em quatro anos vais conseguir ter mais que um modelo de jogo que já só surpreende equipas estrangeiras;
        – vais aproveitar o facto de sermos o melhor clube do mundo a formar extremos;
        – vais perceber que a nossa defesa precisa de “retoques”;
        – vais fazer entender aos jogadores que as partidas começam ao minuto zero e não ao 46;
        – vais ensaiar até à exaustão os lances de bola parada, cada vez mais decisivos no futebol actual;
        – vais praticar um futebol agradável que consiga voltar a fazer vibrar Alvalade, mesmo quando jogarmos à segunda-feira, às 21.30 contra o Trofense

      • Podias dizer-lhe o que quisesses… a questão é se ele conseguia entregar o que pedisses. Jogar bem, animar as massas e ganhar é o que todos pretendem. Todos o conseguem? Nem por isso… os últimos que jogou bonito em Alvalade foram corridos com duas pedras sem ganhar nada.

        Já agora, qual e a experiência do Laudrup para orientar um clube como o Sporting? Eu até não desgosto dele, mas dois anitos no Brondby e um no Getafe onde beneficiou da estrutura deixada pelo Schuster não dizem muito. Parece que um treinador como o Laudrup nos faria campeão de olhos fechados! Se calhar tal como o tal sueco do grande CV que foi treinar o Notts. E, provavelmente, o Laudrup para vir para o Sporting vinha com uma cláusula a dizer que podia sair quando lhe apetecesse tal como ele queria impor ao Pana.

      • Qual a experiência do Laudrup?!? E qual é a experiência do Paulo Bento, meu rapaz, que tem estado há quatro anos a fazer o estágio à nossa custa? Ainda assim o Laudrup tem mais experiência, para além de, como jogador, ter sido incomparavelmente superior ao Paulo Bento e ter uma filosofia futebolística bastante mais agradável.

        E se achas que o Laudrup beneficiou do legado do Schuster, pelo menos soube materializá-lo em bom futebol num campeonato imensamente mais competitivo que o nosso. Por outro lado o Paulo Bento aproveitou a filosofia atacante do Peseiro, deu-lhe estabilidade defensiva e fez um resto de campeonato onde esteve perto do título. A partir do momento que teve que formar equipas de raiz, é a miséria que se tem visto, com a qualidade futebolística a perder-se de ano para ano.

      • Tu é que avançaste com o nome do Laudrup como se, a concretizar-se, fosse a salvação do Sporting. Eu apenas te alertei que ele como treinador também pouco ou nada mostrou nos 3 anos e pouco em que foi treinador… o ter sido melhor jogador que o Paulo Bento pouco ou nada quer dizer a não ser que talvez fosse mais fácil atrair bons jogadores para jogar no Sporting. Já agora, com todo o seu futebol de ataque a sua última experiência no Spartak (14J, 4V, 6E, 4D) nem 7 meses durou e isso talvez queira dizer alguma coisa…

      • Mas dou-te razão no facto do Paulo Bento ter beneficiado do legado do Peseiro… não te esqueças no entanto que foi na segunda época dele que ficámos a 1 ponto do porto devido ao golo de mão!

        Quanto ao Laudrup, apenas no Brondby teve mais golos marcados do que sofridos, o que podendo explicar o futebol de ataque também explica a má defesa e o facto de ter sempre mais derrotas que vitórias. Quanto à liga espanhola ser mais competitiva, não é que tenha sido campeão com o getafe… fez uma boa campanha na UEFA mas acabou em 14º.

  2. JVL, vai-te foder.

    Em primeiro lugar, vê-lá se te arrumas com a questão dos jogos oficiais.

    Depois, preocupa-te mas é com o apoio à equipa, especialmente quando ela mais precisa.

    E já agora, comenta o post, que é para isso que estas caixas servem.

    Douglas,

    Concordo com a análise e também aposto na hipótese C.
    Mas com que defesa?

    • Isto é que me deixa triste… não é ficar em segundo no campeonato ou ser eliminado pela fiorentina! É ver
      Sportinguistas de costas voltadas quando falam do Nosso Clube. Não temos já adversários? Porque necessitamos de nos virar uns contra os outros? Somos uma família que tem no amor ao Sporting algo em comum… esse amor devia unir-nos em torno de um ideal e não criar cisões entre irmãos. Opiniões todos podemos tê-las… mas vamos torná-las construtivas, hen?

  3. Marinho,

    E ires cagar um pé? Escrevo o que quero, onde quero e não é um merdas como tu que me diz o que fazer. 10 jogos oficiais, porque tirando o jogo com o At. Cacém todos os outros o foram. Vai-te foder se achas que o SCP joga o suficiente. Aliás fode-te, independentemente de achares ou não que jogamos comó caralho!

    • Compreendido, desde que seja para deitar abaixo tudo vale… ou seja, na tua contabilidade oficiais são todos os jogos que o Sporting não ganhou, certo? Faz sentido… faz todo o sentido.

  4. Não compreendo esta história do “apoiar a equipa”. O que é afinal apoiar a equipa? Ir ao aeroporto depois de eliminados e de fazermos mais um jogo pobre e de mais uma vez vermos em directo a incompetência do PB, gritar “Parabéns! Vocês são espectaculares!! Obrigado por estarem a servir tão bem o nosso Sporting! Tomem um ramo de flores e obrigado! Obrigado Paulo Bento por seres tão bom treinador! Obrigado por colocares o Tonel em campo a fazer centros! És um génio e adoro-te! Quem bom seria ter-te como treinador o resto da vida!!”
    É isto apoiar a equipa? Se sim, não contem (obviamente) comigo. Grito mais que ninguém todos os golos do Sporting. Quero mais que ninguém ganhar, ganhar sempre, seja a jogar futebol ou seja com a táctica do Paulo Bento do “chuta isso para o caralho que pode ser que o defesa se engane e o Liedson marque”.

    Sinto uma grande vontade de me divorciar deste Sporting. Este Sporting não faz uma boa 1ª parte há 4 anos. Este Sporting não joga mais do que 3 horas de futebol por ano.
    Estou farto duma equipa técnica que vê jogos diferentes do que nós. Para eles houve sempre “muita ambição”, “reacções espectaculares”, “azar” e, claro “arbitragem manhosa”. Sempre.
    Também estou farto de ver um treinador prepotente a mandar “tás a ver???” ou “dasse!!!” para os adeptos que lhe pagam o ordenado e que são DONOS do clube que ele SERVE. Também não estou a achar piada nenhuma a um presidente subserviente deste treinador. Um presidente que manda CALAR quem apenas demonstra, de forma legal e até correcta, que não está satisfeito com a prestação da equipa (presidente, 95% dos sportinguistas acham com razão que o Sporting não joga um caralho). Se calhar, se fossemos ao aeroporto atirar pedras, já elogiava a nossa “militância”.

    Mas não, sou mesmo demasiado doente para me divorciar do Sporting, mesmo que fiquemos (como aparenta) em 6º lugar este ano.

    • Neste momento o MVeloso é essencial no meio campo do Sporting, pois é provavelmente o que em melhor forma está. Acredito que o Grimi pode desenrascar o lugar… o André Marques ainda está muito verde. Se o tiago pinto não saísse ao pai se calhar estaria a jogar a titular no Sporting… acredito que tenha sido mais coisa de empresário, mas no Sporting só jogam (ou só deviam jogar) jogadores que têm orgulho em lá jogar. Por isso, o Grimi lá terá que servir. É preciso é que seja o Grimi da primeira época e não o do ano passado.

  5. A respeito do nosso plantel pessimamente construído, gostaria de lançar a pergunta sobre quem foi o último jogador que comprámos a outra equipa do nosso campeonato que se tenha destacado no Sporting:
    – Sá Pinto, comprado ao Salgueiros em 94?
    – Pedro Barbosa, comprado ao VSC em 95?
    – Rui Jorge, na troca com o Porto em 98?

    Há 15 anos que o Sporting não compra ninguém em Portugal que tenha sido titular indiscutível, de nível elevado…

    Haverá várias explicações como a falta de visão do Sporting ou o preço exorbitante pedido ao sporting ao contrário dos adversários (paulo ferreira foi para o porto por 500 mil euros quando o setubal pediu 2 milhoes ao sporting, bosingwa, meireles, assunção, tiago, e tantos outros foi a mesma coisa).

    Mas parece-me ridiculo não conseguirmos comprar ninguém de jeito em Portugal.

    • Careca,

      A razao que aventas no final do teu comentário provavelmente explica tudo. As coisas sao como elas sao.

      Agora, há 2 opcoes para lidar com isso:

      1- Admite-se que o que é nacional para nós nao é bom e passa-se só a comprar no estrangeiro. Mas tentando comprar bom e barato sem ter nem olheiros que prestem, nem empresários de jeito a fazer prospeccao, os tiros no pé podem suceder-se.

      2- Tenta inverter-se o rumo dos acontecimentos. Porque é que esses clubes cobram caro ao Sporting e barato ao FCP? Achas que eles ficam a perder dinheiro? Ou será porque o FCP depois lhes promete outro tipo de favores? E porque nao aproveitar as dezenas de jovens da Academia como moeda de troca para este tipo de negócios? Nao se podia ter dado o Varela, Tiago Pinto ou outros como moeda de troca num negócio desses? Parece mais fácil do que realmente é, mas o Sporting com a massa de jovens que forma poderia facilmente contrapor o domínio “territorial” do Porto em matéria de empréstimos, cedencias por troca e afins.

      SL

      • Vcs já repararam k as equipas onde o Porto “coloca” jogadores nunca desce? e os da 2 divisao normalmente sobem, mas isso é só coincidencias …

      • Careca e Petinga,

        Resumidamente, acho que a nossa posição no mercado nacional tem a ver com dois factores:
        1. Acreditamos que não é necessário contratar porque formamos melhor e mais barato.
        2. Os preços absolutamente inflacionados dos jogadores provenientes de clubes portugueses quando negociados para o Sporting.
        Sobre este ponto, em breve na forma de post, queria apenas dizer que discordo da maioria das opiniões dos Sportinguistas. O preço dos jogadores em Portugal é inflacionado porque o Sporting se comporta como um clube mimado que não entende que isto é um negócio e um jogo. Ao contrário da opinião vigente, não acredito que o corte de relações institucionais com a maior parte dos clubes nos beneficie em nada. Até mesmo a imagem tão ultrajante de ver sentado um Presidente do Sporting com o Pinto da Costa numa tribuna me escandaliza. Esta merda é um jogo que se joga nos bastidores. Quero lá saber que para a plateia o JEB finja ser amigo do Rui Alves ou do Pinto da Costa se depois for capaz de fazer negócios como trocar Nélson e Costinha por Bino e Rui Jorge. O Porto controla o mercado porque espalha jogadores formados no clube, aproveita para rodá-los ou fazer negócio quando quer atingir outros alvos. Isto permite-lhe controlar a competitividade desportiva desses clubes. E isso, também acontece devido às “boas” relações” que o Papa mantém em Portugal. Aos favorzinhos, aos empréstimos que ajudam a reforçar as equipas mais carenciadas, aos salários que são pagos nos momentos de aperto. Depois, na altura do dia de pagamento, já sabemos como funciona a Máfia.
        Se as regras são estas, o Sporting deve compreender isso de uma vez por todas e perder menos tempo com queixas de árbitros, exposições à Liga e à Uefa e patéticos cortes de relações que só prejudicam o clube. Andar por aí armado em D. Quixote a lutar contra moinhos de vento não vai melhorar em nada a nossa situação.

  6. Qt ao SCP a escolher, eu escolho o k ganhar, o k com este treinador será sempre aleatorio, pode ser a pontape p a frente, pode ser jogando 45 min, pode ser retirando os 2 laterais qd a coisa está apertada …
    Ponto 1 – continuo a achar k o mal maior não é os jogadores k compoem o plantel, porque apesar de algumas lacunas evidentes na defesa, convem relembrar k a defesa composta por abel, tonel, polga e caneira foi a menos batida do campeonato (nao o anterior), mas sim no fraco rendimento k o treinador extrai deles
    Ponto 2 – JEB merece me toda a consideração, axo k vai ser 1 excelente presidente, a partir do momento em k nao se deixar ficar refem do forever (isso nao implica despedir o PB, implica dizer lhe na cara: Ou começamos a jogar à bola ou vais a andar!!!)
    Ponto 3 – mm nao concordando c tudo, todos temos opinioes pq sofremos com o SCP, e só ouvindo os outros podemos avançar, crescer e tornarmo nos mais fortes

    • pedja,
      é impensável uma equipa que queira ser campeã se dê ao luxo de jogar com Abel e Caneira nas laterais. Estamos a falar de dois laterais que passam os 90 minutos sem ir à linha fazer um cruzamento e que são incapazes de criar superioridade no último terço de terreno. Estou farto de centros feitos do meio campo, apanhando os centrais adversários sempre de frente, e de empatar jogos porque, contra equipas que se fecham não temos laterais que ataquem.

      • sim concordo ctg qt a isso …
        a unica coisa k kis salientar é k o MAIOR problema do SCP é o fraco rendimento extraido pelo treinador dos jogadores de k dispoe…
        e digo o maior porque existem outros k podiam ser disfarçados se o trab semanal na academia fosse bem feito…
        axas k estou errado? nao axas k todos sem exepção podem e devem render +?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s