Batata quente

O jornal O Jogo colocava, na sua edição de ontem, uma questão pertinente: como é que Paulo Bento vai gerir a questão do central que fará dupla com Daniel Carriço contra os holandeses?

Os anti-Polga facilmente dirão que o Tonel não pode sair da equipa. Sim, é verdade que a equipa ganha maior presença aérea em termos de lances de bola parada e, sim, também é verdade que o Carriço mostrou ser ainda mais patrão quando teve ao seu lado alguém para fazer o “trabalho sujo”. A isto, acrescento eu que até gosto do Polga, o Tonel tem sido um profissional exemplar e, creio, será um dos que contribui para o bom ambiente no balneário.

Por outro lado, e foi o próprio Paulo Bento quem o afirmou, Polga tem jogado lesionado há já bastante tempo. Isso não servirá de desculpa para a alternância entre más e fracas exibições, mas atesta o carácter do jogador que, a pedido do treinador, aceitar queimar-se aos olhos dos adeptos e correr o risco de agravar a lesão. Para além disso, foi o próprio Paulo Bento quem afirmou que Polga era o líder da nossa defesa, estatuto que, digo eu, obriga à titularidade.

No fundo, Paulo Bento tem uma batata quente nas mãos. Se tira Tonel vai estar a tirar um jogador que fez uma boa exibição e, moralmente, dá-lhe uma machadada. Se deixa Polga de fora, é como se estivesse a agradecer-lhe com um pontapé no cu todo o esforço que lhe pediu que fizesse.

A mim, cheira-me, Polga vai ser titular na Holanda e Tonel vai jogar na recepção ao Olhanense, mas esta batata vai deixar o três queimados.

14 thoughts on “Batata quente

  1. Vocês sabem que eu não gosto do Tonel.
    No entanto acho que não há nenhuma razão sutentável para o Polga regressar na Holanda. Já com o Olhanense, e para conferir se a merda que tem feito, estaria ligada a uma lesão mal curada, aí já não digo nada.

    Não percebo o comentário do Tiago. As estatísticas dão razão ao Raúl.

  2. Tava a gozar, não te ofendas. Mas lembrei-me quando jogou a lateral (acho que foi com o Paços mas salvo erro foi com o Peseiro, corrijam-me sff se estiver errado) e saímos de lá com 3 ou 4 no saco.
    Sinceramente não vejo neste momento razão para o Polga voltar. Tem jogado mal e o Tonel fez um bom jogo. Até o Tonel enterrar ou se voltar a lesionar, acho que o lugar deve ser do Tonel.

  3. Numa lógica normal, num clube normal, com adeptos estabilizados emocionalmente (o que não é o caso devido às péssimas performances desportivas), isto não era caso nenhum. Um dos dois jogava este jogo, alternando no próximo. Chamar-se-ia rotatividade e (se houvesse bons resultados) elogiar-se-ia o treinador por ter gerido bem o plantel, mantendo os niveis de confiança bem elevados porque assim todos se sentiam importantes.
    O messias da Luz deixou de fora Quim e Aimar e já está a ser elogiado. Está tudo relacionado com as marés em que se navega…

    E mais, qual é o jogo mais importante, o de amanhã ou o com a Olhanense?

    ps: noutros tempos, Bento geria a equipa mudando tudo em função dos diversos jogos (só não saíam Polga, Ricardo, Liedson e Moutinho). Aí havia tolerância pois o próprio tinha trabalhado para ela, agora tudo é tema e, adequadamente, questionado.
    ps2: para mim jogava o Tonel; não porque seja melhor, mas porque resguarda um Polga já muito “queimado”.

  4. Pois eu acho que quem vai sair é o puto Carriço. Foi assim contra o Bayern e vai ser assim contra o Herereven.

    Parece que não conhecem a anta que nos treina. Olha para o bloquinho de apontamentos e vê que quem estava no lugar do Polga era o miudo, logo Polga bom, Carriço out!

    Futebol, pé, andebol mão!

    • Carissimo Bulhao

      Ja tinha lido essa opiniao algures na blogosfera. Acho um atentado adaptar-se o melhor central do plantel so para sua excelencia Polga poder jogar. E dar abebias atras de abebias.

    • Eu também não aceito colocar à direita o melhor central. Doa a quem doer (e mesmo tendo em conta que o Abel é uma merda e o Pedro Silva é mediano. Mas, mesmo mediano, ao nível da época passada dá claramente para o gasto).

  5. Tonel + Polga (muito anos): capados e entabados!
    Carriço + Polga (uma ano e tal): capados e enrabados!
    Carriço + Tonel (um jogo): um par deles como deve ser!

    A dissertação está por isso em torno, basicamente, do querer-se ou não continuar impotentes como dantes, com a resultante panasca que daí advinha em termos defensivos, versus arriscarmo-nos a voltar a ejacular bem alto na defesa.

    Confesso que não vislumbro, sequer, alguma réstia de dúvida que parece assolar alguns dos meus colegas felinos que por aqui comentam.

    E por isso, receio bem não poder contribuir muito para iluminar quem quer que seja neste descabido debate….

    Vulgo, o “Coração de Leão”

  6. pois amigos não sei se será assim pó novidade, mas Polga vai ser mm titular, dou-lhes a minha palavra.
    independentement do valor (k n tem sido demonstrado m sabemos estar la) axo k existe algo mt mal explicado entre PB e polga …
    nenhum jogador tem o lugar sempre garantido, dps de tantas más exibições e vindo de 1 lesão.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s