Os cabrões e os anjinhos

“A SAD do Sporting esqueceu-se de incluir uma cláusula que impedisse João Moutinho de se transferir para outro clube português no documento que serviu para mandatar o empresário israelita Pini Zahavi para vender o passe do jogador e que foi assinado em Junho (nota do Cacifo: ou seja, afinal a capa da Bola sobre deixar de ser capitão, era verdade).  Na reunião em que o Sporting colocou nas mãos de Zahavi o futuro de João Moutinho, que se mostrava decidido a deixar Alvalade, ficou ainda decidido que aquele agente FIFA ficaria incumbido de ajudar os leões na contratação do defesa argentino Marco Torsiglieri, do Velez Sarsfield. O certo é que o empresário adiantou parte da verba para a contratação do central, tendo de imediato iniciado contactos formais para a colocação de João Moutinho.
[…]
De acordo com as informações recolhidas, a administração da SAD leonina só alguns dias depois de assinado o documento com Pini Zahavi se apercebeu que se havia esquecido de incluir a cláusula que impedisse Moutinho de ir para um dos rivais. No dia 26 de Junho, dois dias depois da apresentação de Torsiglieri, é que a SAD sportinguista tentou junto de Pini Zahavi fazer uma adenda ao documento, por forma a impedir a saída do capitão para outro clube português. Tarde de mais. O empresário recusou liminarmente essa possibilidade, até porque as conversações com o FC Porto já estavam em marcha.
[…]
O futebolista acabou por rumar ao FC Porto, mas o DN sabe que no final da semana passada o mesmo empresário ofereceu o capitão leonino ao Benfica, que terá recusado entrar na corrida pelo jogador por forma a não iniciar uma guerra com os rivais, mas também porque não seria uma prioridade do treinador Jorge Jesus.”

in DN

p.s. – ainda a propósito de cabrões, não posso deixar de registar as declarações do Bruno Alves, gozando com os nossos dirigentes (“não percebi como é que o Sporting deixa sair um jogador do nível do João Moutinho, mas os dirigentes é que sabem o que é melhor para os clubes”) e dando a colher de chá à ausência de profissionalismo do Moutinho (“Para já, tenho contrato com o F.C. Porto, mas sou um jogador ambicioso. Procuro disputar um outro campeonato, mas, se assim não for, terei de respeitar porque tenho contrato com o F.C. Porto”).

40 thoughts on “Os cabrões e os anjinhos

  1. a contra informação made in fcporto a funcionar.
    muito ainda falta explicar sobre este caso e a comunicação portista começa a fazer as suas movimentações.

    costinha nao me parece muito isento de culpas no meio disto e o JEB apenas aparece a tentar apagar os fogos…

    • Porque o não incluir dessas cláusulas já resultou, por exemplo, na vinda do Quaresma para o Porto (foi campeão) e na do Simão para o Benfica (foi campeão). Foda-se, custa muito venderes um jogador com 19 ou 20 anos e deixar explícito que nos cinco anos seguintes não pode voltar a jogar em Portugal a não ser no Sporting?

      Merda de amadorismo!

      • Cherba,

        Uma correcção: Tanto no Quaresma como no Suinão, eles passaram pelo estrangeiro e o SCP tinha direito de preferência no retorno a PT. Nós é que não quisemos preferir.

        Cláusulas que limitem as transferências num determinado espaço são genericamente consideradas nulas por constituirem limitações ao direito constitucional ao trabalho. Para poderem ser aplicáveis, o jogador teria que receber dinheiro por tal compromisso.

        SL

      • Cherbakov,

        Este teu comentário, só pode ter sido escrito por alguém que forjou a tua ID.

        Verifica lá essa merda, porque nós, concordemos ou não contigo, estamos habituados a reconhecer-te honestidade e lucidez intelectual.

  2. O futuro do Sporting vai decidir-se até ao fim de Setembro.
    Ou entramos bem na liga, incluindo um resultado positivo na luz, ou por essa altura não há condições para ninguém desta direcção continuar em funções.

    • Quer então dizer que se por acaso, sorte, ou qualquer outro desígnio astral nos formos safando, e porventura nos safarmos na capoeira, tudo fica relevado.

      Ou melhor, o que interessa são os resultados.
      Funciona como os cartões amarelos em certas competições.

      Se os sócios do Sporting, acham que a situação é insustentável, então porquê esperar?

      É como a situação de Portugal. Estão os responsáveis à espera de quê para correr com o inenarrável PM?
      Ninguém tem é tomates para assumir a governação, em ambos os casos.

      • Então se nos safarmos no princípio da época, o JEB e o Costinha são os maiores, o Moutinho era mesmo uma maçã podre, o Paulo Sérgio era o treinador que o Sporting precisava, e afinal está tudo bem?

        É assim?

  3. Portanto a oposição do Sporting queria ficar com um javardo de merda como capitão chamado João Moutinho porque tudo serve para se tentar demonstrar que a direcção do Sporting é uma merda, que somos uns calimeros, etc etc etc. Mesmo fazendo um excelente negócio como o que fizemos( e deixem-se de merdas porque até os adeptos do Porto o questionam!), eles acham que tudo serve para se decarem a fazer a merda de oposição a que se dedicam. Depois admiram-se quando perdem eleições. É que têm que aprender uma coisa simples: Ninguém ganha credibilidade só a fazer demagogia. Quer-se nunca dizem o que fariam ao jogador- e a culpa é da direcção, que são uns incompetentes. A lógica é sempre a mesma, metam a capa que meterem a lógica é sempre a mesma: mostrarem que o Sporting fica mais fraco sem um javardo mercenário filho da puta( que na semana louvavam e que, ainda nesta e talvez por vergonha quem sabe, não tem tomates para o criticarem a sério) como capitão. Mas o pior é que dizem isto sempre com o ar de quem se preocupa muito com o Sporting, e exactamente com a mesma demagogia com que ontem defendiam o monte de merda com unhas e dentes. Assim sendo respondam mais uma vez à pergunta óbvia: o que é que faziam ao Moutinho? Sejam honestos e respondam pá! Não me venham é com a treta que foram enganados, pois se eu ainda na semana passada disse tudo o que achava que o Moutinho era( e disse-o só por ler a imprensa dos últimos dois anos), e vocês achavam o contrário( ah e dizendo que EU era o mau sportinguista!), não pode ser uma atitude que foi mais do mesmo da parte do javardo que vos fez mudar de opinião!

    Um abraço

    • Pita, aqui vai o que eu fazia ao Moutinho:
      – não queres treinar? Processo disciplinar
      – não queres jogar? Processo disciplinar, com direito a suspensão de vencimento
      – queres voltar a treinar? boa, treinas uma semaninha sozinho
      – queres voltar a jogar? boa, vais treinar com o pessoal e mostras que mereces jogar
      – mostraste que passou a birra? fixe, vais para o banco

      O problema, Pita, é que os anjinhos que nos dirigem não podiam fazer nada disto. E porquê? Porque o contrato do menino estava cheio de alíneas que os deixavam obrigados a negociar a partir dos 10 milhões… incluindo com clubes portugueses. Se isto não é amadorismo, é o quê?

      • Não concordo. Seria ruinoso para o Sporting fazê-lo. Acho que a direcção tomou uma decisão de gestão acertadissima ao vendê-lo fazendo, repito-o um excelente negócio. Mas assim ficou tudo mais claro muito mais claro: Para si( e para a oposição do Sporting) não interessa fazer bons negócios, apenas provar que os nossos dirigentes não prestam.

        Ok, mas fiquei a saber que há coisas que não mudam: o javardo depois disto continuava com a braçadeira certo? É que isso para mim é o mais importante, e aquilo em que vocês nunca falam! Ainda na semana passa você me disse q

      • que coomparar o Moutinho ao Simão era pior que ser lampião. O Moutinho é o mesmo monte de merda que era, logo a sua opinião mantêm-se certo? Só para ficar a saber…

        Um abraço

        Ps: esta bodega dividiu-se em dois… As minhas desculpas.

      • Suspensão de vencimento? E a lei não importa para nada, hum? Por lei só podes retirar 30% do ordenado por motivos disciplinares… ou seja continuavas a pagar €105m/mês até 2014, num total de quase €6M! Juntando isto ao dinheiro que perdias por não transferir, encostá-lo custava-te a módica quantia de €17M! Seria isso servir os interesses do Sporting?!

      • Exactamente SS, precisamente isso. A alternativa a isso era ele poder rescindir com justa causa, o que pelos vistos era um excelente negócio.

        Um abraço

      • cherba

        fazias as 2, 3 primeiras acçoes e levavas com um processo de rescisao por justa causa e depois vias o jogador sair a borliu , ir para onde quisesse e recebias uns trocos dos direitos de formaçao.

        sempre era melhor do que 10, 11 milhoes nao achas?

        tens noçao que ele disse so fico se me aumentarem o ordenado8 ele que estava no limite salarial sendo dos mais bem pagos) ou entao vendam-me para qualquer lado, o empresario disse que lá fora valeria no maximo 7 milhoes( mas ninguem os queria dar), aparece a proposta do porto, dao-lhe a hipotes de esperar mais um mes a ver se aparecia uma proposta melhor( até para ele) e ele nao aceita e diz que já deu a palavra ao porto que ia jogar lá.

        se aquilo que foi dito na conferencia de imprensa é mentira, porque é que nao apareceu ate agora nenhuma declaraçao do jogador a desmentir?ou mesmo do representante

      • Portanto, ele recusa-se a treinar, ele recusa-se a jogar, e ainda tem o direito de rescindir por justa causa?

        E acham mesmo que o Moutinho e o chuleco que o representa são parvos ao ponto de hipotecarem uma carreira? Querem apostar que se não lhe fizessem a vontade, rapidamente aparecia um Everton desta vida a dar os 10 milhões?

        Ora, não me fodam, sff.

        Pita, ainda não sou capaz de comparar o moutinho ao Simão. Talvez lá mais para a frente venha a dar-te razão.

      • cherba. tecnicamente os jogadores nao podem ser postos a treinar a parte sozinhos, tinhas logo o sindicato, e sei la mais quem a perna e a ameaçar com a justa causa

        isso como sabes aconteceu nos lamps o ano passado quando fizeram isso ao jorge ribeiro e ao balboa

        porque é que achas que os jogadores que nao contavam se apresentaram mais tarde? eles treinam a parte porque sao considerados dispensados e treinam apenas para manter a forma ate encontrarem colocaçao.

        nao podes por um jogador a treinar a parte como medida disciplinar

      • Infeliamente (ou felizmente!) as leis do trabalho não foram feitas tendo os futebolistas em mente mas sim os comuns dos mortais. É por isso que não podes simplesmente deixar de pagar o ordenado a um funcionário mesmo se este for alvo de processos disciplinares. E é essa também a razão pela qual um empregado pode pedir a rescisão unilateral se houver bases descriminatórias.

        Quanto à facilidade de aparecerem propostas alternativas caso ele fosse castigado, duvido muito que se houvesse a ténue possibilidade de ir para o everton ele preferiria ir para o porto…

      • Caro cherbakov,

        Eu não preciso que me digam que tenho razão quando efectivamente a tenho. Para mim é-me perfeitamente indiferente que suas excelências têm ou não humildade para reconhcerem as suas próprias falhas. O que é um facto é que na semana passada disseram que eu era pior que um lampião por achar que o Moutinho era um javardo pior que o Simão. Ou seja disseram que eu era mau sportinguista, coisa que não reconheço o direito a ninguém fazer- eu que sou adepto, sócio, atleta e capitão do Sporting. Por isso escrevo com o meu nome próprio e sem medo. Agora diz que precisa de esperar para saber se me vão dar razão, o que em si é surreal… Esperar pelo quê? Eu digo: Esperar que o Moutinho ainda se vai tornar numa pessoa com carácter e valores. Portanto ainda há quem acredite no pai natal. No entretanto não tem humildade intelectual suficiente para afirmarem com clareza que sim, tiravamos a braçadeira de capitão ao monte de merda e foi um erro defendermos este filho da puta com os antecendentes que já existiam. E que sim me ofenderam com o que disseram, porque afinal de contas não era bom sportinguista quem não defendia o filho do puta não era? Tenho a idade suficiente para saber pensar pela minha cabeça e nunca temi estar em minoria quando sei que tenho razão, como foi nitidamente o caso, e isso fez realmente a deferença. Eu sei que esta verdade o incomoda, mas ainda assim não deixo de dizer uma coisa: com os antecedentes acima descritos( que são totalmente verdadeiros) está claro que não lhe reconheço o mínimo de honestidade intelectual para avaliar o meu sportinguismo, porque se houve alguém que mudou com o vento esse alguém não fui eu. E se houve alguém que arvorou em avaliador do sentir e pulsar sportinguista alheio não fui eu. Portanto passar bem e tenho dito.

        Um abraço

      • Pita,
        dois pormenores: devias meter a cabeça num saco e gritar lá para dentro. Diz que faz bem.
        Segundo: se vais levar tão a peito as trocas de galhardetes e provocações que aqui têm lugar, vais acabar a odiar-nos o que, diga-se, seria uma estupidez.

        Vá lá, rapaz, acalma-te.

      • Esta última resposta define tudo: a grosseria, a falta de educação, a falta de valores, o ataque idiota, tudo. Não me admira nada que pessoas assim defendam o Moutinho. Muito bem é como digo, passar bem. Não respondo com insultos, falta de educação e insultos a insultos. Não sei pura e simplesmente fazer isso. Portanto passar bem.

  4. Pedro Pita,

    Ruinoso porquê? Não treina, não recebe.

    Em vez disso, fez-se dinheiro e uma bonita cena que deve ter deixado o balneário em bom estado.

    SL

    • Não treina, não recebe?! Mas vocês vivem em que mundo? Ele certamente iria apresentar-se sempre para treinar e como por lei só podes retirar 30% do ordenado por motivos disciplinares o Sporting é que ficava a arder! Sob esse ponto de vista ficava mais barato ao Sporting dispensá-lo do que continuar a pagar-lhe ordenados até 2014…

    • Não é assim tão simples. Eu não estou aqui para falar de direito do trabalho, e sim de bola, mas ainda assim posso-lhe afiançar com a minha palavra de honra profissional que não é assim tão simples. Espero que esta sirva, e não ter que ir para aqui o manual do Monteiro Fernandes. O que está na resposta anterior chega.

      Um abraço

      • não precisas de ir ao monteiro fernandes. basta olhares para o regime do ‘contrato com desportistas profissionais’, para o contrato do moutinho e para os regulamentos internos do SCP.

        meu, mas tu não consegues perceber o precedente que esta merda abre?! se agora todos os jogadores do plantel resolverem fazer o mesmo que fechamos as portas!? que a imagem que se transmite para o exterior é péssima, etc…

        e já começa. 5 milhões pelo veloso…

      • Bom uma vez que temos um “especialista” tão qualificado como comentador eu pergunto:

        1- Onde está o contrato de trabalho do Moutinho? Eu não o conheço. Nem eu nem niguém a não ser os advogados que trataram do caso. Como pode você falar do que não conheçe?

        2- O regime jurídico a que alude anteriormente era efectivamente regulado por legislação mas com o advento do código do trabalho( em 2003, portanto há “apenas” sete anos…) o regime geral da contratação laboral- as chamadas claúsulas contratuais do direito do trabalho- passou a ter aplicação no caso dos contratos do desportistas de alta competição;

        3- Não conheço os regulamentos internos do Sporting. De qualquer modo neste caso é absolutamente indiferente conhecer ou não isso, pois estou a par da Lei geral do trabalho( vulgo Cógido do Trabalho) e sei que os principios gerais que ora discutimos da mesma não podem ser derrogados em virtude de regulamento interno de empresa( não preciso de citar artigos para não tornar a coisa maçadora, mas se quiser fá-lo-ei.);

        4- O sistema dos precedentes no direito do trabalho é mais no direito inglês que no nosso direito continental. Não há jurídicamente precedente nenhum a ser criado. Já alguma vez ouviu falar no caso Careca? Sim o tal, aquele que o Sousa Cintra dizia que era o novo Eusébio!… Esse sim foi um precedente sobre o caso em apreço…

        Não quero falar mais de trabalho, uff!… Apenas digo o seguinte: isto do Moutinho não tem nada de especial de nem original de um ponto de vista jurídico. Há dezenas de casos iguaizinhos na história dos tribunais em Portugal. Em geral os tribunais do trabalho protegem o trabalhador( in dubio pro labore), como decorre da Lei e da praxis jurídica continuada ao longo dos últimos 35 anos, mas isso é uma realidade que pelos vistos não é do vosso conhecimento. Mas pronto fica a explicação. Quem quiser uma explicação mais detalhada tem que puxar dos cordões à bolsa e pagar… :)

        Um abraço

  5. Uma autentica vergonha o que se está a passar de á uns anos a esta data. Cambada de incompetentes e glutões que vivem do Sporting e não para o Sporting.
    Ainda este fim-de-semana estive no porto e fui enxovalhado por adeptos do porto que gozaram comigo por causa desta transferência.
    Mais uma vez o Sporting foi engolido por PC e o pior? Anda está para vir…Ismailov está a ser negociado com os corruptos por 5 milhões de euros.

    Ainda faltará muito para a bomba rebentar de vez em Alvalade?!

    SL

    • Mas tu és anjinho ou quê? O porto acabou de dar €5M pelo james e ia dar o mesmo pelo Izmailov que tem o joelho feito em cacos e que não aguenta 2 jogos seguidos sem analgésicos?! Vocês esquecem-se é que se o Sporting souber utilizar bem os €10M que vieram do porco espinho, o porto também está a reforçar um rival. O problema está precisamente aí e em como o Sporting vai gastar esse dinheiro! Se o gastar todo num valdez é um erro, mas se com ele conseguir trazer o petrovic, o valdez e começar a pagar o boghossian então a história já é outra!

      • Já várias pessoas mencionaram e o próprio DN refere que estes 10M dão é um granda jeitão para pagar contas. O DN chega a referir que o Zahavi adiantou parte do dinheiro (é verdade? quanto foi? etc, etc)…

        Também gostava de ter tido o Manuel Fernandes (do Valência) com a verde-branca à frente do peito na capa dos desportivos logo na Segunda-feira mas resta saber se esta verba que o Porto nos dá (que tinha lido algures – e desculpem-me não me lembrar da fonte assim de repente – era repartida em 3 tranches) permite termos novamente algum oxigénio para negociar.

        Se há um ano desesperava porque a novela do Mati nunca mais acabava e porque não vinha mais ninguém, agora não estou particularmente eufórico com nenhuma das contratações deste ano. Curioso, sim, pelo Torsi e André Santos (que n conheço bem) e com vontade de ver se o Maniche mexe ou não.

  6. Quanto a esta cláusula, concordo que o facto de ela não estar presente terá despoletado tudo isto… mas segundo li o acordo com o zahavi não tinha validade legal e muito menos havia qualquer coisa assinada nesse sentido. O grande problema aqui é o que levou o moutinho e o Sporting a este ponto e se tal não poderia ter sido identificado antes. Toda a gente esperava que ele fosse ao Mundial e a sua não convocatória foi um rombo imenso nessas pretensões, portanto até certo ponto esta situação não era assim tão previsível. O erro terá sido não o vender ao everton pelos tais €15M, mas nessa altura poucos foram os que não concordaram com a decisção tomada…

  7. Sinceramente já estou cansado de ouvir falar do pequeno anão…a história e os contornos são muito claros! Já é 1 facto consumado…Nem quero voltar a ouvir falar dele e vou assobiá-lo quando for ao nosso estádio…isso é garantido…Falemos do grande jogador que fomos buscar ao porto…NAC é grande jogador!!! Só uma coisa, no final da época podemos pedir esclarecimentos e revoltarmo-nos contra costinhas e ze eduardos…por enquanto, será assim tao dificil começarmos a apoiar o grande sporting e dar-mos oportunidade aos dirigentes…uma razia tinha de ser feita…e vão mais na camioneta…
    Sporting sempre!!

  8. Esse célebre documento de que tanto falam agora não tinha qualquer valor jurídico,não obrigava a nada, era apenas um acordo,o jogador tinha um contrato com uma cláusula de rescisão e esse é que vigorava.
    Tou curioso para ouvir o Montinho,se ele continuar calado é porque realmente teve uma actuação vergonhosa
    .Não sei porquê mas começo a ver aqui algo maior,a ausência da convocatória para o mundial,a chamada de Amorim para o lugar de Nani,todo um processo que visou a desvalorização do jogador.Se ele for chamado na proxima seleção não fico com duvídas,o cabrão do Queiroz tambem meteu a pata nesta merda e não foi assim tão inocentemente como poderá parecer.Não me fodam,o Everton deu 16 milhões,se agora o oferecessem por 8M eles não o queriam?

    • Duvido que se houvesse a possiblidade de ir para o everton o moutinho não preferisse ir para o everton do que para o porto…

  9. Uma coisa é certa, em meu entender:
    Ninguém daria mais pelo João Moutinho, que não vale metade do preço pelo qual o Sporting o vendeu.
    Portanto, o Sporting fez um bom encaixe e livrou-se de um jogador mediano e, sobretudo, de um cachopo que provou não estar à altura da braçadeira e muito menos do clube.

  10. Só uma dúvida, o Bruno Alves disse alguma asneira?

    Disse algo que um jogador num clube (com crime) organizado não dissesse ao ver a estupidez e amadorismo brutais de um clube ao deixar sair um dos seus melhores jogadores para um rival por metade do preço?

    Sorte tivemos nós de não se rir e de não chamar patos/otários/palermas aos dirigentes do SCP, que era o que mereciam.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s