O outro problema

Ontem, Paulo Sérgio pode ter dado o primeiro passo para estabilizar de uma vez por todas o sistema táctico e, quem sabe, arrancar para uma série de vitórias condizente com aquilo que, pelo menos para nós, é o Sporting. Mas, e há sempre um mas, até quando vamos continuar a jogar naquele relvado vergonhoso? Num relvado tão, mas tão mau, que a equipa se vê impedida de lá treinar e que faz com que, jogar em casa, seja uma vantagem mínima. E que tal um sintético de última geração?

Anúncios

33 thoughts on “O outro problema

  1. Eu não percebo patavina de relva nem de sintéticos, muito menos das vantagens e desvantagens de cada um.

    A relva é muito bonita e quando vivi em Inglaterra gostava muito do aspecto daqueles magníficos tapetes.
    Mas a poesia não é para aqui chamada e, de facto questiono-me porque razão as novas tecnologias não hão-de chegar igualmente ao terreno de jogo.

    Seria refrescante, quem sabe desta matéria deixar aqui alguma informação para que os leigos, como eu, pudessem fazer um juízo mais sólido acerca desta questão.

    No post seguinte, já toda a gente se podia voltar a insultar, mas neste tópico era interessante informar mais do que criticar.

  2. É complicado jogar ali. Os jogadores não dominam bem a bola, anda sempre a saltitar e contra equipas mais fechadas é difícil jogar rápido.
    É urgente mudar de relvado. Aquele está lastimável. E não me venham com tretas de que nenhum relvado resulta em Alvalade.
    Já vi bons relvados em Alvalade.
    Em 2003/2004 tivemos uma boa relva que durou em boas condições cerca de 2 épocas, aquela com fibras sintéticas igual à do Liverpool. Em 2005/2006 já estava em mau estado.
    E em 2006/2007 quando se pôs uma nova, também ficou boa.
    O problema é que os relvados não aguentam o verão, e sempre que começa uma pré-época, a relva está sempre miserável por causa do calor.
    Solução: troquem de relvado todos os anos como se faz no estádio do Ajax ou em San Siro. Assim é que não.
    Aquele campo é digno de um campeonato distrital com muita cacetada à mistura, e mesmo assim há melhores relvados no distrital.

  3. eh pá, logo agora que eles se estão a habituar ao tapete e dá para marcar 5 golos num só jogo… deixa-te estar quieto que um novo ainda vem atrapalhar!

  4. A pergunta é pertinente e a ideia é boa. Não acham que podia ser uma vantagem podermos treinar e jogar num relvado que seria sempre novidade para os outros?

    • Era o que eu ia escrever. Quem tem experiência de jogar nos sintéticos já viu ou no caso dos mais azarados já sentiu o que podem fazer. Para além disso têm uma manutenção carissima para utilização em alta competição. A solução é ir à conta do cabrão incompetente que projectou aquela merda de estádio e substutuir a relva após cada jogo. Pode ser que dessa maneira o gajo não volte a assinar mais aberrações como aquela.

      • Fomos logo pedir a um gajo que enrrabava gajas (e quem sabe gajos), com os videos na net, para fazer o projecto do estádio.

        Não há limites para a estupidez dos cabeças de caralho dos dirigentes que já passaram naquela santa casa. Não há.

    • Epah, oh Trolha, às vezes, antes de criticares, valia mais informares-te. Os sintéticos de última geração são compostos por uma mistura de relva verdadeira e de relva artificial que, desde logo, diminuem o risco de lesão associado aos primeiros tapetes do género.

      Em Portugal, o Boavista é o clube que tem o melhor relvado artificial, mas há muitos outros, mais pequenos, que utilizam sintético de menor qualidade e não é por isso que têm a enfermaria cheia (tal como não vês os craques brasileiros dos clubes russos constantemente lesionados).

      Mais, grande parte das camadas jovens no nosso país, joga em sintético e temos, na Academia de Alcochete um desses relvados onde, por vezes, a nossa equipa principal chega a treinar.

      • por falar nisso hoje vem uma noticia em que fala mesmo disso, que estao a pensar mudar para um sintectico desses, custa 200 mil euros, mas a manutençao é muito mais barata que 1 relvado normal

      • O Boavista é uma espécie de promotor: não pagou pelo relvado. Fizeram uma boa aposta e um bom negócio.

        O relvado sintético da Academia Sporting/Puma é o coberto. É lá que treinam em dias de chuva intensa.

        SL

  5. é só uma questão de adaptação dos jogadores à relva sintética, os problemas com lesões deveriam afectar mais quem não treinaria nunca nele ou seja os nossos adversários lol. Para Alvalade só existem 3 possibilidades; 1 – muda-se o sistema de drenagem e ventilação (muito caro) se é que ela alguma vez existiu ali. 2 – muda-se de relvado todos os anos (caro também). 3 – muda-se para um relvado sintético (caro no inicio).

    • penso que as camadas jovem treinam em sintéticos ou estou errado? pelo menos os miúdos do Sporting que treinam-se na cidade universitária usam o sintético.

    • Caro no início? Já alguma vez viste como se degrada com a utilização? Para ser mantido em condições para alta competição é carissimo.
      Em segundo lugar, não sei se seria autorizado pela liga de clubes. Provavelmente o regulamento proibe qualquer outro piso que não seja relva natural.
      Quanto às lesões…lolololol só podes estar a gozar.

      • pois deves ter razão e realmente não faço ideia se a manutenção de um sintético para alta competição será cara ou não. O que tenho lido por aí é que a manutenção é quase inexistente mas em alta competição não sei. Essa questão da liga também é pertinente sem dúvida! …ainda em relação ás lesões e pensando melhor se calhar quem ficasse com as nossas deixas é que beneficiaria mais com a mudança pelo menos para o campeonato :)

      • O spartak de moscovo joga em sintético na champions, nao havia razão para a liga de clubes nao aceitar.

  6. o problema da relva de alvalade chama-se pouca renovaçao de ar, pelo que ouvi falar a uns supostos expecialistas…épa ou se mete la ar ou tamos fodidos com aquilo e val mais por sintetico…. isso das lesoes é uma treta… ou melhor é uma realidade num sintetico de 1ª ou 2ª geraçao pois os jogadores ao rodar as chuteiras poderiam agaram e causar varias lesoes nos joelhos e trnozelos… ja nao estamos no tempo do velho alvalade nem no tempo dos sinteticos feitos a martelo…….

    • concluindo::

      analisar os custos de um e de outro ao nivel da manutençao e do 1º investimento, analisar as condiçoes da liga e da uefa, analisar as influencias no futebol do sporting, voltar analisar tudo mt bem e por fim analisar melhor ainda….. CASO seja melhor o sintetico porque nao mandar vir o gaijo??????

  7. Ora aí está, bastou uma vitória para o pessoal ficar bêbado outra vez. Estás aqui estás a dizer-me que ninguém tira o campeonato ao Sporting…

  8. Se é para ter um sintético para os adversários ficarem em desvantagem, ficamos com o que temos (a manutenção do batatal não fica muito cara…), que já deve haver poucos profissionais por aí habituados a jogar nestas condições.

  9. O cabeça de caralho do JEB é que podia oferecer um relvadozinho ao Sporting. Com o ordenado que ele ganha era o mínimo que podia fazer. LOL

  10. Já se falou aqui desta questão.

    Isto está mais do que estudado e os clubes de topo em Inglaterra usam o FAVVS (Forced Air Ventilation and Vacuum System) um sistema subterrâneo de ventilação e drenagem. É caro? É, mas é o melhor, de longe, e tem resultados garantidos.

    Relvados 100% artificiais não me parece a solução (perde-se sempre em domínio da bola), mas há relvados mistos com soluções interessantes.

  11. Vamos ser mais eficazes e menos teóricos. Ou será que é preciso outro ser o primeiro para nós irmos a seguir?

    Andei a ver outros blogs e este link chamou-me à atenção:

    Se todos gostam, porque não avançar?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s