“Felicidades”

Segundo o DN, o jornal do regime sportinguista, mais até que os desportivos, o presidente demissionário despediu-se de alguns sócios e colaboradores mais próximos, com uma mensagem “simples e cheia de significado” (palavras do DN): Bettencourt desejou “felicidades”.

Eu acrescentaria, “saúdinha, que é o que é preciso”. E é mesmo preciso. Saúde mental para lidar com esta gente toda. O presidente demissionário desiste, abandona o leme do barco, mas não sai da embarcação. Fica no convés, entre os ratos preguiçosos, que nem fugir conseguem. Pelo que se percebe (e percebe-se tanta coisa na leitura dos jornais de hoje), ele fica e trata das contratações, do fundo de jogadores, da Sporting TV, tem uma opinião sobre o seu sucessor (mas não diz, para não condicionar… naturalmente), é visto como “romântico” pelo artolas que agora manda no clube (formalmente), é elogiado por metade dos cronistas da nossa praça (realmente, a melhor coisa que aconteceu à opinião nos jornais foi a blogosfera, quando é citada), a equipa de incompetentes que escolheu (e que o “empurraram” dali para fora) continua calmamente a trabalhar no clube. Pede-se calma aos sócios e confiança no trabalho da equipa de futebol.

Mas qual calma? O presidente demitiu-se! A estrutura devia cair toda. Os jogadores deviam jogar com urgência e  medo do que lhes vai acontecer nos próximos meses. As eleições convocadas imediatamente, com o prazo mínimo para surgirem candidatos. O sistema quer lá meter os seus, muito bem… candidatem-se. Mas só o facto de haver a possibilidade de uma cooptação diz tudo sobre a noção de democracia desta gente. Claramente queremos repetir o processo institucional que desembocou no grande Dias da Cunha, que deixou tantos motivos de orgulho entre a família Sportinguista.

“Felicidades”. É disto que a malta precisa. De uma generalidade. Uma banalidade. Tão banal como a substância intelectual de quem a profere (e de quem a elogia).

37 thoughts on ““Felicidades”

  1. A estrutura, JEB sabe-o (não fosse ele ex-funcionário de um banco), não é mais do que a extensão humana e decisória do CEO, neste caso o Presidente. Se o Presidente se demite, é apenas natural e expectável que todos aqueles que ele escolheu façam o mesmo.

    Mas no Sporting os modelos organizacionais regem-se por matrizes diferentes

  2. Amigos,

    Ponto prévio. Sou sócio do Sporting desde o já longínquo ano 2000. O que me conferiu nas ultimas eleições o direito a 1 (sim um!) voto.
    Só por si este facto nada inocente dava direito a outro artigo e consequente discussão. Varias conclusões sobre o status-quo do nosso clube se tiraria dela.
    O meu voto solitário confiei-o à candidatura de PPC. Não o conhecia. Não fiquei fascinado com o que propunha. Teria preferido um outro candidato. Tudo isso.
    Lembro-me perfeitamente do “click” que me fez tomar a decisão.
    – “Paulo Bento forever!”
    Lembro-me de ter ouvido esta frase em primeira mão e de ter pensado para mim próprio que já bastava. Que não seria mais do mesmo. Que seria pior do que o mesmo! E foi.
    Para mim não era difícil de adivinhar este triste rumo. Espanta-me que para 90% dos votos (não de votantes) tenha sido.
    Tenho pensado no que pode levar 90% dos votantes a terem feito aquela escolha. Infelizmente não estando na posse de todos os dados do escrutínio não é fácil. Como isto digo que para entender tudo teria que saber quantas pessoas votaram. Se são sempre as mesmas que votam em todas as eleições. etc…etc…
    Não dispondo dos dados especulo um pouco. Conservadorismo? Medo? Comodismo? Adormecimento? Falta de ambição? Provavelmente um pouco de tudo.

    Posto isto importa fazer tudo para que esta situação não se repita. E para isso é necessário mostrar a todos os sócios a falência deste modelo a que aqui temos chamado de “Roquetismo”.
    Um modelo que assenta na tecnocracia e nas engenharias financeiras. Um modelo que de “Esforço, Dedicação, Devoção e Gloria” nada tem. E para que tal aconteça é fundamental expor a vergonha que foi este mandato desde o primeiro ao ultimo minuto.
    E essa exposição tem que ser feita pela boca de JEB. Não é numa conferência de imprensa de 30 segundos que um presidente eleito com 90% dos votos se despede! JEB DEVE uma explicação a todos os Sportinguistas. JEB está OBRIGADO a faze-lo! Aques 30 segundos envergonharam-me mais do que todas as derrotas da epoca. Mais que Munique. E nós não o podemos deixar fugir sem uma explicação sob risco de sermos brindados com mais uma cooptação ou mais um “herdeiro da coroa”.

    É preciso que exista uma candidatura que denuncie o descalabro do modelo dos últimos 15 anos. E é isso que sugiro aqui. Somos os suficientes para formar um núcleo agregador. Que o nosso objectivo seja obrigar estes senhores a dar a vez a outro caminho. O caminho dos sócios!

    SL

    • Que o novo presidente seja obrigado a fazer uma auditoria externa ás contas do clube. Acredito que alguns ainda terão algo a responder por aquilo que nos fizeram. Explicar o passivo actual e como se chegou ao mesmo. Para onde foi o dinheiro, de onde veio, como foi aplicado e onde. No dia que a PJ entrar por ai a dentro, vão ver como eles desaparecem todos do clube.

    • Concordo em absoluto com o que dizes, e vamos ver se isto não se confirma ( http://pelomeusportingcp.blogspot.com/2011/01/tremo-so-de-pensar.html ) e se Couceiro e JEB não cozinharam esta saída em conjunto ficando o primeiro encarregado de segurar as pontas do futebol para o 1º se pirar.
      Nunca posso dizer que fico contente com uma despedida “a la gardere” mas quem deve estar mesmo desiludido foi quem nele votou: 10 segs do seu tempo foi tudo o que ele reservou para explicar aos 90% os motivos da sua saída.

      Agora é tempo de dar a volta SPORTINGUISTAS !
      Força.

      SL

  3. Não há quem vos perceba…
    Não era isto que nós queriamos, que o JEB se demitisse? Foi o que ele fez, e bem. Vocês criticam.

    Ele fica mais um mês para assegurar a gestão do clube interinamente enquanto não há novo Presidente. Voc~es criticam. Se fosse embora de imediato vocês criticariam na mesma porque ele é remunerado e não pode sair assim de um momento para o outro.

    A estrutura ainda não caiu toda. Vocês criticam. Que tal esperarem pelo resultado da reunião de hoje para criticarem?

    “O Grande Dias da Cunha”…na altura era um velho senil, achincalhado por toda a gente, inclusive sportinguistas. Ele falava no “sistema” e vocês gozavam com a pseudo-demência do senhor. Agora é O Grande.

    Haja quem vos perceba…que eu não consigo.

    • Stromp,

      Já aqui o escrevi antes. Não existia legitimidade para pedir a demissão de um presidente eleito com 90% dos votos. Disse nessa altura que ACEITARIA de bom grado a sua demissão.
      Acontece, que isto não é uma demissão. É uma fuga vergonhosa! Dá para entender a diferença? É assim tão difícil?

      SL

      • Demissão ou fuga vergonhosa…ele tinha de sair de qualquer das formas. A situação era insustentavel para ele, para nós e para o Sporting.

        Ele foi uma desilusão para os 90% (onde me incluo), para ele próprio e até mesmo para quem votou nele.

    • Espetaculo Stromp, até que enfim alguém que me percebe. Quem vier a seguir se for da continuidade o problema é da monarquia instalada no sporting mesmo que ganhe as eleições com 90% dos votos e a culpa é destes gajos todos que lá andaram.
      Se, Deus quiser, for alguém novo ( e é bom que nunca na vida tenha tido o menor contacto com Roquette, Dias da Cunha, soares Franco, JEB, etc.)a culpa irá ser sempre dos que por lá passaram antes.

      Votei no JEB e acho que fez maioritariamente trabalho de merda. Fala-se que fez bom trabalho noutras areas que infelizmente não percebo um caralho. Fez muito bem em demitir-se mas vou estar aqui para ver que alternativas virão. Muitos ainda se irão arrepender da conversa: Pior isto não irá ficar!

    • No dia que os candidatos apresentarem as suas listas e os seus projectos (algo que não existiu na campanha eleitoral de JEB) respondo-te a essa pergunta. Para já estaria somente a adiantar nomes que ao Sporting não devem dizer nada. Basta de nomes, queremos é trabalho e um projecto que ajude o clube desportivamente já que financeiramente este dinastia roquetista ao fazer o seu trabalho, deixando o Sporting a cumprir prazos e pagamentos no presente e no futuro.

    • Primeiro venham os projectos e as ideias e depois olho para quem está por trás dos nomes. Se houver eleições temos essa oportunidade histórica de passar a página do roquettismo de uma vez por todas e quem não representar essa linha para mim terá logo alguma vantagem pois apesar de não saber o que os putativos candidatos querem para o SCP eu já sei bem o que não quero.

      SL

    • Eu quero uma pessoa ligada ao Desporto ou então que perceba muito de Futebol! Chega de gestores da treta que vêm cá fazer fretes! Quero uma pessoa das bases, do povo, como o Mário Patricio nas modalidades! Esses é que querem trabalhar e mostram serviço! Presidentes de ACP’s ou ex-Bastonários de Advogados, é tudo a mesma merda que tivemos até aqui! Não sabem um cú e depois só nomeiam incompetentes para fazer o que não sabem! E quero um gajo que tenha tido o Sporting sempre na sua vida! Chega de paixões de conveniência!

  4. Continuamos com especulações atrás de especulações e com ressentimentos inúteis, até pelo teor de alguns comentários. O Homem demitiu-se. Pelos vistos era aquilo que toda a gente desejava. Eu preferia que ele tivesse coragem para demitir o treinador. Está a ser cobardolas, é verdade. Foi incompetente no futebol, outra verdade. As ambições dele foram ao ar. Atendendo à forma como falhou, dificilmente deixará de ser visto como um total incapaz a todos os níveis da sociedade. Arriscou muito e perdeu em toda a linha. Mas que culpa é que tem o homem dos outros não se demitirem de imediato? E está a assegurar a transição com Couceiro que é o que faz mais sentido nesta fase.
    O pedido de demissão de Costinha ou Paulo Sérgio não resolveria nada, até podia piorar, mas é única coisa digna que podiam fazer. Mas se relativamente a Costinha, que ainda não falou, ainda dou o benefício da dúvida, no que diz respeito a Paulo Sérgio a coisa é mais grave. Teve declarações de quem está completamente agarrado ao lugar e demonstrou uma falta de solidariedade sem precedentes com quem enterrou seiscentas mil notas com ele. Devia ser desde já corrido pelo sócios e ficar o Lima dos juniores à frente da equipa até ao final da época.
    Outra coisa. Vamos ter eleições o mais rápido possível, atendendo aos estatutos e ao necessário período para os candidatos apresentarem as suas ideias. Que querem mais?
    A única coisa que peço é que não votem no Rogério Alves. É um abutre e um oportunista sem escrúpulos que já andava a lamber o sangue de Bettencourt há muito…
    Saudações Leoninas

    • So uma coisinha.
      Se JEB demitisse o treinador, tendo em conta a sua incompetencia, quem e que achas que ele ia colocar no seu posto?
      Aposto contigo que, ou reconvertia o Costinha ou o Couceiro, ou ia buscar um Professor Neca.
      Assim ate acho que escolheu a melhor alternativa. Quem venha a seguir que tome a decisao de demitir o palerma do forcado que custou 600 mil euros a um clube que o ia demitir no final da temporada e que so confirmou a incapacidade de JEB e Costinha para tomarem decisoes acertadas.

  5. 1. A SAD do SCP deve à banca entre 300 e 400 milhões de euros.
    2. A SAD do SCP não tem o mercado do SLB, nem o sucesso desportivo do FCP, e não os terá (salvo por milagre) sem o investimento que é condição para se obter e manter o sucesso desportivo e, assim, para se manter e aumentar o mercado.
    3. A SAD do SCP tem, nos “anos bons”, um resultado operacional que dará, à justa, para pagar os juros da sua dívida (que assumo rondarão os 15 milhões).
    4. Ou seja, mesmo que a SAD do SCP se conseguisse tornar (por milagre), sem se endividar mais, num caso de sucesso desportivo, continuaria a “trabalhar” para a banca (à qual teria, necessariamente, de recorrer nos – inevitáveis – “anos maus”, aumentando a dívida).
    5. Um ano que quotização do SCP equivale a pouco menos de 4 milhões de euros, ou seja a pouco mais de 1% da dívida bancária da SAD.
    6. Se todos os associados efectivos e “reais” do SCP (uns 40 a 50 mil) entregassem ao clube, de uma vez, mil euros (ou seja, 6 anos de quotas ou dois salários mínimos) a coisa dava para pagar 10% a 15% da dívida da SAD (ficavam a faltar 90% a 85%).
    7. Parece, assim, que se não aparecer aí um mecenas do Qatar, com um mínimo de 100 milhões de euros para gastar (foi inútil o esforço de criar uma SAD, pois acabámos tal como estávamos: a depender de “mecenas”, só que, agora, já não chega um Rocha ou um Cintra, é preciso um do Qatar), a única coisa “Sportinguista” a fazer é requerer a insolvência da SAD do SCP.
    8. “Sportinguista” porquê? Porque o objectivo da associação chamada “Sporting Clube de Portugal” – que é o sucesso desportivo – não pode, como se vê, ser cumprido pela SAD, mesmo que a longo prazo, devido ao nível de endividamento que esta atingiu.
    9. A consequência da insolvência da SAD é a exclusão do SCP das competições profissionais. Um cataclismo? Sem dúvida. Mas dois ou três anos de “inferno” não matariam um Clube com 105 anos (verdadeiros) de história e milhões de adeptos.
    10. Dado que os bens da SAD do SCP (que agora, segundo parece, já incluem o Estádio e a Academia) não servem para mais nada senão para fins desportivos (mesmo em caso de extinção da SAD: está na Lei) e que a “marca” SCP e as transmissões televisivas só têm valor se o SCP estiver envolvido nas competições profissionais de futebol, parece-me que a possibilidade de insolvência colocaria interessantes questões aos financiadores e aos clientes (Controlinveste) da SAD do SCP.
    11. Este cenário é catastrófico? É, mas os dados em que assenta são públicos e pacíficos. Estão errados? Há outros cenários? Tirando o surgimento do tal mecenas, o único cenário que se antevê é a aquisição (por via da dívida) da SAD do SCP pelos seus credores e o esvaziamento definitivo e irreversível do Sporting Clube de Portugal como associação.

    • Epa oh Tote “desenmerda-te”!!! O que o Sporting precisa é de uma gestão competente! Dirigentes que comprem promessas no Brasil ou na Argentina, por exemplo, e os vendam pelo triplo! E por cada um que sair comprar dois ou três ainda melhores! Que contratem treinadores competentes para fazer uma equipa que lute e jogue à bola!

      FDX!! Se o Braga lutou até à última jornada com um suposto “Super-Benfica”, vens para aqui falar de merda de refundações?! Comprem as box’s, façam-se sócios e ajudem o Clube!! Sempre!!

      • Vamos lá ver se nos entendemos. Eu coloquei factos concretos. Eu NÃO quero “refundações”. Eu quero respostas. Não quero o “calimerismo” que é a norma aqui do blog (faz bem mas não adianta) e ainda quero menos este “wishful thinking” de que nós, depois de 25 anos (pelo menos) a comprar 10 pecos por cada craque, vamos, sem dinheiro, desatar a descobrir, comprar(???), promover e vender Messis (quando não conseguimos promover Eusébios, Futres, Figos ou Moutinhos). Quero respostas lógicas, para os números violentos que eu refiro acima. Obviamente, esta NÃO é uma resposta lógica. É mais do mesmo.

      • Ah, e tal como o Braga lutou até à última com o Super Benfica, também o Sporting lutou duas vezes até à última com o Super Porto e até lhe ganhou umas “tacinhas”. E fê-lo comprando pouco, vendendo bem e acabando as épocas no preto. Todavia, tal como o Braga não consegue este ano repetir essa “proeza”, também o SCP não conseguiu manter sempre essa competividade face a quem tem muito maiores recursos – o que foi considerado, neste mesmo blogue, indigno da nossa “grandeza”.

    • Concordo com a maioria do que dizes, só que, da mesma forma que a “geração da divida” quis fazer passar a ‘reestruturação financeira’ como uma SOLUÇÃO ÚNICA, e conseguiu-o, não com Sóares de Franco mas com o JEBardo (talvez a sua única missão no SCP) apresentas duas soluções, ou seja, a insolvência ou a aquisição de grande parte do Capital Social por algum mecenas…

      Pois, lamento dizer-te que nem uma nem outra das tuas ‘soluções’ se irão verificar, talvez a que tivesse mais hipóteses ainda fosse o aparecimento de um mecenas, mas a Liga portuguesa não tem a visibilidade que é necessário para isso…

      Por isso, tal como eu e muitos temos dito o SCP tem muitas outras opções para o seu futuro, assim apareçam projectos bem estruturados e que rompam de uma vez por todas com o paradigma que está instalado em Alvalade…

      E sobretudo que corram com a canalha que por lá anda, na SAD, nas empresas do grupo Sporting, acabar com Conselho Leonino e por aí fora limpar aquilo tudo destes vampiros que conduziram o SCP a este estado catatónico… Ah e claro mudar toda a esttrutura do futebol, desde a formação até aos profissionais (mas pouco)…

      Hoje ouvi as declarações de uma ‘figurinha deprimente’, o Paulo Abreu, mas mais uma vez o que ouvi foi só mais do mesmo, isto é, dividir para reinar, sem nunca tomar partidos, enfim, é deste tipo de gente que o SCP não precisa, engravatadinhos com a mania que são detentores de uma qualquer sabedoria saloia, mas com ares de altivez caracteristica dos parolos…

      Limpeza de alto a baixo e de um lado ao outro… É o que o SCP necessita…

  6. E porque nunca pediram uma indemnização de milhões ao Taveira pela merda de estádio que construiu?
    Muita gente deve ter recebido dinheiro das obras daquela merda, para sucessivas direcções nunca terem pedido responsabilidades àquele gajo.

    • Caro Marinho Peres, não é só o estádio. A Academia “derrapou” e custou 10 vezes mais. O estádio tem também histórias obscuras de rescisão de contrato com a Ballast Nedam (a empresa responsável pela Arena de Amsterdão e que estaria também responsável pelo projecto na generalidade), de envolvimento da Alves Ribeiro e, penso eu, da Teixeira Duarte… (ou seria a Opca?)

      Gostaria de saber de mais “derrapagens” financiadas com dinheiro do Nosso Clube mas são precisamente estes os dirigentes que se opõem a auditorias externas independentes. São também precisamente estes que alertam para o “aventureirismo” de outros candidatos, mas os únicos aventureiros deste filme de terror que vivemos hoje em dia são eles!!!!

      Aliás, com o maior descaramento e falta de escrúpulos, passaram um atestado de menoridade aos sócios ao apresentar um programa eleitoral com uma página. E há quem diga que leu ambos e votou jeb em consciência. Já agora, alguém sabe onde se pode consultar esse documento, é que todos os links que vejo estão, curiosamente, inactivos há meses.

      Sporting Sempre

  7. Creio que é positivo o facto de tanta gente parecer estar desperta para o perigo que é o status quo manter-se exactamente na mesma.

    Por outro lado, a “geração da dívida” esgotou as figuras que ainda se encontravam envoltas num manto de credibilidade. Não há mais figuras conotadas com as vitórias de 1999/2000 e 2001/2002 que possam alapar-se a estes processos de regenerações e restruturações financeiras, altamente duvidosos e indubitavelmente lesivos para o Sporting Clube de Portugal. Rogério Alves não é, não foi e não será seguramente uma delas.

    Já chega disto, destas danças das cadeiras, de total falta de transparência, de falta de respeito pelos sócios (20 segundos de declaração sem explicar rigorosamente nada relativamente à saída), etc

    Sporting Sempre

  8. gostava que alguem da SAD me explicasse a intervenção do diogo gaspar ferreira na venda do património. num dia está no sporting a vender, no dia seguinte na empresa que comprou. e qual o papel do soares franco no edifício sede e arrendamento à opca? epá e de mais mil merdas que agora nem me apetece lembrar…..

    não tenho dúvidas nenhumas que esta geração roquette fodeu o sporting, uma vezes por azelhice, outras por malandrice.

    a solução ideal sera um mecenas a investir nesta merda, a lavar dinheiro ou o caralho, de maneira que pudessemos contratar bons jogadores. só com vitórias vamos lá, só com vitórias as pessoas vão ao estádio, os jogadores valorizam e a marca sporting cresce. a estratégia do segundo lugar, do voar baixinho, do serviço da dívida simplesmente não resulta num clube de futebol.

    infelizmente o futebol de hoje é uma indústria e o clube uma empresa, mas só se consegue equilibrar as finanças dum clube aumentando as receitas. nivelando por baixo estamos condenados ao fracasso

  9. Olho para esta dinastia roquetista e lembro-me daquela canção do Zeca Afonso “Eles comem tudo, Eles comem tudo, Eles comem tudo, E não deixam nada” Espero que tenham deixado alguma coisinha para quem ai vier, senão é o nosso fim…

    AUDITORIA EXTERNA JÁ!!!

  10. Caro Tote Lowe (tb a viver na Deutschland?)

    O unico argumento falacioso do teu raciocinio e que o Sporting tem que pagar os 300 a 400 milhoes da divida. Todinhos. Senao, morre.
    As coisas nao sao bem assim. Todas as empresas teem um passivo. Nao se morre por ter passivo e faz ate parte das regras de boa gestao. A unica coisa importante e que o passivo e os seus juros nao asfixiem a tesouraria e a conta corrente do clube.
    Se os Sportinguistas fossem exortados a uma “Operacao Coracao” (ou semelhante) de dimensao internacional (e levada a cabo por dirigentes serios e com capacidade aglutinadora!) nao imagino que se recolhessem menos de 20 a 25 milhoes de euros, podendo facilmente chegar-se aos 40 a 45 milhoes.
    Se eu tivesse uma quantia dessas em dinheiro “vivo”, candidatava-me ja ao Sporting porque podia facilmente equilibrar as necessidades do clube num prazo de 2 a 3 anos. Se isso fosse combinado com uma gestao desportiva equilibrada e orientada para a valorizacao de activos. Nao e dificil imaginar que uma transferencia de Yannick Djalo, Andre Santos, Daniel Carrico e Salomao, sequencialmente e ao longo de 3 anos, nos rendesse facilmente entre 20 milhoes a 35 milhoes dependendo da conjuntura do mercado. Tendo em conta a capacidade inesgotavel da Academia para gerar mais jogadores deste calibre (porque nenhum dos mencionados acima e um jogador “de eleicao” estilo futuro Bola de Ouro), estavamos conversados.

    Nota final: se me falam de investimentos em jogadores, nao percebo porque puta ideia e que continuam a falar da Argentina e Brasil. Com a materia humana que o Sporting tem (ao pontape!) “by default”, basta fazer 3 coisas:

    1- Contratar um EXCELENTE treinador com provas dadas na evolucao de jogadores com talento (Wenger e o modelo, Jorge Jesus e um exemplo Tuga que esteve disponivel e como ele ha muitos mais, sobretudo da escola do Ajax), investindo ate 1,5 milhoes por temporada. Porque e este o elemento fulcral da performance desportiva – nao sao os Matias Fernandez e outros craques que possam ser rotulados de Maradonas!

    2- Assegurar que a equipa principal pratica futebol de qualidade (porque se o Sporting jogar bem a bola nao duvides que conseguiamos voltar a trazer um minimo de 35 mil adeptos por jogo a Alvalade)

    3- Inverter a tendencia dos adeptos de culparem os jogadores da formacao por tudo e por nada. Promover a marca “Jogador da Cantera Sporting” como um objectivo em si mesmo.

    E tao facil, mas tao facil fazer as coisas bem neste clube. O Sporting tem TUDO para se reabilitar em tempo util.

    • Tenho a noção de que não “temos de pagar” os 300/400M, apenas tenho os “ir pagando” , ou seja, de liquidar os juros – como eu e minha casinha. No entanto, parece-me claro que, mesmo com receitas óptimas, isso JÁ não é possível e certamente que não é possível sem um investimento forte no futebol (a famoso pescadinha de rabo na boca). Aliás, esta notícia (que já se sabia ontem, mais ou menos) das VMOCs pinta na parede o futuro do Sporting. O Sporting Clube de Portugal como associação, já foi. Sem PS: graças a Deus estou em Portugal(sem ofensa, porque de bom grado bebia agora um litro de Hefeweizen com um Eisbein bem tostado).

  11. PS: Claro que ISTO complica as minhas contas consideravelmente.

    “BES e BCP compraram
    VMOC’s na semana passada

    O BES e o BCP podem ficar com a maioria do capital da SAD dentro de cinco anos, mas o clube não perderá o controlo estratégico da sociedade uma vez que possui 8,79 por cento de ações especiais.
    No âmbito do processo de reestruturação financeira do Sporting, os dois bancos adquiriram na semana passada 99,7 por cento dos 55 milhões de euros em VMOC (valores mobiliários obrigatoriamente convertíveis em ações), porque a procura pelos particulares se ficou pelos 0,3 por cento.
    Um especialista em gestão financeira conhecedor do processo, que pediu o anonimato, disse à agência Lusa que “58 por cento do capital da SAD ficará nas mãos dos bancos” dentro de cinco anos se o Sporting entretanto não exercer a “call option” (opção de compra) sobre aqueles valores.
    O facto de a banca eventualmente ficar com a maioria do capital não quer, no entanto, dizer que o clube perca o controlo sobre a SAD, porque, como recordou o mesmo especialista, “o Sporting ainda detém 8,79 de ações com direito de veto”, as quais “asseguram o controlo estratégico” da sociedade.
    O clube tinha 16,333 por cento de ações especiais, mas a percentagem foi reduzida para 8,79 na sequência da “operação harmónio”, que consistiu numa primeira redução do capital social da SAD de 42 para 21 milhões de euros, seguida de um aumento de capital de 18 milhões – apenas com ações do tipo B, sem direitos especiais -, para um total de 39 milhões de euros.
    A alternativa ao exercício da “call option” é o Sporting acompanhar um eventual aumento de capital através da cedência em espécie dos direitos de superfície do Estádio José de Alvalade, que, de acordo com a mesma fonte, “estará avaliado entre os 15 e os 18 milhões de euros”.
    Contudo, o prospeto da operação faz referência à possibilidade de, “por opção do titular” dos VMOC (os bancos), haver um vencimento antecipado, com a conversão dos valores em ações da Sporting SAD, “a partir do final do segundo ano”, hipótese em que não haveria lugar ao pagamento de juros vincendos.

    FONTE: Agência Lusa, 18-01-2011 ”

    In Leao da Estrela
    http://leaodaestrela.blogspot.com/

  12. ESTÁ TUDO LOUCO: “Segundo o DN, o jornal do regime sportinguista” ?

    Então mas sabem quem o dirige por acaso?

    Um pouco mais de atenção à maneira como se colocam as coisas, até dá a entender que o DN nem fala mal do sporting à descarada!

    Venha mazé um melhor presidente e títulos!

  13. petinga, basta só essas 3 coisas: excelente treinador, excelente futebol e criar o paradigma de jogador da cantera. afinal era tudo tão fácil….

    era bom que fosse assim. o problema infelizmente é contratar esse bom treinador, praticar esse excelente futebol e valorizar a cantera. e para isso tudo é preciso dinheiro.

    a chamada restruturação financeira, para o bem ou para o mal, está feita. com isso haverá pelo menos para já maior liquidez para investir na equipa. porra, que se aproveite esta altura para, com cabeça, se preparar a próxima época, com um treinador experiente, metódico e disciplinador. e que essa liquidez e treinador permitam trazer 4 ou 5 jogadores que peguem no 11 titular de estaca. sem investimento, certeiro, não vamos lá.

    e depois era despachar o polga, maniche, saleiro, caneira, hildebrand, yannick, e companhia

  14. Como isto está, apetece-me vernaculizar um pouco:

    http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Desporto/Interior.aspx?content_id=1760234

    Segundo Paulo Abreu (abre o cú que não vou lá eu) o Sporting caminha um trilho positivo por ter possibilidade de implementar este projecto financeiro depois de 3 anos perdidos em “lutas patéticas” nas assembleias gerais por causa de uma “massa ruidosa de gente”. Esta crise “completamente inesperada” surge de “forma abrupta” e não há “grandes explicações públicas” para ela.

    O Paulo desta vez esqueceu-se de meter tabaco e aquilo bateu mais.

    Novamente, e por portas travessas, vem apontar a responsabilidade à massa de gente que quer é que a bola entre. Pois é, Paulo, ainda estou para entender qual é a vossa quota-parte de responsabilidades nesta merda toda, já que todos a têm menos vocês. Rua contigo!

    Sporting Sempre

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s