Ya, nnick!

Apetece-me utilizar uma frase do Cintra, dita no dia em que começou esta novela manhosa: «a transferência do Djaló está ao nível das suas recepções de bola». Não podia estar mais de acordo, agora que o rapaz corre o risco de ficar sem clube e nós sem ver a cor do dinheiro.

Mas, para lá de todas esta lamentável situação, que promete durar, há um rapaz que, apesar de nos ter levado a paciência aos limites e ter demonstrado vezes sem conta não ter a qualidade necessária para ser jogador de um clube como o Sporting, foi por nós formado. E caso este estranho mundo da bola resolva deixá-lo sem clube, penso que devíamos dar–lhe a mão, permitindo-lhe utilizar a Academia para treinar e procurando ajudá-lo a resolver a sua situação.

56 thoughts on “Ya, nnick!

  1. Palavras sábias com as quais concordo totalmente… O rapaz pode não ser fantástico, mas tb não nos podemos esquecer daquilo que nos deu de bom em tempos(mesmo que tenha sido pouco aos nossos olhos…)!
    Por outro lado, nota-se a falta do Cintra no Cacifo (sem menosprezo do brilhante Cherba) com as suas tiradas fantásticas como essa frase… Cintra, presidente, fazes falta! Volta, estás perdoado (do que quer que te tenha afastado…)!

  2. Desde que bem longe do plantel. E outra coisa. O Nice não tem campinhos de treinos para ele manter a forma? É que pela informação disponibilizada pela comunicação social, o Djaló é trabalhador (e problema) deles.

  3. Se a nossa Direcção assinou um contrato com cláusulas que o invalidariam se a inscrição não se consumasse, tal seria algo nunca visto e sem sentido, ao nível do toque de bola do Yannick. Não me parece que tal seja uma realidade. A situação tem de ser líquida e clara. Se não existirem estas cláusulas o Yannick é do Nice e pronto, os francius terão de desembolsar o carcanhol, mesmo que já tenham percebido o embuste.

    Para o jogador a situação é ingrata. E acho que o devemos ajudar, caso a situação entre num limbo legal. Mas seria bem melhor para o Yannick ficar na Côte D’Azur, com os Alpes ao fundo. É muito mais in do que Alcochete. Há gajas deslumbrantes e Ferraris descapotáveis por todo o lado. No intermezzo até Dezembro pode treinar a recepção de bola à vontade. Sugiro umas chuteiras forradas de fita-cola. Ou uma operação aos pés para arredondar os ângulos e melhorar a ergonomia.

  4. Do ponto de vista humano e com base nos dados que são públicos, tenho que concordar com o Cherba. Agora (não sendo jurista) acho que qq advogado dirá que numa situação de pre-contencioso com o Nice, será totalmente desaconselhável receber o jogador nas nossas instalações.

    Z

  5. Também acho que não temos nada que deixar o Yannick treinar no Sporting. Mas porquê? Devemos-lhe algum salário? Jogava de graça? Yannick no Sporting tem de ser passado…

  6. O Sporting rescindiu o contrato com o jogador em Agosto.
    O Nice assinou com o Sporting um documento de transferência do jogador com o pagamento faseado de 4,5.
    O nice assinou um contrato de trabalho com o jogador mas por ter sido enviado ás instancias legais uns minutos após o termo das transferências bateu no poste e não entrou.
    Conclusão: O Sporting não tem nada a ver com o assunto. O problema agora é que o jogador não tendo contrato com o Sporting mas também com o Nice pode assinar por qualquer clube e o Nice tem uma divida ao Sporting de (segundo se fala) 4,5 milhões.

    O resto são histórias de jornais.

    • ao que parece a inscrição na liga francesa foi feita ao inicio da tarde do dia 31, logo o que se passou a partir dai é entre o jogador e a sua entidade patronal (Nice ), que não foi célere no processo…mas também percebo que depois de alguns treinos, o treinador deve ter chegado á conclusão que ele era melhor em video(dá para cortar as partes más e deixar só as boas).

      SL

  7. É uma situação delicada.

    Yannick era o pior jogador do Sporting e beneficiou sempre muito de ter caido desde muito cedo na graça dos media e de PBento. Com o passar do tempo, e alguns golos marcantes em jogos grandes (quem não se lembra do 2-0 da SuperTaça, ou dos 5-3 de remontada nas meias da Taça…) mantiveram o mito, mesmo quando era óbvio que o jogador estagnou! As suas recepções de bola eram apenas um dos muitos exemplos de jogador sem qualidade para um clube que joga quase sempre em ataque continuado.

    Se o Sporting o vendeu ao Nice está vendido. Não acredito que haja cláusulas sobre a inscrição/não inscrição. Se o Nice quiser fugir com o rabo à seringa, terá que ser chamado à razão judicialmente e dps se verá.

    No plantel ele não será nunca reinserido porque não só não faz falta como não justificaria os 30.000€/mês que alegadamente recebia e era razão principal da sua insatisfação.

    Não sei quanto iria ganhar para França, mas se o Nice não o inscrever em Janeiro, dificilmente alguém lhe pegará por um bom salário. E aí o Yannick descerá à Terra, de onde nunca devia ter saído.

    Tenho pena porque é um miudo dos nossos, mas pode bem vir a servir de exemplo. E este nem de faltas de oportunidade se pode queixar.

    A sua inclusão no plantel seria o maior tiro no pé que me posso recordar.

    Mas continuo a achar que o Nice está a ganhar tempo, e capacidade negocial para pagar mais tarde. É bom realçar que em momento algum o clube indicou que não quererá contar com o jogador no futuro (Janeiro?), e convenhamos que o Nice seria uma óptima solução para o jogador, pois é um clube fracote, que previlegiará o contra-ataque, o que dá outras hipóteses de rendimento a Yannick, pois a sua velocidade pode ser uma arma a ter em conta num clube menor.

    A Yannick desejo a melhor sorte.

    • Os gajos do Nice meteram completamente a pata na poça e agora estão a tentar sacudir a água do capote. Estouraram 4,5 milhões (dizem) num jogador que não pode competir e, para piorar o cenário, já o puseram a jogar num particular. Por esta altura, os adeptos já perceberam a barretada que levaram e devem estar a exigir as cabeças dos visionários que contrataram o Jaló. Por isso, eles inventaram esta história de que o jogador não é deles e tal e que a FIFA não sei quê e o TAS o camandro.

  8. Compreendo o lado humano, mas não podemos receber o jogador na nossa casa.

    O maximo que o Sporting pode fazer é em “off record” (offorecas, como dizia o outro) comprometer-se em falar com algum clube para ele treinar nas instalacoes desse clube, por exemplo, conversar com o belenenses. Mas só e apenas isso.

  9. A minha modesta opinião:

    Pelo Homem e pela sua família tenho mesmo muita pena, por esta situação que é muito desagradável.

    Agora como jogador, acho que deve ficar bem afastado do Sporting, só viria trazer problemas para o nosso lado.
    O Sporting vendeu, ponto.
    Agora é esperar que paguem voluntáriamente ou então os tribunais existem para estas coisas.

  10. O problema é que ele esta a treinar no Nice a mês e meio, e deu para reparar que ele não vale os tais supostos 4,5 milhoes de euros, e querem-no despachar, como nós o fizemos.
    G.Leão

  11. Para quem não sabe dominar uma bola e está claramente na profissão errada, ele já ganhou muitos milhões à custa do SCP.
    E a culpa da sua actual situação é só dele, porque decidiu tarde demais. Se calhar achava que era algum Ronaldo e que podia dar-se ao luxo de esperar por uma proposta melhor.
    Agora aguente-se, não falta trabalho nas obras!
    O Sporting não pode ser s Santa Casa da Misericórdia para tudo o que é “produto da Academia”.
    E se precisar, sempre pode penhorar os diamantes que ostenta, que devem valer mais do que uma família de classe média ganha em 6 meses.

  12. À disposição do Djálo:

    1- Jardim do Campo Grande
    2- Quinta das Conchas
    3- Cidade Universitária
    4- Praça de Touros do Campo Pequeno
    5- Parque das Nações
    6- Horto do Campo Grande
    7- Paredão da Costa da Caparica
    8- Marina de Cascais
    9- Centro Hípico do Campo Grande
    10- Parque Natural de Monsanto e arredores

  13. Não vejo maneira de ele ficar sem clube. A situação parece-me claríssima, à excepção de alguma cláusula explícita no contrato de que a transferência não seria válida se ocorresse algum problema com a inscrição do jogador nas provas oficiais, mas essa eventual cláusula, para além de ser estúpida, creio que já nos teria sido atirada às ventas pelo Nice às 0:05 do dia 1 de Setembro ou, no máximo, 2 minutos depois de ter sido comunicada a decisão do TAS. Assim sendo, tem clube – o Nice, que assumo tenha campos de treinos com espaço suficiente para o menino até Janeiro dar uns sprints e fazer exercícios de recepção de bola umas 18h por dia, que era o que eu lhe receitava se fosse treinador. Porque a inteligência não dá para treinar, ao menos isso.

    Mesmo que por alguma tecnicalidade marada o menino ficasse sem clube, também acho que há limites para o suposto respeito que lhe devemos, só porque foi formado por nós. Foi formado, pago, aumentado várias vezes e foi-lhe dado um prazo de paciência e tolerância de largos, penosos, intermináveis anos, que noutro clube qualquer, formador ou não, teria sido para aí de quinze dias. Não me parece que lhe devamos nada. Para além disso, respect is a two-way street. E foram inúmeras as atitudes em que o menino demonstrou a total ausência de respeito para com o clube. Atitudes estranhamente branqueadas agora por alguns revisionistas que lançam o “mas ele sempre deu tudo!” como até do Postiga (!!!), o pior colega de balneário que eu consigo imaginar, se fazia para justificar a torrente de merda que nos proporcionavam em campo.

    É uma analogia exagerada, sim, mas se o Besiktas ainda desce de divisão por causa das fcportices da Turquia, já agora convidávamos o Simãozinho para vir cá dar umas corridas a Alcochete, não?

  14. Diz o Djaló,

    Meu amigo, isto o que aconteceu foi muito simples meu amigo!
    O que aconteceu é que eu chego aqui a Nice e sou logo confrontado com certas e determinadas situações…
    Ãh! – e eu digo:”então mas como é que é?”; E os gajos “ah, e tal!”;
    E eu:”ah e tal não, ah e tal não! Então eu benho de lá de baixo do “Sportem” e dizem que não sei quê, chego cá acima afinal parece que não!”
    Em que é que ficamos?”
    E os gajos:”Ah, não sei que mais e o camandro” e eu: “mau! queres ver que a gente tem que se chatear?”
    Isto não pode ser! Eu sou um gajo que está aqui a trabalhar, eu quero trabalhar, ãh, treinar até a recepção de bola e dizem-me, como aqui oubi, “ah, não sei quê!”
    Mas que é isto? Que é isto?
    Isto não se faz, porque eu sou um gajo que dou-me bem com toda a gente, sim senhor, dou-me bem, por mim tá tudo bem, tenho uma floribela cheia de plástico e tudo e fazem-me isto!
    E há gajos que andam pr’aí fazem trinta por uma linha, e … e depois passa tudo incólune, que é coisa que eu não percebo…

    É que eu assim não venho… deixo de vir aqui, vou fazer a minha bida para outros sítios, sítios onde inclusivamente malta me diz: “Eh, pá e tal, sim senhor, até fazes umas corridas giras!”, e é prá lá que vou, deixo de bir aqui, pá! Hã!
    Porque quando eu vejo que há aí palhaços pá, que falam falam falam falam falam falam, pá, e eu não os beijo a fazer nada, nem a inscreverem-me em condições pá, fico chateado, concerteza que fico chateado pá, tá a perceber?…..Hé!

    E foi isto que se passou. Pois.

    SL

  15. Não concordo.

    Sofremos muito para estar como estamos hoje (equipa competitiva e com qualidade). Por mim não se mexe nada. Djaló treinar na Academia significa contacto com a equipa principal, ainda que mínimo. E ele deve andar aziado com esta situação, logo a boa coisa não vem daí. O Djaló que me perdoe, mas o Sporting é muito mais importante do que ele.

    Se esta merda acabar com a anulação do negócio, o Djaló deve permanecer na lista de dispensas e em Janeiro é fazer o melhor negócio possível. Entretanto, o Djaló que faça o que bem entender desde que seja longe do Sporting. Eu veria nisto uma oportunidade de ficar em casa e encavar a Floribela todos os dias. Mas isso sou eu

  16. Quase de certeza que o Yannick não volta. Foram os franceses que puseram a pata na poça nesta negociação. Mas se, por circunstância altamente improvável, ele tivesse de voltar, o SCP teria duas hipóteses distintas:
    (1) Pura e simplesmente dispensá-lo, sem ganhar nada com isso;
    (2) Reintegrá-lo ao abrigo do antigo contrato ou firmando um novo, para depois o tentar impingir a outro clube, eventualmente ganhando alguma coisa.
    Ao nível do balneário a segunda hipótese seria complicada. Mas, apesar de tudo, parece-me que o Sporting ganharia sempre qualquer coisa pela venda do passe do jogador ou emprestando-o, mesmo que ele se tenha desvalorizado com este imbróglio.
    Apesar dos rancores acumulados contra o Yannick, temos de ser racionais.

  17. O seu amigo sindicalista que pague o vencimento ao lucydiamantes, caso contrário:
    1- Segurança Social (nós) avança prontamente
    2- Centro de emprego não o coloca em nenhum clube
    3- 3€/mês de compensação por rejeição social
    4- 5€/mês por préstimos inestimáveis pelo 5-3 aos galinácios
    5- 0.5€/mês por impedir a lucy de fazer novelas
    6- 0.03€ de apoio do sindicato de jogadores
    7- 0.50€ se em 10 tentativas, controlar 1 bola
    8- 0.33€ se vender 3 dos seus… carros
    9- 41.32€ se cortar o cabelo
    10- 0.99€ se quiser ser homem

  18. Meus caros… Tanta conversa e ainda não vi nada…

    Questões que coloco: quem pagou o ordenado do mês de Setembro? Ou o jogador estava num estágio não remunerado? Se foi o Nice então e agora?Andam a pagar ordenados dos jogadores dos outros?

    Quanto ao conteúdo do post: não devemos nada ao Djalol… Era um profissional, tinha ordenado… Dividas saldadas… O ser da academia é tanga, ou vocês se ficarem desempregados vão pedir asilo à vossa escola? Ou primeiro emprego?

    Se o jogador não é do Nice nem é do Sporting então é um jogador livre e pode assine em qualquer altura, certo? Qual é o drama então?

    E mais uma duvida, qual o valor da transferência? É que ainda nada foi para a CMVM… E em França fala-se de 1.5M

  19. Já vejo os tripeiros a esfregar as mãos de contentes por irem buscar mais um jogador formado no Sporting.
    Sabemos todos é que este rapazinho tem é problemas a dois níveis:
    – Pés = Tijolos
    – Cabeça = Oca

    Espero bem que seja um reforço do Porto já em Janeiro, sendo mais uma boa merda de contratação igual a muitas outras que os corruptos estão a fazer este ano, bem ao nível do Djaló (Kelvin, Atsu, Mangala, Defour, etc)…

    Assim teremos sempre mais hipóteses de ficar à frente do clube da fruta.

    SL
    José

    • Não acho, nem nunca achei, mesmo que ultimamente isso tenho sido colocado em causa, até na minha própria cabeça, que o Varela seja superior ao Djaló. E sabemos o sucesso que o Varela tem tido no FCP, e não é tão pouco assim, muito menos para quem como eu esperava pouco dele.

      Se tivermos Djaló no FC Porto, talvez ainda acabemos surpreendidos.

  20. pelo que vem na a bola de hoje o Yannick despediu o empresário dele e pediu ajuda ao sindicato dos jogadores. Podiam era falar menos mal dos jogadores feitos no Sporting.

    • Tu falas bem do Simão? Ou do Moutinho? Ou daquele caralho que se pôs a dizer que é lampião e que só está no Sporting por enquanto? Eu sei que o Djaló não nos traiu como aqueles dois atrasados, mas em cinco ou seis anos de Sporting (que deviam ter sido dois, se tanto) fez meia dúzia de boas exibições, intercaladas com amuos e exigências salariais (pois, assim também eu sou um grande adepto de qq clube) completamente injustificadas. Nas longas semanas que antecederam a sua transferência, deu mais uns bons exemplos da sua qualidade (lol) futebolística e da sua falta de vontade para estar cá, já para não falar que com o seu sidekick Bostiga nos custou horas e horas de bom futebol.

  21. Que o rapaz foi bem vendido, foi.
    Se ele (ou o agente dele) gastou o dia 31 de Agosto em negociações e contra-negociações, ainda assim conseguindo um contrato firmado antes das 24h, melhor para ele.
    Agora o Sporting tem que respeito aos franceses para que eles percebam que apesar de não ser um jogador inscrito, o Yannick é um empregado deles.
    Que experimentem mudar o fax, pode ser que em Janeiro os documentos dêem entrada mais cedo.

    Entretanto vem o sacristão da Antas a querer desestabilizar… Mas quanto a mim só estará, só pode estar, a tentar desestabilizar o jogador ou o Nice. O Sporting vendeu um activo bem vendido e o resto é conversa. O fruteiro que se vá encher de moscas e brincar aos túneis porque aqui ninguém entra em novelas.

      • Fez saber, via correio das manhas, que “Yannick livre na mira do fc porto”.
        Ou seja, interpretando a situação como lhe convém, tenta a picada de mercado.

        Provavelmente nem o querem (e que bem servidos ficariam se o quisessem), mas, naquele estilo deles, fica sempre bem a tentativa de desestabilização administrativa…

      • LOL. Já li. Que vá para lá, o Porto nos dê mais uns milhões pela percentagem do passe que ainda temos, mais outros tantos pelos direitos de formação e boa sorte na tentativa de o ensinar a dominar uma bola.

  22. Ya, Cherba, nnick!
    Concordo com a proposta: se o rapaz precisar de activar os músculos e não tiver onde, ficará bem ao Sporting disponibilizar-lhe as instalações para treinar.

  23. E eu tenho pena de uma coisa apenas nesta treta toda (mesmo sendo Benfiquista)…

    É que agora, o Yannick vai, certamente, para o FCP! Por culpa dos dirigentes do Sporting, que são uns cromos!

    E pronto… tenho pena que tanto SLB e SCP desperdicem jogadores, alguns dele, precisamente para o maior rival, o FCP.

    Tenho dito!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s