Foi quase como tu me contavas, Avó

Quando, aos cinco anos de idade, assumi difinitivamente que era e seria do Sporting, ainda não conhecia a preferência clubística da minha avó, nascida em 1930. Pese o contacto quase diário que mantínhamos, as nossas conversas versavam mais sobre planos para trocar as recomendações maternas ou paternas de “ele hoje come peixe” por um bife de vaca mal passado, com batatas fritas e arroz, e um ovo a pedir uma carcaça mergulhada de cabeça. Ou por uma ida ao Paris, na avenida com o mesmo nome, para comer o “combinado”, prato criado numa época em que nós, os putos, não tínhamos problemas de colesterol e onde as salsichas fritas se juntavam à conjugação de proteína e hidratos anteriormente descrita.
No regresso, passávamos pela Diplomata, salvo erro em plena Av de Roma, onde os príncipes, não nós mas os bolos, eram pirâmides perfeitas de fofo pão de ló, coberto por doce de ovo solidificado no ponto e uma cereja orgulhosa a servir de boné. Levávamos uma caixa para casa, mais um Kalkitos para dar largas à imaginação durante a tarde.

Não sei muito bem quando, mas a minha avó acabou por perceber que eu era do Sporting. Tal como ela. E, naquele seu jeito particular de ver a bola, passou-me alguns ensinamentos – “os do Benfica são uns saloios cheios de peneiras. Coitados…”; “ainda gostava de saber de onde apareceu o Porto… deve ter sido alguma intrujice”  – e deixou-me na memória imagens que nunca vi: “se tu visses o Albano, tão pequenino, a passar por baixo das pernas dos adversários. Fintava cinco ou seis de uma vez e eles nem sabiam onde ele estava. E o Peyroteu não falhava golos. Epá, tanto que eu e o teu tio gritávamos a ouvir o relato na telefonia. E o Azevedo até defendia com um braço partido. Naquele tempo é que era, tinham todos medo de jogar connosco!”.

Ontem, no dia em que fui obrigado a dizer-te adeus, foi quase como tu me contavas, avó.
Apareceu um pequenino, chamado Capel, que não passou por baixo das pernas de alguém mas que marcou dois golos de cabeça, o primeiro um grande golo. Depois apareceu um miúdo, mais alto, que parece ter saído de uma Bimby (aquela máquina que te fazia dizer “inventam tudo”) onde colocaram o Nani e o Quaresma e que se fartou de fintar os adversários como tu dizias que é bonito. Também temos por lá um avançado, o Wolfswinkel, que quer marcar tantos golos como o Peyroteo. Temos médios que pautam os ritmos de jogo, o Schaars, o Rinaudo, o Elias, o Matías… E um defesa direito, o João, que, de quando em vez, resolve ser protagonista pelos melhores motivos. Ainda não temos um guarda-redes a defender de braço ao peito, mas voltámos a ter um treinador que faz a diferença.
E olha que quase aposto que já há muito boa gente com medo de jogar connosco.

Anúncios

144 thoughts on “Foi quase como tu me contavas, Avó

  1. Os meus sentimentos, Cherba… A vida é mesmo assim e só temos mesmo é de apreciar e recordar os seus melhores momentos como tão bem fazes neste texto… E um deles foi o jogo de ontem…

    Um abraço e SL

  2. Cherba

    Que os próximos que te ficam ajudem a colmatar a falta que dela vais sentir, e anestesiem um pouco essa dolorosa boa memória, são os meus solidários votos para esta altura inevitavelmente difícil.

    SL!

  3. os meus pesames Cherba…

    a minha familia é toda Sporting, do Avô aos primos e tios, passando pelas mulheres que o são mas que não ligam a bola.

    tem sido especial este renascimento, já o merecemos á muito…

    o Domingos merece o elogio, esta serie também é dele e hoje com 4-0 pôe 3 pontas de lança mais o André “Nani” Carrilho pa continuar o festival da superior sul e dar um presente aos restantes adeptos!!

    acho que o Mati só pode jogar á direita porque a dinâmica dele, do Profeta e especialmente do João Pereira naquela ala assim o permite, vindo ele pa dentro e lançando o Casalense voador por aquele corredor abaixo…

    saudades duma equipa que nos orgulhe e entusiasme como esta.

    PS-até o tapete verde tá melhor, VIVÓ SPORTING!

    SL

  4. Um abraço, Cherbakov.
    Que esse entusiasmo e esse sportinguismo não esmoreçam. A minha avó era assim como a tua, numa cidade diferente, num tempo diferente…mas assim como a tua.Tal e qual.

    SL

  5. Bela homenagem. Grande Avó.

    Relativamente ao jogo, partilho algumas preocupações e opiniões que já foram evidenciadas no post abaixo, mas quando se ganha 6 a 1 não consigo dizer algo de negativo. Foi a segunda vez que fui a Alvalade este ano e já nem me lembro da última vez que tinha assistido a uma goleada destas. Desde o Peseiro, certamente.
    Destaco essencialmente João Pereira e Carrilho, e como não poderia deixar de ser, Capel e Bojinov que tiveram noites muito felizes. O Capel fez o primeiro bis da carreira. È de facto empolgante vê-lo jogar…

    Saudações Leoninas

  6. Caro Cherbakov, o meu obrigado por mesmo numa altura destas continuar a dar-nos textos com tanto sportinguismo e tanta qualidade. Um sincero abraço.

  7. Cherba,

    Herdaste os valores da tua avó, parabéns por isso. Os meus sentimentos.e ânimo, ela está bem e feliz, não tenhas dúvidas.

    Como me identifico com este post e com um tipo de vida na cidade de Lisboa que já não existe. Enfim, nostalgias urbanas…
    Se a dos kalkitos acertou na mouche, imagina as palavras sábias da tua avó, sobre a saloice e a intrujice. Há coisas que não mudam, ainda hoje é assim, tantos anos passados.
    Aliás, esta época cheira-me que só seremos parados dessa forma – com o recurso às peneiras dos acólitos do carnide e dos intrujas corruptos a norte, bem misturados na bimby da liga e da apaf.

    E porquê?

    Porque o “sistema” está montado para que sejam sempre um desses dois a ganhar. Imagina se o Sporting se arrisca a vencer a liga (e até acho que começa a ter possibilidades de a limpar)? Como vão os peneirentos e os intrujas justificar os milhões gastos e no final terem ficado atrás do “pobre e pequeno” Sporting?

    É disso que tenho medo e a receita não precisa de uma bimby, é matar o jogo nos primeiros 45 minutos. Se o fizermos os bois de preto não terão hipoteses de inclinar o relvado…

    SL

  8. Muitos sentimentos e recordações num post só.
    Muitas memórias transversais entre pessoas que não se conhecem.
    Relembrar um familiar que nos falou do Sporting, os Kalkitos e um bitoque estava longe de começar o meu dia.

    Sem te conhecer digo-te, Obrigado.

    Um grande abraço (que é sempre pouco nestas alturas).

  9. Grande Cherba,

    Não te conheço pessoalmente, mas os teus posts fazem-me sentir que és um amigo.

    Grande vitória do nosso Sporting, Grande Saudade da tua Avó.

    Um abraço e muita força.

  10. Cherba:

    Sinto muito. Uma avó é uma vida inteira que nos morre. Junto o meu abraço aos seis vivas que ontem se gritaram em Alvalade. Por todos avós.

    Um abraço.

  11. Os meus sentimentos e um grande abraço insubstituivel Cacifeiro Cherbakov!

    Para ti, mas também para todos.
    Um bocado do nosso passado recente e do que será o nosso futuro como Sporting.

    A GANHAR

    Album:
    From the Lions Mouth

    A GANHAR

    • do melhor post-punk, ainda que muito esquecido.

      um grande abraço cherba e que o sporting te consiga compensar, no que for possível, a tristeza com vitórias e vitórias.

      • Realmente estava esquecido, fazia uns anos que já não ouvia esta excelente (para mim) banda.
        Ainda tenho os discos.

        Conheci-a com os meus 14 ou 15 anos, andava a procura de musica na discoteca da terra e de repente surge uma capa com uns leões e com um sugestivo nome.

        Peguei, ouvi e comprei, depois completei a colecção quando conseguia juntar o dinheiro que não torrava no futebol.

        Ontem a ver o jogo,recordei, não sei como, a musica veio, a letra começou a sair, enfim, para mim fazia sentido ao ver o jogo.

        E continua a fazer quando uma pessoa se sente pior.

  12. Força Cherba…sei exactamente o que estás a passar pois perdi as minhas duas avós recentemente.

    Que as vitórias e alegrias do nosso Sporting te ajudem a superar este momento.

  13. Cherba, isto não se faz. Fizeste-me recuar no tempo e ficar com um nó na garganta. Caramba que não estava preparado para isto logo de manhã…
    SL

  14. Que um dia sejamos nós os avôs e avós Sportinguistas, a contar aos nossos netos daquela equipa mítica que tinha o espanhol pequenito e marreco, os outros dois pequenitos que se fartavam de ver cartões mas que corriam como se o mundo fosse acabar tanto na Argentina como no Casal Ventoso, os holandeses glaciais, o Profeta, o Cantinflas mágico, o Quaresnani do Peru, o americano gigante, e mais os outros todos. Aquela equipa que ganhou tudo, que não deu hipóteses aos saloios peneirentos e aos intrujas.

    E que os nossos netos saibam ilustrar essa passagem de valores e de sentimentos da forma que o fizeste aqui, cherba.

  15. Força Cherba! Que possamos todos em Maio dedicar o título a tua avo. Fazem falta mais avos assim que ensinem o que é ser do Sporting. E espero daqui a uns anos, quando estiver com os meus netos, contar-lhes nao só como era no tempo dos nossos avos, mas também falar-lhes desta equipa que voltou a empolgar-nos a todos!

    E a maneira como o Capel festejou diz muito!

    SL

  16. Os meus sinceros sentimentos. E que belos valores que a tua Avó te passou, Cherba.

    Espero que, no final da época possas olhar para o céu e dizer à tua Avó que foi mesmo como ela te contava!

    Um abraço,

  17. Fizeste-me lembrar das histórias que o meu avô e o meu Pai me contam do Sporting. E fizeste-me também ficar com nó na garganta… Os meus sentimentos Cherba.

  18. Respeito……..

    È a única palavra que me sai ao ler o teu post.

    Obrigado Cherba e que a vida volte a sorrir dentro da tua família.

    Como a frase que está no estádio junto da A1 onde me sento:

    “Por cada leão que cair outro se levantará”

  19. Olá Cherba, lamento a tua perda!
    Faltam palavras para dizer no momento, e nem se sabe bem o que dizer…mas perante uma situação destas tudo o resto é pequenino e sem importância nenhuma.
    Resta a esperança de a reencontrares um dia.
    É por isso que vivemos o Sporting como ninguém, trás de volta as melhores memórias, as idas ao estádio, o cheiro de uma ida à praça com a Avó num Domingo solarengo, na esperança de nessa tarde o Sporting ganhar.
    Obrigado pelas tuas palavras sempre tão gordas e cheias de conteúdo.
    Abraço.

  20. Caro Cherbakov,

    Os meus sinceros sentimentos nesta hora dificil.

    Contudo, como também (infelizmente) já passei por isso há alguns anos sei dar valor ao momento por que estás a passar.

    Abraço forte,

    Saudações Leoninas

  21. Obrigado por este texto.. da minha parte, e sem te conhecer, mando-te um abraço sentido.

    Invejo-te, pois na minha familia sou o único Leão (apesar de ter convertido a minha mãe, pois esta nasceu “torta”), e não tive a felicidade de ter alguém a passar-me esses valores maravilhosos que a tua avó te passou.

    Só espero um dia, ser tão grande como a tua avó aparenta ser (sim, porque ela apenas fez uma viagem, mas estará sempre a teu lado a festejar as tuas alegrias que são também as do nosso Sporting e por acréscimo também as nossas), e poder passar tão nobres valores aos meus netos. Para já vou tentando com a minha filha de 2 anos…

    Um grande abraço

    Jusko

  22. As avós são mágicas , a minha(que Deus a tenha em descanso) era do benfica porque o meu avõ a “obrigava”. Mas quando o Sporting ganhava confessava-me em segredo que tinha ficado feliz…por mim pelo meu irmão e pelo meu Pai.

    grande abraço Cherba.

    Viva o Sporting!

  23. Os meus pêsames Cherba … partiu de sorriso nos lábios, certamente. Terá sido a última prenda que o seu Grande Sporting lhe deu. Foi uma noite mágica, que aconteceu por diversos e bons motivos. Lamento a tua perda e SEI, que quem leu este post passou a acreditar com todo a sua alma que este Sporting vai sair vencedor este ano. aos poucos estamos a acordar, a levantar-nos, a erguer-nos e a ” pegar nas armas ” para uma luta que se avizinha difícil. Mais de 30.000 a uma 2ªfeira, numa noite chuvosa e fria … ISTO É O NOSSO SPORTING … não sei se devo chorar ou rir … é tanta a emoção, tanta, tanta, tanta !! Abraço sentido e Saudações Leoninas

  24. Os meus pêsames grande cherba. Como já foi acima dito, por cada leão que cair outro se levantará.
    Muita força e já sabes que nesta ou na outra vida, todos os sportinguistas estarão e continuarão juntos, rumo á vitoria final.

    SPORTING SEMPRE!!!

  25. Os meus sentimentos Cherba…

    Nestas alturas pouco há a dizer como tal deixo aqui apenas as palavras de ontem do Bojinov: «O Sporting está muito forte, tem uma grande equipa e precisa de ganhar não apenas jogos, mas taças e campeonatos e estou seguro que este ano ou no próximo vamos conquistar o campeonato, a taça, tudo, porque temos grandes jogadores, grande equipa e grande treinador. Este Sporting é grande em tudo!»

    Um abraço

  26. Cherba, só me ocorre dizer que, no dia da despedida – e como nenhuma avó gosta de ver um neto triste –, para minorar o teu desgosto te quis mostrar o que te contava e inspirou os nossos rapazes para darem uma goleada das antigas. Os meus sentimentos. Um beijinho.

  27. Os meus sentimentos, Cherba.

    Pode ser apenas um pormenor, mas é curioso que o único jogador que não festejou o golo voltado para os adeptos foi o Carriço… É por estas que eu digo que a formação é, no fundo, uma treta. Vejo mais sportinguismo em espanhóis, búlgaros, americanos, holandeses e peruanos do que em atletas que cresceram no nosso clube e que a ele tudo devem.

  28. É a 1ª vez que comento aqui… sigo atentamente o teu blogue, a par da leveza de liedson é o blogue sportinguista que melhor escreve, tanto na gramática como na poética… que o sporting seja campeão, pela tua avó e pelos meus avôs (um não aguentou a última horrível época até ao fim; outro ainda não perde um jogo sequer)… ser avó é ser uma mãe ao quadrado, a minha avó é do benfica, mas ontem devido à minha impossibilidade de seguir o jogo do sporting, mandou-me um sms (sim, ela escreve sms) no final a dizer: “sporting 6 gil 1 – grande leão”… abraço

  29. cherba
    os meus sentidos sentimentos
    faço minha a tua homenagem á tua avó, pois já ontem a grande vitória do SCP e hoje este post, fizeram me lembrar do meu já falecido Avô, o maior Sportinguista que eu conheci. Estas vitórias são dedicadas a todos os Avós Sportinguistas, que fizeram o Sporting grande como o conhecemos e que nos ensinaram a respeitar e amar este clube.

    SL

  30. Cherba, um grande abraço e força… estes são tempos difíceis, mas por muito que te pareça impossível agora há-de chegar um tempo em que o choro o deixa de ser e cada vez que te lembrares da tua Avó vais simplesmente sorrir ao lembrares-te dos vossos momentos.

  31. Caro Cherba, como muitos outros aqui disseram, apesar de não te conhecer, és companhia diária e uma verdadeira inspiração Sportinguista capaz de traduzir um sem-número de sentimentos que a todos nos tocam de forma particularmente acutilante.

    Não deixo de te enviar um forte abraço de sentimentos e reforçar que é uma sorte – tal como referem alguns cacifeiros – que nem todos tiveram, a de poder perpetuar o Sportinguismo através das gerações.

    O teu relato é comovedor e transporta-me também para os meus próprios “corredores da memória”. Toda a minha família é Sportinguista – com excepção de 2 pobres “saloios” que aterraram de para-quedas – e eu herdei essa paixão dos meus dois Avôs, dos meus tios, primos, etc. Ainda hoje guardo religiosamente o emblema dourado de 50 anos de associado do meu Avô (com o nosso verdadeiro símbolo) a que fará companhia, dentro de cerca de 20 anos, o meu próprio quando atingir essa linda marca.

    Uma última nota para a “responsabilidade” que temos em perpetuar esse sentimento de comunhão Sportinguista pelas novas gerações. Sei, por um teu post recente, que já o fazes. Pois eu também! A minha filha, com 5 meses pára tudo quando vê a verde-branca (ok, ela gosta é de ver o relvado VERDE). Tenho, orgulhoso, um vídeo dela ainda com 3 meses, a ver o Paços de Ferreira – Sporting agarrada à fralda nervosíssima com o andamento do jogo. Coincidência ou não, a verdade é que esta leoazinha também já está completamente convertida :)

    Sporting Sempre
    um forte abraço

  32. Abç Cherba e os meus sentimentos.

    Quando Carriço marca um golo com assistência de Polga está tudo dito!! Só vi o jogo em diferido na SPORTV e gostei do que vi. Mais uma desatenção de JPereira que custou um golo, mas compensada pelo seu bom jogo.

    Nota negativa apenas para os preços dos bilhetes. Impressão minha ou a direcção aproveitou a onda positiva e aumentou os preços?? 18€ o mais barato para assistir a um jogo com o Gil parece-me exagerado….

  33. genial!!!!!!!
    ainda me escorreu uma lágrima, pensando no meu próprio avô, que tendo problemas cardíacos – e proibido pelo médico de ver o Sporting – nunca deixou de o fazer até morrer há 15 anos atrás, sem ver o Sporting quebrar o jejum em 99/00!
    um abraço a todos e obrigado por nunca deixarmos esmorecer o melhor clube do mundo e arredores!

  34. A minha maior influência Sportinguista foi o meu avô também já desaparecido. Nesse ano fomos campeões pela ultima vez…

    Um abraço Cherba!

  35. Muito bonito Cherba. A minha avó também faleceu há pouco tempo e também ela era uma leoa. Que venham mais destas noites mágicas para as podermos contar um dia aos nossos netos!

  36. Caro Cherba !!
    A sua Avó está lá mas estrelinhas de Alvalade por certo, orgulhosa do seu neto Sportinguista dos sete custados como ela e tranquila com aquilo que ajudou a formar ou seja o seu Neto !!
    Abraço

  37. Cherba, devido às tuas prosas e a comunhão de ideias, quase que sinto que te conheço, e consegui visualizar tudo o que escreveste.

    Daqui te envio um abraço sentido nesta hora de tristeza.

    A tua avó, era sem sombra para dúvidas, uma senhora leoa.

    E VIVA O SPORTING!

  38. Cherba,
    Um abraço e os meus sentimentos.
    Eu também tive um avô que me soube incutir o sportinguismo. E como são boas as memórias de estar ao lado dele, na Central do antigo Estádio de Alvalade, um pouco abaixo do símbolo dos jogos olímpicos, a ouvir as histórias dos cinco violinos e de todas as glórias passadas do nosso clube.
    Essa nostalgia viverá para sempre connosco. Que o nosso Sporting possa estar à altura da recordação dos nossos avós.
    Este ano, no Marquês, eles também estarão presentes.

  39. por cada leão que cai outro se levantará…a frase que muitos se orgulham por ter sido proferida por alguém do nosso clube e sobre o nosso clube. mas um leão nunca cai de facto. segue sempre connosco, em cada vitória derrota ou empate. em cada golo marcado ou sofrido. em cada finta em cada corte em cada passe. somos uma família que nunca desaparece!!!

    • uma nota: quem proferiu essa frase não é do nosso clube!
      foi o antonio oliveira, adepto confesso do clube dos corruptos.
      um dos maiores jogadores, mas também uma das mais badanhocas pessoas que por aqui passou!

      • E um dos irmãos Oliveirinha, criadores da Olivedesportos e uma das mais importantes faces do sistema que controla desde á 20 e tal anos o futebol em Portugal.

        Pode ter sido feliz nessa frase, mas é um porco de primeira, se só fomos duas vezes campeões nos ultimos 29 anos (81/82; 99/00; 01/02) é muito devido a esse pulha.

        Engraçado, esta época é 11/12 ou seja volta a acabar em 1 e 2, nas ultimas decadas só falhamos o 91/92, cheira-me a bom prenuncio…

  40. Cherba, os meus sentimentos. E como já alguém aqui disse, um grande agradecimento por mesmo num dia destes nos presenteares com um fantástico texto de Sportinguismo.

    Um grande abraço

  41. Uma grande homenagem de um grande Sportinguista.

    Os meus sentidos pêsames Cherba. Também eu perdi uma avó sportinguista este ano, que me contava as mesmas coisas, também eu vivi ao lado da Av. de Paris e quase que aposto que somos quase da mesma idade.

    Forte abraço

    SL

  42. por Oguchi onyewu

    Fantastic win for us tonight!! Once again we played with a 12th man, our wonderful fans!… onward and upward! Forca Sporting! BLESS

    como é bom ter o sporting de volta!!!

  43. tenho de deixar um grande abraço ao Cherba! Como já aqui disseram, não te conheço pessoalmente mas fazes parte do dia-a-dia de todos nós! Força e que a tua avó oriente o Sporting até ao titulo!!!

    Cherba, ou tu és o pq212 que comenta no site da abola ou acho que podes processar alguém por direitos de autor!! :) reparem no comentário que ele fez na noticia do capel já sonhar com a seleção:

    “temos Wolfswinkel, que quer marcar tantos golos como o Peyroteo. Temos médios que pautam os ritmos de jogo, o Schaars, o Rinaudo, o Elias, o Matías… E um defesa direito, o João, que, de quando em vez, resolve ser protagonista pelos melhores motivos..voltámos a ter um treinador que faz a diferença…”

    Quanto ao encontro de cacifeiros, foi pena nao terem aparecido mais! Zandonaide e Verdete são uns porreiros mas tinha mais piada se fossemos muitos!!!

    • Dia 06/11/2011

      Dia do Sporting vs Leiria

      Um Domingo ás 20.00, poderá ser um excelente dia para reunirmos a rapaziada.

      Deixo apenas a minha opinião – A zona de Encontro –

      Talvez pudessem escolher um sítio mais central (no Estádio mesmo)

      Sei que muitos passam pelas roulottes, mas também existem vários que têm o seu lugar do outro lado do estádio.

      Mas da próxima lá estarei.

      • Oscar,

        Encontro de Cacifeiros tem que ter Imperial! Daí a roulotte :)

        Convenhamos que não podemos agradar a toda a gente quanto ao local, mas deslocação até à roulotte não é longa e ao Domingo é mais fácil chegar mais cedo…

        Ab.

        Z

  44. Lindo Cherba! Grande homenagem à tua avó.
    Não sou Sportinguista, aliás em Portugal já não tenho clube, pois o meu clube fechou portas (deixo um pista…o Sporting quando cá vinha passava sempre algumas dificuldades, embora a viagem fosse pequena), mas adoro ler o Cacifo.
    Os posts são muito bem escritos e os comentários são demais.
    Cherba os meus sentimentos, um abraço e muita força para ultrapassares essa grande tristeza!

  45. Boa tarde. Apesar de ler este blogue há quase um ano só hoje decidi comentar. Na minha modesta opinião este texto encerra em si todos os motivos pelos quais eu e tantas pessoas que aqui comentam o consideram o melhor blogue do Sporting: está muito bem escrito, transmite sportinguismo e acima de tudo transmite alma. O resultado é um blogue onde as pessoas não se conhecem mas sentem que estão a conversar com um amigo ou um vizinho de bancada. O exemplo disso é a vontade de se encontrarem antes dos jogos ou de marcarem encontros para poderem partilhar ideias pessoalmente.
    Um sentido abraço ao Cherbakov e o meu obrigado por serem um exultar do nosso sportinguismo.

  46. Muito bem Cherba,grande homenagem que me fez pensar e lembrar-me dos meus e sinceramente comoveu me…Lindo mesmo!!!entao e os cacifeiros vao a Aveiro?!?SL

  47. Cherba, neste momento complicado, não há palavras que consigam atenuar essa dor. Resta-me deixar-te com um forte abraço!

    Quanto ao jogo, penso que a senhora tua Avó, assim como o meu Pai, estão de certeza orgulhosos! Quanto mais não seja, vê-se que os actuais atletas começam a honrar toda uma história centenária e a interiorizar que “isto é o SPORTING…” !

  48. venham mais flops tipo vw bojinov ou carrillo ou ainda aquele extremo que nem no sevilla joga ou o lateral que nem no liverpool tem lugar .

    Os meus sentimentos em relação à tua avó. Tambem perdi a minha há duas semanas.O que vale que está cá o sporting

  49. Tenho-te a dizer que para além de teres perdido uma grande avó, se perdeu mais uma grande Sportinguista. Bela homenagem. Apesar de ser uma dor que só o tempo cura, começou com um empurrãozinho de leão com a exibição de ontem. Agora às histórias que ela te contou, juntas as tuas para quando fores o avô. Certamente terás os teus netos a relembrá-las numa outra ocasião parecida com esta, no blog dos cacifeiros, mas já em holograma.

    Parabéns pelo texto e os meus sentimentos.

    Saudações Leoninas

  50. Uma vez que não te conheço e dado o intimismo do momento senti relutância em deixar aqui algumas palavras, muito menos os chavões tão utilizados nestas fases dificeis. Decidi escrever estas palavras porque partilhaste essa dôr única conosco, este grupo anónimo de pessoas que tambem tem vida para alem do que por aqui vai soletrando. Oxalá no fim desta época o Sporting te traga motivos para mais uma vez a recordares por esse legado que te transmitiu.

  51. Parabéns pelo post e obrigado por partilhar essas memórias.

    Não tive um familiar para me mimar com Sportinguismo, conquistei o meu na ponta da bota do Oliveira, na corrida do Jordão, no voo do Damas e num remate do Manel.

    Cá estamos todos, os presentes e os que partiram a garantir uma coisa.

    O Sporting, é eterno. E quem ama incondicionalmente, também.

    Abraço

  52. Os meus sentimentos para ti cherba e para toda a tua familia. São estes momentos que nos fazem fazer uma viagem ao passado, e reencontrar memórias que muitas vezes estavam adormecidas.

    Grande abraço e VIVA O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!

    SL

  53. Cherba,

    Os sportingusitas lá em cima estão todos a cantar ” E o Sporting é o nosso grande amor”.
    Entre eles está a tua Avó, o meu Pai e tantos outros grandes sportinguistas.
    Este amor é único!

    SL
    José

  54. Parabéns pelo post, Cherba.
    Um excelente misto das nossas memórias, do amor pelos que nos são queridos e pelo grande amor que nos une a todos: o Sporting!

    P.S – Não seria qualquer um com a capacidade de, numa altura destas, fazer um post com a carga sentimental que ele nos consegue transmitir e estabelecer também uma ligação com tempos triunfantes.
    Em Maio, seguramente, a tua avó acompanhar-te-á no Marquês.

  55. Fizeste-me lembrar a minha avó, sportinguista de relato radiofónico e adepta apaixonada até ao fim da sua vida. Também eu partilho com ela as alegrias do nosso clube. Este amor que ela me deixou, torna-a eterna em mim.

  56. um grande abraço cherba, é uma homenagem maravilhosa esta que aqui fazes e que comove qualquer um. Que o nosso Sporting continue a unir família e amigos dessa forma tão bonita é o que desejo.

    SL

  57. Cherba, quero deixar-te aqui as minhas sentidas condolências. Espero que superes rapidamente esse momento menos positivo da tua vida e que sigas em frente.

    Por outro lado, vejo-me obrigado, mesmo nesta situação, a dar-te os parabens pelo fantástico post que tu fizeste. Nunca te esqueças de uma coisa que a tua avó certamente concordará: “Por cada leao que cair, outro se levantará”.

    Saudações Leoninas

  58. Os meus pêsames grande Cherba!

    Que saibamos transmitir esse lindo sentimento de “ser Sporting” aos nossos filhos e aos nossos netos, tão bem como a tua avó o fez.

    E que em Maio pintemos o país de uma só cor: o verde e branco! (o outro tripeiro não diria melhor)

    Força Cherba!!!
    Força Sporting!!!

  59. Um grande abraço Cherba.
    Com este genial post fizeste-me sentir o quanto lamento nunca ter conhecido nenhum dos meus avós. Só espero que os meus netos mais tarde me recordem como tu recordas a tua avó.
    SL

  60. Minhas sentidas condolencias. A dor da perda de uma pessoa amada e enorme,mas a certeza que ela esta num lugar melhor e ao lado do Criador, atenua um pouca essa dor.Meus sentidos pesames a ti e a tua familia.

  61. Por acaso a av]o do Cherba nao era esta senhora, Maria Isabel Forte Gatto Roquette de Aragão Pinto? Vi no Face que infelizmente tambem nos tinha deixado, e como era Sportinguista…

    SL

    • essa senhora não é a sócia mais antiga, aquela que saltou de para-quedas aos 86 anos?espero realmente que não!
      se for é uma perda enorme para a família sportinguista!

      • Não, essa é a D. Maria Lurdes Borges de Castro, sócia nº6… se forem ao Museu podem ver a sua ficha de inscrição de sócio datada de 1923. Uma verdadeira Leoa que aos 88 anos anda a navegar pela net a deitar vivas ao seu Sporting no facebook.

  62. O que dizer depois de mais esta grande demonstração de sportinguismo, quer por parte do Cherba, com mais um brilhante post, quer por todos estes comentários carregados de emoção e verdade.

    Talvez que também seja por estas demonstrações que a tua avó fosse do Sporting e que esteja onde ela estiver deve estar a pensar, assim como eu, que o Sporting não é grande é enorme!

  63. Há pessoas assim: todos que são tocados por elas elevam-se um pouco mais,
    força Cherba, o tempo adoçará a tua memória, minorando a dor…

    Sinto um enorme respeito pelo esforço que fizeste para não deixares a malta à espera

    Obrigado e, se não é abuso, um abraço sentido

  64. Minhas sentidas condolências, o meu avô ensinou-me a ser do Sporting, ainda bem que algo de tão bom aconteceu na minha vida. Senão fosse ele, provavelmente seria alguém diferente. Com ele aprendi que o futebol é mais do que vencer e perder, é ver o Sporting jogar bem e bonito. Hoje vi o meu avô elogiar o Sporting como já não acontecia faz muitot tempo, que felicidade. :)
    Obrigado !

  65. Os meus pêsames Cherba.
    O teu post também me fez lembrar a minha querida avó. Tinha eu 4 anos quando me ofereceu o primeiro equipamento completo do Sporting. Usei-o que nem um louco mesmo em dias de frio de rachar. Levava-o para a rua com um orgulho enorme e sempre que falava com a minha avó, tinha de lhe agradecer aquela prenda. As avós são realmente especiais e deixam-nos grandes saudades quando partem.
    Forte abraço

  66. Sou Leão do Norte, mas a minha Tia morava na Av. de Roma e lembro-me bem de como eram as coisas no final dos 70’s e 80’s.

    Ainda te lembras do Cinema Vox ao Maria Matos “Cherba”? E claro, do Roma e da Pastelaria Roma?

    Quanto ao Sporting, os Saloios e os Vigaristas… nem mais.

    Tenho a dizer que o Sporting é fundamental para a higiéne moral do desporto.

  67. Ha coisa de um ano passamos aqui pelo mesmo..

    Não posso dizer que a minha avó desse muita atenção ao futebol, mas recordo-me bem de, no inicio dos anos 90 ela ter despedaçado um rádio a pilhas no meio de um relato quando disseram que o Sporting estava a perder. Nunca se chegou a aperceber que o relato era do jogo do Sporting de Braga……. :)

    Força Cherba!

    SL

  68. Cherbakov, ÉS O MAIOR. Lê-se gajos como o Eduardo Barroso pagos para escrever, e perguntamos: gajos como tu não são pagos porquê? Gosto sobretudo da boa disposição que os teus posts transmitem – o futebol é para isso mesmo. Não te conheço, não sei o teu nome nem a tua cara, e gosto de ti. A tua avó tinha de ter orgulho em ti. Os meus sentimentos e um grande abraço nesta hora difícil.

  69. Cherba,

    Entre ontem e hoje, visitei 6 vezes o Cacifo (rotina diária). Normalmente, não leio um texto 6 vezes.

    Magníficos, os teus dois amores – pela avó e pelo Sporting.

    Um abraço para ti neste momento difícil.

    E viva o Grande Sporting!

  70. É muito bonito lembrarmos as pessoas pelos melhores motivos.

    E é ainda mais bonito ter memórias inesquecíveis com essas pessoas.

    Os meus pesâmes e uma palavra de honra à senhora tua Avó, uma grande Sportinguista e que verá num sitio muito especial o Sporting a ser campeão este ano!

    Um grande abraço e parabéns pelo teu excelente trabalho.

  71. Cherba,
    Foi inevitável uma lágrima bailar-me no olho…
    Também este ano tive de despedir-me da minha avó e, apesar de não perceber puto de bola, fazia-me as vontadinhas todas, inclusive ir ao Rossio para trocar cromos da bola. Que saudades!
    Os meus sentidos sentimentos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s