Ela é linda

Foi amor à primeira vista.

Vínhamos de uma relação falhada, frustrada, traumática. Tínhamos sido mal tratados, estávamos doridos, feridos. Tínhamos problemas de autoconfiança, uma crise de amor próprio e vulneráveis emocionalmente. Ela apareceu do nada, naquele jeito despreocupado, ignorando o nosso passado. A mera visão da beleza prometida fez-nos apaixonados, irracionalmente.

As primeiras trocas de olhares, os encontros fortuitamente planeados, a pré-época da nossa relação, foi culminada com a primeira noite. Mágica, intensa, tão inesquecível quanto inesperada, apesar dos nervos. O fuso horário tornou tudo mais especial. E, entretanto, ela continuava a juntar argumentos, continuava a olhar de volta, sempre com novos brilhos, novas promessas.

Voltámos a casa e caímos no chão. Ela não estava a cumprir o que tinha prometido. Mostrava os mesmos defeitos da anterior paixão dolorosa. Parecia tudo igual, demorava a consumar o que prometia, tinha problemas de saúde, como a outra, tinha defeitos, os mesmos que a outra. Seria ela ou seríamos nós? Estaríamos a projectar os nossos traumas nela? O problema se calhar era nosso.

E de repente, numa noite avulsa, ela voltou. Contra todas as probabilidades, o encanto voltou. Do caos fez-se luz. As discussões, as gritarias, os choros, a raiva – naturais quando dois seres tentam compatibilizar-se à pressa, sob intensa pressão – ameaçavam tudo. Mas uma superior necessidade de sobreviver, de fazer bem, de escapar ao destino, transformou-a. Primeiro com sofrimento, com suor e lágrima, depois com confiança, com ego, agora com encanto, com magia.

Estamos apaixonados. Ela é linda.

Estamos empurrados por um “segundo vento”. O cabelo cheira bem, o torso é renascentista, as pernas fortes mas elegantes, tem uma personalidade especial, ri como nenhuma outra, das coisas certas, pensa, fala e escreve como os melhores poetas e filósofos. E é prática. Humanamente prática. Eficaz, tem noção das suas próprias limitações, mas contorna-as com sentido de humor e uma frieza nórdica. E a cara, deuses… baby face… killer.

Van Wolfswinkel. Explica o encanto. É a primeira coisa que se vê nela. A cabeça. Diego Capel. Vê-la mexer-se assim, aquele gingar, aquela pose, dá-mos um arrepio pela espinha. Elias. As pernas. Longas, lindas, vitais. Schaars. A personalidade, o carisma. Rinaudo. A paixão, o coração. Onyewu. A força, a imponência de um corpo olímpico. Matigol, a magia, a poesia. Carrillo. O ego. O id. O superego. Insúa, o pragmatismo, o realismo. Rodriguez, a maturidade. João Pereira, a inconsciência. Bojinov, a paixão. Jeffren, a  promessa de uma vida constante em comum.

Ela é linda e estamos loucamente apaixonados. Cada noite em casa é tão inesquecível quanto a ressaca do dia seguinte é desestabilizadora. Escrevemos o nome dela nos cadernos, cravamos as árvores com os nossos nomes, contamos os minutos até à próxima noite. Fora de casa, o sentido de aventura aumenta os níveis de adrenalina e destrói-nos o resto da vida pessoal.

O prazer de viver com ela é ininterrupto. Mas é finito. Em breve, acabar-se-á a paixão. Seremos confrontados com os seus defeitos. A vida em comum é isso mesmo. Teremos de aprender a viver com as curvas que a vida dá, que o futebol dá, aprender a não descarrilar, juntos. Temos de passar por cima das contrariedades, saltar ao mesmo tempo, aguentar as oscilações hormonais, os buracos negros da química que agora é tudo. A nossa paixão, hoje, é um treino. É um enraizamento para nos preparar, para nos segurar no meio das tempestades que se avizinham. Nestes momentos de encantamento, temos de estar conscientes que estamos a trabalhar-nos para o futuro, a esculpir a cumplicidade que nos fará sobreviver a todas as crises e a todos os nossos inimigos.

Antes de melhorar, vamos piorar. Vamos cair outra vez. E vamos levantar-nos, olhos nos olhos, à procura da velha paixão que nos consome agora e que nos salvará depois. Só então estaremos preparados para fazermos algo juntos, que ficará para sempre, para a história, a nossa e a dos outros. O filho da nossa paixão demorará o seu tempo, mas se nos lembrarmos de como ela era linda quando a conhecemos, como ela é linda agora, como ela pode ser linda sempre, mesmo quando não parece, esse filho chegará, custe o que custar, demore o que demorar. Se da paixão se fizer amor, seremos campeões!

 Sporting!

PS: Este é o meu último texto no Cacifo. Oficializo assim a saída que já era oficiosa. Faço-o por muitas razões que não interessa explicar. O Cacifo fica em boas mãos. Sem mais. “Douglas is dead, long live o Cacifo!”

Anúncios

81 thoughts on “Ela é linda

  1. Grande post. Enorme despedida. Merece uma ovação de pé, equivalente a um golo marcado onde a coruja dorme, depois de fintar meia equipa e chutar de trivela a trinta metros da baliza.
    Fantástico!

  2. És muito grande, Douglas.

    Belíssimas “last words”.. Espero um post post scriptum quando “da paixão se fizer amor”, lá para o mês de Maio..!

    SL

  3. Uma despedida em grande e à Douglas. Foi por causa dos textos do Douglas, principalmente, que comecei a vir, a ficar e a trazer outros. É com pena que o vejo partir e com emoção que leio estas últimas palavras. Enorme texto, leão Douglas. Quanto ao “cacifo”, está bem entregue….longa vida ao “cacifo” e ao Cherbakov, o último grande herói. Que voltes em Maio, como ele vaticina.

    SL

  4. Como pode um escriba deste calibre abandonar assim o posto?

    Lá terás as tuas razões Douglas, mas acho que é unânime dizer que a blogosfera Leonina fica hoje mais pobre.

    Assim, Cherbakov transforma-se em Rinaudo, e terá de carregar o piano. Algo feito de forma sublime.

    O Cacifo é do caralho, e nós, os que comentam, não o deixaremos morrer.

    VIVA O SPORTING! VIVA O CACIFO!

  5. FANTÁSTICO.

    Tudo perfeito até… ao último parágrafo. Porra, que essas pequenas últimas frases me tiraram o sorriso do rosto.

    Tenho mesmo, mesmo muita pena. Apesar de escrever para aqui poucas vezes, havia sempre no ar a hipótese e a esperança do Douglas aparecer com mais um dos seus posts soberbos. Hoje apareceu, mas essas esperança de que volte a apareceu desvanece-se. É pena. Volte sempre.

    http://cuatidiano.wordpress.com/2011/10/26/os-grandes-so-nos-pareciam-grandes/

  6. Excelente texto sobre essa puta de doença que e’ o nosso Sporting! De vitória em vitória esperamos contar contigo em Maio para mais uma concentração mundial verde e branca…

    Off-topic..

    Quem e’ que tem coragem de ir dizer ao nosso Deus Rinaudo que não estão a contar com ele para este filme? Vai ficar fodido! Prevejo um colapso mundial…

    http://geektyrant.com/news/2011/10/11/stallone-schwarzenegger-and-willis-on-the-set-of-the-expenda.html

  7. Lindo,mesmo lindo…é pena com muita pena nossa(eu sei que é de todos os cacifeiros) que vais embora(esperemos que seja um até já e que vais aparecendo por aqui com estes posts brilhantes…!agora também ficamos muito bem entregues ao Cherba…sinceramente só espero que o cacifo nunca acabe…não há um único dia(várias vezes ao dia) que eu não venha cá…!O CACIFO É MESMO DO CARALHO!!!!Domingo tudo a Aveiro…Onda Verde anda aí!grande Abraço Douglas e Cherba…!SL

  8. Foi graças a este cacifeiro, ou melhor, aos seus textos, que me apaixonei pelo cacifo!

    É pena douglas, os teus textos sao de facto muito bons!

    Mas como tu dizes, fica mais vazio, é verdade, mas nao abandonado! Por isso continuarei a frequentar!!

    Obrigado Douglas, Cherba e a todos os cacifeiros!!

    SL

  9. É com muita pena que te vejo sair Douglas. Excelente texto mais uma vez, espero que reconsideres… Uma palavra ao Cherba que apesar de todos os pesares se mantem aqui Firme e Hirto…

  10. Mais um grande texto! É uma pena que o Cacifo vá perdendo a diversidade de escrita mas pelo menos sabemos que vai continuar. Espero que voltes um dia!
    SL

  11. Mais uma granda posta. Ela, a paixão, confunde-me, porque pra mim é sempre ele: o Grande Sporting. Volta sempre Cacifeiro, se não for antes, em Maio, pelas melhores razões…

    Eu de todos os que têm contribuído para esta fantástica série destaco dois: Diego Capel que quando a coisa está a dar para o torto solta as amarras e desperta a equipa e Rick van Wolfswinkel, pelo qual estou estupidamente enfeitiçado, como se tivesse 5 anos. Mesmo quando não marca, joga e faz jogar. É um Senhor Jogador. Talvez a cara de bébé contribua para o carisma. Mas pelo que já vi não tenho dúvidas que vai singrar no futebol mundial. Que as lesões não o atormentem é o que desejo. E que Duque e Freitas lhe subam a cláusula de rescisão. Relativamente a isso, já percebi que está seguro e que inteligentemente estão somente à espera do melhor momento para o fazer.
    Carillo é o fantasista, o ilusionista da equipa. Tem tudo. Falta-lhe somente a consistência que tem de aprender a ganhar…

    Saudações Leoninas.

  12. temos pena…muita pena, mas era uma “morte anunciada”.

    Douglas por nos fazeres sentir ainda mais Sportinguistas com tudo o que aqui escreveste ao longo dos anos, o meu OBRIGADO.

    SL

    ps: One men crew!!! agora sim é oficial- O Cacifo do Cherbakov

  13. Lindo é também o post
    Lindo, bom, bem feito
    Previdente, prevenindo eventuais amuos e arrufos
    A apelar ao muito necessário carinho, quando a paixão está menos firme e hirta
    Repetindo-me: Sporting!!

  14. Outra posta sobre o nosso amor.

    http://cuatidiano.wordpress.com/2011/10/26/os-grandes-so-nos-pareciam-grandes/

    “Os líderes leoninos reiteram que entrar em euforia é um erro. Porém, não será um erro ainda maior não o fazer? A verdade é que os campeonatos também se ganham com a galvanização dos adeptos e a última vez que tal aconteceu pelas bandas de Alvalade arrastaram-se multidões nos jogos do Sporting, em casa e fora. Portugal cantou a uma só voz “Só eu sei” com dezenas de milhares de discos vendidos e acabámos no Marquês de Pombal.”

  15. E a primeira vez que escrevo neste espaço que acompanho desde ha 2 anos, praticamente. E que honra é poder ler um texto desta qualidade.

    Força Douglas, o Universo Sportinguista na internet fica mais pobre, mas ca te esperamos para o nascimento da criança!

    E cherba, podes contar com os meus comentarios aqui mais amiude.

    O Cacifo é grande, muito grande mesmo. Neste espaço respira-se classe e cada novo post é um sorriso renovado nas nossas “jubas”.

    Espero que mesmo quando o nosso Sporting conhecera momentos menos bons, o que sera perfeitamente normal, os habituais deste blog nao deixem de comentar e de incentivar seja este espaço ou mesmo o Grande Verde e Branco.

    Obrigado

    SL

  16. Enorme.
    Uma vénia.
    O Quinito disse um dia que, se pudesse, se tivesse dinheiro, contratava o Pedro Barbosa e pagava-lhe um ordenado só para vê-lo dar uns toques na bola no quintal dele.
    Eu, se pudesse, se tivesse dinheiro, fazia o mesmo com este Douglas e pagava-lhe pra me enviar mails diários com “posts” sobre o Sporting.

    Um abraço.

  17. O Douglas merece a homenagem.

    Dos 6 magicos, hoje além do privilégio de ler mais um post do Douglas,

    Cherbakov.
    Meszaros.
    Sousa Cintra.

    Só faltam dois.

    Grande Cacifo do Paulinho e obrigado Srs. por ele existir.

  18. Obrigado pelo texto, fantástico. Gostava de ler um seguimento desta história quando existirem filhos! Seria um extraordinário sinal!

    Longa vida e muito sucesso!

  19. Adeus Douglas e até breve! Foste tu que fizeste com que eu passasse a abrir o cacifo todos os dias, religiosamente. Um post de alto nível e a tocar fundo neste amor que não se explica e que nos eleva.

    Uma prosa superior, muito superior a tudo que lemos por ai nos jornais e pasquins.
    Que pena que não possas continuar. Promete que voltas para escrever em Maio, quando o mundo sair à rua para ir celebrar no Marquês.

    Long Live Cacifo

    SL

  20. A nossa musa deve estar de pernas bamba.Que texto! Da prazer ser amante de um clube que tem adeptos como tu, Douglas. Sucessos na tua vida. Yoy will be missed.

  21. Caro Douglas,

    Parabéns pela posta e obrigado pelos excelente textos que nos foste deixando.

    Adorei a posta do início desta época, aquando da chegada do Bojinov, em que te declaravas amoral quanto ao Sporting. Linda. Enviei para todos os meus amigos Lagartos.

    Ficamos à espera de possa voltar.
    Felicidades.

    Saudações Portistas.
    PELIFE

  22. Estamos a sofrer demasiadas baixas neste Cacifo.

    Contamos com o Cherba para carregar este piano até Maio (de um ano qualquer longínquo), para celebrarmos mais um título, aí o 40º,……… aguentas Cherba?

    O Cacifo é grande, O Sporting é enorme

    E quando se junta o extase á paixão, ui

  23. Xupa-me as peles

    Balakov10 Leão de Sta. Engrácia Mata galinhas KokiSCP

    Lulinha

    Songue Trolha

    Jusko Cherba Krpan

    Com este 11 e com os restantes convocados e não convocados, levaremos o Cacifo e o Sporting até ao Marquês!!!

    Força Cacifo!!!
    Força Sporting!!!

  24. Caro balakov,

    Se o Cherbakov me disser que prefere que não faça comentários no Cacifo, deixarei de o fazer.
    Nunca ofendi ninguém e não percebo a postura, mas tudo bem.
    Mas para te fazer a vontade, lamento mas não.

    Cumprimentos,
    PELIFE

    • então vai ler o que escreveste no post “Quero mais” de dia 21 out 9h28pm.

      Eu confesso que nem leio blog’s de outros clubes, pois para mim isto são espaços de “irracionalidade clubistica”, mas comentar seria incapaz, por algum motivo a preferencia desportiva é diferente (logo torna a maior parte das discussões estéreis á nascença), na minha maneira de ver as coisas a esta hora devias estar num blog corrupto a mandar postas ao electrecista que treina a tua equipe, pois tu aqui não acrescentas nada.

      e sim o que tu escreveste ofendeu, portanto a partir dai não levas mais nada daqui que não seja proporcional AO QUE TU ESCREVESTE CORRUPTO

      • Caro balakov,

        Não só não lês blogues de outros clubes como não deves ter amigos de outros clubes.
        Ou se os tens, não podes falar de bola com eles.
        Se te ofendeste com aquelas palavras (ficarem de riscas ao peito era de facto uma provocação, mas por piada e sem querer ofender) é porque a tua tolerância a diferentes opiniões é muito baixa.
        Mantenho o que disse: se os donos deste tasco, que muito aprecio, não me quiserem cá a comentar, deixo de o fazer de bom grado.
        Até lá terás que me aturar.
        E podes descarregar à vontade nos meus comentários.

        Saudações Portistas,
        PELIFE

      • então vens á casa do vizinho, fazer piadinhas para provocar sem querer ofender??? tens razão para isso a minha tolerancia é muito baixa, sabes o respeito não se exige, conquista-se…

        ps: já agora uma pequena provocação por piada e sem querer ofender: VAI PRA PUTA QUE TE PARIU

      • Caro balakov,

        Já te sentes melhor? Espero que sim. Teve imensa piada.

        Sempre te digo que se o Cacifo tivesse só gente do teu calibre a postar e a comentar, era mesmo muito fraquinho e só seria lida por gente acéfala e cujo principal gozo é insultar os demais.

        Aí não me verias por cá de certeza.

        Felizmente não é. Tanto os textos dos autores como a generalidade dos comentários são de gente sã. Sportinguistas ferrenhos mas correctos.

        Como referi ao Xupa no outro dia, no meu Porto também temos adeptos assim. Até podem ir aos jogos todos e estar os 90 minutos a torcer pelo Porto que eu, se pudesse, dispensava-os a todos. Quando começam a gritar “SLB fdp” no meio de um jogo que contra um clube qualquer, fico envergonhado. A pequenez daquela gente deixa-me triste.

        Tu, se fosses do Porto, serias certamente dos que lá estariam alegremente a insultar gratuitamente o adversário, mesmo que não houvesse um Lampião no estádio.

        Podes achar incompreensível, mas eu sou adepto ferrenho portista mas torço por todos os clubes portugueses nas taças europeias. Já vi muitos jogos (alguns memoráveis) em Alvalade (e até na Luz) contra clubes estrangeiros (Suponho que, se pudesses, me barravas a entrada).

        Devo até dizer-te que gosto muito que o Sporting esteja como está e torci para que tal acontecesse. Pela primeira vez em muitos anos comentei aos meus amigos lagartos que achava que desta vez seria diferente. A começar no Domingos e passando por várias contratações feitas sem que ninguém se apercebesse e com uma lógica perceptível,
        Tenho saudades dum Sporting verdadeiramente Grande. Torna tudo mais interessante. Tanto nos jogos das taças europeias como no nosso campeonato. E o Porto precisa de ajuda para impedir que os Lampiões ganhem qualquer perigosa embalagem (o ano passado foi perigoso. se ganhavam dois seguidos…).

        Suponho que para ti o Porto devia ser irradiado e os Lampiões severamente castigados tendo que passar uns 30 anos na II Divisão.

        E jogavam contra quem? Seriam campeões do quê?

        Olha Balakov, esquece tudo isto. Quando vires um comentário meu tenta não reparares, ou então, se precisares, aproveita para me insultares. Tanto dá. Eu, a insultos, tentarei não dar mais troco.

        Fica bem.

        Saudações Portistas.
        PELIFE

      • Lição de fair-play?
        Por algum motivo nós não vamos ver jogos para a zona de sócios de outros clubes, tal como, calculo, o Pelife faça o mesmo.
        E se o fazemos, por uma questão de manter a integridade física, não “provocamos” nem mandamos “piadas que não pretendem ofender”.
        Sabendo à partida que o Cacifo é um blog exclusivamente sportinguista, esta gente devia abster-se de comentar seja lá o que for, sob pena de poder ler uma ou outra coisa que consideram mais ofensiva, mas depois de estarem a intrometer-se num espaço que não é seu, queixam-se com um discurso de virgens ofendidas.
        Um blog como o Cacifo não é um Sector, ou um 442, ou o café do bairro, ou a tasca da aldeia, onde se junta a malta de todas as cores para discutir ou ver a bola. Um blog como o Cacifo é um espaço reservado a sportinguistas, um núcleo, uma casinha da JL, um A14 onde só há sócios.
        Já com o Mãos ao ar se passava o mesmo, à falta de qualidade entre os bloggers da mesma cor, isto acaba por vir tudo cá parar.
        E já agora, Pelife, o Cacifo só tem gente do calibre do Balakov, somos todos sportinguistas.

      • Caro Visigordo,

        Essa definição do Cacifo é tua ou está por aí escrita nalgum lado e passou-me despercebida? Reservada a Sportinguistas e onde só há sócios?

        Também te ofendeste ou é só a irritação de ver um portista a comentar onde nem devia entrar?

        Que te posso dizer? Faz como o balakov, insulta. Está visto que não serás o único.

        Caro Balakov,

        Fina ironia.

        Bem hajam.
        Saudações portistas.
        PELIFE

    • Já percebi que tens por passatempo passares mais tempo por aqui do que aquele que devias. O Porto ganhou, os blogs tripeiros devem estar ao rubro,,, isso não te atrai?
      Ora vamos lá entrar então na minha definição…. é um facto que o Cacifo não está reservado a sócios, todos nós nos esticamos, mas parece-me dirigido única, e exclusivamente, a, como tanto gostas de nos apelar, lagartos.
      Nem me ofendo nem me irrito com tripeiros. Deixei de discutir bola com eles há mais de 20 anos e não contam para o meu campeonato.
      O Sporting não tem jogado no matrix onde joga o Porto. A realidade do Sporting tem sido jogar limpo sem receber árbitros em casa, sem fazer seja lá o que for para lhes mudar as avaliações, e sem ter de recorrer a cafés com leite e fruta, vulgo putas, se é que te custa a perceber.
      Não te reconheço moral para discutir seja lá o que for que envolva o nome Sporting.
      Seja como for, volto-te a dizer, estás numa casa que não é a tua, por isso as tuas “provocações” são mal vindas.
      Depois dum 3-0 não tens um blog onde comentar? Deve ser triste…

      • Mais, o disclaimer deste blog diz “è penalte, porra”, by Sousa Cintra, não diz “a casa da luz acesa”, by Pinto da Costa.

      • Caro Visigordo,

        E como falarias com o Domingos aqui no Cacifo.
        Também era assim? De corrupto para cima?

        Tens vergonha do teu (excelente) treinador?
        Ou por ser pago pelo Sporting um portista deixa de o ser?

        Tens dúvida de que é portista?

        Gostava de ter ver dizer ao Domingos que não discutes bola com portistas há 20 anos e que não falarias com ele.

        Mantenho o que disse ao Xupa e ao Balakov, se os donos do Cacifo me disserem que não me querem cá a comentar, então paro.

        Saudações portistas.
        PELIFE

      • Caro Pelife

        tenho acompanhado a tua escrita neste maravilhoso blogue em honra do Sporting.

        Posso só adiantar uma coisa, (pequena), espero pelo menos que respeites este espaço e os seus seguidores. (o que me parece que tens feito)

        Para ser honesto não gosto de ver aqui apoiantes de outras equipas, mas aceito que o façam (eu não o faria. mas isso sou eu) se lhes dá assim tanto gozo.

        Dito isto, só posso acrescentar uma coisa.

        Aproveita e “bebe” desta sensação maravilhosa que é ser do Sporting.

  25. Não é uma despedida é um par de cornos no cacifo, palavras doces, enrolanço, 9 bem dadas de seguida e depois eu ligo… poderia ser isto que o Douglas queria mostrar na despedida saíndo em grande…Mas não, não é nada disso…..não tem hipotese em enganar quem está atento.
    Na realidade o problema é maior, ele sabe que o cacifo o traiu a ele, o mágico trinco o melhor dos melhores foi trocado, já ninguém suspira ou fica de pau feito com o quarentão Douglas, nem com a sua conversa de engate à anos 80, os tempos são outros e com o sms, o facebook e os vídeos do novo mágico da posição de trinco, o Douglas foi ocupado pelo Rinaudo…. até de madrugada o fomos ver à distância…

    O Ciúme é a arma mais forte e o Douglas não aguenta a pressão…

    A Verdadeirsa razão é esta o Douglas,finge que baza, para voltar a ter a atenção que tinha quando era o maior trinco de sempre, que já não é, os cacifeiros têm outro Amor, e o Douglas com as mamas descaidas e o silicone no rabo já não dá tusa…

    É esta a verdade e triste realidade… Doa a quem Doer.

    Pro cada Douglas que Cair um Rinaudo se Levantará e levará tudo à frente…

    Façam o Favor de ir para o caralho!

  26. O texto tá fantástico mas não consigo perceber a saida do Cacifo oh Douglas!! Niguém te obriga a escrever várias vezes, apenas pedimos um ou outro texto assim de vez em quando. Quando estiveres em casa num sabado à tarde sem nada para fazer ou numa noite com insónias!

    É isso que eu não percebo… como é que alguém com o teu dom, desiste de escrever num blog onde tem centenas de seguidores quando tem a hipotese de escrever só quando lhe apetece?? É que para manter o hábito de virmos ao cacifo para ver novos textos, temos o Grande Cherba!! A ti (e ao Cintra e ao Jordão) apenas era pedido para que, de vez em quando, fizessem um ou outro texto deste calibre!!

  27. Ate sempre, grande Douglas!

    Encontramo-nos no Marques? Eu ca estarei como prometido, numa qualquer rotunda de uma viloria da Alemanha, a festejar vestido apenas com um cachecol do nosso grande Amor!

    Um abraco

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s