Capitão sem braçadeira

Não serei o único a achar que Schaars tem todas as condições para, num futuro próximo, vir a tornar-se capitão de equipa do Sporting. No fundo, um pouco à imagem de Stan Valckx, um dos meus jogadores preferidos de sempre com a camisola verde e branca. Ora, depois de ler a entrevista que Schaars dá, hoje, ao Jogo, fico totalmente convencido de estarmos perante um capitão, sem medo de falar e fazendo-o com critério. Use ou não use braçadeira. Ficam as passagens que mais gostei.

«Sei as minhas funções e sei que a equipa me aprecia como jogador, é uma boa relação e ligação […] Há cinco ou seis posições consolidadas, a minha é uma delas. Pode ser que as coisas mudem no futuro, mas se acontecer, não vou dizer ao treinador que está errado; tenho é de provar que está errado. Temos de provar que merecemos ser titulares»

«Desde pequeno que sou sempre capitão, em todas as categorias, também quando fui campeão em Portugal pelos sub-21 da Holanda. Também no AZ Alkmaar era capitão. Não digo que seja um líder, mas sou aquele que orienta as coisas para os outros, faço que as coisas aconteçam e resolvo tudo. É natural, não forço nada ou tento mostrar o que não sou. Sou assim. Não me sinto líder. Agora, nem é tão fácil, porque ainda não domino bem a língua. Quando acontece alguma coisa, tens de reagir depressa e eu não sei dizer tudo; digo “hey”, mas “hey” é o quê? Vejo situações que vão acontecer, se vejo jogadores fora da posição, se vejo que algum tem de estar uns metros para o lado grito para corrigir. Se se movimentarem, já não acontece o que eu previa. É essa a minha maior virtude: vejo coisas antes de elas acontecerem. Se calhar, é por isso que falam da minha liderança.»

«Agora sim, estou adaptado. No início era difícil, às vezes aos 70′ de jogo já estava sem ar e tinha de ir com calma. Mas agora já vou com vinte e tal jogos, com os da pré-temporada, já estou completamente adaptado»

«Não estou sempre a dar nas vistas, a marcar golos, mas sou como aquilo que se põe entre os tijolos numa construção; sou uma espécie de cimento, é assim que vejo o meu papel numa equipa»

«Desde o primeiro dia que ele insiste no trabalho e acredita nele. E no final vê-se que tinha razão. Não se pode comprar tantos jogadores e ser logo uma grande equipa.»

(Capel é um fenómeno?) «Não. Acho que ele é um bom jogador, tal como outros o são, mas… ainda não é um Messi [risos]. Ainda agora, com o Gil Vicente marcou dois golos de cabeça, mas o segundo, por exemplo, até a minha avó marcava [risos]. Mas, por exemplo, o Carrillo entrou e em apenas 15 minutos esteve em três golos… Tudo depende da perspectiva. Ele é um dos jogadores do plantel que estão realmente confiantes, é um jogador que precisa disso, porque quando a equipa jogar mal, então é que quero ver se ele é capaz de passar por três adversários. Quando a equipa está confiante, toda a gente joga bem e ele aposta no um contra um e consegue levar a melhor. É um bom jogador, não há dúvida, nós precisamos dele, mas ele também precisa da equipa.»

«O Sporting não é clube de ser segundo ou terceiro; temos de ser campeões. Mas estamos ainda no início. Damos mais e mais para mostrar carácter a nós próprios e vamos continuar. Todos esperam os grandes jogos, mas se não ganharmos os jogos pequenos, nunca seremos campeões.»

«Não somos imbatíveis; ainda não. Ainda não somos suficientemente bons para isso […] Agora somos fortes e um adversário duro de defrontar. E ainda só jogamos juntos há dois meses. Não jogamos juntos há três anos, isto é só o princípio»

«Eu não vim para ficar em terceiro; vim para encurtar a diferença para Benfica e FC Porto e tentar ainda mais – ser campeão»

«Somos o Sporting e temos de mostrar aos adversários que somos um grande clube. Se formos fortes de início, todos os jogadores da equipa se sentem desde logo envolvidos. Temos de agir em vez de reagir, esse é o caminho»

Anúncios

66 thoughts on “Capitão sem braçadeira

  1. Com o tempo, será por cert um grande capitão. Mas agora, um bocadinho mais de modéstia, não lhe ficaria mal.
    Tal é referido no comentário anterior, há cá outros outros jogadores que dão provas de serem também excelentes capitães.

  2. Deve ser sim, a curto prazo. Essa de se entregar braçadeiras a ” putos ” da Academia pelos ” anos de casa ” é um mito. Esta fornada não tem cabeça para isso. Só querem é €, putas e vinho verde. Queremos capitães com cérebro e personalidade. Carriço não tem pinta, Patrício não tem a garra. Tem que ser alguém com um estilo inato de liderança. Isso nasce connosco, não se adquire com 3 anos de contrato profissional. Schaars, Bojinov, Elias … isso sim. Saudações Leoninas

    • ^^^^ isto!
      Prefiro que o capitão perceba bem a sua função em campo, e este claramente sabe o que se exige ao capitão, ainda mais pelos anos de experiência nessas funções.
      Os anos de casa, o estatuto no clube, não deviam ser os únicos critérios para esta escolha. A inteligência táctica e a visão estratégica durante o jogo podem beneficiar mais a equipa.
      Mas claro, não adianta estar a antecipar esta discussão, uma vez que para este ano estamos servidos, e importa é apoiar quem lá está com a braçadeira e sem ela…

  3. Obrigado pelo elogio, colega ucraniano. Também acho que este compatriota é um digno sucessor da minha postura, só espero que fique por cá mais tempo que eu!

  4. Não me lembro de uma entrevista de um jogador do Sporting com esta qualidade, nota-se que é jogador que pensa, tem personalidade forte e inclusivamente com sentido de humor. Comparando esta entrevista com a maior parte das entrevistas de jogadores de futebol vê-se a diferença a milhas.
    Também é assim que se forjam os campeões.
    SL

  5. A primeira coisa que pensei quando li estes excertos foi “o gajo está-se a gabar demais e com isto vai armar o cão no balneário”. A frontalidade e sinceridade dele (partindo do princípio que as respostas foram bem traduzidas, o que, tendo em conta o pasquim onde foram publicadas, é de suspeitar) vão chocar com os egos dos outros jogadores. Mas depois lembrei-me que a equipa já o conhece desde Agosto e já deve estar habituada, além de que a empatia e a alegria que mostrou no último jogo afasta qualquer receio deste tipo. Por outro lado, até que enfim que há alguém com os tomates no sítio para dizer “temos de ser campeões” e “ainda não somos imbatíveis” em vez dos normais e corriqueiros “temos de respeitar os adversários”, “vai ser difícil”, “o campeonato é longo” que parecem antecipar e querer chamar o fracasso.

  6. bom poste e boas respostas,dos cacifeiros,o SCHAARS alem de bom belissimo jogador e isso prova-o no campo tambem sabe falar e ler o jogo por isso se num futuro proximo vier a ser capitão o Sporting só tem a ganhar SAUDAÇÕES LEONINAS

  7. Foi uma boa entrevista na altura certa. Tem tudo para ser capitão no futuro, sendo que isso conta pouco. Agora, cabe a Domingos gerir o Balneário e espero que tenha mãos para isso.
    Uma equipa é um conjunto de personalidades. E este rapaz é um líder dentro do campo, não tenho dúvidas. E só vi ao vivo dois jogos. O mais importante é o conjunto e a complementaridade entre os jogadores. Concordo com a apreciação que faz a Capel. E pelo que já deu para perceber, Diego Capel perceberá o significado das suas palavras porque é um tipo como deve ser. É bom jogador (uma boa aposta) mas percebo porque foi dispensado pelo Sevilha. O Sporting esteve bem ao aproveitar. Jeffren tem mais futebol. Espero que as lesões não o atraiçoam.
    Isto não quer dizer que Schaars tenha de ser sempre titular, até porque ainda tem muito pra mostrar ao nível das bolas paradas, agora tem todas as características que normalmente os treinadores valorizam.
    Há dois jogadores neste plantel que são, desde já, apostas excepcionais (independentemente do futuro próximo): Rick van Wolfswinkel e André Carrillo. Pelo potencial que têm, importa blindar o ouro. Os outros interessa que nos façam ganhar títulos. Elias pode ter sido caro, mas se a equipa engrenar vai valorizar-se. É um jogador que pelas suas características dependerá sempre muito do colectivo, o que não invalida que contribua decisivamente para as vitórias. O mesmo se passa com Rinaudo, que me parece ser daqueles jogadores que com 24 anos e com a sua inteligência, pode ainda crescer muito no futebol europeu e tornar-se uma grandíssima mais-valia…
    SL

  8. em grande!!
    uma entrevista sem os “chavões” do costume, nem parece um jogador a falar, chama-se personalidade e nem todos possuem essa virtude.
    fico também surpreendido por passados apenas 3 meses de se conhecerem, a empatia ser transversal: os novos jogadores parecem ter grande cumplicidade entre si e com os que já cá estavam, os que já cá estavam parecem ter a alma renovada, a sintonia entre jogadores e a bancada(sim, tb temos cumprido a nossa parte e tanto em casa como fora o ambiente tem sido fantástico, mesmo nos jogos que não ganhámos), a relação entre a estrutura dirigente e adeptos está como não se via á anos….isto tá-se a compor, não sei se para ser campeão já este ano, mas como o Schaars disse ainda estamos no inicio, esta equipe pode trazer muitas alegrias!!!

    SL

  9. Sempre achei o Schaars um líder dentro do campo,ele nota-se o porque de ter sido capitão,tem carisma,garra,atitude de líder e isso não se tem só por ser da academia…bem pelo contrário…não me parece por exemplo que o patrício seja um capitão como por exemplo o Izmailov que é o meu jogador preferido,também não tem perfil de capitão e isto não tem nada haver com a qualidade futebolística mas sim com qualidades humanas,se bem que os outros que não tem qualidades de líderes,podem ter outras qualidades que complementam os outros…!Schaars,Onyewu e Bojinov ao que me parece são jogadores com qualidades de líder!eu sinceramente gosto do Schaars em termos de futebol e gostei muito desta entrevista…!tudo a Aveiro….Cacifeiros vamos lá!!!SL

    • Ser capitão também é isto. É ter opinião e não ter problemas em expressa-la.
      Comparemos esta entrevista com as que que deu o nosso ex-capitão n. 28 e veja-se a difereça…

      Z

  10. Nos jogos ao vivo nota-se bem a influencia qd a bola sai do campo e o gajo está a corrigir posições dos colegas. O carriço esteve a capitão em todas as camadas jovens, o que só demonstra que há muitooooooooo trabalho ainda a fazer na academia. Como de viu com o Judas bardamerdas

  11. Gostei da entrevista, não gostei desta parte:

    “Tudo depende da perspectiva. Ele é um dos jogadores do plantel que estão realmente confiantes, é um jogador que precisa disso, porque quando a equipa jogar mal, então é que quero ver se ele é capaz de passar por três adversários.”

    Penso que não fica bem estar a pôr em causa o que outro companheiro consegue ou não consegue fazer quando a equipa estiver menos bem, até porque sabemos perfeitamente que há individualidades que conseguem resolver situações que colectivo não consegue. Parece-me que nesta parte esteve mal e imagino o Carrillo ao ler isto, não deve ficar muito contente.

    Achava mais importante que ele solidificasse o ambiente e a união do grupo. Os elogios ficam sempre melhor do que as dúvidas.

  12. Caros Cacifeiros,

    Concordo que o “Cheers” pode vir a ser capitão de equipa, agora ele auto intitular-se de “cimento” parece-me excessivo… Quem eu vi esta época a ser mesmo “cimeto” foi o ELIAS, mas opiniões são como… cada um tem as suas…

    Tou a ver o jogo dos Corruptos e … O Fernando corta a bola com a mão perto da linha da grande área do fcp e… o árbitro apita, pensei bem livre directo e amarelo… Resultado livre directo e do amarelo… nada… E os comentadores da sport tv nada… o silêncio papal do costume…

    De facto cada vez mais me convenço, como disse há alguns dias atrás aqui no Cacifo, que no dragão as regras são outras… É uma vergonha…

    Até quando?!?

    SL

  13. concordo a 100% com o que ele diz, principalmente em relação ao capel e ao carrillo.
    o capel toca 100 x na bola e não produz nenhum golo.. o carrilo com meia duzia de toques produziu 2 golos. Claro que o capel e util e está felizmente em exclente momento de forma.. a principal qualidade do capel e fazer a equipa ganhar metros e traz a equipa as costas.. mesmo sozinho sem necessitar de tabelinhas. no entanto, é um jogador demasiado inconsequente e um jogador que vai da ala esquerda com a bola no pé para a ala direita.. não é com certeza um movimento inteligente num futebolista.
    só sei que o sporting tem 3 extremos de qualidade prontos a jogar, mais ismailov e salomao a rodar. uma equipa que tinha 0 extremos torna-se uma grande evolução.

    • Discordo, para começar, Capel chega muito mais facilmente à linha que a maioria dos extremos que vejo jogar por esses campeonatos fora. E depois raramente centra para fora ou direitinho ao guarda redes. Em jogos complicados, contra boas defesas, não entramos lá com as rabonas do Carrillo, só com velocidade e cruzamento consequente.
      E para quem vai ao estádio (só lá fui três vezes este ano) fica outro pormenor interessantíssimo à vista. Após anos a ver os nossos jogadores a levar cartões amarelos estúpidos (Barbosa, hello?) vejo Capel a impedir que os adversários marquem livres rápidos a desmarcar colegas na linha, não se pondo à frente da bola, mas sim atrás do adversário, que ao recuar para tomar balanço colide e perde o tempo.
      De Shaars a Capel, isto vem demonstrar que um dos maiores problemas do Sporting, a estupidez, está a ser muito bem resolvida.

  14. Enquanto não aprender a falar minimamente português, não concordo (pode ser que seja como os ucranianos que em 3 meses já são os maiores). Com sul-americanos no plantel (que não falam um caralho de inglês, nem um esforço fazem para o aprender) terá de ser necessariamente o holandês a aprender a língua mãe. Depois, até com os hispânicos se entende…

  15. Na minha humilde opinião, Schaars falou muito e bem. Adorei.
    Tem carácter e é muito inteligente, nem parece um jogador de futebol, não posso fazer melhor elogio.

    Falsa modéstia é presunção e Schaars foi corajoso, destemido e defensor da equipa e do grupo, acima dos egos deste ou daquele jogador.

    Daqui a um ano, braçadeira com ele.Mainada!
    Os meninos da academia que ponham os olhos neste e noutros homens, que finalmente envergam a sagrada verde-e-branca e que reconhecem que ainda estamos no inicio de uma grande aventura.

    SL

  16. Com todo o respeito por quem deu a opinião mas dizerem que o Capel não produz golos?!vejam as estatísticas e vejam se ele não produz nenhum golo…marcou 3 golos para o campeonato e fez várias assistências para golo…e durante um jogo faz cruzamentos perigosos,lembro me mesmo no ultimo jogo contra o gil que fez cruzamentos muito bons num remate por cima do Schaars e noutro para uma cabeçada do Wolfswinkel…por isso dizer que o futebol dele não produz golos não é verdade..e isto não é só a minha opinião como as estatísticas o afirmam…!SL

  17. Completamente off-topic, mas revelador da cultura e postura instalada na comunicação social e que tem que ser combatida por todos os sportinguistas até que nos voltem a respeitar.

    A história é a seguinte e vem no Público de hoje: Em Espanha, Gregorio Peces-Barba, um dos “pais” da Constituição espanhola diz num num congresso que talvez tivesse sido melhor para a Espanha ter ficado com Portugal em vez da Catalunha.

    Mais tarde, e tendo em conta a polémica que estas declarações deram, vem dizer que foi mal entendido, que era uma piada e que até como adepto do Real Madrid prefere jogar com o Barcelona porque jogar contra porcos e lampiões “seria aborrecido”.

    Nada demais, não fosse o facto do tal Gregorio ter dito uma frase ligeiramente diferente daquele que os jornaleiros do Público decidiram escrever. A frase verdadeira foi «jugar contra el Oporto o el Sporting de Lisboa hubiera sido aburrido».

    E depois digam que são os sportinguistas que têm a mania das perseguições e têm complexos de inferioridade.

    Para quem quiser dar uma vista de olhos
    http://www.publico.pt/Mundo/um-dos-pais-da-constituicao-espanhola-abre-polemica-com-a-catalunha-1518637

    http://www.larazon.es/noticia/5377-gregorio-peces-barba-si-en-vez-de-cataluna-nos-hubieramos-quedado-con-portugal-igual-nos-iba-mejor

    • De facto… temos de começar a fechar-nos em nós!

      Estes cabrões da campanha negra que fazem isto na comunicação social… Enfim, filhos duma vaca coxa!

      Até distorcem as noticias para não ficar mal vistos… É mais uma filhadaputice…

      SL

    • A notícia foi (finalmente) corrigida:
      “Notícia corrigida às 16h26 de 29/10: Peces-Barba referiu-se ao Sporting e não ao Benfica. ”

      Já não me surpreende, mas é incrível como alguém se pode denominar jornalista e distorcer declarações alheias…

  18. Cherba, esqueceste-te de incluir a parte do Rinaudo, que também consta da entrevista.

    Gostei da entrevista e gosto muito do Schaars.

    Esta entrevista, em minha opinião, tem o seu quê de estratégico, os media vão pegar nela para tentar levantar a discórdia, tentar desestabilizar, tenho a certeza que todos os colegas dele souberam do conteúdo dela antecipadamente.

    Na entrevista existe matéria para isso, embora eu concorde inteiramente com o que ele diz, hoje na SIC Noticias já vi um grande destaque á entrevista com direito a recortes de jornal e tudo.

    Uma coisa é dizer em publico o que pensa outra é dizer em privado e o holandês não me parece assim tão tolo, para vir dizer em publico que um não é esperto e o outro não se esforça muito.

    Mas já tinha reparado em diversos momentos dos jogos que ele é um verdadeiro patrão dentro de campo.

    SL

  19. Que grande entrevista! Brutal. isto é o que se espera de todos os jogadores do Sporting e não só de um capitão.

    Finalmente termina o discurso do “temos de levantar a cabeça”.

    “Temos de agir em vez de reagir, esse é o caminho”. É isto meus amigos…é isto….

    SL

  20. Desculpem este Off Topic, mas a contagem continua:

    Titulos Europeus no Sporting

    Atletismo
    Futebol
    Andebol
    Ténis de Mesa
    Karaté
    KickBoxing
    Judo
    Hóquei em Patins
    Triatlo

    E vão 9

    “e o Sporting é o nosso grande amor”

    • Dulcolax obrigado por esse link.

      Não sei qual a sua veracidade, pois isso não existe no palmarés na página do Sporting mas a ser verdade é mais um título sim senhor.
      Vou tentar perceber se existiu mesmo, pois no site Sporting, não fala em qualquer título em Pool, mas sim ás 3 tabelas e em 1996 (não diz o que ganhamos), mas vou investigar. :-)

      Obrigado

  21. E mais ainda, neste último jogo reparei numa cena que demostra bem aquilo que se fala. Eu estou no A28, bem perto do relvado, e num lance em que o Rinaudo tem uma entrada que dá em falta, o Schaars ao lado dele leva os dedos à cabeça e grita para o Rinauldo: “hey, HEY, think…THINK!!!”

    Isto demostra tudo!! Este era para agarrar e ficar até aos 35 anos!!!!!

  22. Incrivel como continuamos a “render-nos” a coisas tão pouco espectaculares como a seriedade, a simplicidade e a discrição.

    Falou, falou, falou e no final… disse tudo o que tinha a dizer! Ao contrário de muitos que falam e só sai merda. Demonstra uma cultura superior à mediania a que estamos habituados. Sem paninhos quentes, sem ferir sensibilidades disse o que tinha a dizer de forma clara e sem rodeios.

    Não sei até que ponto é bom esperar muito tempo (2/3 épocas) para lhe dar a braçadeira. Nota-se na postura em campo, e agora, pelo que disse, que pode ser claramente o pêndulo da equipa… o “assassino cerebral” dos nossos adversários… e com Rinaudo atrás e o grande Elias do lado, temos um meio campo que é um brinquinho!

    Não quis acreditar que um jogador da selecção holandesa vinha para Alvalade quando saiu a noticia do nada… Uns diziam que vinha de lesões graves, outros que era um flop igual a tantos outros. Mas ponho-me a pensar no meio-campo que a Holanda tem e dei comigo a pensar: “Um gajo, mesmo suplente na Holanda, só pode ser bom”… Apesar de algumas exibições apagadas, tem vindo a demonstrar que é, de facto, a “mão invisivel” que mexe em toda a equipa. Espero que aprenda rapidamente a nossa lingua, de forma a ser percebido por todos em campo. Só teremos a ganhar…

    Amanhã vou ter o privilégio de ver esta máquina a jogar… Estou em pulgas!

    GOOOOOOOOOOOOOOOOOLLLLLOOOOOOO… do SPOOOOOOOTING!!!

    SL

    • Os placards postos na parede que divide o segundo do primeiro anel, ao estilo do Maracanã, sempre me pareceu uma boa ideia. Ganhavam-se igualmente mais 5 mil lugares no primeiro anel, que estão agora estupidamente ocupados pelos actuais placards.

  23. Já percebi que sou dos únicos, mas que aqui fique: odiei esta entrevista.

    Estas coisas não se dizem na praça pública, simples.

    Que ele tenha opinião, óptimo. Que ela a verbalize, óptimo também. Mas que ele a verbalize no balneário.

    Eu passo bem sem entrevistas que podem pôr em risco os laços que se estabelecem entre os seres humanos que constituem uma equipa.

    • Se uma árvore cair numa floresta sem que ninguém assista, será que faz barulho? Ou por outra, se uma entrevista é dada de forma franca e aberta sobre uma equipa blindada, será que muda alguma coisa na coesão dessa equipa?

      Parece-me que esta entrevista não expõe a equipa simplesmente porque esta já tem vindo a amadurecer precisamente com base em comentários do tipo dos que são feitos na entrevista.

      Schaars ou alguém por ele não terá pedido autorização aos visados para falar sobre as suas opiniões, mas arriscaria que estes já saberiam o que aquele pensa dos seus desempenhos. Nota-se no relvado, sem dramas. E ainda bem que assim é!

      SL

    • Então e as entrevistas do sr(?) Carlos Barbosa, essas é que são boas?

      Meu caro, foi por não dizer as verdades em público, aos portugueses, que este país teve um tal de socrates durante 6 anos a enterrar-nos num buraco absurdamente grande. Teve de ser o Teixeira dos Santos a pedir-lhe pelo amor de Deus para pedir ajuda externa. Não fosse isso, estavamos na merda pior que o Gregos…

      Prefiro mim vezes uma verdade dita na cara que mil mentiras “piedosas”. é que só a primeira permite evoluir… De que servia a Rinaudo ou Capel ele vir aqui dizer que eram só maravilhas e faziam tudo bem? O Schaars falou, falou muito e falou muto bem, a meu ver. Fez mais pelo Sporting nesta unica entrevista do que faz o Carlos Barbosa que em cada “tiro” é cada “melro” de asneiras… Ou nos comunicados emitidos pelo Sporting a responder a quem coloca “noticias tendenciosas” que “mais uma vez registamos…” Meu caro, estas entrevistas como a do Schaars podem ser entendidas como as “dores de crescimento” na adolescência. Se não tivessemos alguém para nos “puxar as orelhas” nunca iriamos sentir essas dores, emendar a mão e crescer bem.

      E outra. Alguém acredita que ele ia dizer isto sem que já o tivesse dito no balneario ou mesmo em campo?! Estamos a falar dum tipo com alguma experiência, não um debutante orgulhoso e convencido que faz meia duzia de jogos e se julga o maior. Este sim, é Homem, e não um copinho-de-leite como já li algures num post.

      Vamos dar valor a estas atitudes de quem só quer ver o SCP melhor.

      SL

  24. Gostei de ler o “recado” que Domingos deixa a Rodriguez…

    http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Sporting/interior.aspx?content_id=724011

    Se fizermos uma breve retrospectiva este jogador (que veio de Braga e foi treinado por Domingos) tem feito um percurso algo sinuoso no onze do SCP.

    Não me parece que seja só coincidência jogar sempre pela selecção e há mais de um mês que não está disponivel, por lesão, para jogar pelo clube que lhe paga o ordenado… E não nos esqueçamos do “recado” que o seleccionador do Perú deixou quando o jogador se aleijou num jogo antes de uma convocatória para a selecção desse país.

    Parece-me que a resposta de Domingos é não só adequada ao momento mas também assertiva para com o jogador. Se a sua conduta for optar por jogar na selecção e ficar no ginásio em Alvalade bem pode ir para o banco e em Janeiro ou em Julho procurar nova “estação de serviço”…

    Por outro lado vi um fcorruptosp titubeante e um slb aflito… Espero que hoje pelas 20:15 demonstremos a nossa qualidade de forma inequivoca… Já sabemos que jogamos contra 14, por isso temos tudo para continuarmos a ser felizes…

    Saudações Leoninas, e um abraço a todos os Leões e Leoas que se irão deslocar a Aveiro para apoiar o renascido SCP!!!

    Vamos a eles!!!

  25. É que eu fico maluco com isto.. Depois do Quim da feira ter dito que o Sporting está mais perto de voltar a perder e o feirense de voltar a vencer, é a vez do presidente dessa colectividade dizer na véspera de defrontar o Mágico “gostava de ganhar 10-0”. É realmente preciso ter descaramento!!!
    O Domingos que mande imprimir esta merda e cole na parede do balneário!

  26. A entrevista tem de facto algumas coisas que deixam um adepto de cabelos em pé. Para quem estava habituado a uma equipa de “copinhos-de-leite” em que bastava haver uma oferta de um colosso chamado Everton para o capitao da equipa vir a terreiro dizer “Quero sair”, estes gajos parecem-nos todos uns brutamontes que dariam um enxerto de porrada ao Moutinho se ele ainda estivesse no clube e se armasse aos cágados.

    A mim parece-me que e uma entrevista de um gajo muito seguro de si, que já esteve em momentos de vitória mas também sabe o que é perder e estar na fossa, e que percebeu o que é o Sporting. Alguma bazófia? Sim, mas é aquele estilo de bazófia à Jorge Jesus (desculpem a comparacao, mas é o que me ocorre) quando diz “os gajos vao jogar o dobro comigo a treinador”. Ele sabe que é bom e sabe que o colegas também sao suficientemente bons e fortes para nem ligarem a este tipo de comentário.

    O ambiente naquele balneário mudou, e como….
    Imagino o Polga, Carrico e Patrício (e outros tao antigos como estes no plantel), quando entram em campo devem pensar “Que equipa é esta, meu?? Estarei a sonhar?”…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s