Alguém faz o favor de desmentir isto?

“I was holidaying in Greece and I got the call. Sporting wanted me and they wanted me quick. So I flew there the next day, with Bianca. My parents were there, from Holland, and it was like a roller coaster. Stadium, medical, more talks and then they left us in a skybox and we had to decide. My dad said: you only get one or two of these opportunities… So we did it. There were a lot of doubters, mainly because the Portuguese competition has the reputation of being mean, but that is truly exaggerated. The top half of the league here play really technical football. Pass and move, high paced. It’s a founded on resilience and tenacity though, but it’s only amongst the weaker teams that you find some butchers at the back. But hey…you gotta find ways to protect yourself. I move constantly. Constantly looking for space. I weighed 70 kilos in Holland, here I am 75 kilos. I gained muscle and strength and I feel fit and in form. The pressure from these tough defenders has made me stronger.”
The former Vitesse strikers continues. “You know a huge difference with Holland….? In Holland, they say “you play like you practice…” Hence my coaches at Utrecht being livid if I tried something flash. Here, they hardly train. It’s all focused on being in the zone on matchday. I love it! We practice an hour a day. Stretching, a bit of fooling around. A bit of tactical stuff. Done! And before the matchday, it’s massages and all that. Hours long! Lovely, haha. I hate practice and everyone here does.”, Wolfswinkel, numa entrevista a este blogue (podem ler toda, se quiserem).

Enquanto espero ouvir dizer que o rapaz não disse (ou não quis dizer) isto e que tudo não passou de má interpretação do jornalista, não posso deixar de sentir-me angustiado e revoltado.

100 thoughts on “Alguém faz o favor de desmentir isto?

  1. Ó Cherba, estamos mesmo encostados às corda: já vale tudo.

    Deixa-me só fazer um sublinhado (e fico-me por aí): não estou muito bem a ver como é que se pode ganhar 5kg de músculo (depreende-se) “without practising a lot.”

    Não vamos estar sempre a enfiar a carapuça, ok?

    • Pode estar enfiado no ginásio a levantar ferro… A malta gosta disso mas também gosta que eles andem a treinar, treinar, treinar para já saberem fazer tudo de olhos fechados e terem um plano B para a coisa não corre como se espera…

      Se isto é verdade não é um tiro no pé, é uma bomba atómica!!

      • É verdade que perdeu uma boa oportunidade para estar calado. Mas não exageremos. Muito provavelmente está apenas a referir-se aos períodos de dois jogos por semana: com esta frequência nem aqui nem em lado nenhum do mundo se treina no duro entre jogos.

        Estamos mesmo hipersensíveis: mas só entre a auto-comiseração e a indignação inflamada.

      • Não concordo… Numa equipa em construção como o sporting com duas dezenas de jogadores novos. Há que trabalhar e no duro para se conhecerem e para treinarem tácticas diferentes para cada jogo. Cada um tem de saber quem vai apanhar pela frente e treinarem transições ofensivas, esquemas defensivos e principalmente bolas paradas. Quando já tivermos um núcleo duro a funcionar, e com resultados consistentes, concedo alguma permissividade mas até lá não.

    • Gregor,
      não faço ideia se alguma vez jogaste futebol. Eu fi-lo, durante onze anos, alguns dos quais na antiga segunda divisão B. Posso dizer-te, caso não saibas, que o trabalho feito para ganhar massa muscular não tem nada a ver com as sessões de treino conjunto. É um treino individualizado e centrado, precisamente, nesse crescimento da massa muscular.

      E, para que conste, o que aqui mais me incomoda não é o poder treinar-se uma hora (há treinos de uma hora em que parece que treinámos cinco). O que me incomoda, realmente, é o tom em que tudo isto é dito (por confirmar, claro está), onde dá ideia que o rapaz veio para uma espécie de campo de férias onde há uma horita de exercícios por dia e ainda lhe dão oportunidade de frequentar o spa…

      • Esta entrevista ( a ser verdadeira ) confirma o que muitos de nós suspeitamos…
        Explica a enorme quantidade de jogadores lesionados, a falta de processos de jogo e por aí fora.
        Acaba por explicar o “improviso” que Domingos confirmou.
        É inacreditável, ainda para mais para um bracarense como eu ( cidadão e não adepto ), que sabe das famosas “coças” que o Domingos dava aos seus jogadores.
        A questão que se coloca é: Porquê a mudança?

      • Não, Cherba, nunca joguei “a sério” mas sei bem que “encher” no ginásio e treino de futebol são duas “práticas” muito diferentes.

        Mas insisto que não bate a bota com a perdigota: segundo o (putativo – gosto tanto desta palavra) relato do nosso artista neerlandês, isto por cá é bom, quase paradisíaco, porque se passa o tempo à sombra da bananeira a ser massajado por mãozinhas que sabem da poda. Ora, com ou sem boa vontade do próprio esse não parece ser meio possível para encorpar. O moçoilo terá sido “forçado” a “dar no duro”, repetindo exercícios físicos ad nausea. “Uma seca das antigas”, comentaria o próprio, projectando a sensibilidade demonstrada na entrevista.

        Não bate certo, pois não?

        Bater por bater continuo a bater na mesma tecla (sem querer defender o Domingos e o seu modelo de treino – que não conheço): com dois jogos por semana só há tempo para “treinos de recuperação”. Seria desse “contexto” que o Wolfs falaria. Precipitada e até tontamente, dou isso de barato.

        Termino. A ver se ainda vejo alguma coisa dos muchachos do Sá.

      • Cherba, este tom descomplexado do Wolswinkel nas entrevistas não é de hoje. A entrevista que deu por volta do Natal ao expresso (?) também era nesta linha. Confesso que a mim me agrada – estou farto de gajos que engolem k7s e são incapazes de produzir um único comentário decente – e não acredito de todo que o Sporting treine uma hora ao dia… ou houve uma má interpretação e isto refere-se a uma parte específica do treino, ou o ww estava simplesmente a exagerar.

  2. Podias ter dado destaque ao facto de ele ter dito que ganho 5 quilos de músculo.
    Podias ter dado destaque ao facto de ele ter dito que as equipas portuguesas têm mais sucesso que as holandesas.

    Preferiste ficar chocado por ele dizer que na Holanda se trabalha mais. Devias ter percebido que o que ele está a dizer é que na Holanda se trabalha pior.

    • Mas qual sucesso ? Ganhas alguma coisa? Falou mais dos benfas e dos corruptos do que do Sporting. Volto a repetir.. Se isto é verdade é inconcebível e motivo para, mais uma vez, se questionar este projecto!

    • Ninguém diz que isso não é positivo, o trabalho que foi feito a nível físico com o Ricky foi muito bom, está mais forte, com mais capacidade de “encaixe” perante os defesas mais poderosos.

      Mas, e que grande MAS, treinar 1 hora por dia? Mas que é esta merda? Eles deviam era treinar 2 horas de manhã mais 2 horas à tarde e se calhar ainda era pouco, depois claro, entram em campo parecem perdidos…
      O trabalho táctico de Domingos está muito aquém do aceitável, a equipa não tem organização ofensiva, chegou a ter defensiva mas isso foi-se desvanecendo e cada bola parada mais parece um penalty. O plano de jogo passa por meter a bola nos extremos e eles levarem a bola para a frente, de resto 0, tabelinhas, futebol apoiado, de posse, triangulações, futebol dinâmico, nada disso, 0.

    • Tiago, está tudo dito.

      5kg de músculo sem esforço, também devem acreditar que foi por os defesas contrários serem mais rijos, passaram-lhe músculo por osmose.

  3. Não culpo o Wolfs. Aliás agradeço-lhe a candura e a ingenuidade ao revelar o que revelou. A ser verdade, algumas coisas começam a ter explicação, Lesões, estoiros físicos, falta de ambição, falta do “comer da relva” que os rivais fazem bem melhor, etc etc.

    Como chorar sobre o leite derramado não resolve nada – a ser verdade – então que se arrepie caminho e se começe a trabalhar como deve ser. Como trabalham os que têm sucesso? Os que apresentam resultados e títulos, como treinam? O que fazem?
    Treinar e treinar como na Holanda e não ter resultados práticos também não…

    Basta usar o “benchmark” dos que o fazem bem (e têm resultados), para saber o que fazer – e fazer bem.

    Honestamente, dúvido que na organização actual do Sporting se faça isto. E a análise estatística que pode ajudarm em tanta coisa?

    Serão os Betos Severos, Vidigais e Manuéis Fernandes que o fazem? Não me parece que seja o seu forte…

    Esta revolução ainda não se fez. De que estamos à espera (ah pois , não dá votos…)

    SL

  4. «Nestas coisas o Sporting deve ser um clube único. Quando as coisas não correm bem, toda gente fala. E não se diz o mais importante nesta altura, que são palavras de apoio para o grupo de trabalho. É preciso calma e alento para o balneário. E com os resultados, tudo mudará» Augusto

    • Boa tarde caro valverde.

      Acho positivo o facto de toda a gente falar. Já acho menos positivo o facto de muita dessa »toda a gente«, nmmo, »falar« um chorrilho de asneiras.

      Não é preciso ser um génio do futebol, nem um gajo com um elevado grau de perspicácia para chegar à conclusão de que a equipa sénior do nosso clube se estivesse um bocadinho melhor, estaria uma trampa.

      Acho normal que numa altura destas se comece a disparar em todas as direcções.
      Com tanto fogo, alguém há-de acertar. Mas existem coisas que me preocupam. Por exemplo: embirrar com o Rui. Porquê? Insultar Cacifeiros porque usam Gant (eu uso, e recomendo a Feira do Relógio) ou porque usam sandália de peregrino, comparar certos Cacifeiros ao BE, e por aí fora. São comentários completamente desprovidos de sentido crítico e que não enriquecem este blogue. Acho que devemos guardar as nossas distintas caralhadas para os adversários (os porcos e os corruptos; para os outros, só de vez em quando, para não ficarem mal habituados).

      Outro alvo que temos que combater com toda a força que este blogue tem, é a puta da comunicação social. Não digo a puta da comunicação social hostil porque isso seria uma frase pleonástica.

      Fui crucificado por ter escrito que o Lobo não me cheirava e que o Bojinov era uma merda. Até agora, o que escrevi sobre o Lobo, tive que engolir e quase, repito, quase, dar a mão à palmatória. Não será esta merda de entrevista que me fará alterar a opinião que tenho sobre o Lobo. Quanto ao Bojinov, teve um momento infeliz. Desejo-lhe muita sorte, mas longe de Alvalade.

      Uma coisa é certa, a esmagadora maioria dos Cacifeiros, acredito que por motivos diferentes, está desejosa que chegue Domingo.

      No que me toca, estou desejoso que começo o jogo dos miúdos.

      Se alguém souber de um link onde se possa ver o Sporting em qualquer modalidade, berlinde que seja, até à hora do NextGen, pode mandar brasa que eu papo.

      Abraço,

      Mário

      • Em grande Mário Metálico!

        Há tanta coisa a melhorar no Sporting que podia fazer uma checklist do que se podia implementar, sem gastos de milhões.nem parangonas de jornais.
        Eu só sei uma coisa – os que estão melhor organizados, que têm método e um staff que prepara todos os detalhes ganham mais e com maior frequência.

        Humm, vou fazer-me sócio, daqui a 5 anos já poderei participar numa lista qualquer a presidência e trabalharei nas horas vagas, e sem remuneração para implementar alguns destes processos e mecânicas.

        Como dizia o outro, uns perguntam “por quê?” e eu respondo “porque não?”. Só quero ajudar, dou bitaites por aqui no cacifo, mas enchi o copo e agora quero também doar o pouco que sei, para que o clube mude de mentalidade.

        SL

  5. Isto tudo depende da perspectiva.

    Mourinho só dá treinos de 1h30 (exactamente o tempo de jogo) porque entende que os jogadores desligam e perdem a concentração se o treino exceder esse tempo.

    Agora, não tenhamos dúvidas. Os 90 min de treino que Mourinho dá são de uma intensidade brutal. Houve um episódio no treino do real em que Mourinho deu 1min de pausa para beber água e um dos jogadores (não me lembro qual) aproveitou esse tempo para descansar e andar na palheta. No final desse minuto (cronometrado pelo treinador), o tal jogador quis beber água e Mourinho não deixou. “Tivesses bebido antes, como os outros fizeram” – foi a resposta do Special1.

    Portanto, mais importante do que a duração do treino, é aquilo que se faz e (mais importante ainda) a intensidade que se exige.

    Futebol é um desporto de rotinas. Se treinas todos os dias a 10 à hora, só consegues jogar a essa velocidade/intensidade.

    Independentemente da qualidade de treino do mister Paciência (que não conheço), deduzo que o Sporting que ganhou 16 jogos seguidos (com uma pressão asfixiante e uma intensidade de jogo elevada) foi fruto do tipo de treino que o mister deu. Deduzo também que os jogadores não conseguiram aguentar esse tipo de treino (originando lesões e problemas físicos) obrigando o treinador a alterar o mesmo de forma a ter os jogadores disponíveis. Não sou capaz de dizer se essa mudança no treino (se realmente aconteceu) terá sido positiva ou negativa. Mas aconteceu, consigo compreender as razões do treinador.

    Outro exemplo é o óróliga. O homem chegou e disse que que os passarinhos iam correr o dobro. E foi isso que aconteceu. A diferença é que ele não teve o azar que o Mingos teve em relação às lesões em jogadores fundamentais.

    Por isso é que não consigo fazer uma avaliação global da performance do treinador. Se nas escolhas ele tem enterrado (em parte por causa das lesões), estou dividido sobre o tipo de treino que ele defende. Porque uma coisa é certa: o bom período que tivemos não foi fruto do acaso. Foi porque se trabalhou bem. E esse mérito temos de lhe dar. Mesmo que não gostemos dele, que é o meu caso.

    • Mas qual periodo bom?
      Acorda meu, dos nove primeiros da 1ª volta só ganhamos ao Guimarães e quando não estavam a jogar nada.
      De resto foi sorte no calendário porque só ganhámos a mijas na escada e muitas vezes com um a mais.
      Isto são factos.
      Continua a ver aqui uma equipa maravilha que te vão doer muito mais os próximos tempos.

      • Nem mais. 9 jogos contra equipas fracas, e 6 expulsões. 4 penaltys. Vitórias magras.
        Se isto é um período bom…

      • E o que tem ter sido com um a mais?!existe expulsoes no futebol,existem regras,fazem faltas,vão para a rua…também tem culpa o Domingos ou os jogadores do Sporting?!?e os penaltys qual deles não era?!?!realmente andam aí infiltrados que só sabem falar mal e não dar valor quando as coisas até correm bem..por pouco tempo por acaso..3 a 0 ao Setubal,6 a 1 ao Gil,2 a 0 ao Feirense,3 a 1 ao Leiria não me parece vitórias magras,digo eu…

      • As expulsões e penaltys foram justos, ninguem disse o contrário, mas o que é facto é que ajudaram a ganhar esses jogos, que ninguem tenha dúvidas que jogando sempre contra 10 não estariamos a criticar tanto e a por tudo em causa como muitos fazem agora.

  6. Mas andam todos a comer gelados ca testa?
    Já há anos e anos que treinamos só uma horinha, os treinos modernos são assim.
    Nunca foram ver uma sessão de treino ao vivo?

    Olhem que os holandeses a treinar horas no duro costuma levar na pá quando jogam connosco.
    Alkmaar estão lembrados?

  7. ó cherba, mas desmentir para quê???
    já vimos o puto a resguardar-se?
    se a equipa estivesse a treinar remates à baliza dois dias seguidos, as oportunidades falhadas seriam menos?
    o treino intensivo contraria a falta de sorte?
    treinaram de forma diferente, aquando da sequência das boas jogatana/bons resultados que já os vimos fazer esta época?
    …parece que a classe está, nova e fortemente, a dar lugar ao desespero, aqui no Cacifo!!!
    p’ra diante SPORTING!!!

    • “se a equipa estivesse a treinar remates à baliza dois dias seguidos, as oportunidades falhadas seriam menos?”

      Telefona ao amigo Ronaldo e pergunta quantas horas ele treina para conseguir aperfeiçoar os mísseis teleguiados do costume e depois conversamos.

      “o treino intensivo contraria a falta de sorte?”
      Não… Mas contraria nao saberem fazer uma merda de um cruzamento, defender e como deve de ser.

      Telefona ao amigo Ronaldo e pergunta quantas horas ele treina para conseguir mandar os mísseis teleguiados do costume e depois conversamos.

      “treinaram de forma diferente, aquando da sequência das boas jogatana/bons resultados que já os vimos fazer esta época?”

      Não sei… Mas agora que já todos perceberam a forma como jogamos não valeria a pena ter treinado uma abordagem de jogo alternativa?

      Da minha parte não há desespero nenhum pois estamos apenas a conversar… Só falta a jola..

      SL

      • Ignorar comentário acima que está todo cheio de dislexias…

        “se a equipa estivesse a treinar remates à baliza dois dias seguidos, as oportunidades falhadas seriam menos?”

        Telefona ao amigo Ronaldo e pergunta quantas horas ele treina para conseguir aperfeiçoar os mísseis teleguiados do costume e depois conversamos.

        “o treino intensivo contraria a falta de sorte?”

        Não… Mas contraria nao saberem fazer uma merda de um cruzamento, defender e atacar como deve de ser.

        “treinaram de forma diferente, aquando da sequência das boas jogatana/bons resultados que já os vimos fazer esta época?”

        Não sei… Mas agora que já todos perceberam a forma como jogamos não valeria a pena ter treinado uma abordagem de jogo alternativa?

        Da minha parte não há desespero nenhum pois estamos apenas a conversar… Só falta a jola..

        SL

    • Verdete, a falta da “jola”, desespera, é um fato! autocontrolo, é a solução!
      a falta de golos, desespera, outro fato! autocontrolo, novamente a solução!

      domingo será a reviravolta no estado de coisas do nosso jogo e da nossa sorte!!!REVIRAVOLTA!!!
      estou ansioso por ler os nossos comentários da próxima semana…

      p’ra diante SPORTING!

      Ronaldo, pois! Messi, pois! Real, pois! Barça, pois!

  8. O problema aqui, e estou à vontade por ser Personal Trainer, é saber que condicionamento físico recebem os jogadores do Sporting. Rui Santos ao que parece é o preparador físico. O facto de treinar 1h, 1h:30m, 2h. 3h … é irrelevante. A cadência nos treinos é a chave para o sucesso. Eu posso treinar 3h … muito volume, e ter pouca intensidade. Ao invés, posso treinar 1h:30m … pouco volume, e muita intensidade. A regra é : Muito Volume, baixa intensidade … Muita intensidade, baixo volume. A regra de ouro é saber FAZER. Saber administrar o treino certo, para o momento certo. O que se faz nos dias de jogo, o que se faz nos dias que antecedem o jogo, o que se faz a 3 ou 4 dias do jogo … é isso que interessa saber. Wolfs nada refere quanto a isso. Diz apenas que se treina pouco em comparação com a Holanda. Diz que no dia que antecede o jogo é só massagens, relaxamento e treino leve.
    Uma coisa que as pessoas não entendem e devem passar a entender é o seguinte : O futebol, sendo um desporto colectivo, é apenas a soma de um conjunto de homens com individualidades biológicas. Cada jogador é confrontado com um estímulo diferente durante as partidas. As respostas físicas são variadas …! O grande erro é NÃO SE INDIVIDUALIZAR O TREINO FÍSICO. A composição corporal e os níveis de capacidade aeróbia, tornam-se muito distintos nesta modalidade. Há que saber administrar um treino específico para cada jogador de cada posição. As caracteristicas que se procuram potenciar num G.R são forçosamente diferentes daquelas que se querem potenciar num D.D por exemplo. O treino aqui é importante. É no treino que se procura treinar aquilo que queremos ver no jogo. Passo a exemplificar : Num G.R procura-se ( digo eu ) que este seja flexível, elástico no que a físico diz respeito. Logo o tipo de treino deve incidir sobre o modo de potenciar estas características. Já o defesa direito, deverá ter mais resistência, mais velocidade que o G.R. O trabalho neste caso deverá ser diferentes. Haverá forçosamente uma maior incidência sobre o treino específico para potenciar estas características. Concomitante com este, deverá haver o trabalho mental ( ALTAMENTE DESCORADO NO NOSSO PAÍS ).
    A capacidade física varia muito de jogador para jogador. A tipologia será o que dita a carga e o tipo de treino. Só de olhar, chega-se à conclusão que o João Pereira ou o André Martins nunca poderão fazer o mesmo tipo de treino físico que o Onyewu ou o Insua … NUNCA PODERÃO. Ectomorfos puros não aguentam um stress muscular como aguentam os mesomorfos. Estoiram com facilidade. É aqui que o problema se agudiza. Todos fazem tudo igual … e deveria ser diferente. Treino técnico é uma coisa. Deve ser feito em conjunto. Treino físico deve e tem que ser muito individualizado. Duvido que o Sporting o faça neste momento. Quando vemos Italianos, Alemães e Ingleses com Pulmão e Coração é por isso mesmo. Treinam-se jogando com uma cadência muito boa. Não há grande hiato entre jogos … tudo flui de uma maneira mais normal. Para além disso, os treinos para além de duros, são individualizados. Por exemplo : O André Martins num determinado treino físico para potenciar o trabalho de um médio construtor de jogo, nunca deverá ser ter a mesma duração que um treino para o Elias. Tem que haver diferença.
    Passando aos 5kg de Wolfs, é bem possível. Ele só os ganhou através da musculação e de uma boa dieta. Ainda para mais, se os treinos que ele faz a nível aeróbico são tão ” light ” mais facilmente os ganharia. O dispêndio calórico é mais baixo, logo o ganho de peso em massa magra poderá ser mais rápido e maior.
    Isto é apenas uma explicação em traços largos e muito pouco técnico para que se possa ter um pouco de ” luz ” sobre o assunto. Saudações Leoninas

    • Leiam um pouco sobre Milanelo … a Academia de treinos do A.C Milan. Até testes ao suor se fazem depois de cada jogo, para se aferir sobre a quantidade de minerias perdidos no jogo, para se poder administrar na dose certa o que cada um precisa para recuperar. Testa-se a concentração de ácido lactico nos músculos para se perceber quem produz mais e quem produz menos num periodo de treino semelhante … é aqui que em Portugal se falha. Não se olha para o lado cientifico da ” coisa “. Abraço

      • Paulo,
        Excelentes comentários!
        Vêem na linha do que afirmei acima, os aspectos científicos são completamente subvalorizados e depois admiram-se que não há milagres!

        SL

    • Correctíssimo para os indíces de treino físico.. Mas para além desses, que no caso do Sporting parecem não estar ser bem orientados porque a equipa está toda rota, preocupa-me também os treinos tácticos..

      Se uma equipa treina apenas 1 hora por dia parece-me a mim, que sou treinador de bancada 2º escalão, muito pouco para sistematizar e automatizar processos de ataque, defesa e colocação em bolas paradas.

      Não sei se a informação dada pelo VW está completa mas nesta fase negativa é mais um dos factores a analisar.

      Abraço

      • Claro, os tácticos devem ser uma miséria … resta saber como está a mente dos atletas. Se o corpo está ” roto ” a mente não trabalha … precisam de uma pausa de jogos, não de treinos. As pausas de Natal são isso que fazem : Quebram os índices físicos. Depois não se ganha, a mente quebra, o corpo quebrado está … o filme é este, para além do que já aqui se disse sobre Direcção e Técnico. Abraço

    • o mal é que as “equipas portuguesas” que ele fala são o benfica e o porto e não o sporting!!!! ou ele diz que os treinos são iguais nos 3 grandes de portugal? acordem para a vida, estão-se a acomodar os jogadores e o resto da época vai-se arrastar lentamente até ao fim…enfim

      • No Benfica e Porto, dá para ver que a condição física é boa. fisicamente não há quebra. Uma coisa que a mim me choca desde há muito tempo para cá, é o Sporting apostar em jogadores com um físico ” mole “, são um género de 2 plasticina “. São pouco atléticos. Este ano mudou-se um pouco isso mas o nível físico está na fossa mesmo.

      • Esse foi sempre um problema no Sporting. Referi-o aqui 40 mil vezes, eram poucos os atletas.

        Dois exemplos: o Evaldo é um excelente atleta, não joga é a ponta de um corno futebol, é diferente. O Carrillo na minha perspectiva, e pelo que tenho analisado dos seus jogos, poderá ser um grandíssimo jogador, um dos melhores do mundo. É ágil, tem passada larga, é alto, tem boa impulsão e TEM FUTEBOL NOS PÉS.

        ‘Tá aqui o tesouro ó Freitas! Duque, pá! Comissões valentes! Grande Natal no próximo ano!

      • Eh eh eh ;)
        Quem me dera Rudolfo, quem me dera !! Acredita que colocava certos princípios em prática … não me parece que as pessoas que lá andam percebam que estão no século XXI e que há centenas de práticas que podem ajudar a um melhor condicionamento físico !!
        Grande abraço

  9. Gostava de ler o original em holandes primeiro.

    De qq forma “I hate practice and everyone here does.” traduzo por” Odeio treinar e toda a aqui gente TREINA”

    SL

    • Não sou doutorado em ingles, mas traduzo essa frase como “odeio treinar tal como todos por aqui”.

      Não se pode traduzir à letra, tem de se ver o contexto também.

      • O JulinhoS tem razão. para ser como o random diz tinha que ter o pronome a seguir ao verbo : I hate practive and everyone here does it ” como não tem , traduzido fica qualquer coisa do genero : Como toda a gente aqui, eu odeio treinar.
        Mas gostava de ler o original.

      • É isso Team. Eu não sei se houve omissão de uma palavra ou não. Por esquecimento … voluntariamente. A verdade é que isto já está a tomar proporções estúpidas lol lol
        Abraço

      • O Random pode ter razão … não sei quem escreveu o texto … pode não saber inglês também. ” I hate practice and everyone here does ” … se em vez do AND tivesse um LIKE então o sentido da frase SERIA CERTAMENTE E SEM SOMBRA PARA DÚVIDAS que ” ele não gosta de treinar e os outros também não”. Com o AND, o sentido pode ser … ” Eu não gosto de treinar e toda a gente aqui o faz ” … Ora … resta saber o que é o ” Toda a gente aqui o faz ” : Será ” o faz = não treina ” ou ” o faz = não faz o mesmo que eu e treina ” !! Está aqui um ” problemita ” de tradução lol lol

  10. acho inadmissivel esta entrevista. o certo é que no Porto JAMAIS algum jogador diria isto ou tinha o madureira a dar lhe nos cornos!! até no benfica raramente se ouve alguém a mijar fora do penico (até o amorim e o perez comeram e calaram…), no sporting é tudo reis e falam de boca cheia numa altura destas! epa…parece o cavaco a dizer que a reforma não chega! é preciso mudar mentalidade, e quem tem essa responsabilidade é o treinador desde o inicio, seguido da estrutura directiva! que desilusão esta equipa…começam os jogos a doer e acaba-se logo, só contra os caga na lata da linha água é que jogamos bem tá visto…

    • No Sporting somente duas pessoas deveriam falar, e “ambas as duas” não deveriam dizer nada de jeito. Atirar milho aos pombos.

      Um era o treinador, o outro seria o presidente.

      O que interessa é chamar os adeptos e ai a mensagem tem de ser positiva, enérgica. De resto, para debater potenciais problemas etc, é atirar milho aos pombos e acabou-se. Para debater problemas internos é que foram inventadas as reuniões.

      Também convém aniquilar os chibos.

  11. “A UEFA atribuiu ao Barcelona a organização da ‘final four’ da maior competição europeia de futsal que contará com a participação do Sporting, que também apresentou candidatura para acolher a competição.

    Além de Barcelona e Sporting, a ‘final four’, a decorrer em finais de Abril em Lleida, a 180 quilómetros da cidade condal, contará ainda com as participações dos russos do Dínamo de Moscovo e dos italianos do Marca Futsal”

    Vamos ao Barça!

  12. Domingos-uma-hora-de-treino-e-massagens-cerelac-Paciência no seu melhor. Ainda achas que este monte de merda nos está a fazer algum favor?

  13. Fodassssssse camabada de treinadores por aqui! Equipas com jogo duas vezes por semana queriam treinar 500 horas? Vão ler Manuel sérgio, Mourinho e mesmo o Jazus! Com a cadência de jogos que há e o nível de lesionados que temos… dass é tudo iluminados caralho!

    Mourinho nos tempos do Chelsea dizia que durante a semana mal tempo tinha para recuperar jogadores quanto mais treinos intensivos!

    • lindo. Já estamos no patamar autista de comparar o domingos mija na escada com o mourinho. Continuem a defender um Sporting assim e preparem-se para voltar a ter um ciclo vitorioso contra as equipas que lutam para não descer.

      Onde está o meu Sporting?

      • Comparar o que oh Ary? o ser humano não é todo igual? Ou os gajos que o mourinho treina são extraterrestres? Dass tudo serve para andarmos a malhar crl!? Onde andaste nas dez seguidas que demos?

      • quando fores campeão com um ponto de atraso para o 1º festejamos juntos. até lá, festejas sozinho o 2º lugar com um ponto de atraso.

      • Mas viste alguém celebrar o quer que seja? Não posso é ser abécula e numa altura que já toda a merda nos caga em cima ainda venho eu pegar na situação que há jogadores que pitam os pentelhos de azul!

  14. Se for verdade, e espero que não seja, é muito grave. E sinceramente não sei se é mais grave apenas treinarem uma hora por dia, entre brincadeiras e exercícios técnicos, ou ele admiti-lo com tamanha leviandade.

  15. O mais absurdo nisto é que esta entrevista foi dada em finais de Novembro, início de Dezembro de 2011, ao jornal/site Voetbal e não se passou nada. Aliás, falou-se mais foi nos tais 5 quilos de músculo que o Ricky teria ganho desde que chegou ao Sporting, e agora, a mesmo entrevista (é a mesma, comparem ambas!) foi “repescada” por este tal blog, começou a aparecer nos sites/blogs/fóruns “leoninos” como se fosse recente, ao ponto de o Record de hoje (!) ter dado destaque à dita entrevista do Ricky a um blog!

    Epah, percebo, os nervos estão à flor da pele e tal, mas foda-se, um pouco mais de senso. O campeonato já foi, temos a taça PT e hipótese de fazer algo na UEFA, mais calma, caralho.

    SL

      • Mas qual esparrela? Só teorias da conspiração nessa cabeça, aquele blog é internacional, tem dezenas de comentários internacionais e costuma ter bons conteudos, tá visto que és mais um que gosta de varrer os problemas para debaixo do tapete.
        Recuperar entrevistas é uma coisa normalissima lá, eles sabem lá do momento actual do Sporting.
        Continua a pensar assim que estás num bom caminho.

      • Eu admiro-me é como é que só o Record publicou esta “não notícia”! Isto é uma coisa ao nível de um CM ou, mais recentemente, de um Público…

    • Até podia ser do século passado, eu pelo menos só a vi agora, o que lá está passa a ser menos grave por já ter várias semanas?
      Secalhar se lhe tem sido dado destaque na altura em que saiu não estavamos a passar esta fase agora.

      • talvez sim?
        talvez não?
        talvez não tenha tido destaque na altura, porque havia muita gente entretida a falar no Marquês….

  16. Enfim, acho que está toda a gente exaltada – é compreensível – e à procura de fantasmas e algo para “bater”. Agora, este exemplo não me parece o melhor. O que o Ricky disse é que na Holanda treinavam de uma forma sistemática e antiquada (“rain as we play”, ou seja, todos os treinos era jogar e com caneleiras postas) e que no Sporting é diferente, são treinos mais especificos, com mais tempo de pause entre jogos (as massagens…), etc. Se é o ideal? Não sei, não sou treinador! Mas parece ter dado resultados em Coimbra e Braga. (e nos primeiros 3 meses do Domingos no Sporting)

    Agora, repito, pegar nisto, quase 2 meses depois, para ter algo com que criticar e dizer mal, é, na minha opinião, absurdo.

  17. Eu acho uma piada a estas merdas. Então o rapaz diz que não treinam “quase nada” durante a semana, é 1 horita, com direito a massagens e tudo, e para esta gente está tudo bem. Depois admiram-se que a equipa pareça perdida em campo, pois claro…
    Eu sempre ouvi dizer que durante a semana havia uma parte de recuperação física e uma parte de preparação táctica. Treinos de 1 hora? Mas qie isto pa. Ou seja, a vida de jogador ainda é melhor do que parece, treinam 1 horita de manhã e estão o resto do dia a coçar os colhões, pois claro. Mas também deve ser só no nosso clube, porque nos outros treinam 2 e 3 horas diárias e ainda têm ordens para fazer outras merdas no resto do dia, a nível físico e alimentar principalmente. No Sporting não, viva a rebaldaria, 1 horita de treino, a falar na boa com o colega e a cagar no que o treinador está a dizer, tass bem..
    Ridículo.

  18. Bem, 1º post, cá vai (apesar de ter engolido em seco algumas vezes):

    Estando um pouco farto da cada vez maior bipolaridade que a malta aqui do cacifo anda a mostrar, e pegando neste assunto de ‘imensa’ polémica o facto do homem treinar 1 hora ou não só alguns pontos:

    – Peguem num livro qualquer acerca da metodologia do Mourinho e vejam o que ele diz acerca do treino, posso só avançar uma coisinha: ‘Treinar muito tempo é a maior falácia do treino, faço sessões de 60 a 90 minutos do máximo, que equivale ao esforço em jogo’;

    – Os métodos de treino dos portugueses neste momento estão a anos-luz do métodos holandeses, e se tirarem a merda da bipolaridade da cena, o que o VW faz é um enorme elogio à metodologia do Domingos;

    – Se te sentes angustiado e revoltado pelo facto de não treinarem 3 horas e andarem a correr por prados e estarem com 25 jogadas combinadas, eu fico angustiado porque sempre que se começa algo que parece ter pés e cabeça no nosso Sporting (sim, os bons treinadores são sempre os outros, que estes que aqui andam nunca prestam) seja sempre os típicos tiros nos pés do próprio clube e adeptos (e ainda se queixam do peso dos adeptos nas decisões deste clube?);

    Sinceramente, não sei porque existem adversários se na mínima treta que apareça somos nós a criar os nossos próprios fantasmas. Sim, estamos numa má fase, mas quem me dera que as nossas depressões no passado fossem estas.

    PS – Sim, esta é a mesma equipa dos 10 jogos seguidos.
    PPS – O treinador é o mesmo, pasme-se.
    PPPS – Sim, não se ganha, mas perdeu-se apenas em Braga e na Luz nos últimos 2 meses. Se derem a merda duma folga….ler o 1º PS.

    • O típico comentário do “assobia para o lado”.

      1- É o único ponto onde te dou razão, contra Mourinho não há argumentos. Entendo o que se diz quando se fala em “equivale ao esforço de um jogo”. Falta agora saber a intensidade que Mou exige aos seus muchachos blancos é a mesma que o tripeiro dá em Alvalade aos leões (LOLOL).

      2-Não consegui entender se estamos anos-luz à frente ou atrás.

      3-O problema é tu não te sentires angustiado quando vês uma equipa como a nossa, a arrastar-se em campo. sem uma única jogada decente, sem fio de jogo, sem nada, 0 de preparação para os jogos, a ser papada em tudo que é lance de bola parada e a ser completamente dominada pelo todo poderoso Olhanense (já para não falar no facto de termos jogado sem PL perante uma equipa candidata a não descer).

      PS- A tal equipa que ganhou às poderosas equipas da 2ª metade da tabela e mesmo assim alguns dos jogos sem jogar a ponta dum corno.
      PPS- O treinador é o mesmo palerma, pasme-se.
      PPPS- Portanto, perdemos na Luz, tudo bem, até porque aí jogamos bem e até merecíamos ganhar, o GR deles fez uma grande exibição e tivemos algum azar na finalização, perder em Braga para ti também é tranquilo, estamos a falar dum concorrente direto é o que queres dizer, infelizmente para ti, mim e todos nós, é a falta de exigência a que já chegamos, irmos perder a casa de qualquer equipa na 1ª Liga devia ser uma vergonha, mas para ti e para alguns não, tudo certo, perder contra uma equipa treinada por um palerma qualquer que nem falar sabe e recheada de craques como Elderson ou Salino. Mas para ti está tudo bem, só perdemos na Luz e em Braga, não interessa que tenhamos empatado os restantes 20 jogos que estão depois e antes de ambos os jogos, o queres dizer, basicamente, é que podias perder só na Luz e em Braga que de resto podias empatar os outros 28 jogos da Liga, continuava tudo bem.

      • Amigo, toma lá um calmante (que no nick está bem claro o estado da alma).
        Acho que vai ser pura perda de tempo, seja como for aqui vai:

        1 – O Mourinho diz muita coisa acerca do assunto, se te desses a esse trabalho percebias o filme todo, e já te contradizias (sim já vi também o Real a não jogar um peido, lá por causa disso, é o maior);

        2 – Se não percebes onde estás em relação a Holanda, basta veres o histórico de resultados e coeficientes da UEFA, infelizmente a bola é a única coisa que estamos à frente dos gajos (e tem lá uma lei que te ajudava nesse teu stress particular);

        3 – Angustia-me o Sporting ter feito o jogo que fez em Olhão, foi o pior na época, mas angustio-me muito mais lembrar do Sporting do ano passado. Também vi poucas vezes o Sporting a jogar assim nesta época. Eu percebi a jogada do Domingos, correu mal. Já agora a tua lógica de jogar sem PL é do camandro, afinal o Barça é treinado por um coninhas que joga sem PL.

        PS – Certo, só ganhávamos a cepos. E com o plantel todo à disposição. Senão fossem os outros éramos muito bons. Aliás o que interessa é o shô di bola, que ganhar a cepos não conta.

        PPS – Não gramas o gajo, como tal é o teu adversário. Vermelhos, azuis, árbitros, não. O que interessa é por a correr o treinador, que o resto vem por arrasto (historicamente no SCP muito correcto e garantia de sucesso).

        PPPS – Quando acordares para a realidade e perceberes que o futebol que existe na tua cabeça só se faz com 11 gajos que são melhores de bola que os dos outro lado não existe, talvez acalmes a tua a tua ira. Eu não sou incondicionável do Domingos, mas acho que é preciso tempo para por as coisas a trabalhar, quando esse tempo se esgotar, avalia-se, e venha ou não o próximo.

    • ainda me lembro quando ia correr para a mata na pré-época; no dia a seguir nem me conseguia mexer. isso é que era treino a sério!!!

      foda-se, toda a merda serve para criticar.

  19. Honestamente gostei bastante da entrevista , porque li TODA, e acho que todos o deveriam fazer ; quanto a parte dos treinos… nem todos os jogadores gostam de treinar, agora isso ao passo de não treinar , já tem a ver com a organização do clube.

    Se ele disse isso então é uma verdade que cá veio para fora, e algo que deveria mudar dentro do Sporting ( já não falo dos outros dado que o que me interessa é o SCP )

    Mas resumidamente, gostei da entrevista, acho que o facto de ele gostar do clube, do pais, das pessoas e ainda admitir que as equipas portuguesas na Europa são melhores que as do pais dele já é muito bom, e bom para a motivação de um jogador estrangeiro.

    Agora , quanto a falar dos defesas das equipas mais pequenas serem “sarrafeiros”, o que ? vocês também não acham que são ? olha , acho que tem toda a razão… são educados para isso… Já viram a catrefada de porrada que o Capel leva cada vez que tenta arrancar a correr ? aprendem a maneira dos jogadores jogarem e os próprios treinadores dizem mesmo para dar pau para parar…

    Acho que há que tirar algo positivo … mas tentem ler a entrevista toda.. vejam que ele diz muito bem do Sporting e de que gosta de cá jogar.

  20. Bem acho que posso dar aqui uma bela ajuda (vamos lá desenterrar o Neerlandês dos meus pais):

    basicamente aquilo que está escrito em Inglês está correcto. Mais, na verdade, o que Wolfs diz é um elogio ao trabalho do(s) técnico(s) portugueses.

    “Há uma grande diferença com a Holanda, na Holanda dizem que jogas conforme treinas, aqui não (…) e convenhamos, viram os resultados das equipas portuguesas com as holandesas?”

    Ok, pelo meio manda a piada de aqui ter um Spa ao seu dispor, mas vamos lá relativizar estas cenas ok? O tom da entrevista também era ligeiro (aliás, na Holanda as coisas falam-se mais de forma desportiva). Em Portugal tb já vi entrevistas do Ronaldo e do Nani com umas piadas do género pelo meio, tudo depende do contexto da entrevista.

    Mas claro, haverá sempre malta interessada em incendiar(!) os ânimos. E que tal seguir o concelho do Wolfs:

    “Ik moet focussen wat ik doe bij mijn club en doen het goed daar en wie weet …”

    Quem sabe? se toda a gente rumar para o mesmo lado é mais fácil.

  21. Se fosse eu a mandar corria já com ele, como vão fazer no caso do Bojinov! Não se podem dizer asneiras nem empurrar colegas! Se bem que, mais uns meses e estamos a jogar como os juniores!

  22. Deixem-se de coisas com os tempos de treino e deixem quem sabe trabalhar.

    1 – Alguém aqui é treinador? Se são, têm o nível IV, experiência em 3 clubes da 1ª liga, participações em acções de formação, experiência de anos e anos como jogador em clubes da 1ª Divisão? Não? Então calem-se. O Domingos tem isto tudo, portanto deve saber bem mais que os iluminados daqui.

    2 – A questão do treino explica-se muito facilmente.
    Os clubes holandeses ainda treinam muito com base no Treino Integrado e na Periodização Convencional. Se não sabem o que é -> http://www.google.com.
    Grande parte dos clubes portugueses têm treinadores que apostam na Periodização Táctica. Se não sabem o que é -> http://www.google.com.
    O Domingos é um treinador que acredita na Periodização Táctica, tal como o Pep Guardiola, Mourinho, Carvalhal, Pedro Emanuel, e muitos e muitos outros da “nova escola” do treino.
    Querem aprender alguma coisa para saberem do que falam?
    http://dnaesporte.no.comunidades.net/index.php?pagina=1574870191

    3 – Deixem-se de merdas e apoiem a nossa equipa! Os que lá estão são competentes, e merecem o nosso apoio.

Deixe uma Resposta para Gregor Samsa Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s