… e os artistas (parte 1)

Esta é a primeira parte do terceiro capítulo da trilogia que faz um resumo da época 2011-12. Em DVD estão já «Nem o caneco nem o caralho» e «O solista…».

 
Não é fácil eleger o melhor jogador da época que há uma semana terminou. Não por falta de opções, antes porque não consigo decidir entre dois nomes. Assim sendo, o Prémio de Jogador do Ano vai para Rui Patrício e para Schaars.
Patrício deu continuidade ao que de muito bom tinha prometido no final de 2010-11, com a pequena grande diferença de ter conseguido manter o elevado nível ao longo de toda uma época. No fundo, confirmou todas as potencialidades que lhe eram apontadas, confirmou ser guarda-redes para o Sporting, fartou-se de resolver jogos e garantiu a titularidade na selecção nacional. E jamais esquecerei aqueles últimos cinco segundos em Etihad.
Schaars foi o homem que esteve sempre lá. Uma vezes perfeito. Quase sempre bem. Em quatro ou cinco ocasiões desgastado e pouco focado. Aliando a personalidade à capacidade de jogar e fazer jogar, foi algumas vezes acusado de ser lento. Respeito, mas não concordo, até porque, a partir do momento em que Rinaudo se lesionou, as suas funções em campo começaram a mudar, sendo notória a sua ausência em zonas mais próximas da baliza adversária. Aliás, naquela fase de dez jogos que nos fizeram acreditar, ainda com Domingos, fez enorme diferença a forma como surgia a finalizar ou a assistir colegas, revelando-se um verdadeiro médio todo-o-terreno.

Outros prémios:
Prémio A Falta que Tu nos Fazes: Rinaudo estaria, provavelmente, a disputar o prémio com Patrício e com Schaars. Aliás, ninguém sabe o que teria acontecido sem aquela estúpida lesão naquele estúpido jogo, na Roménia. Um tremendo jogador e um tremendo reforço para a próxima temporada.

Prémio Saíste Melhor do que a Encomenda: O nome de Ínsua não era um nome desconhecido. Mas, apesar de tudo o que de bom sobre ele se dizia, nunca pensei que fosse assim tão bom. Ao fim de quase uma década, conseguimos tapar o buraco que Rui Jorge deixou e que Tello disfarçou. E gosto tanto de Ínsua que cheguei a pensar comprar uma camisola 46.

Prémio O Preferido da Bancada: Diego Capel, claro, para muitos o melhor jogador do ano. Com espaço é um verdadeiro tormento para os adversários e as suas arrancadas entusiasmam até o mais anémico dos adeptos. Conseguiu, rapidamente, estabelecer uma enorme empatia com o universo verde e branco, ficando na memória as suas lágrimas aquando da queda dos adeptos e na chegada de Bilbao. E, por razões desportivas, fica-me na memória a sua relevância naquele turbilhão que justificava termos despachado os bascos logo em Alvalade.

Prémio Avançado Fura Redes: Wolfswinkel. Até porque não houve outro. Já nem discuto se marcou muito, se marcou pouco (aliás, já disse o que pensava sobre ele). Foi o único que marcou algo que se visse. E dava um jeitão haver mais alguém a alimentar a estatística de bolas que beijaram as redes adversárias.

Prémio Joga Bonito: Carrillo, um puto vindo do Peru que parece misturar as capacidades de Quaresma e Nani. Disse-o e repito-o: para mim, Carrillo jogava sempre. É único neste plantel, aliando à técnica a velocidade, a capacidade de remate e a inteligência para cortar para dentro e surgir, na área, a tentar cabecear como segundo ponta. Pode perder a bola duas vezes, mas sei que à terceira vai levantar-me da cadeira. Que para o ano seja Carrillo e mais dez.

Prémio A Formação Ainda é o que Era: André Martins. Que grande, grande jogador! (e, já agora, grande entrevista que hoje é publicada)

116 thoughts on “… e os artistas (parte 1)

  1. Para mim Patrício e Capel, sem dúvida.
    O Schaars não tenho dúvidas que foi um bom reforço (barato, internacional, super-competitivo) mas ainda não me convenceu totalmente. Chegou como especialista em bolas paradas, mas não mostrou nada que se visse a esse nível.
    Ínsua esteve muito bem e o André Martins continuo a achar que é cedo para tirar conclusões. Mostrou mais do que se supunha esta época, mas o André Santos também prometia muito.
    O Rinaudo tem que adaptar a sua forma de jogar ao futebol europeu e ao seu histórico clínico. Se não fizer isso, vai passar muito tempo no estaleiro.
    SL

  2. premio já não te posso ver á frente: Alberto Rodriguez e (se o segundo ano não for completamente diferente), Jeffeen Suarez.

    premio why the fuck you rolled the dice on this motherfucker: Valeri Bojinov

    em 19 contratações 3 foram más, algumas normais (Ogushi, Luis Aguiar) outras boas como Capel ou Super Marcelo Boeck e gajos como Insua, Rinaudo, Schaars, Wolfs ou Carrilho verdadeiros golpes de asa, pelo que custaram, a idade que têm e o que jogam.

    boas escolhas Cherba.

    • Luis Aguiar… contratação normal?! Fónix… Pelo que fez esta época no Sporting… diria que foi para-normal… Um fantasma de que muitos falavam mas ninguém viu!

      Para ele, o prémio “ghost”

  3. se duvida que contratamos boa gente.. temos uma boa base como ha muito nao se via.. com alguns retoques isto vai lá….

    nao podemos é ter 5 jogadores que nao aguentam fazer metade dos jogos…. 1 ou 2 ainda vá lá.. agora 5 é demais….

  4. “Com o passar dos anos, a rivalidade com o Benfica vai crescendo cada vez mais. Mas gosto mais de pensar no Sporting e não pensar tanto no Benfica.” By: André Martins, fds ganda miudo :)

  5. Ainda não tinha visto a entrevista do A.M..

    São declarações destas que quero ouvir de todos os jogadores que saiem da Academia, estou um coche farto dos “profissionais” que usam essa palavra para justificar virarem costas mal se lhes acena com um cheque debaixo da mesa ou quando o empresário pressiona para sair tendo em vista ganhar mais uns trocos em transferências.

    São declarações destas que me fazem ir ao estádio apoiar verdadeiros sportinguistas como ele e o Sá.

    De “profissionais” que desrespeitam a camisola mal saiem do clube, ou quando emprestados, estou mais que farto, AM pode nem vir a ser um grande jogador (naquela idade já não deve crescer muito mais), mas já ganhou o meu Respeito.

    PS: com a saida do JP saiu o ultimo “profissional” de escolas de outros clubes. Depois de maniches, postigas, paulos bentos, costinhas, domingos, só desejo que venham mais amadores.

    SL

  6. Falta o prémio “Ia ser tão bom não fui?!” para o Matias Fernandez, pelo muito que promete e pelo pouco que dá a cada época… fogachos e lampejos… um bonito fogo de artificio quando o “rei faz anos” e pouco mais…

    Claro que em dia sim mostra muito futebol… agora, não me lixem… em consciência, alguém me consegue sitar mais de meia duzia de jogos nesta época onde tenha estado BEM? E é isto vai para 3 anos…

    Continua em adaptação o rapaz… para MAL DO SPORTING!

  7. Melhor do ano entre Rui Patricio e Schaars?!?!?! Sinceramente não percebo a dúvida, o RP foi muito mais importante e é muito mais jogador. O Schaars é um bom médio centro, nada do outro mundo e tem a importancia que tem no meio campo do Sporting porque os restantes são o Elias (promete muito e joga pouco ou nada), o Matias (já ninguem acredita nas promessas dele, faz 3 jogos por ano), o Rinaudo (para mim um fora de série, melhor trinco em Portugal, mas teve azar e perdeu metade da época), a merda do André Santos e um Puto como o André Martins que até pode vir a dar jogador mas tem obviamente que crescer.
    Basta fazer um pequeno exercicio de lógica, será que o Schaars jogava no benfas ou no porto? Tenho a certeza que não, claro que sei que vai aparacer aqui um monte de doentes a dizer que não sou Sportinguista ou que não percebo nada de futebol, que o Schaars é melhor do que o Javi garcia e o Witzel, ou que o Fernando, Moutinho ou Lucho mas enfim…
    SL

    • Não percebes mesmo nada de bola…..
      é um facto…..
      Schaars foi uma grande contatação…..sem duvida!

      Compara-lo a outros jogadores que não jogam na sua posição…é ridiculo.
      Schaars não é melhor 8 que Witssel, montinho nem Lucho…..nem a brincar.

      E a 6…fica a milhas de Javi e fernando…..

      Mas como n percebes nada de bola…..

    • que é que tu vês o Witsel fazer que o Schaars não faça? O belga nem golos faz e não tem preocupações defensivas. O Schaars com Rinaudo atrás fica o nosso 2º melhor marcador

  8. Prémio “foda-se, acho que não percebo nada disto!” para Ribas (aka sebo not seba).
    Prémio “caralho, já rasgou outra vez!” para Is my Love. É um génio da bola, mas tem de ver se dá 30 jogos por época ao Sporting.
    Prémio “nulidade” para Evaldo. Ele que se ponha na alheta!

  9. Prémio “já vais tarde” para João Pereira. Já não havia paciência. Ainda no jogo com a Académica fez subidas estúpidas e patéticas (e supostamente é a subir que é melhor) e era o Carrilho que tinha que vir limpar atrás. O mesmo para o Elias, que levou o primeiro amarelo graças à falta de inteligência deste gajo. 4,2 milhões (é assim que prefiro pensar que foi vendido) é bom para este pateta.

  10. Prémio “Até parto o banco por sentir o Grande Sporting” para o Marcelo Boek…e prémio “Calcanhar de aquiles para Sá Pinto” = Xandão…

  11. Rinaudo, já nem tenho palavras para o descrever, O todo poderoso!

    Eu gostei do Rinaudo, Patricio, Schaars, Insua, Xandão, Onyewu do inicio da época, Wolfswinkel (mesmo com todos os murros que me fez dar no sofá!), Capel, Carrillo e André Martins.

    Não gostei do joao pereira, do elias (internacional brasileiro?!), do jeffren e nem tenho palavras para desconsiderar o bojinov, pessimo “profissional”!

    O André Martins era segundo alguns pseudo iluminados de fonte segura um barrete, mas dos pequenos pela altura que apresenta, ridiculos. Dos melhores médios de formação de sempre.

    SL

    • Jusko,

      Salomão foi um puto que no primeiro ano de Sporting fez bem mais que algumas “vacas sagradas” tipo Matias ou Jeffren.

      Não digo que ele seja um génio, mas acho que é um jogador bem acima da média e que bem trabalhado pode ser bastante útil…tem drible, é rápido e até não finaliza mal. Sempre o achei bastante parecido com Nani. Não o acompanhei neste ano de empréstimo, mas estando os cofres do nosso clube como estão, acho que é um valor em ter em conta. E como não acho o Capel o grande jogador como alguns o pintam…

      • Bem mais? Opá, que paciência…
        Será que alguma vez marcou um golo como o do Matías em Manchester? O Salomão num ano inteiro fez um golo e um passe de jeito. Até o Jeffren (pernas de artrite) fez mais gom os golos ao Guimarães e Marítimo.
        Basta de Salomão, caramba. Que mania…

        “Tem drible”… say what? Que drible? É que até hoje não o vi partir para cima de ninguém, como um carrilho ou um CAPEL (que não parte para cima de um, mas sim de uma equipa inteira).

      • Concordo em relação ao Capel. Conquistou o público, mas é inconsequente a maioria das vezes, só que tem aquilo que agrada ao adepto e que entusiasma a bancada. Ah, e chora. Isso para o adepto é fundamental. Jogador que chora (além de ser um mariconço), é dos nossos caralho!! E assim conquistou o Capel o nosso publico.
        O Salomão fazia a pré epoca, mas tal como o W. Eduardo, e mais de 80% dos emprestados não teriam lugar no Sporting. Devem ter porque não temos dinheiro para gastar em contratações.

        Mas aposto numa futura venda a rondar os 20 milhões para Carrillo e Labyad.

      • Diogo,

        Basta de Salomão? Então o puto teve um ano no Sporting, teve 1/10 das oportunidades que deram a outros, esteve na pior fase do SCP que me lembro e dizes CHEGA?

        Epá, tenta ver mais futebol….

      • Quando me dizes que Salomão deu mais ao Sporting que Matías, acho que quem precisa de ver mais futebol serás tu! Claro que Matías não é metade daquilo que podia vir a ser, mas já nos deu jogos. Eu não digo que basta de Salomão. Eu digo que basta o assunto do Salomão. É diferente. Quero é que o gajo se safe na vida.
        E, se queres saber, o puto (que não é puto – tem 24 anos) nunca me caiu muito bem, principalmente depois de dizer que o ano passado tinha como objectivo ficar no Corunha e que se assim fosse não tencionava voltar ao Sporting. Foi algo deste género. Não me peças para encontrar a notícia, porque não sei dela, mas acredita que foi algo nestes termos.
        Se quer ficar no Corunha, que fique. 1 milhão por ele e já vai com um lacinho! Ou achas que será um futuro bola de ouro?
        Mas repara: quando o ano passado tínhamos para as alas fenómenos como o cristiano, valdés (grande parte da época), yannick, e mesmo assim o gajo não joga, é porque algo não bate certo! Mais: até podia ser uma questão de treinador, mas o problema é que tivemos mais do que um durante a época e o gajo nunca jogou.

      • O salomão tem uma tatuagem dos NN…é um gajo como ele que querem pôr lá,tanta merda com o João Pereira e o Adrien e mais lá ao caralho e agora querem lá pôr um NN,tá certo,ja agora contratem o emídio rafael,que é outro NN…Enfim -.-

      • diogo, para já tem 23 anos e não 24…e a partir daí começa a escrever como bem de apetecer…consulta sites fidedignos antes de dizeres barbaridades (e uma diferença de meses é importante sim)…

      • “Será que alguma vez marcou um golo como o do Matías em Manchester?” LOOL, mas já o viste a marcar algum livre, sequer? E quantos marcou o Matías até meter uma bola lá dentro?

        O Salomão o ano passado fez 4 golos e quando jogou foi sempre dos melhores. Se nunca o viste a driblar ninguém sugiro que comeces a abrir os olhos quando assistes aos jogos.

      • Ah e o salomão esteve em em 29 jogos no Sporting oh génio.

        Tarolos, onde é que está essa tatuagem? Cheira-me a história distorcida, o que ele tinha era uma imagem no seu Facebook

      • Obrigado pelo génio, mas, se fosses realmente o entendido que a tua arrogante mensagem faria adivinhar, não deturpavas as estatísticas oficiais. 29 jogos? Oficiais? Está bem!
        E, deixa-me adivinhar, tu és mais um daqueles que cagam a cueca quando ouvem falar do SALOMÃO, mas que se esquecem (talvez intencionalmente) de apresentar um facto que justifique a presença do salomão na equipa principal, em detrimento de outro que já lá está para ocupar a mesma posição. E não vale dizer que o Jeffren e tal, porque ninguém pode adivinhar o estado físico de um gajo para o ano inteiro. Mais: nascido e criado na Damaia, e tendo jogado no Fofó e Damaiense, sei (por intermédio de amigos que o conhecem e jogaram com ele na rua e em ringues) que o Salomão é benfiquista de pequeno. Mais pormenores não sei, mas sei isso. Se há algum mal nisso? Não sei se há, mas não me agrada.
        Já agora, Diogo e Joca, apenas uma sugestão: o vosso sportinguismo não é maior que o meu ou o de qualquer um dos que aqui comentam ou que vêm quatro vezes ao dia (como eu) ver se há novidades, como tal sugiro que, não concordando com o que alguns aqui escrevem, deixem de entrar a matar e a tratar todos da forma que vos apetece. Juízo.

        Joca: bonito preciosismo o teu, mas quando penso na idade do futebolista associo ao ano civil. É assim tão barbaridade pensar que o Salomão vai começar a nova época com 24 anos? Faz em Setembro.

    • Isso também tem o número de minutos jogados ao todo, para se fazer uma média? Francamente, não me recordo de o ver jogar tantos jogos. Das duas uma: ou passava completamente ao lado do jogo e nem dava por ele nesses jogos, ou então fez alguns 10 jogos daqueles de entrar aos 80minutos de jogo.

    • epá desculpa lá, foram 23 jogos! mas se curtiste um pormenor dele que foi o cruzamento de trivela, e isso até foi num amigável, porquê que esses agora não contam? parece que os amigáveis só são importantes quando perdemos com a Angola…

      fez 1160 minutos ao todo. o andré martins este ano fez 790. os argumentos eu já os referi, ele mexia com o jogo, tinha clarividência e fazia bom uso da sua técnica, fez 4 golos e esteve em mais uns quantos. além de que passar de uma distrital para a 1ª liga não é a toa… ou são só os zucas (e o matías, claro) que precisam de tempo de adaptação? muito fez ele naquele ano de merda!

  12. Para ser um pouco polémico:

    – Despachava matias e apostava em AMartins ( 10x melhor jogador)
    – Vendia Capel por bom preço (algo dificil com esta direcção!!) e ficava com Salomão.

    • – Concordo com a primeira
      – Ficava com o salomão mas não me desfazia do Capel. Do Jeffren talvez.
      – Vendia o Schaars; ia buscar o Hugo Viana.

    • Já agora, se o schaars ainda estivesse à venda por 800mil euros (como o carlos freitas o descobriu) até o Leiria vendia os equipamentos e hipotecava a instituição só para o ir buscar.

      • O facto de ter custado 800 mil é mais uma razão para se vender -> Mais Valias.
        Para além disso, deve ser gajo para estar a ganhar muito bem.
        Eu gosto dele, mas não acho que seja insubstituivel.

      • Ainda vais engolir essas palavras, caro Stromp… uma equipa campeã faz-se de jogadores virtusosos é certo, mas também de jogadores que não se vêem mas estão sempre lá. Neste momento, Schaars é para mim o único insubstituível (se não contarmos com Rinaudo) em todo aquele meio campo.

      • Concordo com o que dizes – com a parte de uma equipa se fazer também de jogadores que não se vêm mas que estão lá.
        Por isso é que até sugeri o nome de um jogador de características idênticas (canhoto, visão de jogo, qualidade de passe e remate) à do Schaars, caso este venha a sair.
        Tenho um feeling que o Schaars vai sair. Infelizmente vai sair por meia dúzia de tostões e não vem o jogador que eu gostava que o viesse substituir – Hugo Viana.

      • correcção: queria dizer “de jogadores que não se vêem” e não de “jogadores que não se vêm”….

  13. Quanto ao despachar Matias, é compreensível. Eu não o faria, mas compreendo. É muito irregular.

    Epá, mas quanto ao Salomão, já me começa a chatear um bocado a conversa. Mas onde é que o Salomão fará facilmente esquecer o Capel? Têm a mesma idade e o Capel é um monstro jogador ao pé do Salomão. Por que raio insistem na ideia de que o Salomão é um talento? O Salomão vai para 24 anos e nem na pior época de sempre do Sporting (o ano passado) teve minutos. Lembro que até o André Santos (que nada jogou este ano) foi considerado um dos melhores desse ano. Ora, se o Salomão não jogou o ano passado, como é que entra na equipa deste ano e do próximo, como nomes como capel, carrilho, jeffren e até labyad, que poderá fazer a mesma função. Comparar o dieguito ao salomão é coisa de FM… larguem isso!
    Para além disso, o Salomão nem no corunha foi uma peça fundamental.
    A única razão pela qual não defendo uma negociação fácil com o Corunha tem a ver com o facto de nos terem fodido a vinda do Guardado o ano passado. Foram tão estúpidos que em vez dos 4 milhões que o Sporting oferecia levaram 0, uma vez que assinou a custo zero pelo Valência agora mesmo.
    Salomão é talvez o jogador mais sobrevalorizado de que temos memória no plantel do Sporting das últimas décadas. Tem bons pés, pois claro que tem, mas é jogador de bairro, de rua.
    Quanto ao André Martins, esse sim tem futebol para dar e vender.

    • Levaram 0, mas subiram de divisão… se calhar vale bem os €4M que perderam. Quanto ao Salomão concordo, embora ache que seja melhor que o WEduardo (que eu acho que com a sua explosão e remate deveria jogar no estilo de derlei no apoio ao PL) se for para jogar nas alas.

    • O Salomão vai para 24 anos porque é português e não brasileiro ou argentino, o que fez deixarem-no amadurecer nas divisões inferiores. Capel/Carrillo/Jeffren/Izmailov/Salomão parece-me muito bem, até porque não se pode contar a 100% com o Jeffren.

      O Salomão não é tão jogador como o Capel, isso é claro. Um jogava no Real Massamá enquanto o outro ganahva UEFAs pelo Sevilla. Mas não é pior em tudo… finaliza muito melhor, por exemplo.

      O André Santos foi considerado dos melhores no Sporting o ano passado? Onde, no jornal A Bola?

      • E não foi? Quem foi um dos melhores o ano passado? O maniche? O Evaldo? Não, já sei, foi o Salomão.
        Não leio bolas, records e outros. Vou para lá de gamebox e tiro as minhas notas.

      • o ano passado toda a gente sabe que estivemos péssimos, mas não sei para que vais buscar esses cepos quando tinhas patrício, izmailov, veloso, liedson (ainda que por partes da época), valdés, etc.

        então aqui no cacifo o andré santos era apreciadíssimo …

      • Ainda me lembro do que levei na cabeça por dizer que devíamos ter vendido o André Santos logo após a sua ida à selecção AA… Ia ser o patrão diziam… Nota-se… é como o palhaço do Adrien, mas enfim… Pra 4ºlugar chega perfeitamente.

  14. Mais, se é suposto o Salomão ser um prodígio, como alguns defendem, por que razão nunca lhe vi uma finta em condições? Aliás, só lhe reconheço dois pormenores engraçados: um foi aquele golo contra o Braga, em que se vira todo, como quem não sabe o que há-de fazer à bola e o outro foi o centro no jogo contra o tottenham em que fez aquele centro bacano para o golo de cabeça não sei de quem.

  15. Schaars ainda não me convenceu a 100% !!
    Rui Patrício foi o jogador do ano,
    Falta aí o prémio de Chanfrado da Época : João Pereira eh eh eh

  16. Vender o Matias? Vocês estão doidos.. Matias é um jogador extraordinário, com uma técnica invejável! Acho que é um jogador importante no Sporting!

    E concordo com o post, porque sim, o Schaars é fundamental no jogo do Sporting.. Faz passes maravilhosos, remata bem.. O problema é as lesões do Rinaudo, que é o jogador que mais admiro neste plantel! Porque o Schaars com o Rinaudo atrás, é uma maravilha! E isso deu para ver no inicio da epoca, quando se via o Schaars a pressionar a defesa adversária e a aparecer nos lances de golo.
    E concordo o que o Diogo Carvalho disse sobre o Salomão. Ele não tem lugar. Comparar por exemplo, o Salomão ao Carrillo é uma estupidez, Carrillo é de longe melhor!
    De resto, os jogadores que foram mencionados acho que não é preciso dizer mais nada, está tudo dito, são extraordinários! Só acrescentando o Izmailov, que se não fosse as lesões, possivelmente era o melhor jogador do campeonato!

    Eu acho que a equipa deve-se manter, acrescentando um avançado e o um defesa central!

    SL

      • Bom, pode ser lido dessa maneira, mas é estranho darem 1 semana para que as pessoas demonstrem interesse e desembolsem 750 €, ainda por cima só com um mail para demonstrar o interesse…. E quem não tem mail (os sócios mais velhos, por exemplo)??

      • Eles dão apenas uma semana porque para estar disponível para o início da época tem que se começar a construção asap. Mas o processo já deveria ter começado antes… acredito que se não houver aderentes suficientes irá ser posta uma lona (com publicidade) e para o ano será posta de novo à venda com mais tempo.

        Quanto à questão do informar os sócios apenas por mail, eu tenho dois amigos (que são sócios mas não têm gamebox) que receberam telefonemas do Sporting acerca disto, pelo que acredito que até estejam a tentar angariar malta.

        Não sei quantos serão necessários para levar avante o projecto, mas mesmo a telefonar ao pessoal acho muito complicado que consigam numa semana…

      • Aquilo que ouvi é que na totalidade (ou seja, um “anel” a toda a volta) seriam mais 6000 lugares…

    • Se a ideia avançar rendo-me às aptidões comerciais da direcção de Godinho. O preço até é apelativo e é uma aposta de futuro. O problema é que as pessoas vivem o presente e o presente indica que o Sporting – até me dói o coração – caminha a passos largos para o abismo ou algo parecido…
      SL

      • Jovem… não te iludas… ficamos é com mais um barrete do GL, isso sim!
        Essa bancada só arranca quando o GL aparecer com os 100M€ que disse ter… Vai uma aposta???

    • No antigo estádio cheguei a estar á chuva, mas quando digo á chuva falo em dilúvio mesmo, a assistir a um Sporting x Farense com o meu pai.
      Conclusão: Ganhámos o jogo, o resto pouco importa.

      Pagares ou não 750€ é um problema que pode ser visto sobre muitos pontos de vista, menos climatéricos. Antigamente em dias de chuva, levava-se chapéus de chuva e resolvia-se o problema, se não querias sentar a peida no cimento, compravas uma daquelas almofadas cá fora e resolvias o problema, etc etc etc

      Se queres ir ao estádio para se sentares confortavelmente na cadeira, para isso fica em casa, puxa de uma Super fresquinha e senta-te no sofá. A bola é para os duros, mulheres e crianças que faça chuva ou faça sol estão lá sempre, ou pelo menos deveriam estar sem se preocupar com a merda da chuva. Faz-te homem e apoia o Sporting, Sempre!!! :)

  17. Desculpem lá, mas estão a falar do Salomão que não é titular de uma equipa que disputava a 2ª divisão espanhola? Estão a falar do Salomão confesso lampião e neNNuco?

    É que se estamos a falar do mesmo tipo, lamento saber que os níveis de exigência da massa adepta do Sporting de Portugal desceu consideravelmente.

    E compara lo a um Capel ou Matias…valha-me Santo Peyroteo!

    Saudações Leoninas

    • É a mesma massa adepta que considera que o polga “até” fez bons jogos. Sabes porque não posso comparar a Matias?!

      Simples, um veio do real massamá e outro veio do villareal….um ganha 10M€/mês o outro deve ganhar 80M€/mês…um é apelidado de lampião e outro de eterna promessa…só por isso.

    • O Coentrão era grande Sportinguista e vê lá como os lampiões se preocuparam com isso. O Cardinal era dos Super Dragões mas levou-nos ao campeonato e à final da Champions. etc…

  18. Paiva , eu quando disse que nao valia a pena pagar 750 euros para estar á chuva , era no meu caso que tenho gamebox e nao vale a pena trocar . E eu prefiro beber a cerveja na roulote e ir ver o jogo…. um abraço

    • Ah, então tinhas dito isso no teu post acima. Pois da maneira como escreves-te dá a ideia que não vale a pena adquirir um lugar na nova bancada porque até um dos inconvenientes é ficar á chuva. Abraço.

  19. Se eu tivesse a certeza que o Sporting ganhava sempre, não me importava nada de apanhar umas molhas valentes, como apanhava na “Bancada Nova” do estádio antigo e ia já ali arrumar 750 carritos para garantir o lugar…

    O preço é razoável, pouco mais de 68€ por época ( a juntar ao resto, tá bem ), mas como o senhor dos Passos me fodeu dois meses de ordenado este ano e se prepara para o mesmo nos próximos, bye, bye, lugar de leão.

  20. Caro Cherbakov,

    Falta atribuir o prémio,

    Como-é-que-com-uma-equipa-destas-não-ganhámos-a-ponta-de-um-corno-?

    Desconfio que o galardão poderá ser atribuído a uma data de cromos…

      • O Sporting Apoio faz um serviço do caralho à malta quando publica essa merda sem fonte e deixa-nos a todos histéricos. Acabei de ler declarações de um director do Sevilha a dizer que desistiu do Carriço porque o Sporting não o quer vender e porque o nosso capitão quer continuar a sê-lo. O Carriço é dos nossos.

  21. também sou da opnião que o Schaars foi a par do Patricio um dos nossos melhores esta época!quem dera que o Freitas arranja-se mais jogadores destes,ao preço que foi!porque dar 850 mil euros pelo Schaars e 8 milhoes e qualquer coisa pelo Elias e se formos a ver o rendimento de um e do outro…o que foi barato é que esteve muito mas mesmo muito melhor!e ao contrário de alguns que dizem que o Schaars ainda não os convenceu,respeito isso,mas a mim já me conveceu e muito,logo desde o ínicio quase!e digo quem me(nos) dera que todos jogassem e tivessem a atitude dentro de campo que este Holandês tem!
    SL

  22. Concordo com os galardões. E o giro é a gente lembrar-se nesta altura de algumas “pérolas” de outros tempos, do género “Insua é um novo Grimi”, Schaars “não tem lugar” numa equipa como o Sporting (só na selecção vice-campeã do mundo…), vW é “pior que Postiga”, Carrillo é um “brinca na areia” (alguns ainda acham isso…), etc….

    Ou muito me engano, ou terão que engolir amanhã muitas das coisas que vão dizendo hoje do Elias.

    Já no caso do Matias, é pura cegueira! Confunde-se capacidade com regularidade. A primeira, ou se tem, ou não se tem (e ele é um dos que tem como poucos!). A segunda aprende-se, adquire-se. Espera-se por um melhor trabalho nesse aspecto, e a tal sorte com as lesões.

    Uma nota apenas para Xandão, e sobretudo Oguchi, que se não fosse uma inoportuna lesão seria hoje, creio, “o” símbolo do novo Sporting, título que (muito justamente) parece que dadas as circunstâncias disputa com Schaars para a próxima época. Se RP sair, um dos dois será o Capitão (finalmente com letra grande outra vez…). Não falta carácter e “peso” a qualquer dos dois.

    Portas abertas (Aleluia!) para Arias, e para o regresso de Rinaudo. Carriço, se ficar, fica bem. Capel, esse, é muito mais consensual do que merece, e por isso o tema é pacífico quanto a ele.

    E vamos finalmente sair reforçados no centro da defesa, com a presença de mais um elemento.

    Meia pré-época já está ganha, com a repatriação do cancro e a venda do acéfalo Casalense.
    Falta a outra parte: o líbero competente e o avançado; daqueles já grisalhos, ou a arrastar-se por um qualquer repositor de supermercado!

  23. Placebo no meu caso eu não estava a criticar o Elias apenas,estava a dizer que em relação aos criticos que diziam que o Schaars era e é(sim alguns ainda pensam isso)e que o Elias veio logo rotulado de craque,acho que em relação preco,qualidade,regularidade o Schaars foi muito superior,plo menos esta época!

    SL

  24. na parte do ” saiste melhor que a encomenda” em segundo lugar colocaria o Xandão. Apesar de ter chegado em Janeiro e sem grandes perspectivas por parte dos adeptos e publico em geral acabou por se tornar o nosso melhor central e não gostei que Sá Pinto ( de quem sou grande adepto) o tivesse tirado do 11, achei um bocado falta de respeito
    SL

  25. Belo excerto de uma entrevista com o Scolari passou hoje na televisão.
    Em vez de atribuir “medalhinhas” aos nossos jogadores é mais importante dar atenção ao que foi dito. Não é difícil extrapolar para a não-convocação do “anão-porco” e outros episódios que tal.

    Z

    • Scolari disse o que era obvio logo na altura. O baia nao jogava porque o mourinho o queria encostar para controlar melhor. Interessante ė que ele confirma aquilo que todos achamos: o fcp/pdc controlam os aspectos importantes da selecçāo e lógicamente tb da liga e fpf. Assim em primeira pessoa tem mais peso….

      • Exacto. E é por ser óbvio que me aborrece. Tanto faz ter ou não ter Sá Pinto, vender ou não vender o João Pereira. Já passámos essa fase. Mas pouca gente percebe.

        Z

  26. Coroa ao Rui Patrício, a léguas da concorrência. Ganho urticária quando penso que ainda não foi campeão e arrisca-se a ir embora sem o ser.

    Insúa foi a segunda figura. Um cavalo de corrida com mais apetite pelo golo que muito boa gente lá da frente. Veio por trocos e foi decisivo a época toda.

    Para o Diego Mochilas Capel Vai Tudo à frente deixo a medalha de bronze. Mas levanta a cabeça, caralho. Gosto da alma, da velocidade, dos cruzamentos. Não gosto da falta de ideias quando o adversário recua e não lhe permite papar metros.

    O Schaars caiu muito desde a lesão de Deus – a puta da nossa sorte… – e por isso não lhe dou um estatuto de figura, que chegou a arriscar merecer. É muito bom no processo defensivo mas a atacar faltam-lhes coisas. Talvez lhe falte o Rinaudo. No campo e certamente no balneário é um líder natural. Muitas vezes me lembrei durante a época, no jogo fora com o Feirense, por exemplo, que é de jogadores como este que se faz um campeão.

    Talento, talento, tem o puto Martins. É a revelação da época. Com mais quilos de músculo é titular para o ano. Estou também curioso para ver a evolução do Carrillo. Pode tornar-se numa bomba se conseguir pensar melhor o jogo.

    Semi-desilusões: Matias e Elias. O primeiro porque não é uma surpresa para ninguém que faça épocas em que quase rebenta com isto tudo, quase é decisivo, e nunca cumpre a profecia. Face à chegada do diamante marroquino (Labyad) e ao crescimento do Martins, acho-o vendável. Custa-me dizer isto, mas não tem pernas, ou sangue nas veias, para o alto rendimento no futebol europeu. Ainda assim é tão bom que até parado faz a diferença nalguns jogos. Outros que por aí andam com alma e dois pés mancos tivessem o talento que ele tem… dá Deus nozes a quem não tem dentes.

    O segundo, o Elias, porque custou uma fortuna e produziu menos do que esperava. Pior, menos do muito que o vi fazer em alguns jogos, caso da vitória contra os cães, onde foi gigante. Em grande parte dos jogos esconde-se, parece que não se motiva, é difícil de entender. Não é por acaso que saiu algumas vezes ao intervalo, sobretudo com o Sá Pinto. Desde logo, não sei em que posição mais rende. Quando se mostra, faz a diferença.

    Dúvida: Marat. Contamos com ele? Há dias contra o Uruguai destrocou e não foi pouco, mas talvez seja uma boa altura para fazer dinheiro com ele. Se for para ficar e estiver bem, é uma referência.

    Lobo: Golos, esperteza, velocidade, abnegação. Falta de lucidez nas jogadas em que surge isolado. Chutar por baixo do corpo do guarda-redes não é a única solução, Wolf. Cresce, tens potencial para isso. E melhora-me esse jogo de cabeça.

    Sá: aperta com eles que nós estamos contigo.

  27. Pingback: Eu gostei do que vi « O Cacifo do Paulinho

Deixe uma Resposta para Pão Metálico Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s