Nem de propósito

Ontem, dia em que o que a selecção me levou a escrever o post anterior, a nossa Academia celebrava dez anos de vida. Muito já se disse, e já se escreveu, sobre o que temos e o que não temos sabido fazer com a maior fábrica nacional (e uma das maiores à escala mundial) de talentos futebolísticos (dois Bolas de Ouro como expoente máximo), e não será este o momento em que julgo ser necessário acrescentar muito mais linhas a esse histórico.

Limito-me a voltar a dizer que me sinto orgulhoso de ser adepto do clube português que dá a devida importância à formação de talentos nacionais, e que mantenho o sonho de ver o meu Sporting tornar-se constantemente conquistador tendo por base esta política. E, já agora, seria impossível deixar passar o artigo publicado no The Telegraph, naquela que é uma forma simpática de assinalar os dez anos de vida da modernização dos nossos escalões de formação (e que por cá é ignorada).

«[…] How is it that Bento has got this Portuguese team playing such cohesive, diligent football? The answer lies in a place called Alcochete, outside Lisbon. It is the site of Sporting Lisbon’s academy and the birthplace of this Portugal team’s football philosophy. Just as Spain have drawn on Barcelona and Germany on Bayern Munich, the Portuguese have looked to Sporting’s remarkable talent school.

In 2002, Bento was a holding midfielder in the Sporting team that won the double under Laszlo Boloni. It was also the year the club opened the Academia Sporting for developing young players. It is a state-of-the-art facility with seven pitches and an on-site hotel for the players.

Sporting try to get players young, whether from the slums of Lisbon or by casting their scouting net wide, as they did in finding Cristiano Ronaldo on Madeira and Simao Sabrosa in the north of the country.

When found early enough, players are able to adapt to Sporting’s extraordinarily high technical standards. Off the pitch a team of tutors and child psychologists work on their educational development. The attention to detail is incredible: Ronaldo’s bone density was measured to see how tall he would get, and his training schedule was adjusted so as not to put too much strain on him during growth spurts.

When Bento retired from playing in 2004, he took over the youth team. He had played alongside graduates like Ricardo Quaresma, Custodio, Beto, Hugo Viana and Ronaldo and imbibed the Sporting way. He selected all five of those former team-mates in his squad for this tournament.

It was working with the next generation that Bento made his name as a coach. He won the youth title in 2005 and was promoted to first-team duties the following season. It was thought to be a short-term appointment but so successful was he that by the time he resigned in 2009 he was the second-longest serving coach in the club’s history.

The team was built around the players he had nurtured in the youth team. Rui Patricio was promoted as goalkeeper, Joao Moutinho came in as playmaker, Miguel Veloso as holding midfielder, and Nani was brought through to replace Ronaldo on the wing. With this group Bento oversaw four consecutive second-place finishes, two Portuguese Cup victories and Sporting’s first progress beyond the group stages of the Champions League.

Those Sporting players make up the core of the Portugal squad.

Out of the 23, Bento picked 10 graduates to take with him to Poland and Ukraine (Varela also came through the Sporting system) and the Sporting way, albeit with a Bento twist, has been the reason behind their success.

Five of the starting XI are Sporting graduates while Joao Pereira, the right back, and Helder Postiga, the striker, have also played for the club.

The team play 4-3-3, with clearly defined roles for the midfield triangle. The No 4 — Veloso — plays more horizontally, covering when team-mates get forward and serving as the fulcrum of play. The No 8 — Raul Meireles — plays more vertically, trying to get from box to box. The No 10 — Moutinho — has the freedom to make the play, to roam between the lines and unpick the defence with his passes.

The Bento twist is to play with a bit more emphasis on defensive solidity than most Portuguese are comfortable with. His Sporting teams were sometimes criticised for being functional so it was no surprise that he faced the same thing after the German defeat.

Yet Bento is clearly playing to the strengths of his players. He is not being negative but simply seeing how much more dangerous Ronaldo and Nani are when attacking the broken lines of the opposition on the counter. If the Czechs get sucked too far up the pitch it will be very hard to resist Portugal’s transitional play.

At 43 Bento is a young coach, ceding two decades to many of his rivals, but in selecting players who he has played with or coached since they were teenagers he has forged a team with a strong identity. The question now is how much further he can lead them into this tournament. The Czechs face an unenviable task this evening »

Anúncios

40 thoughts on “Nem de propósito

    • Infelizmente o SCP (leia-se direcções) só tem o respeito a que se dá!
      Só colhemos os frutos daquilo que semeamos…
      Quem elege o mesmo tipo de gente há 17 anos e continua a apoiá-los, será que merece assim tanto respeito e consideração? A dar tiros de canhão nos pés???

      É chato, é ingrato, é triste… Mas não, não merece!

  1. Gostei do artigo até á parte do :

    “Bento calmly rode the criticism his supposedly negative tactics received from Figo and Costa back home.”

    O jornalista deve ter pensado que como a audiência eram ingleses “não sei quem são os criticos, mas deixa cá por 2 nomes conhecidos a ver se passa…”

    Parecia um par de jornais desportivos aqui do burgo que quando não sabem inventam.

  2. É um motivo de orgulho sem dúvida!
    Um jornal inglês a elogiar e equiparar o modelo de formação do Sporting ao Barcelona e ao Bayern Munique!
    A nossa imprensa nunca publicaria um artigo assim!
    Pena é que com tanto talento na aérea da formação o clube não retire os dividendos adequados quer ao nível financeiro,em vendas de jogadores,quer ao nível desportivo,na conquista de títulos!
    Continuamos a formar os melhores do mundo e a base da selecção,continuamos a vender ao desbarato e pior que isso,a formar jogadores que dão títulos aos rivais,como o Simão,o Quaresma,o Moutinho etc…
    SL

  3. Caro cherba, a Academia Sporting é de facto um motivo de orgulho para todos os sportinguistas, mas infelizmente parece que o modelo da Academia vai mudar, dado que a maior parte das pessoas que durantes anos (muitos desde que a Academia se iniciou) ajudaram a formar craques foram mandados embora sem que esta direcção tivesse a dignidade de lhes dizer cara a cara que se iam embora (muitos após 10 anos de casa receberam uma carta registada a informar que se iam embora).

    É triste e revoltante que aparentemente queiram destruir um dos nossos ultimos redutos e se estejam a preparar para meter os amigos dos amigos (a receber ordenados chorudos) na Academia.

    • A ser verdade essa é dos actos mais danosos e prejudiciais a longo termo que esta direcção teve.

      Não é a primeira vez que o leio, mas tem-no sido sempre através de posts evasivos de users pouco participativos, por isso, caro sportinguista, acho que pela gravidade da situação, e já que se dispos a levantar o tema, que indique nomes e situações concretas.

      Mais do que andarmos aqui nas discussões tipicas de “casa onde não há pão, ondes todos ralham e ninguém tem razão” (ou seja discutir a falência técnica do Sporting que não é diferente da dos outros dois), ou na merda da conversa da corja, acho que o que devia ser realmente discutido é a situação da Academia. Para além de ser algo que nos distingue pela qualidade como dos melhores do mundo é, muito possivelmente, a única coisa no Sporting e no desporto português com condições para ser económicamente viável. Merecia ser separada da SAD que é um buraco sem fundo, e merecia que as receitas das suas vendas servissem para ter contrato profissional com todos os miudos que chegam à equipa principal de júniores (tipo os 2/3 últimos anos de formação + 2 de opção para não os deixar fugir). Mas principalmente merecia que os problemas do futebol sénior não implicassem o desinvestimento na Academia.

    • uma mentira dita várias vezes pode chegar a tornar-se uma pseudo-verdade…se as pessoas quiserem!!

      Aurélio Pereira é o Senhor Formação, é e vai continuar a ser!

      • Há sempre maneira de conseguirmos deitar abaixo o que de bom ainda vamos fazendo. Antes criticava-se o que se fazia na academia porque havia deficit de sportinguismo nos atletas formados e aquilo era só teóricos e lampiões escolhidos pelo Pedro Mil-Homens. Agora que se puseram antigos atletas do Sporting a treinar algumas equipas da formação, o que antes estava mal, agora é que está bem!

      • academiaalcochete? sportinguista?, não sei se já reparou mas isto aqui é um espaço onde 80% dos post são para dizer porcaria, desabafar ou para nos insultarmos, e que eu saiba ninguém foi preso nem chegou a vias de facto.

        Portanto, se tem algo de concreto a dizer, diga. Foda-se.

      • ??
        O que é que eu não disse que devia ter dito?
        Não percebi o seu comentário.
        Apenas vim confirmar que o Aurélio fica mas que muitos dos outros que fizeram a academia nestes últimos 10 anos se foram embora. Peço desculpa se feri alguma susceptibilidade.

      • Então eu explico. Se quer vir com essas notícias – e como viu no meu outro comentário acho que, a serem verdades, têm mesmo que ser ditas pela sua gravidade – então não se pode ficar por um “investiguem”.

        Aqui pratica-se o malhanço sem piedade em quem andar a prejudicar o Sporting, mas é fulcral que seja com base em factos.

        É muito mau ficar-se por um “investigue-se”, e como disse não é a primeira nem a segunda vez que se ouvem “notícias” dessas. Quando a qualquer receio que possa ter, não tenha, como lhe disse, aqui pode dizer o que quiser que não vai preso. Simplesmente se mentir vai ter muita gente a apontar-lhe o dedo.

        É a forma actual de proteger a liberdade de imprensa quendo não temos impresna livre. Mas aqui esses mexericos sem o devido acompanhamento factual (simples, nome de quem vai sair, porque é que vai sair, a mando de quem, para por quem, a ganhar o que) são zero.

  4. Bonito ver o reconhecido lá fora o mérito do trabalho da nossa Academia(sim,lá fora porque nunca um artigo destes poderia ser escrito pela nossa obtusa imprensa desportiva)
    Só falta acrescentar,que enquanto clubes com processos similares(Barcelona e Bayern,falta acescentar o Ajax por exemplo)),conseguem ser campeões nos respectivos países durante anos a fio,aqui no nosso rectângulo,é uma tarefa quase impossível.
    Resta-nos a alegria de ver brilhar uma seleção quase toda nascida no nosso Sporting,com esperança que um dia, no nosso país o mérito vai ser recompensado

    • é impossível porque não há uma aposta clara na formação…é tipo bwin…podes apostar 1 euro e podes apostar 0.50 cêntimos…isto é o Sporting…aposta 0.50 cêntimos…tem custos com a formação mas na hora de aproveitar quando chega ao seniores…tá quieto. Preferem uns brazucas,argentinos etc de 18 anos.

      O Sporting não tem planeamento para a formação, um modelo de gestão desportiva sustentável, ao contrário do Barcelona, Ajax (não é um clube rico), Bayer Munich e Borussia Dortmund (começaram do 0, com muitos jogadores da formação foram bicampeões).

      É necessário ter uma equipa com um núcleo de jogadores forte, jogadores acima da média, e apostar na formação…é um ciclo vicioso, daqui a uns anos esses jogadores da formação serão jogadores do núcleo forte e outros da formação virão.

      Pois e tal, não conseguimos aguentar esses jogadores…pois não conseguimos agora mas deixa vender um ou outro por uma quantia avultada que logo conseguiremos assegurar os outros.

  5. A questão central é que a única alternativa que temos para fugir à decadência total é mesmo vender a formação, quer seja na vertente jogadores, quer seja na vertente de captar investidores lá fora. O falhanço do objectivo Champions numa noite no dragão em que faltou ambição, e que toda a gente na altura achou uma derrota normal, e uma não vitória na liga europa, que eu cheguei a acreditar que seria possível, deixaram o clube numa posição miserável em termos financeiros. A derrota na final da taça que poderia, pelo menos, criar um sentimento de vitória e de esperança nos adeptos com uma exibição inadmissível, da qual o actual treinador não escapa de todo impune, empurrou o clube para uma situação deveras difícil. Ao contrário de há um ano atrás, em que apareceram diversos candidatos, o Sporting hoje já não é um clube tão apetecível. Daí se percebe a apatia que grassa mesmo na oposição, quando a actual direcção já está completamente descredibilizada. Hoje temos mais dividas, um plantel mais caro, compromissos mais onerosos para cumprir e ao contrário de há um ano, não temos crença no futuro. No pós Bettencourt fazer pior era impossível. Entretanto o estado geral da economia também se degradou, o que ainda deteriora mais as coisas.
    Posto isto, a única tábua de salvação que pode dar uma bolsa de ar ao Clube é mesmo esta valorização dos formados em Alvalade no europeu. É pouco, é verdade, mas é o que temos. Era preferível que ainda fossem todos nossos, mas não são. Os jogadores que estão a dar mais nas vistas: CR, Nani, Moutinho e Veloso têm todos o carimbo bem visível. Uma segunda bota de ouro de Ronaldo pode ser mais rentável para o clube que uma ida à pré-eliminatória da Champions. Mas lá está, numa direcção onde as apostas pessoais do presidente deram todas merda, onde existem gatos assanhados a gladiarem-se, e onde não existe uma estratégia sem ser gerir o dia a dia da tesouraria, as mais-valias que isto pode trazer serão certamente nulas. Nesta fase, já deveria haver um grupo de trabalho criado em Alvalade com o objetivo de tentar potenciar o efeito que a marca Sporting está a deixar no Europeu. E como: talvez mandando informações para a comunicação social internacional sobre a Academia, sobre os métodos de trabalho, convidando reputados jornalistas e jornais para uma visita, etc. Eu sinceramente, com um trabalho de divulgação bem feito e agressivo, não acredito que não aparecessem gajos malucos a quererem investir à séria. As recentes visitas de GL a Angola não auguram nada de bom. É porque as coisas já estão meio encaminhadas e talvez se conseguisse investidores mais credíveis e com melhores condições que os sempre complicados capitais africanos que acabam quase sempre por dar merda.
    Por outro lado, também penso que as histórias que para aí correm que o melhor seria pedir a falência são completamente despropositadas. Acredito que haja gente que fala nisso até na direcção porque isto é um clube em que se fala muito e trabalha-se pouco com competência, mas que diabo: para todos os efeitos apesar do estado quase terminal o Clube continua a honrar os seus compromissos….
    SL

  6. Pena é que a politica actual seja vender juniores e percentagens de passes de juniores ao desbarato!!!! Não sou contra a venda… agora venda de merceeiro é que não.. chega a usar os cêntimos!!!

  7. “O Sporting ainda não pagou ao Barcelona a transferência de Jeffrén Suárez para Alvalade, sendo que o Barcelona já terá encontrado forma para amortizar a dívida leonina.

    Segundo o jornal Sport, próximo do emblema blaugrana, o Barcelona pretende os jovens «Agostinho Cá e Edgar Lé», uma vez que o Sporting «não tem dinheiro para pagar e esta pode ser a forma do Barça recuperar o seu dinheiro».

    Agostinho Cá e Edgar Lé estão a ser seguidos pelo Inter e pelo Real Madrid, mas, o destino dos atletas «deve ser o Camp Nou», segundo o jornal que se baseia em fontes ligadas ao clube leonino.

    «O Sporting confirmou ter recebido uma oferta de transferência para o Barcelona e já deram a sua aprovação. O clube blaugrana tem prioridade absoluta e as tentativas do Inter e Real Madrid, através do empresário Jorge Mendes, não vão ser concretizadas«, pode ler-se no jornal.”

    Mais 2 que daqui a uns anos vão estar na selecção e que nos deram retorno desportivo e financeiro pouco maior que zero.
    E o que mais me entristece é que isto é motivo de orgulho para alguns de nós…

  8. Off Topic.

    CONVOCATÓRIA
    ASSEMBLEIA GERAL

    Nos termos dos Estatutos, nomeadamente dos artigos 53º, nº 1a), 49º, alínea a), 50º nº1 a), convoco a Assembleia Geral do Sporting Clube de Portugal para reunir, no dia 30 de Junho de 2012 (Sábado), pelas 17.30 horas, na sede do Clube, no Auditório Artur Agostinho, com a seguinte ordem de trabalhos:

    Ponto Um: Discutir e votar o orçamento de receitas e despesas do Sporting Clube de Portugal, para o exercício de 1 de Julho de 2012 a 30 de Junho de 2013, elaborado pelo Conselho Directivo e acompanhado do Plano de Actividades e do Parecer do Conselho
    Fiscal, nos termos do artigo 49º alínea a) e 42º n.º 1 alínea i) dos Estatutos.

    Ponto Dois: Deliberar, nos termos do nº 1, alínea n) do artigo 42º dos Estatutos, sobre a aquisição à Câmara Municipal de Odivelas, pelo prazo de vinte anos a contar da data da respectiva escritura publica de constituição, do direito de superfície sobre os imóveis a
    seguir identificados:

    ___________________________________________//___________________

    O protocolo confirma-se assustadoramente mau para o clube (e bom para a câmara).

    São 19 alíneas de obrigações para 3 de direitos.

    Entre outras:

    Beneficiação dos campos de futebol e das infraestruturas de apoio, de acordo com o projecto existente
    50% de todas as receitas publicitárias
    50% das receitas de “naming”
    50% de todas as receitas televisivas
    50% de todas as receitas líquidas de bilheteira
    Fomentar uma Escola de Formação de Futebol
    Enquadramento técnico para apoio a actividades desportivas da população escolar
    Iniciar as obras no prazo máximo de 3 meses após a outorga da escritura
    Manutenção do espaço
    Cedência de bilhetes
    Permissão de colocação de publicidade de 2ª linha á CMO
    Pagamento de todas as despesas inerentes à manutenção, segurança, limpeza, organização e aos consumos de água, electricidade e gás
    Assegurar o protocolo “nos precisos termos constantes no Protocolo celebrado em Setembro de 2010, entre a Massa Insolvente do OFC, o Sport Lisboa e Benfica e o Município de Odivelas”

    Como direitos:
    Utilizar o Complexo Desportivo pela Equipa B de futebol e pelas equipas de futebol sub 13/14;
    Utilizar o Complexo Desportivo para a prática da modalidade de atletismo ou outras modalidades que promova;
    Afixar publicidade durante os eventos desportivos em que participe

    O projecto que se terá que cumprir a acreditar no que foi tornado público pela CS estará orçamentado em ~4.0M€ e o prazo de cedência é de 20 anos
    ______________________________________________________________________

    Se for assim, Isto não pode ser aprovado!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Fonte: http://www.sporting.pt/incscp/pdf/investor_relations/convocatoriaag_300612.pdf

    • Eu fico seriamente perplexo com estes acordos a “vinte anos”, pergunto-me se será possivel que tamanha estupidez passe, já não digo nada.
      Uma direcção não pode hipotecar o longo prazo dessa forma, não deveria ser possivel tamanha alarvidade. Façam acordos dentro dos prazos estipulados pelo mandato que lhes foi conferido, mais que isso é não só burrice, como cheira a esturro.

      • Peço desculpa pela intromissão, mas a presidente da Câmara foi encostada à paree com a entrevista inenarrável do LFV à Odeivelas TV no Estádio da Luz e teve que exigir-vos aquilo que tinha acordado com o LFV, pois essas eram as obrigações com que o Benfica se comprometia

  9. É engraçado, agora a base da selecção é nossa, no entanto quantos desses jogadores foram assobiados em alvalade?

    E hoje acontece o mesmo com outros jovens vindos da formação, que caso sigam o mesmo caminho destes, daqui a uns anos estarão na selecção representando outros clubes com o proveito habitual para o SCP.

    Enquanto não valorizarmos os nossos, os que defendem as nossas cores isto vai continuar a acontecer…há um ditado que diz: depois de mim virá quem bom me fará.

    Parece que continuamos sem aprender. Mas enquanto há vida há esperança

  10. Metade da Selecção nasceu no Sporting.

    Não interessa agora dissertar sobre esta direcção, as anteriores, sobre a merdosa personalidade de alguns destes talentos, etc.

    Só interessa que METADE DA SELECÇÃO NASCEU EM ALVALADE!!!

    Que os pasquins desta capoeira de país não o queiram admitir, é uma coisa com a qual posso bem. Não há uma galinha ou aparentado de galinha no XI, e assumi-lo custaria demais a mais de metade da populaça.

    Agora, que os próprios sportinguistas desviem sempre as atenções do essencial, para dissertar mais um pouco sobre o acessório, isso eu já não consigo perceber!

  11. Ah, tava a ver que era só eu a achar que dizer bem dos croquettes devido a alguns desta seleção terem sido formados no Sporting é de uma hipocrisia gigante.
    Vejam onde está essa base e que mais valias desportivas e financeiras é que nos deram…

    Andamos a formar pra rivais que ficam à nossa frente?

    Beto Porto
    Moutinho Porto
    Quaresma Porto
    Varela Porto
    Custódio Braga
    H. Viana Braga

    Ronaldo saiu aos 18 anos sem quase jogar pelos seniores (5 golos).
    Nani saiu aos 21 depois de apenas 2 épocas. (12 golos)
    Veloso saiu sem ser campeão pra lutar pa não descer em Itália.

    Salva-se o justiceiro Patrício que acredito que não sairá antes de nos dar o caneco.

  12. Mais de metade do plantel do Benfica campeão de futsal tb veio de Alvalade…

    A gente agradece-vos, como agradece o Simão. E o Pinto da Costa já me confessou, no intervalo do putedo, que não sabe como vos transmitir o tamanho da gratidão pelo negócio do Moutinho. Palavras dele!!!

      • Tens razão, foi pelos golos.

        Quanto à federação, dava-te jeito que, além do Ricardinho e do Bebé, fossem tb o Gonçalo, o Diece, o Marcão, o César, o Joel…

        Era mais fácil, reconheço, era mais fácil.

  13. Quem me dera ser reconhecido na Europa por títulos e não por formar jogadores para os outros…que se foda a Academia e a seleção. Temos tudo menos um modelo de formação à Barça ou à Bayern, estes ganham títulos, nós colecionamos desilusões.
    Andam todos orgulhosos por este reconhecimento…mas porquê, que vantagens isso nos trouxe? Basta fazer um exercicio muito simples, somem os títulos “TODOS” que os jogadores presentes no europeu com ligação ao Sporting conquistaram no nosso clube, façam este pequeno teste, a resposta é tão redondinha.
    Por mim vendia a academia e contratava um defesa central, um ponta de lança e um 10, deixava de fazer jogadores para os rivais e para a seleção e com uma grande equipa ganhava títulos, fazia dinheiro na venda destes jogadores que seriam valorizados por esses títulos e lia noticias na imprensa internacional a elogiar a nossa qualidade de jogo, o nosso poderio e os títulos conquistados.
    SL

    • Concordo e já muitos apresentaram os mesmos argumentos. Se nos deve orgulhar que a formação do Sporting tenha realmente um “selo de qualidade”? sem dúvida alguma. No entanto a política é um rotundo fracasso para o Nosso Clube. Nem conquistamos títulos, nem geramos mais-valias financeiras.

      Verdade que é bom termos reconhecimento de um artigo estrangeiro com boa base de investigação mas para o jornalista, ir 3 vezes seguidas à Champions e conseguir a primeira qualificação para os oitavos de final, mais 2 taças de Portugal e outras tantas supertaças é o resultado desportivo da nossa aposta nos jovens. Ora, bela merda!

      Pegando nas grandes fornadas de jogadores formados pelos diversos clubes europeus também reconhecidos pela sua Academia, TODOS eles têm gerações de grandes jogadores associadas a grandes conquistas ou a períodos de dominação:

      Ajax – Acho que nem é preciso falar muito nisto. Pensar apenas que as equipas dos anos 70, 80 e anos 90 têm uma GRANDE parte de jogadores da formação. Estas equipas constituiram também a base das grandes selecções holandesas de 1974, 1978, 1988, 1992, 1994 e 1998.

      Barça – Será mesmo necessário falar muito? Integração total do modelo de jogo (sendo que até é o modelo de jogo da selecção espanhola…. veja-se as implicações simbólicas disto!), enorme número de jogadores formados, novo paradigma no futebol trazido por um grande jogador, também ele formado no Barça e interpretado por jogadores magníficos. formados no Barça.

      Bayern e Borussia Dortmund – Conheço pior estes casos mas sei que o Bayern em conjunto com o Borussia (este caso bem mais interessante) ajudou a re-re-revolucionar o futebol alemão (e a selecção). Cuidado com eles…

      Man Utd – 2 épocas de ouro, 2 épocas grandemente apoiadas na formação: a dos “Busby’s babes” (anos 60 e 70) e a dos “Fergie’s babes” (anos 90 e década de 2000)

      OL – 7 campeonatos seguidos, apoiados na sua cantera (Gouvou, Ben Arfa, Benzema, etc)

      E nós? Qualquer um de nós recordará (e evocará) a época do Figo, Balakov, Paulo Sousa, Valckx, etc, etc, etc mas só gente muito masoquista (como eu) é que achará que se trata de uma época de “glória”. Já o tempo do Cristiano Ronaldo no Sporting está associado a mais uma metrelhada nos pés, depois de se conseguir destruir uma equipa acabadinha de conquistar a dobradinha e onde se destacavam nomes feitos como o de Jardel, JVP, Barbosa, André Cruz, Rui Jorge com esperanças feitas em casa e fora (Quaresma, Hugo Viana, Niculae, etc). Que grande onda gerou alguma vez a nossa formação? Do que nos serviu realmente, uma política que apenas nos trouxe como compensações justas as verbas do Hugo Viana e do Nani (e talvez a do Suinão)?

      Muito antes de torcer pela selecção, sou Sporting. Claro que vou torcer nesta quarta-feira contra os cabrões dos espanhóis mas preocupa-me muito o defeso e a “silly season” desta época que entra…..

      Sporting Sempre

      ps – como sempre, desculpem a extensão do post….

      • estás lá! a coerencia acima de tudo necessita-se nestes tempos conturbados… a ver o que ainda vai dar…

        SL

  14. Cá e Ié para Barcelona para pagar o venezuelano cheio de lesões que o Barça ‘despachou’ porque o gajo é talentoso, mas os técnicos e médicos do Barça são burros e incompetentes, ou de que modo se houvesse ‘esperança’ no rapaz ele saia de Barcelona por menos de 3 milhões? Não me parece… Adrien (seleccionável há uns anos para a selecção europeia de sub18) a caminho de Saint-Etienne porque o sensivel projeto de treinador não gostou da ambição do rapaz (no nosso clube ambição é tratada por ‘fruta podre’, os ‘rivais’ agradecem, porque lá a mesma ambição é garantia de sucesso) e prefere alguém mais moldável assim faalm em ir buscar o dispensado suiço Gelson, um ‘crack’ internacional cheio de sucessos (onde?), em detrimento (falta capacidade negocial ao ‘melhor da Europa’) de Yacob, este sim poderia ser reforço… Mais actos de má gestão e destruindo o Sporting, para o senhor Freitas se vangloriar… até quando? Gabar a Academia? A mim até custa… porque sempre imaginei que esse era o caminho para sermos um grande clube… Mas um tal de Freitas (que não enganou Salvador nem os gregos) regressou. Os jornais internacionais deviam fazer uma reportagem de fundo sobre a burrice que reina no nosso Sporting, talvez aí se despertasse o leão…

Deixe uma Resposta para Marco Aurelio Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s