Depois de Jeffren

É a vez de Arias não perder tempo a contrariar as afirmações vindas a público.
«Ao contrário do que referiu o meu representante, a conversa que tive com o treinador Ricardo Sá Pinto e com os dirigentes do Clube foi muita clara e esclarecedora. Todos concordámos que não podia arriscar continuar mais tempo sem jogar com regularidade. Nesse sentido, estou muito satisfeito por poder jogar na equipa B, sem nunca perder o objectivo de voltar a representar a equipa principal do Sporting. Se trabalhar bem, se jogar bem, sei que posso em qualquer momento voltar a integrar o grupo principal. Sou um jogador ambicioso, mas também sei que existem etapas e momentos que tenho e que vou respeitar. Quero ainda dizer aos sócios e adeptos do Sporting que estou muito feliz por poder representar o Clube, que me sinto completamente adaptado, sabendo que aqui, posso prosseguir, com sucesso, a minha carreira de jogador profissional de futebol».

27 thoughts on “Depois de Jeffren

  1. Virou moda agora.Qualquer dia quem faz as convocatórias e os põe a jogar são os empresários.
    Andamos a ser comidos por empresários é o que é.Quando não é por declarações lastimáveis,que só vem prejudicar os próprios jogadores,é para os levarem de alvalade para outro clube por tuta e meia.
    Alguém tem de pôr um fim nesta palhaçada,sim porque já são muitos casos em tão pouco tempo.
    Sporting Sempre.
    SL

    • É só ver a selecção do Brasil… como é que o kleber foi convocado para a selecção AA do Brasil??? Está certo que era um jogo treino, mas se não fossem os empresários onde é q este cepo calçava… Mas é aí que os corruptos andam a jogar, é que um tramposo de um jogador que foi adquirido da forma vergonhosa que todos vimos (a propósito, o maritimo já recebeu a sua parte de mais um esquema à corruptos?) se fica com 1 internacionalização AA valoriza e de que maneira… É que o Sistema é bem mais complexo do que só as trapaças que ocorrem em solo Lusitano…

      SL

      • Não sei se querias insinuar que o Maritimo tinha alguma coisa a ver com esquemas pintocostianos… é que bem pelo contrário! O Carlos Pereira (pres. Maritimo) não papa o Pintinho nem com molho de tomate quanto mais esquemas com eles…

  2. … e eu, que sou muito distraído peço a ajuda dos cacifeiros: Onde posso encontrar as declarações do Adrien a desmentir o advogado / empresário dele? È que não consigo encontrar em lado nenhum….

    • Pois,e esse é que é o verdadeiro “exemplo de profissional”como muitos diziam depois da final da taça,mas só porque é da Academia,pode fazer tudo,ao contrário dos outros que nem formados são no Sporting,parecem ter mais gosto e retratam-se mais depressa do que essa artista…é por isso,temos de começar a formar homens e eles têm de perceber que o passo maior possível para as carreiras deles é chegar a sénior no Sporting Clube de Portugal!
      SL

  3. É impressão minha ou este ano, os empresarios tiraram à “sorte” o SCP para malhar nele???
    Este ano não… é que é todos os anos… e ninguém os põe na linha??? Frouxidão….

      • Engraçado… eu falei em malhar no SCP… Tu vens-me falar em malhar na Direcção?! Hummmm… sintomático… Então? A direcção agora é tão importante como o CLUBE? Então e aquela “treta” de “as pessoas passam, o clube fica”???

        Essa de misturar no mesmo saco SCP e Direcção é que levou o SCP a estar onde está! Obrigado por esclarecer isso…

    • explica-me lá as tuas ideias sobre como é que se põe estes gajos na linha? Só para saber… com uns bananos? Ou deixando de comprar jogadores? Fazendo uma declaração publicamente? Camarada… é que é muito mais difícil do que parece! Eles PODEM falar! A merda é essa. Se não forem os jogadores a desmentir as declarações, ninguém os poderá calar!

      • Edu… Nós não temos de fazer nada à la Pintainho… Nós somos o SPORTING!
        Respondendo ao Chirola… É chamar à pedra os empresários, colocar os pontos nos iii e dizer: “Meu caro, isto aqui funciona assim… Se voltar a fazer o mesmo, não fazemos mais negócio. Se voltar a acontecer torno esta conversa pública e o meu amigo fica queimado no mercado…”

        Se é utopico? Até pode ser… mas sem pulso firme com estes sujeitos não vai faltar oportunidade de nos achincalharem… E estou certo que nem todos os empresários devem ser da laia de um Cátio Baldé ou do cabresto do advogado do Adrien…

        Chirola, não admito que sejamos condicionados por empresáriozecos… e o mundo é muito grande e há mais marés que marinheiros! Agora, nós é que não podemos deixar de ser quem somos e reger-nos por outros valores que não os nossos… ou pelo menos, pelos valores que eu acredito serem os nossos… Prefiro deixar de ser “deste” Sporting do que abdicar dos princípios que acredito serem os dos seus fundadores…

      • Ricardo,

        Percebo o que dizes e tendo a concordar com a abordagem.

        O grande problema é que neste momento o Sporting não pode fechar as portas ao mercado e uma linha de acção desse tipo só resultaria caso o que se dissesse se fizesse.

        Ora actualmente o Sporting não tem força negocial para tal. E esses empresários e advogados sabem disso.

        SL

      • Porque não colocar uma alínea nos contratos, caso alguma das partes faça comentários públicos lesivos ás outras partes, incorre em multa, mas uma que doa no bolso, assim pensariam duas vezes antes de o fazer. Quem não quisesse aceitar, não havia negócio. Manteríamos assim a nossa conduta e os nossos valores, e quando falo de valores, falo do Sporting instituição, e não desta Direção. E como disseram em cima, há mais marés que marinheiros. SL

      • Guentchev,
        Isso seria uma das soluções. Até mais apropriada do que a que referi pois ficava no papel… Afinal, não foi de forma semelhante que se chegou a acordo com DP para rescindir com ele? Quem já ouvi o DP falar mal do SCP ou da direcção? Não fala porque não pode… e à conta disso, fica a mamar mais um ano de contrato sem fazer caracol!

        Continuo a dizer, os nossos valores não podem ser condicionados por A, B, C… e não voltaremos a ser respeitados enquanto não fizermos finca-pé… Ou somos SPORTING ou seremos apenas iguais aos outros!

      • Verde Sporting,
        A seriedade não pode ser negociada… E o mercado não pode ser, por princípio, um espaço nebuloso… senão deixa de ser credivel e morre por sí mesmo. Mas isto digo eu, que sou um gajo utópico…

  4. Os empresários começam a perder influência no dia em que os disparates que dizem forem não só ignorados pela estrutura (como têm vindo a ser e muito bem) como pelos blogs dos Sportinguistas…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s