Se não se importarem…

… eu vou buscar a minha filha. Já abdiquei de demasiado tempo de qualidade que ela me proporciona, para estar a ver este bando de bandalhos a enxovalharem o nome do meu clube.
Ah, só duas notas. Se alguém tiver o número do Polga, peçam-lhe para voltar. Se se agendar uma recepção à altura do que temos estado a ver, seja no aeroporto, seja onde for, avisem-me. Terei todo o gosto em cantar “só eu sei, porque não fico em casa”.

p.s. – peço-vos que não respondam aos sacos de merda que, com toda a certeza, aqui vão cair. Estarão a facilitar a limpeza. Obrigado.

O Bloco de Notas do Gabriel Alves – Liga Europa, jornada 5

É um estádio bonito, novo, arejado
Basileia – Sporting
18h00
St. Jakob Park

Uma humidade relativa, muito superior a 100%
Frio e mais frio, num estádio de boa memória para o Sporting (0-3 e 0-1 nas últimas visitas). Esperemos que se confirme o provérbio de que «não há duas (vitórias) sem três».

A selecção do Mali tem um futebol com um perfume selvagem e com um odor realmente fresco…
O Basileia chega a este jogo motivado pela goleada aplicada ao Grasshoppers e pela perspectiva de poder passar à próxima fase da Liga Europa. Em Lisboa, mostraram-se satisfeitos com o empate, mesmo a jogar contra dez, mas acredito que hoje joguem mais abertos (mesmo mantendo aquela espécie de 4-5-1).

Este homem é um Mister!
Murat Yakin chegou há pouco mais de um mês, mas parece ter trazido boas vibrações à equipa. Diz que quer jogar para marcar.

Ele é excelente nestes lances porque a bola está morta e passa a estar viva.
O avançado Alexander Frei é o melhor jogador do Basileia. O central Dragovic é perigoso nas bolas paradas.

A vantagem de ter duas pernas!
Em Lisboa, o lado direito do Basel, entregue aos manos Degen, mostrou-se um óptimo caminho para criar perigo..

E agora entram as danças sevilhanas da catalunha
Franky, todos esperamos que, depois de uma vitória, a equipa se apresente com as ideias mais arejadas. Não temos outra possibilidade que não ganhar, e até isso pode não chegar para seguirmos em frente num grupo onde tínhamos obrigação de ser primeiros. O mínimo dos mínimos será limpar a face e arrecadar algum dinheiro.

Vamos jogar no totobola
Basileia – Sporting   2

O golo

Julgo ser unânime a opinião de que se há posição onde estamos bem servidos, essa posição é a baliza. Rui Patrício é, hoje, um dos melhores guarda redes do mundo (pelo menos para mim), tendo ainda grande margem de progressão. E, contrariando muitas das opiniões que por aqui leio, sou da opinião que, na outra ponta, também estamos bem servidos. É verdade que Wolfswinkel não é um Van Basten, é verdade que falha golos que devia marcar, mas continuo a achar que temos um ponta de lança para dar-nos muitas alegrias e muitos golos (saiba a equipa aproveitá-lo, como fez Dier).

E é, precisamente, na questão da finalização que pretendo pegar, por achar que reside aí um dos nosso principais problemas (e que esse problema não está em Wolfswinkel). Recuando à época anterior, referência para a maioria destes jogadores, tivemos um Schaars (sim, ele mesmo) a marcar, tivemos Capel, tivemos Carrillo, tivemos Matías, tivemos Onyewu a resolver alguns jogos, até Izmailov que, quando jogava, marcava. E bastará olhar para os três primeiros classificados na nossa liga, para entender a importância de ter médios com golo nos pés (é só recuar uns dias e ver o que fez Lucho) e centrais capazes de, de quando em vez, ajudarem a desbloquear situações mais complicadas.

Este será, em meu entender, um dos grandes desafios de Vercauteren.

Ecos de fim-de-semana

A semana terminou de forma agradável. com Cristiano Ronaldo a utilizar o telefone para, durante a entrega dos Rugidos de Leão, sublinhar o seu Sportinguismo e a sua crença de que o Leão voltará a rugir bem alto. Mas, num fim-de-semana sem futebol, acabou por não ser surpresa o surgimento de alguns momentos revista de chuteiras cor de rosa.
Figo deixou em aberto a possibilidade de vir a ser treinador, contrariando a minha ideia de que ele tem perfil, conhecimentos e reconhecimento mais do que suficientes para ser director desportivo; depois de Schaars, foi Boulahrouz a desmentir as afirmações que, supostamente, teria feito a um jornal do seu país, criticando Sá Pinto; o nome de Altidore, um possante avançado, foi noticiado como potencial reforço do Sporting (mais uma negociata para encher bolsos a alguém?); Pedro Baltazar voltou a atacar, defendendo a ideia de um Sporting com dois presidentes, um para liderar o clube e outro para dirigir a SAD, assumindo-se como talhado para ocupar este último posto.

Pelo meio, os juvenis espetaram quatro batatas aos lampiões.

Para os treinadores de bancada

Enquanto lavava os dentes, vá lá saber-se porquê, o meu cérebro recordou-me que, neste momento, o Rinaudo é uma das nossas segundas linhas. Mais, que Rinaudo está atrás de Gelson.
Ora, eu acho que o Rinaudo tem condições mais do que suficientes para ser titular do Sporting (tanto a seis como em duplo pivot), ainda para mais de um Sporting a quem o treinador pede pressão constante sobre o portador da bola. E tu, o que é que achas?

Palhaçada…

A UEFA abriu um procedimento disciplinar contra o jogador do Sporting Clube de Portugal Ricky van Wolfswinkel por conduta imprópria no jogo da fase de grupos da Liga Europa contra o KRC Genk, em 8 de novembro de 2012, em Lisboa“, disse o organismo que tutela o futebol europeu à agência Lusa.

p.s. – espero que a nossa imprensa desportiva esteja orgulhosa do seu brilhante desempenho…