Água mole em pedra dura

«O Dar Rumo ao Sporting anuncia que comunicou à Mesa da Assembleia Geral do Sporting Clube de Portugal a intenção de entregar, por fim, o seu requerimento, para a concretização da Assembleia Geral Extraordinária, após a recolha de assinaturas final marcada para 5 de Janeiro. A solicitação deste encontro foi aceite pela Mesa da Assembleia Geral, e o mesmo realizar-se-á na semana subsequente.»

Assim sendo, quem ainda não tiver assinado, pode aproveitar o jogo frente ao Paços. Entretanto, e porque neste nosso universo paralelo chamado Sporting são precisos uns bons milhares de euros para convocar uma AGE (diz que é para os croquetes e para as evian), está a decorrer uma solicitação de fundos para ajudar a tornar possível esta tentativa de murro na mesa.

89 thoughts on “Água mole em pedra dura

  1. Já disse milhares de vezes que só quando esta corja instalada há 17 anos nos corredores de Alvalade for corrida a murro e a pontapé é que nos vamos erguer novamente.

  2. è sem duvida um esforço de louvar!espero que va ate ao fim e alcançes o seu objectivo!contudo tenho um feeling que nao vai dar em nada….!

    ja agora?o ghilas ja assinou?e os € das gazprom?o elias,o pranica e izma?ainda vao demorar a voltar para a puta que os pariu??

    • Já ouço falar dos investidores há tanto tempo que tenho impressão que vou dar agora uma mija à casa de banho e quando voltar eles já estão aí…

  3. Mas é garantido que o dia seguinte será melhor? não se deviam discutir as coisas com calma e só depois tomar decisões? o que ganhamos em tirar o X para por o Y quando o problema é estrutural (não digo que não seja também de gestão, claro que é, mas nesta fase podemos assegurar que quem vem a seguir faz melhor)?

    Ao contrário do que pensam os subscritores desta iniciativa, a lógica Tiririca não funciona num clube de futebol. Pode tudo ficar bem pior…

      • Mas arriscar o quê??
        Já viram bem a situação em que estamos??
        O que é que ainda nos resta pra arriscar??
        O que é que pode ser pior que isto??

      • Caros,

        Começando pelo Guentchev – quem me trouxe acho que foi o Carlos Freitas, emprestado do Lokomotiv Moscovo. Agora podemos tentar discutir seriamente os temas ou nem por isso?

        Cherbakov, numa empresa, digamos, normal, a situação financeira do Sporting determinaria a sua liquidação por via de processo de insolvência. Não haveria uma só equipa de gestão, no mundo inteiro, que aceitasse conscientemente pegar no Sporting nesta situação.

        Ora, nós só não vamos à insolvência porque o Sporting é o Sporting. Afastado esse cenário, pensemos nas alternativas que são as normais quando uma empresa está como estamos. De três, uma:
        – ou os credores financiam mais;
        – ou os sócios poem dinheiro;
        – ou os sócios vendem a empresa a quem esteja disposto a por dinheiro.

        No nosso caso (Sporting) os credores estão a fechar-nos as portas e os sócios não têm dinheiro para investir. Numa situação – repito – normal, só nos restaria o terceiro caminho. E não duvido muito que será esse caminho que será adotado no futuro, seja por quem for (BC, GL ou outro qualquer). O que não implica necessariamente perder o controlo da SAD.

        Pergunto-te: estás esclarecido quanto ao terceiro caminho? Vendemos a maioria ou uma participação qualificada, ainda que minoritária? Entregamos a gestão? Mantemos uma opção de compra/direito de preferência? E quanto custa? Qual é o valor do nosso passivo que tem que ser liquidado para que a nossa tesouraria fique desafogada?

        Eu não tenho medo de arriscar. Tenho é dúvidas que um processo eleitoral sem que se discutam as questões verdadeiramente importantes faça algum bem ao clube nesta fase. Porque não estou a ver ninguém com capacidade para ultrapassar os atuais problemas (alguns deles, reconheço-o sem problemas, agudizados no actual mandato).

      • O Carlos Freitas? O mesmo que era pedra fulcral do “projecto” desta Direção?

        Depois de tudo o que tem sido escrito e exposto, não só aqui no Cacifo como na blogosfera em geral (esta sim a verdadeira comunicação social e não as “prostitutas” dos mainstream media), ainda tens dúvidas?

        Chegaste mesmo agora…

      • Marian Had,
        Esqueceste-te do mais importante, com quem e como chegámos a esta situação?
        É desta gente, desta elite do croquete, destes pseudo-gestores da treta, que os sportinguista estão fartos! Estamos fartos da mesma receita de sempre! Tentar curar a doença, com o mal que a provoca… não pode ser! É preciso mudar de paradigma.

        Mantive-me sócio mas não estou disponível para ajudar estes fdp que foderam o meu Sporting, mas estarei sempre disponível para ajudar uma nova direcção com um projecto bem alicerçado e com gente que não teve nada a ver com o últimos 16 anos de dirigismo do Sporting.

      • Guentchev, a parte do Carlos Freitas era uma piada sobre a contratação do jogador com o nome que estou a usar… Mas adiante, contigo já vi que não vale a pena.

        Anti-sad’s, é verdade e não há como negá-lo: foram os últimos 16/17 anos de gestão que nos trouxeram até aqui. Há que mudar alguma coisa, sem dúvida. O problema é que a situação é tão má que o momento obriga a parar para pensar. Ficas a saber que votei Soares Franco e disse para mim próprio que não voltaria a votar nesta rapaziada se as coisas não melhorassem. Não melhoraram. Por isso não votei Bettencourt e por isso não votei GL. Mas infelizmente estamos num ponto em que o doente pode morrer da (tentativa de) cura.

        Pensas que a minha primeira tentação não é igual à tua? “Correr com eles, já” é o primeiro pensamento que me vem à cabeça. Mas reproduzo o que abaixo disse ao Divã Leonino: “se me deres a garantia que ninguém durante o processo eleitoral vai dizer “isso só vou ver quando lá chegar” e que todos os candidatos vão apresentar propostas que vão para além do manager, do treinador, dos reforços e dos investidores que não dizem quanto investem e em que condições, penso duas vezes…”

      • Ó Mariano, eu percebi, daí ter utilizado essa hilariante piada como catapulta para te tentar ajudar a dissipar as dúvidas que tens em relação a uma mudança e a não ter medo de arriscar fora de campo. Mas também não é caso para amuares.

        Não tenhas receio do Rui Oliveira e Costa e do seu olhar maquiavélico para as câmeras dizendo que os Maias estavam certos e o Sporting acaba se houver eleições agora. O “isto ou o caos” é um truque propagandista secular já tão visto que é incrível como há pessoas que ainda ficam “aterrorizadas”, mas não deixa de ser um facto. Não duvides que existem pessoas capazes de trazer o Sporting de volta que se apresentarão no imediato. Eu até já me canso de enumerar as razões pelas quais esta corja deve sair e dar a ler, por exemplo, o projecto (sem aspas) que o Bruno de Carvalho, por exemplo (aliás, vendo bem, o único, na verdadeira acepção da palavra) tinha (e ainda tem, felizmente). Seja ele, ou outro fora da “Elite”. Apenas agora levará mais tempo a erguer o clube, algo que podia muito bem ter sido evitado em Março de 2011.

        De uma coisa tenho a certeza, cada dia que passa com esta gente no clube, é uma gota de sangue a menos até esvairmos.

    • Marian,

      Não te preocupes. Quando chegar o momento das eleições terás muito por onde escolher.
      O candidato que for marginalizado pelos outros todos (sim, os do costume) e apelidado de aventureirista, paraquedista e populista é aquele em quem devemos votar. Porque esse vai propor um caminho bem diferente.
      É que nos outros já vimos o que têm feito nos últimos 17 anos… estamos fartos.

      A equação é simples: podemos não saber bem o que queremos, mas sabemos muito bem o que NÃO queremos!

      SL

      • Kadechima,

        Sinceramente, seria a minha tentação. Mas aí a minha escolha seria puramente emocional. E acho que isso vem ao encontro do que disse antes – a lógica do Tiririca não funciona num clube de futebol. A escolha emocional, nesta fase, pode correr bem, mas pode também correr muito mal.

        Se, em tese, me perguntares se alguém pode fazer melhor que o GL, respondo-te “seguramente que sim”. Nestas circunstâncias, tenho dúvidas que alguém possa fazer o que quer que seja pelo Sporting sem que se encontre uma solução que seja amplamente discutida e debatida. Ora, num processo eleitoral vamos debater treinadores, reforços e investidores que não dizem quanto investem. Que tal se primeiro formos discutir o que interessa, ver quanto é preciso investir e em que moldes estaríamos dispostos a aceitar esses investidores?

      • Neste momento, vamos discutir o quê e com quem? Há alguém a querer discutir seja o que for?? Eu só vejo um velho biruta com a mania de que sabe o que está a fazer, re-descobrindo a verdade sobre a gestão de um clube de futebol (o ADN, digamos) a cada merda que faz (e se a tem feito!!).

        Ou esperamos pelo fim do mês e discutimos não sei bem o quê com o BES?

    • Não há problema.

      – Primeiro ano culpa-se as direcções anteriores e a falta de $.
      – Segundo ano culpa-se as criticas da oposição, dos lambuças e dos papagaios.
      – Terceiro ano já não interessa, é só para ganhar mais uns trocos que a merda já foi feita nos outros dois anos, e já não há adeptos que se estejam para chatear para dar 10 euros e trocar de presidência.

      Boa sorte para a iniciativa, espero sinceramente que me surpreenda pela positiva, a mim e a todos os sportinguistas, e criem aqui o inicio de um novo Sporting, mais forte, sério, unido, e em nome de um ideal maior que a soma dos egos.

    • Marian

      Por vezes, em prédios em chamas, vemos o pessoal a atirar-se porque sabe que se lá ficar vai morrer de certeza.

      Com o Sporting é igual! Vamos ficar melhores? É incerto…mas a continuar nesta linha vamos morrer de certeza!! Por isso mais vale a pena tentar!!

      • Cafageste, o enunciado do exemplo é perfeito, só a tua conclusão é que está errada: se tomares a decisão (emocional) de te atirares pela janela é que a morte (ou pelo menos uma lesão grave) é certa, ficando à espera dos bombeiros pode ser que tenhas a sorte de te salvares. Mas eu não quero esperar pelos bombeiros: eu quero é que alguém me explique claramente quais são as minhas opções. Se depois de eu estar devidamente esclarecido me decidir atirar, pelo menos fi-lo com base em argumentos e não numa decisão emocional do momento que pode ter consequências complicadas.

      • Marian Had,
        Cá está, o mesmo erro, parece que não queres ver a causa…
        O prédio está a arder por negligência, as últimas administrações do condomínio foram miseráveis e a última então colocou o edifício a “ferro e fogo”…
        Portanto, a opção é chamar os bombeiros voluntários, e enquanto eles não chegam, partir as fuças aos administradores

      • Mesmo assim, 60m de fundo é muito puxado.

        Além disso, uma AG por dia não sabes o bem que fazia! ahaha
        SL

      • Não sei que democracia tens tu na cabeça, oh valverde. Na minha, as AG não se medem em notas de conto. Medem-se em vontades. Dos sócios, neste caso.
        Sim, se os sócios quiserem uma AG todos os dias, que a tenham. Se quiserem por esta cambada na rua, que o façam sem ter que ter uma conta na Suiça.

      • A democracia abilita a que qualquer partido com 1% dos votos e sem custos possa obrigar a um referendo sobre a saída ou não do presidente da republica e convocação de novas eleições?

        Não sei que democracia tens tu na cabeça, oh Luís. Voto em blogocracia.

        Uma assembleia geral não custa certamente 60mil, e é obviamente a forma de evitar que qualquer um fora do clube com 2 dias de sócio apareça pra bricar com a “democracia”.

        O que me espanta é ouvir candidatos a prometer Milhões se ganhassem, mas nesta altura não arranjam 60mil para iniciar o processo? 1000 euros nos dias iniciais com 5 promotores dá 200 euros a cada.
        Está bem…

  4. Uma boa notícia… excelente diga-se. É bom assistir, finalmente, a certos “mamões” a chorar com a mudança de paradigma que se antevê… os resultados são de tal modo evidentes da corja instalada, que, no presente, nem sequer merece discussão.

    Valha-nos os sportinguistas como estes do Dar Rumo ao Sporting.

  5. porra, a treta da “estabilidade” é surreal!

    eu também defendo estabilidade, quando estou bem de saúde, com as continhas em dia, sem chatices com os miúdos, a comer a mulher que todos cobiçam lá no prédio, etc. etc.

    Também percebo a necessidade de estabilidade quando apesar de ainda estar a comer a gaja do rés-do-chão, andar de zundapp e ter que fazer uma ginástica do caralho para pagar as contas de casa, consigo ter um trabalho, educar os miúdos, e ter comidinha todos os dias sobre a mesa.

    ou seja, passando para o Sporting, até perceberia os defensores da estabilidade se estivessemos a ter os mesmíssimos resultados mas com a mesma estrutura que foi realmente sufragada, com um plantel bem mais barato, sem o investimento que foi realizado, sem a dança de treinadores, sem caprichos dos jogadores na imprensa, sem faltas de respeito pelos que ainda estão no barco, sem dança de cadeiras na Direcção, sem danças de cadeiras na SAD, sem Baptistas da Silva nos órgãos sociais, sem acusações de corrupção e peculato, sem presentes para os rivais, sem ter estado na “lista negra” da UEFA, sem 46 milhões de euros de resultado negativo, no fundo, SEM TODA A MERDA QUE ESTÁ A ACONTECER À NOSSA VOLTA!!!

    Como tal, quem defende este tipo de “estabilidade” só pode:

    1 – Estar a cagar-se para o Sporting
    2 – Querer o Sporting ainda mais na merda
    3 – Querer o fim do Sporting para começar a apoiar o FCP e assim dizer, às segundas de manhã lá num dos seus escritórios do Marquês, “nha nha nha nha, ganhamos!” à secretária que é do Benfas.

    Aceitam-se triplas…

    • Divã, o argumento (pelo menos o meu) não é o da estabilidade mas o da falta de esclarecimento de um processo eleitoral (onde se discute tudo menos o que interessa).

      Ou, de outra forma: não digo que não a um processo eleitoral desde que antes quem acaba por determinar o resultado desse processo seja devidamente esclarecido.

      Se me deres a garantia que ninguém durante o processo eleitoral vai dizer “isso só vou ver quando lá chegar” e que todos os candidatos vão apresentar propostas que vão para além do manager, do treinador, dos reforços e dos investidores que não dizem quanto investem e em que condições, penso duas vezes…

      E contra mim falo: votei Dias Ferreira sem que ele dissesse por uma só vez quem eram os investidores, quanto iam investir e em que termos o iam fazer. Não cometo o mesmo erro duas vezes. Se nenhum candidato esclarecer estes pontos, abstenho-me ou voto branco. E vamos ter um presidente, seja ele quem for, eleito com os habituais dichotes “devolver o Sporting aos sportinguistas” e coisas do género, que basicamente já não levam a lado nenhum desde os anos 80…

  6. Daqui a quantos meses é que o Godas se põe nas putas?

    Supondo que a AG é marcada para daqui a 1 mês e a direcção é posta no caralho. Quanto tempo demora até haver eleições?

    O cabeça de cotonette demitiu-se a 15 de janeiro de 2011 e a 27 de março houve eleições.

  7. Já repararam que, hoje em dia, é tão dificil arranjar alguem que tenha votado no GL, até é de admirar como é que ganharam a merda das eleições…

    Aproveito só para deixar um “fuck you very much” a todos os votantes na dupla DF/Palhaço (Futre), mesmo depois da humilhação do chinês e do oh sócio, preferiram a vossa reserva moral em vez do único voto que podia derrotar a continuidade.

    Bravo! Sem vocês não teria sido possível afinar resultados. Sem vocês o BES nunca teria a hipótese que tem de controlar a SAD. Sem vocês nunca teríamos tido o Godinho, o Cristovão, o Duque, o Barbosa e a luta pela manutenção. Mil vezes bravo!!

    E vão mas é todos para a real puta que vos pariu!!

    • é precisamente por causa de reações como esta que uma AG não faz sentido nenhum

      a vossa democracia é a do “ou ganham os meus ou os sócios vão para a puta que os pariu”

      é normal, são uns pirralhos que não sabem o que custou ter democracia em Portugal

      no dia em que crescerem vão perceber que a vida é mais difícil do que o papá explica ao jantar

      • Já nem vale a pena responder… Há quem goste que o clube seja gerido por incompetentes… Interessa é manter a puta do estabelishment independentemente do que aconteça…

        Vamos perder a maioria da SAD, estamos a caminho de descer de divisão no futebol profissional, o atletismo está como está, todas as modalidades não autonomas estão na ruina desportiva, estamos em falência técnica, temos mais despesas que receitas, temos um passivo consolidado de 400 M€, todas as receitas estão a ser adiantadas, compramos 29 jogadores em 2 epocas que estão a ser despachados, mudamos de estrutura directiva como quem muda as cuecas, continuamos a pagar a 2 treinadores e ao treinador dos treinadores, todos nos pisam (CS, arbitros, estruturas da federação, até a UEFA) mas temos que manter esta direcção “no matter what”

        De facto a puta da vida é dificil, mas com incompetentes, com pessoas que estão mais interessadas em defender “outros interesses” que os do Sporting e os dos seus sócios e adeptos, torna-se mais dificil…

        Se calhar o seu papá também não lhe explicou a diferença entre o bem e o mal e o certo e o errado, deve ter sido esse o erro do seu papá…

      • Vamos lá a sacudir a areia dos olhos… Não são “os sócios” na sua generalidade que digo que vão para a puta que os pariu, só aqueles que foram suficientemente estúpidos para insistir numa lista de palhaçada, que até fez o favor de auto-desmascarar a própria falta de seriedade. É que estes filhos da puta de sócios insistiram em votar na palhaçada do Futre para manter intacta uma certa sobranceria moral; não votaram na continuidade, mas também não votaram “nos mafiosos dos russos”. Assim, ganhasse quem ganhasse, que certamente não seria DF, e quando a coisa desse para o torto, do alto da sua sobranceria moral poderiam então declarar “nós avisámos, nós é que tinhamos razão”.

        Talvez não contassem que os resultados fossem tão renhidos, que se proporcionasse a falcatrua nos resultados. O que é certo é que a vossa sobranceria custou bem cara ao Clube, ainda estamos para ver quanto…

        …E que raio de democrata é este que acha que “não faz sentido nenhum” dar a palavra ao povo, neste caso aos sócios?

      • mas quem falou em manter esta direção, pá??? lê o que eu escrevi acima!! querem ir para eleições? força! mas primeiro convirá perceber qual é a real situação e discutir soluções! numa campanha eleitoral, ou muito me engano, ou vamos discutir treinadores, reforços e diretores desportivos! soluções, nada… eu acho que TODOS deviam discutir isto com calma. TODOS sem qualquer excepção, incluindo os candidatos derrotados nas últimas eleições (ou melhor: a começar por estes)

        e só respondi ao Trafalgar nos termos em que o fiz porque no entender dele quem votou Dias Ferreira (como eu) deve ir para a puta de não sei quem. acredito que pense o mesmo de quem votou Baltazar ou Abrantes Mendes… critiquei a falta de fair-play democrático de quem não aceita os votos dos outros. é o mesmo que criticar quem vota no PCP porque na realidade sabe que só o PS ou o PSD ganham eleições. achas isto razoável? achas que isto é democrático? achas que isto é respeitador das posições dos outros? é isto que queres com uma AGE?

        é que se é isto, tem tudo para correr (muito) mal

      • Trafalgar,
        Votei Dias Ferreira por três motivos essencialmente:
        – porque tinha um projeto desportivo no qual eu me revia (os restantes limitaram-se a apresentar treinadores mas não explicaram minimamente como funcionaria a estratégia desportiva do Sporting);
        – porque já na altura defendeu que as contratações dos supostos “reforços” fosse feita sem recurso a capitais do Sporting mas sim com parcerias que não obrigassem o Sporting a dispender esses valores;
        – porque tinha já na altura uma ideia muito clara quanto à necessidade de investidores de capital.
        Era insuficiente, claro. Mas no último ponto – para mim essencial – foi o único que falou claro. Por isso votei nele.
        Quanto à AG fazer ou não sentido: reitero que não faz sentido nenhum se o ambiente for o espelho do teu primeiro comentário. Que é, como certamente reconhecerás, intolerante quanto ao que os outros têm o direito de pensar. Não vai ser uma AG mas sim uma batalha campal. Se essa AG, porém, for o espelho do teu segundo comentário (excluindo a insistência nos insultos só porque as pessoas pensam de forma diferente da tua), já pode fazer algum sentido…

      • “é precisamente por causa de reações como esta que uma AG não faz sentido nenhum”

        Como não vais manter a direcção sem AG???

      • AG neste momento… depois de se discutirem as coisas seriamente também acho que devemos ir para eleições

      • Não queres a AG(não achares que ela faça diferença vai dar ao mesmo de querer a continuidade desta direção) mas queres outra direção?????Como???Se o homem não sai de lá…
        Agora diz me lá onde é que eu não sei ler???Mantém te caralho…Vê lá se votas bem da próxima vez,ao menos isso porque de inteligência já se viu…..
        Continua lá a lamentar te que dentro de dias já poderás começar a pensar em quem votar…..pelo menos tens tido tempo para isso…..

      • Marian,

        Na AG, os sócios apenas terão que se pronunciar, sim ou não, se acham que esta direcção tem condições para continuar em funções. A pergunta é simples, a resposta também, não há qualquer motivo para esse discursso alarmista sobre “batalhas campais”.

        Não vejo que diferença fundamental existe entre o meu primeiro comentário e o segundo; na essencia o que eu quero dizer é que muita da responsabilidade pelo “estado a que chegámos” é dos sócios que “desviaram” votos anti-continuidade para um projecto sem qualquer hipótese de sucesso. Não falo em Abrantes Mendes nem em Baltazar, foram candidaturas sem expressão, é como se não tivessem existido. Já o DF e a sua lista de palhaços, bem como os que teimaram em votar nessa lista, principalmente depois do caso do chinês, esses são efectivamente responsáveis. E para mim, quem quer que seja responsável por este estado a que chegámos, sejam godinhitos ou palhacitos, podem ir todos para real puta que vos pariu!

        Quanto às imensas virtudes da candidatura do DF/Palhaço(Futre):

        [projeto desportivo] Sinceramente, não sei como é que é possível a um Sportinguista rever-se num projecto desportivo liderado por alguém que, em todas as ocasiões que teve, fez questão de espezinhar o Clube…

        [contratações sem recurso a capitais do Sporting] Faltou só o “pequeno” pormenor de explicar de onde vinha o dinheiro e em que moldes seriam feitos os negócios.

        [ideia muito clara quanto à necessidade de investidores] Viu-se entretanto que “ideia muito clara” é essa: vender incondicionalmente e ao desbarato a participação maioritária na SAD, deixando de ser o Clube (i.e. os sócios) a decidir a gestão da equipa. Ideal para um presidente que só quer é aparecer na tribuna VIP e mandar uns bitates nos programas da especialidade. Para o caso, não sei se o Sporting Clube do Sheikh do Dubai é muito melhor do que o Sporting Clube do BES…

      • Trafalgar, insistes no insulto e na lógica maniqueísta de que vota bem quem vota como tu e os outros podem ser insultados. Ok, ficas na tua e eu fico na minha mas não me parece que assim convenças muita gente do que quer que seja.

      • De quando em vez vêm-se de facto alguns “infiltrados” por aqui a tentar “convencer” os leitores do Cacifo de alguma coisa, mas não é o meu caso. Não quero “convencer” ninguém, só pretendo dar a minha opinião, como sportinguista, sócio, ser humano…

        Neste caso, a minha opinião é que, quem votou como tu votaste, ajudou a “eleger” o Godinho, merece ser insultado!

        Depois, queres “convencer”, ainda não percebi bem com que argumentos, que não faz sentido uma AG, para termos muito medo das eleições que se seguirão, mais vale deixar tudo como está, vamos só falando de investidores, não vamos fazer muitas ondas… Porra, ajudas a corja a chegar ao poleiro e agora queres manter tudo como está, mereces ser duplamente insultado…

        E se és assim tão sensível a lógicas maniqueístas (e a insultos) talvez seja melhor evitares sítios onde se discute de bola.

      • Sim, muito orgulho, 2 campeonatos em 30 anos… Agora estamos nos 10ºs e fora de todas as competições mas deves estar contente…

        Há quem se contente com migalhas…

  8. Vou agora fazer a transferência de 0,01% do valor da AG extraordinária e pagarei as minhas quotas (que, desde a venda do nosso capitão ao FCP só paguei para votar) logo que a AG estiver marcada. Não conheço as pessoas que organizaram a recolha de assinaturas e de fundos, e, se calhar, até tenho pouco em comum com elas (até li que aquilo que as motivou foi a demissão do Sá Pinto, que para mim foi a mais previsível asneira desta direcção), mas une-me a elas o mais importante: A VERGONHA DE VER O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL SER REPRESENTADO POR LUÍS GODINHO LOPES. Mesmo sabendo que os portugueses recusam os factos e os números que contrariam as suas teorias, TUDO TEM LIMITES: o futebol profissional do Sporting tem, de longe, os seus piores resultados desportivos de sempre: em 23 jogos oficiais, vencemos 4. Com 12 jornadas disputadas estamos a 2 pontos da linha de água. No primeiro dia do ano, já tínhamos perdido TODOS os objectivos desportivos que tínhamos para 2013. E ISSO NÃO É O MAIS GRAVE! FINANCEIRAMENTE, O DESEMPENHO AINDA É PIOR: agravaram-se os custos, contratando jogadores com salários elevados, com um rendimento ruinoso e de cujos passes o SCP detém percentagem insignificantes, enquanto se alienam activos ao desbarato. O futebol do Sporting tornou-se, em época e meia, totalmente insustentável. Pior ainda, a NÍVEL MORAL, TOCOU-SE O FUNDO, o nosso Clube já não se respeita: pela primeira vez na sua história centenária, o Sporting Clube de Portugal vê um dirigente acusado de crimes praticados no exercício do seu cargo – alguns lesando o próprio clube, perante a passividade ou cumplicidade do presidente – invocam-se gravações que não aparecem, regulamentos que não existem e dá-se, repetidamente, como exemplo um dirigente desportivo condenado por corrupção. O DESNORTE É TOTAL. Da aposta na formação, passa-se para equipas com 10 estrangeiros. Todos os trunfos anunciados pelo presidente do Conselho Directivo se foram embora: dois treinadores, dois vice-presidentes, dois directores. Os fundos e os investidores que estavam assegurados nunca apareceram, apenas dívida, sempre mais dívida, e sempre aos mesmos. Só a total FALTA DE VERGONHA pode explicar que alguém que falhou tão rotundamente nos seus objectivos e que mostrou tamanha incompetência, não se tenha demitido. Mas não se demitiu e, não tenhamos dúvidas, nunca se demitirá. Assim, em bom português, HÁ QUE CORRER COM ELE, e há que correr com ele JÁ! Por isso, FAÇAMOS COM QUE GODINHO LOPES TENHA A SAÍDA QUE MERECE: POSTO NA RUA POR NÓS, OS SÓCIOS DO SPORTING CLUBE DE PORTUGAL, SEM APELO NEM AGRAVO. Que sejamos nós a dar-lhe a ocasião de, por uma vez, cumprir uma promessa: a de ”dar alegrias aos Sportinguistas já em 2013”! VIVA O SPORTING! (Sócio 13.458, desde 1984)

    • É, de facto, impressionante. Tanta conversa acerca da venda do Carriço, mas para o que realmente interessa, nada. Dá-se também o facto interessante de com noticiários de hora e meia, canais de notícias 24 horas/dia, e três jornais desportivos, escritos e on-line, que falam de tudo e dum par de botas, ainda não ter lido uma notícia acerca da angariação de dinheiro on-line para a AG (sendo certo que já há muito que não leio jornais desportivos). Pelos vistos, sem agências de comunicação a ajudar (pagas), a “grandeza” no Sporting é só conversa de café e de comentário de blog.

  9. É inacreditável observar como o Clube se tem vindo a afundar ano após ano. Só um perfeito IDIOTA sem olhos na cara não percebe que o Sporting Clube de Portugal foi completamente arrasado por esta linha de dirigentes nojentos e sem escrúpulos. Há 15 anos que não temos um presidente que ponha o Clube acima de tudo. Temos tido estas pseudo figurinhas nomeadas do “universo leonino”, que mais não são do que uns bandalhos de merda da finança, umas marionetas nas mãos deste Vírus perverso que infectou o Clube até ao osso. É mais do que óbvio que a estratégia desde o início foi saquear e endividar o Clube ao máximo. Uma espécie de cavalo de tróia do BCP/BES. Conseguir algumas vitórias para cativar os sócios sedentos após 18 anos e criar mitos como LD/CF, JEB, GL, como as soluções para a vitória.. Algumas vitórias a que custo? Milhões e milhões de passivo acumulado. Carradas de jogadores de merda às pazadas… Tellos, Pongóis, Elias.

    Será que não os sócios não conseguem ver o padrão? Mas ainda alguém acha que o GL é Sportinguista? Acham que alguém dentro desta estrutura é realmente do Sporting??? São sim uma cambada de PULHAS que se tentam governar como podem. Eu se fosse funcionário com responsabilidades dentro da estrutura do Sporting, já tinha pedido a demissão à muito tempo. Quem não tem capacidade dá o lugar. É claro que esta escumalha não vai sair a bem, ainda há serviço a fazer e a próxima etapa ja está à vista de todos. É vender a preço de saldo todos os bons activos que o Sporting ainda possui, para meter nas mãos dos Ricciardis, e passarmos o resto do campeonato a jogar com juniores. O Sporting este ano, nas mãos destes porcos, vai descer de divisão! Metam isto na vossa cabeça.

    Infelizmente a prioridade, enquanto adeptos e sócios, foi sempre gozar com os vizinhos, enxovalhar os “lampiões” e os “tripeiros” e fechar os olhos, à merda que faziam dentro do SCP. Agora temos aquilo que merecemos. Um caso à la Vale e Azevedo x 1000.. Faltou-nos ser mais Sportinguistas e menos “Antis” em algumas ocasiões, mostrar mais Sportinguismo, não nos contentarmos com pouco, exigir rigor, defender o Clube, ter mais lucidez. Não devíamos ter identificado estes vampiros de merda? Dar-lhes caça? A culpa não terá sido também nossa?!

    A A.G, infelizmente, parece-me que já vem tarde. E são 60 mil euros porquê??? Alguém me sabe explicar o porquê desse valor absurdo? Mais um entrave imposto pelos bandalhos? Depois disso será o quê? A.Gerais só a 30 de Fevereiro?

    Vão para a real puta que os pariu. A CORJA e os que defendem esta merda e pedem calma e reflexão. São todos coniventes com o que se está a passar. Só gentinha de merda, os Ponderados cheios de medo da mudança. Só gente sem espinha dorsal e com medo de arriscar. Podem muito bem seguir atrás da corja para lhes lamber os tomates.

    O futuro pode ser incerto mas o presente é um inferno. Eu prefiro o Sporting CP livre desta camarilha, a começar do zero e a jogar nas distritais! Ofereçam os terrenos, a Alvaláxia e a Academia aos proxenetas do BES e do BCP.. Eu ofereço terreno e ajudo a construir o campo com as minhas próprias mãos se for preciso.

    • portanto a tua proposta é a seguinte: vamos começar do 0, a partir dos distritais, deitar abaixo o estádio, etc

      ok, é uma ideia. acho que a maioria dos sócios discorda (tirando a parte do estádio que é efetivamente um erro colossal)

      • Caro Marian Had, como jogador, eras grande, mas não era grande coisa. Como comentador és bom na ortografia, na semântica, na morfologia, na sintaxe e na pontuação (ou pelo menos ontem eras, hoje até deixaste de usar maiúsculas), de facto, só é pena o lixo que escreves. Lamento muito a entrada mais dura, mas tentar justificar este presente com o medo do futuro, é como dizer que não devemos fugir de um pelotão de fuzilamento porque pode ser que nos dêem um tiro. Saudações Leoninas, sendo esse o caso (o que poderás sempre esclarecer, inserindo, como eu fiz, o teu número de sócio).

      • Neste blog só há dois caminhos: o 1º, dizer “amén” a tudo o que o local mainstream por aqui diz e ser aplaudido; o 2º, dizer o que se pensa ainda que contra a corrente e ser mandado para a pqp e apelidado de lixo. É este o vosso exemplo de democracia? É com base neste tipo de argumentação que se quer “ouvir os sócios”? Mas quais? Só os que pensam como vocês? É que há outros, não sei se sabiam… Mas OK, fiquem bem a olhar para as sombras na caverna…

      • Nós(os que querem mudança) apenas estamos elucidados quanto ao futuro do clube,ou seja com esta direção não existe futuro,os outros continuam esperançados nesta direção,à espera de milagres,erros sucessivos sucedem-se e parecem continuar.Se estamos contra vós é porque temos os factos e argumentamos pela razão,ao contrário de vós nós não vemos futuro no clube e queremos mudança,os outros parecem querer o fim do clube,enfim…
        Em relação aos insultos,mete-os na peida que é um descanso,ou então vira o cu e manda os foder……..

      • aquilo que não percebes (ou não queres perceber) é que (i) eu não sou “nós” ou “eles” ou o que quer que seja (recordo que fui insultado por ter votado Dias Ferreira…) e (ii) eu também quero mudança, mas não de qualquer maneira.

        Para que fique claro:
        (i) o GL acabou, disso não há dúvidas – não tem projeto, não conseguiu apresentar soluções, anda à deriva;
        (ii) há alternativas (não acredito na teoria “nós ou o caos”)
        (iii) até agora, nenhuma dessas alternativas me convenceu que tem uma estratégia que nos possa levar a dizer “foda-se, assim pode ser que vamos lá”
        (iv) conviria que antes de irmos para um debate eleitoral, onde se discute tudo menos o que interessa, os supostos candidatos tivessem o cuidado de dizer o que pensam fazer quando chegarem ao Sporting
        (iv) a lógica Tiririca (“pior que isto é impossível”) não funciona num clube de futebol… pode sempre ser pior

        Quanto aos insultos, se sabes por experiência própria que metê-los na peida é um descanso, é contigo. A minha, lamento, é de sentido único: só saída.

      • Já se percebeu que o Bruno de Carvalho te causa imensos calafrios, não gostas dele, estás no teu direito. Mas repara que ele pode nem ser candidato, ou até pode ser que se candidate como vice na lista do Dias Ferreira (talvez tendo sido previamente lobotomizado). Só vais saber, lá está, quando forem marcadas eleições, depois de destituídos os orgãos sociais.

        Até lá, o GL não acabou coisa nenhuma, continua bem presente a foder o clube à força toda.

      • Um gajo quando não tem argumentos nem escapatória começa a divagar….fazendo me lembrar uns quantos….esperança caralho….
        Ainda bem que não adapto este tipo de gestão na minha vida,tava falido caralho…….

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s