Candidato número três

João Paiva dos Santos anunciou oficialmente, nesta quinta-feira, a candidatura à presidente do Sporting.
«Estas eleições não podem envolver promessas irreais nem contratações sonantes. Estas eleições devem promover a união em torno de um caminho de futuro», defendeu o líder do movimento O novo Sporting.  «Quem, em consciência, acreditar que o caminho que promomos é o mais adequado, é bem-vindo. Quem vier à procura de protagonismo terá outras listas onde se rever. Os interesses do Sporting não estão acima de tudo, são os únicos interesses que existem», acrescentou depois.
O terceiro candidato confirmado às eleições de 23 de março (depois de Carlos Severino e Bruno de Carvalho) defendeu ainda que «acabou a era do presidente multidisciplinar e começou a era do presidente que se rodeia de pessoas conhecedoras do clube e dos seus problemas». Como tal, entende até que a gestão financeira do clube deve ser assumida por uma equipa «contratada, isenta e profissional».
Paiva dos Santos assumiu ainda que o plano de recuperação financeira do clube passa pela «alienação de capital certa com a quase certa perda da maioria na SAD». O candidato garantiu ter três investidores interessados, sendo que um deles estará disposto para resolver já os problemas mais urgentes de tesouraria. Mudar os estatutos de forma a permitir a criação de referendos é outro dos projetos.
Para o futebol é proposta a criação de um teto salarial, para «não comprometer a sustentabilidade do clube». A aposta na formação é também anunciada, também defendendo um modelo tático partilhado pelas várias equipas. Paiva dos Santos tenciona também contratar um ex-árbitro para trabalhar junto do plantel e preparar os jogos, sendo que seria essa figura a comentar publicamente as arbitragens, em vez de dirigentes, treinadores ou jogadores.
Paiva dos Santos também promete apostar forte nas modalides, acreditando que as mesmas podem ser a solução financeira para o clube. (in MaisFutebol)

 
O empresário, de 39 anos, que é o terceiro nome na corrida, apresentou como linhas mestras do seu programa eleitoral algumas medidas para o futebol profissional, a começar pela definição de um teto salarial “que não comprometa a construção de um plantel competitivo”, de acordo com as suas palavras. No discurso de apresentação, Paiva dos Santos disse que outra aposta será na formação do futebol. “Temos de recuperar o que já foi norma: a formação deve ser a base da equipa profissional, passando também pela definição de um modelo tático vertical”. O candidato disse ser tempo de os sportinguistas “dizerem o que querem para o futuro do clube”, acrescentando não concorrer agora “para mais tarde fazer campanha para futuras eleições”. Queremos vencer agora”, sublinhou. João Paiva dos Santos não revelou nomes de eventuais apoiantes mas garantiu ter “três investidores prontos a ajudar, um deles no imediato para problemas de tesouraria urgentes”. Outra medida que Paiva dos Santos deseja implementar passará pela criação de um “grupo de trabalho sobre a arbitragem”, que será liderado por um antigo árbitro, a contratar, e que passará a ser o único porta-voz do clube em assuntos de arbitragem. Na sala do hotel de Lisboa, Paiva dos Santos tinha a apoiá-lo representantes de diversos núcleos de modalidades do Sporting. (in Record)

Anúncios

85 thoughts on “Candidato número três

  1. «alienação de capital certa com a quase certa perda da maioria na SAD». O candidato garantiu ter três investidores interessados, sendo que um deles estará disposto para resolver já os problemas mais urgentes de tesouraria.

    Isto quase que te faz perder, desde já, os meus votos…

    E isto não é nada…

    “…defendeu ainda que «acabou a era do presidente multidisciplinar e começou a era do presidente que se rodeia de pessoas conhecedoras do clube e dos seus problemas»….”

    Também vai buscar o Freitas e o Duque?? Hmmmm…

  2. É espectacular ouvir um gajo que nunca tínhamos visto no Sporting Clube de Portugal em lado nenhum, e de que nunca tínhamos ouvido sequer falar até há uma semana, dizer que não está à procura de protagonismo.

      • Salvo erro o ROC quando tinha três anos (em 1911) foi convidado pela estrutura de Volei do Clube para calcular a eficácia extensiva do Teorema espectral para operadores compactos auto-adjuntos em espaços de Hilbert na aplicação do movimento recepção / passe, mas isto apenas no “spin serve” adversário dirigido á paralela da diagonal curta das zonas privilegiadas para aplicar o passe em manchete.

      • We…
        Eu acho que foi convidado sim, mas para apanha-bolas… mas não durou muito… porque já desde essa altura mostrava que não apanhava muitas…

    • A mesma coisa se poderia dizer do Bruno de Carvalho, Pedro Baltazar, Carlos Severino, não?
      Isso não é argumento. Há milhares de atletas do clube de quem nunca se ouviu falar e só pelo facto de estarem dispostos a ajudar o SCP significa que estão à procura de protagonismo?

    • Provavelmente este nem terá os meus votos mas chiça:

      Se é um gajo conhecido dizem: “Lá vêm os agarrados ao poder, são sempre os mesmo, não largam o osso”. se aparece um sócio anónimo: “Lá vem um em busca de protagonismo!”

  3. quanto á questao do ex arbitro, acho que é para alertar os jogadores para o tipo de arbitro que nos calha, o seu modo de actuar e para ser uma cara que possa vir a publico quando for preciso criticar as arbitragens.

    em vez de vir um jogador, treinador, ou dirigente que nao estao dentro do meio e nao conseguem expor com os termos tecnicos os erros, um ex arbitro pode fazer esse papel e tambem ter um papel de aconselhamento aos jogadores, que comportamentos podem e nao podem ter, explicar porque aconteceu decisao x ou decisao y.

    no fundo seria mais uma posiçao pedagogica que outra coisa

    • Mas isso seria um atestado de incompetência á burrice.
      Mas os jogadores são ex-presidiários sem contactos com o mundo exterior ?
      Precisamos de algum Coroado para interpelar ou interpretar os erros técnicos da arbitragem ?
      Para mim um presidente forte e com voz realmente activa chega e sobra para criticar o modus operandi errático que os árbitros possam vir a ter.

      • Até concordo com a ideia do ex-árbitro. Desde que não sejam nenhum que nos tenha andado anos a fio a “lixar” a vida.

      • we are, mas teres sempre um presidente a fazer isso, arriscaste a ter um presidente sempre castigado e sem poder falar.

        e tendo um ex arbitro a fazer esse papel, terias sempre alguem com conhecimento de causa e que sabia o que estava a fazer por ter experiencia de campo e de estar no papel do arbitro e sabia o porque da decisao x ter sido tomada.

        e para aos jogadores era bom conhecerem as caracteristicas do arbitro: se era mais permissivo ou nao, se deixava os jogadores falarem muito ou nao.

        os lamps até ha bem pouco tempo tinham lá um ex arbitro na estrutura, que ate ia ao canal do clube fazer as analises as arbitragens

      • Eu percebo a tua opinião Riga, mas não quero ver a SportingTV a aproximar-se sequer a alguns programas do esselbêTV.
        E não me parece mesmo que precisemos de um Mourinho dos árbitros.

  4. Uma dúvida: o Paiva dos Santos, o Carlos Severino e o Bruno de Carvalho já são oficialmente candidatos? Por outras palavras, já reuniram as assinaturas necessárias? Ou só manifestaram interesse em serem candidatos?

      • O Bruno até já tem mais assinaturas do que as necessárias (para evitar que alguma ou algumas não sejam consideradas válidas porque a assinatura não é igual à do CC, ou a cópia do CC está ilegível, etc)

    • é o que da o mercado na russia so fechar no final do mes, neste caso ja se sabia que o sporting nao tinha exercido o direito de opçao, os russos falaram directamente com a traffic,e o sporting recebe uma compensaçao por ele sair antes do final do emprestimo

      • É o que dá ter gente estúpida no clube … que o Xandão se vá, não me deixa triste … é claramente um central vulgar.
        O que me chateia é não terem tido a arte e o engenho para segurarem Pedro Mendes, e para terem ido ao mercado buscar um central em condições. Boula é outro que no final da época deve seguir caminho.

      • Segurar o P. Mendes? Nada disso. Quem é que o estava a segurar contra o marítimo a impedir que o gajo disputasse a bola em condições no lance do golo. Manter? Não, obrigado.

      • Ó SCP, faz-me um favor e calibra essa mente antes de escreveres … faz o mesmo aos dedos. Tu, definitivamente, devias passar a bater umas pívias para ver se começas a pensar direito.
        ” Uma vez, um central errou num lance que deu golo … para mim é MAU CENTRAL. ”
        ” Uma vez vi um avançado marcar um golo à Van Basten … para mim, é claramente o novo Van Basten “.

        Isto são exemplos de frases, que poderiam perfeitamente sair da tua boca.

      • Meu caro, o p. mendes é fraco, fraco, fraco. Mas pronto, são opiniões.

        Basta ver os golos sofridos pela equipa b (a dupla com illori anedotica) e o sucesso da equipa nacional de sub 21.

        Mais, etntão é assim tão bom e o real não o quis, nem durante o empréstimo, nem agora que está a custo zero.

        Vai para o parma? Para onde foi outro tronco dos sub 20 que nunca lá jogou.

        E o porto e o benfica não se interessam por tal pérola? e o barça? o bayern? etc etc..

        Só nós é que vemos potencialidades.

        Depois temos paulos renatos na equipa principal e dizemos que sofrempos muitos golos e não ganhamos nada.

    • Já nos livramos de correr o risco de ver algum imbecil gastar milhões de euros neste “bom gigante” mas de pouco jeito…
      Já só falta o “bolo”…

  5. Entre soluços, voz tremida e ” medo das câmaras “, disse algumas coisas que outros haviam dito … pouco mais que isso. Nada de novo … copy paste em alguns momentos.
    BdC segue na frente, sem sombra de dúvidas … next !!

  6. Nestas eleições a minha primeira obsessão é a competência. A seguir virão as respostas a muitas das questões esboçadas nos comentários ao excelente post anterior. Como não acredito na tese que um candidato incompetente pode pode dar um presidente competente (um argumento arrasado pelo mandato que agora termina), considero muito relevante a prestação publica dos candidatos.
    O que vi ontem foi um candidato muito nervoso, a ler o discurso a partir de umas páginas agrafadas e numa sala mal iluminada. Digamos que, depois da rábula do presidente do concelho (obg L de T e RS!), o começo não está a ser muito competente. Espero que melhore nos proximos eventos e debates.

    SL

    • O que precisamos mesmo é dum presidente com tremeliques…
      Já não bastou um “presidente ausente” durante 2 anos…
      Enfim, não há-de ser este o Novo Sporting (ou será Sporting Novo, do tempo da outra senhora) que é preciso…

      TURN OFF…

  7. Essa do árbitro “conselheiro”, é uma anedota! E ridícula!
    Profissionais do futebol, entre jogadores e equipa técnica, precisam dum árbitro para lhes explicar as “peculiariedades” e variantes da arbitragem portuguesa?

    Mais vale contratarem um psicólogo sempre que forem gamados!

    O argumento de ser essa personagem a falar de arbitragem para proteger a equipa de castigos é outra anedota… Basta essa gajo falar uma vez, é castigado e pronto, lá se foi a nossa política de comunicação…

    Que totó!

    PS: Este tipo deve ser fã do Godinho…

  8. Aparentemente o numero de investidores ideal é 3, Sejam russos, bancos, troikas ou salvadores de tesourarias.

    Suponho ser mensagem subliminar a indiciar a santíssima trindade.

      • Ricardo, tirando o símbolo de 1956 para comemorar os 50 anos do Clube, não me recordo de alguma vez ter sido o amarelo no nosso Leão.

        Esta merda do amarelo – que não tem NADA a ver com o Nosso Clube – é mais uma parolice pseudo-moderna porque como o Jusko já referiu aqui no Cacifo, e bem, o símbolo do Sporting Clube de Portugal é este: http://2.bp.blogspot.com/_UmfUuAMXoiA/ShHoNqbs9OI/AAAAAAAABzo/rBXcq0mK5Jk/s400/sporting.gif

        Isto, para além do antigo Estádio, sim dá saudades,

        Sporting Sempre

      • Na verdade o simbolo do SCP é este quer se queira quer não… Já lá vão 10 anos! E é a esse simbolo que me referia…
        Se me perguntares: Gostas mais deste ou do anterior? Respondia-te assim: Não desgosto do actual nem acho que seja um problema fulcral, mas gosto mais do anterior… lembra-me mais o Sporting. Mas no meio de tantos e tantos problemas, acho que nem é problema que se coloque agora… acima de tudo gosto do SPORTING (CAPS ON!!!). E o simbolo já sofreu algumas alterações desde 1906… O que deveria ter-se mantido, isso sim, era o fervor, a garra e o orgulho de ser Sporting.
        E não me parece que isso tenha mudado por causa do simbolo…

      • Ricardo percebo o que dizes mas para grande azar vivia no estrangeiro quando mudaram o símbolo, numa altura em que era muito difícil acompanhar o campeonato de cá e em que a internet banda-larga não era assim tão comum, ou seja, não havia maneira de manter o contacto regular.

        Quando vi isto, somado aos mastros e outros detalhes do estádio em amarelo não queria acreditar.

        Os símbolos são, desde sempre, elementos aglutinadores e representativos da identidade dos estados, organizações, associações e como tal, é importante que os membros desses estados, organizações, asssociações, etc possam rever-se no seu significado, cores, etc.

        Não pretendo fazer disto um grande cavalo de batalha mas não me revejo de todo na falta de distinção deste símbolo que a mim me parece mais uma manobra de marketing de 3ª categoria e que nada tem a ver com nenhum dos anteriores símbolos dos últimos 100 anos nem comemora nenhuma efeméride particular (o símbolo do 1906-2002? do nonagésimo-sextenário? não entendo)

        Apenas como nota final, não me recordo de nenhum grande clube europeu que tenha alterado o seu símbolo – ainda por cima sem o consentimento dos sócios (verdade?). Conheço casos de símbolos pontuais para os centenários ou para vitórias específicas em competições mas não isto (onde se inclui o símbolo do centenário do Sporting – http://www.forumscp.com/wiki/index.php?title=Ficheiro:Emblema_Centen%C3%A1rio.jpg)

        Enfim, aqui algumas notas em fait-divers porque bem estaríamos se o nosso único problema fosse o símbolo. Aí, como noutros assuntos, estamos de acordo ;)

        Sporting Sempre

        .

      • Se bem me lembro, foi assumidamente uma manobra de marketing… ainda assim, não creio que o simbolo actual deslustre o nosso clube.
        Mas até por uma questão de assumir a mudança e retomar de certa forma um Sporting que já foi o nosso e que se perdeu, concordo em readoptar o simbolo anterior!!! Digamos que seria uma forma de reafirmar o que se pretende… que efectivamente o SPORTING (e os seus ideiais) ESTEJA DE VOLTA!

      • E o Simbolo que apresentas (comemorativo de 2002) ficava bem bonito apenas com aquele escudo e o leão branco… mas isto é só um aparte!

      • Vocês tocaram num tema que me é muito sensivel. Eu sou designer gráfico. E no ponto de vista meramente estético e de design, o simbolo actual está muito bem conseguido. O leão está bem estilizado, e o ser a amarelo não me choca, aliás, basta ver que nas bancadas, as claques sempre usaram o amarelo, verde, branco e preto nas suas bandeiras, e são 4 cores que funcionam bastante bem juntas, mas…

        Este simbolo não é o simbolo do Sporting. Aquele simbolo um tanto ao quanto burlesco, que desenhámos vezes sem conta nos cadernos da escola. Um simbolo com mistica, com toda a história do clube empregnado nele.

        Já não podemos recuperar a mistica do antigo estádio, mas recuperar o antigo emblema pode muito bem ser o rastilho para fazer regressar o Sportinmg que todos amamos.

  9. Peço desculpa ao Leão de Trafalgar pelo re-paste…

    “Off-topic, e não é que o gajo já tirou de lá as referências à “ponte salazar” e ao “sr. presidente do conselho”??

    Não sei o que é pior, ser fascista ou não ter colhões para o assumir…

    Ah mas o google é fodido…

    http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:XvrVSO2mSUQJ:pinterest.com/jpaivasantos/pins/+site:pinterest.com+jpaivasantos+pins&cd=1&hl=en&ct=clnk

    Achei que aqui faria mais sentido, Trafalgar!

    Confesso que há uma coisa que gosto de ver num presidente que é (além da competência, claro), que seja convicto e que defenda as suas convicções, sejam elas politicamente correctas ou não… demostra… caracter!

    Quanto a esta brincadeira do JPS… fazia um favor maior se não se tivesse chegado à frente! Para mim, este episódio já o apresentou e rotulou! Não é disto, definitivamente, que o SPORTING precisa…

    NEXT!

  10. http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:XvrVSO2mSUQJ:pinterest.com/jpaivasantos/pins/+site:pinterest.com+jpaivasantos+pins&cd=1&hl=en&ct=clnk

    Desconhecia este fascizóide reprimido, adorador de salazar, que até no slogan “Novo Sporting” se tenta colar um pouco ao nome que o estado fascista português se auto-denominou “Estado Novo”, um nome que na altura serviu essencialmente para esconder a verdadeira essência do regime, exploradora e opressora…

    Como o candidato a candidato referiu que tem 3 investidores, era bom que apresentasse a fronha dos ditos cujos tal como outros foram obrigados a fazer…

    Escusado será dizer que este gajo nunca na vida terá o meu voto.

    • Retraido eu não sei se é… Bastou começar a circular pela net quais as suas preferências por pontes e personalidades, que o rapaz achou por bem corrigir / alterar os nomes….

      Trocar Ponte Salazar por Ponte 25 de Abril e Personalidades António Oliveira Salazar por (deixa ver se consigo escrever isto sem vomitar no teclado)… Sá Pinto!

      Mas o Sporting já não passa vergonhas que cheguem????

      Oh Paiva Santos… Carrega lá no botaõzinho…

      TURN OFF!!!

  11. A ideia de ter um ex-arbitro a por em causa decisões de companheiros de profissão é muito boa.

    A arbitragem desmarca-se sempre da mesma forma quando são presidentes ou dirigentes do clube a falar sobre os casos, com a velha tatica “vêem estes tipos acabados de chegar ao mundo do futebol opinar sobre o nosso trabalho…”, multa, greve (ou no caso das gaivotas são 15 dias de castigo durante as ferias), assobia para o lado e siga.

    Vão ter mais dificuldades para o fazer em relação á opinião de um companheiro de profissão, ainda mais se for internacional.

  12. Penso que será apenas mais um candidato para fazer número. A escolha será entre BC e o candidato contratado pelo Ricciardi. Acho até que poderá surgir mais alguma candidatura na tentativa de dispersar votos.

    Cherba, depois poderias fazer um resumo das principais ideias do post anterior (excelente ideia, by the way!!) e de quais serão as perguntas que farás chegar aos candidatos?

    • Chego-me à frente e sugiro dividí-las em vários itens:

      – Situação económico-financeira do Grupo Sporting (SAD, SGPS, SPM, “SCP”, etc);
      – Modalidades (Estratégia, Planificação e Organização da actividade Futebol/Academia e das Outras Modalidades);
      – Infraestruturas (Estádio, Academia, Pavilhão(?) e outras (Odivelas, Rio Maior, etc));
      – Relacionamento institucional com outras entidades (Desportivas, financeiras, económicas, comunicação (vulgo média), etc);
      – Investidores / Financiamento / Patrocinios;
      – Marketing / Publicidade / Comunicação (“Sporting TV”, Jornal Sporting, etc);

      Acho que as muitas e muitas perguntas que colocamos no post anterior podem ser separadas e devidamente organizadas nestes itens…

      Fica a sugestão.

  13. Mudou o nome de ponte Salazar para ponte sobre o rio Tejo, e não ponte 25 de Abril, fascisóide este gajo hein???? por mim está aviado de mercearia!

    Bruno de Carvalho segue sem oposição!

  14. Ainda é cedo para avaliarmos o candidato, mas parece-me que a ideia do arbitro não é tão má como isso. 1º colocamos a comentar quem percebe e entende o oficio como os arbitros, talvez com isso consigamos que eles nos tenham outro respeito. Não sejamos anjinhos, vejamos como o Benfica lidou com o caso do cardoso, que claramente não foi de forma amadora, no dia seguinte já o empresário do jogador vinha dizer que o jogador estava arrependido, lembrava o historial do árbitro nos jogos do Benfica e averdade é que vergonhosamente só apanhou um jogo. No caso do Matic eles ainda conseguem ir mais longe e até pedem a despenalização do jogador, nós no caso da expulsão do Eric Dier . que resulta de um enorme teatro do jogador do Rio Ave deixamos andar tranquilamente as coisas. Aqui tambem estamos muito longe dos nossos rivais. Agora relativament à candidatura para já pareceme que é mais um candidato que tem um modelo que implica uma estrutura muito cara para o clube o que tem sido um dos problemas do Sporting e a esse respeito só o Couceiro e o José Eduardo se pronunciaram.

  15. Um salarizarista da treta ,que cresceu segundo ideais fascisctas e com a ideia que pode atropelar toda a gente. Que vá para o caralho.

    Um banana a falar.

  16. A ideia do árbitro é a coisa mais estúpida que já li.

    É gastar dinheiro desnecessariamente. Não vamos deixar de ser roubados nem vamos aprender coisa alguma. Apenas daríamos um emprego a alguém que, provavelmente, nos fodeu no passado.

    Os rivais têm esse tipo de ajudas porque controlam o sistema. Nada tem a ver com a presença de ex-árbitros nas suas estruturas.

    O “facho” já perdeu ainda antes de começar…

  17. Esta do árbitro na equipa técnica é mais uma daquelas para nos gozarem à força toda. Talvez faça sentido um ex-árbitro na estrutura, como conselheiro da direcção, mas nos treinos? Queremos mesmo um árbitro a dar a cara pelo Sporting?? E de tantas outras coisas que podia ter falado na apresentação, isto era assim tão importante??

    O pior de tudo é que esta merda é tudo menos original…

    http://www.jn.pt/paginainicial/interior.aspx?content_id=1814534

    Por aqui se vislumbra que o padrinho Ba-baltazar é quem está realmente por trás desta “candidatura”, provavelmente depois ficaria com a SAD. Terá escolhido mal o “Plasmas”, este testa-de-ferro é mercadoria estragada.

    Antevejo para esta lista um resultado a tender rapidamente para zero… tenho pena, ia gostar de ver os desfiles da mocidade, perdão, da juventude leonina.

  18. Para já tem uma grande vantagem em relação aos outros candidatos: Teve a coragem de assumir que se não abrirmos a maioria do capital da SAD a um investidor estrangeiro nunca sairemos da cepa torta.

  19. Este tipo é um placebo… cheira-me que não faz a mínima ideia ao que vai… Vem para tratar de tudo e não vai tratar de nada… antes pelo contrário.

    Numa altura em que o clube já nada tem, ceder a maioria da SAD a terceiros é o mesmo que extinguir o Sporting. Porque motivo havíamos de continuar a pagar cotas, se o clube já não seria dos sócios?

    Arbitro para tratar da arbitragem? Tenham juízo… Se abrisse uma casa de putas, é que conseguia resultados efectivos. A arbitragem está podre! Vendida! E por isso o Sporting só tem duas opções: Criar uma equipa muito mais forte que os adversários para jogar sempre contra 14, ou então entrar no jogo e apostar na fruta e chocolate.

    Mas isto é tudo converseta pré-eleitoral… na hora da afinação, vai ficar tudo na mesma! Desenganem-se se acham que vamos conseguir correr com estes filhos da puta banqueiros do clube… Nem do clube, nem do país/política. Estamos condenados a ser carneiros! Até ao dia…. em que as pessoas se fartarem e saírem á rua para fazer uns linchamentos…

    • Nem mais meu caro… falando exclusivamente do país, é mesmo a única maneira. Mas esse dia só chegará quando a maior parte da “populaça” e principalmente dos militares (a “guarda pretoriana” de qualquer governo) tomar consciência disso. Não precisamos de um D. Sebastião, mas sim de um Salgueiro Maia.

      Já está estipulado como vai decorrer o processo eleitoral em termos de voto e respectiva contagem? Não sei se alguém já abordou o assunto aqui mas para mim, e no seguimento do que escreveste em cima, só seria válido se quem vota, quem regista o voto e quem conta os votos o fizesse no mesmo local, na rua, numa redoma de vidro ou qualquer material transparente a 360°, com múltiplas câmeras (podiam ser em HD) a cobrir todos os ângulos, e em directo, no que seria a primeira transmissão experimental da Sporting TV. Os votos teriam de ser em papel e as caixas teriam também de ser de material transparente.

      Como disse um dia o “José” Stalin: “Quem vota e como vota não conta nada; quem conta os votos é que realmente importa.”

      Mas sempre se pode juntar os três processos no mesmo pacote de transparência.

      Votos electrónicos: entendo as pessoas que estão longe, mas talvez se pudesse fazer o mesmo em locais equidistantes dos maiores núcleos.

      E em relação a este problema deixo mais uma citação, de Penni Venetis, uma professora americana de Direito: “É até irônico que estas máquinas de votar, que supostamente deveriam resolver os problemas causados pelo sistemas eleitorais antiquados, estão simplesmente tornando os problemas invisíveis para o eleitor.”

      • Acho que o voto electrónico não entrará nestas eleições… o voto por correspondência sim. Creio ter lido (ou ouvido) isto algures…

  20. Pergunto: serão mesmo precisos mais candidatos quando, pelos comentários que tenho lido (não só deste post), já foi escolhido o BC como o próximo presidente do Sporting?

    Penso que não… A ideia com que fico é que a escolha está feita, independentemente de quem se vai apresentar a votos (seja o Severino, Paiva dos Santos, Couceiro, etc.) parece que a maioria já escolheu o BC. Não sei se bem se mal, mas não deixa de ser legítimo.

    Todos os candidatos que aparecerem entretanto vão ser “eliminados”, ora porque estão ligados à banca, ora porque nunca se ouviu falar, ora porque se ouviu falar demais, ora porque uma vez alguém os viu a falar com um lamp, ora porque usa meias pretas, ora por que sim. Basicamente porque não se chama BC.

    Eu aguardo, serenamente, a constituição das equipas e os tão falados projectos.

    Até à data nenhum me convenceu.

    SL

    • Acho que estás a ser muito pessimista…
      Quem votou porque “sim” foram aqueles que elegeram GL há 2 anos…
      Um pouquinho mais de fé… Eu também aguardo as listas. Acima de tudo quero alguém competente e sério que transmita SPORTINGUISMO! E olha que não foi este “moço novo” do Paiva Santos nem o Severino, com apresentações nitidamente AMADORAS que me vão convencer.
      Ainda assim, gostava de ver uma lista BdC com Couceiro, rodeados de gente séria e capaz… não pedia muito mais (E sim, obviamente com dinheiro para bancar esta miséria que temos assistido estes ultimos anos. Sim, porque não quero nenhum milagreiro… quero gente que esteja lá para e só para o SCP!)

      • Talvez tenhas razão, Ricardo. Ainda estou escaldado com a última presidência (?!).

        Vamos aguardar para o que ainda está para vir…

        SL

  21. O candidato da máfia do Croqquete ainda não apareceu.
    Quanto mais tarde aparecer, menos será possível criticar e perder o “elan”.
    Entretando, os actuais vão se desgastando em debates ( quando começarem ).

    Esperem, que vem bomba ( leia-se “Cão-Grande”)!

    Como dizia um velho amigo “velho” : “Estes gajos tem muitos anos de experiência a assar frangos…”

    Perante isto, penso que Bruno de Carvalho está a ser esperto em recatar-se ( para já). Não fala, não é criticado! Porque infelizmente, neste País as eleições ganham-se através do melhor “bitaite”! Um candidato que tenha razão no que diz e que seja constantemente atacado pelos “opinion-makers” ( deviamos exportar esta classe para a Coreia do Norte ), vai acabar por perder popularidade….

    Saudações Leoninas!

  22. Até agora todos os candidatos a candidatos só apresentaram banalidades. Discursos copy/paste. Este foi o único que apresentou alguma coisa, perdendo com isso talvez muitos votos, mas apresentou. Para mim é a hipótese mais realista. E os outros, quer queiram quer nao, tambem lá irão parar.

    A SAD está em falência técnica e não é preciso ser nenhum génio da gestão para perceber que alguma entidade tem de injectar dinheiro e muito, preferencialmente a fundo perdido ou algo parecido com isso. O mais parecido com isso é a alienação de capital. Para mim, será ou este caminho ou enveredamos para situações Fiorentina ou Rangers.

    Empréstimos da banca, mesmo que conseguidos, teriam de ter condições muito especiais, caso contrário o serviço da dívida acabará também por asfixiar a operacionalidade da SAD.

    É isto.

    P.S.: é interessante verificar que os comentadores deste blog mais activos e fervorosos nem sócios são e não vão ter voto na matéria e nem sequer contribuem para as contas do clube, clube esse que pretendem que mantenha(sabe-se lá como) a maioria do capital da SAD.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s