Experiência extra

Stijn Schaars está recuperado e pronto para voltar à competição. Eu acho que é uma mais-valia para a equipa. E tu?

Anúncios

63 thoughts on “Experiência extra

    • É um pouco como o João Moutinho. Joga mais para o lado do que para a frente. O João Moutinho tem vindo a melhorar. Não sei se o Schaars ainda vai, pois é daqueles que prometeu muito mas foi decaindo (á semelhança de Capel, Elias e outros tantos).

      È estranho que o Jesualdo não aposte no Viola, que também tem potencial. Será que tem jogado na equipa B ?

      • Quem me dera que fosse 1/10 do João Moutinho.
        O Viola tem potencial?
        Já tinhas explicado a tua perspectiva quando comparas os Schaars com o Moutinho.

    • Que é a real posição do Rinaudo…mais vale dizer que o homem não serve…Ele é trinco(Rinaudo),ou seja fixo,ponto final.Não serve vai embora,muito simples,agora inventar posições onde ele nunca jogou para jogarem outros como trinco é incorreto de todo.

      • O edu tem toda a razão, só que eu sou daqueles que acha que é sempre rinaudo e mais 10, tal a atitude do artista.
        Quem nos dera ter mais uns com a fibra dele…

  1. Não penso que possa vir a ser uma mais valia, para além de ser um jogador lento, mais lento aparecerá depois da lesão.
    Antes da lesão, nem passes de 4 metros conseguia manter num nível acertado, quanto mais os longos.
    Scharrs, depois daquela série positiva com D’Mingus, a meu ver, nunca mostrou que poderia ser uma voz de comando na equipa, tem processos de jogo lentos, igualzinhos ao Adrien, não acerta os passes de ruptura, e o que realmente enerva, é que gosta de jogar para os lados e para trás, especialmente quando a equipe estava mal, não pegava no jogo, quantos passes vi-o fazer do meio-campo para o Patrício.

    Surpreende-me porque quando veio, mostrou classe, e sentido de baliza, falhava pouco, mas quando a equipe deixou de carburar, mostrou não ser o tipo de jogador que mexa com o jogo, caindo a qualquer toque e falhando passes….simples.
    Tem estilo, mas não tem o “je ne sais quoi”.

    Resumindo, tem uma atitude defensiva, e acho que já está completamente “espremido”, ele próprio admite, que já não dá mais que aquilo, referindo-se a uma lesão antiga que o debilitou fisicamente.

  2. Sentimentos mistos em relação ao cimento…

    Quando chegou fiquei radiante. Sou um fã desse tipo de jogador. Processos simples, objectividade, inteligência e uma qualidade de passe acima da média. As primeiras exibições confirmaram o meu entusiasmo. Era exactamente o jogador que precisávamos para fazer a ligação defesa-ataque. Quando muitos deliravam com Capel, Carrillo ou Wolfswinkel, eu dizia sempre: “Schaars é o melhor jogador deste plantel”. E acreditava mesmo nisso.

    Depois, juntamente com a equipa, veio o descalabro. O tipo de jogador que estamos a falar tem um grande handicap. Quando está em baixo de forma, toda a equipa cai com ele. Um extremo, em 10 tentativas de 1-1 há-de sempre passar uma. Um ponta de lança, em 10 oportunidades vai sempre meter uma lá dentro. O Schaars é diferente. A sua influência não se vê nos golos que marca, nas assistências ou nos dribles. Para ele, tudo gira á volta de processos como: recepção, levantar a cabeça, passe. Passe curto, passe longo. Variação para a direita, variação para a esquerda. Por aí fora…
    E quando as coisas não lhe saem bem, passa a ser um jogador banal, diria mesmo um jogador a menos. Se o passe não lhe sai perfeito ou se a visão de jogo o atraiçoa, não sabe nem consegue fazer mais nada. E era isso que estava a acontecer. Tudo lhe saía mal, perdeu gradualmente a confiança que caracteriza o seu jogo e escondia-se dos colegas, limitando-se a distribuir para trás e para o lado ao bom estilo do Custódio.

    Obviamente que isso foi consequência do momento da equipa. Mas sendo ele um dos mais experientes, era nele que confiava para levar a equipa para a frente. E foi uma desilusão tremenda. Cheguei a chamar-lhe os piores nomes porque parecia uma sombra daquilo que ele vale. E temo que isso possa ter influenciado a minha ideia inicial sobre a sua qualidade/importância. E depois olho, por exemplo, para o André Martins que, jogando na mesma posição e tendo menos oportunidades, revelava mais competência e mais maturidade. Por isso, e com infelicidade minha, o holandês deve sair. Ganha muito, escondeu-se quando a equipa mais precisava da sua experiência e a verdade é que a equipa começa a atingir uma certa estabilidade exibicional sem a sua presença. Isto nada tem a ver com a sua qualidade (em forma é um dos melhores). Tem apenas a ver com a sua mentalidade e o seu compromisso. Se ele demonstrar isso até ao final da época, aceito-o de volta de bom grado. Se não acrescentar nada, para mim é um dos primeiros a ir para a lista de transferências. Volto a repetir, para grande infelicidade minha, porque sempre gostei do gajo.

    • Penso que o Sá fez um resumo porreiro da “estadia” do Scharrs no Sporting.

      Resume-se á mentalidade do jogador, depois de ver os primeiros jogos, gostei e confiei em Scharrs, mas depois, demonstrou muito nervosismo e pouca maturidade, dando sinais de descontrolo á equipa.
      Não são apenas os treinadores responsáveis, um jogador tem que se revoltar em campo quando as coisas não correm bem, especialmente os mais experientes, Scharrs em muitos jogos, parecia que estava ok com o empate.
      O Sporting ê Grande devido aos Campeões que o Clube “passeou” em campo, e não a atletas passivos, e com medo do risco.

      No Sporting, chegámos a um ponto em que, um jogador que jogue mal, tem a titularidade garantida, daí a nossa classificação, não existe exigência.

    • Sá,

      acho que isso se deveu à forma de jogar pressionante do Domingos, que favorecia o tipo de jogo do Schaars e do Rinaudo: muito bons a perseguir a bola, a pressionar, voluntariosos e inteligentes, mas limitados com a redonda no pé. Nos melhores tempos do Domingos o Schaars quase nem tocava na bola, um toque no máximo, num instante se recuperava a bola e ela entrava na ala para o cruzamento e era o Schaars a aparecer como segundo avançado, sem bola. A partir do momento em que o Domingos viu que a equipa não conseguia jogar em pressão alta porque os defesas eram lentos, e desceu linhas, e depois veio o Sá e isso mais evidente ficou, o Schaars começou a ter de construir mais de trás, a ter mais bola, e as limitações vieram ao de cima. É pelo menos a minha visão das coisas.

      Mas o que eu gostava mesmo era de o ver a desmentir tudo isto e a pegar de estaca naquele meio campo, assumindo um domínio ofensivo do jogo que até agora ainda não lhe reconheci.

  3. Rinaudo e Schaars complementam-se, falta-nos um 10 como o Matigol e não vejo no plantel principal nem nos B’s um jogador com estas características.

    • Há um jogador que está neste momento lesionado que é muito novo ainda claro mas que vejo o nosso futuro 10.
      Raramente vejo alguem falar dele mas reconheco-lo enorme potencial e acompanho diariamente o seu trabalho :

      Filipe Chaby

      • Chaby antes de lesão era dos mais falados.
        Ng se esqueceu dele, é normal que dp de uma lesão mais grave se espere para ver como ficou…

    • Discordo!
      Stijn Schaars mesmo em baixo de forma sabe posicionar-se em campo.
      Zézinho nao lhe vejo grandes qualidades sinceramente. Passes só para o lado e para trás.
      É voluntarioso sim mas pouco mais.

      • O zenhinho tem uns pezinhos que vai lá vai…precisa é de melhorar nos passes de ruptura e no remate.
        Mas que tem potencial tem. Quem não consegue ver isso acho que deve dedicar-se ao criquet.

  4. Lobo + Etock

    Capel ou Carrillo + Bruma

    André Martins ou Schaars ou Adrian ou Labyad

    Rinaudo ou João Mário ou Zézinho

    Little João + Dier + Llori + Miguel Lopes

    4-4-2

    Ou

    4-2-2-2

    Lobo + Etock

    Capel ou Carrillo + Bruma

    Rinaudo + Zézinho ou João Mário

    Little João + Dier + Llori + Miguel Lopes

  5. EU acho que é uma mais valia para o plantel, ainda para mais com tantos jovens!
    É um dos jogadores (se não o mais) experiente do plantel, e é um líder em campo.
    Sim as coisas não lhe correram bem nesta época (mas digam lá quem é que jogou bem e que saiam as coisas bem esta época, sem ser o Santo Patrício), mas continuo a achar que é um bom jogador, jogador de equipa e “capitão” em campo, várias vezes considerado a extensão do treinador no campo, bem antes do Rinaudo!

    SIM, ACHO QUE É UMA MAIS VALIA, e que venha para ser líder, e que transmita aos mais jovens calma e tranquilidade para poderem crescer e melhorar jogo para jogo.

  6. O Stijn para ser um grande médio precisa de fazer a bola beijar a rede adversária mais vezes.

    Muito dificilmente uma equipa consegue ganhar campeonatos com médios e extremos/alas estéreis do ponto de vista “dos golos marcados”.

    • faz aí um rewind para o melhor Sporting destes dois anos, e vais ver o Schaars a marcar golos e a surgir várias vezes na área adversária.

      • Não digo que não, mas precisa de ser mais regular a marcar.

        Por exemplo, o elias era uma nódoa nesse aspecto.

        O Adrien marcava muito na Académica e no SCP nada.

        Os nossos expremos são uns “pé-frios” miseráveis.

        Tragam o Lampard!!!!!!!!!!!!!

  7. Jogador banal.

    Detesto a idéia de alinhar com dois jogadores (Rinaudo e outro – Schaars?) no meio-campo que raramente levam o jogo até à grande-área adversária. É uma redundância e um desperdício.

    Se a opção para o meio-campo defensivo recair em Rinaudo (como deve), então para jogar ao lado dele deve estar um jogador com propensões mais ofensivas.

    SL

    • O tal nº10 amigo,a tal criatividade.O jogo do Schaars não é criativo,é mais combatente e possante,é um nº8 portanto.É um jogador para jogar à frente do trinco,ou seja receber do trinco entregar no criativo,no nº10.Como o fazia no tempo do Matias em forma,e dele também.

  8. Não será novidade o que penso dele: não joga mal nem sai do sítio.

    Disse-o nos seus melhores dias. Disse-o também do Rinaudo nos tempos áureos deste. Nem todos os que hoje “malham” no Rinaudo o idolatraram no passado.

    O Cherba de vez em quando cede ao jogo baixo (dada a generalização, era o que faltava que não me sentisse visado). É uma pena, mas está no seu inteiro direito. A chafarica é dele.

  9. Só parecia bom quando estava lá o Elias… Só seria uma mais valia se fosse um comandante em campo mas também nunca mostrou isso. Mal por mal, São Rinaudo, Zezinho e Labyad (que deixa muito a desejar). Eu também queria o André Martins, mas parece que é ele que não quer.
    Resumindo, o Schaars é um Adrien mais caro e menos rematador.

  10. O nosso plantel tem nºs 8´s a mais e nºs 10´s a menos.Plantel tem que encurtar em nºs 8´s,existem cerca de 4/5 jogadores para essa posição(estou a ser meigo).
    Schaars faz falta,o melhor Schaars atenção.Este jogador em forma é o nosso melhor nº8,sem qualquer tipo de duvida.
    Já li por aqui o modelo perfeito em minha opinião,trinco+nº8+nº10,o enguiço está mesmo no nº10 onde para essa posição apenas temos o Labyad que tem sido uma nulidade,o André Martins que ainda não passou de pseudo,o João Mário que ainda não teve grandes oportunidades e o Chaby um jovem muito promissor mas ainda muito jovem,tem tempo.A trinco o Rinaudo e a nº8 o Schaars(se continuar a jogar mal como o fez antes da lesão é vender,rentabilizar como diz o Zando).
    A melhor opção passaria por comprar um bom nº10,das contratações mais cirurgicas que temos que efetuar.1 central e 1 PL(2 se o Wolfs estiver/for vendido) são as outras contratações cirurgicas que deveriamos efetuar.

  11. Se o Sr Jesualdo acha que é uma mais valia para a equipa… eu também acho!
    (no entanto, julgo que a equipa neste momento está a criar novos processos e a sair da depressão… e o Schaars fez parte dessa doença… por isso, acho que ainda é um pouco sedo para reentrar.)

  12. pode ser um jogador importante pela sua experiencia e o ajudar a crescer os miudos,mas é como disseram apenas se for o melhor Schaars, o Schaars motivado

  13. Não consigo ter uma opinião definitiva. Parece-me um jogador “assim assim”. Não é um 10 nem é um 6, dai talvez os momentos em baixo de forma que teve, quando o colocavam numa destas duas posições. Como 8 também não é o jogador para pegar no jogo e levar a equipa para a frente (como Moutinho ou o Maniche da selecção e do Porto)
    Poderá ser um jogador util sim, mas precisa de ter a seu lado um jogador que assuma o jogo, que pegue na equipa e a leve para a frente.

  14. Se for o Schaars dos melhores tempos de Domingos, seja muito bem-vindo!
    Jogava, marcava golos e fazia uma excelente dupla com Rinaudo.
    Depois disso e como alguém já disse mais acima, foi sempre a descer a qualidade exibicional e a forma física, tornando-se um jogador banal como outros que lá andam neste momento.

  15. Scaars, em forma entra no onze de caras.

    Jogador de qualidade, pressiona bem e ataca bem.

    Em baixo de forma falha como todos inclusive o lobo, eu disse que o plantel não é tão mau como a tabela o demonstra.

    Não acredito que esta equipa seja inferior ao Paços ao Rio Ave e nem sequer ao Braga, acho que a época foi mal planeada e faltou, como ainda falta, um comandante como deve ser a treinador.

    Eu sei que me vão crucificar e dizer que é um meio campo lento mas gostava muito de ter um meio campo com Rinaudo a seis, Schaars a oito e Hugo Viana a dez.

    Era gente de qualidade a meter bolas para extremos e avançados rápidos.

    SL sempre

  16. É uma mais-valia, claro!

    No meu ver, foi (curisamente) desde que chegou o “Sr.9Milhões” para o meio-campo que o Stijn foi abaixo…
    Ele era o patrão do nosso meio-campo. O cimento. O chefe. Presionava, passava, ainda aparecia na cabeça da área. Bom remate. Bom passe. Boa visão. Entendia-se muito bem com o Lobo… Chegou o “Enguias” e deixou de ser indiscutível (a bem das “comixões”). A partir daí começou a perder gás, confiança e motivação.

    Não tenho dúvidas que é “O” jogador que nos falta no meio-campo. Este sim, tem cultura táctica (ao contrário do “deus”, que é um anarca apesar da garra de leão).
    Este sim, empresta experiência à equipa (experiência essa que é fundamental nesta altura).
    Pode não ser um Pirlo ou um Xavi, mas é sem dúvida uma das nossas pedras mais importantes.

    Dificilmente algum jogador conseguiria “brilhar” nesta equipa, numa temporada deste calibre (à excepção da posição de GR, que anda a levar bolada e aparece mais, tem hipóteses de brilhar numa equipa à deriva).

    Resumindo, é muito bem vindo de volta.
    Welcome back Captain Stijn.

    • Laculebra o Sporting antes de chegar o Elias não ganhava a ninguém . Está a baralhar acontecimentos. Um desastre esse inicio de época. Foi com a chegada do sr 9 milhoes que o Sporting melhorou exponencialmente.

      Com um bom treinador , espero que o Elias regresse.

      • Posso estar a fazer alguma confusão, mas ainda assim não retiro nada do que disse.

        O Schaars é o nosso patrão do meio-campo. Pode não ser um portento de técnica ou velocidade, mas é tacticamente quase perfeito.

        Eu não tenho a minima dúvida de que será uma mais-valia o seu regresso.

        Não podemos ter uma equipa com 11 miudos. O Rinaudo para mim é muito mais discutível do que o Stijn.

        É apenas a minha opinião.

  17. Quando vejo pessoal aqui a dizer que o Schaars não presta só me falta vê-los a dizer que fazia falta era o Elias… Bom, bom é o profeta…

    • Não vás mais longe… lê o comentário do Ricardo Frey (2 acima).

      O Elias é o típico jogador que é bom, toda a gente sabe que é bom, até os rivais o dizem… e depois, jogar que é bom, nada. Desses não nos fazem falta.

      O Stijn é o nosso verdadeiro patrão do meio-campo!

      Welcome back Captain!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s