Descansa, Leão.

Jo_o_Rocha1

«Quando saí, deixei o clube sem dívidas, com passivo zero, jogadores valorizados zero, estádio valorizado zero, tudo a preço zero e nada reavaliado. Além disso, 300 mil metros quadrados de construção aprovada, o que em termos actuais e se o Sporting tivesse sido administrado como deve ser, faziam dele hoje um dos maiores clubes da Europa. Só nesses 300 mil metros quadrados tinha um valor de 120 milhões de contos […] Eu saí. Não podia ficar, porque tinha uma doença grave. Nos últimos dois anos, já assistia deitado às reuniões da direção. Só bebia leite e um médico americano disse-me que eu tinha de decidir entre a morte e o Sporting. Eu queria viver mais alguns anos e saí. Depois, o passivo foi aumentando ao longo dos anos, até que chegou José Roquette com o seu projeto. O Projeto Roquette liquidou o Sporting. Ninguém soube o que era o projeto, porque ele não dizia. Sabia-se, apenas, que era uma dezena de sociedades, dirigentes e funcionários superiores a ganhar centenas de milhares de contos. O projeto foi reduzir os sócios de mais de 100 mil para pouco mais de 30 mil, foi acabar com as modalidades amadoras, foi vender património, foram dezenas e dezenas de milhões de contos de prejuízo que não aparecem nos resultados, porque parte deles foram executados pelo Sporting. No caso da SAD deram-se informações falsas aos associados e à própria CMVM para a entrada na bolsa».

A 30 de março de 1973, Valadão Chagas é eleito presidente do Sporting, mas um convite de Marcelo Caetano para o cargo de diretor-geral dos Desportos leva-o a renunciar, no próprio dia da tomada de posse, 4 de abril. Manuel Henriques Nazareth assume interinamente a liderança do clube de Alvalade. Intensificam-se os contactos com João Rocha que, na sequência da Assembleia Geral de 7 de setembro, assume a presidência. João Rocha não pretende transformar “o Sporting num centro de negócios”. Procura “encontrar mais receitas que lhe permitam ser cada vez melhor naquilo que foi fundado”. Das linhas gerais do projeto, “vasto mas inadiável”, consta a construção da Cidade Desportiva. […]  A parte final do campeonato 79/80 leva-o a entrar, mais forte do que nunca, em polémicas com o FC Porto. O Sporting desloca-se a Guimarães, na penúltima jornada e, graças a um auto-golo de Manaca, sagra-se campeão. Pinto da Costa lança suspeitas sobre o ex-defesa do clube leonino, que responde: “Não fui subornado pelo Sporting mas estava aliciado pelo FC Porto. Com a derrota do Vitória fiquei a perder 100 contos”.

[…] Contudo, o foco de João Rocha ia para além do futebol, já que foi dos presidentes ‘leoninos’ o que mais importância deu ao ecletismo do clube, apostando nas mais diversas modalidades: vinte e duas delas, com 15 mil praticantes, de acordo com o sítio oficial do Sporting. […] Deixou a presidência do clube em 1986, com um legado de 1210 campeonatos nacionais, 52 Taças de Portugal e oito Taças Europeias em várias modalidades.[…]

 

Muitas outras “estórias” poderão ser contadas. E, acredito, há por aqui Cacifeiros mais velhos, capazes de oferecer-nos valorosas memórias.

Anúncios

92 thoughts on “Descansa, Leão.

  1. Infelizmente este dia tornou-se francamente pior. Para a família e amigos chegados as minha sinceras condolências.R.I.P.
    A única coisa que espero destas eleições, é que os candidatos respeitem a memória do nosso último GRANDE presidente.

  2. Faleceu o melhor presidente dos últimos anos, um farol de sportiguismo.

    Tenho muita pena que no último ano de vida deste homem tenha de presenciar um Sporting tão fraco e banal. Mais pena tenho que a instituição Sporting no funeral deste grande homem seja representado por escumalha como Godinho Lopes e comparsas.

    Finalmente o primeiro presidente a aperceber-se do império do mal que vinha do norte e a combate-lo sozinho.

    Que descanse em paz e que o próximo presidente honre a sua memória e seja um verdadeiro sportinguista.

    SL

  3. foi por essa altura que benfica e porto eram os melhores amigos do mundo, ou seja , aquilo que os lamps nos acusam hj em dia, foram eles no inicio da ascensão de pdc, que João Rocha foi o unico que tentou combater e sempre que possivel com armas semelhantes

    • Caro rigaboss, não sei há quanto tempo segue o desporto em Portugal, mas se foi contemporâneo da presidência de João Rocha no Sporting saberá que o que escreveu não corresponde à verdade.
      Nem nunca o Benfica foi o melhor amigo do Porto como não o foi do Sporting! Na altura havia rivalidade mas também existia respeito entre os clubes. Aliás ainda em 1987, quando o Porto foi campeão europeu houve festa em Lisboa e quem andava na rua a festejar, mais do que portistas, eram benfiquistas, sportinguistas e até belenenses!
      Daí para cá muita coisa mudou… os factos, ainda que não sancionados, são públicos e as guerras de claques só os amplificaram… Infelizmente para o Sporting nunca os lideres de claques adversárias foram VIP no Benfica! E felizmente para o Benfica quer membros de claques que se portaram mal, quer presidentes que se portaram mal estão onde devem estar, na cadeia! O que faz do Benfica um clube único em Portugal.
      Deixo aqui a minha homenagem ao Presidente (com P grande) João Rocha, onde quer que ele esteja que a sua estrela possa iluminar o Sporting pois, acredito, o clube não merece tudo o que lhe estar a acontecer!

  4. Que a infeliz coincidencia da morte de Joao Rocha, o maior Presidente da Historia do Sporting Clube de Portugal, ter acontecido em plena campanha eleitoral para as mais importantes eleiçoes do clube, nao seja em vão, e que sirva para o nosso proximpo Presidente o homenagear fazendo-lhe durante o seu mandato a maior das justiças, e devolvendo ao Sporting o prestigio e os titulos que foram apanágio de Joao Rocha.

    Joao Rocha foi o meu primeiro presidente. Foi durante o seu mandato que vi o titulo de 1982, quando tinha apenas 10 anos. Insequecível!

    Que o ano da sua morte nos traga de novo a excelencia e a visao do que deve ser um Presidente do maior clube nacional : rigoroso, visionário, competente e determinado. Mas sempre, sempre com entrega e paixão ao clube.

    Atributos que foram sempre os de João António dos Anjos Rocha.

    Paz à sua alma. Façam-lhe justiça!

    Sporting sempre.

    • Faço tuas as minhas palavras se assim o permites.

      Estamos num momento muito sério, todo o cuidado é pouco.

      Este Senhor será um exemplo para sempre, são Homens como João Rocha que formam a identidade do clube.

      Estará sempre connosco!

      • Acabei de ver a entrevista de BC á bola ontem. Este gajo não me convence. Não quero a continuidade mas este gajo é ” a massive gamble”. RIP ao Presidente dos Presidentes.

  5. Esta foto é fantástica!

    Representa a família, alegria, títulos, camaradagem, enfim, tudo aquilo que não existe no Sporting actual.

    Que o futuro do Sporting volte a ser risonho, pois estou certo que essa seria a maior homenagem que se poderia fazer a este enorme Homem, que continuará vivo ente nós, pois as boas memórias não se apagam.

    Viva João Rocha, viva o Sporting!

    • “Representa a família, alegria, títulos, camaradagem, enfim, tudo aquilo que não existe no Sporting actual.”

      Eu gostava que pelo menos isto voltasse a ser uma realidade no nosso Sporting!

    • Foi tirada no dia em que o Sporting Clube de Portugal venceu a Taça dos Campeões Europeus de Hóquei em Patins, no famoso cinco com Ramalhete, Rendeiro, Sobrinho, Livremento e Chana. A melhor equipa não apenas portuguesa de todos os tempos, mas da história da modalidade. O miúdo que segura a Taça não sei quem é.

      A foto foi tirada se não estou equivocado no Pavilhão dos Desportos de Lisboa, onde a modalidade viveu tantas noites de alegria nesse final dos anos setenta.

      Um pequenino parêntesis a este propósito: desde que lhe puseram o nome de Carlos Lopes foi vedado a um abandono a todos os títulos lamentável… Olhem falamos tantas vezes em construir um pavilhão, porque não ir para jogar para lá nas modalidades? Odivelas é melhor porque carga de água?!

      • PPS, o miúdo é o filho dele, o Gonçalo. Aliás estão ali os 3 filhos dele.

        Que grande bolada no Sportinguismo, esta perda…..

        Sporting Sempre

      • Foi nesse pavilhão que recebi o certificado, que guardarei para sempre com um misto de orgulho e nostalgia, de 5 anos de ginasta no Sporting. Bancadas repletas de gente, ringue cheio, numa mera demonstração geral (e respectivo reconhecimento) de todos os que participavam no dia a dia do clube, tanto como atletas de competição, como de simples frequentadores na qualidade de sócio, que era o meu caso. Outros tempos…

      • Foi neste pavilhão (e na Nave, mandada construír por João Rocha) que joguei inúmeras vezes contra o Nosso Sporting (andebol).

        Na primeira vez de todas, no velhinho Pavilhão, o meu jogo calhava pouco antes de um Sporting – Sp. Braga. Joguei com uma rotura muscular, levei porrada com fartura, marquei alguns golos, ia ao banco de 3 em 3 minutos por um pouco mais de “spray milagroso”´, etc

        Levava o andebol mesmo a sério mas nesse dia – o primeiro em que pisei o mesmo chão dos enormes desportistas que me antecederam (recordo que os melhores jogadores portugueses de sempre em hóquei, andebol e basquete foram do Sporting, nomeadamente Livramento, Carlos Resende e Carlos Lisboa) – só pensava em saír dali a correr, mesmo bem debilitado fisicamente, para me juntar aos meus correligionários d’aquela grande Juve Leo na mítica Superior Sul.

        Ganhámos e ainda tive a oportunidade de festejar os golos correndo bancada abaixo e depois rede acima no meio do “mosh”. Que saudades!!!!!!!!!!

        Sporting Sempre

    • Que saudades de ir com a familia à bola e a todas as outras modalidades.
      É também esse Sporting que queremos todos voltar a ter. Sem violências e mustafás bacocos.

      SL

  6. A este senhor se deve ainda muito do orgulho sportinguista em ombrear com o Barcelona pelo título de melhor clube do mundo.
    A este senhor e às grandes equipas do Sporting nas épocas sob sua presidência, se deve o meu amor ao Sporting.
    Este senhor não merecia viver os seus últimos anos a ver o Sporting definhar desportiva e financeiramente.
    Todos o património que deixou foi desbaratado por incompetentes e ladrões.
    Obrigado Grande João Rocha!

  7. Partiu deste mundo, mas deixou nele uma marca.
    Um exemplo a seguir por aqueles que amarem o clube e tiverem a honestidade e coragem necessárias para nos tirar do abismo.
    Que descanse em paz e que olhe pelo nosso Sporting onde quer que esteja.
    Os meus sinceros sentimentos à família e a todos os sportinguistas de coração.

    • Bravo! Subscrevo… João Rocha, não morreu. Será eterna a sua memória e o seu nome ecoará para sempre dentro do nosso querido SPORTING CLUBE DE PORTUGAL! VIVA O SPORTING!

  8. Bastava o título e a foto para ser um post do caralho! Perfeita escolha Cherba. Espero que o próximo presidente se inspire em João Rocha.
    permitam-me a cópia: “Descansa, Leão”.

  9. Dia triste este…. muito triste… Contráriamente ao que Oliveira disse um dia, eu digo apenas isto:

    Quando um Leão como João Rocha cai, muito dificilmente outro igual se levantará.

    Oxalá me engane. Para nosso bem. Para João Rocha poder descansar em paz. Olhe por nós Presidente… olhe por nós!

    • Prefiro pensar positivo e ver neste dia triste mais do que uma infeliz coincidência. Por um Presidente que parte outro chegará para o substituir à altura!

      Morreu o Presidente, viva o Presidente!

      Z

  10. Um dia de perda para o Sporting.
    Um Presidente que me habituei a admirar.
    Que esta morte sirva para que quem vier no futuro a ser o novo Presidente pense no Sporting de uma maneira mais “Humana e Social” e não, como foram estes últimos anos.

    Deixar os meus pêsames à sua família, nesta hora triste.
    Força Sporting

    • Só podes estar maluco!!!

      Estas são as eleições leoninas mais fáceis de escolher…

      Só Bruno de Carvalho pode devolver o Sporting aos sportinguistas!!!

  11. Hoje em dia lamentamo-nos que um Clube desta dimensão não merece a posição em que está e os problemas por que passa. Esquecemo-nos às vezes que essa dimensão, que tomamos por garantida, só foi possível graças ao Esforço, Dedicação e Devoção de Grandes Sportinguistas como o João Rocha que deram tudo de sí para fazer deste um dos maiores Clubes do Mundo.

    Obrigado João Rocha por tudo o que deste ao nosso Sporting!

  12. A foto e o conteúdo do post fizeram-me lembrar os meus tempos de infância no velhinho Alvalade. Passei a minha infância com João Rocha como presidente. Nessa altura o orgulho sportinguista estava bem alto. Lembro-me dum ano (talvez 81/82) que fomos campeões nacionais de futebol, ganhámos a taça de portugal e fomos campeões nacionais de basquete, andebol, hoquei em patins, atletismo (claro) e mais algumas modalidades.

    Era uma festa ir à bola, costumava ficar na superior sul quando ia sozinho ou com amigos, por vezes ia com alguém mais velho e ficava na bancada central. Lembro-me perfeitamente de não existir ainda a bancada nova, e iam para lá os tipos de cadeira de rodas assistir ao jogo, era o chamado peão. Depois mais tarde com a bancada nova, começava a ver os jogos na superior norte e depois ao intervalo percorria a bancada nova para acabar de ver o jogo na superior sul, assim via sempre o Sporting a atacar mais perto. Mesmo nos 18 anos de jejum, havia um enorme orgulho sportinguista, os adeptos estavam sempre com a equipa e eram apoiados. Lutávamos todos para o mesmo fim e os nossos idolos eram o Marlon, o Mário, o Negrete e outros. Não ganhávamos nada, mas eram o Sporting!

    Depois desde há 17 anos vieram esta canalha que nos têm feito perder ano após ano o nosso orgulho, têm nos feito afastar do clube. FILHOS DUMA GRANDA PUTA. Espero que 23 de Março seja o momento da viragem, já não existe muita margem de manobra para o SCP voltar a ser o que foi: GRANDE, MUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUITO GRAAAAAAAAAAAAAAAANDE!!!

    Viva o SCP!

  13. A única forma que eu vejo de honrar o legado de João Rocha no Sporting é LUTAR CONTRA O ROQUETTISMO E SEUS APOIANTES ATÉ À MORTE!
    E o primeiro passo é impedir que a lista encabeçada pelo José Coveiro vença as eleições, depois processar a direcção cessante por gestão danosa e paralelamente fazer um auditoria de gestão aos anos do roquettismo.

    João Rocha, meu primeiro presidente, que descanse em paz.

    • Subscrevo tudo o que dizes!!!

      Também eu comecei a ir a Alvalade nessa altura 81/82… Era o João Rocha o NOSSO PRESIDENTE!!!

      DEscanse em páz e olhe por nós todos e sobretudo pelo SPORTING!!!

  14. Foi com o João Rocha que me fiz Sportinguista, com ele, com o Carlos Lopes, com um tio fanático, com os 1200 títulos conquistados e com o admirável espírito de camaradagem e orgulho que a nação vivia e viveu com ele.

    digno da dádiva do João Rocha era tentarmos à nossa maneira, dentro das nossas possibilidades, cada um de nós, dar o nosso contributo ao Sporting, sermos cada um de nós um joão rocha em potência, para assim, elevarmos os Sporting ao seu lugar.

  15. As minhas condolências à família…

    Não consigo encontrar as palavras certas para escrever num momento destes…não vivi no tempo dele e por isso tudo o que recordo dele foi-me contado pelo meu pai e, mais tarde, pesquisado por mim através de entrevistas, vídeos e outros.

    Tenho vergonha de nós, sócios. Não fomos capazes de dar o fim digno que o presidente merecia. João Rocha merecia ter partido com um sorriso nos lábios, com o clube saneado, com títulos conquistados. Partiu amargurado. E isso nunca nos poderemos esquecer nem perdoar. Fomos nós que permitimos isto anos a fio, tal como seremos sempre nós a permitir a mudança. Não fomos capazes de abrir os olhos a tempo do João Rocha poder partir com a paz necessária e com a certeza de que o clube vai renascer.

    E se tudo o que se diz dele é verdade, podemos ficar tranquilos porque neste momento João Rocha estará já a oferecer a camisola verde-e-branca com o nº1 nas costas ao Todo Poderoso tentando, com isso, aumentar o nº de adeptos do Sporting e, porque não, mudar aquela sorte madrasta que nos acompanha à tanto tempo…

  16. Morreu de desgosto com o estado do nosso muito amado clube. Com os oportunistas, os ladrões, os cobardes, os incompetentes, com a JL (que foi tão grande no seu tempo) com aqueles que envergam a camisola mais bonita do mundo que com a sua falta de labor enxovalham o nosso lema, o nosso clube! Saudações Leoninas Presidente João Rocha, que a sua morte não seja um (mau) prenúncio do que vem aí…

  17. O meu pesar profundo…
    Personificou aquilo que não temos à muito, alguem dedicado de corpo e alma ao Sporting e que vai para o clube para o servir.

    Personifica algo que o B.Carvalho disse ontem em entrevista, o querer ser melhor e maior em tudo, o não contentar com migalhas, o nível elevado de excelência e exigência.

    Personifica enfim o oposto a esta geração que tomou de assalto o Sporting, com as suas negociatas em prol deles próprios, pessoas que esqueceram por completo a grandeza e dimensão do nosso clube.

    O que recordo com mais intensidade e saudade desse tempo, era o facto de dominarmos o desporto de forma geral, de sermos os melhores no hoquei, no andebol ou no basquet. Isso foi a primeira coisa que roquette e compª nos tiraram.
    Isso já é por si só, muito…

      • Era por aí… Esperemos que deste acto eleitoral nasça um novo Sporting que honre quer o Sr. João Rocha que outras personalidades Leoninas, que estando ou não entre nós merecem um Sporting de acordo com os pergaminhos que outrora teve…

      • E já agora que seja um Sporting JUSTO! Com todos… MESMO!!! Com os que lhe fizeram bem, para elevar o nome do clube, e os outros, os tais da “credibilidade”, para devolver respeito, orgulho e amor próprio aos sportinguistas verdadeiros… E nao a aqueles que descobrem o Sporting durante un(s) mes(es)…

  18. Que a memoria colectiva do SPORTING que sao os seus socios nao deixe morrer o seu legado, entretanto esquecido em favor de interesses estranhos ao SCP.

    Que o seu legado seja exemplo e que a sua atitude em defesa do SCP seja “remasterizada” para bem do Sportinguismo!

    Bem haja por tudo o que deu ao SCP, Presidente Joao Rocha!

    Mais do que nunca faz sentido erguer o pavilhao com o nome deste grande defensor do Sporting e do seu ecletismo!

    Descanse em paz…

    Saudades e Saudaçoes Leoninas

    (O meu portatil está de novo com problemas na pontuaç~~ao!)

  19. Não tenho recordações de João Rocha aquando da sua presidência, mas escutando ex-atletas do Clube, que conseguem transmitir uma imagem real, e até escutando adversários, vi também um belo documentário há uns anos, percebi que João Rocha era um Verdadeiro Líder, alguém em quem os Sportinguistas confiavam, um Leão que veio para o Sporting com o intuito de aproximar as modalidades dos adeptos, criando condições para que os adeptos interagissem com o Clube, de galvanizar os adeptos criando uma Mística, uma Competência que veio a ser muito importante, serviu até de vitamina, de resistência para os anos de seca que se seguiram, presumo que a confiança que reinava constantemente nos adeptos, o acreditar sempre nos títulos, ano após ano, se devia ao legado que João Rocha havia deixado, de títulos e de exigência, e consequente aumento da auto-estima dos adeptos, acreditar que era possível.

    João Rocha acreditou que era possível….

    Um Símbolo.

    Nós Sportinguistas, teremos que acreditar que será possível….

    Temos que nos recordar da Mística e ser Resistentes !

    SL

  20. O meu único presidente até a data,que descanse em paz.Este ano tem sido horrível em todos os aspectos para o nosso clube,parece um pesadelo interminável……

  21. Foi em tempos de João Rocha que me fizeram sócio deste Nosso Clube e foi em seus tempos que assisti ao meu primeiro jogo (benfica – Sporting de 85/86, que vencemos por 1-2, tendo o benfas perdido o campeonato nesse dia).

    Apesar de não ter memória do que era ter um homem firme e forte nas opiniões e na postura à frente do Sporting, sendo toda a minha família Sportinguista, era impossível que não se evocasse frequentemente o nome deste “farol de Sportinguismo” (gostei da expressão e “roubo-a”, com o devido respeito).

    Se, em plena época do jejum de 18 anos, tínhamos tantos argumentos para esgrimir com os nossos rivais (tínhamos mais títulos e muito mais adeptos que o fêkêpê, tínhamos muito mais sócios que o fêkêpê e benfas, tínhamos belíssimos jogadores, etc) o que sobra deste tempo é apenas a carcaça, os escombros desse monstro do desporto português que é o Sporting.

    Acho que o que precisamos nesta altura não é de uma fotocópia do João Rocha mas alguém que consiga defender o Nosso Clube da mesma forma dos inimigos externos, sobretudo protegendo-o e libertando-o, de uma vez por todas, da alçada do corrupto-mor, papa filho da puta, tal como o grande João Rocha fazia, mas que possa ter a capacidade de reinventar o Sporting enquanto este enfrenta claramente o maior desafio da sua (nossa!) História.

    Que descanse em paz este nosso eterno Presidente!
    Sporting Sempre!

    • Gord_illo…
      Eu já nao tenho certeza quem fez maior mal ao Sporting… Se foi o de lá de cima se sao os “da casa”… Palavra que nao sei… Mas estou inclinado para a 2ª hipotese!

      • Claro Ricardo. Eu também não tenho dúvidas disso e acho que os Sportinguistas se esquecem de um conceito fundamental no meio disto tudo: a “acção”..

        Quem é responsável pelo caminho a que chegou o Sporting é quem nos últimos anos teve a seu cargo os destinos do Clube e o levou a este ponto, ou seja, quem agiu e tomou decisões que influenciaram esse caminho que trilhámos..

        O que dizia é que o papel vigilante (leia-se, “atento” e não “bufo”) dos sócios se diliuiu durante estes últimos 18 anos e que, com isto, deixámos que inimigos nossos se instalassem a seu bel-prazer, no seio do Sporting.

        Acho que não podemos confundir duas situações que a mim me parecem bastante óbvias: por um lado, deixámos de questionar as decisões das nossas sucessivas direcções e até arriscaria dizer que, ao contrário do que se “vende” desde FSF (com as conversas da necessidade de “união”, “consenso” e outras parolices), acho que nunca como agora houve tão pouco escrutínio às direcções. Por outro lado, deixou de se escrutinar as “amizades” que o Sporting estabelece com outros, em particular o fêkêpê.

        Agora, quem deixou o fêkêpê entrar no nosso mundo e conspurcá-lo foi quem nos últimos 18 anos tinha a capacidade de “acção” de que falava. Quem, no fundo, geriu os destinos do Nosso Clube desde 1995.

        Sporting Sempre

      • FSF foi o único que apresentou “exploração positiva”… pergunto eu, à custa de que? Delapidação do património!!!
        Desde que esse “escocês” disse que queria um clube sem sócios que não atrapalhassem a gestão, que os sócios/adeptos deviam ter tomado conta da ocorrência… MAs em vez disso, ficamos quietos a ver definhar o clube! Não sei se isso terá servido de alguma coisa… E fico preocupado pois, daqui a 2 semanas, não tenho como certo que os sportiguistas darão um “basta” e um “grito do ipiranga” a esta “gestão de topo”…

  22. O Joao Rocha foi sempre na minha cabeca o presidente do sporting que recordo pelas muitas alegrias que vivi no Sporting enquanto ele era presidente. Essas alegrias nao sao so de titulos mas tambem muitas outras – como a camaradagem e o ambiente incrivel que se viviam em determinados jogos de hoquei ou de futebol. Tenho pena que os meus filhos nao tenham tido as mesmas experiencias com o Sporting.

    O Sporting e hoje inevitavelmente mais pobre porque nao temos Joao Rocha e porque aqueles que seguiram o Joao Rocha foram incapazes de suster no Sporting uma senda de sucesso.

    Agora resta-nos recordar a sua alma e olhar em frente para que inspirados pelo Joao Rocha e a sua maneira de ser possamos continuar a crescer e melhorar.

    Abraco a todos os sportinguistas!

  23. Cherba,

    De certo andarão por aqui Cacfeiros tão ou mais velhos que eu e que, de certeza, estarão mais habilitados para escrever »estórias«.

    Neste momento, não me ocorre escrever mais nada que possa expressar o que sinto,

    Viva o nosso Sporting!

  24. Sou um Cacifeiro ocasional, mas ainda assim um dos da velha guarda (fundador da Juve Leo, 48 anos, quase 40 de Sócio. Por isso aqui vai o testemunho de quem esteve nessa final do Hockey e que foi recebê-los à Portela:

    Que Deus guarde a sua Alma Presidente. Sentidas Condolências especialmente ao João e ao Gonçalo.

    Fez e deixou obra em Alvalade. Como muitos outros dedicou-se ao Clube, mas como não sou falso tenho de dizer que não fui seu apoiante, mas nunca lhe fiz oposição…

    yazalde76

  25. Era um homem inteligente, dedicado ao clube com prejuízo da sua própria saúde, valente, destemido, com um sentido institucional a toda a prova, uma lição para todos, um verdadeiro Leão.

    Estou comovido.

    Fiz-me sócio era ele presidente. Desde então nunca deixei de o ser. Até morrer será o meu Presidente.

    Até já, Senhor Presidente.

    • É isso tudo!!!

      O futuro do Sporting passa por Bruno de Carvalho, não sei porquÊ mas tenho um sentimento que vamos cortar com este passado dos últimos 10 anos, em que nos encarapuçaram uma SOLUçAO unica, o “project finance”… E vamos voltar ao sucesso…

      Dia 23 temos que honrar o Presidente João Rocha e devolver o Sporting aos Sportinguistas!!!

  26. Tinha sete anitos quando João Rocha começa o seu mandato no Sporting. Foram anos felizes, tinhamos grandes equipas, muitos sócios e muita paixão. Eramos respeitados por toda a gente. Na Europa toda a gente sabia quem eramos.
    Recordo-me de ir ao nosso velhinho estádio de Alvalade, acompanhando a minha irmã nas classes de ginástica, sob as bancadas do nosso mítico covil. Por todo o lado se via gente, aquilo fervilhava de praticantes de todas as modalidades, alguns campeões e muitos anónimos que faziam do clube o seu “ginásio”, bastava escolher a modalidade.
    Recordo com saudade o prof de ginástica Reis Pinto, um senhor e um cavalheiro. Era um regalo vê-lo dar aulas, quando me aborrecia ia para a secção das artes marciais, ou do boxe, ou acedia às bancadas do estádio e vi Carlos Lopes, Fernando Mamede e tantos outros a treinar no tartan verde. Ir para as ruas e ver o Joaquim Agostinho a ganhar a Volta a Portugal com a mais bela camisola do mundo vestida. A equipa de sonho de hóquei em patins, com o Chana, Livramento, Júlio Rendeiro, Ramalhete e Sobrinho, que ganhou todos os troféus que havia para ganhar.
    Recordo as grandes equipas de futebol, o Futre, o Litos, as tardes e noites de futebol, de assistir aos jogos do antigo peão por ser o bilhete mais barato, recordo os primeiros tempos da Juventude Leonina, que deslocava milhares de adeptos pelo país fora.

    Tudo isto foi deitado a perder. Mas não de forma irreversível.
    É isto que está em jogo no dia 23 de Março 2013 – pensemos nisto!

    João Rocha, R.I.P. Tudo faremos para honrar a sua memória, presidente.

    SL

  27. http://sintonizate.net/radio/TSF.html

    link para a entrevista,de Bruno de Carvalho, a TSF…

    Infelizmente não tive oportunidade, de viver essa época gloriosa do nosso Sporting, com o Grande João Rocha na presidência, visto ter nascido em 87, mas como apaixonado pelo clube, à imagem de todos vós que frequentam o blog, conheço a sua história, tenho orgulho dela e muito orgulho de tudo o que o presidente João Rocha nela escreveu…hoje todos ficamos mais pobres na Terra, mas acredito que ganhamos um Anjo da Guarda, que irá olhar pelo nosso e seu Sporting!!!

    RIP Presidente

    Saudações Leoninas!!!!

  28. É de Homens assim que o nosso clube é feito e por quem foi fundado. Não confundamos os fantoches que andam por lá nas ultimas 2 décadas, com pessoas tudo deram ao nosso clube e tudo fizeram pelo seu bem como este senhor.

    Posto isto, cada dia que passa mais desejo que sejam encontrados os culpados de depenar o nosso clube de todo o património que detinha no momento em que este senhor abandonou a presidência. Que sejam todos identificados, banidos para sempre de Alvalade e só não digo enforcados nas balizas porque é um desperdício fazê-lo.

    As minha condolências à família Rocha.

    Força Sporting

  29. Oxalá, caralho, que no futuro, daqui a 20 anos, estas eleiçoes possam ser recordadas como o virar de pagina no Sporting. E que fique para memorias futuras que foi nas eleiçoes de Março de 2013, o mês da morte do maior Presidente da Historia do nosso amado clube, que começou o novo ciclo na historia do Clube.

    Oxalá que a morte de Joao Rocha nao seja o inicio da morte do Sporting, mas sim a morte daqueles que tentaram destruíram o seu legado.

    Tem a palavra…Bruno de Carvalho!
    (é aquele que, na minha opiniao tem a dose certa de paixão e entrega por este clube. A paixão que Joao Rocha sempre teve.

    POR CADA LEAO QUE CAI, HÁ OUTRO QUE SE LEVANTA!

    SPORTING SEMPRE.

      • Ó José, o vocativo tem de estar separado por vírgula dos restantes constituintes da frase. Deverias ter escrito “Sim, urso, vota no Couceiro”. Como escreveste, dá a impressão que te estás a assumir como sendo um urso…

      • Não, o URSO és tu jonascp, que devias de ter vergonha de dizeres que defendes, ou és, sportinguista!!!

        Vai para o meio do caralho, tu e os restantes apoiantes destes merdas que afundaram este histórico clube centenário!

  30. Um mero comentário apenas para lamentar, como todos os outros antes de mim, a partida de um Sportinguista. Não tenho idade para me recordar da sua postura enquanto presidente, mas os registos históricos falam por si.

  31. Deixa-nos um grande homem e um enormissimo Sportinguista!

    Paz à sua alma!!

    Que agora que nos deixou seja lembrado como exemplo a seguir por todos aqueles que quiserem servir o Sporting.
    E que esteja onde estiver, que interceda pelo nosso clube junto das “instancias superiores”!

  32. Triste notícia esta, do desaparecimento de uma referência do Sporting e do dirigismo desportivo nacional.
    (Bons velhos tempos).
    Condolências à família e amigos.
    SL

  33. Não posso deixar passar este post sem manifestar aqui a minha grande admiração pelo único presidente do Sporting que realmente mereceu sê-lo (desde q sou vivo, obviamente).
    Os meus sinceros pêsames aos familiares e amigos.

    Que tristeza não termos conseguido inverter o rumo ao Sporting a tempo de cer testemunhado por João Rocha … certamente teria partido mais em paz, e ele merecia-o!

    Que sirva de motivação para as batalhas que se avizinham de modo a devolver o clube aos verdadeiros Sportinguistas!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s