Jesualdo Ferreira

Ainda ninguém conseguiu perceber muito bem qual será o futuro de Jesualdo Ferreira. Ou, se preferirem, são muitas as dúvidas sobre quem será o treinador do Sporting na próxima época. É verdade que há uma vontade expressa publicamente, por Bruno de Carvalho e por Virgílio, de continuar a contar com o treinador, mas também é verdade que nenhum de nós sabe que condições lhe terão sido propostas e, mais, se “o professor” terá vontade de trabalhar com este elenco directivo.

Começaria por aqui, pois é a própria postura de Jesualdo a levantar dúvidas. Tão depressa está risonho, como parece estar a despedir-se. Veja-se aquela surreal conferência de imprensa, depois da vitória em Braga, ou o flash interview, dessa mesma noite, onde questionado sobre a presença do presidente no banco afirmou que era bom para que ele pudesse ver que a equipa técnica e os jogadores trabalhavam de forma séria. E veja-se o discurso a propósito de Inácio, este fim-de-semana, onde parecia indiciar que estava pronto a trabalhar com ele. Dúvidas, muitas dúvidas, que todos os envolvidos teimam em manter.

Assim sendo, resta aos Sportinguistas irem esgrimindo argumentos sobre se devemos, ou não, continuar com Jesualdo Ferreira. Ora, eu coloco as coisas de uma forma relativamente simples: depende de quem vier substituí-lo. Estou cansado, sinceramente, de aventuras e de procurar uma espécie de novo Mourinho. E não consigo deixar de achar curioso, ainda haver pessoal capaz de passar um cheque em branco a nomes como Rui Faria. Tudo mudaria de figura se me apresentassem um Gérard Houllier, um Bielsa ou um Dick Advocaat, nomes capazes de chegar e ensinar a jogadores novos, velhos, a adeptos, a jornalistas e a colegas de profissão.

Voltando a Jesualdo, e porque tudo o resto são pensamentos soltos numa péssima conjuntura económica, seria injusto não destacar o trabalho que tem feito. Pegou na equipa em cacos, praticamente sem noções de jogo (inacreditável, sinceramente) e, actualmente, vemos onze homens em campo a saberem como devem posicionar-se e como devem movimentar-se. Estamos muito longe do futebol que todos desejamos, é verdade, mas também é verdade que os índices de confiança só agora começam a sair do vermelho e que fazer uma pré-época com a época pela metade não será propriamente simples. A aposta na juventude foi mais uma necessidade do que uma estratégia, e aproveito para deixar já claro que me parece abusivo o rótulo de treinador especialista em trabalhar com jovens que têm tentado colocar em Jesualdo. Tal como continuo a achar que Jesualdo é um treinador pouco ofensivo e com tendência a perder alguns jogos, precisamente por essa tendência de “jogar pelo seguro” (um problema da maioria dos treinadores portugueses, diga-se). E não consigo “engolir” esta tentativa de transformar Dier em médio (foda-se, aquele que foi considerado o destaque da segunda liga joga no Sporting B e chama-se João Mário, só para dar um exemplo) e a insistência em Rojo a central (toda a gente já viu que não dá), quase parecendo querer provar que é capaz de “inventar grandes soluções” (eu prefiro uma omoleta com queijo bem feita, do que quererem que eu ache uma maravilha uma omolete de camarão feita com gambas de isco).

A verdade é que, por aquilo que disse atrás, Jesualdo conseguiu reunir alguns créditos a seu favor: parece ter sido capaz de unir o balneário, criando um espírito de camaradagem que parecia não existir; o discurso dos jogadores dá a entender que sentem que têm algo a aprender com ele; vai acumulando conhecimento dos jogadores com quem trabalha, como mostram as recentes palavras a propósito de Viola ou a muito boa análise a Rinaudo (O Fito será sempre muito melhor jogador na equipa do Sporting ou noutra qualquer enquanto for capaz, e está a ser, devagarinho, de saber coordenar os seus movimentos e comportamentos tácticos de acordo com os próprios movimentos da equipa. A ideia de ter de fazer o trabalho dele e dos outros, de ir ali resolver um problema, ir ao outro lado apagar um fogo, depois ir a correr com a bola sem ter em quem a meter… nenhum jogador faz isto com qualidade e ele está devagarinho a perceber que o jogo é outra coisa além daquilo que ele sabia e pensava. Com o colectivo forte ele é grande, também), podendo ser esse conhecimento fundamental no arranque de uma nova época.

A tudo isto se junta uma experiência que, goste-se ou não, faz de Jesualdo um homem que percebe de futebol (até dos bastidores do mesmo, ou não tivesse passado ele por Benfica, Braga, Boavista e Porto), carregando sobre os ombros uma sombra: a de ser um treinador que, apesar da experiência, só conseguiu triunfar num clube que funciona como uma máquina bem oleada. Tinha o apoio de um director desportivo, tinha um balneário blindado, tinha a definição das contratações feita a tempo e horas e feita com critério, tinha um plantel competitivo, tinha um presidente que defende o clube. Assim, Jesualdo apenas tinha que dedicar-se à equipa e à preparação do futebol da mesma. Em Alvalade, a máquina foi deixada à beira da sucata, com óleo tão velho que se torna papa e dificulta os movimentos. A reparação vai demorar o seu tempo e a grande dúvida, neste momento, é saber se será Jesualdo capaz de lutar pelo sucesso sem as mordomias, incluindo extra-futebol que, outrora, lhe valeram atingir conquistas. E se, ele mesmo, está disponível para enfrentar aquele que poderá ser o maior desafio da sua carreira.

Anúncios

228 thoughts on “Jesualdo Ferreira

  1. post 5 estrelas! Eu gostava de ver um treinador alemão em Alvalade e portugueses acho que apenas o Jesus ou o Manuel José se podem comparar ao Jesualdo Ferreira.

  2. Para mim, Jesualdo pode ficar se estes trÊs não forem possíveis:

    1.º Félix Magath;
    2.º Javier Irureta;
    3.º Bielsa.

    O problema do Jesualdo é que não é capaz de dar o salto. Veja-se no porto que nunca conseguiu passar a barreira e fazer do porto, que tinha grandes equipas, uma equipa com capacidade europeia.

      • Para o ano precisamos dar o salto para um futebol mais atractivo, mais ofensivo.

        Jogar para a europa com um futebol ultra-defensivo chegamos ao fim do 1.º terço da época sem ânimo dos adeptos, com 20 mil espectadores.

    • O futebol do Magath é lindo … E o treinador é fantástico. Por onde tem passado tem deixado saudades entre jogadores e direcções. Já para não falar que conhece zero da nossa realidade e não me parece ser um gajo de projectos. Já o Bielsa, não sou fã, mas é um gajo que me parece que assina de cruz se lhe disserem “isto é o que temos, trabalhas com isto, fá-los crescer, dá-nos espectáculos e daqui a uns anos vemos como correu”.

  3. Bom, a minha opinião é a seguinte:

    Com Jesualdo nunca seremos campeões. Mas com Jesualdo a equipa pode evoluir, como dizes, os jogadores estão a aprender, ou a aperfeiçoar, as suas posições em campo, o que devem fazer e não fazer em cada momento do jogo. E isto é aprendizagem, evolução. Os nossos jogadores, até pela idade deles, precisam de alguns cabelos brancos para os “acalmar”, para os orientar. jesualdo tem essa experiência.

    A outra face da moeda é que é um treinador limitado, sobretudo no banco. Mas não tenho dúvidas que, com ele, não faremos as figuras tristes que andamos a fazer nos últimos anos. E se a prioridade para o ano (e talvez para o seguinte) é recuperar o clube e fazer evoluir a equipa de futebol sénior, então deixem lá o homem. Não seremos campeões, haverá situações em que puxaremos os cabelos de desespero, mas daqui a dois anos a equipa estará pronta para dar o salto. Aí com outro treinador que acrescente a argúcia táctica e a audácia atacante em que Jesualdo é manifestamente curto.

    • Excelente análise!
      Exatamente aquilo que eu penso.
      Se é para fazer crescer a equipa, sem pensar em titulos, Jesualdo.
      Daqui por 2 anos, quando for para dar o salto qualitativo e pensar em titulos, outro gajo.

      Nem mais!

      • +1. Mas, e lamento pensar assim, com o Juald estou sempre de pé atrás. Não consigo dizer taxativamente não às teorias da conspiração que o ligam aos interesses dos ladrões.

    • Até podia concordar, mas nunca diria como vocês estão a fazer…. por isso não concordo!
      Então o Jesualdo serve para por o Nosso Clube em pé e depois quando estiver tudo oleado como estava no Porto, ele já não serve para ganhar 2 ou 3 campeonatos seguidos??????????????!!!
      Fodasse… mas a malta ás vezes adora dar tiros nos pés!!!
      Se ele é o homem para nos tirar do lodo… que é o que ele têm feito… então temos é que acreditar… e estarmos todos do lado dele…. até um dia ele fazer muita merda… se não fizer… que vá ficando!

  4. Se não conseguirmos uma truta estrangeira ao estilo Bielsa, ou por um alinhamento estrelar obter o Jesus, por mim mantenho o Jesualdo.

    Arriscar em Ruis Farias ou Leonardos Jardins é muito arriscado no momento.

    No entanto pode dar-se o caso de Jesualdo querer pirar-se do SCP e considerar que já não tem idade para estas coisas. Pois o SCP é um pouco bipolar e dois ou três maus resultados e começa a contestação.

    Dito isto espero que o homem daqui a duas semanas faça um resultado positivo no galinheiro para baixar a crista a certos amigos que andam com a bazofia toda.

    SL sempre

  5. até entendo que os adeptos nao engulam certas opções, mas parto sempre do principio que um treinador percebe mais do que está a fazer do que os adeptos de bancada e blogues que acham que todos os treinadores e todos os jogadores são uma merda porque não colocam as equipas a jogar como acham que devia ser e com os jogadores que acham que devia ser( e no caso dos jogadores por nao fazerem 50 fintas e nao marcarem 100 golos sao autimaticamente rotulados de flopes e o gajo que esta no banco ou na bancada e nao joga é sempre o melhor jogador…..até jogar). e neste caso acho que uma pessoa com 30 ou 40 anos de treino percebe mais de futebol no dedo mindinho do pé do que qualquer um de nos no corpo todo..

    quanto ao Dier, tem 18 anos e não é por sempre ter jogado a central , que a sua posição no futuro nao possa ser outra( nao me lembro que comparaçao o jesualdo fez, mas eu vejo o Dier se apromorar um pouco a tecnica poder ser um jogador tipo Vieira ou mesmo um Khedira( que na alemanha jogou algumas vezes como central), ja que o vejo com potencial fisioco, tem uma boa chegada á area e um bom remate)

    eu sei que a tendencia é os jogadores recuarem nas funçoes, mas por exemplo o Esgaio nao andou a ser lateral direito o tempo todo e na equipa b andou a jogar a extremo dirieito, o proprio cedri começou como 10 na formaçao, vi-o jogar na seleecççao a medio direito, e depois tens os casos do joao pereira, do coentral, do miguel,do paulo ferreira, que eram extremos, mas mudaram de posiçao e fixaram-se. a tendencia é recuar no tereeno, mas pode-se fazer o caminho inverso.

    acho que será esta semana, aproveitando a pausa, que se vai apresentar a tal estrutura do futebol, a questao da continuidade do jesulado resume-se a: aceita ou nao trabalhar com essa estrutura e ser apenas treinador, quando ele foi contratado com mais poderes e foi para treinador numa situaçaoi de emergencia.

    quanto a nomes de trinadores, tudo depende do projecto que se prerttende e de quantos € temos para pagar.

    ah, ja me esquecia da parte de potenciar jogadores, com o jesulado estas a fazer uma pre epoca em andamento, e por exemplo o Rinaudo está cá quase há 2 anos e até agora ainda ninguem lhe tinha explicado que ele nao podia correr a todo o lado( na argentina isso nao deve ser problemas ja que o futebol la é mais anarquico, a mesma anarquia que faz com que o Viola ache que é melhor jogar nas alas e nenhum jogador vendo que ele tem 21 ou 22 anos se deu ao trabalho de o trabalhar para jogar quer nas alas quer no meio e de o ensinar)

    • Para se fazer um Vieira o Dier vai precisar de muita praia. eheh

      Se é para jogador ultra-defensivo proponho o seguinte:

      Metero Dier no meio juntamente com uma espécie de Alou Diarra e uma espécie de Diaby (sem lesões).

      Ao menos que seja para rasgar tudo.

      • por isso é que o vejo mais como um a especie de Khedira, ja que o Vieira nao tinha a chegada á area que o Dier tem, ou mesmos esses que referes (Diaby ou Diarra têm)

        o Dier já tem a parte fisisca e o remate, mas com 18 anos ainda está muito a tempo de evoluir em termos tecnicos

    • Dier:

      Como já disse várias vezes por aqui, defendo o Dier a central mas acho legítima a posição do Jesualdo. Veremos o que o futuro nos reserva.

      Não me lembro de nenhum central que reunisse aos 19 anos as capacidades técnicas, táticas e mentais do Dier. Acho que tem todas as condições para ser um central de topo. Capacidade de corte, de jogo de cabeça, e capacidade de passe e de ter a bola nos pés que nos permitiria (tendo o Ilori ao lado) ter um jogo em posse de bola com a defesa a jogar em posições mais avançadas. Úma dupla de centrais assim é meio caminho andado para o sucesso.

      Dier na posição de médio dá-nos equilibrios e poder de chegada na área, tanto pelo remate fora de área, como pelo jogo de cabeça. Apesar de jogar um pouco mais recuado, estas características fazem-me lembrar mais o Ballack do que propriamente o Vieira ou o Diaby.

      Miguel Lopes:

      Não me opus à sua troca com Izmailov. Cedric estava a fazer um campeonato decepcionante e Izmailov era um custo sem qualquer retorno. Apesar da nulidade que tem sido o lateral nos últimos jogos acho que a troca continua a fazer sentido. Basta olhar para o rendimento do russo nos porcos. Miserável. Quanto à posição de lateral direito, apesar de ainda não ter sido colocado à prova em termos defensivos, seria injusto substituir o Cedric depois do rendimento e evolução que tem vindo a demonstrar.

      Rojo:

      Acho que tem mais características de central do que de lateral esquerdo.

      No entanto tem tido falhas que merecem muita atenção por parte do Jesualdo. Não acho que se deve queimar o argentino. Tantos centrais em Portugal foram crucificados em praça pública (desde Pepe, a David Luiz, passando por Geromel) por cometerem erros infantis. Centrais que deram a volta, fruto de um trabalho, julgo eu, mais de natureza mental que outra coisa qualquer.

      No entanto, na situação atual, quando temos Joãozinho a lateral esquerdo e Eric Dier a médio, estou com a maioria. Deveríamos jogar com o Rojo a lateral esquerdo e recuar o Dier para central.

      Jesualdo:

      Esquecendo os 3 temas acima, que me parecem ser apenas 3 situações mais controversas, acho que o cenário de Jesualdo é bastante positivo.

      Basta enumerar a evolução da equipa, os resultados da equipa, o novo Cedric, a entrada imperial do Ilori na equipa, o Rinaudo a começar a jogar como um trinco e um pivot, um Bruma psicologicamente corajoso e a assumir o jogo, um Capel a jogar em equipa, o Ricky a marcar golos e a deixar de jogar numa ilha totalmente desamparado.

      Além da capacidade de ensinar futebol, Jesualdo tem demonstrado total crença nos nossos miudos. Uma crença que me parece ser genuína e que é fundamental para que o modelo de formação que a maioria dos sportinguistas defende seja bem sucedido. Concordemos ou não, as palavras que tem sobre Eric Dier, Rinaudo ou Viola são de um líder que não está a pensar no curto prazo. Está a pensar além e está fundamentalmente a pensar nos jogadores e no que estes podem ser no futuro.

      É minha crença que neste período de grandes dificuldades económico-financeiras que se pretende que seja de aposta numa geração de grandes talentos, o Jesualdo é uma das apostas corretas.

      • João não concordo com o teu argumento sobre o Rojo,ele não comete erros infantis como o Cedric,Joãozinho ou o Ilori já o fizeram,ele falha no posicionamento,perdas de bola em zonas muito vulneráveis deixando assim a equipa descompensada,práticamente ele joga como tivesse a jogar na ala sem responsabilidades de maior,com desleixamentos aceitáveis para um latera mas não para um central,os amarelos que leva é consequencia disso mesmo,nem pensa,esteja dentro da área ou fora dela,poderia estar aqui o dia todo a indicar os seus defeitos como central.

      • Edu,

        Concordo com os erros que apontas. Mas não concluo que o Rojo seja lateral e não central.

        Não é que seja um entendido nesta história, mas acho que em nenhum livro se diz que um central nunca pode deslocar-se para zonas laterais. Por vezes alguém tem que o fazer e o posicionamento defensivo da equipa nesse momento obriga a que seja o central.

        No entanto, concordo contigo que ele se desposiciona muitas vezes para zonas laterais ficando a zona central desprotegida, por exemplo: quando faz esse movimento ao mesmo tempo que o trinco, ou quando o lateral ou o trinco não têm condições de proteger a zona central ou uma linha de passe que seja entretanto originada,…

        E se durante quase toda a temporada eu vi estas falhas (como vi a de muitos outros jogadores) por incompetência técnica dos treinadores, hoje em dia (acho que concordamos que as falhas têm sido em menor escala) interpreto pelas seguintes razões:

        – Processos defensivos ainda não totalmente assimilados
        – Graves problemas de desconcentração e falta de intensidade competitiva

        Se calhar agora vou ser um pouco abusivo ao trazer Rinaudo à colação, mas espero passar a seguinte mensagem:

        Tal como se defende que o Rojo deveria ser lateral esquerdo, eu fui defensor aqui no cacifo, em determinado momento, que o Rinaudo deveria jogar numa posição mais avançada ou com alguém ao lado. Assim teríamos maior agressividade em zonas mais ofensivas, os desposicionamentos táticos do Rinaudo seriam mais devidamente compensados e ganharíamos maior critério de passe na construção do processo ofensivo (na minha opinião, dada a dinâmica da equipa, o Rinaudo não se encontrava a cumprir com o exigivel).

        No entanto, o tempo tem comprovado que o Rinaudo tinha e tem espaço para evoluir individualmente e, principalmente, com a equipa na posição de trinco. As palavras de Jesualdo ilustram na plenitude o que eu penso sobre o Fito, nomeadamente:

        “saber coordenar os seus movimentos e comportamentos tácticos de acordo com os próprios movimentos da equipa.”

        “Com o colectivo forte ele é grande, também.”

        A minha mensagem é que estas palavras de Jesualdo também se poderiam aplicar ao Rojo.

        Neste momento, concordo com a maioria, que considerar que ele não é melhor central do que lateral e nem é a melhor solução para o eixo da defesa no Sporting atual.

        No entanto, eu vejo nele características de defesa central e não de lateral esquerdo. Acho que o Rojo a longo prazo, pode ser muito melhor central do que lateral.

        É minha opinião que ele tem deficiências que na lateral passariam despercebidas, mas se houver tempo para ele evoluir enquanto central, com um treinador a sério, numa equipa estável e mentalmente concentrada e competitiva, acho que ele vai superar essas deficiências que apontas e bem.

        SL

      • O teu último parágrafo resume tudo,no entanto podemos concluir que tem sido um flop,nem metade do dinheiro que nos custou ele rendeu,tem sido quase sempre o pior,até o Boula já teve melhores exibições pena estar constantemente no estaleiro.
        Para concluir apenas gostaria de ver o Rojo na esquerda,mas assiduamente tal como fazemos com o Joãozinho ou mesmo com o Ilori,onde do nada se fizeram ou podem fazer grandes jogadores.
        Rojo joga a central porque o contrato assim o diz,qualquer Fokobo tem melhor qualidade.

      • Mau posicionamento não é ir à lateral muitas vezes. Aliás, isso é um requisito em equipas com laterais ofensivos.

        O problema do Rojo é não saber onde estar em campo, em mts momentos do jogo. Acompanha sempre o avançado em vez de ficar em linha para o deixar em fora de jogo, n sabe posicionar-se para defender cruzamentos, e tem paragens cerebrais com demasiada frequência (passes ridículos, tentar fintar onde não deve, tempos de entrada péssimos, etc.).

        Pepe tinha lacunas nas tomadas de decisão, e mt nervosismo com bola. Isso melhorou mt qd jogou meia época a médio ofensivo. O resto deve-se à capacidade de aprendizagem dele. Ao Rojo parece-me que falta alguma inteligência, e isso n sei se será possível de colmatar…

      • Bom comentário FC,esses atributos que falas e outros tantos que poderiamos mencionar é exatamente o que ele não tem,e que são fundamentais para a posição de central,para se ser bom central primeiro tem que se ser central.
        Como central que fui posso dizer que estas falhas aprende se na formação,teria que corrigir tudo…
        Trabalho de marcação quer à zona quer de marcação.
        Posicionamento dele em campo e na disposição da equipa em campo.
        Tempo de entrada com bola e sem bola.
        Impetuosidade mas calculada não à bruta como ele faz.
        Sem confiança não se mostra qualidade.
        Saida com a bola nos pés pouco segura.

        Existem mais lacunas….

        Outra,das mais importantes….não sabe jogar com um colega ao lado,não o respeita não o auxilia,falta experiência no centro da defesa,quer para o Ilori quer para o Rojo ou mesmo para o Dier.
        Rojo a central é táticamente indisciplinado….Manel(Fernandes) não dizes nada????

      • Sem dúvida dois bons comentários. São opiniões fundamentadas. No entanto, não concordo com todos os pontos. Acho que estão a criar um cenário trágico.

        Há espaço para ele evoluir enquanto central. Eu não espero que Rojo se torne num defesa ao nível dos casos que falei acima. Mas alguém esperava que o David Luiz e o Pepe nas suas primeiras épocas no slb e fcp respetivamente, com as deficiências que demonstravab, se tornassem nos melhores centrais do mundo?

        Posso estar enganado. Mas eu vejo potencial no Rojo para ser central do que lateral. E a verdade é que só posso dizer que é um “feeling”. Veremos no final da época quem tem razão: as vossas opiniões fundamentadas ou o meu feeling.

        FC – não me lembro do Pepe ter jogado a médio ofensivo. Era central. O Mourinho recomendou a sua contratação para o adaptar a médio (a la Eric Dier??). No entanto, ele nunca chegou a jogar muitas vezes nessa posição (que me recorde). Acabou por vingar nos porcos com o Co Adrianse quando começou a jogar como único central.

        SL.

      • Caro João, subscrevo os comentario do edu e FC.
        Ninguem está a queimar o homem, ele é que se imola pelo fogo.

        O mundo é de quem tem os bons empresarios…é aproveitar antes que deixe de ir á selecção argentina e despacha-lo…

      • Exato JJ esta situação para o jogador é prejudicial.Não o vejo a central na seleção portanto penso até que o jogador deveria pensar melhor que posição é que quer desempenhar no Sporting,central na seleção e LE no clube não aconselharia,por isto mesmo é que ele deveria forçar a lateral esquerda.Há de chegar a um ponto nem numa nem noutra,assim que perder o estatuto da seleção vem por aí abaixo.

      • Neste ponto acho que estamos todos de acordo. Ele não está a render a central o que se exige. Tem de ser protegido e uma vez que temos o Joãozinho a lateral, a escolhar mais acertada parece-me colocar o Rojo a lateral.

        Mas isso não invalida que eu considere que ele tem mais características de central do que de lateral.

        Só por curiosidade, num esquema tático 3-5-2/3-4-3 onde colocariam a jogar o Rojo?

        a) central descaído do lado esquerdo
        b) lateral/ala esquerdo
        c) não jogava

        SL

      • João,o Rojo já foi utilizado numa tática de 3 centrais quando jogava no Spartak,preenchia o lado esquerdo desses 3,não digo que não poderia ser uma boa opção,o problema é mesmo pôr essa tática em prática no Sporting,desde que me lembro deveria de ser uma estreia,inovação mesmo.

      • Gosto da tua análise, parece me correcta e ponderada.
        O Homem está a fazer um bom trabalho e não faz sentido absolutamente nenhum neste momento por em causa a sua continuidade.

      • entao vais-me explicar porque é que o melhor gajo da equipa b, ja teve 3 ou 4 emprestimos, e nem mum minuto teve na equipa A.

        simples ele prefere fazer crescer jogadores estrangeiros como o ola joao do que dar minutos a um jogador como o miguel rosa

      • Riga,até te explicava….se jogassem na mesma posição,ponto.Tem feito as pré-épocas com o Jesus,se mostrou qualidade ou não só o Jesus saberá.Além de que para a posição do Miguel Rosa(médio centro e não ala/extremos como referencias…) já existe demasiados,ou simplesmente não tem qualidade para tal.É bom na B?É,e isso chegará?Tbm o Cancelo ou o Cavaleiro…Tens os visto na A?Miguel Rosa tem à sua frente nomes como Aimar,Carlos Martins,Enzo,André Almeida…têm mais mas por lógica chegarás à conclusão que é extremamente dificil ter oportunidade na equipa principal.Até as vedetas ficam no banco.
        Cavaleiro é ala ao estilo do Bruma(o Bruma só está na A por tudo o que nós sabemos),não o comparemos com o Ola John.Eles não têm precisão de colocar os miudos às feras,conseguem fazê-lo na pré-época como um clube normal o faz,o nosso planeamento é que foi interrompido a meio….
        Mais aguma duvida???Tás à vontade….

      • Edu, nem tens hipótese. O Jesus trata os portugueses abaixo de cão. O André Gomes e o Almeida sofrem horrores, acredita.

        Penso que ainda ontem se ouviu o gajo gritar ao Almeida: “Ó MIÚÚÚDO! MIÚÚÚDOO!!”

        A vir para o Sporting teria de mudar (e muito) essa atitude.

      • O Jesus por vezes passa-se importando-se apenas com a sua imagem,sim é verdade Diogo que ele em putos aposta pouco,mas tbm tens que compreender que a cultura deles é totalmente diferente da nossa,nós vivemos de miudos eles de estrelas,atualmente….No inicio quando tbm tinhamos “estrelas” era igual,nunca tivémos foi um treinador para essas estrelas,só conas moles,no contrato diz que tem que jogar é para jogar.
        Resumindo a politica dos lampiões não é a formação,contrariando seus dirigentes,logo estão se completamente nas tintas para os putos.

  6. Sinceramente gostava que Jesualdo ficasse. Só sou a favor da continuidade quando vejo competencia. Jesualdo não tem comparação com Paulo Sérgios, Domingos, Sá Pinto ou Vercauteren. Temos andado muito mal servidos de treinadores.

    Com Jesualdo os nossos miudos aprenderão com alguém que sabe bastante. Para mudar que seja alguém comprovadamente melhor. Nomes como Gérard Houllier ou um Dick Advocaat não me dizem nada. Bielsa sim.

    No entanto não acho que faça tudo bem. Concordo com as críticas do Dier a médio e Rojo a central. Não percebo o porquê. Quererá Jesualdo sacar um cartola da cartola e dar uma de Jesus que tem sido feliz (e competente) nalgumas adaptações?

    Mas não tenho grandes ilusões. Não é fácil sermos campeões neste mandato. Eu já ficaria contente se a casa ficasse (bem) arrumada. Porque não tenham dúvidas, as últimas 2 direções foram completamente desastrosas e deixaram mesmo o Sporting em cacos.

    • Para ser muito sincero… nem o Bielsa me diz alguma coisa.
      Se a aposta for na formação, como faz todo o sentido, perfiro um Homem que apesar de não ser Leão desde de pequenino, conhece o nosso futebol, a nossa lingua e as mentalidades muito bem.

  7. «e aproveito para deixar já claro que me parece abusivo o rótulo de treinador especialista em trabalhar com jovens que têm tentado colocar em Jesualdo»

    Cherba tens o ex. do Fernando no Porto, era apenas um miudo brasuca que anda a divagar pelo falecido Estrela Amadora e o Juju fez dele o que se viu, também podes incluir a reciclagem que fez do Hulk que talvez ainda tenha sido mais dificil que trabalhar jovens.

      • não é especialista, mas sabe moldar jogadores a várias posições

        o Lisandro quando chegou era um extremo, foi nas alas que jogou na primeira epoca e na segunda fez 20 e tal golos a ponta de lança e foi vendido como tal

      • então vamos chamar-lhe… oleiro da bola? vá lá, a questão aqui parece-me simples: estão a rotular o Jesualdo como homem da formação, provavelmente com base nos seus primórdios lampiões. E não vale apontar o exemplo do Sporting, porque aqui ele foi obrigado a sacar dos putos. Nada contra o homem, apenas contra uma alínea de CV que, quanto a mim, é uma hipérbole.

      • é vendido como um hiomem da formaçao porque ele o queizo e o nelo vingada sao os pais da formaçao a serio em portugal, q, foi qualdo eles tiveram na federaçao no fiunal dos anos 80, inicio dos 90, que foi criada a tal geraçao de ouro do futebol portugues

      • não é comprar ou nao, é a realidade.

        o que era a formaçao no nosso apis em trermos de seleções antes desses 3 irem para lá? e compara o trabalho feito na altura e ate ao fim dos anos 90 com o que é feito agora,, é que se fores a ver portugal nao ganha nada na formaçao desde 2003 em que foram campeoes europeus de sub 17. mesmo se fores a ver a equipa que foi a ulitmo mundia de sub 20 o unico que foi aproveitado foi o cedric.

        este ano vais a outro mundial e vais com uma das melhores geraçoes dos ultimos anos: vamos ver o que eles fazem e quando jogadores se vao aproveitar.

      • O Jesualdo trabalhou muitos anos nas seleções nacionais de jovens antes de iniciar uma carreira no futebol sénior. Há muita gente que não sabe isso, até porque não aparece na página da Wikipédia.

        Quanto ao sucesso, basta olhar para os clubes onde trabalhou para verificar que só poderia ter ganho títulos no Porto. No Benfica trabalhou nos anos em que o clube estava a juntar os cacos depois do consulado do Vale e Azevedo. É (quase) unanimemente considerado que construiu as bases do novo Braga, e se ganhou o que ganhou no Porto sem recorrer a miúdos é porque o Porto que treinou era já um clube que apostava muito mais em comprar fora do que na formação.

        O facto de ter sido “obrigado a sacar dos putos” no nosso clube não lhe retira o mérito do sumo que deles está a tirar. Porque não foi apenas um ou dois, mas quatro ou cinco os que têm sido mais utilizados, e sem medo de os manter na equipa quando regressaram de lesões jogadores mais experientes.

        Para falar das suas “teimosias” – O Dier ainda é muito novo para que dele se diga que é o melhor central do Sporting. Sem dúvida que o Rojo é mais velho e experiente (embora merecesse crescer com um verdadeiro patrão ao lado) e é muitíssimo mais inteligente mantê-lo ao lado do Ilori do que fazer uma defesa com dois ex-juniores, ainda para mais com laterais pouco experientes. Pelo que já mostrou, o Dier pode vir a ser um grande médio box-to-box, pois tem capacidade defensiva, sabe correr com a bola e coloca-se bem em posições de finalização. Podemos estar a perder um grande central, mas a ganhar um grande médio, que até é uma posição mais valiosa para o mercado.

        [Ainda em relação ao Dier, passa-se no Cacifo uma situação em que uns tantos têm algumas ideias interessantes mas há uma enorme quantidade de carneiros que não pensam pela sua cabeça e apenas seguem o chefe. Trata-se duma falsa unanimidade. ]

        Em suma, o Jesualdo pode não ser o melhor treinador do mundo mas, na minha humilde opinião, é o treinador certo para o Sporting neste momento tão difícil. Não o trocaria por nenhum outro, Bielsa incluído, uma vez que tem e faz uso do conhecimento profundo que tem do nosso futebol, que tem mostrado ser uma enorme mais valia para o plantel e por ter – pelo menos é o que me parece – uma boa relação profissional com a atual direção. Apostar num treinador estrangeiro envolve sempre uma grande margem de risco de que neste momento não podemos dispor. Deve continuar, sem qualquer dúvida, e ver o seu trabalho avaliado de uma forma mais objetiva no fim da próxima época.

      • Quem organizou isso das selecções jovens no final dos anos 80 foi o Carlos Queirós. Esses tavam lá como adjuntos ou em escalões inferiores. E sim, o Jesualdo andou muito tempo a treinar os escalões jovens das nossas selecções. E eu lembro-me suficientemente desse tempo para recordar que já nesse tempo, Jesualdo era um cagão e as suas equipas tinham um futebol que mais que triste, era enfadonho.
        Mesmo assim, tou com o Cherba, trocar por trocar, mais vale tar quieto que o homem tem feito coisas positivas. Mas se houver hipótese de um grande treinador…

  8. Que saudades de falar de bola, fónix!!!! Lamento, mas não percebo este consenso acerca dos méritos do Prof. Jesualdo. A carreira do homem é longa, e, de sucesso, registo, apenas, o que fez em Braga (e, mesmo aí, o Domingos fez melhor). Ganhar ligas no Porto, até o Vítor Pereira ganha (e desconfio que até o Luís Campos ganharia). Mas pronto, o homem sempre teve óptima imprensa, mesmo quando tinha bigode e era regularmente chicoteado. Dito isto, é óbvio, que, comparado com o que tínhamos antes, o Prof. é um génio! Mas o facto é que fui a Alvalade, e foram vários os mistérios que se me depararam: o nosso melhor central a médio, porquê? O Miguel Lopes a lateral esquerdo, porquê (se o Rojo tem um mérito é ser rápido e agressivo a atacar)? O Capel na direita, porquê? (ele não é jogador para “entrar”, e não faz sentido que, em troca da hipótese de ele conseguir meter um remate, se sacrifique uma dúzia de bons centros) As substituições “à Peseiro” porquê (Schaars – previsivelmente – não entrou no jogo, e dar Bruma o flanco todo foi acabar com o flanco). Nada, que, infelizmente, eu estranhasse. A decisão mística é uma das marcas deste mister. Por isso, lamento muito, mas, por mim, no fim do ano é: Professor, obrigado e até sempre! (isto, obviamente, pressupondo que se contrata um treinador)

    • Para concluir o racicíonio tens de dizer quem é que defendes para treinador. É que dizer que é melhor mudar…é vago.

      Ias buscar quem? O Rui Faria? O treinador do Estoril? do Paços? Ou Gerard Houllier? Ou outro nome?

      • cherba é melhro acordafres o pekerman esta na selecçao da colombia a trablhar uma das melhores fornadas de sempre dasquele pais e a ganhar bem para isso

      • se formos por mestres da formaçao sul americana podias sempre ver se o uruguaio Vitor Pua está disponivel

        ps: alguem o conhece e sabe o que ele fez com as selecçoes jovens do Uruguai?

    • miguel lopes inclusive no braga e no porto jogou a lateral esquerdo, o capel na direita obriga-o a levantar a cabeça e hj em dia é muito comum os extremos jogarem com os “pes trocados”.

      substituições á peseiro? querias que ele tirasse quem para meter o 2º avançado. tavas empatodo em casa e preicsavas de de ganhar , foi jogar com 3 defesas com o rinaudo a compensar quando necessario e o Scharrs entrou para dar criterio no passe e porque o andre martins ja tinha desaparecido do jogo

  9. «Tudo mudaria de figura se me apresentassem um Gérard Houllier, um Bielsa ou um Dick Advocaat, nomes capazes de chegar e ensinar a jogadores novos, velhos, a adeptos, a jornalistas e a colegas de profissão.»

    e não aprendemos duma vez por todas que estamos na banca rota, sem dinheiro para pagar água, luz e gás para o duche, e ainda queremos estrangeiros conceituados que ganham uma fortuna?!
    é impossivel para um Scp sustentável, nesta altura, contratar um mister desses.

    já para não falar da especificidade da nossa liga, onde regra geral, só os tugas são bem sucedidos, e para quê inventar se temos os melhores treinadores da europa?

  10. Jesualdo gosta de controlar e que a equipa esteja equilbrada em todos os momentos do jogo. Mas daí a chamá-lo um treinador defensivo, vai um grande salto. Veja-se como acabámos este jogo, com dois Pls e bruma lateral direito, por exemplo.

    Sinceramente, dessas possíveis alternativas, não vejo ninguém que pudesse acrescentar muito para a nova época, até pelo conhecimento que ele já tem do plantel. O único, por ser realmente revolucionário, seria o bielsa. Mas atenção que o que tem de genial, também tem de teimoso e conflituoso.

    Se queremos mais ofensivo e espectacular, temos sempre Peseiro. Mas já sabem os como vai acabar..

    Claro que ganhar o campeonato será sempre dificil, não só com jesualdo, mas com qualquer outro treinador. O benfica, até agora, empatou dois jogos. O porto quatro. E tem sido assim nas últimas épocas..

    • O Professor Nequinha também coloca a carne toda no assador nos últimos minutos.

      O que interessa não é como acaba é como começa o jogo. E temos começado de forma ultra-defensiva.

      Nem quero imaginar o onze contra o benfas.

      • Martins e Bruma a titulares mark my words.

        Vamos trazer um resultado positivo do estaleiro da Luz ou ETAR, conforme quiserem.

        SL

      • Eu colocava o Viola a titular no lugar do Capel. Este ficava guardado para a segunda parte para partir aquela merda toda.

      • Essa do ultra-defensiva é que está errada. O gajo não está a adaptar o Dier a trinco, está a adaptá-lo a um 8 que encha o campo. O dier está a jogar ao lado do martins e não do rinaudo. Atenção que isto é na cabeça dele. Eu não concordo. Acho que ele não vai ganhar um Ballack e pode perder um beckenbaurer.

      • a frase normal e que faz sentido é dizer que num jogo de futebol o que interessa é como acaba, mas tú achas que é ao contrário. em viseu existe alguma mulher a perceber de futebol que te ensine alguma coisa quando estiveres num corredor da parfois do palacio do gelo? ou entao vai até ao fontelo ver uns jogos

      • Deve ser isso, para avaliar se uma equipa tem um esquema defensivo ou ofensivo deve ser avaliado como acaba. Deve ser isso. O Professor Nequinha mete 10 defesas, perde a cabeça e nos descontos lança 3 avançados defensivos e já podemos dizer que teve uma estratégia ofensiva.

        Vai-te catar panasca. Já estou a ver que és muito conhecedor de viseu e do fontelo. és tu o violador de homens do fontelo panilas?

  11. Se o objetivo é nos próximos 2 anos crescermos como equipa, criar uma estrutura para atacar o futuro, então julgo que JF serve perfeitamente. Não me falem de Ruis Farias, além de ser um tiro no escuro, esse gajo nunca vai largar as saias do papá Mourinho.

    Bilesa também encaixava bem neste periodo de 2 anos a construir uma equipa e a formar jogadores jovens, mas deverá ser muito mais caro que JF e no final não sei se o valor acrescentado seria assinalável.

    Para mim, no caso de JF querer continuar no SCP, fazia-lhe um contrato de 2 anos (ou 1 ano com + 1 de opção). Se ele não quiser continuar, então tentava o Bielsa. Portugueses, e sendo o Mourinho impossivel, então só se viesse o JJ. Não me falem de Ruis Vitórias, Marcos Ferreiras, Paulos Fonsecas, Pedros Martins e mais meia dúzia de caralhos que chegam a Alvalade e perdem 2 jogos de seguida e não têm arcaboiço para aguentarem o stress.

    • essa ultima parte é a mais importante, vamos ver é se qualquer que seja o treinador sobrevive a um mau começo de campeonato e aos primeiros assobios e vamos ver se a direcçao tem pulso forte e nao cede aos assobios da bancada( ainda neste jogo, tenues é certo, mas com a equipa a trocar a bola nos minutos finais, ja se começavam a ouvir assobios por nao insistirem no chuveirinho)

  12. O endeusamento do Jesualdo Ferreira como autoridade suprema do futebol nacional, recordemos, foi criado pelo Godinho Lopes e a sua tropa para desviar as atenções. Há tantos anos no futebol, e só há poucos meses é que se fala nos seus “quarenta anos” de futebol e grande passado na formação. Eu lembro-me bem do Oliveira e Costa dizer na RTP, ainda nem haviam eleições marcadas, estranhar que o Jesualdo pudesse trabalhar “abaixo” e sob as ordens do Inácio, dando o exemplo pessoal de que ele, ROC não aceitou ser director do Jornal Sporting porque isso implicaria ocupar um cargo hierárquico superior ao mítico Artur Agostinho. Acrescentava o malicioso escocês das sondagens que não tinha descaramento para isso. Ou seja, como se o Jesualdo, em feitos no Sporting ou mesmo no futebol em geral, estivesse para o Inácio como o Artur Agostinho está para o ROC em matéria de jornalismo.

    Tentava-se assim criar o mito de que seria absurdo Jesualdo, o “professor doutor deus na terra”, trabalhar sob as ordens de Inácio, o “básico e saloio”, que é apenas um tipo que foi campeão pelo Sporting como jogador e treinador, para além de campeão europeu de clubes como jogador.

    Vai-se a ver e estamos a falar de personalidades e percursos tão incompatíveis que o Inácio e o Jesualdo Ferreira até são amigos pessoais próximos ( de passarem férias juntos com as respectivas famílias e por aí).

    DIto isto, não alinho e rejeito esse endeusamento, gostava que Jesualdo Ferreira continuasse. A não ser que consigam o Jorge Jesus…

  13. Sobre o Dier, o Jesualdo Ferreira tem essa mania de tentar adaptar centrais a médios defensivos. Uma vez, quando treinava os corruptos, achou que um jogo contra o Arsenal em Londres, para a Champions, era a melhor altura para testar o Nuno André Coelho na posição. Levou 4-0 e podia ter levado 9.

    Uma vez mais, disclaimer: gostava que Jesualdo Ferreira continuasse.

  14. O problema de Juju é que lhe falta golpe de asa sendo muito conservador.

    Quando tenta inventar são os centrais a serem transformados em médios defensivos, geralmente sai merda.

    Aliás o maior problema do Dier a médio não é a sua competência é o facto do Rojo jogar a central.

    O Rojo a central é uma miséria já a lateral até se desenrasca.

    Posto isto conhecendo Juju e o seu estilo na ETAR da Luz teremos:

    RP

    Cedric Ilori Rojo Little Jonhy

    God Big Dier

    A Martins

    Bruma VW Chapel

      • A lateral esquerdo não é,e não é por ter apenas realizado 2/3 jogos a lateral no Sporting que perderá esse estatuto,de excelente lateral,ou então a seleção argentina decaíu muito.

      • Ele só joga na selecção por favor, porque o selccionador é que lançou esse tal rojo e depois inventou o rojo lateral esquerda da selecção.

      • Ele joga a lateral no Sporting?????????Então é porque só joga a lateral na seleção!!!!!!!!!!!!Ainda não o vi a fazer um jogo pela seleção a central,se o fez foi há muito tempo porque apenas o vejo a lateral,serve para a seleção mas para o Sporting já não.É que nem é nada bom para a própria evolução do jogador,quer fazer as duas posições depois acaba por não fazer nenhuma com a mesma qualidade.

  15. Se jogamos à defesa na Luz perdemos e bem.

    Temos de ir lá discutir o jogo, com pressão alta, posse de bola, e sempre q possível apanhar o Benfica em contra-pé.

    Se fosse o Juju, eu arriscaria uma postura mais ofensiva do q o JJ estará à espera:

    RP
    Cedric Illori Dier Rojo
    Rinaudo – A.Martins – Labyad
    Bruma – Ricky – Capel

    Jeffren p/ este jogo é tb uma boa opção pois segura bem a bola.

    No entanto acho q o Juju vai por o A. Martins a 10 e o Schaars ao lado do Rinaudo. Palpite meu …

    • deves crer ser goleado!

      fdx, temos que admitir que o futebol dos lampiões está muito acima do nosso.

      temos que jogar trancadinhos lá atrás e explorar a velocidade do bruma, capel, labyad, etc…

      Para mim o meio campo era: Rinaudo/Schaars/André Martins.

    • Verdade verdadinha…. não podemos jogar à defesa…
      Temos que jogar a meio campo com o maior numero de jogadores.

      RP
      CEDRIC – ILLORI – ROJO – JOÃOZINHO
      RINAUDO
      DIER SCHAAR
      ANDRE MARTINS BRUMA
      RW

      No Final… para defender a vitória o Prof saberá o que fazer ;)

  16. Mbo pensou em comparar Jesualdo Ferreira com uma velha raposa do futebol mas isso era elogiar demais…. uma rata velha e porca encaixa bem melhor.
    Mbo não simpatiza com essa rata mas que ela tem feito os putos mais homens isso é inquestionável.
    Mbo arrisca a dizer que se o Perreirinha ainda cá tivesse já tinha buço e quem sabe barba.
    Mbo pensa que com uma rata daquelas na próxima época vamos ter muitos putos de barba rija.
    Mbo também pensa que a merda do futebol português é a melhor praia para a rata velha e o Sporting desde que saiba ao que vai só tem a ganhar.
    Mbo pensa que não escolheria essa rata velha porca mas os putos andam motivados…
    Mbo não gosta da personagem mas é a favor da continuidade do professor na próxima época.

    • Exquisitíssimo Mbo Qpensa,

      Permite-me endereçar-te um convite de honra para o “Balls of Fury Fest de Apúlia”, um Baile para as Senhoras…um Festival para os Homens, realizado anualmente, este ano, com ilustres convidados como, Fiódor Dostoiévski, Charlene Wittstock, que se propõe a equilibrar a balança de infidelidade do marido Alberto Príncipe do Mónaco, e Xena a Princesa guerreira.
      O tema para este ano:
      …”Os vários templos de Olympia”…
      Passatempos/actos para este ano:
      – Extreme make-over da D. Cinha Jardim e da D. Zulmira realizado por Eduardo “mãos de tesoura”.
      – Jack Burton nas garras da última rata velha e porca.
      – Como momento circense, teremos o fenómeno Russo do último Festival da canção, as ” 5 Avózinhas” a lutarem na lama com as 50 top models Brasileiras da última década.
      – Com estas 50 beldades, far-se-á um remake do filme, “One million years B.C”.
      – Acto surpresa, o the running “man”, e sem entrar em detalhes, envolverá J. Castelo Branco, o matagal (leia-se floresta) de Apúlia, criminosos da prisão de Krasnoyarsk, utensílios de tortura mediavais, cocas o sapo e uma zundapp sem gasosa.

      Convido também desde já, o Sr. SCP para coordenar o catering do caviar, visto ser um profundo conhecedor de ovas, e para que o Sr. SCP não pense que não sou generoso, terá como ajudantes, a Dita Von Teese, a Megan Fox e a Virginie Ledoyen, mas claro, só durante a preparação do repasto, porque a seguir, farão as honras da sobremesa…..

      PS. Já que estou a fugir um bocado ao tema do post, apenas pergunto….JUJU, who are ya !?

  17. O Juju não é um bom treinador. Ponto.

    A questão que se coloca é se, para os próximos dois anos de mediocridade que se avizinham (sempre que não se compete pelo título é “mediocridade” para um emblema como o SCP) é melhor mantê-lo (pela estabilidade e POSSIBILIDADE de desenvolvimento das suas idéias sobre o plantel) ou apostar no desconhecido (com a consequente POSSIBILIDADE de se “voltar à estaca 0” em termos de progressão colectiva (ainda para mais quando vamos perder o único PL do plantel)..

    Atendend a que o SCP não tem € para contratar um treinador POTENCIALMENTE “acima da média” e que nos próximos tempos iremos jogar apenas para atingir um lugar nas competições europeias, não seria oposto a que se propusesse um ano de contrato ao Juju (+1 de opção do Clube?).

    Mas que o gajo não é lá essas coisas, isso não. Os resultados (recentes!) têm sido bons, mas as exibições? Pff!

    SL

  18. Nunca pensei escrever isto mas por muito que me custe admitir, neste momento, o Jesualdo acaba por ser um bom treinador para o Sporting.

    É impensável gastar (ainda) mais num treinador (estrangeiro) conceituado quando se tem 400 milhões de euros de dívida.

    O Jesualdo já foi campeão com uma estrutura directiva sólida por detrás. Neste momento, e com a nossa nova direcção, voltamos a pensar que começamos a ter condições para dar ao Jesualdo a paz e o sossego que ele (e a sua equipa técnica) precisa para desenvolver um bom trabalho na próxima época desportiva.

    Três ou quatro contratações precisas, os miúdos de Alcochete e fazemos um plantel digno que lute pela vitória em todos os campos.

    Dos últimos seis ou sete treinadores que tivemos, o Jesualdo tem demonstrado ser o mais competente.

  19. Parabens cherba por perceberes de futebol. Não é para todos.

    Porque é preciso entender de futebol para reconhecer, com olhos de ver, o enorme merito de JF nesta equipa. Como tu dizes, pegou numa equipa destroçada e deu-lhe alma, vontade, determinaçao e a estrelinha da sorte é um reflexo da incessante demanda pelo golo, da construçao (lenta, é certa, mas objetiva) do jogo ofensivo.Está tudo perfeito? longe disso. mas com poucos ovos de qualidade nao se pode fazer uma omolete de excelencia.Quanto muito, faz-se uma omolete suficientemente boa para nos criar água na boca.

    Este Sporting de Jesualdo está a anos luz do Sporting de Sa Pinto, de Vercauteren e de Oceano. E tem menos jogadores e menos experiencia. É impressionante ver esta equipa com putos de 18/19/20 anos, sem qualquer prévia experiencia competitiva, a serem gigantes e serem o nucleo central da espinha dorsal da euipa. (quem de bom senso dispensa neste momento do onze titular Ilori, Dier e Bruma?)

    É impressionante, eu diria um milagre! só ao alcance dos grandes conhecedores desta coisa chamada Futebol, ver Ilori que erra uma vez mas dá dois golos a marcar (nunca vi Polga a fazer aquele passe de morte que ele fez para o Wolks), ver Bruma apagado e inconsequente na primeira parte e, na segunda, ser o principal dínamo da equipa, principalmente no volte face depois de nos deixarmos empatar duas vezes. E é impressionante tambem ver Eric Dier, neste momento um dos pilares do meio campo, nao tanto pela sua dinamica (nao é um jogador muito móvel), mas pela sua estonteante capacidade de concentraçao e maturidade, que faz dele um pendulo indispensável nesta equipa.

    Mas o enorme mérito do trabalho do Prof. Pardal (como os seus ignorantes detractores o chamam) nao acaba aqui:

    Nao é menos importante ver o trabalho que Jesualdo faz com o esquecido Cedric, que neste momento já é (novamente) um dos potenciais melhores laterais direitos da Liga: centrar, ninguem centra como ele.

    Tambem é notório o trabalho que JF está lenta mas progressivamente a fazer com Fito Rinaudo. Nao é facil, porque o argentino tem muitos vícios e ainda nao aprendeu que nao basta destruir, recuperar e ir a todas, é preciso tambem contribuir para o jogo ofensivo, e libertar as tarefas de desgaste tremendo para outros.Neste sentido, como é que custa a perceber a tanta gente que a inclusao de Dier no meio campo tem por objetivo uma melhor sintonia do futebol de Rinaudo da construçao ofensiva da equipa?).

    É igaulmente determinante a recuperaçao para o futebol sportinguista de um menino que sempre vi como o futuro do meio campo da selaço nacional: Andre Martins. Ninguem mais do que Jesualdo Ferreira conseguiria dar a concistencia necessaria a Andre Martins que anteriormente só jogava (bem) a espaços.

    Posto isto, que dizer mais que ja nao tenha sido dito sobre o trabalho herculeo do Prof. Jesualdo Ferreira? A, claro, o mais importante: devolveu a confiança aos jogadores, esse atributo que faz com que hoje estejamos à porta da Europa quando estávamos a caminho da descida.

    Jesualdo Ferreira nao é perfeito. Tem defeitos, obstinçoes e tiques, como qualquer outro treinador do mundo. Nao é uma pessoa “agradável”, nao tem “boa figura”, nao é “latino” e nós, latinos, adoramos tudo o que é agressividade latina, principalmente se vier do país das pamaps, achamos que é lá que existe o caralho do Eldorado futebolistico, quando só Maradona e Messi provaram esse epíteto.

    Mas Jesualdo Ferreira percebeu algo que muito poucos conseguiriam (nem sei se Jesus ou Mourinho o conseguiriam, confesso): devolveu a confiança aos graúdos com a confiança dos miudos. Quando assumiu a corajosa tarefa de treinar a equipa mais desmotivada, medrosa e timbuteante da 1ª liga, olhou para o campo e tirou as conclusoes: estes jogaodres têm medo de jogar à bola. A bola queima. E o que fez? Pegou em leozinhos e “atirou-os” para a Arena: “vão!, ensinem os mais velhos a nao terem medo!”.

    Essa é a génese da grande Obra de jesualdo. Que faz com que hoje em dia, todos os socios e adeptos voltem a ter esperança nesta equipa.

    Quem nao compreende isto, desculpem pa, das duas uma: ou nao percebe nada de futebol ou…nao percebe nada de futebol! :)

    • Converge, pensas bem e concordo com a generalidade do que dizes.
      A minha dúvida é se Jesulaldo é compatível com esta nova direcção. Pelo que vi das gravíssimas declarações depois do jogo de Braga – em que Jesualdo desvalorizou e desrespeitou, de uma forma inaceitável, o presidente eleito pelos Sportinguistas – parece-me que não. Pese embora o bom trabalho que está a fazer…

    • Converge,

      Bela posta. Não há duvida que o homem tem feito um trabalho meritório, mas não concordo que seja assim tão herculeano quanto isso.

      São inegáveis as melhorias. É um facto. Ponto.

      É o melhor treinador que tivemos neste 2 anos? Claro que sim, mas foda-se era difícil fazer pior do que as abéculas anteriores.

      Depois é importante dizer que estes os putos são melhores jogadores do que muitos dos mercenários que por lá se arrastavam fazendo birrinha (quiça por terem ordenados em atraso).

      Em suma, nem tanto ao Mar nem tanto à terra…

      Mbc,

      Também achei, no mínimo, de muito mau gosto aquelas declarações na pedreira.

      • sim,”nunca ficámos…”: mas nao te esqueças que foi Jesualdo Ferreira que apostou nesses putos. há um paradigma perigoso e castrador no Sporting de que é prematuro apostar já em jovens tao verdes! que se fodam! quem arrisca dizer que Dier ou Ilori ou Bruma sao verdes, no sentido da imaturidade, porque de coraçao verde sao eles? é ridiculo, se fossem imaturos e medrosos, o Ilori nao tinha a 30 segundos do fim arriscado o passe de morte para o Wolkswinkel, o Bruma nao tinha arriscado meia duzia de piques quando a equipa tinha que correr, e nao tinha arrancado um decisivo penaltiei,e o Dier nao tinha o sangue frio que tem.

        Mas quem NAO apostou nesses putos com a premissa de que “é muito cedo ainda” nao foi Jesualdo,pois nao? Foi estranhamente o mesmo treinador que com eles foi campeao de junior, certo?

        Em suma, a distancia entre o plano das intençoezinhas e o plano das acções tem a distancia do Mar para a Terra. e o resultado, esse, está à vista de todos.

      • Belo trocadilho do “Mar e da terra”. Clap, Clap!!

        No fundo estamos de acordo no essencial, mas apenas quis dizer que o não há insubstituiveis.

        Já disse e repito o homem têm mérito, mas gostaria de ver alguém com mais “golpe de asa”.

        Como diz o cacifeiro luciano “wity” cabrera,

        Tem é de ser uma REAL mais valia se não mais valia não mexer!

  20. Reconheço muita experiencia a Jesualdo, e isso terá de ser uma caracteristica mandatória no proximo treinador.
    No entanto, preferia ver o Manuel José como treinador na próxima época.
    Não consigo associar “futebol empolgante” com Jesualdo ao leme.

    SL

  21. o porto para o ano vai ter o domingos ou o leonardo jardim, a benfica o jesus, o braga o paulo fonseca, ´todos bem conhecedores da liga, e nós a querer inventar um estrangeiro que nem sabe onde fica portugal

  22. deixem-me só terminar com uma coisa: há 2 meses atras, depois do 2º golo do Moreirense, o jogo acabava ali, aos 70 minutos. Viola nunca seria uma mais valia e nunca seria decisivo como foi.Labyad nunca entraria para dar mais longitude ao futebol ofensivo e para dar criatividade e soluçoes, e Schaars (depois de 2 meses lesionado) nunca entraria, pegando na bola e sabendo o que fazer. A isto se chama ORGANIZAÇÃO.

    Quando existe organizaçao por sectores, até pode continuar a haver pouca velocidade (continua a ser o principal problema, a falta de velocidade que faz com que olhemos para o relogio e já estao 30 minutos e ainda nao houve uma jogada de golo – aspecto ainda a trabalhar muito), mas a motivaçao aumenta, poruqe o erro diminui. Se cada jogador sabe precisamente o que faz, erra menos, logo fica mais confiante.

    Tenho a certeza absoluta que todos os jogadores que estavam no sábado em Alvalade, desde o Patricio até ao Boeck, TODOS, acreditavam ao 90 minutos que era possivel ganhar.

    A isto tem que se agradecer o trabalho de Jesualdo. Nao serve (ainda) para lutar por titulos, mas a isso devem agradecer a Godinho, Freitas e Duque.

    Mas serve para lançar duas epocas de rampa para daqui a um medio prazo possamos, aí sim, lutarmos até ao fim pelo campeonato.Com ou sem Jesualdo? nao sei. Talvez Jesualdo seja uma especie de Mirkos Jozic (uuuhhh, tanta gente que se vai revoltar com esta minha frase!): ser o construtor duma grande equipa, para depois algum Materazzi ou Inacio ser campeão!

    Saudaçoes Leoninas e viva o Sporting!

    • “Tenho a certeza absoluta que todos os jogadores que estavam no sábado em Alvalade, desde o Patricio até ao Boeck, TODOS, acreditavam ao 90 minutos que era possivel ganhar.”

      Acho que esse foi o principal reflexo, no jogo de sábado, do momento de viragem que inegavelmente se vive no Sporting: não foram só os jogadores que sentiram isso, TODOS sentimos que era possível (e mais que possível, provável) – o que se seguiu não o senti como um milagre (foi o que senti em Braga, mas aí o contexto era outro…), mas como a confirmação do que esperava que acontecesse…

      • precisamente! é essa a diferença: eu nao senti como um milagre caído do céu aos trambolhoes.senti como se fosse uma teia lentamente tecida, mas sempre com objetividade euq eia dar no que deu. claro que é um sofrimento atroz e o nosso coraçao ja quase que nao aguenta, mas todos acreditaram. principalmente o mesmo jogador (Viola) que ainda há pouco pediu a Jesualdo para jogar na equipa B.nao deixa de ser sintomatico do atual espirito competitivo dos nossos jogadores que tenha sido o mesmo jogador contratado para ser uma alternativa (frustrada) ao wolksinkel, que tenha marcado a passe do mesmo Wolks. é como se fosse um legado, o entregar duma estafeta. claro que nao acredito que jesualdo faça com o viola o que fez com o lisandro lopez, até porque sao jogadores de caracterisitcas diferentes, mas um jogaodor que era carta fora do baralho acreditar que pode marcar a diferença…esse trabalho de motivaçao é sem dúvida o principal legado de jesualdo (por muito que doa aos Bielsa Lovers).

      • Bielsa Lovers…muito bom!

        Eu também gosto do Bielsa – confesso que tenho uma atracção pelo tipo visionário (malucos…) – com um conceito de futebol mais próximo de uma arte, para o qual ganhar não é mais importante que não perder, é a única coisa importante, “o” objectivo!

        Simplesmente acho que há um momento para tudo, e este não é o momento do Bielsa no Sporting – acho que é o momento de consolidar uma série de coisas que pareciam varridas da cabeça de jogadores profissionais (o desânimo não pode explicar tudo, não pode explicar a perda de noções básicas que se adquirem nos escalões de formação, como é que é possível “desaprender” de andar de bicicleta?), e para isso é preciso alguém competente e com conhecimento de uma série de realidades (nacionais e do Sporting).

        Não sou apreciador do JF, acho-o competente mas falta-lhe génio e um atrevimento que a idade já não lhe permite vir a ter (enquanto esteve nos morcões deu-me a garantia que nunca fariam nada na Europa…), mas parece-me a melhor opção para este momento do Sporting, não me parece o tempo de correr riscos que a construção de uma base sólida não exige.

        SL

  23. olha o Leonardo Jardim a fazer-se ao lugar

    Depois do Sp. Braga, só volta a Portugal para treinar um dos três grandes?
    «Faz sentido pensar assim. A minha carreira tem tido uma trajetória ascendente, com sucesso. Sendo assim, não gostaria de voltar atrás. Acredito que em Portugal as minhas opções de futuro passam por esses três clubes, não pondo de parte, naturalmente, a continuidade no estrangeiro. Não estou amarrado só ao mercado português. A profissão de treinador é cada vez mais global. O que pretendo é um bom projeto. Estou à espera».

  24. Acho que quem espera um futebol mais atractivo de Jesualdo, pode tirar já o cavalinho da chuva.

    Futebol espectáculo não é com ele. O Jesualdo é esperto a montar as estratégias. Inteligente nas abordagens. Mas dar show nunca foi o forte dele. Nem é isso que ele quer incutir nas suas equipas.

    Se quiserem comparar o Jesualdo com alguém que já por cá passou, essa pessoa é Paulo Bento. Monta a equipa de forma sólida, com boas rotinas e a defender bem. Marca um golo e os outros podem passar o resto dos 90 minutos a serrar presunto que dali não levam nada. Esta era a bitola dele nos corruptos. Mas lá havia centrais de qualidade mundial. Havia laterais do mesmo calibre. E no Sporting não há nada disso, para já…

    O caso de Dier para mim é simples. Pela escassez de soluções ofensivas e pouca apetência para fazer golo em jogadas rápidas, resta apostar no remate de meia distancia. É nesse sentido, que eu acho que Jesualdo insiste em ter o jovem ali a meio campo, na esperança de fazer uso do pontapé canhão que possui.

    Quanto ao terceiro elemento: Para mim é Jesualdo Ferreira.

  25. 1992. Mourinho é contratado pelo Sporting como assistente / tradutor de Robson. Tem 30 anos.
    Em Dezembro de 93 a dupla vai para o FCP, ganham dois campeonatos, chegam à semi-final da taça UEFA e dão 5 – 0 ao SLB na supertaça. A dupla segue para o Barcelona onde ganham a Taça das Taças. (e o FCP ganha os 3 campeonatos seguintes). Mourinho fica no Barcelona como adjunto do Van Gaal. Ganham duas ligas espanholas em 2 anos. Em 2000 Mourinho vai para o SLB como treinador principal, tem 38 anos; O SLB tenta impingir Jesualdo como assistente mas ele não quer, prefere o Mozer.
    Mourinho no Sporting?

    Depois é o que se sabe. Foi para o Leiria (acaba em 5º, o melhor Leiria de sempre), e em janeiro de 2002 foi para o FCP (em janeiro deixa o Leiria em 3º, com mais um ponto que o FCP) e ganha tudo o que há para ganhar.
    Depois de 8 anos como adjunto, em 4 anos passa a principal e vence 2 campeonatos uma taça UEFA (em 2003) e uma Liga dos Campeões em 2004, Tem quê? 40, 41 anos?

    (é aqui que entra a história do burro e do cavalo um treinador com 30 anos de carreira, sem ganhar nada, um com 3 que já ganhou tudo)

    Villas-Boas caiu nas boas graças de Robson e começa a trabalhar em equipas técnicas, tem 16 anos. É adjunto de Mourinho desde os tempos do FCP em 2002. 7 anos depois, em 2009 é treinador principal na académica. Tem 32 anos.
    AVB no Sporting?

    Em 2010 Vai para o FCP. Supertaça ganha ao SLB dois meses depois. Ganha o campeonato com 13 golos sofridos, sem perder, com mais de 20 pontos sobre o 2º.
    Aos 33, quase 34 anos é o mais jovem treinador a ganhar uma competição europeia, a taça UEFA pelo FCP.

    Há aqui algum padrão?
    Não sei. Mas é aqui que entra outra vez o Sporting.
    BdC acaba de ser eleito presidente, espero que por muito tempo.
    Tem-se escrito muito aqui sobre as rupturas com o passado, sobre novos e velhos símbolos, leões brancos e amarelos, sobre a aposta na academia e nos putos.
    Eu, que me lembro em puto do Keita, do Jordão e do Manuel Fernandes, já vivi e chorei muito por isto, decidi à poucos dias tornar-me sócio, pró que me deu… parece que sou o noventa e nove mil oitocentos e tal…
    e como descobri o cacifo ha uns tempos deixo aqui a minha posta de pescada.

    Se é para começar de novo que se comece a sério. E é por isso que insisto no Rui Faria.
    Não sei se é possível, se calhar o Mourinho não o larga, mas para mim era o homem certo no momento certo.

    Anda com Mourinho desde 2001, há mais de 11 anos a levar com o homem, desde o Leiria. Já aprendeu com o mestre tudo o que tem a aprender para ganhar e ser um técnico vencedor. Tem 38 anos, mesmo pronto para dar o salto.
    É um risco?
    É
    E depois?
    O Sporting é um risco.
    Ninguém sabe o futuro, mas se há ali um padrão, foda-se ele é bom como a merda.
    Faria como adjunto já ganhou mais que qualquer outro treinador que possamos ter. Mais do que Mou ou AVB ganharam quando se tornaram treinadores.
    Ele sabe o que é ganhar.
    Para quê ficarmos como o bonzinho , se podemos (podemos?) ter o melhor.
    O Sporting merece. É preciso acabar com este marasmo.
    E não me venham com os J’s todos ou os loucos argentinos. Este é uma montanha russa, aqueles, um j é “velho professor arrogante e ressabiado” (sem querer ofender ninguém) que vem do passado, os outros j’s, um deve ficar no SLB (e é caro e gosta de pérolas caras) e o outro já deve ter guia de marcha para o FCP.
    O Rui Faria para ser é agora, senão daqui a um ano ou dois estará a dar o litro por eles.

    É aproveitar o que de bom Jesualdo anda a fazer até ao fim da época. É definir muito bem quem é quem e o que faz na tal estrutura a 3 do futebol (… não sei onde entra o Freitas Lobo, mas acho que pode ser útil, o próprio Jesualdo poderia ser útil noutras funções… embora já sejam cabeças a mais a mandar…). Organizar verticalmente todo o futebol desde a academia, B’s e equipa principal. Desenhar todos os departamentos de scouting, medico, apoios técnicos, centros de rendimento, etc., blindar a coisa, acabar com os comissionistas das compras e vendas, e apresentar um projecto a médio prazo, 3, 4 anos ao Rui Faria.

    Se é para fazer de novo um Sporting, rompendo com velhas ideias, exigindo mudança, um novo paradigma, uma estrutura de futebol nova, com caras e ideais novos ele pode ser o homem certo, digo eu que não percebo nada disto e sou sócio só há uns dias.

    • O Rui Faria não é um risco. Para mim é uma certeza, e o Mourinho já o disse. Não acredito é que seja possível de contratar para nós, ou talvez para qualquer um.

    • É um risco elevado, será que o Rui Faria sozinho tem personalidade para aguentar o SCP?

      Mais, o mestre dele deixa-o ir para o SCP?

      Estamos todos um pouco assustados com as últimas épocas de mudanças de treinadores do SCP.

      Mas concordo com Jesualdo tenho serias dúvidas que ganhemos algo, mas também tenho a certeza que não teremos de andar a sofrer pelo quinto lugar.

      Acredito que para o ano chegamos no mínimo ao terceiro lugar sem grandes dramas, mais do que isso tenho dúvidas.

      Por isso o ano que vem será sabático e sob essa perspectiva Jesualdo serve, já para títulos precisamos de mais ambição que acarretará mais risco.

    • O Faria parece ser bem mais humilde que o vaidoso do AVB, a única dúvida é se o Mourinho o “deixa” sair.

      Não tenho a certeza que com JF na próxima época consigamos lutar pelo 3º lugar, depende de quem for treinar o Braga.

      O próximo ano não é sabático. Agora estamos todos doidinhos pelo acesso à europa. E para quê?
      Se é para lutar pela Liga Europa duvido que JF seja o homem certo. Até por aí julgo que a aposta seria o Faria.

  26. Para mim Jesualdo deve ficar por algumas razões muito simples : Há que dar tempo ao tempo e fazer as coisas com calma. Os jogadores estão habituados aos métodos do Jesualdo, estão a começar a perceber para onde este os pretende levar, começa a ver-se alguns atletas a serem potenciados, e parece existir uma enorme empatia entre os jogadores e o treinador. Eu sei que um Bielsa, um Advocaat, um Valverde, um Magath, são bons mas, duvido, repito, duvido que aceitem um desafio sem milhões na mesa. Visto que não os temos, e visto que o Professor até tem trabalhado bem no meio daquele que foi o MAIOR TURBILHÃO vivido em Alvalade desde que me recordo de ser sportinguista, acho que a sua continuidade é um dever.
    O presidente já percebeu o que se passa ali, já entendeu que mais que técnico A ou B, o importante é a pessoa que dá corpo ao técnico. Jesualdo parece-me a PESSOA, repito, PESSOA ideal nesta fase. Se é ou não o técnico capaz de nos dar títulos, é outra questão. Na minha opinião, é difícil que seja. No entanto, nesta fase, ninguém, absolutamente ninguém com 2 dedos de testa vai pedir tal coisa. O que se quer é continuar a construir bases para o futuro, de forma sustentável e paulatina.
    Jesualdo deve ganhar metade dos técnicos supracitados, é português, tem um boa relação com Inácio, tem o respeito do presidente e a massa adepta começa a respeitá-lo mais.
    Jesualdo é o homem certo para a próxima época. A próxima época será o rosto daquilo que ele é capaz de fazer com mais e melhor. Se não se vir uma melhoria considerável, não deverá continuar mas, dê por onde der, TEMOS QUE SEGURAR O HOMEM ATÉ AO FINAL DA PRÓXIMA ÉPOCA. Paciência é o que temos que ter … como adeptos é urgente que saibamos mudar e saibamos tornar-nos melhores e mais diferentes. Se o clube mudou, se o clube renasceu, façamos nós o mesmo.
    Há que ser forte e perceber que só com perseverança, apoio, humildade, profissionalismo e paciência, poderemos ser mais e melhores.

  27. Para mim ficava o Professor mais 2 anos, para evoluir os miúdos. Depois logo se vê. Mas continuo a achar que se o Paulo Fonseca for para Braga, não vamos lutar pelo 3º lugar para o ano.

  28. Precisamos ter um treinador capaz de empolgar as massas!!!!!!!!!

    Caso contrário, a lutar apenas pelo 3.º lugar, no máximo, chegamos ao fim do 1.º terço do campeonato sem alma, sem gente no estádio, etc etc etc… a espiral negativa.

    • Mas tu achas que para o ano seremos campeões é isso?! Não te passa pela cabeça termos apenas uma equipa competitiva e que assegure o 3º lugar? É que se pensares aquilo que escreveste serás dos que possivelmente desiste de apoiar de ir ao estádio de pagar cotas… Ninguém dos orgãos sociais falou em sermos campeões este ano, acho que nós adeptos não devemos pensar isso, eu quero uma equipa competitiva que se esforçe e honre o simbolo do Leão!!!

      • cARO KASTOR,

        Não se trata de ser campeão. Por isso mesmo, já que isso não poderá ser dado aos adeptos – lutar pelo título – ao menos que alguém nos dê um treinador louco, que jogue com 3 defesas e 4 avançados!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

        Caralho a rasgar tudo!!! Um louco que meta a rapaziada a praticar um futebol lindo!!!!!!

        Mas acha que a jogarmos um futebol cinzento “á la Jesualdo” a lutar pelo 4.º lugar, na melhor das hipóteses pelo 3.º, acha que o público de alvalade se aguenta muito tempo animado???

        A meio da época já estamos desanimados e com 24 mil nas bancadas a dizer: “não dá mais que isto.

  29. Na minha opinião o assunto treinador não é tão importante como um outro que vai acontecendo diariamente, e que infelizmente já estamos tão habituados que nem ligamos. Hoje foi o pai do Viola a dizer que o Galatasaray ta interessado no filho, ontem foi o Jeffren, segundo dizia na notícia era prioridade para o Everton, de dois em dois dias o Patrício é associado ao Atlético de Madrid. É necessário que esta direcção acabe já com esta palhaçada, é preciso vir dizer ACABOU!! São nossos jogadores vão sair se quisermos quando quisermos e nenhum agente nem nenhum pai, primo, tio ou avó pode vir para a rua gerar instabilidade, se assim acontecer e se se provar que tem ligação ao atleta este tem de ser multado. Outra coisa que me faz confusão é a mania que o Schaars tem de lhe dizer o que lhe apetece sobre o que não lhe diz respeito.

    • Isso do Schaars não é bem assim,deveria ser mais contido e falar apenas no jogo,mas foi confrontado de maneira quase impetuosa pela CS(porra até o Inácio cai nestas ratoeiras,até o Jesualdo,são sempre mal interpretados),mas tens uma certa razão,deveria estar calado em relação a off-topics que nem lhe dizem respeito.
      Já sabemos como a CS funciona,só publicam o que lhes convém deturpando o conteudo.

      • A verdade é que a CS brinca com o nosso clube há muito tempo e é preciso dizer basta. Se o Schaars, o Inácio, e seja quem for caiem em armadilhas é porque poem-se a jeito. Há uma necessidade de vir para os jornais falar incompreensivel, que não se vê em mais lado nenhum.

      • Eles dão a volta a mentes mal preparadas,e os jogadores não são totalmente uma força da inteligencia,uns nem expressarem sabem.Do Inácio já não se pode dizer o mesmo,não tem desculpa,não pode dizer que está a 100% no Moreirense e depois diz que já andam a estudar possibilidades para a próxima temporada,mas desculpou-se a tempo,embora não tenha desculpa,foi incoerente,e o cargo que ocupará não lhe permitirá essa incoerencia.Digo eu….

      • Agora tenho andado mais descansado, mas ainda temos as mazelas de um passado recente, em que cada notícia era uma preocupação (Síndrome da má venda).
        De qualquer forma era de valor se o BdC se chegasse à frente e assumisse isso, era da maneira que acabava o circo.

  30. So umas observações a comentários de outros cacifeiros:

    1-João Mário a titular contra o Benfica?!? Se é para queimar o miúdo, forca! vou dar um exemplo do que se passou no Carnide. contra o Porto o Jesus deixou o André no banco, depois do miúdo ter jogado 3 jogos seguidos. Porquê? Para não o queimar e para o caso de o puto fazer merda, não ficar abalado.

    2-Jesus a treinar o Sporting?!? Então estamos de rastos e com dificuldades em pagar ordenados e depois contratávamos o Jesus, que ganha 4 milhões/época?!!
    Para isso mais vale manter o JuJu e apostar em contratar 3/4 bons jogadores e que sejam mais valias (por exemplo Steven Vitoria o central goleador, Ghillas o ponta de lança que desbrava sozinho defesas, Hugo Viana o regresso do miúdo que aprendemos a ver como um verdadeiro 10, Tiago Targino barato, rápido e desiquelibrador, apesar de não ter jogado nada de jeito ontem) e gastar o mesmo ou menos.

    3-O JuJu deveria passar a ser treinador do primeiro mandato do BdC, criando bases para que o segundo mandato fosse o da consagração do regresso do campeão-SCP- e então sim contratar alguém para dar espectáculo, o que sinceramente, julgo que o Jesualdo não faz, nem fez (nem no Porto).

    4-Jogar aberto contra o Carnide, pode ser desastroso, e trazer consequências para os jogadores mais novos no caso do Lima e o Cardozo engatarem. Acho que deveremos jogar fechados, tal como com o Porto, mas com mais troca de bola, porque quando temos bola e jogando rápido podemos surpreender, além de que com bola no nosso pé o Carnide não marca golos.

    • Já agora para se marcar golos ao Carnide, têm que ver o golo do Newcastle (o primeiro) e o jogo deles com o Porto (desmarcamos do Defour), com bolas colocadas pelo chão, entre os defesas centrais e entre o lateral e o central.
      Só através de passes de ruptura é que poderemos fazer mossa, na defesa dos galináceos.
      Para isso é muito importante alguém capaz de fazer esses passes e apostar na velocidade do Bruma e Capel.

      • Concordo em contra ataque contra os bazofias seremos muito perigosos.

        Tenho medo das inclinações de campo.

        Aliás com Oceano no banco só perdemos porque a equipa perdeu gás na segunda parte e o merdafica tomou a cafeína que lhe permitiu correr mais, além dos dias extra de descanso que tiveram, obrigado liga.

      • Não era nada, já lá estava o Belga há que tempos. Estás a confundir com o jogo nas antas.

      • Não era nada, já lá estava o Belga há que tempos. Estás a confundir com o jogo nas antas.

      • Se calhar estou.

        São tantos e tão bons treinadores que um gajo confunde as coisas.

        Ainda por cima o Oceano e o Vercauteren são tão parecidos que é fodido distinguir. Lol

        SL

  31. No “Perfume de mulher”, há uma cena em que o Pacino diz ao gato antes de se ir embora: “Em caso de dúvida, fode”. No SCP do ano que vem, deve-se aplicar exatamente o contrário: “Em caso de dúvida, não fodam!!!”.
    Se acharem que um gajo “pode vir a dar jeito na defesa”, não comprem um Boula. Se acharem que um gajo “pode vir a dar jeito no meio campo”, não comprem um Gelson. Se acharem que um gajo “pode vir a dar jeito no ataque”, não comprem um Bojinov. Resolvam o que há a resolver com Pranjic, Elias, Bojinov, Onyewu e Gelsons, despachem Boulas e Jeffrens, comprem 1 central , 2 avançados e fiquem com o que lá está. O mesmo se aplica ao Jesualdo. Mas alguém pode dizer que é o nosso treinador de sonho? Claro que não, mas não me parece que vá fazer um mau trabalho se ficar, dando certamente mais garantias que um Leonardo Jardim ou outro do género. Farto de jovens promessas andamos nós. E dinheiro pra um treinador de nível mundial, não há.

  32. sobre treinadores eu fazia uma sugestão, não inventem e escolham com critério!
    sobre Jesualdo também me parece que está com um pé dentro e outro fora mas isso sou que estou a ver de …fora!

  33. Cherba,um dos teus próximos posts deveria ser alusivo ao Rojo,um pedido que faço…

    Pela blogosfera leonina(compreenda-se Cacifo e forumscp,mais nenhum ;) ) diz-se que o Rojo é fraco central,e que a lateral esquerdo desenrasca…..Na 1ª aceita-se porque tem feito jogos horriveis como é perfeitamente identificável para a maioria,eu gostava era que me justificassem com argumentos aceitáveis o porquê de considerarem o Rojo como um LE de desenrasque,quando eu conto apenas 2/3 jogos realizados pelo mesmo nessa posição….O Cédric ao fim de 10 jogos não muito bem conseguidos tinha muito mais acreditação,o Rojo onde nem 2 jogos seguidos realizou a LE é assim assim….
    Insua???Que eu saiba o titular da seleção argentina é o Rojo…..o Insua nem no banco.

    Penso que seja importante debater este ponto,só isso…

    • Acho que é ingenuidade achar que o Rojo pode vir a ser melhor tão bom como o Insúa. Gostava muito mas não acho possível. Tínhamos um dos bons e despacharam-no, como mais tarde haviam de fazer com o Lobo.

      • Eu não posso aceitar que critiquem o Rojo a LE apenas por 2/3 jogos que nem foram consecutivos.A central não dá é um facto.Só queria que o puséssem 3/4/5 jogos seguidos como tal,tenho quase a certeza absoluta que a vossa opinião irá mudar.Porra tenho visto o Rojo a LE na seleção….fico deveras passado por ele no Sporting fazer jogos horriveis a CENTRAL.
        Não entendo…sério…..

      • Isso és tu que dizes,não quer dizer que seja verdade.Eu vejo os jogos dele a LE pela seleção e nunca enterrou a seleção como já enterrou o Sporting variadas vezes,aliás na seleção não erra tanto porque joga a LE,ainda mais me ajudas então….Para não enterrar tanto vai para a lateral,muito simples.
        Rojo é criticado na seleção a LE???Como é aqui no Sporting a central?????Golos sofridos à pala dele a jogar a central no Sporting….vou te já buscar,tu é que já não podes fazer o mesmo dele pela seleção.
        Belas oportunidades…..

    • Mas ainda não perceberam que o Rojo só joga na selecção, nem falo em empresários, porque o seleccionador ectual foi quem o lançou no mundo do futebol, quem defendeu que ele é um grande lateral esquerdo e agora não quer dar o braço a torcer.

      Nós sportinguistas sabemos bem que a titularidade de rojo na selecção não é sinónimo de qualidade nem merecida. Tinhamos cá um jogador da mesma posição 50 mil vezes melhor e não era chamado.

      São coisas das selecções. o kléber também foi chamado ao brasil.

      Volta Insua!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

      • Tens visto o Rojo na seleção???Olha que eu tenho visto e se existe nessa seleção jogadores insubstituiveis,ele é um deles…e não porque é afilhado mas sim porque o merece…..recebe mais criticas o Messi ou o Higuain do que própriamente o Rojo.Impecável diria.
        Falar à boca cheia é fácil já reparei….

      • Já vi jogos da argentina e não mostrou nada de mais na minha opinião. Mas o que interessa é o que ele faz no SCP.

        Mas posso estar a ver mal a coisa.

        Mas pronto, já que a selecção argentina se tem vulgarizado nada mais que o rojo a defesa-esquerdo para confirmar tal estatuto de vulgaridade.

        Prefiro o Insua não internacional que esse rojo titular indiscutivel.

        Possso aqui afirmar, sem ponta de ironia, que não tinha lugar no académico de viseu.

      • O Rojo a LE na seleção não falha,se falhasse já lá não estava por muito afilhado que fosse do treinador.Apostou nele até à data tem sido bem sucedido.
        No Sporting é aposta a central e é bem visivel a cagada……

      • Se ele não tivesse mérito achas que ainda lá estava???Se o Insua é melhor…..
        Nem criticado é….Eu não digo que ele é um excelente LE atenção,mas sem oportunidades é que não é de certeza,nem no Sporting nem na seleção!!!Se não joga……

      • Para mim o Rojo é um bom jogador numa táctica de 3 centrais ocupando a posição mais à esquerda.

        Físicamente tem características de central, mas com uma defesa de 4 elementos já vimos no que isso dá.

        Como lateral sinceramente não gosto. Não é rápido nem sobe bem.

        É homem para jogar com 3 centrais “penso eu de que”… O que não me parece uma solução táctica para um clube como o Sporting!!!

        Não sei o que fazer com o rapaz, sinceramente…

      • Quando ele for experimentado à esquerda mais assiduamente tal como o Cédric o foi(tenho boa memória) então aí eu calo-me perante alguns comentadores que dizem que ele é mau como LE derivado aquele jogo no Algarve(sem ser forçado durante o jogo jogou mais em algum???).
        Mas concordo com a tua opinião,se não presta a central,se é fraquinho a LE então não faz nada no Sporting,o pior é que eu ainda não o vi a jogar a LE no Sporting(2/3 jogos não podem contar para uma estatistica de avaliação).
        Não há de ele subir muito pouco ou atacar mal quando joga a LE na seleção,no clube é CENTRAL.Se jogasse no clube a LE,quando chegasse à seleção estava bem mais preparado,subia mais,atacava melhor,estava mais rotinado.

  34. Apesar dos seus 30 anos de futebol , acho que Jesualdo devia sair no final da época . Há quem discorde e quem apoie , na minha opinião não é o treinador ideal para a identidade e filosofia que o Sporting precisa de construir .

  35. cARO KASTOR,

    Não se trata de ser campeão. Por isso mesmo, já que isso não poderá ser dado aos adeptos – lutar pelo título – ao menos que alguém nos dê um treinador louco, que jogue com 3 defesas e 4 avançados!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Caralho a rasgar tudo!!! Um louco que meta a rapaziada a praticar um futebol lindo!!!!!!

    Mas acha que a jogarmos um futebol cinzento “á la Jesualdo” a lutar pelo 4.º lugar, na melhor das hipóteses pelo 3.º, acha que o público de alvalade se aguenta muito tempo animado???

    A meio da época já estamos desanimados e com 24 mil nas bancadas a dizer: “não dá mais que isto.

  36. Bom tema, e parece-me que é o tempo certo para começar a discuti-lo!

    Nunca fui fã do Jesualdo, não gosto da postura arrogante e da postura de quem acha que sabe tudo.

    Reconheço-lhe profissionalismo e competência, por aquilo que todos sabemos, não é um treinador que tenha ganho um grande número de titulos, mas temos o exemplo de ter ajudado a criar uma grande base para o Sporting de braga, que é precisamente aquilo que precisamos actualmente.

    Jesualdo tem-se valido da sua experiência, como é o causo do Rinaudo, que tem evoluído bastante, e vai continuar a evoluir concerteza!

    Para mim, e assim queiram as partes envolvidas, seria de ficar com o Jesualdo por mais uma época e contactar um outro treinador para o suceder no final desse tempo (com contrato a assinar já e por mim seria o Paulo Fonseca do Paços de Ferreira) e preparar ao mesmo tempo a entrada de Jesualdo na estrutura de futebol. Acho importante que ele fique, tem experiência e percebe de futebol.

    SL

  37. E eu não digo… nós adoramos levar com a merda dos outros…

    O Jesualdo é especialista em quê? Oi? Foda-se.

    No foculporto tiveram que correr com o homem. Teve sempre plantel para fazer mais e melhor e nunca conseguiu. Foi campeão é certo mas isso no porto existem sempre os factores extra futebol que transformam o nosso campeonato numa verdadeira salada de frutas.

    Não sejamos parvos, o Jesualdo Ferreira é um treinador fraco, está ao nível do Vítor Pereira do porto, até na personalidade são parecidos.

    Que ambições podemos ter com um gajo que não entende (ou não quer entender) aquilo que muitos sportinguistas conseguem ver?

    Aquele 11 contra o Moreirense foi uma aberração. Lopes na esquerda, Dier no meio-campo juntamente com Rinaudo, portanto 2 médios de contenção para defrontar o Moreirense em casa…

    Cherba tens de te iludir menos caralho, és muito ingénuo às vezes.

  38. Continuo a achar, e até pela amizade que o Juju diz manter com Inácio, que para o ano vão trabalhar juntos. Só que com Juju como terceiro elemento da tal estrutura de BdC…

    Até agora, que saiba, o terceiro elemento não foi revelado e quanto a mim faria todo o sentido. Desde que contratado um treinador de nomeada como os sugeridos e Jesualdo a acompanhá-lo de perto. Num trabalho estreito e sustentado na Equipa B e Academia. Bem como todas as manhas do nosso ardiloso campeonato português.

    Harry Redknapp ou Bielsa eram os meus favoritos.

    SL,
    Trips

  39. ó cherba o paulo fonseca tem o paços no 3º lugar à frente do braga, em vias de chegar á champions (só não vai conseguir como já disse, porque para o ano ele é o treinador) não achas meritório?

    o paulo sergio nem o guimaraes qualificou para a europa, foi 6º, apenas ganhou ao benfica na luz para a taça, não tinha nada a ver..

  40. Estas eleições marcaram o fim da dinastia croquette e dos infiltrados. Agora a malta quer Jesualdo na estrutura.

    Não percebem que o Bruno de Carvalho está só a ser politicamente correcto ao não dizer se Jesualdo continua ou não para o ano?

    Farto do Jesualdo anda ele de certeza foda-se.

  41. Quer se goste ou não do Jesualdo Ferreira e eu admito que nunca fui admirador do seu trabalho por onde andou, por algumas razões já avançadas pelos colegas cacifeiros:Ser um treinador conservador, que dá prioridade à defesa e lê mal o jogo no banco.
    Mas também shá que saber reconhecer, que o Jesualdo Ferreira é um treinador que sabe ensinar os jogadores a ler/perceber melhor o jogo. Torna-os mais competentes.
    Foi assim no Porto (Hulk, Quaresma, domesticou o Bruno Alves o Cissokho, o Lisandro) fez do Lucho um dos melhores jogadores de equipa do mundo, no Braga construiu uma equipa que defendia muito bem, com um tipo que não prestava para jogar no SCP (o Moisés…),o Andrés Madrid com ele jogou muito, fez do Alan um grande jogador, o Hugo Viana renasceu, até o Evaldo parecia jogador ( e todos concordamos que isto é um milagre).
    Acho também que as intervenções dele na CS são asizadas, resguardam a equipa e dá confiança aos jogadores e ao contrário da opinião geral, não acho que ele em Braga tenha sido desrespeitoso com o nosso presidente, mas isso é off topic.
    Esta equipa já joga em posse, já defende no meio campo adversário, já remata à baliza!!!???? Lembram-se de jogos com 4 remates!!????
    Começa a haver critério nas movimentações, nas compensações e até nas substituições ele tem sido audacioso.
    O Cedric voltou a ser o potencial melhor lateral direito português (o mais inteligente),
    O Ilori está a crescer a cada jogo, com um central ao lado mais eficiente na marcação ao avançado vai ser um grande central (que vai saber sair a jogar)
    O Dier concordo com a opinião geral; vai ser um grande central (e é aí que deve jogar) e um box-to-box razoável.
    O Rinaudo está a ser domesticado. A sua vontade de estar em todo o lado, que lhe toldava o discernimento e o obrigava a fazer muitas faltas está a ser racionalizada, ainda bem!
    O Bruma a cada jogo que passa, ganha cabedal e jogo!
    Está agora a trabalhar o André Martins (tem que ganhar consistência) e ainda vai pegar no Adrien e fazer dele o jogador que foi na Académica.
    Espero também que consiga fazer do Carrillo o que promete ser; uma estrela!
    Hoje o nosso plantel vale bem mais do que valia quando ele chegou, a equipa joga muito melhor do que quando ele chegou, os putos têm uma confiança que não tinham e mais importante sentem-se resguardados por uma figura de autoridade.
    Para lutar pelo título a priori , não acho que seja a pessoa indicada. Mas para pegar na base que já temos, fazê-la crescer ensinando os princípios que uma grande equipa deve ter, não vejo em Portugal neste momento ninguém melhor!!!! E mais acredito, que com uma pré-época para o ano podemos ter surpresas, porque como já foi dito pelo Cherba, este putos estão a fazer uma aprendizagem rápida por força das circunstâncias, estão a queimar etapas e isso vai fazer deles homens mais depressa.
    Para concluir, não acho a personagem simpática, mas ele tem sabido potenciar os recursos que recebeu!
    E digam lá se não é isso que se pede a um treinador de uma equipa tão jovem?
    Saudações Leoninas

    • Caro Miguelavz,

      Lendo o seu post, começo a acreditar que não tenho visto os mesmos jogos do SCP…

      Antes de mais, não nos vamos esquecer que o Juju só começou a jogar com os miúdos quando foi obrigado a isso… E o facto deles jogarem e melhorarem de jogo para jogo deve-se (a meu ver) mais à qualidade dos mesmos do que propriamente a alguma “poção mágica” do Juju…

      Quanto às exibições do SCP, as mesmas têm deixado algo (muito) a desejar.
      Com o Braga, valeu-nos a tremenda exibição do Volkswagen (jogador que, aliás, o Juju tinha já “queimado” publicamente!), sem a qual não venceríamos.
      Com o Moreirense, foi espantosa a equipe que o Juju fez alinhar (já se falou ad nauseam do Rojo, do Dier, do Lopes, etc.), num jogo em que era imperativo fazer uma exibição personalizada para de seguida jogarmos com os Milhafres (resultado: contra uma equipe medíocre como o Moreirense acabamos com o credo na boca!)

      A defesa não anda lá essas coisas (e o nosso melhor defesa a jogar no meio-campo!), e ainda falta MUITO trabalho para colocar o Labyad e o Bruma a render o que podem (gira a invenção do Juju de colocar o Bruma e o Capel nas alas erradas!).

      Naturalmente as três vitórias seguidas do SCP enchem-nos de alegria. Mas dissecando adequadamente os jogos verifica-se que nem o SCP anda a jogar grande coisa, como o Juju acumula erros atrás de erros (pelo menos na minha opinião).

      Quanto ao que alguns Cacifeiros dizem de o Juju poder ser o tal “3º elemento”… Por que raio haveriamos de querer o Juju nessa posição, quando (i) temos o Inácio e o Virgílio (ii) o Juju nunca fez carreira nesse cargo (iii) a única vez que foi convidado a fazer de imediato “queimou” o treinador?

      SL

      • Acho que vimos os mesmos jogos e que até temos em algumas opiniões em comum, o seu desacordo é que me parece mais resultado da sua antipatia pelo Jesualdo do que outra coisa.
        Eu nunca disse que jogámos bem, disse tão somente que jogamos melhor do que em qualquer altura da época, o que é completamente diferente e isso é incontestável.
        Concordo que o Labyad ainda não mostrou nada, que o Bruma ainda pode ser mais efectivo.
        Concordo também com o reparo às invenções, Rojo, Miguel Lopes e Dier (no meio campo)
        Também concordo que a aposta na juventude não é uma questão de estratégia, mas resulta de não ter alternativa, o que não invalida o aproveitamento potencial existente.
        O exemplo mais evidente é o Cedric, cujo rendimento antes e depois Juju é diametralmente oposto.
        O Juju não é um treinador que ponha as equipas a jogar um futebol espectacular, mas será que temos neste momento potencial para mais?
        Insisto nesta ideia: A equipa joga melhor, porque há mais organização, os jogadores sabem melhor o que fazer em campo, consequencia óbvia de melhor qualidade de treino.
        A juventude da equipa precisa de quem os ensine a evoluir e insisto que neste momento a low cost, sendo uma aposta segura não vejo mais ninguém.

        Saudações leoninas

    • No fundo, ainda tenho uma réstea de esperança que a irracionalidade do posicionamento do Dier (até pelo buraco que deixa e que não é preenchido satisfatoriamente pelo Rojo ou pelo Bolodearroz) tenha a ver com o processo de “domesticação” (para usar a expressão do Miguelavz) do Rinaudo, dispensando-o de querer estar em todo lado, e que (se não for tarde de mais) o Dier volte para o lado do Ilori.

      Menos esperança tenho que a invenção do JF na ETAR (é certo que vai inventar qq coisa) seja devolver Dier ao centro da defesa, mas a esperança é a última coisa a morrer (e o Schaars já voltou…)

  42. Se o Juju não ficar, para mim o melhor treinador portuguès que temos a seguir a JJ é o Marco Silva.

    Está a impressionar-me bastante. É mais sagaz que o Paulo Fonseca.

    Até na dinâmica que equipa mostra e joga um futebol alegre, para a frente.

    Esse sim merece treinar uma equipa grande. Atenção ao Marco Silva é o futuro JJ!

      • Confesso…tbm fiquei sem perceber,se falas no Steven ou de outro.O Steven é uma preferência minha(uma das),tem feito um excelente campeonato,fácilmente identificado na tabela classificativa.

      • Penso que o Sporting sairía mais a ganhar com o Steven do que com o Roberge,o Steven é mais possante,muito mais ofensivo e é goleador não esquecer.
        No nosso plantel para a próxima temporada deveremos ter apenas 3 centrais fixos,Dier,Ilori mais o tal central experiente que espero que o Sporting contrate,por isto mesmo apenas vejo lugar para mais um(Steven Vitória).
        O 4º central passava pelo Fokobo e pelo regresso do Nuno Reis que em principio serviam as 2 equipas(A e B).
        Porque não o Fokobo no lugar do Dier,a jogar ao lado do Rinaudo ou em seu detrimento,poderia ser uma boa alternativa.

  43. Diz acima o Leão à solta sobre o Bielsa:

    Eu quero é um treinador de jeito caralho. Bielsa já! Vinha encontrar condições parecidas às do Bilbao e já está habituado.
    Recordo que o ano passado levou o Bilbao à final da Liga Europa e à final da Taça do Rei.

    O “treinador de jeito caralho Bielsa já”,
    o montanha russa,
    tem este ano até ao momento a equipa assim:

    jogos
    30
    vitórias
    10
    empates
    5
    derrotas
    14

    golos marcados 33
    golos sofridos 55

    33% de vitórias, 46% de derrotas

    que compara com a pior época de sempre do Sporting CP!!!
    32% de vitórias, 32% de derrotas

    Queria ver este homem por volta de janeiro de 2014 no estádo de Alvalade depois de 2 derrotas e 1 empate seguido, a lutar pela europa, a ver o que acontecia ao projecto BdC

  44. qual bielsa qual caralho. temos lá condições para entrerrar 3 ou 4 milhões num gajo desses! é que o gajo não viria sozinho, 2 ou 3 adjuntos acompanhariam o gajo e não era de graça de certeza. além de que o bielsa é sobrevalorizado. é bom treinador, mas daí a ser a máquina que alguns dizem ainda vai longe. e no bilbau, depois duma época bastante boa, a equipa está na merda em que está e o gajo já se incompatibilizou com a malta toda.

    não sou fã do jesualdo, mas a sua manutenção era o melhor que nos podia acontecer. o mourinho é impossível, o jesus também, por isso mais vale agarramo-nos ao que temos, que está a trabalhar bem, do que andar a inventar e a estoirar guito noutro gajo.

    nem quero voltar a cair nos erros de apostar em gajos sem bagagem para o sporting, como paulos fonsecas. este sporting, na instabilidade que está, precisa dum gajo conhecedor, que traga estabilidade aos putos e apazigue os adeptos: o jesualdo está a consegui-lo.

    não digo que o paulo fonseca não possa vir a ser um grande treinador, mas acho que para já não justifica o risco. o paulo sérgio também tinha um bom histórico em equipas mais pequenas (subiu duas vezes seguidas o santa clara, acho eu) e foi o que se viu.

    arriscar por arriscar, antes fosse no rui faria, mas esse não desce do pedestal mourinho

    • É isto.
      Mas o facto é que JF não foi escolhido por BdC. E, das duas uma, ou não chega ao 5º lugar e à liga europa e não pode ficar – é difícil justificar como é que o recém eleito presidente mantém na equipa uma herança do passado (GL), que não consegue o seu objectivo, ou chegamos à europa e é preciso ver se o JF quer ficar com uma nova estrutura em que não manda, em que não é o “manager” função para que foi convidado.

      Do ponto de vista de BdC faria sentido um novo treinador, um que fosse “seu”. Um treinador escolhido pelo presidente que rompe com o passado.
      Daí a minha ideia de apostar em Rui Faria.

  45. Eu acho muita piada(ou talvez não), quando dizem que o jesualdo só apostou nos jovens por que teve que ser, acho isso completamente estúpido, porque se ele, ou qualquer outro treinador tivesse efetivamente bons jogadores e com experiência, decerteza que apostaria muito mais nesses tais jogadores porque dariam mais segurança à equipa.
    Vesse o caso do (grande) Mourinho que no Real quase não aposta nos jovens, isso é uma coisa clara como a água.
    Para além disso desvalorizar o trabalho do Jesualdo (referido em alguns comentários atrás9 é completamente estúpido. Gostaria de ver que treinador teria bolas sufecientes para pegar numa equipa neste estado e sabedoria para a mete – la a jogar como está.
    Por isso calem-se com os Bielsa’s e etcs. Jesualdo4ever
    SL

  46. amigo cerba, eu sei e constasse por aqui que o Bruno Alves será nosso central na próxima época… capitão América Bruno Alves mais Dier e Ilori penso que estaríamos bem servidos! mas esperemos até que isto seja confirmado pois eu sei que o homem que regressar a Portugal e disseram que o Bruno tem uma costela Sportinguista e foi dito pelo pai dele. mas como não fui eu que ouvi vale o que vale

  47. Se não formos a Europa esta época, que e o mais provável , vão continuar a achar que Jesualdo deve continuar ? Pois e, esta e que e a pergunta fundamental. E estão mesmo preparados para o ano nao termos maior ambição do que chegar ao terceiro lugar ? Se responderem a ambas sim, então Jesualdo e sem duvida o melhor que podemos ter. Porque nem bielsas nem advocaats pegam no scp e o colocam a lutar pelo título. Porque para lutar pelo título teríamos que ter planteis idênticos aos dos nossos adversários e isso nao vai acontecer. Eu quero que Jesualdo continue e tenho consciência que apesar de mais perto o mais certo e nao conseguirmos ir a liga Europa. Jesualdo vai ser símbolo de estabilidade, organização algo fundamental para se fazer alguma coisa. E tem que ser defendido pele direcção. E a direcção tem que baixar as expecatativas dos adeptos senão a primeira derrota o treinador vai ser o pior do mundo. Estará a direcção preparada ?

  48. Nao percebo uma coisa.

    Há alguma Direccao honesta que neste momento seja capaz de prometer, para 2013/2014, mais do que a luta pelo 3o lugar e por uma distancia pontual condigna de Porto e Benfica?

    Para isso chega o Jesualdo. Nao andarás abaixo do 4o lugar com ele e com estes jogadores (mais 2 ou 3 valores seguros tipo Ghilas – nao há dinheiro para melhor).

    Numa perspectiva de futuro? Jesualdo nunca será o treinador que vai fazer um milagre com poucos recursos e ganhar um campeonato com os putos.

    Mas também tenho sérias dúvidas que um estrangeiro que chegue nao faca, em 2013/2014, pior do que o Jesualdo pode. A questao (tal como no caso do Domingos) está em saber se

    (a) os adeptos conseguem aguentar mais um ano mau (mas esperancosamente nao tao mau como este)
    (b) a Direccao e a “máquina” se conseguem organizar para blindar o treinador em caso de maus resultados
    (c) há uma estratégia de longo prazo – da qual uma pessoa com a idade de Jesualdo nunca poderá fazer parte – do género ficar nos 3 primeiros durante 2013/2014, 2014/2015 e só em 2015/2016 tentar o relancamento para mais altos voos, sempre com o mesmo treinador que tem que ser uma aposta clara e segura da Direccao aconteca o que acontecer (desde que os objectivos sejam minimamente cumpridos).

    É isto que tem que se decidir no Sporting. Os adeptos vao assobiar, vao ficar insatisfeitos, vao mandar postas de pescada (foda-se, passei-me quando ouvi assobios no jogo contra o Moreirense numa fase em que a equipa estava a controlar a posse de bola e, pacientemente, à procura de espaco para entrar no bloco adversário! Adeptos de merda, é o que nós somos!! Somos capazes de dizer que o Barcelona joga muita bem mas depois quando a equipa tenta circular a bola para quebrar o bloco do Moreirense durante mais do que 25 segundos passa-se tudo dos carretos!!).

    Mas a Direccao é que tem que ter um plano e uma estratégia. Eu nao tenho dúvidas que o Domingos podia estar este ano bem próximo dos dois primeiros classificados (e em 2013/2014 na luta pelo título). SE o tivessem blindado, SE o tivessem ajudado a segurar o balneário e SE acreditassem inequivocamente no seu trabalho.

    SL

  49. Confesso que a aposta em jovens treinadores já me deixou traumatizado mas tive que ir conhecer um pouco mais o trabalho do Paulo Fonseca do Paços de Ferreira. É que levar o Paços à champions é obra.

    Ficam aqui os links, das equipas que orientou e da classificação final

    07/08 – 1º Dezembro:
    http://www.zerozero.pt/edicao.php?id_edicao=1652

    08/09 – Odivelas:
    http://www.zerozero.pt/edicao.php?id_edicao=2367

    09/10 – Pinhalnovense
    http://www.zerozero.pt/edicao.php?id_edicao=9351

    10/11 – Pinhalnovense
    http://www.zerozero.pt/edicao.php?id_edicao=15965

    11/12 – Desportivo das Aves
    http://www.zerozero.pt/edicao.php?id_edicao=22950

    Tem tido um trajecto muito interessante.

  50. O minguinhos nem dois meses aguentou na Corunha!

    E agora que bazou já se começa a ganhar jogos por lá…

    Por falar em Corunha e já que vamos perder o Ricky graças ao pq. godo, parece que por lá habita outro Riki. Por sinal bem bom!

    E está em fim de contracto…

    Parece-me ser uma bela solução e já agora REALISTA!

  51. Mourinho não vem para o Sporting, pois não? Jesus ganha 4 milhões por ano… Portanto, fiquemos com o Jesualdo. E não falem de Fonseca ou Marco Silva, já bastou o Paulo Sérgio.

    • O Marco só tem 2 épocas como treinador.

      Na anterior foi Campeão da 2ª divisão trazendo o Estoril à 1ª Liga.

      Nesta época está em 5º lugar sendo que o Estoril é o 3º melhor ataque do campeonato com 39 golos “so far”.

      Tem uma média de 1.56 golos por jogo.

      É treinador de equipa grande! Joga ao ataque. É o novo JJ.

      Basta ver o bom futebol que o Estoril pratica.

      Será mais um que lamentaremos ter perdido depois de Mourinho e Vilas Boas…

      Se achas que isto não é relevante vou ali e já volto…

      • Um gajo que só tem 2 épocas como treinador é demasiado “verde” (passe a piadinha!) para pegar numa equipa
        – cheia de jovens inexperiente que, precisamente por serem jovens, volta e meia teem paragens cerebrais (o Ilori, que se está a fazer um excelente central, tem uma a cada dois jogos!)
        – onde vai ter cascas de banana à espreita a cada semana,
        – arbitragens manhosas assim que a sua equipa comecar a jogar algum futebol que se veja
        – e SOBRETUDO uma casta de notáveis que estao a esfregar as maos à espera que o Sporting perca jogos para virem dizer que “a nova Direccao é uma merda tipo Vale a Azevedo e que temos de voltar ao croquete senao o Sporting acaba”.

        O Jesualdo, sendo velho sabujo nestas andancas, parece-me ganhar pontos à grande neste capítulo. A experiencia neste contexto pode ser mais útil do que um incremento (que nunca será gigantesco a menos que venha o Mourinho, o JJ ou o Guardiola) em competencia.

  52. Resumindo,
    Jesus é que era, mas não há condições
    Bielsa é que era, mas mais vale não arriscar
    Jardim é que era, mas já está no FCP
    Paulo Marco Fonseca da Silva é que eram, mas outro Serge, não obrigado
    Rui Faria, é que era, humm…!?, quem?

    Mais vale ficarmos com Jesualdo, mas se não ficarmos em 5º, talvez não….

  53. Será assim tão dificil de perceber que o treinador não tem assim tanta influência no resultado final? o que faz a diferença e o que sempre fará, é a estrutura que está montada no clube, e nesse ponto parece que finalmente estamos no bom caminho. Falam do Bielsa ( o Peseiro argentino) e do JJ que só se tornou bom treinador depois de gastar mais de 200 milhões em contratações nos porcos (assim também eu) e do Paulo fonseca?? O que têm em comum Paulo Fonseca, José Mota e Paulo Sérgio? Foram todos lançados numa estrutura humilde e com escassos recursos, mas muito organizada e trabalhadora como é o Paços. O segredo passa por aí, fazer mais e melhor com menos dinheiro, se o Braga conseguiu ir á final da Uefa e ombrear com os grandes até ao final do campeonato, com um orçamento na ordem dos 10 milhões e sem recorrer praticamente a gastos nas contratações, então nós, com outros recursos, podemos e devemos fazer muito melhor. Não podemos é ter destabilizadores e liricos a pedirem treinadores X, Y ou Z que não é isso que neste momento vai fazer a diferença. Ainda agora saimos da Lama, deixem lá o Bdc e o Staff trabalhar em paz, sem filosofos, liricos e afins.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s