hoje escreves tu: O Fabuloso Destino do Avô Juju

Quarta-feira, dia de «hoje escreves tu» (apesar do brinde, na segunda-feira). Já se sabe que a temática divide opiniões e, até por isso, é bom que o texto seja publicado sem influência do que possa vir a passar-se no domingo à noite.

 

O Fabuloso Destino do Avô Juju, by lmc

Era uma vez… Ok, não vou por este caminho ou a maioria dos que estão a ler vão desde já perder o interesse, nem eu tenho  jeitinho nenhum para escrever “estórias”.
Mas tendo em conta a longa carreira de Jesualdo bem podia começar assim…
Nesta altura discute-se muito se ele deve ou não continuar a treinar o Sporting na próxima época, eu não tenho a mais pequena dúvida se deve ou não, mas vou tentar explicar porquê.

Em primeiro lugar gostava de dizer que nunca fui grande admirador do professor, acho que o seu competente trabalho no Braga deveu-se em muito há boa estrutura que o clube lhe oferecia (fez um trabalho idêntico a Jesus e Leonardo Jardim e inferior a Domingos), no Porto ganhar três campeonatos não é nada de especial bem sabemos, a “máquina” que existe naquele clube faz com que até o Victor Pereira seja campeão, e quanto ao seu trabalho no estrangeiro foi fraquinho, mostrou que cá dentro faz melhor.
Mas destacando aquilo de que gosto nele, lembro-me sempre que jogadores como Fernando e Hulk, são hoje o que são, graças a ele, logo por aí acho que se desmonta a teoria que ele não sabe trabalhar com jovens e fazê-los crescer etc.

No seu quarto e último de Porto não foi campeão porque o seu ciclo claramente já tinha terminado na época anterior com a conquista do Tri, e nem o sempre astuto Pinto da Costa percebeu isso e renovou-lhe contrato, ele como não tinha melhor para onde ir, obviamente aceitou.
Na sua passagem pelo Málaga podia ter feito melhor é verdade, mas o clube não tinha os jogadores que contratou no ano seguinte dando a Pellegrini outros ovos para fazer a omelete que se conhece. No Panathinaikos foi igualmente mau, mas por aquelas bandas o campeonato também está viciado a favor do Olimpyakos, por isso não valorizo muito os seus resultados por onde passou, se é que me entendem.

Em relação ao Sporting e aproveitando aquela expressão chavão dos ” fins de ciclo”, deixo para vocês a seguinte retorica: Conseguem imaginar o Sporting na próxima época melhor do que é agora? Com fio de jogo mais definido do que agora? Com exibições mais consistentes do que agora? E estando mais perto de vencer todos os seus jogos?
E em relação aos jogadores: Será que conseguem imaginá-los a crescer com este treinador? A tornarem-se mais maduros e completos tacticamente (já que em relação a técnica ou se tem ou não)? Acham que eles daqui a um ano estarão valorizados de formam a que os seus passes possam ser vendidos por valores interessantes? Olhando para os jogadores que vão ser a espinha dorsal da equipa (Rinaudo, Dier, Ilory, Bruma, Zezinho, Labyad) conseguimos imagina-los noutro patamar?

Se a vossa resposta a estas questões for positiva, mesmo que não gostem muito do professor (tal como eu), concordam que ele deve continuar. Porque o ciclo dele no clube e com este grupo ainda mal começou, logo não pode estar já acabado.
Olhando para a participação do professor no crescimento do Braga, e no Tri do Porto nunca o vi tão feliz como o vejo em Alvalade a ensinar os miúdos, e a festejar os golos e as vitórias com tanta intensidade, é por isso que acho que mesmo sendo sexagenário ele está a ter um rejuvenescimento, naquele que me parece ser o momento mais feliz e mais entusiasmante da sua carreira, tendo pela frente a oportunidade fantástica de fazer renascer o Sporting (não das cinzas, mas dos cacos) voltando a levar-nos para o topo, onde devíamos, perdão, devemos estar.»

216 thoughts on “hoje escreves tu: O Fabuloso Destino do Avô Juju

  1. É um treinador português que conhece o campeonato e tem vícios do mesmo, excessiva retranca e pouco golpe de asa.

    Mas não vejo alternativa no momento pelo que se conseguir a Europa deve ficar.

    Claro que a expectativa para o ano que vem é a champions e o terceiro lugar, algo mais do que isto será um bónus.

    Portanto na minha opinião Juju só deve ficar, se conseguir a Europa, pois o fato de os jogadores atingirem um objectivo com ele só reforça a sua união.

    Caso não consiga a Europa ficaram cicatrizes que serão muito difíceis de disfarçar.

    SL Sempre

  2. Confesso que me revejo nesta posição… Desde o Paulo Bento (uma excepção, que confirma a regra, de que apostar nas “promessas” dá merda, pelo menos num clube desestruturado como o nosso) que não tínhamos um treinador de futebol… Couceiro, o forcado, o enterra equipas, Sá (gosto mt do jogador e do adepto) e Vercauteren fazem com que o Juju pareça um Deus do futebol!… Mesmo que se ache que tem defeitos, como eu acho, pelo menos percebe minimamente de bola…

    PS – Deixei o Domingos de fora porque com outra direcção penso que teria dado outros resultados…

    • Paulo Bento treinador? Desde quando? Horriveis 4 anos de futebol previsivel. Nem p/ seleccionador (q a meu ver é + de acordo c/ o seu carácter) ele é grande espingarda. Parece-me q o Paulo Bento é uma pessoa 5* mas isso não faz dele um excelente, nem sequer um bom, treinador!
      O Sporting não tem um treinador de indiscutivelmente bom desde o Bobby Robson. Essa é q é a verdade!!

      O Jesualdo, sem me encher as medidas, é o melhor q tivemos nos últimos 10 anos!
      Tendo em conta as circunstâncias sou a favor q fique + 1 ano, a menos q consigamos ir buscar um craque (Bielsa, O’Neill, etc.). Mas como não acredito o melhor é preparar c/ calma a próxima época c/ o professor.

      • “O Sporting não tem um treinador de indiscutivelmente bom desde o Bobby Robson”.

        Inegávelmente…

      • Eu sei que nos dias que correm é suspeito falar-se nele, mas podemos dar algum crédito ao Inácio? (não falo no Boloni porque com Jardel, JVP e mais 9 marmotas qualquer um ganhava o campeonato).

        E não, não estou com isto a dizer que o Inácio será treinador…

        Quanto o P.Bento, para mim ficou marcado pelo excesso de pragmatismo que ditou a humilhação frente ao Bayern e que a instituição Sporting não merecia. PB never again…

  3. não ha muito a acrescentar,para quem entrou e apanhou uma equipa descrente, o conseguir unir a equipa é um feito e tem conseguido melhorar tacticamente alguns jogadores como por exemplo o Rinaudo.

  4. Concordo com a ideia do texto!

    Acho piada ao argumento só deve ficar se conseguir a Europa. Alguém tem dúvida que se Vercauteren continuasse (e portanto não entrasse Jesualdo) tavamos na luta pela manutenção?

    Jesualdo este ano mais do que provou a sua continuidade para o próximo ano. A equipa não tinha fio de jogo, ninguém sabia o que fazer em campo, não criavamos oportunidades de golo…enfim uma miséria!

    Os miudos tão a começar a ser valorizados, começámos a conquistar pontos e a ganhar jogos…agora que há competência que haja um pouco de estabilidade.

    (Manterei esta opinião independentemente do resultado da Luz, onde defrontaremos de longe a melhor equipa do campeonato)

    • Alguém tem dúvidas que fazer pior do que Vercauteren é difícil.

      Mantenho Jesualdo deve ficar se atingir a Europa caso não o consiga sinceramente acho que não deve ficar.

      Ganhamos jogos sim mas como é que ganhamos os dois últimos? Contra o Moreirense não era possível fazer melhor? Contra o Braga estivemos duas vezes em vantagem não era possível fazer melhor?

      Para o bem e mal Jesualdo é um típico treinador português. Conhece o campeonato e o estilo, é tipicamente defensivo e quando inventa geralmente são os centrais a subir para médios.

      O treinador que tive pena que fosse no final do campeonato até porque acho que podia fazer melhor foi Carvalhal e corremos com ele na mesma.

      SL

      • Onde se lê Vercauteren, pode também ler-se Sá Pinto ou Oceano. E atenção que a equipa não era esta. Tinhas Elias, Insua, Izmailov, Pranijc, Schaars a 100%.

        Mas pronto os adeptos são assim. Tenho a certeza que para o ano querem que esta equipa lute pela titulo. Não percebem o contexto em que a equipa está.

        Eu tb critico opções do Jesualdo (já o disse aqui que não gosto do Dier a médio, acho Rojo melhor que Joãozinho), não é isso que está em causa.

      • Concordo que é esse o estilo de JF (numa palavra: realista; e conhecedor; não sairá dali nada de propriamente “genial”, mas também génios há poucos, e a genialidade não anda sequer sempre de mão dada com o sucesso).

        Tenho as mesmas dúvidas do Matias, porém, que a sua permanência deva estar condicionada a uma classificação do Clube em 5º. Todos estamos de acordo que deveria ser o “mínimo tolerável”, e que não vamos sair desta época com algo de monta para recordar.
        Agora, pedir um 5º lugar na altura do campeonato em que JF entrou não é pedir pouco! É pedir que ganhe quase os jogos todos, com uma equipa que representa o desfalque de uma base já por si desfalcada e desequilibrada, com níveis anímicos nos mínimos, e níveis físicos resultantes das asneiras de outros que não ele.
        Ou seja, na analogia que muitos fazem com PB, é condicionar a sua permanência com um equivalente de título daquele (pois a equipa era muito melhor, orientada desde a pré-época por ele, em várias pré-épocas e épocas). Os 2ºs lugares de PB não são semelhantes a eventual um 5º lugar este ano de JF, são pior!

        Para mais, numa altura em que olhamos para Dortmund e sonhamos, creio que não nos devamos basear em classificações para avaliar o desempenho dos treinadores, mas sim de todos os outros factores que já foram sendo referidos e que não vou repetir.

        Quanto ao Carvalhal, já agora num aparte que faço questão de fazer, estou contigo de corpo e alma. Não devia nunca ter sido corrido, muito menos da forma que foi, e pelos motivos (?) que foram. Mas isso é mais a favor da minha tese sobre JF do que da tua.

        Quanto a Vercauteren (e também Oceano), não é justo, tal como não é justo relativamente a JF, responsabilizá-los pelo grosso dos erros técnicos que possamos apontar nesta equipa. Tal como não foram só erros técnicos que terão estado na origem deste descalabro.

        Por isso há que resistir à tentação de misturar tudo, pois as coisas já são complexos qb assim mesmo. Há que refazer o que está mal feito, fazer melhor o que está assim-assim, e deixar estar o que está bem.
        Sem precipitações. Porque não nos podemos dar ao luxo de desperdiçar o que quer que seja.

      • Se vamos falar de gente que não devia ter saido da forma como saiu, vem-me à ideia um nome que não desdenharia caso o Juju saia E TENDO EM CONTA O “PANORAMA ACTUAL”:

        FERNANDO SANTOS!

    • É isso tudo Matias!!!
      Neste momento somos nós os adeptos que temos que estabilizar!!! Temos que acreditar!!! temos que apoiar!!!
      Neste momento entendo este POST para reforçarmos barreiras em volta do nosso treinador e nos nossos miúdos!
      Assim vamos ganhar tudo a que nos propusermos a fazer!
      SÓ FAZ FALTA QUEM CÁ NÃO ESTÁ!!!

      Viva o Nosso Sporting Clube de Portugal!!!

  5. A permanência do Jesualdo depende única e exclusivamente dele. Acredito que o presidente tem o bom-senso de o querer manter, acredito que os adeptos mais cépticos preferem o professor do que outro tiro no escuro…só não sei se o Jesualdo terá a humildade para se manter apenas como treinador e, pior, ter que responder a alguém mais jovem e com menos experiência do que ele (Inácio).

    Para mim é uma questão de humildade. Se o professor perceber que há um projecto sufragado e legitimado pelos sócios onde o seu papel é o de treinador, porreiro. Se ele quiser fazer dessa questão um cavalo de batalha para não perder poder, a porta da rua é a serventia da casa.

    Mais importante do que manter Jesualdo é esta direcção ter liberdade para fazer o que prometeram aos sócios. E se o professor foi um entrave no processo, passa a ser factor de desestabilização. E nesse caso, deixa de ser uma mais-valia e terá, obviamente, de sair.

    • Há que ver os sinais, e acho que o abraço (claramente “provocado” pelo Jesualdo) entre o Jesualdo e o Inácio indicia que isso não será problema, e penso que o Jesualdo quis demonstrar isso mesmo “publicamente”.

      Penso que se ele não ficar não será por aí. O Bruno faz bem se demonstrar a intenção de o manter, até pelos sinais que isso dá quer para dentro do balneário quer para a massa adepta. A estabilidade é para manter, apesar de eu não ser grande fã do Jesualdo.

  6. Assino por baixo o teu Post. Começando por não ser uma grande fã do professor, o homem está a fazer um excelente trabalho e anda com uma cara de felicidade contagiante. Os jogadores estão com ele. Eu também. :)

  7. Concordo plenamente. Também nunca fui admirador do professor mas hoje em dia, dada a situacao do clube, o que ele sabe do futebol portugues, a motivacao que será treinar estes miúdos e acima de tudo a necessidade de estabilidade.

    Quanto à Europa, estou convencido que vamos lá chegar, a nao ser assim… Acho que neste capítulo o trabalho deve ser analisado consoante o que se passar até final do campeonato. Por muito que me custe, admito perder na lixeira mas os outros jogos temos que ganhar! (sim, como Sporting temos que exigir a vitória em todos os jogos, mas no actual panorama, será fudido ganhar às galinhas, mas vamos lá para isso!)

  8. Tal com muitos de vós, nunca fui admirador do Juju, sempre o achei um treinador médio com manias de ser de TOP. Posto isto, no dia em que assinou pelo SCP e que todos percebemos que seria treinador, mais cedo ou mais tarde, não foi um bom dia para mim.

    Já o disse diversas vezes que não vou a Alvalade enquanto o Juju estiver no banco, apesar de ter gamebox. Neste momento, já pondero voltar atrás nesta minha convicção e a razão é justamente aquilo que o lmc descreve: o nosso clube tem um fio de jogo, os miudos estão a crescer, Deus é já elogiado por todos, e os resultados têm vindo a melhorar.

    Continuo a achar uma perfeita anormalidade coisas como o Eric jogar a MC, o Rojo não se fixar a LE e a falta de atrevimento na composição da equipa na maior parte dos jogos. Contudo, a verdade é que o Juju é o melhor treinador que lá está, desde à muitos anos, e o seu trabalho está a dar frutos. Por essa razão, e sublinhando o referido já acima no post, e Juju aceitar ser meramente o treinador, e continuar na próxima epoca, irei dar o meu voto de confiança, renovar a box e voltar à nossa casa

    Seja com quem for no banco quero é vitórias.

  9. Bons treinadores portugueses:

    Jaime Pacheco (futebol com paixao, viril à boa maneira germanica, mentalidade ganhadora e nao vai em conversinhas de jornal).

    José Peseiro (futebol atrativo, sempre virado para o ataque ao estilo holandes. Ganhador mas, precisa incondicionalmente do apoio da estrutura).

    Manuel José ( também ele um ganhador, futebol atrativo sempre procurando o golo. Raposa velha. Bem portugues no futebol e no caractér. Sportinguista,
    emocionalmente pode ser menos bom).

    Por ultimo, Leonardo Jardim também ele sportinguista. É jovem tem e quer vencer. Fez bom trabalho por onde passou. Parece-me que o estádio de Alvalade estaria cheio em todos os jogos.

    Nao esquecer sem uma boa direccao (estrutura) nao há bom treinador.

    P.S. O outro bom e também ele sportinguista está por azar no Malfica. É a vida, é a profissao.

    O que é nosso (portugues) também é muito bom

    • Dos que dizes não concordo particularmente com:

      – Pacheco – o que chamas virilidade é mais brutalidade e no nosso Sporting – com os amigos que tem vestidos de preto – dava direito a 1/2 expulsões por jogo;

      – Peseiro – futebol definitivamente atractivo, já nos levou longe, mas não tem tomates para segurar um plantel (era ver o Rochenback a mandá-lo levar no cú) e parece-me que monta mal as equipas defensivamente;

      – Manuel José parece-me que já não está para aturar mais estas merdas que praqui se fazem… também nunca demonstrou nada por cá, para isso mantem-se o Juju

      – O Leonardo Jardim é o próprio presidente que não o quer – há que preservar a mulher! :D (kidding, não desgosto, ,mas parece-me mais uma “promessa” que no clube desta maneira não vingaria…)

      O JJ era bom demais, mas só se conseguissem fazer o chorado e um apelo ao coração do homem (que é mesmo doente pelo Sporting – nos estágios do merdas vê os jogos e celebra os golos em frente a todos!)

    • Noto ai o esquecimento do Fernando Santos.

      Acho que o homem merecia uma segunda hipotese no SCP depois da forma vergonhosa como saiu… Não deverá ser “caro” e parece-me uma solução interessante para o SCP e para ele, de forma a voltar a Portugal!

  10. Existe nesta questão uma premissa que é crucial na avaliação da eventual continuidade de JF: a base de entendimento com a atual estrutura diretiva. Como comentou Sá, e muito bem, uma estrutura com divergências importantes torna-se frágil.

    Cabe a JF definir se tem a confiança necessária para continuar o seu trabalho (já que os sinais dados por BdC têm sido no sentido de manter o Professor). Pessoalmente, tenho as minhas dúvidas (sobretudo por ter de existir necessariamente um esvaziar de competências nas funções abrangentes de JF e também por desconfiar da capacidade de coabitação de BdC , Inácio, Virgílio e JF.

    Depois, porque gosto muito do perfil de Leonardo Jardim e considerar que poderia ser um treinador com futuro em Alvalade.

  11. Acho que vamos precisar de paciência com os nossos miúdos, a paciência que nos faltou em tempos. Parece-me que os cabelos brancos do Ju vão ajudar no processo de crescimento deles e não podíamos arriscar nem um tiro no escuro nem trazer um treinador de renome e pedir-lhe que aturasse a nossa bipolaridade porque ela vai manifestar-se. Dito isto, não acho piada nenhuma ao Jesualdo mas acho que é o treinador de que precisamos neste momento e para o próximo ano.

  12. Concordo com o post…nao gosto do homem, mas parece-me que, com o que lhe foi oferecido, tem feito um bom trabalho e, mais importante que isso, parece-me que os jogadores estao com ele, o que e’ sempre um bom sinal.
    Por mim ficaria, embora tenha que confessar que a possibilidade do Leonardo Jardim poder assinar pelo Sporting tambem nao seja de desprezar.

  13. Meus amigos, o Sporting é uma manta de retalhos directiva, que vai demorar muito tempo remendar pelo BdC… basta ver como as “fugas de informação” saem cá para fora!…

    Sendo assim, o que o clube precisa é de um treinador feito (e que não seja asno, já agora)!!!! Miúdos é muito bonito, mas é quando entram num sítio que lhes dá todas as condições… Lamentavelmente, esse sítio não é o nosso amado Sporting!

  14. Eu não renovaria com o Jesualdo, mas , reconheço que está a fazer um Bom Trabalho.
    Não me parece justo comparar por exemplo o trabalho de Jesualdo com Vercautren como muitos dizem. Juju tem uma estrutura já com ele que se reflete já na mente dos jogadores.
    Neste momento sou mais a favor de um treinador jovem que traga a equipa mais pa frente. Acho que com Jesualdo o sporting nunca vai ganhar por 3/4 golos, e os jogadores precisam de sentir que são muito superiores .. aos adversários.

    • Como disse em cima também não me parece justo comprar o trabalho de Jesualdo com Vercauteren.

      O Vercauteren tinha Elias, Insuas, Izmailovs ou Pranijcs outro joga com Iloris, Diers, Brumas (e ainda bem!)…

      Ganhar por 3/4 golos…lol Um clube que teve quase a fechar portas. Fds!

      O pessoal fala no exemplo do Dortmund mas parece que querem já…a parte dos titulos e das goleadas!

  15. tragam o wenger mas é! com a matéria prima que temos e com ele a lapidar iamos praticar o futebol mais bonito da europa, ou um dos. o futebol do juju é uma miséria, só sou favor da continuidade pela estabilidade que tem dado a equipa e caso n conseguirmos trazer alguém significativamente melhor, o que é o mais provável.

  16. Não concordo nada com o que escreveste!!!

    Entendo que não é com este treinador que o Sporting vai voltar a praticar um futebol entusiasmante, e quanto à valorização de jogadores, deste dois ou três exemplos e… nada mais.

    Para mim o perfil do treinador leonino da próxima temporada tem que assumir que sem bom futebol não há publico no estádio.

    Eu ainda vou procurar um ‘post’ aqui d’O Cacifo de há algumas semanas atrás, em que se falava do Juju, para ver o que alguns disseram.

    Por mim, termina a temporada, agradece-se o esforço, e deseja-se boa sorte e que vá para outras paragens…

    Fodasssssss, andam aí treinadores que arriscam mais, e é isso que nós precisamos. A qualidade dos ‘putos’ fará o resto.

    Eu volto a referir o que já aqui venho dizendo há alguns anos a esta parte, o melhor futebol que o Sporting praticou foi quando jogava com 2 avançados (um mais posicional e outro mais móvel e técnico), e, tenho para mim que, enquanto o SCP não regressar à sua matriz de jogo não voltaremos a vencer nada. Estas merdas do 4-3-3 e do caralho que os fodam não me dizem nada.

    Quanto a mim bye bye Juju…

    • Mais,

      Foi o Juju que se insurgiu na imprensa (com indirectas) antes das eleições para com a Direcção que veio a sair vencedora das elições leoninas.

      Pelo que disse anteriormente, entendo que o Jesualdo não se encaixará no novo projecto leonino.

      SL

  17. Bom comentário, deixo a minha opinião, a mesma que deixei há uns dias atrás:

    “Bom tema, e parece-me que é o tempo certo para começar a discuti-lo!

    Nunca fui fã do Jesualdo, não gosto da postura arrogante e da postura de quem acha que sabe tudo.

    Reconheço-lhe profissionalismo e competência, por aquilo que todos sabemos, não é um treinador que tenha ganho um grande número de titulos, mas temos o exemplo de ter ajudado a criar uma grande base para o Sporting de braga, que é precisamente aquilo que precisamos actualmente.

    Jesualdo tem-se valido da sua experiência, como é o caso do Rinaudo, que tem evoluído bastante, e vai continuar a evoluir concerteza!

    Para mim, e assim queiram as partes envolvidas, seria de ficar com o Jesualdo por mais uma época e contactar um outro treinador para o suceder no final desse tempo (com contrato a assinar já e por mim seria o Paulo Fonseca do Paços de Ferreira) e preparar ao mesmo tempo a entrada de Jesualdo na estrutura de futebol. Acho importante que ele fique, tem experiência e percebe de futebol.”

    SL

  18. A minha opinião:

    Se for para construir uma equipa para lutar pelo título aceito uma aposta no Jesualdo;

    Se for uma equipa sem dinheiro, à base da formação, apenas para lutar pela champions, defendo que jesualdo deve sair.
    Pelo seguinte motivo: com um treinador defensivo, conservador, tal como ele se tem comportado no nosso clube (e grosso modo noutros), na próxima época, findo o primeiro terço, já estaremos arredados das lutas e a jogar um futebol sem brilho, os adeptos já estarão desanimados. Depois, poucos adeptos no estádio, desânimo, etc

    Se é para apostar numa equipa jovem, barata, etc., precisamos de um treinador que meta a equipa a praticarrr um futebol bonito, ofensivo. Para dar gosto ir ao estádio mesmo que não andemos a lutar pelo ´título.

  19. Bem eu concordo com a maioria do texto, apesar de tambem não ser fã do JF há que lhe dar o mérito pela enorme evolução do futebol práticado pelo Sporting. A questão que se prende é:

    E Jesualdo quer ficar no Sporting? Acho que está tudo nas mãos dele, porque caso ele queira acredito que BdC fique com ele.

    Não acredito em planeta nenhum que Bielsa venha para o Sporting, meus caros não há dinheiro não há palhaços.

    Já falaram num nome que por acaso gostaria de ver treinar o Sporting: Marco Silva, do Estoril. Mas tem um problema porque é uma aposta arriscada e pode vir a ser um Paulo Sergio. Paulo Fonseca é a mesma coisa, e penso que este já tem ida para o Braga.

    Até ao fim da época JF é o nosso treinador, depois disso veremos.

    • A ser verdade que Paulo Fonseca vai para o Braga, isso significa que Peseiro fica livre. Eu sei, eu sei, Peseiro é um pé frio (pode ser que tenha “desenguiçado” com esta vitória na taça da Liga…) mas que põem as suas equipas a jogar um futebol atrativo. Como acho que nos próximos anos ninguém vai obrigar a que se ganhe o título de campeão (não vamos, pois não??!) seria bom ver esta malta jovem jogar futebol a sério.

      Digo eu, mas sei lá, o que quero é que o Sporting volte a ser respeitado. Isto para já, daqui por uns 4/6 anos discutir o título taco a taco!

      • Peseiro já nos deus muitas alegrias, mas tambem deu das maiores tristezas que me lembro. Perdemos campeonato e a UEFA com ele o principal culpado. É verdade que praticamos um futebol lindo de se ver, mas ele não tem mão na equipa quando algo corre mal. Nos momentos importantes ele falha e bastante portanto não me agrada a ideia.

      • Enquanto me lembrar da derrota na final da UEFA em casa (o dia mais triste da minha vida sportinguista), do Rochemback a mandá-lo “tomar no cu” e do Polga a recusar-se jogar o último jogo por não ter “condições psicológicas”, quero o Peseiro bem longe de Alvalade…

      • Não foi pelo Peseiro que o Polga não quis jogar, mas sim pelo Ribeiro Telles que andava há muito tempo a minar o balneário. Sempre houve gente dentro do Sporting a querer o mal do clube.

      • No Sporting o Peseiro pareceu-me um excelente treinador mas um mau estratega. Da metodologia de treino, no dia-a-dia, para meter uma equipa a jogar futebol, bom futebol mesmo ,a roçar o espectáculo, via-se que o gajo percebia, quiçá como poucos. Já comandar uma equipa durante os 90 minutos, compreender o que está a passar e fazer aquilo que o jogo exige.. a mim, aquele ar de assustado ao ver as jogadas de perigo, muito próximo do pânico, e ajeitar do nó da gravata a cada dois segundos, dizia-me que que não tinha a serenidade para compreender, decidir e alterar um jogo ao vivo. Uma das tarefas principais de um treinador.

        No Sporting faltou-lhe um bocado de mania à mourinho. De sentar-se no banco tranquilo e confiante com a pose “sei o que o treinei e mandei fazer durante a semana, e que isso aumenta muito as hipóteses de ganhar o jogo. Era o que faltavam se eles não cumprissem o plano”.

        Claro, para ter esta atitude é preciso estar disposto a fazer algo mais do que simplesmente ignorar um gajo se ele nos berrar “vai tomar no…” ao ser substituído.

        Não sei se é do feito dele ou da equipa directiva que tínhamos, provavalmente as duas coisas, mas ele foi comido vivo pelo balneário.

        E ainda assim, esteve à beira de ganhar quase tudo. Ninguém reparou que por causa de meros detalhes, esteve perto de fazer aquilo que o Mourinho tinha feito dois anos antes. Chegar a um grande, ver, ser campeão e ganhar a taça UEFA. Pese os seus defeitos, a verdade é que a imprensa e os adeptos foram muito injustos com o Peseiro.

        Mas para a história ficará que o verdadeiro injustiçado foi o consequente Paulo Bento e o seu losango miserável.

      • Diogo, de qualquer das formas, penso que uma das principais competências de um treinador deve ser gerir o balneário, gerir homens. Neste capítulo, o Peseiro sempre foi fraquíssimo. Nunca foi capaz de se fazer respeitar – o que penso que é uma coisa básica. Quando um jogador o manda tomar no cu, está tudo dito. E penso que também foi com ele que o Liedson chegou atrasado das férias de Natal (sem autorização do clube, entenda-se) e foi titular no jogo seguinte, sem pagar pelo seu acto. Estas coisas instauram uma falta de autoridade e de respeito que, progressivamente, vão tornando insustentável a permanência do técnico, por mais atractivo que seja o futebol praticado pela sua equipa.

      • Isso do Rochemback é um argumento que dou pouco relevo. Balloteli fez algo parecido com Mourinho e ninguém questiona a sua autoridade. Além do mais isso foi há anos, acredito que agora Peseiro terá outra estaleca. E não nos podemos esquecer que agora temos uma direcção a sério, e os jogadores sentem essas merdas…

        Mas eu não estou aqui para defender o Peseiro, apenas acho que se ele estiver livre seria uma hipótese interessante.

  20. Parabéns pelo texto!
    Na minha opinião, tendo em conta a restruturação do Sporting, não vejo que faça muito sentido pensar num treinador de top, com tudo o que isso acarreta… mais dinheiro, outro tipo de plantel, outros objectivos, etc. Não tenho duvidas que a decisão será em grande parte do JF, se aceitar rever o seu contrato…
    Eu gostava muito de ver o Bielsa sentado naquele banco, mas com esta realidade não me parece…

  21. Lembro-vos a todos de um simples facto: Durante boa parte desta época a equipa não existiu. Compareciam aos jogos 11 individuos que estavam para ali hora e meia a envergonhar-nos, a nós e a eles próprios. Ver aquilo dava vontade de chorar. Foi absolutamente inimaginável.

    Posto isto, não me parece minimamente razoável exigir seja o que for, chame-se Jesualdo ou Zé dos Anzóis, ao treinador. Assim como não faz sentido mandar alguém embora porque inventou um médio ou um central ou o que quer que seja. Todos, mas todos, inventam.

    Pegando nas palavras do lmc:a “estrutura” (referindo-se ao Braga), a “máquina” (referindo-se ao Porto) tem de ser montada aqui e a palavra “Jesualdo” perde a importância que lhe estão a dar. O treinador tem que ser mais um da “Nossa Máquina” e certamente que com mais médio aqui ou ali voltaremos a ser, pelo menos, o que fomos.

    SL

  22. lmc, eu sei que é só retórica, mas vou tentar responder-te:

    Conseguem imaginar o Sporting na próxima época melhor do que é agora?

    Pior já não é possível imaginar, porque o vivemos há não muito tempo. Seria um mero exercício de recordar o passado recente…

    Com fio de jogo mais definido do que agora? Com exibições mais consistentes do que agora?

    É verdade que estamos agora a jogar melhor, mas isso só confere ao prof o discutivel mérito de ser o primeiro treinador “a sério” depois de uma sequência de “não-treinadores”. Qualquer Pal’Serge ou Carvalhal (ou até quem sabe qualquer Peyroteo, cruzes!), com um mínimo de experiência nestas lides de treinador faria o mesmo vistaço ao pegar numa equipa esfrangalhada, como a nossa foi pelo Sá (com toda a sua boa-vontade) e pelo Franky “Agarrado”.

    E estando mais perto de vencer todos os seus jogos?

    É discutível. Agora estamos numa boa sequencia (que com certeza terá continuidade no próximo Domingo). Mas no Rio Ave era para vencer, no Estoril era para vencer, na Académica era para vencer… Estes três jogos (principalmente os dois primeiros), já na vigência do prof, bem que nos poderão custar o 5º lugar. Por outro lado, quanto dessa fraca prestação se deveu à liderança (ou falta dela) do eng.godinho?… E quanto ao nítido incremento tanto em vitórias como em atitude, quanto é que se deve a um Sporting renovado pós-eleições?

    Não me parece que haja informação suficiente para concluir que o prof tenha sido absolutamente determinante tanto nas fracas exibições e maus resultados antes das eleições como na melhoria que se verificou nestes dois últimos jogos.

    E em relação aos jogadores

    Bom, aí então é que as dúvidas são mais que muitas. Ilustro com dois casos paradigmáticos:

    — Fito “Dios” Rinaudo: Notou-se que com o prof tem evoluido exponencialmente. O prof conseguiu que Deus se tornásse ainda mais omnipresente…

    — Eric Dier: Não, não, não e NÃO!! O Dier *NÃO* é médio, nunca jamais!! Será “só” o nosso melhor central, mas só o vamos descobrir se o prof deixa-lo jogar a central (de inicio, sem ser a emendar a mão a meio do jogo, em desespero de causa).

    Depois há os casos do Lopes à esquerda quando o Rojo é lateral de raiz, insistir no Adrien quando este o que precisava era dar uma voltinha na “B”… Enfim, mais uma vez, parece-me que não temos informação suficiente para dizer que o prof tem sido e será uma peça chave na evolução dos jogadores.

    Se a vossa resposta a estas questões for positiva

    Se o prof deixar de inventar… se jogar sempre para ganhar, em qualquer campo… se…
    Muitos “ses”. Para já a minha resposta é “nim”.

    Chegar ao 5º lugar vai ser mesmo muito dificil. Mas não é impossível! Se o prof conseguir, estarei de acordo que grande parte do mérito será indiscutivelmente dele e nada terei a opor se renovar, assumindo que se entregará de corpo e alma ao projecto e à filosofia que o Presidente pretende implementar.

    Se não conseguirmos o 5º lugar, pelo menos em parte será por culpa do prof (vide os referidos jogos no Rio Ave e Estoril), e não me parece que faça muito sentido mante-lo por cá.

    Portanto, de um ponto de vista puramente numérico, a probabilidade do prof ficar é baixa, mas não é zero.

  23. Não gosto do Juju, nunca gostei. O trabalho dele é mau na melhor das possibilidades, tirando os corruptos da fruta (que todos sabemos porque ganham). Tem fama porque tem boa imprensa, só isso.

    No Sporting não tem feito um péssimo trabalho, aceito isso, mas a razão para tal é que era impossível fazer pior que os que lá estiverem antes dele. Simplesmente isso. O Sporting continua a não jogar um bacalhau, não se iludam. O Sporting continua a ter quase todos os problemas que tinha antes dele vir. Continua a não haver fio de jogo, continua a sofreguidão nas bolas paradas, etc, etc. O único facto realmente novo é ter pegado no melhor central que temos e querer fazer dele médio centro…

    Por mim só deve ficar até ao fim da época, independentemente de se qualificar ou não para a a liga Europa. Depois vai à vida dele… talvez para Braga, já que se fez tanto ao tacho (se calhar a taça da cerveja lixou-lhe o esquema e por isso é que já considera ficar no Sporting para o ano…).

    Para a próxima época há que escolher alguém competente, não interessa se é tuga ou não (os Carvalhais, Paulos Sérgios e demais desta vida com uma estrutura que não tiveram seriam bem melhores do que nós os achamos (excluo daqui os Sás, Oceanos e Vercauterens…)). Se fosse possível, o melhor seria JJ ou Bielsa mas nem sei se isso é possível, quanto mais o trabalho que iria dar convencê-los, portanto não vale a pena sonhar muito.

  24. Antes de mais, dou-vos 2 min para me mandarem para o caralho. Vou falar do Jorge Jesus………..já está? Pois bem.

    Tendo em conta que o orçamento vai cair drasticamente, e tendo em conta que vai haver um orçamento reduzido para contratações, há dois caminhos a seguir. Ou se investe num treinador de qualidade, abdicando do reforço do plantel ou se mantém o elenco técnico e contrata-se jogadores. É tudo uma questão de prioridades. Fala-se que o Jesus ganha 4M/ ano. É caro? Depende da perspectiva. Se o seu trabalho permitir a venda de um jogador por 25/30M no final da época, deixa de ser.

    Esta é a parte em que vocês dizem que eu sou irresponsável e que não percebo um boi da situação financeira do clube e tudo mais.. Mais 2 min para isso…..Continuemos

    Primeiro, uma pergunta: Haverá 4 ou 5M para contratações? Se houver, para mim ia tudo para o salário do Jesus. Obviamente que é um cenário anormal, completamente fora daquilo que todos esperam. Mas gerir um clube é precisamente isto. Aplicar recursos onde eles são mais importantes e cortá-los onde dão prejuízo, como por exemplo, Jeffren, Boulahrouz e Schaars, que recebem balúrdios e nem titulares são.

    Não está aqui em questão a disponibilidade do óróliga em fazer parte deste projecto. Essa é outra questão que nada tem a ver com o facto de termos uma oportunidade de negócio. E já que falei disso, provavelmente não. Poucos aceitam passar de uma equipa que luta por títulos para outra onde se luta para ir à Europa. Mesmo mantendo ou até melhorando o salário.

    Não obstante, se eu fosse presidente, faria a proposta. Nem que fosse para dormir descansado e com a consciência tranquila de que tentei contratar o melhor treinador em Portugal e, que por acaso, até é sportinguista. Às vezes, as surpresas surgem de onde menos se espera. E não há um treinador português (Jesus incluído) que não achasse atractivo estar associado à recuperação do Sporting.

    Para que isto acontecesse teríamos de estar dispostos a duas coisas: primeiro, de aplicar grande parte do orçamento num activo que “não marca golos”. E segundo, explicar ao treinador que não terá os jogadores que quer e terá de trabalhar com o que existe. E mesmo assim, as probabilidades de ele vir continuariam baixas.

    É fácil? Hell, no! É uma loucura? Talvez. É impossível? Para mim, não.

    PS: O facto de termos Jesualdo não pode nem deve impedir-nos de avaliar eventuais oportunidades de negócio e tentar melhorar, seja em que área for. E não me perguntem que outras opções seriam melhores do que o professor. Acabei de vos dar uma que está em final de contrato. O problema é que a maioria acha que é mais importante ir buscar um avançado que substitua o Wolfswinkel. Eu acho que as nossas prioridades estão todas trocadas à muito tempo. Primeiro começa-se com o treinador e ele tenta potenciar aquilo que existe. Depois é que se pensa em contratar.

    • Concordo contigo e há muito tempo que o venho dizendo, tem que se começar por ir buscar um treinador que perceba disto (e que mande os adversários e a imprensa para a real puta que os pariu). Um gajo sem medo e que ache que é a última coca-cola do deserto, um gajo que ache que tem sempre razão e que quem não concorda com ele é parvo.

      Seja o JJ, o Bielsa, o Ancelotti ou qq um destes que achamos impossível aceitarem vir… o não temos sempre garantido, agora se um diz que sim…

      Para ter um gajo destes aceita que de 30 milhões de orçamento, 5 fossem para o treinador.

      Prioridades, meus caros, prioridades…

    • O principal problema, na contratação do JJ, não são esses, caro Sá. Nem a disponibilidade, nem o preço.

      JJ na capoeira vai ser, talvez, um treinador recordado. No “seu” Sporting seria uma lenda, e como grande parte da sua felicidade deriva directamente do seu delírio de grandeza (que é bem alimentado, já que de facto é mesmo dos maiores a nível mundial nas suas funções), o Sporting seria sempre para ele uma opção, e julgo que por aí acabaríamos por ter várias saídas. É o Clube dele, que lhe oferece a possibilidade de pôr em prática a sua tão aclamada fama de descobridor (e potenciador) de talentos, desta feita bem portugueses, o que lhe daria uma dimensão patriótica que hoje, claramente, não tem.

      Quanto ao preço, esta Direcção parece-me inteligente, e faria essas contas que afloraste, dispensando a verba necessária, com o tal retorno tão seguro quanto previsível.

      O problema parece-me ser, na realidade, outro bem diferente, e que tem a ver com a “estrutura” de que tanto se falou, e que ainda só começa a esboçar-se no horizonte.
      Pois penso que a única estrutura que um treinador como JJ admite, é aquela que consiste nele próprio e nos que ele escolhe que o assistam, quando ele quiser que o assistam, e da maneira que ele quiser ser assistido.

      Ou seja, para ter JJ teria-se que, necessariamente, enviar para a sombra (com o consentimento dos respectivos, para o bem de todos) a tão badalada estrutura que se perfila. Para a sombra dele, entenda-se.
      E é aí que tenho muitas, muitas dúvidas, quanto à possibilidade desta opção.

      Talvez o caminho seja mesmo outro. Ou não? :)

      • Ora nem mais Placebo. Ainda há dias o JJ deu uma palestra que disse que sempre que um presidente o tenta contratar para um projecto, a sua primeira pergunta antes de falarem de ordenados e jogadores, é se o presidente quer um treinador da estrutura ou para a estrutura. Ou seja, JJ quer ser responsavel por muita coisa, quer ser ele a escolher os jogadores, quer ser ele a falar diretamente com o treinador, etc, etc.

        Onde encaixavam o Inácio, o Virgilio e o tal 3º elemento? Lembrem-se que o Rui “Armani da Reboleira” Costa, desapareceu de cena, e quem fala é sempre o JJ ou o LFV.

    • Bem conversadinho acardito que o Jesus vinha treinar o seu clube do coração, mesmo com uma redução drástica do seu vencimento.
      Era o projecto da vida dele, maior e mais importante do que ir treinar um Milan, um Chelsea ou outra porcaria qualquel, fazia parte do renascimento do seu clube e acardito que ficaria ligado pelos melhores motivos à história do mesmo!

      Anda lá Jasus!

    • ” Haverá 4 ou 5M para contratações? Se houver, para mim ia tudo para o salário do Jesus.”

      Ainda há uns dias disse exatamente isto. Nem pensava duas vezes. Por mim era mesmo assim!

    • Sá, percebo o que dizes e concordo que tudo se trata de prioridades, mas noto um “pequeno” problema. Pelo que tenho lido, o acordo com a banca pressupõe que o Sporting encaixe, no fim da época, cerca de 10M em contratações. Ora, tendo em conta que temos percentagens reduzidas dos passes dos jogadores (nem do Patrício temos a totalidade) isto implicará vender muitos jogadores. Como tal, precisamos de contratar novos, para repor as falhas, que imagino que virão a ser muitas. Ainda segundo o que li, apenas disporemos de cerca de 5M para contratações. Se temos (porque teremos) de contratar jogadores, sob pena de não alinharmos com 11 todos os jogos, não julgo que reste para o JJ.
      A tua lógica está certa, mas com um pouco mais de margem de manobra. A tal que já não temos.

  25. Não vou voltar a chover no molhado … já disse tudo há umas semanas : Treinador ideal, não é … Pessoa ideal, é certamente !!

  26. Estou 100% de acordo com a continuidade de Jesualdo, independentemente de conseguir ou não os lugares europeus.
    Não, ele não me entusiasma por aí além (acho que não entusiasma ninguém, na verdade), mas temos de ser justos e admitir que Jesualdo está a fazer muito por esta equipa. Está a reerguê-la dos cacos, a dar-lhe uma estrutura e fio de jogo, a recuperá-la psicologicamente, a fazer um bom trabalho com os putos e a ganhar jogos, a consequência de tudo isto. Acho que é um bom homem para construir – e o Sporting está em clara construção. Quando tivermos uma equipa consolidada, eventualmente podemos dar lugar a um treinador mais ofensivo, mais arrojado.
    A prova do bom trabalho está na união que conseguiu com os jogadores. Vários deles já falaram, publicamente, pedindo a continuidade do técnico. São importantes sinais do ambiente que se vive no balneário, certamente hoje mais coeso e com menos divisões. Depois, Jesualdo também tem credibilidade junto dos adeptos. Basta ver a ovação que lhe é feita antes dos jogos em Alvalade, quando são anunciadas as equipas. A sua experiência e o bom trabalho têm-lhe trazido uma importante margem de manobra junto dos adeptos e um capital de confiança que lhe permite não ver lenços brancos a cada derrota.

  27. Este tipo de conversas é apenas chover no molhado, mais do mesmo. As condicionantes e os pequenos trunfos que temos todos os conhecemos : falta de dinheiro; re-organização do clube quase a partir do zero; uma bela escola de formação, etc, etc….

    A lógica diz-me que nem sequer deviamos estar a discutir o treinador. JF, tem contrato, conhece os jogadores, sabe bem onde está metido, logo é e será o treinador que começará a próxima época futebolística (resta saber se o quer fazer).

    Neste mar de dificuldades que é a situação do Sporting, acrescentar mais um problema que é a continuidade ou não de JF, não nos adianta nada. Alguém me consegue jurar que um qualquer nome indicado para além de JF resolveria concerteza todo o futebol do Sporting? Isso existe no futebol? Um nome = resultados garantidos ??

    É o melhor, é o mais adequado, é o mais consensual? Aposto que não encontram nenhum nome consensual, nunca encontrarão, porque pura e simplesmente isso não existe no futebol. Basta ler este e outros posts deste tipo que nos animam a escrita mas que não adiantam nada para a decisão.

    Eu não gosto nem desgosto de JF. Mas é o treinador do SCP e logo merece-me todo o respeito, pois é ele que tem a dura tarefa de nos safar deste buraco que este campeonato se tornou. Se se estivesse a marimbar para o que tem entre mãos era um caso a resolver, assim, como está, não me parece ser o caso. JF está a tentar fazer um trabalho digno e sério. Reformulo. está a fazer um trabalho sério e digno.

    A omeleta com os ovos disponíveis começa a ser saborosa. Nem sempre sai bem, mas deixa antever alguns cozinhados bem saborosos, só temos de a ajudar a apurar, com dicas, críticas e observações .

    Isto dito, por mim JF é para continuar e nem quero ouvir falar em Bielsas e o camandro….

    p

  28. Já aqui falei muito sobre o assunto. Que continue, porque vai conseguir o 5º lugar tenho essa convicção.

    Permitam-me um off-topic:

    Já repararam no fim-de-semana louco que aí vem?
    4 jogos contra as gaivotas: Sexta temos andebol em casa, sábado em júniores e em futsal e domingo em séniores de futebol (os três fora).

  29. Eu nunca apreciei o JF, nem tão pouco imaginaria que pudesse algum dia vir a ser treinador do Sporting… mas é !

    É inegável que tem feito um bom trabalho, é também certo que se ficar vai conseguir ensinar e potenciar muitos jogadores, trazendo com isso mais valias para o Sporting. Se fizer uma boa pré-época vai, concerteza, enraizar na equipa metodologias e processos que serão bastante úteis em termos futuros, a equipa tornar-se-á mais segura, competitiva e regular.

    O problema é que ele não vai ter uma equipa para disputar o titulo, pelo menos a avaliar pela redução no investimento e pela venda de jogadores importantes que se prevê …e aqui entramos nós, assim que os resultados não aparecerem, vem a pressão do costume e o culpado será sempre o Jesualdo. Ou porque é avôzinho, ou porque não tem ambição, ou porque inventa, ou porque não dá espectáculo …

    Há uns tempos, o Cherba fez um post que “apelava” á paciência para ver estes jovens crescer ( terá sido mais ou menos isso ) e nessa perspectiva o Jesualdo parece-me ser a pessoa indicada para ficar mais 1 ano e preparar a equipa para outros voos, neste momento o jogador mais velho do plantel ( excepção Boulahrouz ) tem 25 anos !

  30. Bem, por um lado o juju não me parece lá grande coisa como treinador deste SCP.
    É verdade que as últimas três vitórias nos empolgaram, mas elas não explicam/apagam os desaires anteriores sob o comando do Juju.
    As exibições, mesmo nas vitórias recentes, não foram de “encher o olho”, nem nada que se pareça, e o Juju continua, teimosamente, a cometer erros de “casting” algo grosseiros.
    É um treinador defensivo (vulgo “cagão, na minha terra) e sem grande imaginação.

    Há quem considere que o SCP está a jogar bom futebol (talvez iludido pelos recentes resultados – não exibições)!. O que eu acho é que o SCP ainda não pratica o futebol que pode, nas calmas (porque tem qualidade potencial para isso), praticar. Numa palavra: o SCP continua “underachiever”.

    Por outro lado, o homem não parece ter o perfil ideal para liderar um projecto que, correndo bem, prevê o SCP “em crescendo” para lutar pelo título daqui a 2, 3 anos. O Juju está em final de carreira, não tem grande coisa a demonstrar nesta fase, e as suas últimas opções profissionais demonstram-no (não esquecer que, caso o Vercas tivesse resultado, o Juju nem seria treinador de futebol nesta altura!).

    Posto isto,

    E tendo em conta que o SCP não tem dinheiro (nem, eventualmente, projecto) para aliciar um treinador de “créditos firmados” (a contínua alusão aJorge Jesus é, convenhamos, ridícula!), a questã que se coloca é qual seria a alternativa ao Juju.
    É “melhor um tolo conhecido que um sábio por conhecer”?

    SL

  31. Acho que temos 3 cenários, cada um com prós e contras:

    1- O cenário normal
    JF continua, independentemente de conseguirmos ou não o apuramento para a LE. A missão de JF seria a reconstrução da equipa do SCP. Neste caso renovava-se o contrato por mais 2 anos (o ideal 1 + 1 de opção). Utilizava-se a verba para contratar 2 ou 3 jogadores que encaixavam na equipa.

    2- O cenário louco
    Apostar tudo num treinador. Ou seja, o orçamento era quase todo desviado para o treinador, que teria como missão, valorizar os jogadores, para que no final da época a venda de 1 ou 2 jogadores pagasse o treinador. Estão neste pacote um JJ, um Bielsa. Problema principal: além do valor que estes treinadores ganham, estamos perante treinadores que gostam de mandar, de escolher jogadores, de falar diretamente com o presidente. Será que encaixavam na estrutura com Virgilio, Inácio e o 3rd element? Não me parece.

    3- O cenário meio-termo
    Não continuando JF e não conseguindo ir buscar um JJ, Bielsa, então seria contratar um treinador já com alguns créditos formados mas que encaixasse no orçamento. A minha escolha recaía em Leornardo Jardim, sportinguista e com bom trabalho por onde passou. Pode ser um tiro no escuro, mas indo para este cenário prefiro um LJ, a Marcos Silvas, Paulos Fonsecas, e mais outros caralhos.

  32. Vamos ser coerentes. No SCP, como os directores desportivos acabam a treinar, o próximo treindador deverá ser o Inácio, voltando o atual treinador para as anteriores funções de treinador dos treinadores, não é?

  33. Percebo o teu argumento, Placebo. Mas estamos a falar de homens do futebol. Inácio, Virgílio, Jesus e o próprio Jesualdo, são homens do futebol. Só conhecem essa linguagem. Estamos a falar de homens que foram campeões, cada um no seu clube. Nenhum pode desdenhar a experiência do outro. O trunfo dos títulos ganhos, todos eles o têm. Havendo um princípio base e inalienável de que os interesses do clube estão acima de quaisquer outros, o entendimento seria natural.

    No fundo, o que se trata é de distribuir funções dentro da tal estrutura. Nem o treinador vai andar a fechar contratos, procurar talentos ou prestar contas aos accionistas da SAD, nem o líder da pasta do futebol vai andar a fazer o onze ou a dar palestras antes do jogo. Desde que ninguém se meta no trabalho de ninguèm,, não creio que a existência de uma estrutura prejudique seja o que for. E pegando na estrutura que se tem falado, as funções são relativamente fáceis de distribuir.

    Haverá três líderes para o futebol, futebol profissional, futebol formação e negócios&logística. Virgílio seria o líder para o futebol profissional que acaba por ser uma espécie de director desportivo, que acompanha a equipa, dá o apoio ao treinador e participa nas reuniões da liga e federação. Inácio, vejo-o no departamento de Negócios&logística. Faz contratações, rescisões, renovações em sintonia com o treinador. Teria um departamento tutelado por ele dedicado à prospecção, onde o Luís Freitas Lobo pode surgir como colaborador ou, no limite, como chefe departamento de prospecção, cuja única função seria dirigir olheiros, definir áreas geográficas e ter disponível, a qualquer momento, toda a informação necessária para contratar determinado jogador (sem ter poder de decisão). No futebol formação, o líder seria Aurélio Pereira cujas funções seriam de gestão de todos os escalões de formação e Academia. O treinador, seria apenas treinador, com poder sobre a equipa B na promoção de jovens.

    Havendo organização e definição clara de funções, não há perigo de sobreposição nem de intromissão. Foda-se, existem exemplos de sucesso em estruturas unipessoais e exemplos de sucesso em estruturas mais complexas. É tudo uma questão de boa vontade, bom senso e compromisso em ajudar o clube.

    • Há quem diga que o “3º elemento” é o Vidigal, para a formação… Mas o Aurélio Pereira nunca seria descartado, obviamente.

  34. A questão é se queres ver Jesualdo apenas mais 1 ano ou se vês em Jesualdo um mentor de um tipo de futebol a ser implementado no SCP.

    Eu não o vejo com capacidades para ser o tal “mentor” e para mim tê-lo mais uma época é deitar 1 época de trabalho fora.

    Ia-se já buscar um treinador no qual se aposte a longo prazo, capaz de por o SCP a jogar à bola com identidade.

    • Obrigado Songue. Prometo não festejar muito, para estar apto para o importante desafio de domingo.

      Quanto ao post, concordo com o Senhor SCP. Se for para apostar em jovens e praticar um futebol ofensivo e atraente, que venha outro treinador, de preferência o Bielsa.

      Se for para apostar no título, que fique o Jesualdo, que é conhecedor das manhas do futebol português.

  35. Já falei mais acima. Noto o esquecimento do Fernando Santos…

    Acho que o homem merecia uma segunda hipotese no SCP depois da forma vergonhosa como saiu… Mas obviamente não seria esse o motivo para ele voltar.
    Além de me parecer um tipo sério e competente, não deverá ser “caro” e parece-me uma solução interessante para o SCP e para ele, de forma a voltar a Portugal!

    • Mas qual Fernando Santos homem?

      Porra, não te deves lembrar da época 03/04, perdemos o acesso à champions nesse ano na recta final da época e no penúltimo jogo do campeonato perdemos em casa com o benfica que nos passou à frente.

      • Sinceramente, não me recordo disso…
        Ainda assim, o tipo foi mandado embora duma forma que não se usa.
        E repito… na conjuntura actual, acho uma boa solução, equilibrada… Não me parece que seja boa ideia andar à pesca de novos “forcados”, “bentos” e “Sás”… Para um projecto de alguns anos, para estabilizar equipa, acho o ideal… Já que não há pão para “locos”…

      • E em 10 anos ele há-de ter aprendido mais umas coisitas, não?
        Estou curioso também para ver o futuro do Peseiro, agora que não se ficou pelo “quase”… Quando aprender a ter punho com os jogadores e a equilibrar a defesa do seu 11, vai ser um treinador do caralhão…

        No fotebol americano, seria nitidamente treinador do ataque!!!

      • Peseiro já é um treinador que gosto. Futebol ofensivo, com posse de bola e de qualidade. O problema está mesmo na falta de voz num balneário e no facto de não saber gerir vantagens por vezes até largas…

      • Tás a ver outro, português, com conhecimento do futebol tuga, com experiência, com “punho”, que esteja “disponivel”?
        E não te esqueças que estamos tesos… Volto com a minha, parece-me uma solução bem equilibrada em todos os aspectos!

      • Não fora os factores que acima referi do Peseiro, apostava “às cegas” nele, precisamente pelo futebol ofensivo… nisso, não fica a dever em NADA ao Jasus. ´Perde é na falta de “punho” e na organização defensivo. Continua com o mesmo problema que tinha no SCP… Mas vamos ver, agora que acabou com o “pé frio” e já sabe ganhar…

      • Então mas tens um Jesualdo e queres um Fernando Santos? Um é mau porque foi tricampeão no porto, e no porto todos ganham. E o outro? Ganhou onde? E não foram três campeonatos, e se não me engano esteve lá 3 ou 4 anos.

      • Senhores…
        Eu disse “a nivel ofensivo”, está ao nivel do Jasus…
        E coloca a hipotese FS caso Juju não continue pois acho importante ser um tecnico português nesta fase de “aperto €€€” que se avizinha.

      • Pronto, foda-se mais o gajo!
        Que venha o “El Loco” e não se fala mais no assunto?!
        Pode ser?!

  36. OFF-TOPIC e aproveitando este parêntesis no malhar na lampionagem…

    Ele há por aí uns ditos “sportinguistas” que no Domingo vão torcer pela vitória do Sporting porque será esse o melhor resultado para o seu clube do coração …o fcputas. Um exemplo acabado é este senhor que dispensa apresentações… no Domingo lá estará com certeza, de cachecol azulinho ao pescoço, (o Pôncio é que já não poderá estar com ele…).

    Para este senhor e para todos os tripeiros envergonhados, anti-lampiões e demais pacóvios que se dizem sportinguistas por exclusão de partes, que sequer consideram a hipótese de trair as nossas cores, ainda para mais para se cobrirem com o manto nojento da corrupção e da máfia bufenta do norte: …ide-vos foder para o caralho da puta que vos pariu!!! Façam-se sócios do fcputas, do braguilha, do caralho que vos foda, mas desamparem a loja, desempestem o Sportinguismo que já não tem lugar para vós!!

    Pronto, já disse, já desabafei. Fecha parêntesis. Segue jogo, toca a malhar na lampionagem…

  37. Este ROC não existe. Até a minha mulher, que não percebe nada de futebol, ficou confusa e me perguntou se aquele senhor (ROC) não era o representante do Sporting. Enfim, pelo menos, agora na concorrência temos um gajo minimamente decente, o Paulo Andrade.
    Sobre o velho Juju, eu diria que o seu fabuloso destino passa pelo banco de suplentes de Alvalade. Por uma razão simples: qualquer dia entramos no Guiness, como o clube que teve mais treinadores nos últimos 4 anos. Já chega de andar a procura do novo Mourinho. Isso não existe. Se ele não sofrer um AVC antes, deve ficar mais um ano. Não é um grande treinador, arrisca pouco e joga para a vantagem mínima. Mas trabalha bem as equipas tacticamente para um objectivo especifico (Braga é um bom exemplo). Outro aspecto importante: os jogadores gostam dele. Por outro lado,
    o único que o podia substituir, já deve estar comprometido com o porto: leonardo jardim. E o outro vai renovar com os lamps: jesus. Para mim, é fácil.

  38. Ainda sobre o prof, já aqui tinha salientado o seu alter-ego de “mob enforcer”. Poderá ser uma mais valia nos duelos futuros com a máfia nortenha…

  39. Estive aqui a fazer um trabalho árduo de pesquisa, daqueles mesmo FODIDOS, tive que abrir 2 separadores no zerozero só para terem noção… e constatei que o SPORTING tem 93 títulos contra 98 dos papoilas

    Títulos do Sporting vs benfica

    1 – Taça das taças —— 0
    0 – Liga dos campeões – 2
    18 – Ligas —————–32
    15 – Taças de Portugal -24
    7 – Supertaças ————4
    0 – Taças da Liga ——–4
    4 – Campeonatos de Portugal – 3
    19 – Campeonatos de Lisboa – 10
    29 – AF Lisboa Taça de Honra 1ª Divisão – 19

    • Desculpa lá leão à solta mas nas ligas estás a contar com os campeonatos de Portugal para a merda então tens de contar para o SCP também que foram 4.

      E acho mal não contares a taça latina para o merdafica, afinal eles também contam esse trofeu da treta, lol.

      SL sempre

      • É que o SL merda nos 32 alegados campeonatos conta com os campeonatos de Portugal, quando na realidade tem 29 campeonatos.

        Já o SCP (como sempre honesto até na data da fundação) não conta com os campeonatos de Portugal que eram tipo Taça de Portugal. Se fosse como o SL merda contava com 22 campeonatos e não 18.

        SL sempre

      • 22 campeonatos então caralho!

        MAMEM SUAS PORCAS! E COMO A TAÇA DA LIGA NÃO CONTA TEMOS MAIS TÍTULOS!

        97 vs 94

        ALLEZ ALLEZ SPORTING ALLEZ, CANTAREMOS SÓ PRA TI SPORTING ALLEZ!

      • Tu podes cagar mas a verdade é que os gajos são mentirosos compulsivos para rebaixar os outros.

        Tal como o mito do seis milhões, onde está a sondagem credível disso?

        Ou o mito das super equipas do Preto Eusébio.

        SL sempre

      • Mas estou-me mesmo a cagar! O José de Pina disse-o melhor… “É que eu serei sempre do Sporting, por isso, terei sempre o orgulho pelo clube mesmo com uma equipa de miúdos a jogar na Liga de Honra, na 2ºdivisão ou até no INATEL. Como sou do Sporting estarei sempre melhor que um benfiquista ou portista, seja em que circunstância for.

        A nossa superioridade não se mede aos palmos. Somos superiores porque somos SPORTING… mai’nada!

      • Ah e não te esqueças que a merdafica era protegida do regime.

        Repara no seguinte, aqui ao lado em Espanha o Real gamou o Di Stefano ao Barcelona, toda a gente aceita este facto porque o Real era o clube do regime e tal.

        Aqui o Eusébio foi desviado pelo Merdafica ora se o SCP fosse o clube do regime porque não exigiu ficar com o jogador. Simples porque o clube defendidos pelos regimes é o Merdafica.

        SL sempre

  40. Sou da opinião que temos que tentar o Jorge Jesus. Devemos e podemos jogar com o seu sportinguismo louco para o o conseguir contratar. É caro? É! Mas pode-nos sair bem barato, no final do ano (basta-nos uma “coentrada” de 25 Milhões).

    O Juju é temeroso e não tem garra. E podia ter estado calado na campanha eleitoral. Se o tivesse feito teria ganho mais jogos de certeza. A agora estavamos aqui a discutir outra coisa qualquer.

    Só aceito que fique se a alternativa foram forcados e pastilhados belgas e se não se conseguir com que o Acardito venha….

    SL

    • Se o JJ não vier para Alvalade (o que eu acho muito pouco provável) então que vá para o estrangeiro. Ficar no benfas é uma mais valia para eles.

      • Uma coisa te garanto seja campeão ou não no merdafica não fica.

        Explico porquê:

        a) Se for campeão ganha prestigio e vai pedir mundos e fundos à merda. O merdafica está tão ou mais teso do que o SCP e não vai melhorar o contrato, pelo que Jesus vai bater com a porta.

        b) Se perder o campeonato os gajos não renovam e Jesus pirar-se para onde quiser em Portugal FC Putas ou SCP.

        De qualquer forma para o ano não estará lá.

        SL sempre

      • Não tenho assim tanta certeza que não continue no benfas. O orelhas é bem capaz de pedir mais um empréstimo para agradar aos adeptos que querem que o JJ continue.

      • Não dá, o JJ sabe que no estrangeiro mama no mínimo 6 ou 7 milhões líquidos, fodasssss é incomportável em Portugal. Mais os bancos fecharam a torneira ao carnide por isso Bye Bye comissões de sul americanos para o JJ por isso é que o gajo tá fodido.

        SL sempre

    • Se andasses informado sabias que o Insua tem uma clausula no contrato que não pode representar outro clube em Portugal além do SCP nos próximos 2 anos. A tua fonte deve ser a cofina

    • Isso é mentira. O Ínsua tem clausula, não pode jogar no carnide. E o Viana, diz-se por aqui no Norte que está bem encaminhado para nós. Vamos a ver.

      Já agora sobre JJ. Acredito que seja verdade que o gajo festeja golos do Sporting, o gajo é doente pelo clube.

      Vou contar uma pequena história: corria o Verão de 1994, JJ estava no Felgueiras e eu era ex-júnior do Vitória, o gajo queria que eu fosse para lá, cheguei a apanhar uma bezaina na noite do Ofir, com ele e os meus pais, que ainda hoje se riem do personagem que ele já era. O gajo não parou de falar de bola a noite toda, ou melhor sobre o Sporting!

      O que aconteceu? Eu fui… estudar para Coimbra, e 2 licenciaturas depois e um doutoramento quase a terminar ainda hoje penso que optei pelo caminho mais difícil :D

  41. A crença na vulgaridade e nos incompetentes continua a fazer doutrina neste clube. Juju (aka Professor Pardal), um tal de Bento, senhor do futebol ‘dorminhoco’, até o ‘génio’ do Fernando Santos voltou à baila… se estimamos tanto a escola de ‘flops’ do FCP… Vitor Pereira não seria a melhor opção? Custa-me a crer que Bruno de Carvalho não tenha um projeto, uma ideia, de gestão desportiva, que inclua o nome de um treinador competente, ambicioso e que seja uma referência para potenciar ao máximo os jovens atletas. E de certeza que esse nome não pode ser alguém limitado como o aborrecido professor. O Sporting mudou, volta a ter a ambição de ser um grande clube, e tamanha ambição não se compadece com discursos de ‘choramingas’, do ‘desenrasque’, ou ‘deixa andar’… O Sporting e os sportinguistas, que acreditaram na mudança, merecem o melhor. E numa coisa parece não existir dúvidas, Juju não é o melhor!

    Falaram em Peseiro… volto a sugerir… adjunto de Pekerman ou Bielsa!

    O Vasco da Gama vendeu um dos melhores centrais do mundo, Dedé, ao Cruzeiro por 4,5 milhões de euros, mais umas ‘bostas de jogadores’… Há cada negócio no mundo do futebol… e depois existe um tal de Freitas que ‘descobriu’ um jogador chamado ‘BolodeArroz’.

  42. Sem ver em Jesualdo alguém com capacidade de, com a actual conjuntura, nos levar a lutar pelo título, será sempre um dos poucos treinadores para nos guiar de regresso à Champions e a fazer crescer algumas das nossas pérolas.
    A nossa capacidade de lutar pelo título só regressará com a descida de qualidade dos planteis dos nossos adversários e isso poderá ser uma realidade já na próxima época com os tripeiros, mas julgo que não o será ainda com o Benfica, sobretudo se Jesus se mantiver.
    SL

  43. Na minha opinião , Jesualdo era aposta para a próxima época. Penso que os sportinguistas estão completamente fartos de experiências mal sucedidas com treinadores em fase de mostrarem o que valem.
    Jesualdo já se ambientou, já conhece a ideia do que é o Sporting e do que pode ser, resta saber se quer futuramente partilhar o futuro do Sporting.
    Na minha modesta opinião acho que BdC confia no trabalho de JF e tem a noção que para contratar um treinador “no escuro” só por ser a marca dele nao vale a pena, não existe tempo para isso.

    Quanto a JJ , que ja se falou por aqui, já à dois anos defendia com um grupo de amigos em Alvalade que era um treinador fabuloso para o Sporting. Hoje em dia, penso que os benfas nao o vão largar por nada e renovar lhe o contrato a ganhar mais do que ganha(algo dispendioso). Se ganhar tudo que tem pa ganhar esta época duvido que um Valencia ou qualquer sheik desta vida não o contacte.

    SL

  44. No post “Jesualdo Ferreira” já tinha deixado a minha opinião sobre o assunto. Depois de ler este post e todas as respostas até aqui não mudei de opinião. Que é:

    Com Jesualdo nunca seremos campeões. Mas com Jesualdo a equipa pode evoluir, como dizes, os jogadores estão a aprender, ou a aperfeiçoar, as suas posições em campo, o que devem fazer e não fazer em cada momento do jogo. E isto é aprendizagem, evolução. Os nossos jogadores, até pela idade deles, precisam de alguns cabelos brancos para os “acalmar”, para os orientar. Jesualdo tem essa experiência.

    A outra face da moeda é que é um treinador limitado, sobretudo no banco. Mas não tenho dúvidas que, com ele, não faremos as figuras tristes que andamos a fazer nos últimos anos. E se a prioridade para o ano (e talvez para o seguinte) é recuperar o clube e fazer evoluir a equipa de futebol sénior, então deixem lá o homem. Não seremos campeões, haverá situações em que puxaremos os cabelos de desespero, mas daqui a dois anos a equipa estará pronta para dar o salto. Aí com outro treinador que acrescente a argúcia táctica e a audácia atacante em que Jesualdo é manifestamente curto.

  45. Também sou defensor da continuidade de jesualdo ferreira. Ja conhece a equipa, j conhece as virtudes e fraquezas dos jovens que pretendemos potenciar e neste momento não arranjamos melhor no mercado. Temos muito caminho a recuperar em relação aos nossos rivais e se vamos arranjar um treinador estrangeiro, que precisará necessariamente de um período de adaptação, estaremos a atrasar o nosso regresso à luta por um lugar na champions.
    Porém, fica preocupado com esta noticia de ultima hora, espero bem que nao seja verdade, acho que é de todo, tudo o que não precisamos neste momento:

    http://rr.sapo.pt/bolabranca_detalhe.aspx?fid=45&did=104335

  46. Celso Roth é referido como estando em negociações com o Sporting por vários jornais brasileiros. Ele não desmentiu, nem confirmou. E se a notícia for verdadeira?

  47. Tens razão, Leão de Trafalgar. Apenas o site UOL Esporte dá a notícia e entrevista o treinador. Mas, fico preocupado apesar de tudo. Espero que não se confirme. E na semana do jogo com as galinhas de Carnide… é uma merda das grandes!

  48. essa noticia do roth, deu-me uma ideia, meio maluca, mas o que acham??

    celso para um clube com tradicao em portugal, como ele diz…: belenenses

    e van der gagg para alvalade, recuperando a iseia de a 2 anos atras…

    fez bom trabalho com baixo orcamento e com equipa jovem, faz sentido???

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s