Por ti eu vou cantar, faça chuva ou faça sol

Sou do tempo em que existia um jornal chamado A Gazeta dos Desportos. E um prémio intitulado Troféu Gandula para Melhor Claque que, ano após ano, me habituei a ver se entregue à Juventude Leonina. Coleccionava recortes de fotografias que mostravam as coreografias, as mesmas que me prendiam a atenção quando comecei a ir ao futebol, por volta dos oito anos. As bandeiras gigantes, os fumos, os cânticos, as tochas. Leões empoleirados na rede de um velhinho Alvalade, ora festejando golos, ora de megafone em punho, dando indicações para a bancada.

Interessei-me pelo universo ultra, vendo nele um complemento ao meu espectáculo preferido, o futebol. Comecei a rumar ao topo sul, muitas vezes num caminho que se fazia com várias paragens: primeiro na estação dos barcos, do Barreiro, depois no terreiro do Paço, na Pç da Figueira ou no Saldanha. O cachecol (e, que raio, quantas vezes mudou a puta da forma de usá-lo, numa actualização que, se não acompanhada, fazia de nós uma espécie de palermas da fila da frente) e a voz afinada eram o equipamento obrigatório, desfilando pela rua com um único objectivo: cantar, bem alto, o nome Sporting! E, nesse cantar, as memórias são vastas: da falta de voz durante dois dias aos encontros com claque rival a meio do rio, quando Sporting e Benfica jogavam, em casa, no mesmo dia; de 90 minutos à chuva à carruagem travada a meio do caminho, no regresso do Jamor; o salve-se quem puder, em pleno Terreiro do Paço, fruto de uma carga policial onde um dos nossos levou uma bastonada na cara e a forma de combater a dor foi espeta-lhe gelados em cima; as caminhas, de ida e volta, rumo à Luz; as idas às Antas, com as célebres (e estúpidas, diga-se) limpezas nas estações de serviço, a atitude vergonhosa da polícia tripeira e as chuvas de pedras num estádio de merda que ficava abaixo do nível da rua; as idas à rede, galgando degraus de bancada e atropelando quem caia pelo caminho (e, numa dessas vezes, quando o Afonso Martins marca o golo ao Porto na meia final da Taça, safar uma miúda de ser pisada e acabar a noite a festejar com ela); o dossier verde, na faculdade, orgulhosamente forrado com imagens de coreografias da Juve e de outras claques do mundo que me mereciam respeito (e que via e comentava, vezes sem conta, com o Jordão, o Douglas e o Cintra); a mesada canalizada para zines ultra; a colecção de cachecóis de claques de todo o mundo; aquele maldito fim de tarde, em 95, onde fui um dos que caiu quando o varandim cedeu…

A lista continuaria até, fruto de várias atitudes que me iam desagradando, ter-me afastado um pouco e ter deixado de ser sócio da claque. O último episódio digno de registo de que me recordo, é aquela inesquecível meia-final, frente ao Benfica (5-3), onde a sul voltou a ser maior do que os interesses políticos e económicos que conduziram à criação do Directivo. Nessa noite, ensopado até aos ossos, voltei a subir à rede, perante o olhar surpreso da minha mulher. Nessa noite, voltei a sentir que era a nossa falta de voz que carregava o Leão, e fui capaz de esquecer todas as tristes cenas que tinham sido protagonizadas pelos líderes da mais antiga claque portuguesa. Líderes que promovem a agressão a outros sócios, em filas para a compra de bilhetes ou em conferências de imprensa; líderes que assumem, perante as câmaras de televisão, que são incapazes de ser diferentes dos que batem em crianças e mulheres apanhadas no meio da confusão; líderes que afirmam estar à margem das campanhas eleitorais e que, depois, surgem em almoçaradas de um dos candidatos.

Mas uma claque é muito mais do que os seus líderes, por mais que eles achem que não. A claque alimenta-se de vozes anónimas, algumas delas pontuais, todas dispostas a cantar pelo seu Sporting. As mesmas vozes anónimas que, há uma semana, fizeram Cardozo levantar-se do banco e, atónito, perguntar aos 59 mil do seu clube como era possível só ouvir os três mil de verde e branco vestidos. As mesmas vozes anónimas que, espero, amanhã mostrarão que não é só o Sporting que é nosso outra vez. A curva, também!

Anúncios

183 thoughts on “Por ti eu vou cantar, faça chuva ou faça sol

  1. Muito bom, leio e sinto o formigueiro a percorrer-me o corpo. Ser leão é isto, mais que uma escolha, é como ter um órgão no corpo que mais humanos nenhuns têm e que responde sempre que sente o chamamento.

    PS: Desculpa o off topic, mas estou sobejamente feliz pela rapaziada do rugby, moro junto ao estádio onde jogam os London Wasps e sonho com o dia em que verei o nosso Sporting a jogar por cá. Então a minha mulher que adora rugby, seria uma tarde tão linda em família e entre leões… Deixem-me sonhar caralho!

  2. Fodasse, muito bom, muito bom mesmo… adoro a juve apesar dê não me rever em certos e determinados atos… mas são dê longe a melhor dê todas as outras que por aqui temos… foi lindo ver o Cardozo fazer aquilo!

    • desde que a juve entrou no mercado da farinha e seus derivados e a baixar as calças aos responsáveis do projecto roquete deixei de gostar deles. O que fez o cardozo? criticou a juve leo?

      • não amigo, não criticou! apenas se levantou do banco e pediu apoio da lampionagem pois só ouvia-nos a nós… lindo este momento na ‘capela’ da luz

      • já reli o que o cherba escreveu sobre o cardozo, culpa minha tinha, de facto se assim foi foi deveras impressionante o que fizeram os sportinguistas no estádio da luz… calamos 59 mil e quando eles estavam a ganhar, pois se estivessem a perder até achava normal agora a ganhar ao eterno rival num jogo decisivo para o título e serem calados por 3 mil é demais…

      • ok, eu vi o jogo na 1 parte com um link para a sport tv e na segunda mudei para um árabe pois alguns comentários estavam a por a minha sanidade mental em causa. e então não me tinha apercebido disso.

  3. Que post fantástico. Entra para o meu top do Cacifo. Parabéns Cherba!

    Tenho pena de não ter vivido nos tempos áureos da Juventude Leonina e lutarei sempre para que a ponta sul volte a ser unida e grandiosa como antigamente. Por outro lado, não é só a superior Sul que está aquém do seu potencial. Porque não podemos ser como os adeptos do Celtic e cantar todos juntos? Bem, depois de vermos tochas na central, já estivemos mais longe…

    Amanhã estarei na curva até à rouquidão, como sempre. E vou levar o meu irmão de 14 anos para a curva pela primeira vez, na esperança que também ele fiquei fã desse mundo para sempre (já o tinha feito com a namorada).

    Aproveito para dizer aos cacifeiros que fiz um texto sobre um tema semelhante para As Redes do Damas e que deverá sair em breve, para quiser dar uma vista de olhos. Chama-se “Só eu sei”.

  4. que puta de texto Cherba mais uma vez… é daquelas coisas quê por muito quê leias voltas atrás e tornas a ler outra vez tal é o ‘prazer’ em ler tuas palavras. É sem dúvida um dos melhores post dos muitos quê por aqui fizes-te… pelo menos pra mim! faz-me recordar lindos momentos, paixões e muitas outras coisas que fizeram e fazem parte da minha vida, e essa paixão começou ainda novo e sem idade pra ser responsável onde contava os dias da semana até chegar ao domingo e ir ver a nossa paixão, ia com meus tios mas meu lugar era na curva, ali era a minha onda a minha casa… ali podia gritar cantar vibrar e tudo o resto… estar lá é um sentimento de liberdade um orgulho poder gritar bem alto o nome Sporting!! ir a Alvalade com meus tios mas tinha de ir pra sul, ali era a minha casa ali é a minha onda…

  5. Ganda post.

    Antes da curva, a Juve abancava na central nova, e aí me lembro de tanta coisa, também eu deixei de ser sócio da Juve na altura em que havia cartões ( agora não sei se há ) em que ser da Juve era um orgulho do crl !

    Depois, mais ao longe, até me vinham as lágrimas aos olhos com as coreografias e com o gritar Sporting.

    Falas e falas muito bem, a noite do 5-3, foi a noite em tudo podia ter voltado ao normal, que pena não ter sido assim. Mas foi um espetáculo !

    O que aconteceu na Luz, foi magnifico, pena não haver muitos videos, provavelmente, estava a censura á porta e telemóveis não entravam, apesar da gaiola.

    Está de facto na altura da malta das claques se entenderem, não sei que tipo de interesses ou motivações possam inibir uma nova união, mas que não deviam existir, não deviam mesmo.

    P.S. – A tragédia da queda do varandim, mais um episódio onde houve mortes dos nossos adeptos. Jogo onde estive e fiquei á toa porque achei que lá podia estar o meu irmão… na altura não havia telemóveis ! Esse foi mais um episódio esquecido pelo Sporting, e não devia, devia ser recordado para todo o sempre, não pela tragédia, claro, mas pelo amor ao clube.

    SL

  6. O Cardozão fez isso porque ainda estava tudo em choque com o golo do ano. Uns estavam de boca aberta, outros riam-se de espanto perante tamanha obra de arte.

    • “que prazer!”

      Ter visto aquele Golaçao que está a dar a volta ao Mundo de facto foi um prazer.

      De facto, só os Leões para dizerem “que prazer” depois de uma derrota :)

      • De facto tens razão. Ser Leão não é para todos. Não é uma escolha. É ser-se escolhido.
        Sinto pena por não teres sido escolhido. Fica para uma próxima vida… talvez…

    • Deus me livre…

      Ir todas as segundas feiras para a Escola ou para o Trabalho, pronto a ser gozado por tudo quanto é benfiquista e portista…

      Nos dias de hoje até bracarense e pacences riem-se de vocês…

      Obviamente em termos de Grandeza estão muito à frente de Braga e Paços, mas perde,-se sempre no Ódio pelo Vizinho mais forte…

      Um complexo de inferioridade de dimensões colossais :)

  7. Alvalade espera uma das maiores enchentes

    Record, Sábado, 27 abril de 2013 | 14:33

    O encontro frente ao Nacional está a suscitar uma enorme adesão entre os sportinguistas. No duelo com o Moreirense, Bruno de Carvalho havia anunciado ao intervalo que o embate da 27.ª jornada serviria para celebrar a marca dos 100 mil sócios, sendo que nenhum destes, com a situação regularizada, pagaria bilhete.

  8. Onde raios posso ver o hóquei? Quero festejar mais! Parabéns aos Leões que fizeram o Sporting voltar ao Top da modalidade que importou para Portugal!

      • Parece que não Edu…
        Os tigres foram cilindrados pelos tripeiros…
        Estamos 2 pontos acima da linha de água…
        Mas a ser verdade essa vitória não deixa de ser importantíssima. Espero que segurem as pontas até final da época e consigam a manutenção. De facto, o Gonçalo fez muita falta a esta equipa… uma pena tê-lo perdido. Paciência…

      • Tens razão Ricardo,quando vi ainda não tinham posto com o resultado do nosso Sporting,daí a complicação;)
        Mas na próxima jornada jogamos com eles,no campo deles,temos que ganhar porque o nosso calendário é bem mais complicado que o deles(Tigres).

      • Antes de Boifica e oliveirense ainda temos os Tigres e o Turquel… Muito importante ganhar esses dois jogos! Ficavamos quase a salvo de surpresas… Mas vai ser um final em photo-finish com Ac. Cambra (se não ganhar este fds) e os Tigres…

  9. PÁ coisas sérias agora, o Zandonaide não vai, eu levo o meu chapéu verde irlandês para ajudar a malta a encontrar-se.

    16:30 na rulote das boas, quem vai?

  10. Nos iniciados já está 0-2. A vitória já não deve escapar. 9 pontos.

    Amanhã nano-lamps e nano-corruptos defrontam-se na lixeira do Seixal. Uma vitória dos nano-lamps, e ficamos com o título nas mãos (mas não garantido; nós com 9 e os outros todos com 3).

  11. Estava eu a ver o “estrondo 2″ mas fiz uma pausa para passar aqui no tasco…e Cherba….”PUTA QUE PARIU” texto do cacete….

    Estava a ler e arrepiar-me…comecei a ir ao velhinho alvalade era eu um puto, com o meu avô, que mesmo lampião nunca se negou a levar-me a ver o meu grande amor…e sempre que entrava no estádio de cachecol e bandeira na mão… sonhava um dia poder fazer parte daquela Juve Leo. Pedia sempre ao meu avô para me levar para lá, mas foram raras as vezes que ele me deixava ir pois tinha receio que me magoasse no meio dos “grandes”.

    A minha irmã, mais velha, tinha um grande amigo dos tempos do secundário que era da Juve e que me comprava camisolas e t-shirts da Juve…e eu vestia aquelas camisolas na escola com um orgulho enorme “JUVE LEO BAD BOYS”…ainda hoje mesmo apertadas e gastas, as visto quando vou jogar à bola……também eu não me identifico com o que é a claque hoje em dia, mas por tudo aquilo que foi e que poderá ser, a paixão de gritar e cantar o nome do Sporting continua, seja na central, no topo norte ou no sul….

    por motivos profissionais não vou poder estar presente amanhã, mas irei estar colado ao rádio com a esperança de gritar GOOOOLO bem alto.

    Saudações Leoninas

  12. “As mesmas vozes anónimas que, há uma semana, fizeram Cardozo levantar-se do banco e, atónito, perguntar aos 59 mil do seu clube como era possível só ouvir os três mil de verde e branco vestidos.”

    Isto é o Sporting. Pronto já ganharam um Título. O Título das Claques é vosso :)

      • Não sei bem o assunto que referes, mas vem na “linha” do que tenho dito…

        Vocês adoram ganhar esse Tipo de Títulos Imaginários :)

      • Leão… cuidado com a caixa de pandora!
        Agora que o glorigozo vai ser levado ao colo até ao titulo, o povão de bigode, garrafão carrascão e “aviador” de porrada vai trazer um boost a este país estagnado, fazendo disparar o PIB para números apenas imagináveis na cabeça dum Zemeckis ou Spielberg… Não convêm trazer-lhes problemas existenciais.

        A crise não perdoa…

    • Deixa lá estar que tu também ganhas títulos “pra caralho”. E como burro que és, quando estás para ganhar qualquer coisinha, andas para aqui de peito feito como se fosse tudo teu.

      Puta de mania…

      • Obviamente que a Grandeza de um Clube não se faz exclusivamente pelas Conquistas.
        O Sporting apesar de apenas ganhar Titulos Imaginarios, é um Clube Grande, mas dá-me um Gozo tremendo ver-vos ano após ano a fazerem dos jogos contra o Benfica autênticos Campeonatos, enfim…

        Assim não vão lá…

      • Calma que a fera já está mais calminha.

        Nos também gozamos convosco à fartazana. Quando não é pelos títulos, é simplesmente por serem quem e como são.

        Felizmente não há muitos sportinguistas suficientemente estúpidos ao ponto de passarem a vida em sites de outros clubes.

      • E o gozo que te dá ser tratado como uma “menina de papá” e terem colinho para vos levar ao titulo?
        Tuneis, Estoris-gates….. Agora, “Capelinhas” e Lucilios…

        Assim se vê a grandeza do glorigozo!

  13. Boas notícias no Hóquei também! Ganhámos 4-3 e fugimos aos lugares de despromoção. Espero que a manutenção seja conseguida e que tal como no futebol se comece a apostar em jovens valores. As condições de trabalho estão longe de ser as mesmas porque nem pavilhão temos, mas o que não falta em Portugal é muito talento jovem no Hóquei.

  14. É pá… porque continuam a responder a panascas que vêm aqui para o engate? Deixem a bicha a falar sozinha, ou identifiquem o post com um APAGAR (assim o Cherba identifica-os logo, e facilita-lhe a limpeza). Aqui não há panascas; aqui há Leoas e Leões.

  15. Bem, és 2-3 anos mais novo que eu, pelo que nos devemos ter cruzado no associativismo “juventino”.

    Eu, sinceramente, era sócio da Juve apenas porque havia sempre lugar no estádio, quase sempre de borla, em troca de uma quota anual ridícula (eram 300 escudos, ou 500, já não me lembro). Mais os 900 de quota de sócio mensal (daquele velho cartão que rasguei quando o PSL e o paneleiro do CManuel fizeram saltar do clube o mítico Oceano da Cruz), e viam-se os jogos todos da época, num percurso dominical (naquele tempo, era quase sempre aos domingos…) em tudo semelhante ao teu (ainda que mais pelos lados da outra Linha: a de Sintra).

    Depois de entrar na Superior, ficava nas bordas do grupo a tentar ver o jogo (que é coisa que, cedo percebi, a generalidade dos restantes não fazia questão). Às vezes até dava para me esgueirar para a Lateral e para a Central nascente.

    Depois, umas fanzinas, umas TShirts dos porcos lampiões, umas histórias de porrada aqui e ali com galinhas dos mais gabarolas, e pouco mais tenho a acrescentar desta minha experiência.

    Nesse jogo em que caíste da varanda, cheguei mais tarde ao estádio, a tempo de levar com uma carga policial depois de alguns terem atirado pedras da calçada ao autocarro dos morcões, da qual escapei mais umas dezenas refugiando-me num prédio que tinha a porta da entrada entreaberta.

    Enfim, histórias….

    Mas concordo que fazem falta as Claques, levam para o relvado como poucos a emoção dos adeptos. Desde que despolitizados, claro está. Desde que sem interferência nos interesses do Clube (que não seja a interferência de qualquer sócio).

    E gostei de me teres lembrado da Gazeta dos Desportos (há que tempos não me lembrava dessa merda de jornal…), e dos ridículos “Gandulas” (o que raio quereria isso dizer?).

    Mais um belo texto da tua autoria, obrigado!

  16. Texto do caralho. A serio. Ao ver textos destes é impressionante. O cacifo é, de longe, o melhor bllog despoortivo do planeta. Cherba, a forma como escreves arrepia um gajo. Sou. De longe e forampouco mais de duasduzias de vezes que fui ao velho alvalade. E fiquei.me pela condicao de correspondente. Mas sempre olhei para a curva com inveja. O teu texto é extraordinario.

  17. Cherba, boas recordações sem dúvida.
    Lembro-me num jogo que ganhámos por 2-0 aos tripas em Alavalade vir do intervalo a subir as escadas com 2 ou 3 bejecas na mão pelo meio da JL e ser golo do Sporting. Desapareceram ás bejecas no meio dos festejos mas ninguém se queixou da chuva de cerveja tais foram os festejos.
    Lembro-me também de ver inúmeros jogos nessas mesmas escadas por nunca haver lugar para todos o pessoal se sentar.
    Para quem viu de perto o apogeu da JL, hoje são realmente uma sombra do que já foram e sobretudo são lideradas por gente que se move por interesses…

  18. Eu sou da opinião que as claques deveriam estar juntas, todas no topo Sul. Aí sim, a curva voltava a ser a Curva.
    Mais um grande texto Cherba. Fiz centenas de vezes o mesmo trajecto que tu! Eheheheh

  19. E o orgulho que eu tinha nessa altura, em ter o meu capacete verde da JL e poder vestir uma sweatshirt amarela torrada por cima do meu Blusão da GNR….

    Mas antes disso, era com 14 anos, sair de Carcavelos com o meu amigo Carlos ( “Canina”), apanhar o comboio até Algés, de seguida o 50, que passava por uma cidade de barracas ( ter a coragem de o fazer, na sltura, nao era para todos) até ao nosso Estádio José de Alvalade. Como eramos os dois caninas, aproveitávamos por fingir os 12 anos, o que na altura, com a ajuda de um “pai” adoptivo era o suficiente para que nos metesse lá dentro ( e incrivelmente no meio daquela confusão… Na, não havia telemóveis)… Subíamos as escadarias a correr e entrávamos pela porta que dava o acesso mais central possível da Superior Sul ( tinham nos dito que era ali que se viam os golos na segunda parte, a mais importante do jogo)…. Mas a Cereja no topo do Bolo para os dois “Caninas”…. Era aproveitar os silêncios momentâneos ( infelizmente não tão momentâneos como isso ), para começarmos a puxar pelo Sporting… Sporting….Sporting…até convencer o estádio todo a uma só voz. Depois ficávamos os dois a olhar um para o outro com um ar de orgulho que guardo sempre na minha memória!

    Sentir esta Paixão a voltar… Dá me a convicção de voltarmos a ser tão grandes como sempre o sonhámos!

    Viva o Nosso Sporting Clube de Portuga!!!

    • Em puto também aproveitava todos os silêncios para tentar puxar um cântico… e várias vezes fui mesmo eu a sozinho, começar a meter um estádio a cantar! É lindo

  20. Engraçado, ainda esta semana estava a comentar com a minha mulher as características do Trofeu Gandula. Isto porque tive a sorte de conhecer o Sr. Wilson Brasil e de acompanhar de perto as galas do trofeu. Tudo isto se passava em Sacavem e o Sr. Wilson Brasil frequentava diariamente o núcleo do Sacavenense. Alias a gala do trofeu passava-se invariavelmente no pavilhão do Sacavenense. Tenho recordações giras desses tempos… lembro de um grande amigo (apanha-bolas e jogador do Sacavenense) que todos os anos recebia como prémio um fato de treino, com um G gigante estampado no peito… e se ele usava orgulhosamente aquilo! Belas recordações!

  21. Vamos lá ver se acertei:

    Carvalho; Pedro Gomes, Alexandre Baptista, Fernando Mendes e José Carlos; Pérides e Géo; Osvaldo Silva, Mascarenhas, Figueiredo e João Morais.

    Treinador: Anselmo Fernandez

  22. Cherba, já acompanho o cacifo há muito tempo, nunca comentei, mas hoje e porque me identifico a 1000% com o que foi dito, tenho que dar um ar da minha graça… cresci longe da capital, durante os longos 17 anos de secura(18 épocas e não 18 anos) e de 15 em 15 dias fazia com o meu pai 300 km para ver o nosso amor, segui a Juve na bancada nova do velhinho Alvalade, a famosa ponta sul, era eu um puto que ia para a bola de mão dada com o meu velho… eram tempos complicados devido à escassez de títulos, mas eram também tempos de muito orgulho. Assisti a várias transformações na claque, para o topo sul no velhinho estádio, mudanças de dirigentes, divisões e formações de novas claques e para o novo Alvalade, sempre a piorar. Hoje continuo a ver a bola junto da Juve e é com pena que assisto a certas coisas, é com pena que constato que 90% dos putos que hoje lá andam, não sabem nem sequer querem saber o que foi a Juve e o que significou. Pena que ainda hoje não se tenha percebido que se todos estivessem juntos teríamos, ou melhor continuaríamos a ter a melhor curva de Portugal, uma que outrora foi considerada das mais temidas da Europa no apoio ao seu clube, o nosso grande amor SPORTING CLUBE DE PORTUGAL.

    • Eu Tenho os canais para poder editar.
      O nome da Marca é True Team Publishing &Design ( TT ).
      Não haveria maior orgulho que passar a por no mercado as nossas edições.
      Porque a PrimeBook sendo gerida pelo, Canela de Abreu, um Benfiquista Empedernido… Nunca se vai dedicar e algumas vezes vai complicar a nossa comunicação.
      Faz 4/5 anos ( a convite da PrimeBook)fui criei ( Design, direcção de Fotografía, paginação e tratamento de imagem) um dos últimos livros editados pelo Sporting Clube de Portugal “Lugares de Leão” ( Chancela Prime Books).
      O Cancela de Abreu na altura, consegui Vetar com a complacencia dos advogados e Direcção do Nosso Clube, Uma Capa do Caralhão: – Um puto anonimo no meio da multidão da bancada, a ver o jogo com um ar embevecido e apaixonado.
      Ficando a segunda hipotese, um outro Icon para mim, que é a passagem da nave para as bancadas ( fui lá ao estádio fazer essa foto )
      Isto para sizer que o nosso Sporting que é grande, teve gente muito incompetente a gerir coisas fundamentais, como a comunicação da Marca para o grande Publico.
      E não se pode pagar 20.000 mês a alguém tidos os meses e depois não haver dinheiro para publicações periódicas do nosso Sporting.
      Como vemos aqui… Há montes de Estórias para contar. São estas Estórias que derretem corações e nos fazem apaixonar pelo nosso Grande Amor!

      Viva o Nosso Sporting Clube de Portugal

      • Ha coisas que realmente… E nao é que eu actualmente colaboro com a PrimeBooks na paginacao de varios livros que se encontram no mercado.? E sim o Cancella de Abreu é um grande vermelho mas é um grande profissional. Por curiosidade, se fores à ficha tecnica da ultima edicao da Biblia do Sporting (dos outros 2 tb mas isso agora nao interessa) vez la paginacao e design: Jusko. O mundo é pequeno… :)

    • O da camisola, o dos vizinhos, o da sra. avó do Cherba, este, o último do Douglas e o feito sobre o bojinov. Que me lembre, são os meus preferidos.

  23. Grande texto, Cherba… o Cacifo continua de facto a ser de longe o melhor blog desportivo. E um espaco que personifica bem o que é “ser Sporting”. Obrigado por nunca me deixares esquecer isso!

  24. Pois é meus caros cacifeiros…eu vou tentar ampliar ainda mais o que o cherba escreveu…tenho 41 portanto direi que apanhei a juve no momento que era a melhor claque de portugal e entre as 5 melhores do mundo.
    Entrei na juve em 1986 …nos meus quinze anos cresci e vivi toda a transformação do mundo ultra que se vivia na europa com o sporting tanto em coreografias como o lugar que devia ser ainda da claque que era a ponta sul a que esta mais perto é a torcida verde neste momento. Como morava na linha de alverca o comboio ate ao areieroera lugar obrigatorio para escaramuça com os porcos …lembro-me bem das idas á sede nas portas de santa antao dos lampioes para lhes dar porrada e fugir da bofia das idas a braga em combouio e voltar na camioneta da juve por nao termos comboio e pedir que nos trouxessem de volta )ao porto ao restaurante vitoria comer a dobrada e de cascol os tripeiros a quererem levar porrada …perseguidos e prontos para a luta …iamos a qualquer lad…as idas a faro sempre em pleno agosto ter com amigos da nossa sede da juve faro…a juve tinha o espirito ultra de italia que se manteve ate hoje com os laços a claque da fiorentina…e outras.
    O chelsea um doa activos da juve e muito a ele se deve canticos e coreografias era doido por este mundo ele que da margem sul abriu um negocio de visava qqer colecionador ter material de todos os clubes ultras da europa dai vermos muitas vezes cacois diferentes na ponta sul …do panatinaikos …werder bremen …juventus …celtic e outros.
    O chelsea um dia fartou-se do fernando mendes que esta a frente á demasiado tempo da juve …e fundou o directivo XXI ..sim concordo nao sei se possivel juntar tudo e todos na curva (ponta sul) e apoiar o nosso amor eterno, oggi domani e siempre la magica juve. Sporting meu amor …

  25. “Estou mais preocupado com o facto de Bruma ter estado a treinar com dificuldades, devido à entrada a que foi sujeito, assim como outros jogadores. Os cartões amarelos também me preocupam. Deve ter sido um jogo com um número de faltas recorde, mas também não quero ir por aí. A agressividade não foi devidamente acautelada. Só houve uma pessoa no país que achou que aquela foi uma boa arbitragem: o observador… Viu ao contrário. Mas nem todos podem gostar da mesma cor, do mesmo clube, do mesmo país…”.

    “A arbitragem não foi segura. Mas não entendo que seja preciso os nossos jogadores revoltarem-se por causa disso. Os jogadores saíram muito zangados e os treinos do primeiro e do segundo dia foram menos bom, mas a partir daí as coisas voltaram a ser o que eram. Amanhã espero que joguem ao mesmo nível e se juntarem uma pitada de revolta, tudo será um pouco melhor, mais saboroso”.
    Jesualdo Ferreira, na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Nacional (domingo, 18 horas).

  26. Este post é pura paixão!

    Eu comecei a ver futebol pela mão do meu avô, o meu baptismo em jogos ao vivo do Sporting foi no estádio das antas.

    Este grande homem era tripeiro de Miragaia, mais tripeiro é quase impossivel asseguro.
    Foi ele que presenteou com o boné igual ao do Joaquim Agostinho que ainda guardo.
    Era com ele na cabeça que ia para as antas e para o meio dos portistas ver os jogos do Sporting.
    E assim foi até este grande Homem se fartar do futebol, como ele dizia, pode-se gostar muito de algo mas se esse algo obrigar a não ter moral e ética, andar de coluna direita, não vale a pena.
    Estava a ganhar força o podre do futebol Nacional, deixou de ir ver jogos e eu deixei de ir com ele.

    Dos jogos pouco me lembro mas lembro-me de estar sempre a olhar para as bancadas onde estava a mancha verde e branca, lembro-me de dizer ao meu avô que um dia ia estar ali.
    Lembro-me das questões dos portistas sobre a minha prefêrencia, e das respostas do meu avô.

    Ele é livre de ser quem é, se alguém tem problemas com isso que falem comigo, dizia ele.
    Eu respondia algo do género, gosto mais das risca verdes e brancas, gosto mais daqueles ali que não se calam, sim era a Juve.
    Como alguém já disse e muito bem, o Sporting escolheu-me e eu todos os dias lhe agradeço.

    Mais tarde via os jogos aqui no Norte perto deles e cantava como eles, grandes momentos, complicado era no fim dos jogos pois ai estava soznho e não foram poucas as vezes em que tive medo pois a caça ao homem era terrivel.
    Ainda levei das boas, mas continuei a ir ver o meu Sporting.

    O único que lamento é ter ido tão poucas vezes a Alvalade, a distância não ajuda mas sempre , sempre a planear ir ver os jogos por este Norte fora.

    Hoje em dia, planeio levar o meu filho mas tenho algum receio de o levar a um jogo fora de casa, ainda é pequeno mas assim que se reunirem as condições vou leva-lo a Alvalade e com sorte ele também vai ver aqueles que não se calam e também vai querer fazer parte da sua voz.

    Se puderem, os que hoje vão estar lá, gritem um bocadinho por mim também mas gritem e cantem pelo nosso amor.

    Não estou mas é como se estivesse lá, no centro do meu mundo.

  27. Cada vez mais certo de que este é de longe, e sem qualquer tipo de dúvida, o melhor blog acerca do Sporting! Todos os minutos passados aqui são minutos bem passados. Era preciso mais gente como tu, cherba, a escrever para o Jornal Sporting!

  28. Pereira Cristóvão elogia Bruno de Carvalho, mas faz um aviso (no qual eu assino por baixo), cuidado com a aproximação ao SL Bosta, o Dias da Cunha fez isso no campeonato do Estorilgate, e deu-se mal, por ex.: Nuno Assis, e por conseguinte demissão de Ribeiro Teles.
    Não se deixem ir no engodo da verdade desportiva, eles querem oucupar o trono da corrupção que é do Bimbo da Costa.

  29. Foda-se mais o jornal abola. Puta que os pariu. Uma semana inteira (mais uma) dedicada ao universo lampiurso:

    2ª feira – “Obra de arte”, referência ao golo do Lima.
    3ª feira – “Gaitan, o Mundo atrás dele”, só se for para o enrabar a sangue frio.
    4ª feira – “Jesus pronto a dizer sim”, e vai na volta diz sim e ainda mais uma citação que viu no facebook
    5ª feira – “Sem medo”, Gaitan na capa
    6ª feira – “Esperança na luz”, depois de levarem no cu a torto e a direito o que há é esperança na luz
    Sabado – “Reforços para o jogo do ano”, não sei se chegam para suprimir a ausência do Capela
    Domingo (hoje) – “É preciso terem muito descaramento”, palavras de Vieira mas aproveito-as e digo a mesma merda aos jornaleiros da bola foda-se.

    FILHOS DA PUTA! VÃO MAMAR NA PIÇA DE UM BOI.

  30. 3-0 é o meu palpite … golos de Wolfs, Ilori e Schaars :) … 2 na primeira parte, 1 na segunda … e não consigo ver mais nada na bola de cristal eh eh eh

  31. Estou com um “mau” pressentimento em relação aos Lampiursos… Estou mesmo!
    O principio da derrocada foi lá longe em Estambul ….
    Catrapus
    :p
    Ups … Esquecime de dizer que era off topic :)

  32. Sou dos Açores e por essa razão só comecei a frequentar Alvalade em 1998, ano em que entrei para a faculdade.

    Tenho pena de não partilhar esta paixão por claques, muito menos a Juve Leo e o Directivo, para mim não são mais do que uns filhos da puta nojentos, violentos e aproveitadores dos valores e dimensão do Sporting para se sustentarem.

    Na minha opinião deviam acabar, morrer as claques todas e todo o nojo à sua volta.

    Desculpem se ofendo alguém, sinceramente não é minha intenção mas as coisas que vi e senti na pele à custa desses filhos da puta cobardes não me permite ter outra opinião.

    SL

    P.S. Cherbakov, sinceramente espero que não me leves a mal, não menosprezo de forma nenhuma a tua vivência enquanto membro de claque e quero acreditar que não tens nada haver com esta realidade de que falo.

  33. Faltam 65 minutos e o nervoso miudinho já me invadiu!

    Meu onze:
    RP
    ML, TI, R, J
    FR, S, AM
    B, RW e VV

    Lesionados: ED e CS – 2 jogadores q seriam titulares!

    SL

  34. Bonito ver o nosso estádio cheio!
    Jogadores com um sorriso nos lábios ( excepto Adrien, claro ).

    “Engraçado” verificar que a SPORTTV baixou o volume do som que vem das bancadas…assim as capeladas são mais discretas!

  35. Estas sucessivas vitorias arrancadas a ferros colocam a nu as varias limitaçoes da equipa ao longo da epoca mas acima de tudo demonstram a maior garra concentraçao e qualidade de praticamente todos os jogadores (hoje a excecao foi o labyad – mau jogo).

    gostei muito principalmente da exibiçao dos centrais, e, claro, Capel (o homem do jog) os centrais estiveram muito concentrados e temos dupla para o ano! e finalmente Rojo marcou depois de tantas

    VIVA O SPORTING !

  36. Como bem disse acima o converge, vitória da garra e da concentração. Rojo finalmente começa a mostrar que não é o jogador que temíamos que fosse. E não o digo apenas pelo golo. Grande Capel, nem sempre as coisas lhe saem bem, mas deixa tudo em campo. Quem é capaz de negar que o trabalho de Jesualdo já é bem visível na melhoria da equipa?

    Pela negativa os senhores 90 mil euros por mês. Adrien continua lento, nada lhe sai bem. Deve ter feito um grande jogo em toda a carreira: na final da Taça, contra o Sporting… Labyad fez uma exibição vergonhosa! Pareceu-me que entrou com cara de quem ia fazer um frete e a exibição confirmou-o. Estragou todos os lances de ataque. A sua entrada coincidiu com a melhoria do Nacional. É só comparar com a garra com que entrou Viola. Temos aqui um bom extremo. Vai para cima do defesa em drible e velocidade.

    • Olha o disparate!

      Tirando um ou outro precalço defensivo, contra um opositor à altura (Candeias) foi o melhor jogo que fez pelo Sporting. Não tenho grandes dúvidas sobre isso. Deu enorme qualidade e profundidade ao corredor direito, onde Bruma pelo contrário ia perdendo gás. Ainda assim este último contribuiu com duas assistências…

      Parece-me claro que falta condição física aos dois.

    • Claramente, não vimos o mesmo jogo…
      O Nacional fez o que quis pelo lado de Miguel Lopes, só atacou por esse lado, praticamente. A atacar, tirando um par de boas jogadas, muitas perdas de bola, maus passes.
      Para mim, a par do inexistente Adrien, o pior do Sporting.

  37. André Martins, ganhando lastro competitivo, vai ser um caso sério. Miguel Lopes tem que defender mellhor … tem arcaboiço. técnica e velocidade para ser uma mais valia. Joãozinho não pode ser SÓ cruzamentos, passes longos para a frente e passos curtos para dentro … em tempos tivemos um atleta assim, de seu nome Paíto.
    Adrien esteve mal … ganhámos e tivemos intensidade como há muito, repito, há muito não se via em Alvalade.
    Para concluir, achei a atitude de Capel extremamente positiva … falar aos adeptos no final do jogo, em pleno estádio é do caraças … nova direcção, novos métodos, mais mística !!
    Abraço a todos !

  38. É desapontante ver que tivemos pouco mais de meia casa num jogo onde os sócios entravam à pala.

    Também não gostei muito da ideia do Cristiano Ronaldo ser o sócio número 100 mil. Que caralho vem a ser isto? Então mas ele fez a formação toda no SCP e ainda não era sócio? Foda-se. Dá mau aspecto… Mais valia ter feito o filho dele o sócio número 100 mil e tínhamos a imagem dele associada à mesma ao SCP.

    Pensem um pouco foda-se.

    • Discordo totalmente. A nova direção não tem culpa nenhuma que o Ronaldo ainda não fosse sócio. Mas ele ser o sócio 100.000 é uma ação de Marketing excelente, que vai ter um grande impacto.

      • Eu não estou a culpar a direcção. Estou só a constatar um facto. Dá mau aspecto. O departamento de marketing a meu ver esteve mal.

        Achas normal um jogador formado no SCP não ser sócio logo assim desde o 1º ano? Há aqui alguma coisa mal contada.

      • Não viste quantos jogadores do actual plantel podiam votar? Mas quem da formação é que é sócio do Sporting? O moutinho? O simão? O quaresma? O viana?

      • Vi. Alguma coisa está mal. Eu acho que é normal quando um jogador assina por um clube passar a ser sócio… De qualquer das formas se não era política das anteriores direcções fazer dos jovens valores sócios, espero que comece a ser.

    • Tens que colocar a questão ao contrário.
      Esta jogada de Marketing teve uma certa mixed reaction, é certo, mas fica a ideia que foi a nova direcção que reacendeu o Sportinguismo do Ronaldo e que o mesmo está do seu lado. Capiche?

      Agora esperemos que pague as quotas, ao contrário dos jogadores do actual plantel –‘

      SL

      • isto é evidente. tem muito mais valor um jogador que já não é do sporting tornar-se sócio do que um que chega e assina o papel que lhe colocam à frente.

    • Falando apenas destes 2 últimos anos, apenas com Bojinov junto ao Ricky, ganhávamos algumas, com Carrillo também, mas hoje, foi confrangedora a quantidade de centros de linha a linha.
      Não sou muito “adepto” do Ricky mas consigo perceber que a responsabilidade não é dele, é dos treinadores que estão viciados no 4-3-3, que jogam com 2 ou 3 trincos em casa e fora, e que idealizam um esquema de jogo em contra-ataque.
      Ricky deve ter feito 80 jogos nestes 2 anos como único PL, devem ter sido feitos uns 400 cruzamentos para um desamparado Ricky se contarmos 5 por jogo, e apenas 1 em 10 com sucesso de remate/cabeçeamento, digamos que Ricky tenha marcado 20 golos nesses 40 cruzamentos, chegamos a um nº hediondo de desaproveitamento, simplesmente rídicula as intenções dos treinadores.

      400 cruzamentos
      40 remates
      20 golos
      360 cruzamentos para quem ?

      “Estes dados têm 0,01% de margem de erro”

      • Chega a ser anedótico mesmo…outro “mistério” é jogadores com 21 anos durarem apenas 60 minutos?!

      • Junta a esse “mistério” já duradouro, as péssimas entradas nas 2ªs partes de quase todos os jogos, um ou outro bom final de jogo, mas apenas por reacção.
        Falta muito treino físico e psich. aos nossos “craicks”…
        O termos ficado a 20s, 30s, e quase 40s pontos do 1° lugar nestes últimos anos é um claro sinal de falta de treino sério.

  39. Foi sim senhor Drs

    Márcio, achas tu e acho eu, que irritação que me estava a dar! E depois o Ricky é o mau avançado, faço tuas as minhas palavras, tanto cruzamento para quê? Metam lá mais alguém porra!

  40. Não falando do jogo, mas sim do tópico em si, uma pequena nota. A Gazeta dos Desportos era merdoso, mas na primeira página tinha uma coisa que ainda hoje guardo com muito carinho alguns dos exemplares. O que trazia na primeira página era um desenho que descrevia o melhor golo da jornada. Era lindo, tenhi alguns desses recortes e alguns deles com golos do Sporting.

    Quanto à Juve, há muita gente que continua a ter a mesma paixão, há muitos páraquedistas que nem sabem o que estão ali a fazer e há muitos “chupistas”.

  41. Nem reparei (estava na outra bancada). Precisamos de renovar com o Bruma e o ilori. Este ultimo confesso que tem sido uma agradavel surpresa. Fez uma recuperação num lance em que o Rodon ia isolado fantastica.

  42. PRINCIPAIS SINAIS POSITIVOS:

    – Pela primeira vez, vi um jogo completo e de alta qualidade dos 2 laterais (Joazinho e Miguel Lopes). J´anteriormente tambem tinha visto bons jogos destes (e tb de Cedir, mas menos regulares). JOAOZINHO e MIGUEL LOPES conseguiram manter um grande ritmo compettitivo e grande concentraçao ao longo dos 90 minutos. O que prova que, com Jesualdo, os jogadores ganham mais disciplina tática e auto-confiança;
    Miguel Lopes hoje fez, pra mim, o seu melhor jogo desde que está no SPorting.

    – A equipa está muito mais bem organizada no campo. Os jogadores sabem muito mais as suas tarefas e há muito menos desperdicio de energia e menos anarquia tática.

    – Neste sentido, há um jogador que, tal como eu previa, está a ser preponderante na manobra atacante e na construção de jogo, que é o ANDRÉ MARTINS. Com apenas 23 anos, está a provar que só lhe faltava minutos e maior gestão do esforço. (a gestão do esforço é uma das maiores conquistas do SPorting de Jesualdo). André Martins é já neste momento o patrão do meio campo do Sporting, no sentido em que desempenha as tais funções de player que há muito tempo faltam no Sporting.

    – Destaque tambem, mais uma vez, para Capel e Bruma. O espanhol por desgastar fisicamente os defesas adversarios e por acreditar, como ninguem, até ao fim, transmitido uma grande confiança à equipa. É comum dizer-se que Capel é limitado mas quem dera muitos serem “limitados” como ele: nesta equipa não há jogador que seja tantas vezes desequilibrador. Por isso, a sair, só por uma oferta irrecusável. Tem provado ser indispensável em qualquer Sporting independentemente do treinador. Direi mais: Capel é a Alma desta equipa.

    Bruma é o jogador mais explosivo e talentoso desta equipa e sistematicamente (desde a estreia a titular, creio que com o GIl Vicente) é o Formula 1 do Sporting, no sentido em que é o jogador que mais cedo começa logo a desequilibrar. Pode falhar mais tarde (maior imaturidade e impetuosidade fazem com que momentaneamente perca a concentraçao – lance do golo do Nacional – mas tendo em conta os seus 18 anos, já não é uma esperança. É uma certeza do futebol ortugues, até porque é muito mais do que qualidade técnoca muito acima damedia. tem tambem visao de jogo e qualidade de passe incriveis para um jogador tao novo e inexperiente.

    Para mim, no entanto, se destacar os jogadores principais de Hoje, além de Capel, destacaria a dupla de Centrais ILORI-ROJO. Estao cada vez mais afinados e concentrados. E se ainda restassem duvidas a muitos camaradas cacifeiros, hoje foram dissipadas: Com Rojo e Ilrori a este nível, DIER tem mesmo que jogar no meio campo, até porque, como todos sabemos as rotinas competitivas numa dupla de centrais levam sempre 1 ou 2 epocas a sedimentarem-se. Destaco ainda mais o ROJO que já merecia um golo (tantas vezes que tentou estea epoca). Este golo vai dar ainda mais importante e Ilori e Rojo apenas numa epoca (nao inteira) já marcaram o dobro dos golos que Polga marcou em 8 anos. Esta Dupla é obrigatoria para manter para a proxima epoca!

    – Ultimo destaque que deixo para VIOLA : está mais solto e com mais discernimento. Entra e cria logo perigo. Mais um que ganhou confiança nas suas imensas potencialidades, com Jesualdo. Pode ser importantíssimo na proxima epoca.Não é ponta de lança mas é muito mais que um mero extremo talentoso.e já conseguiu fazer esquecer dois rotulados “craques”: Carrillo e Labyad.

    o que me leva aos SINAIS NEGATIVOS:

    LABYAD – disparatado, muitas vezes disparatado e alheado da necessidade que tinha de marcar a diferença. Penso que é uma questao de cabeça. Demora imenso a despertar, não é solto e discernente, o que´nao deixa de ser preocupanate porque já teve muitas oportunidades para singrar e só o fez, segundo me lembor, por uma vez.

    Pior ainda, ADRIEN: já me fartei dele há muito tempo, E digo-o de novo: vendeu-se demasiado na pre-epoca para afinal ser..um fiasco. Penso que devia saír no final da época, até porque temos várias soluções para o meio-campo.

    ultimo aspeto negativo de hoje: falta de killer instinct (desde os tempos de Bobby Robson), perda de concentração e fulgor fisico na 2ª parte, o que fez com que perdesse o meio-campo (sempre que se perde o meio-campo é meio caminho andado para se perder ou empatar o jogo). Estes sao os dois aspetos que acompanham o SPorting desde oinicio da epoca. Pneso que tem a ver com a tal pessima pre-epoca em termos de preparaçao fisica (alguns jogadores simplesmente, apagam da primeira para a segunda parte) e tambem a inexperiencia.

    Mas apesar disso, o saldo é mais uma vez francamente positivo. Jesualdo Ferreira conseguiu devolver a espernaç no Sporting.

    ALguem duvida que um jogo destes acabaria emptado ou perdido há 3 meses atrás?

    VIVA O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!

    LABYAD

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s