o mundo a verde e branco: Only I know why I don’t stay at home…

Dia de jogo do outro lado do Atlântico, dia de colocar em prática a expressão «o prometido é devido».
Este é o primeiro texto da nova rubrica, o mundo a verde e branco, espaço criado com o objectivo de dar, a todos os que Leões espalhados pelo mundo, a possibilidade de nos contarem como é estar afastado de um grande amor! (é só enviar para ocacifodopaulinho@gmail.com)

Only I know why I don’t stay at home…, by Jorge_Londres

Muitos dizem que, sobretudo neste estado em que Portugal se encontra, emigrar é prova de deslealdade para com o país. É fugir às responsabilidade como cidadão Português e que é o dever de todos ficar, contribuir e ajudar o país a sair desta situação. “Ir para o estrangeiro é fugir, à cobarde!”, como já ouvi.

No entanto, sair do país representou para mim, deixar os meus pais, os meus amigos, a minha namorada e tudo o que me era querido em busca do desconhecido.

Há um ano e meio que estou longe. E há um ano e meio que tenho saudades… “Se tens saudades, volta!”, oiço de quem se preocupa… Sim, tenho saudades mas ainda bem que as tenho. As saudades lembram-me das razões pelas quais vim para Londres.

De vez em quando divirto-me a tentar explicar a um inglês o que é isto de “saudade”… Porque não é bem a mesma coisa que “missing someone/something”… Não é só estar triste por não podermos estar com alguém. É um misto de tristeza com felicidade porque a saudade ajuda-me a lembrar o quão gosto daqueles ou daquilo que tenho saudade! É esquisito…

Mas não só dos entes queridos a saudade aperta…
Tenho saudades de ir a Alvalade. Tenho saudades de passar a tarde numa esplanada no Campo Grande com a rapaziada antes da bola. Tenho saudades de ir à pressa comer uma bifana com mostarda nas roulotes para “acamar” as imperiaizinhas da tarde. Tenho saudades de entrar no estádio, passar a segurança e ver as bancadas coloridas a encherem-se de gente. Tenho saudades das quiejadinhas de Sintra durante o jogo. Tenho saudades de no intervalo, ver os lances polémicos nas televisões ao pé dos bares das WCs e tantas vezes comentar “aquilo era penalte, porra!”. Tenho saudades de gritar GOLO em português e abraçar um desconhecido ao meu lado. Tenho saudades de dizer tantas vezes após resultados menos bons “Porra, pá, parece que dou azar, esta época não venho mais ao estádio”…

Gostar de casa, da família, dos amigos, das namoradas e até mesmo do Sporting gostamos todos… Gostar à distância é mais difícil…

Um grande abraço ao Cacifo e a todos os corajosos Leões espalhados pelo mundo fora.
SL

Anúncios

25 thoughts on “o mundo a verde e branco: Only I know why I don’t stay at home…

  1. “Gostar a distancia e mais dificil”… eu diria que por vezes e insuportavel, mas as pessoas que estao em Portugal nao teem a minima nocao do que e estar longe das coisas mais queridas que temos, o quao e dificil dizer amo-te estando longe, atraves de uma ligacao de skype.

    O quao e mais dificil estar a ver um jogo do nosso SPORTING atraves de uma ligacao de internet que por vezes “emperra” e que so nos apetece partir a merda do PC.

    O quao e dificil o nosso SPORTING marcar um golo e nao podermos abracar um nosso consocio ou adepto e gritar juntos imersos na imensa alegria e euforia.

    O quao e dificil quando perdermos nao termos ninguem a quem podermos mandar umas caralhadas e desafogar as nossas magoas.

    Pois Jorge_Londres, o pessoal no nosso belo pais pode ter uma ideia, mas nem se aproxima daquilo que passamos porque nao tivemos outra escolha senao emigrar para buscar aquilo que o nosso pais por governantes de merda nos pode dar.

    O nosso AMOR pelo SPORTING e GRANDE mas estando longe entao torna-se ENORME!!!!!

    Um grande e forte abraco a todos os SPORTINGUISTAS e em especial aos que estao longe de suas familias, amigo e do nosso GRANDE AMOR SPORTING!!!!!

    Um bem haja!!!!

  2. Para ti e já agora para todos os outros que estão longe.

    Alvalade também tem saudades tuas mas para amenizar a saudade podes sempre pensar que Alvalade sabe que um dia lá estarás outra vez.

    Um Leão é Leão, perto ou longe.
    Força.

  3. Força aí Jorge Coração de Leão!

    Os sacrifícios que fazes hoje, serão com certeza recompensados.

    Como os meus avós me ensinaram:

    “o sacrifício na meninice é o descanso na velhice” ;)

    Saudações Leoninas

    • Epá, fujam daí que só cheira a croquetes estragados e leitinho…
      Sabem lá eles o que é um arroto a bafo de alho com cheirinho a vinho tinto ou cervejola

    • Já levaram o troco! E nem vão ter coragem de publicar o meu comentário.

      “Rennie! Já ouviram falar? Funciona!

      Critiquem o que sabem e esperam para criticar o que vos vai ser apresentado!

      Bom, bom é não perguntar como se passou de um passivo de 40 Milhões para 400 Milhões! Para saber isso não há pressa!

      E, entretanto, façam festinhas ao Godinho que ele gosta! Nem fica eriçado nem nada…”

  4. Meu caro Jorge, os leões não se medem pela distância. Onde há um sportinguista, há Sporting Clube de Portugal. E o Sporting está em toda a parte, é como Deus – Omnipresente! Ainda há pouco tempo estive aí perto, em Sheffield, a sofrer à distância pelo nosso Sporting e sei que é duro. Assim que cheguei, fui logo ver um jogo a Alvalade e sentir o cheiro da relva. Saudações Leoninas e força leão!

  5. Off Topic – Fazendo fé nas noticias da TV, algo me diz que estamos neste momento a ser embarrilados com os 70M do Monaco na venda em pacote.

  6. Boa tarde a todos, chamo-me Pedro sou de Lisboa.
    Sigo o cacifo a coisa de 2 anos mas este è o meu primeiro post! Tou numa situaçao semelhante a tua, trabalhava em lisboa, mas deixei portugal a dois meses, pois a situaçao em portugal estava a ficar muito mà, cada vez trabalhava mais e recebia menos!Tive uma boa proposta para ir trabalhar po estrangeiro e nao hesitei, sou motorista de autocarros, o meu serviço è transportar pessoal ( especialmente malta nova, entre os 20 e os 30) por essa europa fora!Tive 2 meses de treino e começei a trabalhar ha 3 dias. Durante esses 2 meses de treino passei por 9 paises, 33 cidades, em Praga, Republica checa depois de um dia de conduçao entro no hostel e deparo-me com um jovem, que tinha vestido a mais bela das camisolas, a nossa verde e branca, foi um orgulho do caralho! fui ter com ele perguntei-lhe se era portugues e para meu espanto era espanhol, mas gostava do nosso grande sporting, ainda mais orgulho me deu!
    Os meus amigos, dizem-me epa tens o emprego de sonho de qualquer um, viajas, conheçes gente nova, divertes-te,etc,etc……é verdade nao é um mau trabalho, mas a nossa casa é a nossa casa, e è como o jorge diz nao è as chamadas pelo skype que matam as saudades, especialmente da namorada!!
    Um abraço a todos

  7. Andamos nós aqui a contar os trocados da transferência do Montinho e os lamps a comprar putos, que nem devem cheirar o onze, por 10M? wtf?!

    Juro que não entendo de onde sai tanto dinheiro…e que raio de retorno esperam eles ter com um suplente de 10M?
    Algo me diz que quando acabar o “reinado” do orelhas vão estar com um passivo maior que o nosso e a mendigar novamente.

    Não quero nunca o Sporting a fazer investimentos desmesurados destes…invistam antes na academia.

    SL

  8. Grande Jorge, também passo pelo mesmo e já lá vão 7 anos. Temos que ir aí comer umas bifanas e beber umas imperiais a ver o nosso renovado e jovem Sporting 2013/2014. Já somos uns quantos por aqui e já se justifica uma jantarada de Sportinguistas e Cacifeiros.

    Abraço e Saudações Leoninas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s