Bardamerda

Está dado o mote para os falsos moralistas saírem da toca. Que devíamos ter estado calados, que não devíamos ter dito que acreditávamos ser possível ganhar a final em três jogos, que parecemos os lampiões, que, que, que… Um chorrilho de pensamentos onde se nota, claramente, uma profunda saudades de conferências de imprensa onde miamos em vez de rugir. Mas o que mais me enerva, é pensar que estes mesmos moralistas estiveram calados ontem, estariam calados hoje, e viriam saudar o discurso se tivéssemos despachado a final em 3-0.

Dar os parabéns aos jogadores por terem colocado o objectivo no nível máximo e, com isso, terem aumentado os seus próprios níveis de ansiedade? Vale lá a pena.
Indignar-se face à forma como os palermas da RTP, com a mão escondida no bolso, vão massajando os seus cinco centímetros de pila enquanto dizem barbaridades como «o Sporting passeou ao longo do campeonato, mas agora é que é a doer. E estão a apanhar um super Benfica!»? Isso nem conta.
Agora, vir falar em bazófia e, imagine-se, questionar a renovação de contrato com um treinador cujo trabalho está à vista… claro que sim!
A quem promove este estranho sportinguismo, o meu profundo «vão bardamerda!»

Anúncios

99 thoughts on “Bardamerda

  1. apoiado Cherba, estes falsos moralistas metem-me NOJO, vão prá puta que os pariu!
    Estes gajos são a vergonha do Sporting, são aqueles que achavam que o Godinho Lopes devia de cumprir o mandato mesmo a fazer merda dia sim, dia sim…

  2. O Sporting foi a única equipa que tentou vencer este jogo, mesmo com o 3-3, continuou a jogar com o guarda-redes avançado enquanto os encornados defendiam á espera que a putada sorte lhes sorrisse nos penaltys, os merdas da RTP são o costume, enquanto não levarem uns arrebites nos cornos nunca mudarão!

    no próximo fim de semana vai ser duro pois a arbitragem vai ser encomendada mas vamos vencer os dois jogos.

    • Por acaso, aqui discordo em parte. Julgo que deveríamos ter jogado mais tempo no 5-4, sobretudo na 1ª parte do prolongamento. Apenas o fizemos nos 2 primeiros minutos. A lamparinagem já não podia com um gato pelo rabo, prova disso foi que se mantiveram encostados lá atrás durante quase todo o prolongamento.

      Penso ter sido uma ingenuidade ter esperado resolver o jogo em 8 minutos a jogar 4-4 o que não tínhamos conseguido fazer em 40 minutos.

      • Porém, se sofrêssemos um golo a jogar com guarda-redes avançado, teria sido uma estupidez fazê-lo porque estávamos empatados.

        É o que o Jaime Pacheco chama “faca de dois legumes.”

      • Podia acontecer, claro, mas continuo a pensar que na 1ª parte do prolongamento devia ter-se corrido o risco. Mantendo-se o empate, admito que seria uma opção mais discutível na 2ª parte.

  3. Serão os mesmos que virão festejar quando trouxermos o troféu para o nosso imenso Museu.

    Têm sido do Zbording. Julgo que não devem ir bardamerda. Devem ir reaprender a ser do Sporting Clube de Portugal.

  4. É para ganhar os próximos dois na Luz e fazer a festa no galinheiro.
    Apenas peço cabecinha aos jogadores.
    Expulsões como a do João Matos hoje são inaceitáveis, deixemos essas atitudes estúpidas para os lampiões.

  5. Eu apoiei o discurso, é um discurso à leão.
    Julguei, porém, que tendo esse discurso, íamos partir aquela merda toda.

    Ontem jogámos bem, eles dificultaram até onde nós deixámos.

    Hoje fomos displicentes, apesar de superiores.
    Fomos moles pra caralho até nos vermos a perder e o tempo a urgir. E isso não é admissível, depois do discurso que se teve. Porque nos deixa mal. Ontem falava-se em ganhar por 10, hoje perdeu-se um jogo em casa.

    Há que perceber esta merda.

    • uma coisa é defenderes que os jogadores podiam e deviam ter dado mais (o que acaba por ser relativo, se tivermos em conta as oportunidades desperdiçadas) ou que a expulsão é inadmissível. Outra, bem diferente, é aquilo a que me refiro no post

      • O que eu tentei explicar foi que o discurso confiante e ambicioso me agrada, mas não chega.
        Notei um considerável excesso de confiança no jogo de hoje. Fomos moles e displicentes.

        Jogámos melhor que eles, porque somos muito melhores. Mas não houve garra, aquela que passaram no discurso pelo menos.

        E isso é inadmissível, e tem de ser apontado antes de qualquer tendenciosismo de uma reles equipa de arbitragem ou comentador televisivo.

      • Concordo…
        A equipa não foi rigorosa a assumir o jogo… parecia que iam ganhar fosse como fosse. Acabamos por desperdiçar uma boa oportunidade para o 2-0 na final. Assim, acabamos por dar uma abébia a esses abéculas lampiursos de pensar que jogam alguma coisa.
        Que o boifica não joga grande coisa, ficou à vista. Que nós não jogamos aquilo que sabemos e podemos fazer… também não!

        E ainda estou para perceber a expulsão do JM…

  6. A única coisa que me incomoda é perdermos por causa de uma atitude completamente infantil de um gajo que é um dos capitães e que, pasme-se, já não é a primeira vez que se deixa expulsar numa final de campeonato. Burro do caralho!

    Posto isto, vamos lá ganhar à luz para trazer a decisão para casa ou arrumar os lamps no campo deles, como já aconteceu…

    • O ano passado foi expulso por dizer “isto é uma vergonha.” E antes de alguém me perguntar se eu acredito mesmo nisto, eu digo que depois de ter visto o que vi em Loures no ano passado, sim, acredito. Portanto isso é um não-argumento.

      • Tás-me a dar razão. Ainda mais um argumento para não ser burro. Se o ano passado só por dizer que era uma vergonha é expulso, estava à espera de quê quando reage a provocações com uma agressão?

  7. Nem ligo a essa merda.

    O que me indignou realmente foram, de facto, os “comentadores de serviço” da RTP !

    Inacreditável a forma como torciam pelos vermelhuscos, foram tantas bojardas e tão declaradas que até meteu nojo, só por uma vez ( que me lembre ) a equipa do Sporting foi elogiada. Orgasmos múltiplos…

    De resto , acho que foi um jogo em que estivemos melhor que ontem mas não concretizamos as oportunidades. Não acredito que eles joguem em casa tão fechados como fizeram nestes 2 jogos, por isso…

    SL

  8. Para mim este tipo de discurso faz todo o sentido! O maximo de ambição, confiança e exigência! Acreditar SEMPRE que entramos em qualquer recinto desportivo para ganhar… SOMOS O SPORTING!!!! CRL!!!!!!
    Parece que têm medo de rugir!!!!!

  9. eu acho que é mais um “vao pro caralho!”. é a mesma guerra entre um sporting confiante e um sporting manso, entre um porting aristicrata ou um sporting ousado. e eu não quero o sporting a pedir desculpas. a visão que cada pessoa tem do clube depende da pessoa em questão. O que ele snão percebem é que arrogência e confiança são totalmente diferentes. o que disse o jesus em alvalade depois de ter ganho pelo árbitro é uma estupidez de merda. mas isso nao tem anda a ver com o que disse o Nuno Dias pá! O Nuno Dias simplesmente foi honesto. E os proximos jogos vão dar-lhe razão.

  10. Granda posta caralho. Odeio que digam “eu bem te avisei”, muito mais quando não têm razão.

    Há diferenças entre arrogância e confiança ou realismo. Somos favoritos, ponto final!

    Há 7 anos um professor meu disse-me e nunca esqueci: neste país, quando alguém diz que é bom em alguma coisa, é apelidado de convencido.

    E nós somos uma das melhores equipas da europa a jogar Futsal.

  11. já há uns tempos elogiei aqui o discurso do nosso treinador de futsal – ninguém ligou nenhuma por aqui, mas também não para isso :-) – e acho que deveria ser utilizado como um paradigma para o clube: ganhar, ganhar sempre, moralizar os atletas e acarinha-los, exigir responsabilidade e dedicação ao emblema e, já agora, pagar-lhes a tempo e horas porque eles também têm família e contas a pagar.

  12. Bom trabalho Cherba. A mandar Sportinguistas bardamerda desde a campanha eleitoral. Não gosto qd um amigo meu se comporta como um parvalhão. Tb não gosto qd um blogger que aprecio e com quem partilho tantas emoções (tb estive na queda do varandim, por exemplo) seja parvo. Tu tens sido. Parvo. Relaxa. O teu blog é falado e visitado pela lampionagem, pelos porcos e pela comunicação social e tu passas o tempo a mandar bardamerda os teus Sportinguistas. Se quiseres manda-me bardamerda. Ou então mando-te eu. Mas deixa de ser parvo. Por favor. Obrigado por leres isto. Se não leres… Olha, bardamerda.

    • sabes o que são “falsos moralistas” ?
      Há em todos os clubes e o Sporting não é excessão , por isso é aceitável que o dono de um blog esteja farto de os ler, …aliás todo o bom Sportinguista está farto.

      Tás com um problema não tua pontuação.

      • Since 1906: Não se escreve excessão, nunca se escreveu excessão, escreve-se exceção (no novo acordo ortográfico). Nunca se põe reticências (sabes o que é?) a seguir a uma virgula. A minha pontuação não tem problema nenhum. Se leres alguns livros perceberás isso. Quanto à tua opinião, respeito-a.

    • Obrigado pela virgula, ficou esquecida depois de apagar parte do texto.
      De resto , vou escrever tal e qual como aprendi.
      Esquece a pontuação, no ùltimo texto não deste erros de pontuação.

  13. Desculpa mas não concordo contigo cherba. Esses gajos não são “moralistas do caralho” porque para o serem no mínimo teriam de ser Sportinguistas.

    Talvez sejam Godinhistas, tachistas, croquetes, ou outra merda qualquer… mas não são Sportinguistas.

    Prefiro, mil vezes, um lampião ou um tripeiro, a estes adeptos que se dizem ser do Sporting.

  14. Fdx que post!

    Acrescento que ainda bem que hoje nao vi na RTPutas a cara publica dessa falange, o sr. R. Oliveira e Bosta! Aposto que o “fundo” dele ia ser o “discurso de Futsal, etc mais o caralho que o foda!”

    Tenho a certeza que os nossos jogadores vão fazer ainda muito mais nos próximos jogos e que esta derrota ira para servir de tónico!

    Ps: o Rui Santos da SIC anda por aqui, referiu-se aos vencimentos do Sporting como “pornográficos” :)

  15. disputar finais é isto mesmo, umas ganham-se, outras perdem-se. eu cá prefiro, logo a seguir ao cantinho do Morais, a final da UEFA que perdemos em casa. quero que se lixem as grandes jornadas em que ficámos nos oitavos… é preciso estar lá, depois logo se vê.

  16. Tens aqui um bom pedaço de texto, e isto vindo de um benfiquista. A questão é que os responsáveis da equipa técnica do Sporting não rugiram, como tu dizes, mas sim desvalorizaram por completo a equipa do outro lado. E é por isso que esta vitória, mesmo com a equipa infinitamente inferior à vossa que temos, teve um sabor especial.

    Mas de qualquer maneira acho que vocês têm mais que equipa para ganhar isto em 4 jogos, enfim, boa sorte para o que resta da série… E não cometam o erro de mandar embora o Nuno Dias, porque para o ano cheira-me que são sérios candidatos à UEFA Futsal Cup. Um abraço ;)

  17. Pá eu concordo com o post… quem diz que fomos arrogantes é apenas isso: um moralista. Dizer que não são Sportinguistas já é ridículo.

    Bem, vou dar-lhes o desconto. O Sporting está a mudar de paradigma e cada um tem o seu tempo de adaptação.

    • @Diogo.

      O mal é que esses “moralistas” de hoje amanhã vestem outra pele qualquer e sempre com uma agenda escondida. Já lhes dei todo o desconto que devia ter dado… pelas minhas contas são mais de 18 anos de descontos.

      neste caso não houve absolutamente nada de mal no discurso. “Queremos ganhar, vamos lutar, respeitamos o benfas”, não vi ninguém reservar o Marquês, nem a gritar “campeões” antes do tempo.

      Já agora, os tipos têm uma boa equipa também, não vai ser nada fácil o próximo fim de semana, mas estou confiante que vamos ser campeões. [se reparares é um discurso parecido com o do N Dias, não vejo nada de mal nisto]

  18. Caros falsos moralistas: antes de se referirem a nós próprios como arrogantes, coloquem os olhos no pulha do Gonçalo Alves – formado em Alvalade, note-se – e nas suas palavras no final do encontro: “Aqui somos 3 ou 4 campeões europeus e do outro lado não há nenhum”. Ponham os olhos nas tentativas de intimidação da corja lampiã (denunciada pelo nosso director para o futsal), ao dizer: “para a semana é que vão ver o que vos acontece”. Ou na forma desrespeitosa como os jogadores do slb se dirigiram aos adeptos do Sporting no final do jogo.

    Relativamente ao discurso do Nuno Dias, só tenho a dizer uma coisa: incorpora perfeitamente a cultura máxima de exigência e responsabilização que quero ver no Sporting.
    Era muito mais confortável fazer o do costume: sacudir a água do capote (ou seja, a pressão), atribuindo favoritismo ao adversário. O Nuno Dias não escolheu este caminho. Foi realista e pragmático. Teve coragem de leão. Tem uma equipa de topo, a melhor, e foi precisamente no topo que colocou a fasquia. Com bravura. Sem medo das responsabilidades que daí sempre advêm.
    É por esta atitude brava, que se reflecte também no discurso, que estou com esta rapaziada “no matter what”. E tenho a certeza que, com negra ou sem negra, com ou sem a cambada de comentadorzecos nojentos e a arbitragem vendida, vamos ganhar!

  19. Num dia bom, os lampiursos conseguem empatar o jogo e levá-lo para a lotaria dos penalties. O fifica teria hipóteses numa final a um só jogo, nunca terá à melhor de 5. A diferença entre as duas equipas é enorme, vão certamente perder o campeonato nos dois próximos jogos na Luz. Quanto aos sportinguistas que se indignam pela atitude da equipa técnica e dos nossos jogadores, e com comentários como o meu, é porque não percebem nada de futsal nem acompanham certamente o campeonato. Não pescam da modalidade nem conseguem ver a evidente superioridade leonina. Nem reparam que o benfica foi elogiado, ontem, por ter levado jogo para 0-0 ao intervalo. Isso diz tudo.

    Quanto à RTP, uma VERGONHA!! São orgasmos histéricos a cada jogada perigosa ou remate ao lado feito pelo benfica, e azia imensa quando nós marcamos golo. Só tenho pena de não conseguir passar a gravação dos jogos para o pc, para poder editar e comparar a maneira como esses javardos gritam os golos vermelhos e relatam normalmente os nossos. Era de espetar isso no youtube. São tantos, mas tantos, esses momentos de parcialidade assumida e descarada, que ficava aqui a noite toda a enumerá-los. Deixo apenas um: quando o benfica marcou um golo de penaltie foi, « GOLLLOOOO BEnfica”!!!«, quando a seguir um dos nossos marca golo, já foi “AHHH BEBÉ QUASE A DEFENDER.!!” Nojento. Espero nunca ver um comentador sportinguista fazer figuras dessas em sentido contrário.

  20. o que me chateia é que andámos a enxovalhar os benfiquistas pela ridicula figura de andarem a festejar tudo sem ter ganho nada, e agora, qd somos nós a fazer o mesmo, já é tudo normal e “é assim mesmo”..!
    Da mesma maneira q dizia aos benfiquistas, digo agora pq acima de ser sportinguista sou um gajo coerente comigo próprio.. essas atitudes de “mta conversa” antes dos grandes momentos, são de “gente pequena” de “clube pequeno” e gostava de não o ver no meu Sporting! É só isso. Cherba se isto te dá azia ou não estou-me bem a cagar fdz. Venho ao teu blog tds os dias porque me identifico com o teu sportinguismo, mas nisto desculpa lá.. E não me chamem de lambuças pq tenho mta fé neste novo ciclo que o SCP iniciou com o BC, mas se queremos ser diferentes, temos de ter um discurso à altura também da grandeza do nosso clube, não podemos cometer os mm erros que os vizinhos do lado! Pés no chão que o auto-elogio também é uma merda que já n se usa! Vamos ganhar contra tudo e contra todos primeiro e aí sim: falemos!
    Saudações Leoninas!

    • Dizer que somos melhores e assumir favoritismo é diferente de festejar antes de tempo. Eu acho é que as expectativas a ficar novamente elevadas, os que se habituaram ao ” ah, pah, pró ano é que são elas…”, não aguentam a pressão de ser favoritos. Portanto o repto é este, aqui no Sporting é para ser sempre favoritos, não gostam, torçam por quem luta por lugares de respeito e meias tabelas com acesso á “liga Orgulho”.

      Mas que raio de novidade foi essa do nosso Mister nos deu agora? Já se esquecerem que este clube é do caralho?! Eu não!


    • Posted by Pranij on Junho 17, 2013 at 2:04 am

      o que me chateia é que andámos a enxovalhar os benfiquistas pela ridícula figura de andarem a festejar tudo sem ter ganho nada, e agora, que somos nós a fazer o mesmo, já é tudo normal e “é assim mesmo”..! ”

      Vai mas é pró caralho! Mas, és burro ou o quê? Como podes ser tão estupido para afirmares isso?

      Alguma vez podemos comparar a bazófia e arrogância dos lampiursos ao longo desta época em relação a um estado e desejo para final do campeonato assumido pelos responsáveis e jogadores de Futsal do Sporting?

      Queres ver que a meio da fase regular já tínhamos ido ao Marquês colocar “reservado”, pintado um autocarro com as faixas de campeão 12/13, T-shirts encomendadas, para não falar das redes sociais cheias todos os dias com o gozo e falta de respeito para com todos os sportinguistas!

      Eram posts a chamaram-nos de merda, que íamos acabar, para a 2 divisão, que eramos pequeninos, o caralho que os a foda a todos, é bem feita CABEÇUDOS de MERDA!

      Vocês são a parte mais fraca do clube, têm medo de se assumirem como sportinguistas na rua! Ficam em casa à espera que passe o barulho para não se confrontarem com os “arruaceiros” do se le be! Esquecem-se que independentemente de andarmos em baixo nós somos O Sporting Clube de Portugal, fundado em 1906 para ser um Grande Clube, para sermos a elite por direito próprio, e ninguém por mais teorias de merda ou gozo nós irá negar esse direito que já é nosso bastando para isso ver a nossa história!

      • se quiseres responder com argumentos válidos ainda vá.. agora partires para o insulto não parece que seja de acordo com:
        “nós somos O Sporting Clube de Portugal, fundado em 1906 para ser um Grande Clube, para sermos a elite por direito próprio, e ninguém por mais teorias de merda ou gozo nós irá negar esse direito que já é nosso bastando para isso ver a nossa história!”
        mas lá está um clube grande também se faz de grandes adeptos, e neste caso parece que és aqui tu quem está a mais. Independentemente disso o que digo é que primeiro é preciso ganhar, depois falar.. É a minha opinião de um sportinguista tão grande como tu que vai aos mesmos sitios q tu puxar pelo Sporting.

        “Eram posts a chamaram-nos de merda, que íamos acabar, para a 2 divisão, que eramos pequeninos, o caralho que os a foda a todos, é bem feita CABEÇUDOS de MERDA!” — se os gajos são uma merda não lhes dês esse valor todo! Deixa-os falar e vê no q deu.. Só não quero ser IGUAL a eles! Somos melhores, somos maiores, n precisamos de nos auto-elogiar como eles a toda a hora. Deixa que as vitórias o façam por nós.

        Tenho a certeza que vamos ganhar o campeonato de futsal e vai ser lindo pq vai ser em casa deles. Só digo é para sermos realmente diferentes. Até porque esses discursos, no plano do jogo, dão motivação sim sr. Mas se as coisas começam a correr mal a pressão sente-se mais também, como se viu.. Isto é tudo construtivo amigos, se for para partirem p o insulto pessoal, nem se dêem ao trabalho que não é assim que vejo o meu Sporting e os sportinguistas. Esta merda felizmente não é nem o fcp nem o slb.

        SL

    • Oh Pranij, “o auto-elogio é uma merda que já n se usa”, dizes tu. Então e a falsa modéstia é o último grito da moda, queres ver?! Assumir o favoritismo, neste caso, é constatar um facto e ter a coragem de assumir essa pressão. Nós temos 16 (16!!!!!!!!!!) pontos de avanço sobre o Benfica, ganhámos todos os jogos contra eles durante a fase regular…o que é que queres que o Nuno Dias diga? Que o benfica é favorito?? Isso seria ridículo e absolutamente incompatível, quer com o realismo, quer com o discurso ambicioso que se quer para o Sporting.
      E como tão bem disse o Juve Boy, assumir o favoritismo é muito diferente de festejar antes do tempo e – acrescento eu – de reservar o Marquês quando apenas se tem um ponto de vantagem.

  21. Não tem mal nenhum o treinador assumir o favoritismo da equipa. Mau é ver sportinguistas comportarem-se como lampiões. Espero que Cherba e a maioria dos cacifeiros se curem depressa do ataque de “lampionite”.

    SL

  22. Estou a ver a malta por aqui tão abatida… Calma foda-se, não se ganham em 3, ganha-se em 4 ou 5 mas ganha-se!

    Somos melhores (não é bazófia, é realismo) e naquele balneário a união nota-se que é enorme. Por isso, acalmem a puta da passara.

  23. o mais grave deste “moralismo” todo, é er o estado em que os fdp dos notáveis deixaram o estado de animo dos sportinguistas…
    querer comparar reconhecimento das proprias capacidades com basófia, é apenas um ataestado de menoridade intelectual que esses moralistas passam a eles próprios…mas, como querem que os jogadores suem e deem o litro e ao mesmo tempo querem que os responsaveis venham com discurso de coitadinhos???
    teem algum bocado de cerebro neeses cornos que ainda funcione??
    temos de acbar com a historia de sermos coitadinhos, quem quiser esse sporting, que vá, nao bardamerda, mas para o real caralhao,
    nao temos de ter medo de assumir que somos os melhores, e basófia é ter revistas impressas 3 meses antes a comemorar o nosso titulo, (como os lampioes já tinham, pelo diaro de noticias, inclusive edicao de luxo, que se tornou edicao de lixo), e isso eu nunca vi nas declaracoes dos nossos responsaveis…

    o mais angustiante é saber que estamos , no geral, numa má situacao, e com certos comentarios que vejo por aqui, fico convencido, que vai levar muito mais tempo a sair desta situacao, porque o sportinguismo de muitos que aqui comentam está doente…, falta-lhe ambicao, querer, vontade de seguir em frente. De alguns ainda percebo, porque teem a esperanca que os croquetes ainda voltem, dos outros, curem-se depressa e reaprendam o que é ser SCP= ser dos melhores entre os melhores da Europa, esta foi, é, e será um dos lemas do nosso grande clube…

  24. Cherba, porque é que não passas a fazer posts que digam exclusivamente “Quem não concordar comigo e com a minha visão iluminada do sportinguismo é um ‘lambuças’ e deve ir bardamerda”? Intelectualmente era mais honesto do que estas tentativas pífias de justificar a profunda falta de tolerância que grassa no teu discurso.
    Quanto à questão em concreto, não se trata de discurso à Sporting Clube de Portugal, pelo contrário. Numa final disputada em vários jogos, vir a seguir ao primeiro dizer o que o treinador do Sporting disse nada mais é que basófia e falta de desportivismo e elegância, como tu bem apontaste características profundamente lampiónicas. A marca de água do Sporting não é essa, é ser cortês e elegante na vitória, é respeitar os adversários até ao fim, é afirmar a grandeza do Sporting depois de efectivamente ter ganho ou perdido a disputa. As afirmações de caracter fazem-se por aí, e não por vir ao fim do primeiro de sete jogos, depois de dar cinco ao adversário, cantar de galo e dizer que temos de afirmar favoritismos e merdas do género, a bater simiescamente no peito de forma profundamente embaraçante para quem como eu cresceu numa familia de três gerações de sportinguistas com mais de 50 anos de sócio cada, e se habitou a pautar o seu discurso pela diferença e pela verticalidade moral na conduta desportiva. Eu fui campeão nacional pelo nosso grande clube e acredita, e ainda bem que assim é, que esse não é o comportamento nem o discurso, que nos era incutido enquanto jovens atletas. O desporto não é isto que tu queres que seja. Este tipo de discurso torpe e arrivista, de afirmação pessoal (sim é a génese de tudo isto), de falta de respeito pelo adversário. Isso é um sinal dos tempos, de uma mediocridade insuportável, de uma falta de espírito desportivo que só apouca as nossas vitórias e diminui a nossa grandeza.
    Agora podes vir aqui dizer as barbaridades, devidamente acolitado pelos costumeiros comentadores, que por aqui praticam esse desporto tão giro que é a intolerância, e mandar-me bardamerda e outros insultos cheios de figuras de estilo para parecerem mais inteligentes. Não são.

    • Posso também mencionar o facto de se ter apontado ao 3-0 ANTES do primeiro jogo e não depois de lhes espetarmos 5…

      O seu discurso é simples…é o discurso do Sporting coitadinho! O Sporting que vai tentar ganhar… O Sporting que deve apontar ao mínimo… O Sporting que não se deve importar se perder, porque faz parte do desporto.

      Desculpe por haver quem queira um Sporting ganhador, motivado e dominador!

      • Estás desculpado. Um Sporting ganhador, motivado e dominador fá-lo em campo não em conferências de imprensa.
        Sporting coitadinho? O único coitadinho aqui és tu, com essa visão do Sporting. O meu discurso é um discurso de grandeza, de dignidade, de respeito, tudo isto coadunável com um discurso confiante e ganhador. O exercicio que fazes aqui de confundir a dignidade e o respeito com um discurso miserabilista só demonstra que és tu que não sabes o que é grandeza do nosso clube e daqueles que antes de nós estabeleceram os altos padrões de verticalidade moral que simbolizam o Sporting. É a mediocridade suburbana a tomar conta do discurso desportivo.
        (E sim o Sporting não se deve importar se perder porque isso faz mesmo parte do desporto. Mas deve perder com dignidade e orgulho de ter demonstrado em campo e fora dele a sua grandeza.)

      • Belo discurso…pena é que seja uma mão cheia de nada!
        Quem lhe ensinou esses “altos padrões de verticalidade”, devia ter-lhe explicado que falsa modéstia é falta de respeito por nós próprios e pelos adversários.
        Mediocridade suburbana? Mas quem é que você acha que é? Medíocre é quem se contenta com os serviços mínimos. Medíocre é quem se refugia numa série de chavões e apenas tem oportunidade de os debitar porque uma equipa que aspira a ganhar tudo perdeu um jogo na lotaria. Senão estava caladinho! Medíocre é quem aceita as derrotas e não percebe que um clube “tão grande como os maiores da Europa” tem de querer ganhar tudo. Medíocre é quem acha que um discurso como o do Nuno Dias beliscou os valores do clube. Portanto, se ha alguém medíocre aqui, é você! Coitadinho…

      • Claramente não sabes do que estás a falar.
        As pessoas que me ensinaram os valores de que falo são os dois prémios stromp e tu? Eu fui campeão Nacional pelo Sporting clube de Portugal e tu? Entre a minha familia directa há mais de um século de sportinguismo e tu?
        A miséria aqui é quereres dar lições de sportinguismo e não tens nenhuma para dar. Mão cheia de nada? (Expressão preferida aqui entre os comentadores de pacotilha) Falar de verticalidade moral, de desportivismo, de história do Sporting é uma mão cheia de nada? Pobrezito…..

      • Aceitar derrotas com dignidade e honra não é contrário a querer ganhar tudo. Só nessa cabeça primária como a tua é que são conceitos conflictuantes.

      • Ridículo! Só faltou comparar o tamanho dos genitais.

        Se formos ver bem a lista de prémios Stromp, encontramos alguns nomes menos recomendáveis, portanto isso não me diz nada.
        Se foi campeão nacional pelo Sporting, óptimo! Eu não fui, porque simplesmente não tive oportunidade nem a vida me levou pelo caminho do desporto.
        Se a sua família tem mais de um século de Sportinguismo, bem-vindo ao clube! A diferença é que eu não tenho a lata de achar que sou mais Sportinguista que outros que possam nem ter nascido em famílias sportinguistas.
        Ao contrário de si, não acho que exista um medidor de Sportinguismo. E depois o primário sou eu!

        Eu não sou mais Sportinguista do que ninguém nem ninguém é mais do que eu. O Sportinguismo demonstra-se de varias maneiras. Não é com clichés (prefere assim?) de verticalidade ou de desportivismo, a tentar dar lições de moral sem legitimidade para tal.

        Volto a dizer: um clube que quer ser grande como os maiores da Europa tem de querer ganhar tudo. E caso não saiba, no desporto actual, os jogos começam a ganhar-se nas conferencias de imprensa! Se calhar é demasiado complicado para si perceber isso, mas paciência!

      • Genitais? Hummm …. já me tinham falado de gajos que vêm aqui engatar…
        A minha referência aos prémios Stromp, ao passado como atleta, ao número de anos de sócio, não eram uma demonstração de maior ou menor sportinguismo (lá está o raciocínio primário de que o acuso) mas sim para enquadrar e ajudar a perceber que cresci com uma visão do Sportinguismo e do desporto que não convivem bem com estas ‘bravatas’ orais, que são aliás, para mim, sinal inequívoco de falta de nível para representar o Sporting. Se você acha que com este historial de clube eu não estou habilitado a formar opiniões, ou que estas são desprovidas de sentido então estamos conversados. Depois esta sua afirmação: “E caso não saiba, no desporto actual, os jogos começam a ganhar-se nas conferencias de imprensa! Se calhar é demasiado complicado para si perceber isso, mas paciência!” A sério? Se acha isto então para si é que é claramente complicado perceber do que eu estou a falar. E sim, esta é uma afirmação absolutamente execrável, produto da fantasia de baixo nível que é o futebol na sua variante horrenda do dinheiro e da afirmação de egos pessoais. Da veneração de personagens de baixo nível como os Mourinhos e Cristianos Ronaldos e outros que tais. Você sabe lá o que é honra e desporto, deixo-lhe uma pista, nada se ganha em conferências de imprensa, tudo se ganha com o lema do nosso clube Esforço, dedicação, devoção e glória……

      • Está comprovado. Você acha-se mais do que os outros. Até se permite definir o que é ou não é nível para representar o Sporting. Tenha juízo!
        Felizmente nem todos os que já tiveram a oportunidade e a honra de representar o Sporting têm a sua lata!

        Essa sua visão romântica é muito bonita, mas só mostra uma coisa: você é limitado e não evoluiu. Não demonstrou capacidade de adaptar o que lhe transmitiram ao que se passa na actualidade. Daí a sua incapacidade para entender determinado tipo de comportamento e discurso. E como não entende, acha que é desajustado. Acontece frequentemente. É como o jogador de dominó que não entende as novas tecnologias.

        Podia era evitar clichés como o “tudo se ganha com o lema do nosso clube “Esforço, Dedicação, Devoção e Gloria”. Se era para me mostrar o lema, não era necessário, eu já o conhecia. Mas se acha que actualmente tudo se ganha com esforço, dedicação e devoção, está – mais uma vez – equivocado! É preciso ter qualidade e carácter. E quando se tem, não é crime nenhum mostrá-lo, tal como fez o Nuno Dias.

      • O 3-0 foi apontado antes e depois do primeiro jogo, e se tivesse sido só isso tavamos nós bem, todo o discurso foi de uma lampionice impressionante.
        Temos de ganhar em campo, não nas conferencia de imprensa, esse é o campeonato dos lampiões, o campeonato dos fracos.

  25. Cherba, os comentadores tiveram razão! Apanhámos um super-benfica. O que eles nao viram foi que esse super-benfica não joga nadinha e nem sequer foi capaz de ganhar em jogo corrido. Só na mija dos penalties e depois de um dos nossos jogadores (e um dos capitães!) ter tido uma atitude inadmissível que pôs em causa todo o trabalho dos colegas. Já tínhamos dado a volta ao resultado e ficámos em inferioridade até ao 2-2 e a desconcentrarão ainda resultou no 2-3. De um jogo controlado, passámos a ter sérios problemas à conta dessa atitude! Eu sei que quem está lá dentro é que sabe o que se passa mas é preciso ter sangue frio para nao colocar em causa 9 meses de trabalho!

    Se é este o super-benfica, não estou nada preocupado!

  26. E eu que pensava que andávamos à procura de um Sporting unido e forte… o Sporting é um clube plural e como tal nunca haverá consenso em questões como estas, por isso para quê estes posts divisionistas, Cherba?

  27. O Nuno Dias teve de engolir o que disse. Sou do SCP mas nao me importei por esta derrota. Deve pensar que é o mourinho. Nem o mourinho fala assim nos jogos decisivos do campeonato. Tuga chico esperto. Very tuga indeed

  28. Vamos comparar as “bazófias”..

    Tirando as “tiradas de luxo do DN” e o “esforço ciclópico” dos restantes pasquins e “meios informativos” em “manterem a isenção”, em relação aos adeptos obviamente que não se pode generalizar o “reservar do marquês”, aconteceram outras etc. etc., mas falemos das estruturas..

    Nem vale a pena reproduzir as tiradas de LFV, o leitor do Benfas e do gajo do dia seguinte, mas dos 4 pontos de vantagem que tinham quando ainda havia 9 por disputar, num campeonato em que tinham perdido até á data 8 pontos (4 deles em casa), disputado quase “taco a taco”..
    Penso que todos nos recordamos da maioria dos jogadores dos Lamps AOS PULOS no fim do jogo dos barreiros (penso que Jeisius também), num momento “kuduro lampiónico” e a “mandarem piretes” a Estoril, Tripas e Moreirense. ..depois, na conferência a seguir ao jogo, e nas perguntas aos jogadores, Jeisius e “sus dançarinos” pediam caaaaaalma…..pois…

    Eis a bazófia com requintes de gozo no seu estado mais puro.

    Comparando com o futsal do Sporting, e “sus intervenientes”, temos o Sporting com mais 16 pontos de vantagem na fase regular, um goal average de + 49 golos em relação ao 2º classificado, temos “TODOS” os treinadores adversários nas flashes a seguir aos jogos a afirmarem o favoritismo e o poderio do Sporting e quase que “a apostarem o colhão esquerdo” como o Sporting seria o campeão..

    Mas alguém ouviu a estrutura a dizer que não respeita o adversário ?
    Que ia ser fácil ?
    Houve alguém a dançar o kuduro após a 1ª vitória em Odivelas ?

    Pois…

      • Quem é que começou a comparar e a despoletar este assunto da bazófia ?
        Para mim é incomparável, mas para algo que do meu ponto de vista, é incomparável, tenho que comparar 2 exemplos, ou não ?

      • Mas a fase regular já lá vai! Olha eu sou dum desporto que está cheio de jogadores que são fantásticos durante um torneio inteiro e chegam à final e vão para casa despachados com um corretivo.
        Somos melhores que os lampiões? Somos sem dúvida. Mas o discurso de confiança foi exagerado e tem um condão de motivar o adversário!

      • Ganhei 25 jogos em 26… Mais 5 seguidos nos play-off, interrompidos por um empate/derrota.

        Se depois de este trajecto não podemos chegar à final e dizer que queremos ganhar os jogos todos…?

      • Não, depois deste trajecto chegas à final e ganhas os 3 jogos.
        Dizer que vais ganhar serve de quê?
        Eu também posso dizer que Portugal vai ganhar o mundial no Brasil, de que ser isso?

  29. Cherba eu fui dos que critiquei o discurso! E continuo a criticar. Ser melhor e ser confiante não deve servir para motivar os adversários.
    Quanto aos enojados porque há quem não concorda com eles aconselho a fazerem o teste de gravidez porque é capaz de dar positivo

  30. Essa do Superboifica também me provocou uma gargalhada com um misto de incredulidade e estupefacção…
    É incrivel o fraco nivel que esta estação (pública) coloca nos seus comentadores… cto,
    Divanei esteve muito bem no Sábado a acabar de vez com as tentativas de colagem de arrogância no nosso discurso.

    Ontem o jogo foi uma anedota, o do superboifica… apanharam-se a ganhar com um auto-golo depois de uma auto-exclusão do João Matos (ainda estou para perceber o que se passou)… depois, depois foi ver o superboifica a quebrar o ritmo do jogo e não conseguir pegar no mesmo…

    De facto, parece que temos de limpar da categoria de ADEPTOS/SIMPATIZANTES/SÓCIOS muito moralista que só atrapalha no regresso do Sporting a quem de direito… a aqueles que o amam!

    Bardamerda com os moralistas… Eu quero O SPORTING!

  31. Só vi a 1ª parte de ontem, mas pela amostra (e 1º jogo) não mudo de opinião. O Sporting tem mais colectivo (já o ano passado só perderam pelas individualidades e pelas ajudas), mais opções e mais qualidade de jogo. O Benfica tem 2 pivots muito fortes, mas pouco mais. E a pouca rotação (tipos como o Coelho só lá andam a fazer número) aliada a alguma veterania ajuda a cavar a diferença.
    A questão é que nem sempre os mais fortes vencem, e foi esse o caso. Nada mais que isso. Cometeram-se erros (expulsão, penalties falhados), e pagou-se por isso. Agora, é continuar, e vencer mais dois jogos.

  32. Quando leio comentários por aqui que os gajos da RTPorcos eram pró Benfica e que a arbitragem prejudicou o Sporting…Fodasse, mas vocês viram o mesmo jogo? Quem marcou primeiro? Quem esteve sempre mas próximo de vencer? Querem ver que foi o Benfica a conseguir o prolongamento a 3 segundos do final? Vão mas é a bardamerda!!!

  33. Caro Cherba
    Permite que te dirija breves palavras sobre algo que vem caracterizando a orientação que estás a dar ao Cacifo e que impregna a participação a maioria dos cacifeiros: uma absoluta intolerância relativamente a parte dos sportinguistas que são designados de croquetes, lambuças e godos. Agora são moralistas (ou falsos moralistas, não percebi bem). Isto é, “verdadeiros” e “falsos” sportinguistas. “Derrotistas” e “vencedores”. A seguir virá outra atoarda do género. Essa conversa é pateta e deslocada da realidade. Pior, contraproducente. É que, muitos, por uma questão de personalidade, de cultura ou de convicção têm uma opinião algo diferente da que domina por aqui. É o suficiente para sair bomba!
    No post Bardamerda, logo o primeiro comentário, Mikos escreve a seguinte pérola: «apoiado Cherba, estes falsos moralistas metem-me NOJO, vão prá puta que os pariu! Estes gajos são a vergonha do Sporting, são aqueles que achavam que o Godinho Lopes devia de cumprir o mandato mesmo a fazer merda dia sim, dia sim…» Para além de ordinário é de uma absoluta insanidade.
    Saberá este Mikos que o nosso Clube, nomeadamente, é resultante da paixão, do empenhamento e do querer de várias gerações de sportinguistas? E que o centenário Sporting Clube de Portugal é pertença de milhões de portugueses?
    Sendo de uma família benfiquista, o Sporting tornou-se elemento da minha paixão durante a época de 1965-66. Tinha 12/13 anos. A vitória desse campeonato poderia constituir um caso de estudo do que resulta de uma equipa competitiva constituída por sportinguistas. A maior parte dos jogadores que integraram na equipa jogaram no Sporting durante 9 ou 10 e até mais. Desde então, Carvalho, Morais, Pedro Gomes, Alexandre Batista, José Carlos, Hilário, Fernando Mendes, Lourenço e Figueiredo constituem, para mim, o valor referencial do que é o “atleta sportinguista”. Depois surgiram outros, mas esses permanecem límpidos na minha memória. É célebre a estalada que Carvalho deu no Pérides quando este se encolheu numa bola dividida num dos jogos com o MTK.
    Cada um de nós tem o seu percurso de vida no qual o Sporting é parte essencial. Somos milhões de sportinguistas por todo o país e no estrangeiro. Por isso somos o Sporting Clube de Portugal!
    Estabelecer divisões dessa forma intolerante com ameaças de exclusão constitui um factor de enfraquecimento e de desintegração. O Sporting somos todos nós.
    Lendo o Cacifo, por vezes, parece-me que muitos se estão a tornar mais “Bruno” do que o próprio Bruno de Carvalho, assumindo-se como portadores de uma função que a muitos escapa. E, quando assim é, costuma acabar mal. E o Cacinfo é referência para muitos e muitos leões.
    Creio que reconheces ser importante que Bruno de Carvalho tenha o apoio da maioria dos sportinguistas. No entanto, tal como as coisas se passam no Cacifo, muitos afastam-se por se sentirem enxovalhados ou não se quererem identificar com quem utiliza o insulto gratuito. O efeito não é o reforço da presidência de Bruno de Carvalho mas o seu enfraquecimento, porque fica mais isolado de muitos que amam o Sporting. E o percurso será longo e duro. Sabes isso.
    Um abraço sportinguista

    • manel,
      gostei do teu comentário. Mesmo. Mas este bardamerda é igual a um bardamerda dito a um amigo meu, sportinguista, fruto de uma troca de ideias sobre este mesmo tema.
      Aqui não há nenhuma conotação política, apenas a minha opinião face a um comportamento que me irrita. Se fui indelicado? Talvez. Mas isto é o Cacifo, caralho, e se há coisa de que me orgulho é de ter conseguido torná-lo no que se tornou sendo o mais genuíno possível.
      abraço

    • Os “sportinguistas” designados de “croquetes, lambuças e godos” são os quartins & motas que apoiaram não o Sporting mas sim o “sportéém”, que andam aziados da vida porque lhes tiraram o brinquedo e agora querem-no de volta. Não é uma mera discordância com a “opinião que domina por aqui” (seja lá o que isso for).

      É uma atitude deliberada, mesquinha e em proveito próprio, e que vai contra os interesses do Sporting e dos Sócios. Branquear a actuação dessa espécie de gente em nome de uma união idílica dos Sportinguistas é, no mínimo, naif… É querer tapar o sol com a peneira.

      Está na hora dos Sportinguistas, mesmo os mais naifs, perceberem que houve muita gente a fazer mal ao nosso Clube e que há ainda muita gente a querer continuar a faze-lo. Se todos os que amam o Sporting se dispuserem a reconhecer esse facto e a defender este nosso grande amor, se todos nos assumirmos portadores *dessa* função, não tenho dúvidas que a posição do Presidente sairá reforçada.

      .
      .
      Mas já agora, insistir na ladainha das míticas “empresas falidas/dissolvidas” não é insulto gratuito, pois não?… nem é o assumir de uma função “que a muitos escapa”.

      Aliás, a própria frase “assumindo-se como portadores de uma função que a muitos escapa”, não tem qualquer propósito de “estabelecer divisões”. Claaro que não!!

      manel, não sei se és “croquete, lambuça ou godo”, mas, por um lado, se não o queres ser não lhe vistas a pele e, por outro lado, se a carapuça serve…

  34. Compreendo o teu proselitismo, Leão de Trafalgar. Até gosto de pessoas que acreditam em ideais e batalham por eles. Eu próprio acredito e dou a cara por aquilo em que acredito. Desde o tempo da Faculdade de Letras (1972) até hoje na autarquia da vila onde moro. Por aí tudo bem, até porque politicamente sou de esquerda. Sem tibiezas.
    O que me repugna é violência intolerante e gratuita a que se assiste em determinados meios do nosso Clube e que tem um efeito perverso. É a minha opinião. Se é verdade que consolida o compromisso de grupo, tornando-o mais coeso e decidido, tem o efeito de afastar cada vez mais outros, que na periferia, pretendem aproximar-se. Daí considerar que é contraproducente.
    A esmagadora maioria dos sportinguistas não se revê no consulado de Godinho Lopes. Esse tempo acabou. Com a excepção de uns poucos apaniguados, todos os outros querem que o Sporting percorra outros e novos caminhos.
    Há uma franja importante de sportinguistas que, tendo votado no Bruno ou em Couceiro, lançam sobre o quotidiano do Sporting um permanente olhar atento e crítico. Outros nem exerceram o dever de voto. É nesse grupo que me encontro, embora tenha BdC. De certa forma, nem um nem outro inspiram total confiança o que os leva a aproximarem-se e afastarem-se de acordo com circunstâncias que consideram relevantes.
    A maioria destes sportinguistas considera simbólica a eleição de BdC. Há momentos assim na vida de um Clube, essenciais para que se corte com padrões organizacionais e culturais há muito estabelecidos. É uma ruptura fundamental para que se tracem novos percursos e se entre noutro “tempo”. É esse “tempo” aquele que vivemos.

    Não retiro uma letra do que tenho escrito no Cacifo. Reflecte o meu cepticismo, mas a minha crença também. Essa do lambuça ponho no caixote do lixo.
    Coloquei o nome e o NIF das empresas falidas/dissolvidas. Se quiseres saber mais é só procurar.

  35. Tu não sabes ler, Leão à solta?! Escrevo uma coisa e tu entendes outra!!! A isso chama-se iliteracia. Vê o que é se passa, rapaz. Assim és um leãozinho… e nunca um leão. E muito menos à solta.

  36. manel,

    Isso do ser de esquerda não me diz puto. Depois da desilusão de ver o “conselheiro” vasco lourenço defender o eng.godinho e negar-se a entregar o futuro do Clube à soberana responsabilidade dos Sócios, já vi tudo o que precisava ver sobre a “malta de esquerda”.

    E não precisei de estar lá em ’72, ’74 ou ’75 para saber que as auto-proclamadas “maiorias silenciosas” são sinal de ressaibo e reaccionarismo camuflados.

    Dizes que há “em determinados meios do nosso Clube”, e especificamente aqui no Cacifo, “violência intolerante e gratuita”. Pois bem, eu digo-te que isso é treta de quem anda à procura de argumentos para galvanizar a sua “maioria silenciosa”. Onde é que está essa violência?? Nas salutares caralhadas que mandamos uns aos outros, é isso?!?…

    Quanto às empresas do BdC, olha que já muita gente mandou procurar e muita gente procurou e a verdade é que não há nada para encontrar. São apenas calúnias que surgiram há dois anos pela mão do cunha&vaz, por ocasião da campanha do eng.godinho, e que, de repente, desaparecem de circulação…

    Espantosamente, durante dois anos ninguém mais falou sobre as falências do Bdc… até ao passado mês de Fevereiro, quando o mesmo cunha&vaz, provavelmente convencido que a eleição do peyrotteo-couceiro ia ser outra “chapa três”, decide desenterrar a mesma tática suja de dois anos antes.

    Agora, meses depois, já o cunha&vaz arrumou a viola bem arrumadinha, e só tú é que ainda insistes em bater na mesma tecla. Essa tua insistência não é cepticismo, é no mínimo uma colossal falta de atenção ao que se tem passado nos últimos tempos no nosso Clube (admitindo então que não “assumes funções que nos escapem”).

    Mas se depositas assim tanta fé naquilo que encontras em blogs, como aquele de onde retiraste os célebres nomes e NIF’s das empresas, faz um favor a ti próprio: não te entregues de corpo e alma a uma só versão da história. Só porque essa versão satisfaz a tua noção particular de “cepticismo”.

    Faz por te informares, consulta outros blogs. Aqui o Cacifo é uma excelente referência — e, durante a última campanha, esse assunto foi por cá debatido e muita informação relevante foi aqui partilhada.

    Mas, se me permites, dou-te uma referência ainda mais relevante para o tema em questão: http://naovazporai.wordpress.com/

  37. Leão de Trafalgar
    Obrigadinho pela informação. Li com atenção e com mais calma voltarei a ela. É pertinente.
    De resto tu é que foste buscar a questão das empresas, que eu já tinha remetido para o sótão.
    Quanto a blogues, penso que todos navegamos um pouco desde que haja tempo. Para mim, o Cacifo é a referência. De resto, gosto do Leoninamente e do Sporting visto por nós, mas também gosto de consultar A norte de Alvalade e a Bancada Nascente. Por acaso não acho grande piada a Pantominocracia. E é tudo sobre blogues.
    Lamento o facto de ser-se de esquerda (ou de direita, presumo) não te dizer puto. A mim diz-me, e muito. Aliás, temos este governo de direita que nos rouba diariamente. Mas tu é que sabes. Mas não é por aí que há problema.
    Quanto à falta de atenção que referes digo-te que estás enganado. Se há coisa que eu prezo é o estudo e o conhecimento. Por aí não vais lá.
    Voltaremos a conversar… se entenderes, claro!

  38. Leão de Trafalgar
    Reparei agora na tua referência ao perigo de uma única visão da História. Absolutamente de acordo. Sou professor de História e sei da complexidade, multiplicidade e dinamicidade da análise histórica. E, esse aspecto, transmito com pertinência aos meus alunos. Finalmente de acordo, amigo!

  39. manel, já acabaste os bicos ao conselheiro e ao LdA, e pensas que ficaste mais inteligente?
    as loas que prestas por lá sao ainda maiores do que as criticas que fazes por aqui

    em relacao aos teus sermoes encomendados, leva-os para uma igreja que professe a mesma religiao…
    a religiao aqui,chama-se SCP, nao notaveis á conta do SCP á procura do tacho que perderam…
    em portugues, só para ti de um iletrado: vai para o caralho, mais os teus links da Cunha e vaz…

  40. Fernando, dedico-te estas palavrinhas de Einstein:

    Existem apenas
    duas coisas infinitas:
    o universo e a
    estupidez humana.
    E não tenho tanta certeza
    quanto ao universo.
    /Albert Einstein/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s