Um adeus forçado

João Gonçalves, em tempos por nós apontado como futuro defesa direito do Sporting, vê-se forçado a abandonar o futebol dadas as constantes operações ao joelho. Tem 25 anos e, o meu aplauso, foi convidado para continuar de Leão ao peito. Não como jogador, antes como treinador adjunto de Pedro Gonçalves, nos sub-16.

Anúncios

37 thoughts on “Um adeus forçado

  1. É sempre triste ler estas notícias. Quem sabe não foi melhor assim? Aos 25 anos abraça a carreira de treinador, ainda que adjunto, mas se a sorte e o talento se aliarem poderá dar cartas no futuro.

    Grande atitude do SCP.

    • O que o Domingos lhe fez também é revelador do seu carácter. Na altura o João Gonçalves ia ser o DD suplente do João Pereira e lesionou-se na pré-época, acabou por ficar o Pereirinha que já estava dispensado.

  2. É sempre negativo terminar a carreira prematuramente devido a lesão.

    Entretanto porque é um jogador com seguro activo receberá do seguro uma indemnização mensal até a idade contratualmente estipulada.

    Boa sorte para a nova carreira de treinador.

  3. boa atitude dar-lhe emprego só por ter os joelhos no estado em que está???

    Não percebo… Não somos a santa casa, o rapaz tem 25 anos e uma vida pela frente para se desenrascar, não é propriamente alguem com 50 anos sem poder arranjar trabalho. Pergunto, que curiculo ou competências tem ele para ser adjunto?

      • Se eu visse a minha carreira a ser destruída, da forma como ele a vê, não tinha nada a ver com o sporting… Esses jogadores são uns privilegiados, têm seguro para isso, e com isso dinheiro e tempo que lhe permita viver outra vida… Não é o mesmo que não ter nenhuma perspetiva…

        Porque é que o Sporting está a fazer reduções de pessoal e tinha de manter um jogador como adjunto só porque a carreira termina cedo?

        Ele que se faça à vida como todos nós…

    • polik,
      parece-me redutor colocar as coisas dessa forma. Podes, por exemplo, pensar que estamos perante um rapaz com 17 anos de ligação ao Sporting. E títulos conquistados em todos os escalões de formação. Parece-me que não será um estender de mão por caridade, antes por reconhecer alguma qualidade e que pode ser uma mais valia

      • Não considero a minha opinião redutora… Acho que assim ninguém ia embora… E eles ter estado 17 anos, tens razão deu muito ao Sporting, mas o Sporting deu-lhe muito mais e não vai ganhar nada com isso.

      • João Gonçalves era mais um jogador que brincava nas selecções, em vez de dar descanso ao seu organismo, por isso, hoje acabou a carreira e lá teve sorte do tacho que lhe foi oferecido quando poderia ter um contrato bem acima da média.

        Vejamos, quando João Gonçalves brincava nas selecções, nunca conseguiu impôr-se no Sporting, quando teve a oportunidade (aos 24 anos, depois de não brincar mais nas selecções) lesionou-se gravemente e assim acaba a carreira de mais um jogador.

        Consequências:

        o jogador acaba a carreira de futebolista e teve sorte pelo tacho dado.

        O Sporting perdeu um activo.

        Uma das alternativas encontradas para substituir João Gonçalves foi encontrado (mais de um ano depois) nos Tripas (Miguel Lopes) e ainda é preciso pagar 5 milhões aos Tripas fora o elevado salário.

        Isto está correcto, se o Sporting tivesse implementado a minha teoria há anos, João Gonçalves seria o titular absoluto do lado direito e quem sabe já teria rendido uma boa transferência, mas não, toda esta brincadeira originou prejuízos desportivos e financeiros ao Sporting.

        Este é mais um argumento que se enquadra na minha teoria.

      • Repara que, de 750 colaboradores, só sairam 60… Este é só mais um dos 690 que já lá estava e continua a estar. Muitas outras pessoas no Sporting provavelmente vão ter tarefas diferentes das que tinham.

        Porque é que havemos de discriminar o rapaz só porque tem um joelho arrebentado??

      • Qual discriminar? só acho que não tem currículo, nem competências definidas para o lugar!!! Primeiro que se prepare e depois que ocupe a cadeira “de sonho” de muitos que nunca lá chegarão…

        Ele vai receber do seguro, e com isso que se prepare…

        Nós perdemos anos em formação, arranjamos o nosso emprego e vivemos a nossa vida… E isso à nossa custa, ou dos pais… Porque é que um jovem de 25 anos que recebe bem do seguro durante alguns anos não o pode fazer melhor que nós?

        Como disse ao cherba, assim tinham de ficar todos… ou quase…

      • “Cadeira de sonho”?? Adjunto dos sub-16?… Fridiculous!

        Por esse prisma, e então aquele roupeiro com que nos impingiram, nos idos de ’86 salvo erro, e que não tinha qualquer curriculo (a não ser talvez a grande capacidade de arrumar a própria roupa)?!? É tramado, ninguém se lembrou na altura de lhe dizer que não há almoços grátis…

        E já agora, nós “perdemos” anos em formação, tá certo… Mas o João também já perdeu esses anos, investiu-os no sonho de ser jogador do Sporting. Agora foi tudo por água abaixo e uma coisa é certa: voltar para trás para ter formação, arranjar emprego, etc. já não é opção.

        Que seja muitas vezes campeão pelo Sporting, é o que lhe desejo (e que não tenha o azar de vir aqui hoje, neste dia tão triste, ler algumas patacoadas que se escrevem acerca da sua infelicidade…).

      • polik
        desculpa lá, mas da maneira que fala, ou perdeu o lugar que o Joao Goncalves vai ocupar agora, ou se é sportinguista, o seu sentimento leonino, anda muito por baixo… por isso quero acreditar que é por ter perdido o cargo…

      • Trafalgar,
        Trabalhar no Sporting, tou court, para mim era uma “cadeira de sonho”, fosse nos benjamins ou nos seniores.

        Chirola,
        não percebi nada do que quiseste dizer, se não concordo é porque não sou “suficientemente” Sportinguista, ou estou agarrado a um lugar que teria sido meu? Pelo vistos quando não se conhece as pessoas, insinua-se.. Tenho 46 anos, vivo em Évora, com uma carreira de mais de 20 anos a trabalhar na área da informática, estou apresentado! Para a próxima não extravases, ok?

        Voltando ao assunto, que é apenas a minha opinião, mas que que vejo que está a ser difícil ter opinião própria, Não acho que se deva dar lugar a qualquer antigo jogador, sem provas. O rapazinho é novinho e tem bom corpo e um boa indemnização de saúde. Prepare-se primeiro e depois volte…

        SL

    • Polik, não és capaz de equacionar que dentro do Sporting terão reconhecido ao rapaz competência suficiente para ocupar o lugar? Aquilo é a ACADEMIA SPORTING, tem dado bastantes provas de saberem o que fazem.
      …e não será tanto caridade, mas sim tratarmos bem dos nossos. Caridade é mais para os de fora…
      Para além disso, como alguém já aqui escreveu, sabe-se lá se não estamos perante um grande talento na área do treino, tipo Mourinho por exemplo?

    • polik,

      percebo o que dizes e até te dou alguma razao. no entanto acredito que se o vao colocar como adjunto dos sub-16 é porque precisavam de alguem para esse lugar. sim, estamos a reduzir pessoal mas nao vais colocar um secretario a treinar uma equipa em vez de o despedires e colocar alguem com competencias para tal certo? estamos todos de fora e nao temos dados suficientes para apontar o dedo, por isso é que se escolhe alguem que no nosso entender é competente para dirigir a equipa.

      quanto ao Joao Gonsalves. tem muitos anos de casa o que é sempre importante e é conhecido por la. com certeza que quem o meteu a adjunto reconheceu-lhe qualidades para tal.

    • a atitude é bonita, ninguém pode negar isso

      nao há obrigação nenhuma, ninguém pode negar isso
      mas há uma relação de 17 anos, fonix (para nao dizer foda-se), 17 anos!
      se conheces alguém há 17 anos nao lhe davas a mao se pudesses?

      tb ninguem pode negar q quase nenhum FDP q se forma na acedemia, demonstra ter orgulho.
      apenas veêm um escola q pode levar ao sucesso (como alguem q quer engenharia no Tecnico, ect, se bem q a academisa do SCP é mais o MIT!)

      sendo coerentes, nao têm obrigação nenhuma, então! ninguém pode negar!

      tb ninguem pode negar que, romantismos À parte, os Sportinguistas querem ver amor À camisola.
      tb ninguem pode negar q para quem se esta a formar na academia uma atitude destas ajuda a criar amor

      e deixemos-nos de merdas, o Bruma se nao gostar do sporting manda-o p o caralho
      podemos argumentar q o Sporting é bom para a carreira dele neeste momento,.Epá,, mas não é o único!

      dito isto:
      se nao estiver a ganhar balurdios
      se até era preciso alguem
      se ao fim duns meses mostrar q vale fica
      se ao fim de uns meses mostar q nao serve o metam na rua
      tranquilissimo com esta situação

  4. Lamento profundamente este final de carreira tão prematuro e injusto, ainda para mais porque era um jogador que se não fossem as constantes lesões já faria parte do plantel principal do Sporting desde há muito pela sua qualidad.
    Espero que agora tenha toda a força necessária para superar esta adversidade e agarre com toda a dedicação esta oportunidade que a actual direcção do SCP lhe esta a dar de poder fazer parte da estrutura técnica da Academia, junto dos mais jovens e dos que mais precisam de ter bons exemplos, ainda por cima porque sempre me pareceu ser um jovem muito profissional, muito respeitador e que sempre foi um trabalhador para a equipa. Saberá certamente colocar ao serviço essas suas características, aprendendo e evoluindo nas novas funções e, quem sabe no futuro, não venha a ser alguém muito importante dentro do Sporting Clube de Portugal, seja como adjunto, como treinador ou como mero funcionário/colaborador na Academia. Um grande abraço para ele e votos de felicidades para o futuro! Saudações Leoninas

  5. Já comentei este caso no post anterior. Queria só acrescentar que realmente não somos a Santa Casa, mas dar a oportunidade de começar uma carreira nova a alguém que tem estado connosco desde os oito anos é também um gesto que mostra ao exterior – e também aos putos da formação – que o Sporting retribui a dedicação de quem o serve bem.

    Está a ser-lhe dada uma oportunidade, não sei qual é a duração do contrato, mas a partir de agora também é com o João Gonçalves aplicar-se e mostrar que pode ser uma mais valia no seu novo posto. Senão, no final adeus e amigos como dantes.

    E, repito, é uma enorme diferença face a situações de enorme ingratidão como (principalmente) a do Yordanov mas também a do Cherbakov.

  6. http://rr.sapo.pt/bolabranca_detalhe.aspx?fid=45&did=112316

    Para Rafa, nesta altura, só se perfilam duas alternativas: ser jogador do Sporting de Braga ou cumprir o contrato que ainda o liga ao Feirense.

    Franklin Freitas, administrador da Sociedade Desportiva Unipessoal do Feirense e responsável pelo futebol do clube, confirma que tem um entendimento apalavrado com o presidente dos arsenalistas António Salvador, e que irá honrar esse mesmo compromisso.

    “Se há um acordo entre cavalheiros, não vale a pena especular”, sublinha Franklin Freitas, em entrevista a Bola Branca.

    O dirigente do Feirense revela que o Sporting e o Paços de Ferreira também manifestaram interesse no médio de 20 anos natural do Barreiro, mas as propostas estiveram longe de chegar aos valores apresentados pelos minhotos, pelo que, ao jogador, não resta alternativa.

    “As outras propostas são irrisórias para o nosso clube”, enfatiza. “Se o jogador não quiser ir para o Sporting de Braga, terá que jogar no Feirense na próxima época. Só sairá para outro clube se realmente houver uma proposta enormíssima, mas não há, porque nós temos um compromisso pessoal com o Sporting de Braga e isso para mim já chega”, reforça.

    Franklin Freitas sublinha, por outro lado, que o salário do jogador nunca foi discutido com o Paços de Ferreira, desmentindo ao mesmo tempo o empresário António Araújo, que esta terça-feira disse, em Bola Branca, que Rafa desconhece qualquer acordo entre o Feirense e o Sporting de Braga.

    “Não é assim tão linear dizer que o jogador não sabe. Ele pode é não querer, isso é outra coisa”, atira o dirigente dos “fogaceiros”, para quem a proposta apresentada pelo Sporting de Braga esteve claramente acima da concorrência.

    “Foi a melhor proposta que o Feirense encontrou. Foi melhor do que a que o empresário tinha para nós e acredito que até ao fim da semana a transferência esteja concluída”, concretiza.

    “Só sairá para outro clube se realmente houver uma proposta enormíssima, mas não há, porque nós temos um compromisso pessoal com o Sporting de Braga e isso para mim já chega”, ”

    SISTEMA. Ao Sporting pedem sempre mais, cabrões.

    • Se se recordarem, Sousa Cintra também tinha tudo acertado com o Boavista para a transferência de J.V.Pinto, e este quis antes representar o outro clube.
      Por isso, se é de facto verdade que o Sporting quer o jogador, não haverá Feirense nem acordos de boca com Salvador que o obrigue a ir para onde não quiser ir.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s