A bomboka

Nos anos 80, um dos anúncios emblemáticos colocava o pai Natal à porta de uma loja, desesperado por conseguir atender os vários pedidos de bombokas feitos pela criançada. «Eu quero bom-bo-kas!», gritava ele, ao que o lojista respondia “ah, bombokas! só há estas e são para mim”.
Neste momento, imagino Zé Seguro no papel de pai Natal, depois de meses a gritar que queria as bombokas. A diferença, é que o dono da loja, um tal de Passos Coelho, vendo a debandada de sócios e de empregados, é bem capaz de passar-lhe as últimas caixas para as mãos, perspectiva que o deixa com os tomates em ponto de ervilha.

Anúncios

136 thoughts on “A bomboka

  1. O problema continua. Só mudam os porcos. A pia continua a mesma.
    Era mudar a constituição e punir por gestão danosa aqueles que assim o merecessem, que aí sim, aqueles que tivessem coragem, capacidade e vocação para se candidatarem, seriam os meus eleitos.
    Até isso acontecer, puta que os pariu a todos!! São todos godinhos à cata da mama.

    • Subescrevo.

      Tal como no nosso Sporting, o país não chegou ao estado em que está apenas por incompetência dos governantes. Há muita gente que anda a encher bolsos à custa do povinho, mas a culpa também é nossa. Agora está mais que visto que entra PS, daqui por uns anos roda de novo para o PSD e disto não passamos.

  2. Estamos completamente fodidos! Ser liderados por garotos (não dos nossos, mas dos rascas) dá nestas merdas! Do outro lado está também um rapaz que tem a tenacidade e convicção de uma poia de cão…

    Estamos entregues a jotinhas, caciques, putas políticas e vermes invertebrados… e continuamos em alegre cantoria.

    O que vem aí, é muito simples: 2º resgate e enrabadela do tamanho do mundo a todos!…

  3. A bom tempo a esquerda avisou que isto era o que iria acontecer. Agora, resta esperar que apareça alguém que se digne a fazer uma auditoria à divida, para se pagar só mesmo o que se deve. Quem andou a brincar aos casinos, a desvalorizar-nos, que pague o que deve, nem que seja na choldra ou num auto de fé no terreiro do paço.

      • Não vamos? Porquê? Por serem verdade? E mais, nem foi só a esquerda. Tipos como o Stiglitz ou o Krugman não me parecem ser perigosos esquerdistas.

      • Sem duvida que temos um modelo errado, não podemos é atribuir à esquerda a glória do alerta correcto. Stiglitz e Krugman sem duvida que sim, concordo contigo

      • Ainda se descobre um tal offshore, gerido por um tal almeida, de onde constam uns tais de 70000000000, e que paga, entre tanto, tanto mais, uns quantos erasmus em paris aos meninos bem comportados…

      • O problema da Manela, e outros da mesma bitola, é que quando estão de fora a comentar em telejornais e programas de política sabem tudo, e fazem tudo certo, mas com poder nas mãos é o que se vê. Esta classe política é uma mama do c******, ou estão em cargos públicos a rebentar com o país, ou quando saem vão para comentadores políticos ganhar milhares em presenças semanais na CS.

  4. Não percebo pq falam apenas destes q estão lá agora:
    Guterres, onde tudo começa…temos dinheiro..vamos esbanjar a torto e a direito e umas comissõeszitas aqui e acolá;
    Socrates, o melhor politico portugues actual, o que tem mais retórica, consequentemente o maior aldrabão, deu a estucada final!
    eleições antecipadas vão significar a perda de confiança dos investidores em Portugal… e assim sendo, a Grécia (nem estamos nem sequer lá perto do que se passa por lá) é já ali ao lado.

    E sim, o socialismo é o principal cancro da sociedade

      • Bem, que texto de merda.
        Mas quem é que acha que isto aqui diz o que quer que seja sobre o socialismo?
        Não me venhas com histórias, isto que aqui está é pouco mais que 0.
        Não é graças ao socialismo que estamos a bater fundo, embora me pareça também que isto pudesse ser pior com malta como o Jerónimo de Sousa.

      • Penso que não escrevi que houve investimento no pais nestes 2,5 anos. Mas também acho que com crises politicas não vão existir nos próximos, seja quem vá para lá.

    • topmost, não é bem assim. Começou quando o miserável povo votou no PS em 1995.

      Guterres é culpado, mas foi mesmo o povo que escolheu o caminho do empobrecimento.

      A esquerda sempre trouxe pobreza, miséria e fome.

      • acho que estão a confundir socialismo com comunismo.
        Não é bem a mesma coisa.
        vejam o exemplo da suécia, dinamarca e noruega e depois digam-me que o socialismo funciona.

      • “A esquerda sempre trouxe pobreza, miséria e fome.” – Se trocasses “esquerda” por “direita” tinhas finalmente acertado em alguma coisa. Assim, só demonstras mais uma vez a tua ignorância.

      • a tua ignorância ?

        então quem governou o país depois do 25 de Abril ? foi só a direita ?
        Pior do que isso, é que as grandes vedetas de direita em regime democrático, são todos ex-comunas.
        o País está individado desde 1975 e não vai nunca recuperar.

        nem esquerdas nem direitas….
        todos juntos talvez se conseguisse algo, mesmo assim, num estou a ver.

        como não estou a ver em alvalade uma só curva.

        é triste.

      • Val Verde, não estou a confundir nada. comunismo e socialismo é tudo a mesma merda.

        Os países nórdicos para manter o seu welfare state sacam muito dos seus contribuintes, muito mais do que em Portugal. Nos anos 90 tiveram que implementar muitas reformas na sua Segurança Social porque senão já tinham ido com os porcos e estariam ao nível da Grécia ou pouco mais acima.

        O que lhes vai facilitando a vida é ter pouca população comparativamente aos outros países.

        ———————- ———————— ————————- —————————-

    • E o Cavaco caralho?

      Mata a pesca!

      Mata a agricultura!

      E agora quer que todos voltem ao mar e ao campo.

      Estradas é que era.

      O que vos digo é que desde a revolução não houve um que se aproveita-se.

      Ou melhor havia dois mas esses como não iam deixar qie o roubo à descarada acontecesse, foram aviados pelos outros todos que se seguiram.

      • O Cavaco (tb conhecido como o reformado de Belém) já está senil, tem essa atenuante, mas pior que ele estão os milhões que, após a boa merda que o viram fazer como 1º Ministro, acharam que aquilo ia dar um bom PR.

    • uma história pobre, moralista e inventada, topmost. sportinguista pode ser de esquerda ou de direita, pode se socialista, comunista, social-democrata ou liberal (se for capaz de definir a coisa). o que não pode é ser burro oh topmost.

  5. Toda esta história se resume numa frase: cambada de irresponsáveis e incompetentes.
    Já que falamos de politica hoje, digo que a minha ideologia é de centro direita e não me revejo neste tipo de politica e neste governo.

    Falamos aqui em miúdos que brincam com castelos(poder) e manipulam o povo como querem e como podem. Todos os sacrifícios e austeridades que foram feitas , algumas necessárias outras exageradas, foram em vão devido a uma inutilidade e irresponsabilidade das pessoas que se dizem governantes.

    Cherba, sem querer entrar em discussão com ninguém, se me permites , e sendo este blog o que prezo mais em Portugal , elevando o nosso Sporting, não consigo estar calado perante uma esquerda infantil armada em Super Homem que nunca pensou alcançar o poder tão cedo como disseste e com guerras que vão acontecer, porque a liderança é de ouro. Uma direita totalmente desfeita composta por interesses e lobbys do mais ridiculo que se viu. Um Presidente da Republica a fazer um papel vergonhoso longe de estar alturar a um desafio destes. Ponham os olhos em Itália.

    Tudo se resume a um futuro incerto, para mim, para os jovens, que futuro? E concordando com o Tiuí, 2º resgate, mais sacrificios e instabilidade “grega”.

    SL

    • É que é mesmo isto. Também sou de centro-direita e isto não é o governo que eu quero para o meu país, não porque eu não ache que as reformas não têm de ser feitas, mas apenas porque estão a ser feitas na hora errada e atacando apenas os “fracos”…

      Mas o Tozé????…. O Tozé tem a destreza política de um calhau da calçada e dos mal polidos. O Tozé (Jotinha de profissão) foi cacicando pelo partido a fora enquanto o Sócrates (um filho da puta da pior espécie, mas ao qual há que reconhecer que é um político esperto) estava no poder.
      O Tozé está onde está porque os barões do PS o deixaram eleger para “queimar” enquanto o PSD estivesse por cima… de repente, o Tozé apanha-se com a hipótese de ser poder e imagino que seja como na primeira foda: nem sequer sabe bem o que fazer com aquilo…
      O Tozé que lidera um partido de hienas que já se riem todas mal lhes cheira a carne podre… e que tal como as hienas tresandam a merda e corrupção.

      Mas falemos dos que lá estão:

      o Pedrito (a partir de hoje trata-lo-ei sempre assim, dado que é uma criancinha teimosa), que também é um jotinha mal parido, apanhou-se no poder e toca a vomitar o neo-liberalismo que viu nuns livros americanos e acha muito giro.

      Como qualquer merda de gente que é, é muito forte com os fracos, mas muito fraco com os fortes. Como qualquer amostra de gente que nunca fez nada na vida, manda emigrar uma geração inteira, não percebendo que destrói demograficamente a nação e, igualmente grave, desperdiça os milhões de euros que se investiu na educação da geração mais educada que este país já viu.
      O Pedrito que tem entre as suas hostes deputados que de manhã são representantes do povo e à tarde são consultores das empresas que tem negócios com o estado…

      O Paulinho das feiras (a Catherine Deneuve) é o mais hábil político que está no poder, e como qualquer puta reles, ora vai com um ora vai com outro… e inacreditavelmente, ainda é o que fica melhor na foto (sendo que a foto é muito feia).

      O PCP é muito giro, desde que tenha a percentagem de votos que tem hoje, já que não me apetece andar de farda verde e ter como ministro um rapaz que não tem a certeza que a Coreia do Norte não seja uma democracia (a.k.a Bernardino Soares).

      O BE é uma anomalia espacio-temporal e tem como grandes medidas para o país charros de borla para todos e não pagar o que devemos e gastámos de forma imbecil.

      Os verdes conseguem a proeza de estar no parlamento há uma porradaria de legislaturas sem nunca terem ido a votos… a Heloísa Apolónia é uma espécie de Júlia Pinheiro da política que grita histericamente a tudo e todos…

      Qual a solução para isto, então?… Tal como no nosso clube, em que foi o povo que destituiu a “nobreza” instalada, também no nosso país precisa de ser o povo, de forma ordeira e absolutamente apartidária, que precisa de explicar que BASTA!

      Nasci no ano da revolução, não conheço outro regime e fico muito feliz por estar a escrever isto sem ter a censura (a não ser que queiras, Cherba :) ) a eliminar o que me vai na alma. Mas BASTA! Basta de políticos profissionais, Basta de Jotas, Basta de lambuças, Basta de oportunistas e de corruptos!!!! BASTA!

      Abraços e desculpem o desabafo, mas o que assisti hoje ultrapassa tudo que é razoável…

      SL

      • Nem mais! Digo te existe pessoas muito capazes neste pais (políticos, estudiosos da política) que mudavam isto se os deixassem na boa.

      • Fdx. Nem mais uma virgula. Estou de pé a aplaudir e a suspirar com pena de nos todos. Tb sou de centro direita mas nao me identifico com nenhum governo representante desta ideologia desde que me lembro de pensar. Nasci em 76. O meu avo que cresceu a pulso e perdeu tudo o que tinha construído com o suor do seu trabalho à conta de Soares e afins (desculpem mas vomitei), no entanto lembro-me sempre do que ele me disse e apesar de tudo o que passou: “o 25 se Abril foi como abrir a janela para respirar, mas desde 26 de Abril para cá só cheira a carne podre”. Felizmente para ele, já partiu para nao ter de passar por esta merda que passamos agora.

  6. Val Verde
    Os países nórdicos tem de ser considerado uma excepção à regra, eles na sua génese trabalham desde em grupo..desde os Vikings, mas claro que não deixam de haver lá fdp que não querem fazer nada e viver às custas dos outros. O problema principal é que em Portugal talvez haja mais dessas pessoas, só que aqui o sistema social é propicio para os mesmos

    • eu acho é que deviam ser a regra!
      o modelo socialista deles começou a ser construido nos anos 70.
      se eu pudesse escolher um país para nascer, escolhia a Suécia.
      e o meu sonho não é ser rico, é viver numa sociedade justa, onde um político é tão digno (ou rico) como um electricista.

      • Têm noção que o modelo nórdico também tem mudado nos últimos tempos porque já não se está a conseguir manter como era antes… Tal como dizer que o modelo dessa altura nos países nórdicos é um modelo socialista quando na verdade é um modelo social-democrata (que depois não tem correspondência com os nomes dos partidos em Portugal)

  7. A política em si é um nojo. Está num nojo. As pessoas que para lá vão simplesmente o fazem porque tem sede de poder. Da direita á esquerda a merda é exactamente a mesma.

    As estratégias, as manobras que por detrás das cortinas se fazem, o regozijo que actualmente provoca aos políticos o insucesso dos seus adversários, o facto fazerem da política um jogo cujos vencedores só poderão ser eles… E o de quão de baixo vem esta fantochada toda (começa nas secundarias, com garotos a defenderem cores sem saberem o que elas na sua essência significam, só porque é fixe ou porque lhes dá jeito e sao “atiçados” para isso)…

    Mete-me tudo NOJO.

    Desculpem o desabafo, mas estou mesmo farto destas merdas.

      • Acredita que pela “facebookosfera” vejo que há muita gente que hoje vai abrir garrafas de champanhe… Porque concerteza que agora virá a ultima coca cola no deserto tirar-nos da merda.

        É agora!!…

        Enfim.

      • Eu também estou farto. A minha utopia é simples: quero que o próximo primeiro ministro de Portugal seja um tipo (ou tipa) competente, sem QUALQUER ligação aos partidos!
        O sistema não deixa. Um cidadão comum não se pode candidatar a 1º ministro. Isto diz tudo de como funciona a marosca.
        SL

      • Por exemplo. Mas também há os que são de direita porque “são bué durões”.

        É vergonhoso. Eu pelo menos envergonho-me bastante.

  8. Se percebi bem, e o Coelho não se demite, então é incomensuravelmente mais estúpido politicamente do que eu supunha…tem a oportunidade de ouro de passar a “bomboka” para o irmão gémeo do outro lado do espelho, e deixar que o tempo demonstre que é mesmo de um espelho que se trata – se estamos mal vamos ficar pior, a oportunidade para chegar ao poder é a pior possível para o mano jota…

    Se o que vivemos em Portugal se assemelha ao PER que a banca queria para o Sporting, a via apontada por aqueles que sabem que há responsabilidades que nunca terão faz-me lembrar os que defendiam a via da falência e refundação do Sporting a partir do zero. Com uma diferença. Se o Sporting partisse do zero ninguém morria à fome…

    Por último, a confirmar-se que o Paulinho (o das feiras, bem entendido…) se demite, mas os “seus” ministros garantem a viabilidade do governo, acho que se chegou ao limite do suportável no que ao “estar literalmente a cagar para o país” diz respeito. Respeito é o que esta cambada de filhos da puta que alimentamos principescamente não tem por nada senão o seu umbigo.

    Tristeza do caralho, foda-se…

  9. O que me chateia nisto tudo é que se cai o governo vão todos a correr votar em quem nos trouxe até aqui.

    É sempre assim.

    Eu cá, nem nuns nem noutros, foda-se é mesmo em branco.

    Gostava de ver a legitimidade dos toca tones a defenderem as politiqueiras de feira para encher o bolso com uma percentagem de votos em branco equivalente ou superior à que lhes dá o governo.
    O mal é que muitos dos que se queixam nem votar vão, dizem que é chato!

      • pela primeira vez em 32 anos de existência começo a ver as pessoas discutir ideias e a defender os seus ideais políticos..recordo os tempos em que falar de política era de “mau tom” e que quem ia para cargos públicos e se enchia era “esperto” ou “fazia pela vida” resultado…
        foi esta a herança que a geração dos nossos pais nos deixou… uma geração de jovens ultra competentes mas que nunca teve hábitos de trabalho.. uma crise de valores em que são necessárias trabalhar tantas horas que somos forçados a escolher entre vida familiar e carreira profissional , um défice equivalente a 3 vezes o Pib, um planeta completamente poluído e dependente de combustíveis fosseis e muitos outros e nenhuma ideia de como inverter esta situação e dar um futuro aos meus filhos….
        por isso acho bem que se discuta, que se acuse, que se saia para a rua e que nos transformemos no Brasil… por que um segundo resgate significa nenhum futuro para a minha geração e muito pouco para a geração dos meus !!

  10. Passos é uma merda. Portas é uma merda e um birras. Seguro é uma merda. Cavaco é uma merda. Actualmente para onde quer que nos viremos a perspectiva é sermos governados por tipos de merda, que não percebem um caralho do que andam a fazer.

    Antigamente, os políticos eram homens de calor. Actualmente, a grande maioria são tipos que não sabem fazer mais nada da vida e que se refugiam num cartão e estão lá para proteger os comparsas quase encheram de dinheiro às nossas custas. Não é uma questão de esquerda ou direita. É tudo igual! Tudo! Resta-nos esperar que meia dúzia de tipos minimamente honestos e competentes, tanto da esquerda como da direita, mandem os partidos para a real puta que os pariu, peguem no barco e o tentem conduzir a bom porto.

    • Discordo.

      Eles sabem muito bem o que andam a fazer.

      Quem não sabe o que anda a fazer somos nós – trabalhamos para sustentarmos os filhos, e continuamos a entregar a gestão de mais de metade do “que ganhamos” a uma sucessão infindável de canalhas que se entretêm em jogos políticos a decidir quem se aproveita mais.

    • um tal de Sebastião que vai aparecer todo vestido de branco e com as respostas todas num ficheiro informático pronto a imprimir e transformar em leis e que instantaneamente vai resolver todos os nossos problemas?

      não existe políticos honestos e competentes dispostos a largar a carreira profissional onde ganham bem e não têm chatices para ir ganhar 5000€ como ministro das finanças e perderem toda a privacidade, terem que ter segurança privada noite e dia, ter tipos aos berros aos seus ouvidos (alguns com razão.. outros nem por isso) a protestar e a chamar-lhe nomes todos os dias… todos os dias serem insultados e verem a vida toda vasculhada na praça publica… ter que trabalhar todas as horas do dia e não poder desligar o telemovel… ter q aparecer e dar a cara por coisas que nem sempre acredito… e para o bem de quem? financeiramente.. não vale a pena, familiarmente.. é para esquecer…

      na minha opinião, hje em dia temos 2 tipos de Políticos… os tipos que vieram do nada.. e que com meia dúzia de contactos e um trabalho de merda conseguiram arranjar tacho noutro lugar e hoje são senhoras…. como a maioria dos nossos políticos.. soares ( não tinha nada e agora é o que se sabe…), cavaco (quem não se lembra do professor universitário que ia fazer a rodagem ao carro e que de repente tem uma casa de férias paga pelo bpn), Socrates (tenho mesmo que dar exemplos de roubos?) Paulo Portas (submarinos, lusofona, armas para angola…..) jorge coelho (um bronco e hoje continua um bronco, mas um bronco rico!) e muitos outros… até o chulo do gordinho se encheu de massa com a expo!!

      ou então tipos como o min da saúde, que pertence a famílias ricas e esta intimamente ligado ligado a opus dei e que faz o que faz por ter um sentido de missão e de dever para com o próximo que vem da sua convicção religiosa. honestamente não me lembro de mais nenhum exemplo de um tipo competente que não esteja lá para ” se governar”.. mas de certeza que deve haver…

      historias de fada não existem… não vem ninguém! estamos sozinhos e abandonados a nossa sorte…enquanto como povo não formos vigilantes e exigirmos dos nossos políticos ( como fazemos aqui no cacido, exigindo da nossa direcção que nos explique e lutando para que corruptos e croquetes sejam corridos) nada de positivo vai mudar!

  11. Com todo o respeito… A miséria começou com o Cavaco ha muitos anos atras… Arrisco-me mesmo a dizer que o primeiro coveiro foi o Mario Soares.

    Depois tivemos o Guterres, e foi a festa. Toda a gente gastou o que tinha e o que nao tinha.

    Mas para mim o pior foi o rei dos palhaços (com todo o respeito pela profissao de palhaço): Socrates.

    So em Portugal é que um palhaço destes é pago para estudar em Paris… E pior, so em Portugal é que um gajo desses vai para a televisao publica comentar politica.

    Imaginem o Godinho a comentar a atualidade do Sporting todas as semanas no Dia Seguinte…

    Sinceramente nao tenho preferencias politicas, mas tenho consideraçao pelo Passos Coelho, é um homem de coragem. Se é o que Portugal precisa? Nao, nao é…

    Mas para la voltarem os que estragaram isto tudo? Prefiro que este acabe o que começou.

    OPA, VIVA O SPORTING !

  12. Por andarmos no eu gosto deste e nao gosto daquele é que a democracia chegou a esta miséria.
    Socrates fez negociatas mas não destruiu a economia. Passos Coelho fez negócios do tamanho de uma edp e também destruiu a economia. Quando é que ele acaba o serviço? Nos 25% de desemprego? Nos 10% de défice? Ou é depois de vender o que resta?

  13. Nestas horas vertiginosas em que perplexos vemos os acontecimentos desenrolarem-se perante os nossos olhos, voltemos aos clássicos. A Paul Lafargue, por exemplo:

    “Creio no capital que governa a matéria e o espírito.
    Creio no lucro, seu tão legítimo filho, e no crédito, o Espírito-Santo, que dele procede e com ele é adorado.
    Creio no Ouro e na Prata, os quais, torturados na Casa da Moeda, fundidos nos cadinhos e martelados nas máquinas, reaparecem ao mundo como moeda legal; e que, depois de circularem por toda a terra, descem às caves do banco para ressuscitar como Papel-Moeda.
    Creio no juro de cinco por cento, de quatro ou três por cento e na Cotação real dos valores.
    Creio no Grande Livro da Dívida Pública, que protege o Capital dos riscos do Comércio, da Indústria e da Usura.
    Creio na Propriedade individual, fruto do trabalho dos outros e na sua continuidade até ao fim dos séculos.
    Creio na necessidade da Miséria, fonte dos assalariados e mãe do sobretrabalho.
    Creio na Eternidade do Salariato, que livra o trabalhador das preocupações da propriedade.
    Creio no prolongamento do dia de trabalho e na redução dos salários e também na falsificação dos produtos.
    Creio no dogma sagrado: comprar barato e vender caro. E, do mesmo modo, creio nos princípios eternos da nossa Santa Igreja, a Economia política oficial. Ámem.”
    Paul Lafargue, A Religião do Capital, journal Le Socialiste, 1886

  14. O problema de Portugal não é ser governado por PSD ou PS.
    O problema não é a ideologia socialista, social democrata, comunista ou centrista.
    O PROBLEMA é que temos uma classe politica de MERDA em que a unica ideologia que têm é encher os bolsos deles e dos amigos.
    Eles pouco se importam se a maior parte do pais vive abaixo do nivel de miséria, ou se os idosos, que passaram uma vida a trabalhar, têm dinheiro pra medicamentos e pra comer e pra pagar a renda com as reformas miseraveis que recebem.
    A culpa de tudo isto não é só dos politicos mas também é de todos nós. Desde 1975 que passamos carta branca a estes ladrões pra fazer o que lhes apetece.
    Já ouvi muitos a reclamar e a dizer que o governo é uma merda, mas quando há eleições lá vão eles levar os filhos e os netinhos pra que o senhor politico dar beijinhos – tipo os cogumelos que ainda defendem o Godo…

      • Lambuças, a negociar o PER do país com a banca, à volta de uma mesa de lagosta regada a champanhe. Croquetes e chamuças é o que eles atiram aos boys para os manterem activos e diligentes.

        No relvado (este rectângulo de jogo), vamos assistindo a uma equipa em que os jogadores já perceberam que vão levar uma cabazada, e no final do jogo vão ser linchados pelos sócios que pagam quotas e bilhetes desmesuradamente caros, e que estão fartos de sentir humilhados.
        Alguns jogadores atiram-se para o relvado simulando lesões, na esperança de que abandonando o relvado mais cedo, possam escapar à fúria dos que nas bancadas os insultam de cada vez que se aproximam da linha lateral.

        Já todos perceberam que isto só vai lá com alguém que ame realmente o Clube, que não tenha nada a ver com esta cambada que o governa há décadas, e que se saiba rodear de pessoas escolhidas pela competência, claro, mas não menos importante, pelo mesmo amor e dedicação ao Clube.

        Não se arranja por aí outro Bruno…?

  15. Um povo minimamente inteligente, simplesmente boicotava o acto eleitoral não indo às urnas … !! Simples … ninguém deveria dirigir-se às bancadas de voto.
    Como é tudo uma cambada de gente parva, vão !! Eu não vou … não vou mesmo.
    Voto em branco !??? Foi o que sempre fiz … a partir de agora nem isso farei. Puta que pariu essa gentalha … !!

    • Os dados estão viciados á partida. Esquerda e Direita foram criadas para dar a entender ao povo que tem uma escolha… que na realidade não tem. O escolher o “mal menor” continua a ser mal. Tem de se mudar a Constituição, e tem de lá estar escrito que quem não cumpre o que promete, cadeia com ele! Ponto. Só que isto só lá vai com um povo unido, como os Islandeses fizeram. De outra forma a “porta giratória” continuará eternamente.

      • Primeiro comentário que concordo a 100%! Se 20% dos portugueses tivessem essa noção das cosias, tudo seria diferente e esta corja que nos “governa” davam com as costas no presídio!

    • Esta é para o meu amigo Paulo Silva:

      Sócrates ( o grego ) dizia qualquer coisa deste género: ” Se abdicarmos de exercer as nossas convicções políticas e sociais arriscamo-nos a ser governados por alguém inferior…”

    • Mais uma, desta vez pela “dama de ferro” Margaret Tatcher:

      ” O socialismo é bom até que se acabe o dinheiro dos outros “.

      Curioso verificar que só temos partidos de ideologia socialista ( com variantes óbvias ). Partido SOCIAL Democrata, Partido SOCIALISTA, Centro Democrárico SOCIAL, Partido Comunista Português e Bloco de Esquerda.

      As recentes revisões constitucionais inibem TOTALMENTE, a criação de partidos que não sejam “moderados”…

      A “pseudo-Ideologia ” das Elites Bancárias ( Rothschild, Morgan, Rockefeller, Vanderbilt, Warburg …) , muitas vezes chamada “NOVA ORDEM MUNDIAL”, é do controlo absoluto dos recursos planetários ( humanos incluídos ). Esse controlo é exercido através de “clubinhos” politico-maçonicos de todas as ideologias políticas e religiosas ( a IRMANDADE MUÇULMANA é maçonica também ), onde os integrantes são marionetas ( politicos, jornalistas, comentadores …), que a troco de fama, dinheiro e prestígio efémero, “vendem” os seus compatriotas.

      Digo muitas vezes que o sistema de sonho das “elites” é um híbrido já criado e testado: a CHINA!

      Abram a pestana!

      PS: Não se esqueçam que Paulo Portas e António José Seguro foram à reunião anual da Máfia BILDERBERG, há poucas semanas!

  16. Mais um paralelismo entre o Sporting e o País… A corja está de debandada! Desgraçadamente para o Governo, ao contrario do SCP, não tem grandes esperanças!

    Ter o Tó-Zé como Primeiro era como mudar de JEB para Engodo…

    Eu para legislativas voto no gajo mais sério que se apresentar… BRANCO!
    Voto no Sr. Branco!!!

    • Caro,

      Estás mesmo no sítio certo. Somos todos sportinguistas, mas temos posições políticas diferentes. Não vejo nada de estranho nem de anormal nisso.

      O que se passou nas últimas horas no País pode e deve ser alvo de discussão dos cidadãos. Trata-se de uma situação singular, e não me parece que haja algum problema em abrir-se um post para cada um expressar as suas opiniões. Não penso que passe a ser norma no Cacifo, nem é desejável que o seja. Apenas a situação peculiar a que chegamos o justifica.

      Um abraço

      • Permita-me que discorde da sua opinião. Somos de facto todos Sportinguistas e este é o local certo para discutirmos e abordarmos as questões relacionadas como nosso clube. O facto de termos todos posições políticas diferentes, sendo salutar, não deverá ser trazido a este espaço até porque nos poderá dividir. Também não creio que se trate de uma situação singular: mais uma igual a tantas outras que, infelizmente, se têm passado ao longo dos últimos anos que deveriam ser de esperança, mas têm sido de luto.

        O que se passa em Portugal deve e deverá ser sempre alvo de discussão e debate por parte de todos nós. Mas não aqui. Pelo facto de não discutir política neste espaço não vejo de forma alguma minorada a minha contribuição de cidadania. É a minha opinião, e como tal, manifestei-a sardonicamente.

        Um abraço,

        Mário J G C Fernandes

      • Não é singular? Já alguma vez assististe a um pedido de demissão do nº 2 que o nº 1 diz que não aceita e não comunica ao Presidente?

        Criancice tem hora, como dizem os brasileiros. Estamos a ser governados por crianças. Por muito incompetentes que outros tenham sido – e foram – nunca assisti a uma coisa destas.

  17. Tendo o Sporting mais de 3 milhões de adeptos é absolutamente normal que políticamente haja gente de todas as cores. O que também não me surpreende é que um gajo como o Cherba seja de esquerda. Aqui vai um brinde a isso desde a Suécia, que apesar de tudo ainda é mais de esquerda do que a esmagadora maioria da Europa falida.

    • Brindemos portanto ao cherba porque só lhe fica bem ser de esquerda. E era bem o que faltava se agora ocultassemos a nossa cor políticao! só o faz quem tem vergonha ou peso na consciencia.

      Eu sou de esquerda e no entanto nao me revejo em muita da esquerda atual portuguesa.
      Mas é estupido, imaturo ou ingênuo quem acha que a questao central em portugal é uma questão de esquerda ou direita. Tal como dizia há uns anos Tony Blair, nao ha politicas de esquerda ou de direita,há a boa e responsável gestão do bem publico.

      O que me satura em Portugal é que há muito que deixamos de ter politicos estadistas para passarmos a ter politiqueiros. A geracao jota que produziu cancros como Durao Barroso, Guterres, Socrates, Passos Coelho, matou o país, esvaziando-o de conteudo de Estado:a agenda deixou de ser o bem publico para passar a ser o bem partidario. Porque se assim nao fosse, elegiam-se ckmpetentes e nao lacaios.A geracao dos baby boomers que nasceu depois da 2 guerra mundial fodeu o país. Libertou portugal das garras do estado novo mas falhou na transição para a verdadeira democracia. E essa gerscao de baroes como almeida santos, angelos correias e outros que, na sombra articularam as marionetas sem formacao de vida e sem base estadista como socrates ou passos coelho. O resultado é o pergido jogo politico-partidário do qual hoje assistimos a sua misr enscene perfeita.. Que se foda a honra do país, desde que se lave a face do partido.

      Assistimos nos ultimos anos ao ultimo estertor duma nação soberana e independente como a nossa: importamos politicos neo-liberais aprovados pelos corredores do FMI e Bruxelas. Politicos como Gaspar e Durao Barroso que nada entendem sobre as idiossincrasias do nosso povo.

      A culpa tambem deve ser nossa. Porque como alguem ja disse, temos uma consciencia coletiva alienavel e alienada.temos memoria curta e nao aceitamos a punicao de quem nos pune.

      Pode parecef alienante dize-lo mas o meu Sporting salva.me a face do meu país.

      Valha.nos isso…

      • Excelente comentário. Sistematiza as nossas preocupações perante o apodrecimento a que assistimos. De facto, o que eles querem, não é o que nós queremos. Nós queremos saúde, eles dão-nos um ambiente envenenado e meses de espera para uma consulta no hospital. Queremos educação, eles patrocinam a degradação pedagógica da escola pública. Queremos um emprego, eles obrigam-nos a pedinchar um trabalho precário. Queremos um aumento para termos mais umas coroas, eles obrigam-nos a trabalhar mais horas. Dizem-nos “sejam flexíveis”, “modernizem-se”. E nós, flexivelmente, flexibilizamos a cabeça na direcção do chão para que nosso o corpo e a nossa mente fiquem ainda mais flexíveis!
        Para eles o mundo seria bem mais perfeito: nós a não quereremos saber da política, eles, como de costume, a não quererem saber de nós e dos nossos direitos!

  18. Eu tenho para mim que os políticos não passam de filhos da puta sóciopatas que nunca souberam o que é trabalhar e receber ordenados de merda, enfim, por mim acabava com essa corja de maçons (onde é que eu já ouvi isto?) Em relação ao passos coelhinho, imaginem este filho da puta nos anos 30/40 do século XX! o hitler á beira dele seria um santo, não tenho dúvidas nenhumas……esquerda, direita…não se iludam é tudo farinha do mesmo saco, eles querem é encher a peida á custa dos contribuintes, eu era defensor da direita, mas depois desta merda…….nunca mais, nem direita nem esquerda, só lá vai com uma anarquia e umas arrochadas no focinho desta nova raça de politicos, de preferência com uns (muitos!!!) enforcados em praça publica enquanto o povo canta alegremente o….

    “Grandola Vila Moreeeena,

    Terra de fraternidaaaade…

    E o povo é quem mais ordeeeeena…”

    Peço desculpa, mas este é o meu e de milhões como eu, estado de espírito, quem diz a verdade não merece castigo, tenho dito.
    E VIVA O SPORTING CARALHO, esqueçam as politiquices, porque ao menos temos algo a quem nos agarrar, SPOOOORTING..

  19. Politica?!

    Não!obrigadinho,passo muito bem sem isso!

    O grave problema é quem não se interessa por politica ser “governado” por quem se interessa!

    A politica tá feita para dividir a opinião humana na sociedade.O que devia ser lei era o uso do bom senso e respeito!Sou um sonhador…

  20. Portugal está a jogar num 5-4-1 e a apostar no contra-ataque mas o máximo que tem conseguido ao longo deste campeonato é uma dúzia de empates e o resto é tudo derrotas.

    Temos plantel para outro estilo de jogo, temos é incompetência do treinador e do presidente que só coloca no banco treinadores com passados fracos ou inexperientes e todos eles são fracos até no discurso e nada sinceros com os adeptos! Prometeram-nos melhores classificações e andamos a lutar para não descer.

    Temos história, merecemos mais. Eu como adepto quero um treinador honesto, que olhe as outras equipas olhos nos olhos e que tenha coragem de por os melhores em campo num estilo de jogo ofensivo. Temos melhores jogadores que muitas outras equipas e estamos atrás delas. Chega de pôr a jogar os emprestados dos clubes que controlam a situação, devolvemos esses e apostamos nos nossos de vez! Apostemos nos nossos!

  21. Como dizia o meu avô, o problema de Portugal é estar cheio de Portugueses.

    Vemos a política e os partidos como clubes de futebol, onde o meu é melhor que o teu só por existir, temos memória selectiva (e curta), estamos mais preocupados em deitar abaixo os outros que elevarmo-nos a nós próprios e, acima de tudo, não queremos realmente ver onde estão os problemas, porque aí temos de tratar deles.

    Da parte dos políticos, lobbies pessoais e privados e maçons que mandam nisto tudo o truque é fácil e funciona desde os tempos dos romanos: dão-nos pão e circo e nós, burros como somos, queremos mais – porque o que importa é o imediato.

    Historicamente sou contra os Ingleses (razão pelo qual estamos onde estamos e da maneira que estamos, graças ao ultimato de 1890) mas se há coisa que temos que aprender com eles é o seu sistema eleitoral: os eleitores votam no seu deputado local (á volta de 70 mil eleitores escolhem quem os representa, em 650 círculos diferentes de eleitores) e esse vai representá-los na Câmara Comum, sendo o partido com mais deputados que quem passa a governar.
    O segundo partido mais votado forma o governo-sombra, onde são atribuidos papéis equivalentes aos do governo (ministro da economia, agricultura, etc.) para que haja um conhecimento, da parte dos eleitores, de quem são e quais são as ideias deles e, quando chegarem as eleições seguintes, saberem quem fica em que pastas (a maioria dos deputados dos governos-sombra passam depois para o governo quando ganham as eleições).

    Enquanto não percebermos que o que temos de mudar é a nossa mentalidade e sermos muito mais exigentes nunca deixaremos de ser, como disse um general romano no sec. III a.C.: «Há, na parte mais ocidental da Ibéria, um povo muito estranho que não se governa nem se deixa governar.»

    • Eu não sou tão radical…
      Apenas costumo dizer que o Mal de Portugal é ter DEMASIADOS portugueses… daqueles de bigodaça, palito na tromba, pelinhos enrolados a sair pelo colarinho da camisa… Enquanto isso, muitos dos bons, dos que querem ser alguém na vida tem de ir lá para fora porque o seu governo assim “aconselha”…

      Não podemos recuar uns 500 anos, pois não? E pensar que já dividimos o mundo a meio… agora nem isso somos… metades… estamos feitos em cacos!

  22. Mais uma, desta vez pela “dama de ferro” Margaret Tatcher:

    ” O socialismo é bom até que se acabe o dinheiro dos outros “.

    Curioso verificar que só temos partidos de ideologia socialista ( com variantes óbvias ). Partido SOCIAL Democrata, Partido SOCIALISTA, Centro Democrárico SOCIAL, Partido Comunista Português e Bloco de Esquerda.

    As recentes revisões constitucionais inibem TOTALMENTE, a criação de partidos que não sejam “moderados”…

    A “pseudo-Ideologia ” das Elites Bancárias ( Rothschild, Morgan, Rockefeller, Vanderbilt, Warburg …) , muitas vezes chamada “NOVA ORDEM MUNDIAL”, é do controlo absoluto dos recursos planetários ( humanos incluídos ). Esse controlo é exercido através de “clubinhos” politico-maçonicos de todas as ideologias políticas e religiosas ( a IRMANDADE MUÇULMANA é maçonica também ), onde os integrantes são marionetas ( politicos, jornalistas, comentadores …), que a troco de fama, dinheiro e prestígio efémero, “vendem” os seus compatriotas.

    Digo muitas vezes que o sistema de sonho das “elites” é um híbrido já criado e testado: a CHINA!

    Abram a pestana!

    PS: Não se esqueçam que Paulo Portas e António José Seguro foram à reunião anual da Máfia BILDERBERG, há poucas semanas!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s