hoje escreves tu: Um sonho (im)possível

capeleputos

 

Abrimos a semana com um hoje escreves tu, precisamente por ir ao encontro de um post que eu pensei escrever e que teria como tema a questão da aposta na formação. Assim sendo, ao texto do Marodri, que já esteve perto de tornar-se cronista do Cacifo sobre assuntos relacionados com os nossos putos, acrescento o meu ponto de vista e abro espaço a uma troca de ideias que, ao fim ao cabo, nos fará pensar no nosso ADN.

Um sonho (im)possível, by Marodri

Sou um Sportinguista já veterano, mas desde sempre um apaixonado e seguidor do nosso futebol de formação.
Assim, quando muito se fala do exemplo do Borussia Dortmund e se vive uma justificada euforia com os jovens atletas da nossa Academia , resolvi fazer um exercício imaginativo e criar um plantel totalmente oriundo da nossa formação para que, daqui por dois anos (2015/2016) , possamos lutar pelo título nacional e marcar presença honrosa nas competições europeias.
Claro que isto é um desejo quase utópico, trata-se apenas de um exercício imaginativo que, para ser minimamente possível necessitaria de um Presidente forte e com carisma (não fui apoiante de Bruno de Carvalho, mas agora é o meu Presidente, tem o meu apoio e confio nele), um treinador com coragem (acredito no Leonardo Jardim) e uma massa adepta apoiante e paciente.

PLANTEL

Guarda Redes – Rui Patrício e Vitor Golas.
Defesas Dtos. – Cedric Soares e Mauro Riquicho (sub 19).
Defesas Esqs. – Mica Pinto e Ruben Ribeiro (sub 19).
Defesas Centrais – Tiago Ilori, Eric Dier, Tobias Figueiredo e Ruben Semedo.
Médios Defensivos – Fabrice Fokobo e Wlliam Carvalho.
Médios de Transição – Adrien Silva e Luka Stojanovic.
Médios Ofensivos –  André Martins, João Mário e Filipe Chaby.
Médios Alas – Ricardo Esgaio, Carlos Mané, Bruma e Iuri Medeiros.
Avançados – Betinho, Guedes, Wilson Eduardo e Cristian Ponde (sub 19).

Teríamos pois um plantel de 26 atletas com: –  um guarda redes de nível excepcional e outro com muito valor e margem de progressão; quatro laterais com alta rotação e bastante ofensivos; quatro centrais com média de altura de 1,90 m, com muito valor e que se complementam muito bem; dois médios defensivos muito fortes , tanto física como tacticamente; dois médios de transição dinâmicos e com poder de remate, três médios ofensivos com muita técnica e boa visão de jogo; quatro médios ala que actuam em qualquer dos flancos, rápidos e desequilibradores; quatro avançados, sendo dois mais fixos e dois bastante móveis.

É lógico que, destes atletas alguns poderão sair do Sporting e outros perder-se-ão pelo caminho, mas também existem outros valores que em breve irão aparecer (Manafá, Palhinha, Domingos Duarte, José Postiga, etc., etc.).
Não se esqueçam de imaginar estes jovens com mais dois anos de idade, de rodagem e de experiência.
Utópico? –  Sim!  Impossível? – Talvez não!

Saudações leoninas
Marodri

Um sonho (im)possível, by Cherba

Sou um Sportinguista com 31 anos dedicados à causa (e mais cinco de vida), ou seja, estarei a meio do percurso que me permitirá assumir-me como um veterano verde e branco.
Isso não me impede de, há largos anos, sonhar com conquistas assentes na prata da casa. Cresci a ouvir “estórias” sobre Futre e admirar o seu futebol, a entusiasmar-me com Figo (e a aplaudir Paulo Torres ou Emílio Peixe, por exemplo), Beto conquistou o meu respeito, Dani enervou-me pela forma como “cuspiu” no seu próprio talento, Hugo Viana podia ter sido bem mais do que foi, Quaresma podia ter sido ainda mais, Cristiano Ronaldo dispensa apresentações, Moutinho é uma recordação agridoce, Djaló foi o melhor do mundo na cabeça de Boloni (mas, ainda assim, parte importante da equipa que mais me fez ferver o sangue nas última década), Miguel Veloso apostou todas as fichas na sua conta bancária…
A estes exemplos, junta-se uma memória incontornável e com mais peso do que o contemporâneo exemplo chamado Dortmund: o Ajax, por quem torci naquela final frente ao AC Milan. É esse Ajax que serve de exemplo ao sonho que partilho com o Marodri (já agora, camarada, parto do princípio que, se buscas um presidente com carisma, há anos que vens votando em branco) e é esse Ajax que me diz que poderá ser um erro apostar num plantel unicamente formado por jogadores oriundos da formação.

É verdade que estamos numa espécie de ano zero onde, desde logo, conseguimos algo fundamental: contratámos um treinador (sim, esse Ajax também tinha um belíssimo treinador). Também é verdade, que estamos num ano em que não existem competições europeias. Também é verdade, que se torna impossível não ficar entusiasmado com os nomes apontados pelo Marodri.
A questão, a meu ver, é que este ano zero resulta da nossa pior época de sempre… resultante de outras épocas em que sentimos o Leão atolar-se cada vez mais. Olhar para 20 e tal miúdos como salvadores, carregando-lhe sobre os ombros a tarefa de reerguer o Rampante, pode ser um risco. Sou da opinião que o aplauso entusiástico e a crença de que estamos a formar mais não sei quantos melhores do mundo, separa-se do assobio e do «este gajo é uma merda!» por uma linha demasiado ténue. Sou da opinião que, por mais carisma que um miúdo tenha, há momento de pressão em que é fundamental ter a sua lado alguém mais experiente, alguém capaz de assumir a bola, alguém capaz de servir de referência. Mais, alguém capaz de assumir o erro e de chamar a si os assobios que seriam para o puto.

Nesse sentido, não me parece errado ter jogadores vindo de fora. Já o disse, aqui, e percebo perfeitamente que na sua maioria não sejam nomes capazes de gerar ondas de entusiasmo. Já não percebo que comecem a ser etiquetados antes mesmo de assinarem contrato, mas, lá está, ao menos que o comum adepto descarregue frustrações e assobios sobre quem vem de fora. Pode ser que, assim, os putos possam crescer um pouco mais afastados das críticas. Pode ser que a aposta na formação tenha espaço para a sua revolução ponderada (sim, ao contrário de algumas teorias mal intencionadas defendem, estamos a apostar na formação. Dez renovações de contrato que qualquer adepto desejaria, são prova disso. A presença, constante, de Chaby ou Ponde na equipa principal é prova disso. Dizer que ter Patrício, Cédric ou Adrien a titulares não conta para reforçar a ideia de que esta direcção aposta na formação, é um argumento que seria utilizado ao contrário se qualquer um deles fosse relegado para o banco por uma qualquer contratação). Pode ser que, escudado por terceiros, este sonho se torne cada vez mais possível.

Anúncios

41 thoughts on “hoje escreves tu: Um sonho (im)possível

  1. Este post é muito importante. O exercício do Marodri deixa água na boca. Consigamos nós potenciar e manter esses miúdos todos, e fazemos uma equipa brutal. Esta é a equipa dos meus sonhos e é demonstrativa do valor da nossa academia, que é ímpar. Não vou voltar ao Bruma, porque voltar ao Bruma seria entrar em mais um período de nojo!
    Depois o engraçado é perceber que temos todos esses talentos para manter (e estes são só as apostas já consideradas quase seguras), e depois desses virão mais ainda. Isto é o Sporting.

      • Diogo, mais uma vez, a conclusão que se tira é que, o pessoal que vê esse tipo de programas e compra jornais desportivos ( e não só, infelizmente ), gasta cerca de 0,80 cêntimos por um conjunto de fotografias impressas em papel de qualidade duvidosa e que só serve para embrulhar os pratos e os copos.
        A comunicação social, tal como já debatemos isto vezes sem conta, não tem a mínima noção do impacto que tem na sociedade e no efeito que as não noticias ( ou as noticias que não são noticias e que só o são porque os jornalistas e comentadores / críticos da nossa praça não se dão ao mínimo de trabalho de avaliar as fontes ) tem na sociedade.
        Agora pergunto eu,
        Será que o Rui Santos vê alguns jogos de futebol antes de ir ao seu espaço na Sic Noticias, ou 10 minutos antes, faz uma breve pesquisa sobre o que se fala nos blogs dos verdadeiros aficionados e retira daqui e dali algumas ideias para os seus devaneios?

  2. Belo exercício. Olhamos para as grandes equipas portuguesas do passado, recheadas de portugueses e é impossível ficar indiferente a um sonho destes.

  3. Dois pontos:

    – ao contrário do Ajax e do Dortmund, a larga maioria dos miúdos que sobe ao escalão sénior do nosso clube são portugueses.
    – concordo com o cherba em relação à mistura de atletas mais experientes, com os miúdos. Uma espécie de plantel com o regresso de Jari Litmanen.

    ps: hoje joga o Sporting!

  4. É um exercício interessante, mas há um aspecto cultural muito importante: o do sócio/simpatizante/aficionado que está no estádio e, aos 17 minutos, quando vê o puto, trinco que “parece o Patrick Vieira, car@1ho!!”, a fazer um passe pró Cedric (ao lado e atrás) em vez de abrir na linha, num Labyad solto, começa logo a assobiar, e de seguida a berrar como se lhe tivessem a arrancar um dente do siso com um alicate…
    O nosso Presidente tem-se esforçado com apelos à união e no baixar da fasquia, e pode ser que “as massas” lá vão com o tempo, mas até chegarmos a esse ponto, suspeito que quaisquer dois desaires seguidos sejam suficientes para lançar de novo a desconfiança e a intolerância.
    Dito isto, acabo por considerar que o sonho do Marodri, embora exequível, não o será nos dias de hoje, nem num futuro próximo.

    • Compreendo o que dizes, mas é esse mesmo adepto que, após um bom passe do Carvalho grita como um louco “Patrick Vieira?! William Carvalho, mas é!!!”

      Gostava que seguíssemos essa política, confesso, qualquer coisa como 80% da formação, 10% contratações do campeonato, 10% de “outros”.

      Mas sim, acho que é um sonho mesmo, pelo menos para já.

  5. Só de pensar que hoje, para sobremesa, temos o 1º jogo do torneio do guadiana…
    Estou cheio de vontade de voltar a ver os progressos dos nossos rapazes.
    O meu estado de optimismo é tal, que estou longe, muito longe, de desejar novas contratações. Só gostava, que conseguíssemos colocar todos os excedentários, mesmo perdendo um ou outro nome sonante ( caso de Capel ) , tenho a convicção que , e tal como aconteceu no outro lado da segunda circular no caso do Javi, quem os vem substituir não se ficam nada, mas mesmo nada atrás..

    • Artigo de interesse e a ter em conta? Nada disso. Barbaridades e estupidez, só!

      O Sporting vai perder o processo porque o iluminado… não acredita na competência do departamento jurídico. Fabuloso!!

      O conhecimento futebolístico é tanto (ou tão pouco…) que o iluminado desconhece que o jogador não ficaria encostado 4 meses, mas sim 10. É que em Janeiro ele pode assinar por outro clube, mas só pode ir para lá no final do seu contrato. Só seriam 4 meses se o Sporting o decidisse vender em Janeiro. O que não iria acontecer porque o que o clube ganharia muito pouco com isso e o jogador provavelmente rejeitaria, dado que 6 meses depois poderia decidir o seu destino.

      Conclusão: Artigo fraco, com o qual lamento ter perdido 2 minutos do meu tempo. A evitar.

      • cafajeste o ACF é alguém com grande conhecimento da formação do sporting e que conhece como se calhar ninguém os jogadores da formação( alias ele passa os fds a seguir os jogos da formação dos sporting inclusive os dos campeonatos distritais), já que é amigo e fala regularmente com grande parte deles, e dos dirigentes ligados a formação..

        não escreveu nesse artigo, mas no facebook, que conhece bem o bruma desde que ele chegou ao sporting, que este(Bruma) é sportinguista, e sempre desejou renovar, mas ficou magoado com a direcçao do sporting apos o mundial por não ter recebido nenhum telefonema de reconhecimento nem de parabens8 sentiu que não quiseram saber dele).

      • e alias ele chama incompetentes ao departamento jurídico( que não foram contratados por esta direcçao), que já não é a primeira vez que fazem merda.

      • Ele pode ser e dizer o que quiser. Não passa de uma análise subjectiva, mal fundamentada e demonstrando algum desconhecimento de regras básicas dos contratos.

        Coitadinho do Bruma…olhem lá que nem lhe telefonaram! O gajo até tinha acabado de ser campeão… Ah, esperem, ele fez bons jogos contra uns nigerianos, uns coreanos e uns…cubanos!!! Tudo equipas que depois deram cartas… No jogo mais a sério…caput!!!

  6. «quatro centrais com média de altura de 1,90 m, com muito valor e que se complementam muito bem; dois médios defensivos muito fortes , tanto física como tacticamente»

    Algo que não temos há mais de uma década, que continuamos sem ter, e sem o qual não vamos conseguir chegar à LC.

  7. Bom dia! De facto, esse plantel deixa qualquer um com agua na boca…

    A minha opinião é:
    Apesar de também ser um defensor da formação como motor do clube devo dizer uma coisa. Teremos de ter sempre jogadores vindos de fora, ainda bem que falaram no Ajax, a formação “funciona” por fornadas (não me perguntem porquê, é a constatação de factos). Estamos, de facto, num momento da formação que não tem comparação no meu tempo de vida (33 anos)… Temos 2 gerações seguidas com muitos candidatos a jogadores de grande potencial! Temos de os aproveitar como deve ser porque pela lógica da fornada podemos a seguir penar um bocado… Claro que surgira sempre um ou outro!

    Pra finalizar, gostava de ver Marcelo muitos anos no Sporting, acredito muito mesmo no Riquicho, Jefferson também quero que fique porque não acredito muito no Ruben R., dúvido do Ruben S. pela falta de cabeça, quero o Carrillo e nunca mais quero ver o Bruma!!!

    Sporting Sempre!!

  8. Não sei se vamos chegar ao ponto de ter só joadores da formação mas acho que vamos estar lá perto (acho um bocadinho exagerada a idéia de viver só da formação).
    Do ponto de vista financeiro isso seria espetacular (não se gastava dinheiro em contratações, salários mais baixos e vendíamos os estrangeiros que temos agora).
    Bruma??? A sério!?

  9. Sem dúvida é um ponto de vista muito interessante. mas sim, também concordo que temos que ter jogadores vindos de fora. têm é de se enquadrar na realidade financeira e desportiva que pretendemos implantar… Algo que não aconteceu e desencadeou o destino que o labyad infelizmente vai ter…

    Eu gostava de ter forças para comentar mais e melhor. Mas levanto-me, faço o meu jogging matinal, e quando vou ver as capas dos jornais… mais C.S. a desestabilizar e a meter nojo como de costume.

    P.S. – o que me vale é que ao contrário dos nossos jogadores, que supostamente estão todos para venda e ninguém nos dá o que pedimos por eles, os do carnide andam sempre vendidos mas no final acontece sempre um revés de ultima hora que os faz ficar. olha o melgarejo que parece que já não vai pó liverpool LOL

  10. Não conheço, nem me lembro de nenhuma equipa que tenha ganho títulos com um plantel 100% formado nas suas escolas…

    Julgo que se tivermos sempre cerca 75% a 80% do plantel principal formado no nosso clube será sempre um orgulho.

    O que temos de exigir é que quem venha de “fora” seja efetivamente melhor ou complementar aos que lá estão e isso a maior parte das vezes é difícil de se conseguir!

    SL

  11. A tese da “aposta na formação” terá que ser, sempre, um projecto, no mínimo, “a médio prazo”.
    É evidente que a juventude tem que ser, sempre, temperada com jogadores mais experientes. Parece-me, no entanto, que essa “experiência” não virá de jogadores como o Maurício, Magrão, Zé Love ou parecidos, uma vez que são jogadores recentes, sem nenhuma experiência de campeonato português (que, como bem sabemos, tem as suas peculiaridades…), e que dificilmente tomarão o papel de “mentores” dos mais jovens…

    Por outro lado, se a idéia da Equipe B me parece boa, também terá que se ter em consideração que a mesma tem os seus custos. E que os mesmos contam para o orçamento do Futebol. Uma coisa é ter jogadores na Equipe B com ordenados “de junior”, outra (como será o caso dos cerca de 10 que renovaram) será ´considerar salários “ajustados”, que sempre terão o seu peso.
    Para dizer que jogador deverá estar na Equipe B num máximo de 2 anos. Serve, fica para a A. Não serve, vai embora.

    Espero que as notícias que alguns pasquins divulgam não sejam verdade (contratação de mais um central e de mais um “trinco”), porque virão (ainda mais) contra a teoria da “aposta na formação”. A não ser que sejam prenúncio de vendas (Ilori? Rinaudo?).

    Seja como for, espero que se dêem muitos minutos esta época (em jogos “a doer”, claro) a jogadores como Chaby, Esgaio, João Mário, William Carvalho e Betinho…

    SL

  12. 2 exercicios de imaginacao fantasticos. parabens!

    o primeiro, e mais importante, o do Marodri, não é nada impossivel e muito me agrada.é até muito real, demasiado bom e surpreendentemente proximo de nós. temos direcçao, temos materia prima, temos treinador, só falta mesmo a paciencia que os adeptos do dortmund e do ajax tiveram.

    ontem, num encontro de familia joguei varias horas à bola com o meu sobrinho que nasceu no mesmo dia do Bruma, mas é um ano mais novo.vai fazer 18 anos (isto, claro, se o bruma tiver mesmo 18 anos). o meu sobrinho, o Tiago, jogou no oeiras e no porto salvo nas camadas mais jovens e até podia ter seguido uma carreira interessante, mas acabou por enveredar pelos estudos. ele tem muita qualidade mas percebe que para singrar no futebol é preciso muito mais do que qualidade. hoje estou orgulhoso pelo caminho que ele está a percorrer a nivel profissional, mas penso muito no exemplo dele para fazer a comparaçao com os nossos fabulosos miudos.

    os nossos miudos nao têm só muita qualidade. Atingem mesmo a excelencia.e essa excelencia está a ser aproveitada pela primeira vez na historia do nosso clube.

    AQUILO QUE O SPORTING ESTÁ A FAZER COM A FORMAÇÃO DEVIA ORGULHAR TODOS OS PORTUGUESES.nao foi algo assim que o Calisto falou? pois. mas nem sequer orgulha todos os sportinguistas. é uma pena. estamos todos cegos, demasiado envenenados com a mafia abutre e sanguessuga dos agentes que rodeiam o futebol portugues. dá-se mais importancia aos empresarios vigaristas, aos jogadores fracos de cabeça, aos estrangeiros mediocres do que á verdadeira formação.não é só um mal do futebol . é um mal nacional: longas décadas de desacreditação em nos proprios.longas decadas de cegueira que teima em nao ver que o produto nacional de excelencia é a unica coisa que pode ressuscitar a economia. seja no futebol, na cortiça, nas pescas ou na industria do calçado.

    por isso, enoja-me, emvergonha-me , entristece-me e revolta-me ver editoriais que criticam e questionam as clausulas de rescisao de 45M dos Chabys, Medeiros e Pondes mas nao criticam os 2 milhoes de ordenado do Labyad de 19 anos.

    O caminho só pode ser este. Nenhum outro. Quando foi a ultima vez que senti verdadeiro e efusivo (mesmo! nao o o disfarço!) orgulho no meu Sporting? talvez quando vi um menino madeirense a marcar golos de rajada contra o Moreirense. Nao há Bancadas nascentes nem Editorias Rascas que me fazem ter vergonha deste sentimento!

    2º exercicio imaginativo: Cardozo/ Bruma: muito me ri, Cherba! e talvez muito me continuarei a rir. Como teatro, seria o golpe de mestre! falar-se-ia durante decadas…!

  13. Eu, acho possível o SCP formar jogadores para ter um plantel exclusivo vindo da formação, dando cartas dentro e fora de portas.

    Eu, acho impossível, o SCP manter os jogadores formados o tempo suficiente no plantel para se concretizar o primeiro paragrafo.

    Acho que é simples de perceber…. o plantel apresentado em cima, com um grande treinador (penso que já o temos), pode dar cartas daqui a 4-5 anos..
    Daquela lista quantos acham que ainda vão estar no SCP daqui a 4-5 anos?

    É impossível manter a maior parte dos jogadores tempo suficiente para ser uma equipa extraordinaria..
    Pego noutra equipa formadora, acham que o tiki e taka tinha sido possível num clube sem o poderio financeiro do Barça?
    Não podemos pagar o que outros lhes podem pagar (e ainda bem, isto já pornográfico que chegue!!)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s