Nova novela

Labyad, assim se intitula. E, infelizmente, promete demasiados episódios (onde é que eu já vi isto?).
Já se sabia que não haveria dinheiro para Labyad. Dois milhões, líquidos, por ano, é valor que dá para pagar o ordenado resultante das renovações de Chaby, Ponde, Betinho, Esgaio, João Mário e William Carvalho. E ainda podem juntar o ordenado de Eric Dier.
Sim, é um abuso. Seria sempre um abuso, mesmo para um Sporting desejando endividar-se, cada vez mais, à banca. E mesmo acreditando que Labyad tem enorme potencial.

A dúvida que fica é se, em vez de termos dado a titularidade ao rapaz em jogos da pré-época, não teria sido preferível deixar logo tudo bem claro.
Quer dizer, até podia estar tudo bem claro (o próprio Labyad, em férias, afirmava saber que o Sporting não podia pagar-lhe) e o objectivo ter passado por colocar o rapaz na montra. Assim sendo, parece que os potenciais clientes passaram pela dita montra e torceram o nariz, algo que deixou o empresário muito zangado, pois queria continuar a brincar aos souks. Acontece que é hora de afinar a máquina, não de regatear.

Anúncios

113 thoughts on “Nova novela

  1. Era um filme que se adivinhava…a única solução penso que será o empréstimo a algum clube que possa pagar o ordenado por completo ou grande parte dele…

  2. E agora…? Acho que se o mandarem para a holanda o rapaz explode e conseguimos vendê-lo (mas vamos ter que pagar 50% do ordenado). Se por outro lado ninguém lhe pegar fica no sporting e vamos ver se faz uma grande época (esta não convocatória pode ser um “abreolhos” para o rapaz).

      • Apesar de compreender as razões para este afastament, não ficaria de bem com a minha consciência de esquerda se não me manifestasse contra a utilização de tácticas que instrumentalizam uma pessoa de forma a que ela se afaste da empresa.

        Este comportamento não é digno de um Clube com os valores éticos do Sporting.

        Oxalá não seja verdade. Porque não aguentaria que o meu clube fosse apenas mais um desses muitos que não têm respeito pelas pessoas.

      • Vladimir, vais-me desculpar mas os direitos dos trabalhadores surgiram para protegê-los de exploração pelo patronato por causa da posição de poder que este exerce sobre os seus empregados. Não será o caso num puto que ganha 1 milhão por ano e que não se aplica nos treinos. A defesa dos trabalhadores surge porque estes estavam em reais dificuldades, sem dinheiro para viver com dignidade, e escravos de trabalho de merda. Neste caso se alguém está a ser “explorado” é o Sporting, porque não tem dinheiro para pagar ao puto e este quer usufruir do contrato que sabe ser desproporcinal ao que rende em campo.

      • Pensava que a dignidade humana não tinha preço mas aparentemente acima de 1 milhão por ano o patronato já pode fazer o que entende…

      • Pois amigo, n sao 1 milhao sao dois que este menino recebe, mas já agora achas q deves defender um jogador que ganha uma fortuna e n treina ou deves defender um jogador que ganha uma miseria e treina como se ganhasse 2 milhoes?!? O Bruno está a defender os interesses do nosso Clube, Clube esse q nunca foi defendido como agora e o problema esta mesmo nesse ponto, estavamos todos mal habituados!
        Se o Labyad ou outro qq q tenha o comportamento que este menino está a ter, (e n preciso de ler pelos pasquins, basta ver os jogos em q ele joga) então por mim está mt bem onde está, ou seja, na prateleira!
        SL

      • Vladimir.
        Parece-me ‘’pornográfico’’ estar a misturar, dignidade humana e este caso (alguém que aufere 2 MILHÕES /ano).
        Não achas?

      • Vladimir

        abre então tu uma empresa, para ajudares o país, e contrata 2 ou 3 pessoas ao IEFP, assim desempregados de longa duração, com salario alto, tipo o dobro do salario minimo e contrato efectivo.
        depois dá-lhes para ler esses direitos dos trabalhadores de que falas (não sei exactamente a que te referes, mas conheço alguma coisinha de direito laboral, CCT e afins, por isso estás à vontade para escolher o que mais te convier)

        daqui por um ano se conseguires ter os mesmos funcionários e a serem produtivos, OFEREÇO-TE UM CAMAROTE

      • Parece-me que teria então feito mais sentido, levar o jogador ao torneio e procurar que este se valorizasse ou mostrasse algo durante o mesmo, procurando gerar interesse nele.
        Participam equipas estrangeiras e não deixaria de ser uma montra para o Labyad.

  3. Só vejo duas opções:

    1) Novo contrato com redução do salário para metade (não me choca que ganhe 1 Me, mesmo que desproporcional) e percentagem do passe em compensação. Mantendo-se a duração e a cláusula de rescisão. (Com isto podia o Labyad, daqui a 1 ano, receber, o que não recebeu em ordenado, numa futura transferência.)

    2) Empréstimo ou Venda, duvido que alguém lhe pegue, 2 Me ano, é muita fruta por um jogador de 20 anos que ainda não demonstrou nada, além do potencial.

  4. É tempo delas, das novelas de Verão, mais ou menos escaldantes e recambolescas.
    Quanto ao moço, gosto dele e reconheço-lhe talento, mas não há dinheiro para ter proto-craques deste calibre. Nem a Europa temos para se ir mostrando.

    Mais uma da gestão espectacular de quem lá esteve antes: “compramos um gajo que tem potencial e que vai ser um grande craque no futuro e por isso pagamos-lhe já uma fortuna com o dinheiro que não temos, mas não faz mal, os bancos emprestam”.

    Que se venda ou se empreste. Não poder ser de outra forma, temos que viver com o que somos.

    Se quiser baixar o salário também é bem-vindo. Entretanto o empresário que lhe diga para se aplicar mais nos treinos e que se torne impossível não ser escalado como titular.

    SL

  5. :/ este tipo de situação é desagradável.. provavelmente com uma conversa franca com o jogador e empresário o problema do salário seria ultrapassado. caso essa conversa já tenha ocorrido sem resultados…o problema complica-se..e eu não saberia como o resolver..por isso não vou criticar! nem a decisão do presidente nem a postura do jogador (que também não fez mal nenhum). saibam respeitar!

    SL

    • Tiago,
      essa conversa já foi tida há semanas, ainda o Labyad estava de férias. Tanto que ele, em entrevistas, dizia que sabia que o Sporting não podia pagar-lhe, mas que queria continuar em Alvalade e afirmar-se.

      • sim. estou recordado da entrevista que foi dada no aeroporto. mas não sei se foi proposto algum tipo de renovação com vista à redução de ordenado ou se esteve sempre em cima da mesa a saída..

      • nisso estamos de acordo… mas é um problema que ficou no Sporting e que tem de ser resolvido. não adianta muito estar a falar nos “ses”. acredito que esta direcção o consiga resolver.

  6. Um milhão de Euros por cada jogo semi-decente que fez a época passada. Não tá mal, não senhor… Eu também gostava que na minha empresa fosse assim. Não fazia um c****** o ano todo, ainda me portava com a “souplesse” de uma estrela, e no fim duplicavam-me o ordenado. O futebol é mesmo um mundo aparte.

    Em relação à dita “novela”, reservo julgamento. Há muita tendência de fazer filmes mal o empresário de um jogador do Sporting dá um peido nos jornais. Eu estranho é porque é que quando elas surgem (como foi com o Turan), ninguém compara estes casos com o do Viola, que não estando agarrado a empresários de merda, viu a sua questão resolvida a contento de todas as partes.

    Mas yah, o problema é o BdC ser um ditador. Depois queixem-se que qualquer merdas faz de nós o que quer.

  7. já falei disto no último post… e sim, as novelas das nossas pseudo-estrelas são algo que começa a ser quase o pão de cada dia nos pasquins…

    Concordo com o Manaca, na solução que envolve o maurício… Até pedia era ao Fokobo para dar uma ajudinha!

  8. O Labyad tem neste momento 2 problemas complicados, é que no Sporting CP temos lá melhores e… muito mais baratos!

    Ps: note-se que até reconheço potencial ao rapaz mas ultimamente de cada vez que entra em campo teima em me contrariar…

  9. O ano passado cheguei a dizer que podia ser Labyad+10. O tempo passa e quando o vejo sinto-o perdido e sem saber o que fazer à bola. No estado de coisas actual, não é possível entrar na lógica das oportunidades, na esperança da confirmação que tarda em chegar, sabendo que esta situação equivale a 2 milhões de euros. Já despachámos o Viola e conseguimos renovar com 8 jogadores (William, Mica, João Mário, Esgaio, Betinho, Ponde, Chaby e Iuri), provavelmente com recurso à folga que a ida do Viola nos deu. Se for esse o argumento para abrir mão do Labyad, pois que se faça. Francamente, prefiro correr o risco de perder uma quase-promessa a 10, a posição que talvez seja mais carenciada, e melhorar o contrato do Dier e manter o Capel (pela entrega e bom ambiente que traz ao plantel), do que ficar com 2 milhões de euros presos a algo que tarda a chegar e insiste em não querer despontar.

      • Esse é mais uma argumento que se enquadra na teoria :) de activo dispensável. Há Carrillo, há Capel, há Chaby para as alas e meio…
        Eu acho que ele nas alas não acrescenta grande coisa, muito sinceramente. A minha esperança era vê-lo jogar bem ao meio e a mandar bujardas como o CR7 lá para dentro. Nem isso trouxe.

        E o jeffren, com contrato de craque? Foda-se, não há nenhuma alminha caridosa que lhe pegue?

      • há Carrillo e Capel, Chaby é um 10. está a ser encostado nas alas para maturar o seu futebol.

        Cherba, o Labyad jogava a 10. nas alas estavam o Wijnaldum e o Merteens. a questão passava era pela flexibilidade e pelas permutas constantes com um ou com o outro.

        SL

      • Sinceramente eu só vi o gajo a dar nas vistas nos jornais mesmo. Mas tb é verdade que não acompanho os jogos do campeonato Holandês.

    • Eu também pensei sempre no Labyad do psv a 10, mas temo que a memória me falhe. Vi alguns resumos na eurosport, nas horas mortas, e sempre achei jogava atrás do ponta de lança. Nessa altura mandava balázios valentes. Em Alvalade nem isso faz.

      O Chaby faz aquela merda toda! Até a trinco o puto resolve.

  10. O rapaz assinou com o SCP e não com o BdC pelo que o SCP está infelizmente obrigado a pagar aquilo a que outros lunáticos ofereceram ao jogador. É uma situação ingrata pois se o SCP não tem como lhe pagar mas mesmo assim o jogador teima em ficar podemos chegar a uma situação extrema que é dar-lhe jogos e das duas uma: 1) ter um jogador desmotivado em campo por não receber ( Elias, estás aí? ) ou 2) o homem começar a jogar, despertar interesse de outros clubes e estar na contigência de rescindir com justa causa por falta de pagamento dos salários acordados. Nesse cenário o mais correcto seria diminuir o salário -algo que não parece estar nas cogitações do jogador – ou vendê-lo apesar de ninguém parecer disposto a pagar o que ele aufere em Alvalade. A situação é a todos os títulos triste pois veja-se a coisa por onde se vir 1) o SCP está ou pode estar preste a incumprir um compromisso que assmiu 2) o jogador com 20 anos mosta muito pouca ambição ao privilegiar ficar um ano parado para receber algo que sabe não podemos pagar ao invés de se fazer à vida e recuperar o tempo perdido como se fosse um veterano a viver dos rendimentos.
    O BdC está ali para defender os interesses do SCP doa a quem doer e o jogador e o empresário obviamente que têm de fazer o mesmo no que respeita aos seus direitos, agora uma coisa é certa: a atitude de Labyad dentro de campo é pouco profissional pois mostra um total alheamento do jogo ( Elias, estás aí outra vez ? ) ou então uma gritante falta de cultura táctica que o faz passar completamente ao lado das partidas.

  11. Pois é… isto está aqui um bico de obra; tanto pelo vencimento, como pela duração do contrato, pelo rendimento desportivo e pela motivação do próprio jogador. O rapaz não tem culpa nenhuma. Assinou e negociou um contrato, é profissional, não tem uma ligação afectiva por ai além ao Sporting, sabe que noutro sitio para onde vá, muito provavelmente vai ganhar menos…. por alma de quem haveria de baixar o vencimento?

    Por outro lado, Bruno de Carvalho herda mais uma Godinhada e fica com a batata quente não mão. Dar-lhe montra é um pau de dois bicos: ou ele se aplica e justifica um investimento de um qualquer clube, ou não rende e desvaloriza cada vez mais. Sendo que, ao jogar, tapa a evolução de um qualquer outro que fique no plantel e muito mais barato. Encosta-lo também não é solução, uma vez que fica um ativo caríssimo sem qualquer rentabilidade; ainda por cima, não tendo o clube qualquer tipo de condições para lhe pagar.

    A solução ( a ideal seria vende-lo mas isso é utópico neste momento), será baixar o valor de ordenado a pagar o máximo possivel, emprestando-o com comparticipação no pagamento do salário, a um clube onde ele se valorize jogando. Não vejop sinceramente outra forma… não é boa? Não, não é. Mas é a menos má.

    SL

  12. Já nem vou discutir o “valor potencial” do jogador – as contratações são más porque não gostam dos vídeos, mesmo sem as ver a jogar pelo Sporting; o Labyad tem uns vídeos onde joga muito bem no PSV e na selecção, e por isso é muito bom, mesmo que quando jogou no Sporting nunca tenha feito nada de jeito…

    A questão da “montra” é pertinente – o empresário diz agora que era onde o jogador deveria estar – o problema é que as vezes que o jogador foi à “montra” não mostrou nada que o recomende, e como sabe que ninguém lhe pega, esteve até agora no conforto de quem recebe um salário obsceno sem ter que provar nada. Começa a perceber que isso lhe vai custar sair definitivamente da montra, porque definitivamente o Sporting não conta com quem não traz nada à equipa, e isso lhe pode custar uma época encostado.

    Continuo a acreditar que até 31 de Agosto algum bom senso há-de entrar na cabeça de jogador e empresário. Para já, assistimos ao espectáculo habitual do último, com a também habitual vitimização do pobre jogador, que afirma que o Sporting não tem dinheiro para lhe pagar, mas isso não é problema dele. Este se calhar também assinou contrato de “craque”…

  13. Nem sei que diga. O que quer que façamos, perdemos. Raios-partam os pilantras que por lá andaram. O Luís Duque também é um irresponsável.

    Vamos andar cinco anos a pagar contas impossíveis de pagar, e no final vai tudo parar às mãos dos bancos. Ou seja, vamos para o galheiro.

  14. Os caralhos que ofereceram este contrato ao Labyad (provavelmente capaz de figurar no top contratos mais estúpidos) deviam ser proibidos de exercer qualquer função em qualquer organização, até final das respectivas vidas. É incrível. Às tantas, só o prémio assinatura custou ao Sporting qualquer coisa como 4 milhões de euros, dois para o Labyad e os outros dois a ser cuidadosamente distribuídos pelos três estarolas (Duque, Freitas e Godinho). Fechar a porta de Alvalade a estes cabrões, com um daqueles certificados passos pela polícia que proíbem qualquer aproximação das instalações numa distância nunca inferior a 500 metros.
    Está aqui um bico-de-obra, porque não há nenhum clube que ofereça 2 milhões época a um gajo que faz um único jogo bom por época. Acho que nem os clubes dos magnatas.

  15. Há uma teoria que sustenta que o Labyad, vindo a “custo zero” com o passe na mao, fez um acordo com o Sporting em que amortizava a compra do dito passe ao longo de alguns anos sob forma de aumento salarial. Donde o aumento astronómico de salário ao fim do 1o. ano em Alvalade.

    A solucao seria simples – a transferencia. Labyad tem algum renome e certamente mercado. Mas se o Ajax esteve interessado e recuou por causa do dito salário, esse pode ser um senhor entrave a uma eventual transferencia.

    A alternativa é ainda mais simples. O Cacifo sabe que já estao em curso negociacoes para uma troca fenomenal entre 2 clubes portugueses. Cardozo, o mal-amado no Benfica, irá para Alvalade por troca com Zakaria Labyad. O Sporting ficaria ainda com 30% de uma futura transferencia do jovem marroquino. Este é, entao, o provável motivo para a visita-relampago de Cardozo ontem às instalacoes da SAD do Sporting Clube de Portugal.

    • O Benfica não sei, mas o Newcastle está muito interessado. O seu treinador já veio dizer no torneio que estão a realizar em Kuala Lumpur que seria o jogador ideal para substituir o marfinense Yebebe Nakirin, que está de saída para a Lázio de Roma.

    • o ajax até lhe poderia dar jeito o labyad( o eriksen tem mais um ano de contrato e já avisou que não renova, mas ainda não foi vendido), mas o salario é demias para eles( yap o tecto por aqueles lados é 1 milhão ano)

      • Falou-se disso logo na altura em que o Zak disse que “o Sporting nao tem dinheiro para me pagar”. Percebeu-se logo aí “the full extension of the problem”.

  16. Esta foi uma grande jogada dos nossos “novos grandes amigos”, que demosntraram interesse sem o ter para fazer o sporting gastar muito dinheiro para trer uma pseudo vitória moral.

  17. Naturalmente o salário do Labyad corresponde ao prémio de assinatura que foi dividido pelos anos de contrato… naturalmente o jogador agora não abdica do que é seu por direito. Eu acredito que Labyad poderia despontar de vez com o Leonardo Jardim, mas é realmente um caso muito bicudo.

    A meu ver, a solução só poderia mesmo passar pela redução salarial com oferta de uma percentagem do passe ao jogador com a promessa que nos anos seguintes se houver uma proposta acima de certo valor (e.g. €10M) o Sporting seria obrigado a vendê-lo ou re-comprar-lhe essa percentagem. A questão é se aceitaria tal proposta…

  18. Ninguém vai pagar 2 milhões de salários a um jogador que ainda não provou nada.
    Temos um sério problema.

    Corremos o risco de ficar com o Labyad no plantel.
    Se joga temos de lhe pagar. Se não joga, temos de lhe pagar à mesma.

    Duque e Freitas no seu melhor.

  19. Vivo em Eindhoven e posso desde ja dizer que o rapaz aqui e’ pessoa non-grata. Nao so por ter saido do PSV como saiu mas tambem por outros casos (principalmente falta de dedicacao). Alem disso o futebol holandes e muito diferente do portugues (na minha opiniao mais lento e sem pressao). Acho simplesmente que avaliaram mal o potencial dele e o respectivo contrato. A solucao? So vejo uma… enganar alguem…

    • Essa apreciação do futebol holandês está bem feita. O futebol português é mais propenso a latinos, já que é técnico e duro em simultâneo. Aí é mais passe e desmarcação, centrais com boa técnica no passe longo mas um pouco meigos (tirando o Boulahrouz, mas esse é de ascendência africana).

      Penso que o insucesso que o Labyad tem em Portugal se deve ao salário astronómico que tem. Melhor, se fosse homenzinho, com esse salário jogava ainda melhor. Talvez seja mais um que enganará clubes até à reforma, ao melhor estilo de um Robinho.

  20. Ao ouvir agora a noticia da RTP, não lhe achei logica, Labyad fora da equipa por ordem do Presidente, o Treinador conta com ele, Mas alguem pensa que quem ganha 2M epoca, se vai preocupar se está na equipa ou não desde que ele caia todos os meses?

  21. O pior de tudo é que o Labyad não apresenta qualidade futebolística suficiente.

    E, a ser assim, só vejo (dando de barato que não há possibilidade de reduzir vencimentos – jogador já excluiu essa possibilidade) duas hipóteses: (i) enganar algum clube, transferindo a “custo zero” (ii) pagar ao jogador para se ir embora.

    A terceira (que me parece inviável) é rezar para que, dando minutos ao jogador, o mesmo mostre ser um jogador de elite (ao ponto de poder ser vendido no próximo defeso).

    O SCP está tramado com este jogador…

    SL

    • Acho que a 2a hipótese faz pouco sentido (duvido que saíssemos a ganhar financeiramente); neste momento estamos mais perto da 3a…

  22. Este post é o exemplo de como um acto de gestão de merda (de um amadorismo e narcisismo atroz) é transformado num brilhante acto de gestão com as culpas, como é óbvio, sempre depositadas em quem já não está lá.

    A máquina propagandista nunca pára!

    A minha gamboxe paguei-a eu. Aposto que haverão muitas que devem vir “de contrato”.

    Venham de lá os insultos.

    ps: Labyad é jogador desta direcção há quase 5 meses. Só para quem não saiba. Tal como Bruma, Ilori, Bojinov, Pranjic, Onyewu (não era o melhor central do Mundo?), Boulahroz e Jeffren.
    ps2: o André Santos já é, outra vez, do plantel? E o Evaldo, já renovou?

    • 1. Pois são jogadores do Sporting, e não da direcção…

      2. Era bom fazer “reset” aos contratos em cada mudança de direcção…não é?

      3. És brilhante…

    • Brilhante ato de gestão? Isso é quase impossível…a não ser que encontremos um godinho qualquer no estrangeiro!
      O resto é melhor não te responder (aconselho todos a fazerem o mesmo). Uma coisa é ter opinião, dúvidas,discordar de algo outra é aquilo que tu escreveste…

    • Não há insultos para ti, querido. Eu só gostava que desses argumentos em vez de coisinhas de merda. És mais um que faz um esforço incrível para criticar a direcção da forma mais violenta possivel e depois aparecem estas coisinhas de merda sobre as quais ninguém sabe nada ainda.

      é incrivel a direcção herdar situações fodidas como esses jogadores de merda, e depois vêm os lambuças como tu fazer contagens de tempo e cobrar pelos atrasos. ATRASOS? foda-se eles andam a fazer o melhor possivel a colocar jogadores que ninguém quer, caralho! E vens aqui tu criticar o tempo que levem a limpar a merda?

    • “ps: Labyad é jogador desta direcção há quase 5 meses. Só para quem não saiba. Tal como Bruma, Ilori, Bojinov, Pranjic, Onyewu (não era o melhor central do Mundo?), Boulahroz e Jeffren.
      ps2: o André Santos já é, outra vez, do plantel? E o Evaldo, já renovou?”

      Excelente raciocínio, sim senhor! Devias ter começado com isto, porque assim evitava ler o resto.

    • Cómico, no mínimo.

      Só de imaginar a cara de chateado deste gajo em frente ao computador a escrever o comentário, fico logo com um sorriso nos lábios.

      “Jogadores da direcção”, genial.

      Os croquettes do José Eduardo devem ser uma maravilha, para serem tão difíceis de abandonar. Mas experimenta agora comer um tremocinho, que com bola diz que também não vai mal.

  23. Vou ser sincero, não vi nada de especial do Labyad com a mítica vestida. Um ou outro apontamento, sim, mas nada que faça pensar, quando o despachar-mos, que se perdeu alguma coisa.

    Vamos conseguir despachá-lo? Hummm, duvido. O salário do gajo é de vedeta, se me lembro bem estava a o nível de Jardel e JVP, por exemplo (se não me falha a memória), por isso só vejo uma solução:

    – empréstimo, uma vez que temos bem melhores, com parte do salário a ser suportado por nós e esperar que ele se valoriza o suficiente para alguém o comprar no final do empréstimo.

  24. Obrigado godinho, obrigado duque, obrigado freitas, obrigado a todos os imbecis que na blogosfera continuam a lançar ataques diários à actual direcção. Antes é que era bom não era?

    Acrescento ainda que (pelo menos) 35% do passe do Labyad não está nas mãos do Sporting, mas como continuamos a pagar 100% dos salários o problema é ainda maior. A solução para mim seria sem dúvida dar o passe ao jogador e rescindir.

    Z

    • Também já chateia escudar-se nos erros dos outros, não? É um problema real e, independentemente de quem o criou, o Sporting tem que resolvê-lo…

      • “Também já chateia escudar-se nos erros dos outros, não?”, isto é mais ou menos a lógica do pai de família que rouba e joga nos casinos e depois é a mãe, que cuida de dois ou três filhos, quem tem de pagar as dívidas que vão aparecendo. O problema é que a mãe, cujo ordenado mal dá para pagar os livros da escola, não tem como pagar as ditas dívidas. O resultado disto tudo são os cortes automáticos no vencimento do mês. Por outras palavras: o pai faz a merda, continua por aí, e a mãe, que já pouco conseguia juntar, vê o seu orçamento reduzido ainda mais por causa da irresponsabilidade alheia. O problema é que é a mãe a gerir o orçamento familiar e aquela que verdadeiramente se preocupa com a coisa. O divórcio? O divórcio fica difícil, porque o pai mal entra em casa. Algo assim.
        Epá, percebam uma coisa: no estado em que deixaram o nosso clube, qualquer indivíduo que para lá fosse sem o punho e a dedicação que o nosso presidente tem demonstrado, seria um presidente mais para a estocada final!

      • Essa lógica sempre me ultrapassou. Cagaram-me no chão, e não posso culpar quem lá cagou, tenho de limpar e pensar em rosas para não cheirar a merda? Eu vejo é muito receio atribuir-se as asneiradas aos responsáveis. Mas fico-me por aqui. A seu tempo tudo se saberá, até porque quando a banca não quer uma auditoria de gestão num “investimento” em que está a perder milhões… Ui ui!

      • Mas a direcção está a tentar resolve-lo. E para mim esta é mesmo a única maneira. Forçar o jogador a sair. Como se diz aqui o jogador “não tem culpa” de ter assinado um contrato nestes termos. Pois não. Mas felizmente que o contrato não diz que ele tem que ser titular e estar integrado no plantel principal. Assim sendo…

        Uma nota importante para uma coisa que foi dita ali em cima. O caso de Vila era muito semelhante a este. A diferença é que não havia empresário a negociar. Havia sim o pai do jogador.

        Z

  25. É caro sim! Exibiu produção para esse salário? Não, Tem lugar no plantel? Talvez!
    Está fora das nossas posses? Então que saia. Mas lanço uma pergunta. será que se soubesse do salário dele, teriam surgido todos aqueles protestos quando em Janeiro se falou que o porto estava interessado nele? Porque nessa altura ainda não havia Bruma e Labyad era considerado anossa melhor perola, o unico jogador a par de Patricio de categoria Mundial.

  26. Não tive problemas (felizmente), em depois de dois anos de nojo (em mais que um sentido), retomar o meu lugar cativo no estádio – que tenho desde 1984. Mas confesso que voltar lá é coisa que me faz hesitar. É que me angustia ter de partilhar o Alvalade com certa escória. A escória a que refiro é a que, não tendo tido qualquer problema em acreditar em qualquer afirmação difamatória ladrada pelos nossos anteriores “dirigentes” acerca de atletas que deram incontáveis litros de suor e noites de glória ao Sporting Clube de Portugal, como João Moutinho ou Marat Izmailov, subitamente duvida, “até prova em contrário” (e cito um dos membros dessa escória), da actual direcção, dando “o benefício da dúvida” a um tal Zakaria Labyad. Sucede que, ao contrário dos “podres” acima citados: (i) o Sr. Labyad não fez absolutamente nada de memorável no SCP; (ii) o Sr. Labyad fez ao PSV Eindhoven precisamente o mesmo que um Sr. “Bruma” está a fazer ao SCP. Mas, mesmo assim, ele é credor do tal “benefício da dúvida” que os nossos melhores não tiveram. Ora, custa-me, confesso, correr o risco de, após um golo do SCP, abraçar uma criatura que não hesitou em acreditar e repetir todas as teses que serviram para lançar o odioso sobre craques de, de facto, fizeram muito pelo SCP (os “sms” do Moutinho, a falsa lesão do Izmailov), e que muito contribuiram para que estes assinassem pelo FCP (belíssimos negócios disseram esses “consócios” na altura), virem mostrar angústica com a possibilidade de igual “odioso” atingir “um dos jovens mais prometedores do mundo” (Labyad?) “resgatado aos rivais FCP e SLB” (pagando-lhe 2 milhões por ano…). Como disse, e muito bem, o ex-presidente Roquette, é uma questão de higiene.

  27. Enfim…já não quero saber de novelas de Brumas, Beduínos, Labiadas, quero é que dia 3 de Setembro (fecho do mercado), já nem digo no início do campeonato que parece impossível!, estas merdas estejam todas resolvidas…já nem há pachorra…foda-se!

  28. Problema complicado mesmo. Mas temos uma certeza: não há a mínima possibilidade de pagar o seu vencimento milionário, ainda por cima por alguém que em dois anos não mostrou nada de especial. É claro que o Labyad não quer sair, porque ninguém está disposto a pagar-lhe tanto.

    Só vejo mesmo uma solução: dar-lhe o passe para as mãos para ver se desampara a loja e assim minimizar os prejuízos de mais um negócio ruinoso.

  29. A única coisa a estranhar aqui foi o tempo que a novela demorou a começar, acho que todos nós já estávamos à espera. Acho compreensivel a postura aguerrida do Bruno pois deixaram-lhe tantos problemas que ele tem de se virar agora quer-me parecer que ele não precisa de abrir uma guerra em cada frente, por vezes é preferível usar o charme a um bastão, também não sabemos se foi realmente o Presidente que deu a indicação e se deu que acontecimentos se precederam, a verdade é que temos um grande problema porque o Labyad muito dificilmente poderá ser emprestado porque nenhum clube em que ele possa ser uma mais valia pode pagar os malditos 2 milhões e os clubes que podem pagar não estão interessados no jogador, porque a verdade é que neste momento ele não vale nem metade. Vende-lo vai ser outro problema e a sair para outro clube o jogador vai concerteza ganhar menos. Se a solução passa pelo dialogo para persuadir o jogador a assinar um contracto menos lucrativo e que o compense de outra forma (objectivos), abrir guerra não me parece ser a melhor solução.

    Isto tudo para dizer… Godo de tantos merdas que passaram por Alvalade tu foste sem sombra de dúvidas o maior.

  30. O Sporting, infelizmente, não dispõe nem se vislumbra que venha a dispor tão cedo de nenhum jogador dos designados fora de série – esse tipo muito raro de atletas – dão nas vistas logo que começam a pontapear a bola- reconheço no entanto que poderão verificar se exceções. O que seria bem bom…

    Desconheço qual o futuro de Labyad, que não me parece ser nenhum predestinado, e por tres razões:
    1- Não sei o suficiente de futebol
    2- Não lhe conheço a regularidade de jogo e…
    3- Não sou bruxo

    Logo, jogadores como o marroquino, há-os aos montes por esse mundo da bola…
    Mesmo na Academia, é cá uma fezada minha, somos bem capaz de ter senão melhor…
    Mas há uma “coisinha” que parece AINDA restar ou restolhar para os lados de Alcochete: Não há empresário de jogador que dia sim dia não não venha cagar o postal.
    Ao que parece, com Bruno de Carvalho e MUITO BEM, tal merda tem os dias contados.
    (O apoderado fala e o toureiro TEM que aprender a meter o bridão nas beiças do incontinente, sob pena de sobrar e “sair o prémio à casa”).

    Mas voltemos ao Labyad.
    O jogador veio a custo zero, não se gastou népia, nestes com o passe.
    Não seria boa altura de o vender pelo preço dos gastos, ordenados da ultima época, medicamentos, hotelaria, ração, etc e “goodbey que eu goodfico”?
    Que sirva de exemplo a quem quiser e aprenda. Jogador de futebol que goste assim TANTO, TANTO de empresário que vire palhaço. Nos circos só assim os costumam contratar com a missão de se tornarem responsáveis para que eles ( palhaços) não faltem aos espetáculos. Mais nada!!!

    Meus amigos. Saúde e Desporto!

  31. Eu, espero e desejo que, até ao fim da janela de transferências de Verão (2 de Stembro próximo), o Zakarias, o Onyewu, o bouhlarouz, o evaldo, o jefren, o pranjic, o boji9 e outras merdas que por lá andam sejam despachados de vez…

    Temos que eliminar os focos de instabilidade no plantel, e desta rapaziada já se viu o que dão ao clube. Desportivamente, tirando o Onyewu, zero!!! Financeiramente, é só prejuizo… Não só, mas também por isso é despachar esta ganilha para ontem.

    Agora, quem vem criticar esta nova Direcção Leonina, em funções à apenas 4 meses, não pode ser gente bem intencionada. Antes ressabiados, mascarados e muçti-nicks que andam por aqui a amplificar toda e qualquer noticia menos clara sobre o SCP.

    A esta gentalha que procura a todo o custo desestabilizar o trabalho hercúleo que está a ser feito em Alvalada actualmente, o meu valente e sonoro VÃO PARA O MEIO DO CARALHO!!!

    SL aos verdadeiros Sportinguistas

  32. por mim era o cardozo pelo bruma e labyad (com direito a uma percentagem dos 2, em futuras vendas) e tava feito.
    até porque o carnide ainda só tem 27 extremos :)
    e ainda levavam como brinde-extra, mais 1 extremo cheio de saúde (Jeffren) para jogar na equipa X, Y ou Z e os promissores Boji9 ou meia duzia (para render o Cagozo), Bolo d’arroz (para o lugar do girafa ou do agarray) e o Pranjic (para substituir o Melga-areja, mas sem mexer no Cortez que é o melhor coveiro que por lá anda, a par do rei artur).
    5 por 1 ou 1 por 5…. querem mais?

  33. isto é muito fácil de resolver é o Bruno chegar assim com uns capangas junto dele e dizer-lhe: “ó jovem, assina aí a puta da rescisão e põe-te nas putas ou então fodemos-te a puta dessa tromba marroquina toda…” ou então “ó jovem, já que não jogas um caralho, vais para equipa B ver se aprendes alguma coisa e assinas aqui este novo contrato que basicamente e em traços gerais diz que vais passar a ganhar somente 10000 eurios (e já era muito bem pago e dava-lhe seguramente para a ganza todos os dias) ou então fodemos-te a puta dessa tromba marroquina toda…” ou então “ó jovem, vai pró caralho que te foda! tu e os bois que te propuseram esse contrato de merda que assinaste” e davam-lhe um enxerto de porrada nas trombas e um enxerto de porrada ainda maior nos joelhos e foda-se! o gajo acabava para o futebol e o seguro que lhe pagasse! É claro que não podia ser o Bruno a expôr-se directamente a esta merda… podiam-se arranjar uns voluntários aqui no cacifo. Malta porreira…
    e se resultasse fazia-se o mesmo a Bojinovs, Pranjics, Jeffrens, etc etc etc…
    afinal não foi mais ou menos assim que aqui há uns anos o macaco Adriano do fcp rescindiu?? entre outros jogadores das amadoras do fcp! e consequências para o fcp?? zero! portanto, que se foda e arrisquemos também!

  34. Espero sinceramente que o diferendo entre o nosso clube e Labyad não se resuma apenas as questões salariais. Que o valor do vencimento do referido jogador é ridículo, julgo que não tem discussão, Como ridícula é também a cláusula que lhe permitiu dobrar o seu vencimento de um ano para outro mas…

    Foi o SCP quem trouxe Labyad para os seus quadros, num negócio, suposto custo zero, que aparentemente tinha tudo para parecer um bom negócio, mas como sempre não existem “almoços grátis” e aquilo que fez com que Labyad trocasse o PSV pelo SCP não foi certamente o seu fanatismo pelas nossas cores.

    Ok Labyad é caro. Demasiado caro para os nossos depauperados cofres, mas afasta-lo porque o seu ordenado é demasiado elevado? Ou porque ele não o aceita reduzir? Mas então, porque não tentar vende-lo? Não terá ele mercado? E se assim for, não será mais fácil vender um jogador que joga? Então e até agora, o ordenado de LaByad não era já elevado?

    Acredito sinceramente que exista algo mais nesta questão. Labyad tem um ordenado elevado, demasiado elevado mas também tem um contrato. Um contrato válido, assinado pelo SCP. Para além disso, julgo que este episódio pode passar mensagens erradas, quer para o exterior, quer para o plantel. Primeiro porque estamos a desvalorizar um ativo, e ao que parece um ativo valioso. Depois, porque passamos para dentro que facilmente hostilizamos os nossos.

    Enfim, resta esperar para ver.

    Cumps

    • A mim comeca a parecer-me que a rábula com o Ajax foi a gota de água para a Direccao. Provavelmente eles chegaram a acordo com o Ajax mas o jogador nao abdicou do seu salário e a transferencia foi ao ar. Isto é pura especulacao…

      Como é que se vende um jogador que ganha 2M por ano, que deles nao abdica, e em que nenhum dos clubes interessados nos seus préstimos estará na disposicao de lhe pagar mais de metade disso?

  35. Ok, hoje estão a ser ditas aqui coisas com as quais terei de discordar.

    Sou dos que sempre defendeu que a questão essencial do Sporting, pelo menos desde que o Dias da Cunha saiu, era correr com os croquettes que,se os tivéssemos deixado, iam matar o clube (e quase deixámos, é bom não nos esquecermos disso). Por isso, antes ainda de começar, duas coisas: (i) Um obrigado muito grande aos jovens leões que forçaram a convocação da AG para a destituição da direcção do Godinho. (ii) não, não sou “lambuças”

    Agora, as discordâncias: Tenho para mim que GL não foi, nem de longe nem de perto, o pior presidente do croquettismo. Foi um pobre coitado que assumiu como se fosse dele a tese da “fuga para a frente”, também celebrizada na expressão “um cheque e uma vassoura”, que era uma tese amplamente maioritária entre a “nata” dos “pseudo-gestores de topo” da “elite financeira” que governou o Sporting no “croquettismo”. GL pode ter sido um fraco, mas em matéria de dolo esteve a anos-luz de Soares Franco, por exemplo, e sobretudo de JEB. Simplesmente é nabo e rodeou-se de oportunistas muito piores do que ele. Agora está na moda pôr as culpas todas no Godinho, mas ele foi só mais um camelo, por sinal o último, de uma cáfila que durante décadas governou o Sporting. Pior: foi o que já apanhou tudo fornicado e decidiu pôr a carne toda no assador. Deu merda, porque à volta dele só havia merda e por isso estava destinado a dar merda, mas acreditem que não é ele o maior culpado. Desgraçado – e isso vi eu por força de afazeres profissionais – desunhou-se para arranjar massa para nos trazer os Schaars, os Rodriguez e os Jéffrens que os supostos especialistas lhe diziam que iam resolver os problemas do Sporting. E assim apareceu a Holdimo – e não só.

    Neste contexto, e indo directamente ao negócio Labyad:

    Até ver, o Labyad está muito longe de ser um mau negócio do ponto de vista financeiro.Como jogador não deu nada até agora, não se sabe bem porquê. Mas ainda vai muito a tempo de confirmar que é craque. A verdade é que se trata de um miúdo marroquino, que cresceu para o futebol na Holanda e veio parar a Portugal, por sinal a um clube que era uma “casa de loucos”, com um treinador de três em três meses e outras coisas piores. Há gajos que falharam redondamente e não têm desculpas tão boas como as deste puto. Mas atenção, veio A CUSTO ZERO. Ok, dir-me-ão, deve ter havido gente a “mamar” em comissões e etc. Claro, já sabemos qual era a norma na dinastia “croquettista”. Mas imaginemos que o valor justo pelo trabalho do puto seriam 500 mil limpos/ano. Ao pagarmos um milhão na época passada e dois nesta, a verdade é que no fim desta época ainda só lhe “devolvemos” 2 milhões. Ora, estamos a falar de um jogador que pode, assim o clube lhe dê condições para fazer uns jogos decentes – e o miúdo pode fazê-los, tem pés para isso, só espero que não lhe falte a cabecinha no lugar – ser vendido por 6 ou 7 milhões ou mais (ok, como eu não quero exagerar no optimismo, consideremos 5). Isto é ruinoso do ponto de vista financeiro? Pode um dia vir a ser, se lhe continuarmos a duplicar o ordenado a cada ano passa. Mas ainda não é. Não podemos olhar só para o que gastámos: e o que o puto nos deu a ganhar com a venda do passe dele “às fatias” para fundos? Eu não me dei ao trabalho de ver as contas, mas pelo que dizem já só temos 35% do passe do puto, havemos de ter vendido os outros 65% a alguém. Pergunto eu: por quanto? E quase que aposto numa resposta: nunca por menos de 4 milhões.

    Assim sendo, se o puto continuar a não jogar nada, começar a dar uma de estrelinha e fizer questão de cumprir o contrato no Sporting até ao fim (tipo Afonso Martins) podemos perder até bastante dinheiro. Mas será esse um cenário de todo provável? Não creio. É uma possibilidade, mas não a mais provável. É óbvio que essa eventualidade faz deste negócio um negócio com algum risco, mas não me parece que, só por si, o torne ruinoso…

    Sobre a razão pela qual ele ficou à margem, não vou criticar o meu Presidente – que não tem culpa da situação e sobretudo que me merece o benefício da dúvida por me ter devolvido o meu Sporting – sem ouvir a verdade da boca dele. Preocupa-me a possibilidade de o treinador ter dito ao jogador que ele não ia ao torneio por ordem do Presidente, acho que isso não indicia nada de bom se for verdade, pelo que espero que seja mentira. Mas para já é só isso. No mais, a estrutura pode ter tido um milhão de razões para ter deixado o Labyad de fora dos convocados, e há pelo menos uma com a qual eu concordo: o puto não está a jogar nada, parece estar a precisar de um “abanão”.

    Desculpem o testamento, apenas tentei fundamentar a minha opinião.

    SL

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s