Singularidades de uma Rapariga Sportinguista: 5+4

Hoje, domingo, 25 de Agosto de 2013, estou a ter o prazer de acordar e rever o jogo do dia de ontem. Sporting – Académica. 4-0. Futebol.
Sim, pela primeira vez em muito tempo sinto o Sporting a jogar futebol, pela primeira vez em muito tempo dá prazer ver o Sporting a jogar futebol. Uma equipa organizada, com objectivos e ambição em cada passe que faz, jogadas estudadas, bem posicionada… “Vários jogadores movimentam-se” diz o comentador, e só isso é uma novidade em relação ao ano passado. Tantas coisas que há muito que não víamos no nosso grande amor. Finalmente temos um treinador e equipa, e não uma cambada de palermas que vão fazer más figuras durante 90 minutos para dentro de campo.

Se no ano passado me contassem o jogão que fez o Adrien, por exemplo, eu diria “amigo estas em ácidos de certeza”. Se no ano passado me contassem que quem marcaria num 4-0 contra o Académica iam ser o Adrien, o Rojo e o Carrillo, eu diria “em que droga é que andas metido? Deve ser muita boa”. A verdade, e aqui vai uma noticia em primeira mão, é que Adrien foi raptado por aliens este verão e daí é que vem toda esta nova inteligência de jogo do rapaz. Fontes seguras. (Estou tão contente que até já faço piadas assim de más!)

William é um monstro, Fredy não deixa sentir saudades do Ricky, Wilson Eduardo é rei (aquele remate aos 31′), e André Martins… Oh André… Eu que dizia que não percebia o excitamento todo com o rapaz, que ainda não tinha mostrado nada que me impressionasse, que um jogador ali não devia ser assim tão lingrinhas… Ontem calou-me bem calada. Toda a inteligência em campo, o talento, o toque de bola, a determinação e o génio que é, realmente compensam o lingrinhas.
A única critica que tenho a fazer é manter o Carrillo 90 minutos não é boa ideia. Na primeira parte está muito bem, mas o seu rendimento piora, e muito, quando começa a ficar cansado. Fica displicente e preguiçoso, como se toda a gente tivesse imensa sorte de o ter ali.

Mas o que gosto mais nesta equipa é não haver UM jogador que adoremos. Porque o que nós não sabemos é quem adorar mais. Adoramos a equipa. A qualidade vem de equipa, da moral de 11 rapazes, seis deles da academia, que nos enchem de orgulho e finalmente representam o clube como ele merece. E o símbolo na camisola pode estar quase ao ombro, mas os nossos rapazes levam-no no coração!

Voltámos a meter medo, voltámos a ter capas de jornais completamente verdes, voltámos a ser comentados e a ser noticia nos telejornais. Sim, eu não considero aqueles treinos do Sá Pinto a brincar com o Paulinho exactamente há um ano atras, como notícia. Voltámos a ser nós. Voltámos a ser Sporting. E eu que dizia que era mau pensar que seriamos candidatos ao título, porque os miúdos não deviam ganhar à primeira, começo a ter um miudinho de esperança secreta (muito secreta realmente, especialmente quando acabou o jogo e fui a janela gritar VAMOS SER CAMPEÕES).

Quando comecei a escrever este texto disse que estava a ver o jogo, e tenho de deixar aqui um desabafo: as únicas pessoas mais burras que o Bruma são estes comentadores.

Advertisements

41 thoughts on “Singularidades de uma Rapariga Sportinguista: 5+4

  1. Welcome back…

    Um conselho apenas, não grites à janela por enquanto. Para já vamos gritando aqui dentro do cacifo. Lá para maio havemos de ter Portugal a gritar de verde e branco!

    Saudações Leoninas

  2. É cagar nesse anormal. O mercado fecha já no sábado e depois ele que se aguente… dia 1 exige-se a apresentação e caso contrario suspende-se o jogador até 31 de Janeiro. Depois ele que peça aos outros 2 reis magos que lhe arranjem clube. Nem tudo é mau, sempre pode ver o Brasil 2014 pela TV, com sorte será convidado de honra do Nuno Graciano para os típicos arraiais saloios da SIC directamente a partir de Freixo de Espada à Cinta!

  3. Olha quem voltou. Seja bem vinda (outra vez!)

    Sabe ver ter o nosso Sporting de volta. Eu sei!

    E alegra-me que a equipe so tem potencial para melhorar!!! Para isso temos treinador. Grande Jardim.

    Atencao,porem para as espectativas. Um passo de cada vez, um jogo de cada vez. Em Maio faz-se as contas.

    Temos uma semana para despachar uns quantos monos, no sabado e para ganhar meio a zero…

    SL

  4. É a consequência de não ter em cima dos jogadores o peso de ser representados e comandados por dirigentes que humilham o clube, e que os sócios não respeitam. Agora começa a vislumbrar-se a “estrutura” que não temos desde o Sousa Cintra. O respeito pelo clube, a organização, as consequências para quem falha, a mentalidade vencedora. São cenas vagas mas que transformam a confiança dos jogadores. Foda-se eu como Sportinguista agora durmo descansado! não porque che que vamos ser campeões, mas porque tenho a certeza de que se perdermos, não foi por falta de empenho. Isto é o Sporting, caralho!

      • haha claramente! digo mais palavrões no Cacifo do que em qualquer outro lugar do meu quotidiano (vá, ok, estádios de futebol não contam…) :)

  5. Em relação ao post, não gostei de ver um parágrafo inteiro dedicado ao Adrien, de como ele supostamente mudou de um ano para o outro.

    Nenhum jogador é uma merda num ano para ser muito bom no seguinte. E a garra que eu hoje vejo no Adrien, ainda que potenciada pela capacidade e vontade que os seus colegas agora demonstram, já via no ano passado. As coisas apenas não saíram tão bem (e como podiam ter saído, dadas as circunstâncias?)

    Um jogador mal-amado que eu vi, em Alvalade, ser assobiado durante 60 minutos, desde o início até à sua saída. Um jogador super-criticado por ter ganho a Taça de Portugal contra o seu clube, com as pessoas a fecharem os olhos ao facto de ele ter subido à tribuna com o cachecol do Sporting.

    Dá-me prazer ver que está a calar a boca a muita gente. Ele merece. Só falta o André Santos.

  6. Mariana, excelente post.

    Só não concordo num aspecto. Há um jogador que destaco, não pelo que tem jogado, mas por tudo o que aguentou, por ter crescido e se ter tornado num dos melhores, por nos ter livrado de males ainda maiores quando batemos no fundo e por mostrar um gosto enorme em vestir a nossa camisola: Rui Patrício.

    E que linda era aquela imagem num dos posts que o Cherba colocou: o Patrício a festejar com a multidão sportinguista que esteve em Coimbra em pano de fundo!

    • Sorry for the delay Hic!

      Estava a afinar o resultado para sábado (a teu pedido…), e também estava á procura do dia de ontem…não o encontro, mas enfim…

      Sim, o Adrien foi raptado.

      Sporting (5) Smederevo Zrenjanin e Carnide (3)

      By the way, belíssimas “pics” no teu blog, e a welcome note de sábado dirigida aos Lamps está categórica!

      • Os 3 que “afinaste” para o Zrenjanin correpondem a uma “afinação” de um qualquer Capelic, suponho…

        Pics of Sporting will always be beautiful pics, no matter what.

  7. Sábado é dia de romaria a Alvalade XXI para um verdadeiro recital de futebol.

    Parece que já estou a ver o Carrillo a acelar por aquela avenida do uruguai a fora… aos picanços com o Wilson do outro lado na avenida brasil! :)

    Sonhei que vamos ganhar 3-0. Golos de Mauricio, e bis de Montero, um de penalti o outro à pelé!

    SL

  8. Bem vinda de volta!

    “Tantas coisas que há muito que não víamos no nosso grande amor. Finalmente temos um treinador e equipa, e não uma cambada de palermas que vão fazer más figuras durante 90 minutos para dentro de campo.”

    O que me parece constituir a maior diferença neste “novo Sporting” é o seu treinador.
    Bem sei que só foram disputadas duas jornadas, e não pretendo por isso “embadeirar em arco”, mas parece-me que o LeoJardim está a realizar um belíssimo trabalho: não só a equipe parece unida (a celebração do golo do Rojo deu gosto de ver!) como joga um futebol interessante, principalmente do ponto de vista ofensivo (grande pecha da última época).

    Dei por mim a pensar que o LeoJardim realmente era a maior valia desta época no jogo contra a Académica, ao ver as seguintes ocorrências:
    – O Montero marcar a segunda grande penalidade: a alteração ao marcador (o primeiro tinha sido o Adrien) pareceu-me propositada para “recompensar”/motivar o Fredy, que até aí estava a ter um jogo ingrato;
    – As substituições. Com o jogo “ganho”, o LeoJardim meteu em campo o Capel (eventualmente para o manter motivado como “suplente”), e dois jogadores “a pensar no Benfica”, o Dier e o Slimani que poderão ser peças essenciais para o próximo jogo (se for necessário “ganhar peso/altura” nos centrais ou no meio campo defensivo e caso o SCP se veja na necessidade de jogar com 2 avançados ao mesmo tempo) e com vista a dar-lhes minutos “de competição”.

    Acho, também, o discurso do LeoJardim excelente.
    Afinal, foram só duas jornadas (uma contra provavelmente a equipe mais fraca do campeonato e outra com uma equipe assim-assim), falta muito trabalho e nem todos os jogos vão correr tão bem do ponto de vista ofensivo.

    Serão de antever mudanças no 11 para o jogo com os Milhafres (os centrais não têm estado muito bem, o André Martins ainda me levanta algumas dúvidas…)?

    SL

  9. Viva, Madalena!
    Pega lá uma beijoca bem repenicada…

    É de facto esse estado de espírito que se vive. Ainda consigo abrandar no momento de chegar à janela e conter-me. Mas se a coisa sábado corre bem (e vai correr) mando um berro tal que a velhinha torre da universidade cá do burgo abana, tanto mais que desde o passado sábado ao levar quatro marteladas dos Leões Indomáveis, a coisa ficou bem frágil. (desejo sinceramente que a Briosa ganhe todos os jogos daqui em diante, menos o da 17ª jornada…)

    Quanto ao rapaz com o qual terminas o teu post aludindo aos comentadores devo dizer-te que me preocupa o seu futuro.

    No post anterior alguém se perguntava qual seria o motivo pelo qual nenhum jovem oriundo da Guiné e no caso tutorado pelos Baldés da vida nunca teria singrado.
    Lembro de um tio meu que em tempos esteve ligado à formação do nosso Sporting dizer de peito cheio que o Cristiano andava com a mania de ler livros de Geografia. E disse-o como se de uma vitória se tratasse.

    Por outro lado há que considerar a hipótese de que o tribalismo que tudo justifica em África ao nível burocrático explique que o grau de maturidade física dos jovens guineenses conheça mais cedo tanto o apogeu como o ocaso.

    É que todos fazemos anos todos os anos. É preciso é contabiliza-los. E para esta gente não dá jeito.

  10. Gostei do post, uma leitura agradável e simples, onde coloca os nossos pensamentos sobre o Sporting, não gostamos de um jogador gostamos da equipa, muito bom.

    Como este blog é dos mais lidos, queria aqui chamar atenção para um caso que passou despercebido nas TV e que gostava que fosse abordado num Post e pelos comentadores do Sporting nas TV’s.

    No jogo do Benfica houve uma entrada de um jogador do Benfica para cartão vermelho, perdoada pelo árbitro, nas imagens da BenficaTV, nada se viu, ou seja já começou a ocultação de imagens que não interessam ao Benfica pela BenficaTV, começa a falta de transparência, penso que isto é muito sério para quem quer um futebol limpo igual para todos.
    E nunca percibi porque se diz o Benfica, se Benfica e feminino devia ser a Benfica.

    Vamos lá ganhar às Benficas

  11. Epá, sábado entra o Dier, sai um dos centrais por mim era Rojo, sim sim já sei que tenho de ter calma com o rapaz, mas na minha opinião, ninguém toca no pescador!

    MAURICIO ÉS O NOSSO PESCADOR, PESCADOR, PESCADOOOOR

    De resto não sei se Jardim irá manter o meio campo ou adaptar a estratégia colocando um meio campo mais contido. Isso ele lá saberá melhor que ninguém. A linha da frente permanece a mesma, até porque Capel na segunda parte vai ser o trunfo para matar o jogo.

    Se der merda, Slimani arrebenta com tudo, 2 golos nos últimos minutos.

  12. Oh minha gente, mais calma, sff…
    A baba também permite o aparecimento dos “fungos”…
    Vamos lá baixar o teor de humidade do cacifo… Ainda assustam a moça com tamanho babanço!

  13. De facto, voltámos a ter SPORTING!

    Em relação ao André Martins, sinto que ele será importante no nosso trajecto, sente-se que ele quer melhorar, começa a ganhar pulmão, e assim ganhará maior intensidade, ele não é um 10 puro, tal como nenhum outro o é dentro do nosso plantel, e assim decorrerá a época, com médios dinâmicos a dividirem entre eles a decisão no jogo.

    SL

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s