O Leão preguiçoso e o «xabichão» do apito

Se existir um Leão que não esteja realmente lixado com o resultado, vale mais pedir para ir cagar e não voltar. Sim, estou profundamente irritado com esta merda deste empate. Fodido, se preferirem. Mas tão grande incómodo acaba por ser bom sinal: é sinal que estamos comprometidos com esta equipa e que acreditamos nela.

Equipa que, esta noite, se apresentou numa versão estranhamente apática, pouco entusiasmante e pouco empenhada, com muita posse de bola, nomeadamente na primeira parte, mas poucos lances de perigo até termos sofrido o golo do empate. Com o meio campo quase despido de ideias (salvou-se Adrien), foi preciso um erro do guarda-redes adversário para chegarmos ao golo, num excelente gesto técnico de Wilson. A segunda parte agravou o estado de letargia (numa espécie de cópia do que aconteceu frente ao Benfica, o que pede uma urgente revisão da forma como a equipa entra nas segundas partes quando está a ganhar) e o golo vilacondense surge depois de dois avisos. Golo que, importa sublinhar, volta a ser sofrido de bola parada, um problema que parece mais complicado de resolver do que o de termos um relvado decente.

E até porque praticamente coincide com o sofrer do empate, há muitas vozes que questionam a substituição operada por Leonardo Jardim. Eu também teria colocado Vítor em campo, no lugar de André Martins, mas a verdade é que sofremos o golo sem que a equipa tivesse tempo de assimilar a mudança táctica. Do discordar com a substituição a começar, já, a questionar as capacidades do técnico vai um pequeno passo que, e permitam-me a frontalidade, é uma valente estupidez.

Tal como é uma valente estupidez começar a questionar a qualidade dos jogadores. Sejamos práticos: a equipa que empatou hoje, é a mesma que fez começar a crescer a onda verde. É a mesma que, todos sabemos, começou a ser oleada há menos de três meses. É a mesma que, todos sabemos, vai ter que crescer à força, sendo isso sinónimo de noites como a de hoje. É a mesma que, por mais que queiramos acreditar nisso, não vai vencer todos os jogos. É a mesma que nos faz acreditar no futuro de conquistas. É a mesma que nos faz ansiar pelo jogo da semana seguinte. É a mesma que consideramos ser digna de envergar a verde e branca.

p.s. – para a história do jogo fica o minuto 75 (o mesmo minuto que ficou para a história num jogo de ontem, onde o Arouca foi prejudicado), com um penalti vergonhosamente não marcado por um artista conhecido que, de frente para o lance e a dois ou três metros de distância, parece ter afirmado «não vi». Repitam as imagens e leiam os lábios. Não é «não vi»; é «não quis!». (tal como não quis marcar mais do que seis faltas contra o Rio Ave)

Anúncios

75 thoughts on “O Leão preguiçoso e o «xabichão» do apito

  1. Concordo com tudo .. no ano passado saí de alvalade fodido pela equipa, pelo godinho, por tudo … hoje é azia de não ter ganho.
    Podíamos ter feito mais? Claro.
    Estou com a equipa? 200%
    Vou a braga? Claro !
    Faz parte do crescimento de equipas muito jovens jogos como este.
    Pés assentes no chão, estamos a reconstruir não só a equipa, mas o clube…

  2. É triste perder pontos com uma equipa destas… não jogam um #$%#$%&. Têm um defesa esquerdo que corre, três mancos no meio campo a dar empurrões e paulada, e dois gajos (o Ukra é uma m####) habilidosos na frente. Muitas bolas perdidas, pouco controle do jogo, mesmo com um golo caído do céu (ainda que uma boa execução). Pelo menos que valha para aprender com os erros… Carrillo é menos um. Já se sabia que o Sporting, mal entrasse no radar, ia sofrer pressões extra. O William começa a ter atenção especial, e prontos, começamos a ter outras “atenções”

  3. Depois de tentarem atacar-nos através da imprensa a destacar foras de jogo do montero mas a esquecerem-se do garay.
    Depois de tentarem atacar-nos através da lei a destacar os dois jogos no mesmo dia mas a esquecerem-se dos dois jogos do maritimo no mesmo dia
    Depois de tentarem atacar-nos com a compra de duas supostas estrelas, que vão acabar por ser mais um vieirinhas ou castros desta vida
    Agora começou o ataque dos árbitros…

  4. Custa comó Cacifo perder assim…
    Eles tanto ameaçaram que quando marcaram não foi surpresa para ninguém.
    Mas claro que não é o fim do mundo, nem o fim do sonho, esta equipa já provou que tem valor…
    Agora venha sábado outra vez, para mostrarmos ao suposto terceiro grande (como diz o salvador) que para se ser grande não basta querer.

      • Que a perda destes dois pontos, signifique a conquista dos tres pontos no proximo jogo. Haja confiança, e capacidade de ser mais fortes que as equipas adversárias. Sublinho equipas, que estas equipas de apitadores não nos dão treguas.

        Algum dos ilustres cacifeiros tem as estatisticas das faltas que são marcadas (porque as que não são marcadas pelos apitadores, não conatm nas estatisticas, mas contam na cara dos nossos jogadores quando levam socos e o apitador nada marca e logo a seguir, …, falta e respetiva cartolina amarela contra nós). Ou eu me engano ou somos sempre a equipa com mais faltas assinaladas (exceção do jogo com a equipa do maxi pedrada) Seja com que adversário for.
        Gostava de comparar as faltas que “fazemos” com as faltas que o fruta Corruptos do porco e os da freguesia de Carnide fazem contra as mesmas equipas.

  5. Foda-se, demos meia hora de oferta ao rio.
    O Leo alguma ideia tinha c aquela substituição do Deus, mais intensidade?! Mas não correu bem….
    Vim de Alvalade fodidi? Vim… Como mudam as coisa em pouco tempo… Há uns meses sacar um empate era um alívio…agora uma frustração
    Deixei de acreditar no Leo e nos seus meninos. Não, obviamente que não.
    P. S. Hoje pisei o relvado!!!!!

  6. A chegar de Alvalade… Fodido, mas fodido mesmo é como me sinto… Parece que levei um murro no estômago dum animal tipo John Cena…

    Bom, o que vi foi mais uma vez um excelente ambiente em Alvalade, miúdos, graúdos, seniores, familias inteiras, todos imbuidos de um espirito de conquista e com um sorriso nos lábios… No fim, vi a maioria dos sportinguistas meio cabisbaixos, mas com os nervos em franja, num sussurro quase universal do reino do Leão, tipo, que empate tão mal saboroso. Infelizmente este resultado faz jus ao dito “empate com sabor a derrota”.

    Como o Cherba disse e bem (mais uma vez), a equipa hoje não correspondeu ao que vinha apresentando, apática, muita gente parada (não havia linhas de passe) e por isso mesmo muitos passes para o lado e para trás… Muita posse de bola mas jogo inconsequente, afinal o objectivo é marcar mais golos do que o adversário. Montero andava lá na frente a desgastar-se e nunca lhe meteram a bola “redondinha”. Até que apareceu o golo de Wilson Eduardo, como que um presente dos céus a dizer aos jogadores para acordarem (quantas vezes ouvi isto na bancada)…

    Vem a 2ª parte e, mais do mesmo. Pouco jogo de envolvimento no ataque, Carrillo substituiu o Capel e foi um zero, é a triste realidade. quando se desmarcava os colegas passavam a bola para onde ele estava antes, depois quando devia de ser lesto a entregar a bola, ou ao Jefferson ou ao Montero, guardava-a… Mas o pior para mim foi mesmo a segunda substituição, Rinaudo entrou e as alterações de posicionamento do meio campo fragilizaram a equipa, de tal maneira que, poucos minutos depois sofremos o golo do empate, num livre muito mal defendido (a rever os posicionamentos e a forma de atacar a bola). Só depois entrou o Slimani, mas já era tarde para um Leão que pareceu esperar outra dádiva divina. Mas com um “bezerro” da ganadaria Sistema, de seu nome Xistra, em campo, não seria de esperar nada mais do que aconteceu. Eu nem me vou alongar neste assunto porque foi apenas um exercicio de passar À prática o que nós já sabemos ser a “teoria do Sistema”. Parece que o ‘enguiço’ já está a dar frutos.

    Mas o pior foi a atitude desta equipa subserviente aos corruptos, um nojo. Faltas e mais faltas, demoras nas reposições, enfim, o costume.

    Acho que uma equipa como o SCP tem que jogar com 2 avançados, senão sempre, pelo menos em Alvalade. Slimani devia ter entrado para substituir o Wilson Eduardo. Metia o Montero na esquerda, o Carrillo na direita e o Slimani no centro.

    A equipa teve um ‘flashback’ dos anos anteriores, no que à forma de marcação aos adversários diz respeito. Passo a explicar, quando se perde a bola à muitas formas de defender, uma delas mais posicional (vem do tempo do p bento) e outra mais agressiva ao homem. Mas isto também tem a ver com os desiquilibrios da própria equipa no momento da perca de bola, contudo hoje voltámos áquela merda da defesa mais posicional. Os adversários no contra ataque e os nossos jogadores a recuarem, a recuarem e nada de meter o pé… Fodasssss irrita-me sobremaneira isso. Temos de ser mais agressivos, mas todos os jogadores, isso torna o jogo mais nervoso, mas com a nossa qualidade arrisco-me a dizer que ficamos mais perto da vitória!

    Melhores dias virão. Vamos Sporting!!!

  7. De realçar que o fica deste jogo é a aprendizagem. Já sabemos que vamos encarar mais jogos assim, é preciso aprender e crescer. Não deixei de sonhar por isto.
    Outra coisa que fica à atenção da liga: o sr. Xistra tem uma condição neurológica que o impede de apitar (estava a olhar, mas não vê), assim como o matraquilho que fez o penalty tem problemas sensoriais pois afirmou na flash que não sabia se era penalty e que ia ver na tv para tirar as dúvidas. Ou é doenças, ou é das drogas.

  8. Penso que este empate termina por ter os seus aspetos positivos porque nos obriga a recolocar os pés no chão. Também acho que não devemos ter a maturidade intelectual de um puto de 5 anos e ir do céu ao inferno em três tempos. Achei ridículo quando alguns já começavam a vaticinar goleadas contra o Rio Ave. A equipa está em crescimento, é natural que mais resultados destes apareçam. Se ficarmos em terceiro lugar será uma boa época, o que não significa deixar de lutar pela vitória em todos os jogos. Falta um nº10 a esta equipa, mas se a direção acha que o Labyad não reúne condições e não havendo dinheiro para aquisições que façam a diferença, temos que aceitar com naturalidade e sem dramas. Vem ai um ciclo difícil, importa continuar a apoiar esta equipa e não cair na tentação de começar já a crucificar jogador x ou y ou pôr em causa o treinador. O Sporting precisa de estabilidade. Felizmente que esta direção não se deixa gerir de fora para dentro.

    • O problema das bancads do SCP é a crucificação de jogadores!
      Rui Patricio, Nani, Figo, e fico-me só por estes…
      Num clube que quer apostar na formação, não se deve ter este tipo de atitude. É difici desculpar, mas seremos compesados no futuro, talvez o Figo não compense, o Nani prometeu e o Rui é nosso.

  9. Pouca ambicao e profissionalismo numa noite q podiamos chegar a primeiro.
    Nao gostei da postura da equipa. Nao gostei da substituicao para defender o resultado.
    Verdade q houve um penalty mas culpar o arbrito pelo empate e querer camufular o q se passou dentro de campo.

      • Cherbakov,
        Ninguem está a falar mal do presidente, calma…
        Claro que a marcação de um penalti tem sempre influencia. O que eu quero dizer é que não jogamos o suficiente para ganhar o jogo, com ou sem penalty e com outra postura dentro de campo ganhavamos tranquilamente ainda para mais a jogar em casa e com a possibilidade de ficar em 1 nem que seja provisoriamente.
        A equipa foi desplicente e nem soube aproveitar o brinde do Rio Ave, não gostei da equipa nem da substituição para defender o resultado.

      • assim como o facto de o animal que deu a cotovelada ao Andre Martins , se tivesse visto o cartao vermelho, já nao estaria em campo para marcar o golo do empate…mas claro o Xistra nao “ve”…o que lhe convem, porque para os jogadores do SCP, isso viu sempre e até com direito a amarelos…

    • Nem sempre a introdução de um jogador de características defensivas significa que estamos a defender o resultado. Na minha modesta opinião, a introdução do Rinaudo foi para dar consistência e maturidade ao meio-campo.

      • Se estavamos a “perder o meio-campo” porque saiu um extremo e não um jogador DO MEIO-CAMPO?

        E por favor, não me digam nada que envolva mudanças estruturais na tática em que jogamos melhor futebol, que é claramente o 4x3x3.

  10. A coisa que mais me custa ao ver jogar o SPORTING é quando os jogadores não correm, não se esforçam ao máximo, podem ate não jogar bem, mas porra, corram!!

    Hoje não fizemos nada disso, não jogamos bem, não corremos, nada….

    Ja sabemos que não temos tanta quantidade/qualidade como os outros ( e quando falo isto não falo em talento, porque isso temos de sobra, falta traquejo ) mas temos que ter mais vontade que os outros todos juntos e hoje não tivemos….

    Por mais que defendam o carrilho para mim depois deste jogo não calçava mais, que falta de chá da parte do peruano e quando a equipa mais precisava dele….

    Xistra é sinónimo de incompetência ( sistema ), um arbitro que esta a 2 metros e de frente para a jogada e diz que não viu, não pode apitar mais jogos de futebol….

    Ha que levantar a cabeça e continuar a acreditar que se pode fazer mais e melhor….

    • Quanto aos nossos jogadores não terem corrido não estou de acordo contigo. Correr correram, correram foi mal. Cada um por si que se o 1-0 caiu do céu pode vir aí outro brinde. É que isto não é só correr, é também antecipar onde a bola vai cair, onde o colega de equipa vai aparecer, onde o adversário pode surgir, etc, etc.

      Quando falas em xistra e sistema tens que ver que isso é só uma palavra… XISTREMA…

      Fonix, tive a ver agora as imagens, e o gajo está a 3 m do lance e virado para a baliza. Depois diz ” Não vi…”. Um barrote nos cornos era pouco. Isto foi um roubo, não de igreja, mas de catedral, ou mosteiro, ou até de basílica. Melhor disso tudo junto… Inenarrável…

      Acho que o Presidente do SCP tem que dizer algo sobre isto!

  11. Só há duas coisas que me deixam fodido, são elas:

    1. Os jogadores não darem tudo o que podem;
    2. Os bois negros prejudicarem-nos;

    No jogo de ontem, verificaram-se as duas.

    A nossa equipa podia ter feito muito mais, e assim, o boi negro podia ir apanhar no real pacote!, ele e o “não vi”.

    SPORTING SEMPRE

  12. qual o evento comum nos dois empates em casa?
    em ambos os jogos estávamos a ganhar 1-0 e poucos minutos depois da substituição – ambas defensivas – sofremos o golo do empate.

  13. Estive no estádio e concordaria com o Jubas76 antes de ter visto o lance na TV. O resultado é perfeitamente justo para a qualidade das exibições do Rio Ave e do SCP (com 2 ou 3 jogadores a razar a nota zero, Dier e Carrillo) e para punir mais uma má substituição do Leonardo. Ainda por cima, sempre é mais um ponto do que fizemos o ano passado, Mas ver na tv o Xistra a olhar de frente para um penalti do tamanho da Torre dos Clérigos e a dizer (com a cara aflita de um home que sabe perfeitamente o que viu) que “não viu” “não viu” não pode ser ignorado. Assim que a gente tira a cabeça de baixo de água, alguém manda um destes escroques fazer o servicinho…

  14. Caríssimos

    Estranhamente, o melhor em campo não foi o Rui Patrício.

    Demoraram 5 jornadas, mas os montes de merda estão de volta!!!

    (quantos jogos das grandes agremiações de bairro do país,com futebol merdoso, com ajuda destes mentecaptos do apito. sem futebol que se veja….)

  15. Bela merda de arbitragem. Caiu sempre para o mesmo lado. Não é por isso que não deviamos ter ganho pois penso que numa equipa como o Sporting tem que se jogar de forma a que roubalheiras descaradas sejam inuteis. Mas, apesar deste apontamento, quero destacar umas coisas. O Tarantini aviou uma cotovelada no focinho do Cédric deixando-o no chão sem que ninguém dissesse nada. Se contra o Benfica a jogada do golo começa numa falta mal assinalada, desta vez começa numa por assinalar a favor do Sporting. E, por fim, o penalty foi descaradissimo, só não marca aquilo quem não quer.

    Passando isto, foi um jogo fraco, diga-se. Parece que o efeito surpresa está a passar e as equipas estão a aprender a lidar com o meio-campo do Sporting (é o segundo jogo consecutivo em que jogamos com uma equipa com um meio campo de cacetada), e as coisas estão mais dificeis. Normal, significa que o trabalho foi bem feito até aqui e que agora é uma questão de nos adaptar-mos a uma realidade diferente. Não deixar este respeito passar e obrigar as outras equipas a serem tal como o Rio Ave e o Olhanense foram. Agressivas em demasia com certas peças do seu jogo mais preocupadas em haviar cacetada do que em serem jogadores. É desde logo, uma questão de mentalidade, pois não podemos continuar a acreditar que as equipas adversárias vão continuar a olhar para nós como o parente pobre dos grandes do futebol português.

    De resto, que se corrijam os erros (aquelas abordagens às bolas paradas…) que temos uma semana para preparar o próximo jogo, e que venham os “grandinhos” de Braga que eu quero ver o quão bom é aquele Joãozinho.

  16. Os nossos primeiros 10 minutos!! Deliciosos!!!!
    É dar tempo aos miúdos, deixar o Jardim trabalhar e ter certeza que a nossa força é Brutal!!!!
    Vamos a braga ganhar que de não vitórias já chegou hoje à noite!

    • É verdade: entrámos muito bem, embora o adversário foi capaz de anular a pressao rapidamente.

      Depois nao fomos capazes de desiquilibrar novamente. Para mim faltou meio campo.

  17. Não jogámos um caralho. Houve mão, é um facto, mas já marcámos golos em off.side este campeonato que nos valeram pontos, pos isso…desta vez foderam-nos um penalty, mas em jogo jogado não merecemos mais.

    • O único golo com off-side na jogada (não o golo em si) que valeu pontos foi com o Boifica. Esqueces-te, convenientemente, que nesse jogo com um critério disciplinar decente o Boifica acabava com 9. Por isso revê lá bem os critérios da arbitragem,.

      Quanto ao termos jogado pouco, de acordo.

      • Vou mais longe que isso. Têm pendido algumas decisões para o nosso lado e por isso consideram que somos ajudados. No entanto, esquecem-se de mencionar as cargas de porrada que o nosso meio-campo leva por jogo, Contra Carnide, sem esticar muito a corda, o Matic e o Maxi tinham sido expulsos e, com um pouco de excesso de zelo que tanto se viu nos últimos anos contra o Sporting, o Garay também tinha ido para a rua. Com o Olhanense aquele meio-campo tinha acabado pelo menos com um amarelo cada (e hoje, idem), para não falar que o Biggazi tinha sido expulso.

        É muito giro falar nos “game-changers”, mas o jogo são 90min. e os jogadores começam a agir como as crianças, metem a mão no fogão a primeira vez e queimam-se, metem a segunda e voltam a queimar-se, e não voltam a meter lá a mão. Um jogador leva a primeira cacetada e nada é marcado, levam a segunda idem, e a partir dai deixam de tentar.

      • Não me esqueço de nada, no final da contabilidade podemos vir a ser fodidos. Já alguém aqui o disse, que os outros ganham convenientemente com casos estranhos e ninguém se lembra disso. Se ganhássemos daqui a 2 semanas isto estava esquecido, mas estou a falar a quente.

    • Concordo absolutamente contigo. Não me queixo do penalty pelos golos que já marcamos em off-side, para mim no fim as arbitragens equilibram-se…

      Simplesmente não jogámos nada e odiei a postura da equipa. Muito pouco esforçados e pouco profissionais, assim não dá… Faz-me lembrar o sporting de sempre, a jogar na retranca até ver o cu apertado…

      Já dizia o meu primo: “O sporting devia começar todos os jogos a perder por 1-0”.

      Assim não vamos lá, depois deste jogo acho que os jogadores deviam sofrer qualquer tipo de castigo para esta situação não se repetir. Ambição=0

      • Um cheiro esquisito por não ter palas? Sou coerente e racional, apenas isso. Não me queixei dos golos fora de jogo, também não me queixo do penalty. É demasiado redutor dizer que perdemos só por causa do penalty.

        Não jogámos um caralho, isso sim. Andre Martins, William Carvalho, Wilson Eduardo foram autenticas nulidades, tirando o golo do último. O meio campo não pressionou nem soube ter bola, nem soube criar linhas de passe. Uma equipa não se pode dar por contente por estar a ganhar 1-0 porque de bola parada até a pior equipa do mundo pode criar perigo.

        Que se foda, 2 pontos perdidos, nem sei porque estou tão chateado… Já é hábito desde que me lembro de existir, não sei porque ainda me iludi este ano…

    • o caralhinho pah .
      faz lá as contas e verás que nos últimos 25 anos, só em um ano fomos mais beneficiados que os rivais.
      Lês o cacifo ? já se víu aqui uma tabela com esses números.

      outra merda é que tás a comparar foras de jogo com faltas na área !!

      um fora de jogo, para mais milimétrico como os do Alfredo Monteiro, são dificeis ajuizar,…neste caso todos erram.

      Agora em faltas, quando o árbitro está a 5 metros e não tem jogadores a obstruir a visão ? não víu o caralhinho, é que não víu !!!

      a falta dos Porcos em paços ! o árbitro não víu ? ninguem víu ? oh pá andas cá há quanto tempo ?
      o estoril amanhã joga com menos 2 , expulsos com a má arbitragem contra o Braga, Braga esse que já foi beneficiado esta semana !, andamos a dormir !

      eles não tem puta de vergonha, sejam felizes .

      o que tá a comentar em baixo , ainda é pior que tu.
      Agora há outros que já sofrem há mais tempo, respeitem isso.

      quem é a vedeta em Braga , e a próxima em alvalade, tou ancioso, que um dia um cabrão destes se foda

      cherba desculpa lá o vocab….

  18. A diferença está realmente nos pormenores do apito:
    O porco joga mal e ganha com um penalty/expulsão duvidoso = 3 pontos.
    O Sporting joga mal e empata, com um penalty claro não assinalado = 1 ponto.
    O resto é bullshit.
    Não jogámos nada? Pois não.
    Mas se tivéssemos ganho 2-1, estávamos em primeiro e ninguém se lembrava disso.

    Enquanto o bufas for presidente, ninguém tira um campeonato ao porco.
    Essa é a triste verdade do futebol português.

  19. Todas as equipas têm oscilações de rendimento, o Sporting não é excepção. Mas no período final do jogo, sobretudo depois do lance do assombro, vi os jogadores lutarem quanto podiam, desorganizados e nervosos mas com raça.
    Fossemos tratados de outro modo e tinhamos goleado. Vejam um jogo do porco sem som.
    É garantido, enquanto os sportinguistas continuarem a racionalizar mesmo depois de enrabados por estes artistas não vamos a lado nenhum. A custo, muito do respeito perdido na última década começa a ser recuperado, mas o Sporting é o parente pobre da apitagem nacional.

    • Há alternativa a racionalizar? Se não nos apanharem não nos enrabam, certo? Hoje pusemo-nos a jeito, meu caro, e só assim o bicho nos picou…. SL

      • A questão é mesmo essa. A oscilação do rendimento de uma equipa, indica que, na maioria dos jogos qualquer equipa está a jeito, pode é ser beneficiada ou prejudicada. Depois de uma equipa se ver prejudicada ao longo de décadas a racionalização é uma forma de autoflagelo.

  20. Os sintomas de apatia que se viram em Olhão confirmaram-se. Equipa lenta, sem ideias nem coragem para arriscar. Enfim, igual ao que estamos habituados de outras épocas. Faltam desiquilibradores numa equipa com tração traseira.

      • És tapado, Zé! Não há ninguém no meio campo que com a bola fuja á marcação com um drible ou que arrisque o um-para-um. Tens o Capel e o Carrillo e é só. A única solução é jogarmos rápido. Eu estive lá e vi, como viu toda a gente que lá estava. Se calhar, do teu sofá, não vês o mesmo jogo. E sobe o nível sócio, não concordas com o que digo tudo bem, mas baixa a bola. Eu sei o que esperar da equipa este ano, e para já temos feito melhores resultados que no ano passado, e se continuais assim já é bom.

      • O meu sofá, ó Boncho, é (ou seja, voltou a ser, desde que a escumalha que por lá andava se foi embora) na fila 29. E, pelo nível da conversa, tu é que estarias melhor em casa. Nem é uma questão de eu concordar com o que dizes (calha que até concordo), é o facto de que o que dizes, neste momento e neste contexto ter a mesma utilidade e nível de decência de o Comandante do Costa Concordia dizer: “olha, um buraco, porque é que não se tapa aquilo?”.Vê lá se não disseste algo mais aproveitável logo a seguir. SL

      • Acho que dá para perceber. Mas já podia ter desamparado a loja, como os que deixaram filas vazias nos sectores onde só se arranjava lugar com cunha.

  21. Continuo a achar que André Martins não é o jogador que precisamos no meio-campo.
    É a única peça que não encaixa.
    Falta-nos um desiquilibrador no meio. Alguém que arrisque no 1×1 e faça o último passe, em vez de lateralizar.

  22. Näo jogámos bem, é uma verdade.

    Mas bastaria um árbitro capaz e näo este filho da puta de nome Xistra para a vitória ser do Sporting.

    O lance do penalty que teria obrigatoriamente de resultar na expulsäo do defesa.
    A agressäo a soco do Braga ao Cédric.
    As faltas por marcar e as muitas marcadas contra o Sporting.
    Os amarelos mostrados apenas para um dos lados.

    Tudo isto somado obrigava a muita mais inspiraçäo do que aquela que mostrámos hoje.

    Espero curioso pela próxima conferência de imprensa do merdoso treinador do limpinho limpinho em que venha agora dizer que o Sporting foi prejudicado…

    Xistra encomendado?
    Näo vi…

    • Agressão do Braga? Diz-me em que minuto foi para poder ver amanha a repetição do jogo sff, no estádio não notei nada… A mão também não vi mas pelos protestos dos jogadores do Sporting percebi que deve ter sido.

  23. não entendo a 2parte do sporting..até hoje, depois de marcamos o primeiro, iamos sempre para cima do adversário…hoje foi exatamente o oposto.

    algumas notas: como é possivel o cabrão do arbitro a 1 metro do lance e diz que não viu..foda-se.

    se o capel ficar parado, temos um problema..não fomos buscar um extremo com a saida do bruma..só temos wilson eduardo e carillo( ambos ficam ausentes durante largos periodos do jogo).. é muito mas muito curto..esgaio, mané ..magrão?..laybad conta?

  24. OFF-TOPIC

    João Porquinho., depois da sair da pocilga morcona, já fala outra vez no nosso Sporting.

    Citar da BOSTA

    «Quero fazer história no Mónaco como fiz no Sporting e no FC Porto» – Moutinho
    Por Redação
    A- A A+

    João Moutinho admite que possa parecer estranho ter trocado o FC Porto pelo Mónaco mas diz que foi seduzido pelo projeto monegasco e também…pelo dinheiro.

    «Consigo compreender que possa parecer estranho ter trocado o FC Porto pelo Mónaco mas fui seduzido pelo projeto. O objetivo do clube é tornar-se muito rapidamente num grande da Europa. Dinheiro? Quem disser que o dinheiro não é importante está a mentir. Para mim é importante conciliar o aspeto financeiro com o projeto. Este clube tem grandes ambições e eu estou feliz por fazer parte deste projeto. Quero fazer história no Mónaco como fiz no Sporting e FC Porto. O único título que ainda não conquistei foi a Liga dos Campeões. Não escondo que quero ganhá-la», afirmou o médio português ao jornal Le Parisien.

    O Mónaco defronta este domingo o PSG, em Paris, no jogo grande da sexta jornada do campeonato francês. Moutinho diz que é uma partida importante mas não decisiva.

    «O PSG é o nosso principal adversário neste campeonato. É uma equipa formada por grandes jogadores, que já se conhecem há um ano ou dois. Conheço o valor deles. Mas nós também temos muitas qualidades. Domingo, tudo faremos para sair de Paris com a vitória. O jogo é importante mas a época está a começar. Seja qual for o resultado, o campeonato não se decide em Paris».

    Questionado sobre quais os jogadores mais perigosos do PSG, Moutinho citou quatro nomes: Ibrahimovic, Lavezzi, Pastore e Cavani.

    A ÚNICA HISTÓIRA QUE FIZESTE NO SPORTING FOI PARA EMPORCALHAR O NOSSO CLUBE. ESPERO QUE TE FODAM UM JOELHO, E NO PRIMEIRO JOGO EM QUE REGRESSES TE FODAM O OUTRO.

    VAI PRÓ CARALHO JOÃO PORQUEINHO. LAVA A BOCA ANTES DE FALAR NO GRANDE SPORTING CLUBE DE PORTUGAL.

  25. Tempo para mais uma análise nua e crua de mais um que esteve no estádio e assistiu ao jogo mais penoso desta época.

    – Capel,
    começar o jogo com o espanhol, em particular com as trocas de flanco constantes não é solução. A titularidade raramente resulta com ele, decide mal e é trapalhão.
    Posto isto e após 3 anos de Sporting é claramente um jogador com sentido de urgência, o seu ritmo frenético encaixa melhor com o estatuto de suplente talismã, um agitador. A estratégia por mais previsível que seja é iniciar com Carrillo e lançar depois o segundo.

    – Leo Garden,
    errou por duas vezes esta época. Tentou segurar um resultado marginal, de um golo desbloqueador em partida difícil demasiado cedo. Deu-se mal com o Benfica e hoje com o Rio Ave.
    Não põe em causa o bom trabalho desenvolvido até à data, mas está a demorar a aprender uma lição muito simples:
    A margem mínima não é um resultado para defender tão cedo em jogos caseiros.

    A mensagem que passa à equipa (e logo uma de hoje tão letárgica) com a inclusão de um trinco é a de segurar o resultado, e não a tanga da intensidade que tentou passar na Conferência de Imprensa…
    Por falar em CI, brilhou com a alfinetada da arbitragem. Diplomata.

    O Sr. do Apito armou-se em artista e discretamente foi a principal atracção do espectáculo, pena ser de circo. Só não brilhou mais porque de facto o destaque foi o nenhum brilhantismo da exibição do nosso amor, que nada fez para merecer esse penalty.
    Verdade seja dita.

    SL

  26. Fodax deixem de ser hipócritas….

    Se estou fodido com o resultado, ESTOU,
    Se o penalti é penalti e não é assinalado, É.
    Se houve disparidade de arbitragem entre as equipas, HOUVE

    Sei que esta equipa está a crescer, estão juntos à 3 meses, as rotinas ainda estão a crescer.
    Para mim não passaram de geniais para fracassados
    Mas fodido mesmo estou com o LJ
    O nosso meio campo não funcionou e ele devia ter mexido na equipa e na táctica em vez de estar a ver um golo surgir do nada.
    Uma vez mais lances de bola parada são o nosso problema, é assim tão difícil treinar esta merda de situações? não aproveitamos as nossas e é um calafrio a cada que temos contra nós.
    Os alas do Rio Ave, defendiam e atacavam como se não houvesse amanhã, forçando o nosso meio campo a desdobrar-se. esticar e quebrar
    Para ajudar à festa o AM teve uma carraça o jogo todo atrás dele e não conseguiu fazer um caralho
    para mim foi aqui que o LJ falhou, ao intervalo devia ter dado uma rebocada nos putos para eles virem com outra atitude

    Já sabemos que vamos levar com as arbitragem do costume, e vem ai os lampiões do norte e os corruptos, mas fodasse temos de correr mais, temos de jogar mais e temos de sofrer mais do que os outros, não podemos marcar um golo que caiu do céu (apesar de ser um belíssimo golo com um grau de execução fenomenal) e ficar a ver jogar

    vamos ser honestos, o Rio Ave teve na minha opinião mais querer racional durante todo o jogo e nós só tivemos querer emocional quando já estávamos empatados….

    duas questões
    o que se passou com o ED? parecia que estava mocado, pontapés à maluca para a frente e fifias atrás de fifias nos passes e nos buracos defensivos (para mim o melhor central que temos, hoje esteve irreconhecível)
    FR continuar a jogar assim vai ser expulso a cada jogo que entrar
    Sulimani muito fraquinho, meu rico Betinho

    Não posso ir à medreira, mas quem poder não deixe de ir e apoiar, é agora é que é preciso

    SL

  27. Pois eu estou-me meio a cagar para o resultado. Se compreendo quem pense o contrário, não deixo de achar que a equipa, mais do que assimilar ideias de jogo, deve redescobrir a sua alma. Deve primeiro voltar a ser o Sporting e depois preocupar-se em limar arestas. A própria ideia do plano a longo prazo dá esta oportunidade. O investimento é baixo e regrado, a ambição realista- chance perfeita para ensinar a estes miúdos o que é jogar pelo Sporting.

    O que não o é, é uma sucessão infindável de passes entre os DC e o GK quando nos encontramos a ganhar 1-0, em casa, contra o Rio Ave. Nesse momento ouvem-se assobios (legítimos, diga-se) e não faltará quem ache que são cruéis ou injustos. Eu espero que o destinatário os tenha recebido, e que os compreenda. Não é este ou aquele jogador (ou a equipa), mas o mister Leo. Não podemos parecer uma das outras 13 equipas deste campeonato que jogam como as galinhas… ponto a ponto evita-se a despromoção. Mais do que o empate ou uma derrota, o confragedor é a falta de garra, a falta de tesão; a espaços parecia que tínhamos 4 ou 5 Pereirinhas em campo. Não pode ser- somos leõezinhos; vamos eventualmente caçar mas antes disso temos de aprender a rugir. A dizer ás hienas deste campeonato, que se vêem á selva, se devem preparar para ser comidos.

    A equipa e o treinador não podem deixar passar esta onda verde. Temos uma vez mais a melhor curva do mundo, mas que não pode ser tida como inabalável. É preciso merecê-la em campo. Urge lutar, correr, cair em cima do adversário, seja ele quem fôr. Urge ser leões.

  28. As minhas notas;

    Ao contrário do que Xistra disse ele viu só que não quis, tirando umas 3 faltas que assinalou/não assinalou incorrectamente ( falta de Montero sobre Lion não era, falta de Dier sobre Hassan não era, falta de um qq sobre André Martins era) estava a ter um arbitragem extraordinária chegou ao minuto “empurra o SCP para baixo porque já está incomodar” e fez o que tinha/vinha para fazer. Nota mental em Portugal 1-0 só serve para uma equipa todas as outras tem de marcar o segundo pois nunca estão a salvo.

    Quanto aos jogadores do nosso lado todos jogaram razoavelmente a roçar a mediocridade, não consigo destacar pela positiva nenhum, Pelo lado negativo o Dier desiludiu-me bastante( não que tenha feito um mau jogo, ou seja culpado na derrota, tenho é uma enorme expectativa em relação a ele), o Slimani (oxalá engula estas palavras) não serve para o Sporting, a única maneira que vejo de ser útil é planta-lo na área.

    O golo do Wilson Eduardo é de jogador, frio e letal.

    Do lado do Rio Ave fizeram um grande jogo, a defesa esteve toda muito bem o Marcelo teve uma serie de cortes providenciais incluído aquele “andebol style”, ao contrário de Costinha e Pedro Emanuel, e dos outros delfins do norte este é treinador, claro para ele será mais fácil dado que a maior parte da carreira de futebolista passou-a no banco.

    O Leonardo Jardim esteve muito bem a mexer na equipa, infelizmente correu mal, na 1ª substituição fez uma troca directa que se imponha perante a lesão, na 2ª com o Sporting a perder o controlo do jogo mete o Rinaudo para que com sua intensidade poder estancar o jogo do adversário, mais uma achega esta situação (William Carvalho e Rinaudo lado-a-lado) já tinha sido testada nos minutos finais dos jogos com o Arouca e em Coimbra, com o golo do do Rio Ave e na 3ª meteu um ponta -lança por troca com o trinco que há mais tempo estava em campo, para mim inatacável.

    As declarações de Leonardo Jardim no final do jogo, RESPECT.

    O resultado não sendo positivo, serve para “chamar à terra” os adeptos que na previsão atiraram os 6-0,5-0,4-0.

    No entanto vendo a “big picture” continuamos no nosso caminho, o que foi prometido está ser cumprido, não somos candidatos a nada, da época passada para esta temos mais 4 pontos, 2 na vitória em Coimbra e mais 2 dos empates com Rio Ave e o Belgrado, ou seja estamos-nos a aproximar dos primeiros que esse é o nosso objectivo.

    • Argelino, o facto de continuarmos no nosso caminho, e isso é uma verdade inquestionável, não nos deve fazer desviar as atenções. (Re)Iniciámos uma luta com os poderes podres do nosso futebol e temos de ir até ao fim com isto. Vai doer mais? É possível, porque a outra força é incomensuravelmente a maior força do desporto em Portugal (mais do que os próprios clubes), mas se não o fizermos, podemos bem esquecer a teoria do “trilhar o caminho”, porque gajos haverá que tratam imediamente de pôr barreiras reforçadas nesse trilho!

  29. Breves notas:
    O meu maior sonho é quando pudermos disputar um campeonato limpo. Sei que em Portugal será impossível e, assim sendo, o maior sonho é quando barreiras caírem e pudermos disputar um campeonato noutro país. Estou farto desta liga de merda, onde tudo é cozinhado ao ínfimo pormenor, desde equipas desfalcadas num fim de semana que apanham o clube da fruta no dia seguinte, à escolha estratégica de árbitros para jogos específicos, passando pela estratégia dos jornais desportivos em destabilizar o Sporting em dia de jogo (obrigadíssimo, Manel. Sportinguistas como tu, podem muito bem ir foder-se! Perdeste muito dinheiro com o Sporting? Pois eu nunca ganhei um único euro com o meu clube e apoio até ao último dia da minha vida), etc.
    Não jogámos um caralho, e essa é a verdade que me custa mais no momento. Não notamos uma progressão. Podia avançar alguns nomes no dia de ontem (William, por exemplo), mas estou profundamente irritado com o Carrillo. Pode ser um bode expiatório, e admito que seja, mas a displicência com que joga, tira-me do sério. Acho que aquela falta escusada no golo do porco C é obra dele. Enfim. Esta é uma das principais razões pelas quais adoro o Capel. Mexe com o jogo, com ou sem a cabeça enfiada na relva, e dá tudo. O Carrillo não dá 20% dele e, com aqueles pés, bastaria 50%. Não te peço mais do que 50%, Carrillo.

    Quanto ao Leonardo Jardim, tenho a apontar-lhe dois erros. Um deles é um erro que também a mim me assiste, uma vez que, no estádio, pensei que seria a melhor opção: pôr Rinaudo, continuando com o William. Está visto que nos faz recuar mais e não pode voltar a acontecer nestas circunstâncias. O outro erro, e depois de ler as capas dos jornais de hoje, prende-se com uma afirmação que só nos enfraquece: “é uma hipocrisia os três grandes falarem em arbitragens”. Não, não é, Leo. Não é porque somos o único clube do mundo que vê sistematicamente taças roubadas com o dedo do apito; o único clube grande do mundo que, se fores ver e fizeres uma análise rigorosa, é tão prejudicado como os mais pequenos clubes da liga. Se fomos beneficiados nos fora-de-jogo últimos? Sim, fomos, mas esses dois jogos não anulam a pouca vergonha que tem sido o apito para os lados de Alvalade, na última década. Basta lembrar que contra os leões acontecem coisas tão surreais como ver um treinador de guarda-redes expulso durante o aquecimento, ou um campeonato que podia ser nosso, não fosse um serviço com a mão de um gajo que equipa de amarelo; ou ainda árbitros que se recusam a arbitrar jogos nossos quando pedimos justiça nas avaliações dos árbitros, depois de jogos profundamente enviesados. Por tudo isto, Leo, acho um erro essa afirmação. Se para nós é hipocrisia falar em árbitros, então o que será para galinhas, que ganham algumas das últimas taças graças a erros de arbitragem, e, especialmente, porcos? Estes últimos nem tenho já palavras para os definir. É tudo tão claro e ninguém nas instâncias da justiça quer ver. É a imagem de um país profundamente corrupto, porque o futebol é transversal a outras áreas. É o nojo e a certeza de que desmotiva pensar em qualquer estratégia de crescimento, assim que pensamos que há forças deste tipo a comandar o futebol e o desporto nacionais. Eu costumo achar que sou uma pessoa tolerante e comedida, mas não desejo mais nada ao porco-mor senão a morte! Eu odeio pessoas que passam por cima dos outros, a seu bel-prazer, e não tenho problema nenhum em desejar a sua saída de cena! Estou farto que o mal prevaleça, muito baseado na história da ética e da moral católicas (eles são assim, mas não se pode fazer nada), sem que ninguém dê um murro na mesa. Eu olho para aqueles gajos todos, numa tribuna onde comparece o presidente de uma equipa adversária da nossa equipa B, e vejo a podridão, a injustiça e a impunidade. E odeio-os. Odeio-os a todos!

  30. Ah, e uma nota de destaque para o pessoal da central que, ainda que timidamente, começou a assobiar a equipa ainda na primeira parte, quando fazíamos circular a bola. O meu mais sincero “ide-vos foder e entreguem mas é os vossos lugares a quem realmente gosta do sporting”!

  31. Foi um empate frustrante. Não tivemos a atitude certa num jogo complicado. O Rio Ave é daquelas equipas chatas que sem se dar nada por elas, apresentam se muito organizadas e dificultam ao máximo o jogo adversário.Depois de conseguir o que era o mais difícil, o primeiro golo, o Sporting devia ter explorado melhor o adiantamento deles para conseguir matar o jogo. Não conseguimos , não merecemos a vitória mas aquele penalty só passa mesmo em Alvalade.

  32. este diz que nao viu, mas eu lembro-me de um que estava a 50 metros da jogada e com o jogador a tapar a visao do mesmo e ele marca penalty e da a taca lucilio baptista aos lampioes.

    Ha com cada uma…………..

  33. A Almofada…. Dizem… É sempre boa conselheira.

    O Nosso Sporting, ontem, não jogou nada!

    E é como dizes, temos que ter outra atitude…. Posse de bola, nao quer dizer, atrasar jogo.
    Psicologicamente, atrasar jogo, provoca na equipa um crescente de medos e receios… Que terminam com um passe ( estúpido e desajustado) de Dier para Hassan. Sinto que Semedo vai ter uma oportunidade em breve.

    O W Carvalho para brilhar, tem de ter a equipa mais subida e o alas ontem estiveram muito retraídos.
    As 3 derrotas do ano passado …. Deixaram um grande lastro para este jogo.

    O W Eduardo, já vimos que é homem para este Sporting.

    O Carrilho… Até quando????
    Eu já tinha um Esgaio no sítio dele… Mas entendo que o queiram testar até ao Natal.
    Porque se ele nao é jogador para brilhar num jogo destes….

    O Montero é uma delicia… Mais 4 cm….
    É mão tinha pai para ele!

    As triangulações entre o Cedric e André e o Capel ( entra Esgaio… Entra agora) tem que ser mais afoitas.

    O Sr Arbitro este ao seu nível… Amarelando e irritando os nossos jogadores desde o inicio do jogo.
    Nao ter visto o pénalti é mais do mesmo.

    Fiquem sientes disto…. Os árbitros foram correctos e profissionais, até ao jogo do Benfica. Para chegarmos fortes a esse jogo e conseguirmos roubar pontos ao Benfica…. Para que a vantagem ficasse em 5 pontos.
    Agora temos que ficar fraquinhos, porque nao podemos ganhar ao Braga e Porcos!

    Infelizmente … Acho que temos que usar algumas tácticas mais agressivas para que os árbitros nos respeitem…. Depois podemos voltar ao normal.
    Mas agora…. Temos que ser Brutos.
    Depois … Podemos dizer que “nao vimos” …. ” não vimos”… “nâo vimos”

    O Pedro fez o mesmo a Jesus e por isso foi o primeiro Papa.

    Viva o Sporting Clube de Portugal

  34. Fod…s porquê? então não há equipas manhosas na nossa liga? não temos uma equipa em construção? então não temos jogadores oriundos da formação em processo de maturação? então não estamos de acordo com a estratégia? não desanimem, porra!

  35. Ahahahaha….. Eis os diferentes, que acham que tudo o que de mal lhes acontece é culpa do adversário do outro lado da segunda circular. Eis os ingénuos que pensavam poder chegar ao Dragão em condições de incomodar.
    Alegremente, de olhos bem fechados até…..

  36. Custa-me dizer isto:

    – somos uns anjinhos. Mas vocês pensavam que a camorra nortenha ia deixar que o nosso estado de graça perdurasse mais tempo?

    Contra os corruptos B vai ser pior.

  37. 100% de acordo Cherba.

    Sabiamos q + cedo ou + tarde sofreriamos c/ a falta de maturidade da nossa equipa. É preciso apoiar e acreditar q aprendem c/ os erros.
    Perder 2 pontos c/ o Rio Ave não é dramático, perder a oportunidade de aprender c/ este empate é q seria.

    Allez Sporting!

  38. Pingback: O Fredy Krueger, a cobra mal amada e tanta gente aziada | O Cacifo do Paulinho

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s