Isto promete

Amanhã, no Jornal de Negócios, Bruno de Carvalho faz uma retrospectiva dos primeiros seis meses de mandato.
E, a julgar pelo teaser (clica aqui), isto promete.

Advertisements

21 thoughts on “Isto promete

  1. os lambuças bem tentam meter meto com a conversa das “inverdades” mas isto vai mesmo tudo com o caralho e sem medos, por isso é melhor eles começarem a comprar bilhetes para as Maldivas

    • Boas! Este é o meu primeiro comentário mas sigo o Cacifo à muito. E é o caralho!
      Queria só dizer que já era tempo de mandar esses lambuças todos com o caralho antes de comprarem bilhetes para as Maldivas. É preciso expulsá-los a todos do clube, a todos os lambuças, por que estão para o clube como o cancro está para as pessoas.

      O Sporting tem regras e os sócios têm deveres. Os lambuças não cumpriram os seus deveres. Os que usaram o Sporting e os que os defenderam têm todos de serem expulsos. Senão não há refundação possível.

      Um bem-haja a todos os cacifeiros!

  2. “Oh Presidente…se assinar esses papéis, o dinheiro entra…”

    Como andaram a “vender” o Sporting a retalho. Como se não bastassem as máfias fora do Sporting…

    Amanhã compro o jornal. Alguém consegue gravar do Negócios Primeiro?

    • Que não haja dúvidas que fazer frente a esta escumalha (como o nosso Presidente fez) não tem preço. É milhões de vezes mais importante do que a bola entrar.

    • mas o jardim não abdicou de falar do boi preto como gesto simpático; ele simplesmente quis passar uma mensagem clara para os jogadores de que não podem relaxar quando estão em vantagem, e se tivesse falado do árbitro, a mensagem enfraquecia.

      • O Jardim não falou do senhor do apito por uma (ou mais que uma) das seguintes razões;

        a) tem escrúpulos
        b) não quer levantar ondas depois do Sporting ter 2 golos ilegais validados
        c) sabe que as suas palavras não têm a mesma “força” de outras, e por isso não vale a pena desviar atenções e desgastar-se numa luta inglória, que a ser travada, deve sê-lo pela Direcção e num nível superior. E ainda por cima podia gerar uma greve, e isto não anda bom para greves…

      • O Jardim não falou dos árbitros, mais do que pelos escrúpulos que tem, porque entendeu (e bem) que a equipa tem de crescer e melhorar e que, para isso, não pode ser desresponsabilizada pelos erros de arbitragem, mas sim olhar para os seus próprios erros, para com isso evoluir. Ao treinador, cabe fazer esta gestão dos seus jogadores. Falar dos árbitros é assunto para as direcções.

    • Carradas de areia para os nossos olhos…
      Até parece que o Xistra se enganou ao não assinalar a mão na bola. Ele bem pode gritar aos 4 ventos “não vi”, que as imagens provam que ele estava a olhar para a bola.
      …agora, se está a olhar e não vê, isso aí já configura ou uma deficiência de visão, ou então que a mente dele deambulava pelo reino da lua em pleno exercício do cargo para que foi proposto. E a ser verdade qualquer dessas 2 hipóteses, ele não teria condições para exercer. Primeiro teria que ir a um oftalmologista que lhe prescrevesse as lentes que corrigissem a miopia (ou seja lá o que for que ele padece), ou então procurar acompanhamento psiquiátrico para tentar corrigir o déficit de atenção. E só deveria regressar à actividade quando uma junta médica atestasse que estava apto.
      Há uma 3ª hipótese (que é para mim a correcta): ele é simplesmente alguém que não tem escrúpulos, não tem ética, e é capaz de desvirtuar a verdade desportiva perante um estádio cheio de gente e perante milhões de telespectadores com a mesma tranquilidade com que o cidadão honrado cumpre com os seus deveres.

      • P.S. e se por acaso regressasse à actividade, nunca deveria fazê-lo na 1ª categoria. Teria que provar o seu valor a arbitrar jogos dos escalões secundários e amadores, porque o Futebol é uma indústria cotada em bolsa, e nada que subverta a verdade desportiva deveria ser tolerado.

  3. Acho que a Direção tem uma nova estratégia em relação à arbitragem.
    E mais inteligente, por sinal.
    Tratar bem os árbitos, para eles nos tratarem bem também.
    Não atacar diretamente as arbitragens, mostrar apenas que não andamos a dormir. Do género: ” O arbitro errou, mas são coisas que acontecem”.
    É arriscado, mas pode resultar.
    Vamos ver em Braga.

    • tá feito, tá feito. Refilar e ladrar não dá em nada. Solução, verificar que o senhor tenha uma nota em conformidade com a exibição, e dizer ao VP “este jamé”

    • Sinceramente, não sei o que resulta melhor. Esta semana percebemos, pela pressão que o Jesus fez, que “quem não chora não mama”. A eles, correu-lhes bem.

  4. Um ppouco off-topic (desculpa cherba), mas soube agora que os delegados da liga, não mencionaram nada no relatório do jogo Vitória vs Orcs. Ou seja, caro cacifeiro, aquilo que viste o Jejum fazer é fruto da tua imaginação :D

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s