Eternizado numa frase

José Alvalade, um dos fundadores e primeiro sócio do Sporting Clube de Portugal, nasceu há 128.
O seu nome está eternizado no nosso estádio e, mais ainda, na frase «Queremos que o Sporting seja um grande Clube, tão grande como os maiores da Europa». Um desejo que se tornou realidade e que, diariamente, serve de mote à nossa luta em nome do Leão Rampante.

Anúncios

22 thoughts on “Eternizado numa frase

  1. Um grande OBRIGADO.

    A frase foi bem escolhida, fez sentido no passado e continua a fazer no presente e no futuro. Serve de inspiração para os Sportinguistas para nos lembrar que esse objetivo nunca está completamente atingido sendo uma luta diária de todos nós, afim de tornar o SCP cada vez maior, tal como as palavras “Esforço, Dedicação, Devoção e Glória”.

    Gostava de o poder convidar para um jogo e para o jantar do Cacifo.

    Forte Abraço.

  2. Se hoje estivesse com o José Alvalade, agradecia-lhe muito o facto de me ter dado duas das melhores coisas que hoje tenho na vida: o Sporting e o meu sportinguismo.

  3. Bruno de Carvalho dixit…
    «Vai ser um grande jogo (Portugal – Israel), um grande espetáculo e, com onze jogadores formados no Sporting, com certeza absoluta que vamos ganhar»

    E ganhou 3-0 com 2 golos made in Alcochete…

  4. Peço desculpa ao Chebra pela correcção, mas o autor dessa frase foi o avô de José Alvalade, José das Neves Holtreman , visconde de Alvalade.
    No entanto, saúdo a ideia de assinalar-se aqui o aniversário do INVENTOR do Sporting, que juntamente com outros ‘putos’ decidiram criar um CLUBE que é um caso sério no panorama desportivo nacional e internacional.
    Grato e reconhecido pela brilhante ideia de José Holtreman Roquete (Alvalade), “Alma Matter” do Sporting Clube de Portugal, e também ao vetusto Visconde por ter apoiado com tanto empenho o projecto dos jovens leões, que ao proferir tal frase se tornou também comprovadamente um PROFETA porque o seu desejo, como se comprova desde há muitos anos, se tornou realidade.

      • De facto enganei-me, devia ter escrito Alfredo das Neves Holtreman, e não José. Sorry.
        De resto não vejo nada mais que contradiga o que escrevi.
        O link que publicaste remete-nos para um sítio cheio de informação, mas lá não consta quem foi o autor da dita frase, que foi o motivo do meu comentário.

      • Estive a reler com mais atenção o que está escrito aí, e de facto lá aparece, erradamente, que foi José Alvalade a proferir essa frase. Mas, terá sido um lapso de quem escreveu aquilo. Eles também podem estar enganados, ou terem simplesmente publicado uma informação incorrecta fornecida por alguém que se equivocou. Se tem lembrares, aquando das celebrações do Centenário, fizeram-se umas efígies com a silhueta do Visconde e com uma tarja por baixo contendo a célebre frase. Fui à página do HicSuntLeones que está muito bem fornecida de imagens para tentar copiar um link para o local correcto onde possas ver isso (tenho quase a certeza de que já lá vi isso) mas de momento estou a usar um netbook com uma ligação portátil à internet num local com pouca rede. Mas quando chegar a casa tentarem completar a minha resposta neste local.

        Para que vejas que há informações erradas a ser divulgadas por ‘canais oficiais’, digo-te que uma vez fui participar numa visita guiada ao novo estádio Alvalade, e a certa altura da visita parámos num local onde tinham posto o leão de porcelana que estava à entrada da porta 10A do estádio antigo, e a menina que estava a servir de cicerone disse que aquele leão tinha já sido trazido da antiga sede da rua do Passadiço quando se fez a mudança para o antigo estádio, quando na verdade foi o presidente João Rocha que, aquando da grande embaixada desportiva que o Sporting fez à China, comprou lá 2 leões iguais, um estava na sua casa e o outro era o da porta 10A. Foi o próprio sr João Rocha que disse isso numa entrevista a um jornal (A Bola, se não me engano).

      • Na internet, não encontro o que queria.
        E isso vai fazer-me ficar mal.
        No entanto, é bom notar-se que a internet é recente, e que o que aparece publicado é o que as pessoas lá põem. A Wikipédia, como se sabe, pode ser editada por qualquer utilizador. Estive quase a duvidar da minha memória porque tudo o que vi na net repete o que o Cherba disse, que a frase foi proferida pelo neto. Até aparece uma foto de José Alvalade com a frase manuscrita por baixo. Mas esse papel aprece com vários formatos e caligrafias ligeramente diferentes, o que indicia que terá sido escrita para ilustrar a panóplia de imagens que foram publicadas aquando das comemorações do centenário. A frase em questão terá sido dita e não escrita num papel. Por isso tive que recorrer às fontes de onde obtive desde há muitos anos as noções que alicerçaram os conhecimentos que tenho da história do Sporting. No livro Sporting Clube de Portugal, Fotobiografia, Página XVIII aparece o que desde há muitos anos tenho tido como facto real: “O novo clube, o Campo Grande Sporting Clube, nomeou o Visconde de Alvalade seu sócio Protector e Presidente da Direcção, o qual ao tomar posse, fez a declaração considerada histórica: Queremos que o Sporting seja um grande Clube, tão grande como os maiores da Europa”. Também no livro Glória e vida de três Gigantes, na parte dedicada ao gigante Sporting Clube de Portugal, aparece na página 9: ” O neto José pediu-lhe dinheiro para fundar um grande clube. O visconde adiantou sem pestanejar 200mil réis. Ficou imediatamente presidente e sócio protector, e formulou um voto histórico: Queremos que este seja um grande Clube, tão grande como os maiores da Europa”.
        A José Alvalade atribui-se, isso sim, o ter exprimido o desejo de dar ao novo Clube o nome oficial de Grande Sporting Clube de Portugal, e de ter deixado dito (suponho que numa carta): “Gostava imenso que o Clube ficasse semelhante aos clubes estrangeiros e que não envergonhasse o País”.

        Tendo escrito isto, peço desculpa a todos pela insistência, e remeto-me de imediato às “sombras”.
        Saudações Leoninas

    • Confesso que não tenho bibliografia em que apoiar aquilo que para mim é (ou era) factual, i.e. que o autor da frase foi o José Alvalade. E se concordo contigo que isto da internet pode induzir em erro, não ajuda que no Museu esteja reproduzida a frase com o nome do homem por baixo.

      Mas, assim como no site do Sporting, esta informação pode muito bem estar errada e ser apenas devida à falta de zelo de quem a publicou.

      (Curiosamente, e “baralhativamente”, no blog onde encontrei esta imagem, onde se descreve uma visita ao Museu, pode-se ler: “Entramos no Mundo Sporting e vemos logo à nossa frente a frase imortalizada pelo Visconde de Alvalade”…).

      Mas enfim, contra citações não há argumentos… Fico agora, pelo menos, na dúvida. E com a noção de ter aprendido mais qualquer coisa, que esta questão não é de todo consensual. Por isso, muito sinceramente, muito obrigado!

  5. Por falar nisso, sou contra um possível naming do estádio. Acho um desrespeito à memória sportinguista. É na onda de chamarem Academia de Alcochete…. Sporting porra!

    SL

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s