As exibições pela B justificam a atenção

notcisse

Anúncios

25 thoughts on “As exibições pela B justificam a atenção

  1. Tenho muitas esperancas neste miudo. Pela sua historia de vida parece ser humilde, e agradecer aquilo que lhe e dado.

    Talvez na proxima epoca possa regularmente fazer dupla com Montero.

    Torco por ti Cisse.

    SL

    PS – Que e feito de Joao Mario?

    • Vi o jogo Norwich-Chelsea e que sensação de alívio ver esse rapaz a milhas de Alvalade…

      Ficará para sempre nos corações de alguns sportinguistas os 25 golos marcados… em 2 épocas… e em todas as competições.

      • 45 golos*. 10 milhões que foram 3,5. Eu acho que com mais uma época e neste plantel no final da época vendia-se por 25 no minimo. Se me dizes que o Montero é sem duvidas melhor que o RvW, digo-te que sim, mas o rapaz holandês com a confiança em alta como esteve com Domingos era uma peça fundamental no Sporting e com Montero eram a dupla de avançados do campeonato. Confiança é a palavra chave que faltava e que continua a faltar pelos vistos a Wolfswinkel

      • No primeiro golo do Montero contra o Setúbal lembrei-me logo do holandês: A classe com que Montero sentou o redes e finalizou com calma, em contraste com a atrapalhação habitual do Wolfs, que chutava invariavelmente contra o guarda-redes. Quantos pontos não perdemos com a sua falta de frieza?

    • Eu sempre achei que ele era um flop, contrariamente às opiniões dominantes. A ineficácia deste homem é exasperante. Continuo a dizer que um dos factores para estarmos a ter sucesso desportivo nesta época é que, finalmente, temos um ponta de lança! Quantos golos na cara do guarda-redes o ricky falhou? No final do último jogo cheguei a comentar isso mesmo por aqui. Perante o atraso do defesa do Setúbal, o nosso avioncito não perdoou. Se fosse o ricky? Tenho as minhas dúvidas.

  2. Cissé tem lutado pelo seu espaço e pelo o que tenho lido e visto tem mostrado o seu valor. Não esquecer que faz a sua segunda temporada profissionalmente. Este período de adaptação que lhe está a ser dado tem tudo para ser positivo, cresce calmamente sem pressão nenhuma e com possibilidade de potenciar as suas capacidades.

    Uma nota que me parece interessante para o jogo contra o Alva. Um 4-4-2 neste jogo não seria mal pensado, quer seja de inicio quer seja meia parte. Passo a explicar porquê:

    1) A necessidade de rotinar um sistema de jogo diferente de modo a enfrentar jogos com um resultado desaforável. Imaginemos o jogo no dragão por exemplo, não querendo ser pessimista.
    2) O leque de opções para a frente de ataque estar a espera de uma oportunidade e de ser mais vasto que os anos anteriores. Cissé, Slimani, Betinho.
    3) Caso jogue Silmani, como se espera, a incursão de um elemento ofensivo perto do mesmo era importante , na minha opinião. Slimani não me parece um jogador que possa jogar sozinho na frente, torna-se nulo. Com alguém por perto pode tabelar ou combinar melhor.
    SL

  3. desculpem o off mas ainda estou com azia de ontem:

    as escolhas de paulo bento

    começo pelo fim, Patrício tem enorme responsabilidade no golo sofrido.

    não concordo com muitas das opções tomadas por paulo bento. e começa logo na convocatória.
    para mim, devem ser convocados os jogadores que melhor estejam no momento, sempre ressalvando o tal factor grupo. mas, mesmo considerando o grupo e as suas dinâmicas há coisas que o próprio grupo condena. quando um jogador está em péssima forma, quando há além do mais jogadores para as mesmas posições com melhor qualidade, como é que se ressalva o grupo escolhendo o pior elemento? não estamos a falar de jogadores que estão em momentos de forma parecidos. ou que disputam os mesmos lugares na tabela, estamos a falar de diferenças evidentes na forma!

    começo pela baliza. fez todo o sentido não convocar o eduardo. o braga está a fazer uma época má, ou abaixo das expectativas. mas então como se pode compreender a chamada de micael em detrimento de adrien? e mesmo depois da lesão de meireles, como se chama o custódio? sai um 8/6 e entra um 6 “ah e tal queremos alguém mesmo para a posição 6, tal como o meireles pode fazer…” desculpa? se queres um 6 porque é que não convocas de início? ou quando sai um 8/6 porque é que não convocas alguém precisamente com essas características? Adrien Silva diz-te alguma coisa?? ou se querias mesmo um 6 porque é que não convocas o William? “ah e tal que ele está nos sub-21 e eles têm jogos importantes agora no seu percurso!!” desculpa? então e como é que conseguiste convocar o bruma? (já lá chegarei também)

    na defesa, concordo com todas as opções iniciais mas, no caso da lesão do bruno alves, convoca o sereno? qual a lógica? o sereno joga no kayserisport, da turquia, o seu clube ocupa a 17ª posição em 18. já sofreu 10 golos em 7 jogos. além disso tem alternado a titularidade com o banco…mais banco… por outro lado, temos um menino chamado josé fonte, titular indiscutível do 4º classificado da premier league, na defesa menos batida do campeonato, com 2 golos em 7! jogos. mas bom, de certeza que agora com a saída de pepe vai convocar o zé fonte…não…antes o rolando.. ??? importa-se de repetir?? típico do paulo bento.. “ai toda gente acha que faz sentido convocar o zé fonte?? então +era lá que eu chamo o sereno” alguém lhe diz “olhe que o kayserisport está em 17 com 10 golos sofridos” responde o bento “não me interessa, eu é que mando!!” ?? não faz sentido.

    no meio, já falei acima, junto-lhe um comentário que faz sentido convocar o josué para jogar a 10. que foi onde jogou. ora portanto, na convocatória inicial tinhamos um 6 (veloso) dois 8 (meireles e moutinho) e três 10 (micael, josue e André Martins). ora, se de início iriam jogar veloso mourinho e meireles, como se compreende a chamada de três 10?

    no ataque nada contra a convocatória inicial. mas, a chamada de bruma com a saída de Ronaldo… esperem lá, o bruma não estava nos sub-21? “ah mas isso agora não interessa…” então e porque é que não convocou o bruma quando ainda estava no Sporting? é que o bruma ainda só fez um jogo e meio pelo galatasaray… “ah e tal, o Sporting estava mal, em 7º lugar…” mas olhe que o galatasaray está pior, está em 13º lugar e só com 6 golos marcados!!!! há alguma coisa contra o Sporting? é que o Wilson tem 4 assistências e 2 golos marcados, no melhor ataque do campeonato e um dos mais produtivos da europa.

    no jogo, andré almeida de início? um jogador que tem sido adaptado? sim, porque em toda a sua formação e nos seniores do belenenses era um 8. mas tudo bem, tem substituído o maxi no clube, conta com 3 jogos de início mas a meu ver não se pode comparar ao Cédric que é formado na posição 2, é titular na defesa menos batida do campeonato tem 2 assistências, é intenso a defender (nem sempre bem) e muito forte a apoiar o ataque, além disso, cruza bem… “ah e tal, mas o andré é mais alto o que o torna melhor no jogo aéreo…” os gajos de israel são altos e fortes para caraças nesse aspecto do jogo. além disso, era mais importante ter solidez defensiva que apoiar convenientemente o nani(outro jogo da treta)… e o Danny? está numa super forma…e joga o nani??que tem estado francamente abaixo do rendimento esperado? do micael nem falo. para mim nem era convocado, quanto mais titular!!

    voltando ao início, o grande erro é do Rui Patrício, mas este, está longe de ser o responsável pelo empate!!

  4. Off-topic:

    O Sporting ganhou por uma margem muito confortável ao Volendam, por 30-18, na 1.ª mão da 2.ª eliminatória da Taça EHF de andebol, e tem a qualificação para a próxima ronda praticamente garantida.

    Ao intervalo, o resultado assinalava a diferença de qualidade entre as duas equipas: 16-3 a favor dos “leões”, que receberam a equipa holandesa no Pavilhão da Torre da Marinha, no Seixal.

    O cubano Frankis Carol foi o melhor marcador do Sporting, com seis golos, os mesmos do mais concretizador da formação holandesa, Tom Schilder.

    (do Público on line)

  5. É muito interessante a comparacao que se faz entre RvW e Montero. Como toda a gente já percebeu, sao jogadores diferentes e com maturidades diferentes. Apesar de apenas separados por 2 anos de idade, Montero é muito mais adulto em campo e passa todo o jogo a flirtar com a linha do fora-de-jogo, sendo um verdadeiro quebra-cabecas para as defesas (gostava de ver um ECG com a actividade cerebral de Montero durante os 90 minutos). RvW é um ponta-de-lanca muito mais posicional (lembram-se da quantidade de vezes que era apanhado em fora-de-jogo?).

    A questao é que me parece que no modelo em voga na Liga Portuguesa desde há uma década (4-3-2-1), nao há grande tolerancia para pontas de lanca posicionais. A menos que sejam como o Jardel e concretizem 90%+ das chances de golo de que dispoem. O avancado de sucesso num “grande” em Portugal é um jogador que sabe tabelar de costas para a baliza, que abre espaco para a entrada dos colegas, que segura a bola em contra-ataque à espera que a sua equipa suba, que nao se dá à marcacao e (last but not least) que tem técnica individual suficiente para ultrapassar um ou dois adversários consecutivos no 1×1. RvW nao é nada disso, apesar de ter aprendido no Sporting algumas destas coisas. É um avancado para 4-4-2 em que jogue com outro colega. E que, infelizmente para nós, teve uma taxa de aproveitamento de ocasioes de golo relativamente modesta.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s