Às voltas com as voltas que isto dá

image

O regresso de Nani pode representar um dos melhores reforços da história recente do clube. Da equipa também, claro, mas sobretudo do clube. Basta que este regresso seja cumprido com o maior profissionalismo possível. Nem lhe peço poemas de amor ao clube. Só profissionalismo. Porque bem necessitados andamos de bons exemplos na ligação entre o que somos e o que formamos. Ao aceitar regressar, ainda que temporariamente, Nani arrisca fazer pelo futuro do Sporting muito mais do que aquilo que imagina.

Agora é ver se a malta não se esquece de desatar a assobiá-lo, como quando ele tinha 18 anos e falhava um drible…

Anúncios

19 thoughts on “Às voltas com as voltas que isto dá

  1. Já me auto-belisquei, já pedi para me beliscarem, já bati com a cabeça na parede… e isto é mesmo real. Aconteceu mesmo.

    O Man Utd, veio cá buscar o cepo do Rojo – obrigado, mil obrigados, aliás, infinitos obrigados, não há obrigados que cheguem para agradecer isto, a sério, vocês vão perceber cedo o cócó que levaram daqui – numa transferência avaliada em 20 milhões, sendo que desses 20 milhões vão 4 milhões para o Spartak de Moscovo (ex-clube do Rojo), 3 milhões para a Doyen que são para cobrir as despesas que esse fundo teve aquando o ingresso do cepo em Alvalade (vamos lá ver como vai ficar esta história…) e dos 13 milhões que sobram, 9 milhões são destinados à construção do pavilhão (um enorme e sonoro “foda-se, vai buscar” para celebrar) e sobram ainda 4 milhões. A juntar à festa vem o Nani por empréstimo com ordenados pagos pelo Man Utd e regime de pequeno-almoço incluído (esta última parte se calhar não, possivelmente vamos ter de gastar guita no pãozinho de leite e no leite com chocolate para alimentar o gajo, mas pronto, que se lixe, não podemos exigir tudo do Man Utd).

    Isto é só o melhor negócio que tenho memória de ser feito no Sporting. Obrigado Man Utd (não sei se já tinha agradecido), amo-te van Gaal.

    Lindo. Lindo. Lindo. Estou em êxtase. O Nani nem tem noção do que está a fazer pelo clube. Nani não te sintas mal por regressar a Portugal, deverias era sentir-te mal se tivesses de ir jogar para um Mónaco ou para um Besiktas ou Galatasaray. Isto é muito importante para nós, conseguirmos com que uma estrela mundial venha jogar por nós no auge da sua carreira (em termos de idade) com 27/28 anos? Brutal. Isto merecia uma apresentação digna de encher o estádio, foda-se, só mesmo para mostrar ao labrego do Shikabala, que gosta de ir às compras com os amigos amuados, o que é um ídolo num clube. Esse cabrão ou começa a mostrar alguma coisa ou bem pode pôr os toques circenses com a bola pela peida acima. Farto de palhaços ando eu. Tem a mania que é engraçado este Shikabala tem…

    No meu comentário anterior aqui no Cacifo tinha avaliado as compras/vendas que tinham sido feitas até à data, e agora com o regresso do Nani acho que fica a faltar, um extremo, um 10 puro já com algum futebol nas pernas e um avançado forte e possante forte no jogo aéreo mas que não seja um “pinheiro”, tem que saber ter a bola nos pés, um à imagem de Slimani, é difícil encontrar uma boa oportunidade de negócio eu sei mas é olhar para os grandes clubes que nesta altura estão à rasca para conseguir colocar jogadores.

    Com o regresso do Nani os próprios jogadores olham para o nosso clube de maneira diferente, um pouco à imagem do PSG quando contratou o Ibramovich, por exemplo. Já começam a achar menos descabido representarem o Sporting. Isto era mesmo o que estávamos a precisar.

    Até sugeria o Ronaldinho Gaúcho mas isso era já partir a loiça toda num campeonato como o nosso.

    Só finalizar que em Coimbra afinal não perdemos 2 pontos… Demos foi 2 pontos de avanço.

    VAMOS CARALHO! ÉS GRANDE NANI! ÉS ENORME SPORTING!

  2. Excelente negócio!
    A saída do Rojo, a bem.
    A volta do Nani, mesmo que temporária.
    E sobretudo, mesmo que tenhamos de acertar contas com a Doyen daqui a uns anos, dificilmente conseguiriamos um empréstimo, ou pelo menos uma melhor taxa de juro junto do sector bancário para construir o tão desejado pavilhão João Rocha!
    Muito bom, mesmo muito bom.

  3. Ontem foi de facto um dia muito bom para os Sportinguistas. Espero, sinceramente, que as mais-valias ontem anunciadas se possam consolidar como reais benefícios para o nosso clube.

    Peço, como se escreve no post, que Nani seja profissional. Jamais duvidei do seu coração verde. Acredito que este facto aliado à vontade de demonstrar a muita gente que o talento continua intacto, farão com que este jogador nos proporcione grandes alegrias.

    O encaixe para a Missão Pavilhão também é de grande importância. Que a construção seja uma realidade e um modelo de sensatez.

    Mais do que nunca teremos que estar preparados para os ataques que a partir de agora sairão reforçados. É sabido que os animais aquando acobardados atacam sem qualquer nexo. É o que devemos esperar. Resta-nos a seriedade de quem está sereno, forte e confiante. No final, penso que ainda nos iremos rir de tudo o que foi escrito e dito nesses lupanares que alguém ― quiçá por ingenuidade ou conveniência ― teima em apelidar de comunicação social desportiva.

    Saudinha e caldos de Leão

  4. Vocês ainda se engasgam com o negócio Nani. Correm perigo de vida!

    “À primeira vista parece um bom negócio, mas depois de bem analisado, talvez não seja tão bom como parece. Ora vejamos:

    1. Dos 20M recebidos, 4 vão para o Spartak de Moscovo;

    2. Dos 16M que sobram, cerca de 4M vão para a Doyen (3,25M pagos pelos 75% + 0,75M que a Doyen avançou da 1ª prestação que o Sporting tinha de pagar ao Spartak);

    3. O Nani ganhava no Manchester cerca de 5M/ano livres de impostos. O Manchester vai suportar 3M do salário e o Sporting o resto. Sim, o empréstimo é apenas livre de encargos contratuais, o Sporting paga a diferença entre 3M e o resto do salário do jogador que é 5M/ano (livre de impostos). E para aqueles que vão logo atacar-me por estar a dizer isto, quero informar que sei do que estou a falar e, basta ler o comunicado à CMVM, para perceber que estou a falar verdade. Conforme diz o comunicado “Mais se informa que o referido acordo prevê ainda o direito da Sporting SAD a receber 20% da mais valia numa futura transferência do jogador por montante superior a € 23.000.000,00.” Porque acham que se fala numa mais valia acima de 23M e não de 20M que foi o valor da contratação? Porque o valor da contratação foi 23M: 20M da compra do passe, mais 3M do ordenado comparticipado pelo Manchester. Fazendo umas pequenas contas de merceeiro, 5M limpos é o equivalente a mais ou menos 7,5M brutos (tendo em consideração o regime especial de IRS das profissões de desgaste rápido, segurança social, seguros). Também vos posso dizer, mais uma vez porque sei do que estou a a falar, que o Nani vai receber efetivamente 3M de ordenado (mais impostos, seg. social e seguros) sendo o restante recebido como “prémio de assinatura e direitos de imagem”. Ou seja vai ter custos para o Sporting de cerca de 4M/ano.

    4. Fazendo novamente as contas: 20M – 4M spartak – 4M Doyen – 4M Nani= a 8M.

    5. Estou seriamente convicto que a “resolução unilateral com justa causa” (negócio à Vale e Azevedo) do contrato de colaboração com a Doyen, vai dar bronca da grossa. Acho mesmo que o Sporting vai pagar com “língua de palmo” esta “aventura”.

    6. Para aqueles que andam esquecidos, o Sporting está sob “um programa de resgate” dos credores, com os quais foi feito um acordo de renegociação da dívida. Mais uma vez, também vos posso dizer porque sei do que estou a falar, que dos montantes líquidos recebidos por alienação de ativos intangíveis (passes de jogadores) uma percentagem (relativamente elevada) desses
    montantes tem de ser OBRIGATORIAMENTE canalizada para amortização da dívida.

    7. Também parece que andam esquecidos que o Rojo tem um empresário, e que a intermediação destes negócios também se paga. O valor normal anda nos 10% (2M).

    8. Mais uma coisita: já devem ter ouvido falar no chamado “fundo de solidariedade”. Pois é, tb custa mais uns euritos.

    Meus caros, é só fazer as contas, como dizia o outro.

    Não sou adivinho, mas a probabilidade deste negócio ser um desastre financeiro é muito grande.”

    • Caro Diácono,

      Julgando pela forma como despeja o »Vocês« no seu texto, apercebo-me que entre nós ― Sportinguistas ― e o senhor, existe uma separação inexorável que o coloca no lado de lá, isto é, no lado dos inimigos, infiéis, invejosos e outras palavras começadas pelo prefixo de negação.

      Independentemente de todas as premissas que refere ― algumas deles baseadas na suposição falaciosa do que convém à tese ― esqueceu-se de um factor fundamental: o benefício que poderá advir do risco de qualquer negócio ou empresa. Neste caso deveria ter contabilizado o que o negócio Nani poderá render aos »Vocês«. Desde logo um capitalizar de Sportinguismo que se poderá materializar em novos sócios, mais rentabilização de »merchandising«, etc…

      E a questão desportiva? Terá ela tão pouca importância que não venha a ter influência no sucesso ― ou não ― deste negócio?

      Pelo que posso constatar, este negócio está a causar muitos engulhos no tacanho universo futebolístico nacional. Não faço a mínima ideia qual a comichão que a vinda deste jogador para o Sporting lhe causou. Mas não use pomadas ou unguentos para estancar o incómodo. Siga o meu concelho: vá-se coçar.

  5. Que saudades desta bela morada. Venham mais que aqui a caixa de comentadeiros é só estrelas!

    Quanto ao Nani, tá mais que provado que foi bem-vindo!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s