Uma questão de lógica

Aposto que, durante os próximos sete dias, as capas dos desportivos vão incluir o nome do Betinho. E que em pelo menos dois dias seguidos, ele vai ser a capa!

Anúncios

Uma questão de interpretação

«Carrillo assume luta pelo título», «berra» o Record e afirma, mais baixinho, A Bola.
Primeira reacção. Minha e vossa, muito provavelmente: «foda-se, este gajo passou-se?».
Segunda reacção. Ok, deixa lá ver se percebo o que se passa.
Leitura: «Na época passada jogávamos bem mas não ganhávamos. Estivemos muito mal. Esta temporada está a ser diferente. A equipa e os adeptos estão contentes porque estamos a bater-nos no topo da classificação, a lutar pelo título».

Portanto, para não variar, as declarações são descontextualizadas. A equipa e os adeptos estão contentes? Estão! Estamos a bater-nos no topo da tabela? Estamos! estamos a lutar pelo título? Estamos! Isso que dizer que assumimos que somos candidatos ao título? Não!

Quem é que limpou a cuspidela do Josué?

cuspo

E, não, não estou a falar do Luís Dias, que, obviamente, deve que limpar a cara. Estou a falar das pessoas que parecem muito preocupadas em resguardar matéria de facto, ao contrário do que fizeram, por exemplo, no caso que envolveu o Ínsua.
Resta saber se, a cores ou nesta versão “branca de neve”, haverá castigo ou um assobiar para o lado, ao estilo do que se fez aquando da “langonha Enzo Pérez”?

Isto não é forma de iniciar uma parceria

Diz que a CMtv vai poder transmitir os aquecimentos do benfica, a escolha de campo e os primeiro cinco minutos de cada jogo, na luz. Muito bem, isso explica o nojo de capa que foi publicada ontem, na versão papel do CM. Mas cheira-me que a parceria vai dar merda se começam a lixar o orelhas de forma tão descarada, obrigando-o ao ridículo de afirmar «não…não… não… não são estas imagens [nota: não era isto que tínhamos combinado]… se quiserem passar isto assim, se quiserem passar desta natureza, encantado da vida, eu não vou comentá-las [nota: se isto continua assim, vais filmar mas é o caray!]».

 

Até fazem o homem sorrir

Andava o nosso Leonardo tão sério e compenetrado no trabalho, quando chegaram os merdas do Correio da Manhã, e o fizeram rir com a vergonhosa invenção que transformou a farpa a Jorge Jesus num raspanete a Leonardo Jardim. Hoje, durante a conferência de imprensa que antecipa a ida a Braga, o nosso treinador foi incapaz de deixar de sorrir e de dizer o que qualquer pessoa que não seja uma besta percebeu: «Se eu ouvi bem, e creio que todos os aqui presentes ouviram, o presidente do Sporting não falou uma única vez do treinador do Sporting […] Acredito que há pessoas que estão com dificuldade em perceber português».