A propósito de Soares Franco

Soares Franco voltou à superfície. E logo, espante-se, para atacar Godinho Lopes e aplaudir o que vai ser feito por Bruno de Carvalho. Mais, para dizer que o que está a ser feito agora lhe recorda… o que não o deixaram fazer.

Sou sincero. Abomino o Soares Franco.
O homem que gosta mais de golfe do que de futebol.
O homem que afirmou que a derrota em Munique não foi humilhante.
O homem que enraizou a ideia de que lutarmos pelo segundo lugar e pelo acesso à Champions era algo fantástico.
O homem que confiava plenamente nos árbitros, mesmo depois de Duarte Gomes ser escolhido para nos encavar no dragão.
O homem que não avançava com o projecto financeiro aprovado pelos sócios, porque um dos pontos havia sido chumbado (ignorando todos os outros aprovados. Ah, o ponto que emperrou a máquina permitia passar para a SAD activos e passivos que estavam relacionados com alguns dos seus accionistas).
O homem que dizia estar tudo pronto, mas que não resolvia “a contenda” com a CML.
O homem que não queria pavilhão porque o Barcelona perdia dinheiro com as modalidades.
O homem que afirmou que o golo do Luisão encavalitado no Ricardo, foi limpo.
O homem que gabou a grandeza do benfica.
O homem das vendas imobiliárias e das alienações.
O homem que não foi capaz de capitalizar uma das melhores épocas da última década, numa aproximação aos sócios.
O homem que tanto promoveu a transformação do cartão de sócio num cartão bancário (adivinhem ligado a quem).
O homem que quase me fez chorar de raiva, ao ver esta foto no seguimento de um jogo em que fomos prejudicados.

soares franco

Um estúpido será sempre um estúpido

Caro Rui Oliveira e Costa,

confesso não ser seguidor de nenhum dos programas televisivos que, supostamente, servem para discutir as incidências do nosso futebol. Acho-os, regra geral, muito maus. E uns dos principais culpados são, precisamente, os paineleiros, entre os quais o caro Rui.
Eu entendo que com o elevado taxamento das bebidas destiladas, a que se junta o fim da farra que era a sua ida a Alvalade, em dias de jogo, mamar cinco mil euros mensais para debitar alarvidades é um achado. Mas o que o caro Rui se esquece, é que não está a ser estúpido em nome próprio (até porque, dessa forma, não seria novidade); está a fazê-lo como sendo um representante do Sporting.

É verdade que ninguém, com efectivas responsabilidades, o escolheu como representante. E que deverão contar-se pelos dedos os Sportinguistas que se revêem nas suas inacreditáveis opiniões (por cada ROC haverão, pelo menos, 100 mil Leões). Mas, ainda assim, somos obrigados a sentir vergonha alheia quando o caro Rui resolve largar mais uma das suas barbaridades.
E, tendo em conta o que me chegou, diria que a última ultrapassou todas as marcas. Afirmar que o presidente do benfica não podia falar em faixas encomendadas, pois esse é o tipo de discurso que o Paulinho tem lá no roupeiro (aqui, a partir do 1m20) é uma tremenda falta de respeito por alguém que, há anos, mostra um amor genuíno pelo Sporting. Ao contrário de si, que se serve do Sporting ora para ter um belo extra mensal, ora para comer e beber à conta antes de gritar, lá do alto, que o Labyad tem que jogar porque a selecção da holanda espera por ele.

Caro Rui, faça-nos um favor: vá para a real pila que o empale. Mas caia de boca, para ver se, de uma vez por todas, nos livramos do seu sportinguismo pequenino e alcoolizado.

A merda do nosso futebol

Decidi ver o início da segunda parte do jogo do Sporting B.
Depois de dois lances para penalti, na área portimonense, o árbitro inventa um penalti contra o Sporting. E expulsa o Esgaio, por segundo amarelo.
Tudo normal se… tudo normal de esta foto não mostrasse, imagine-se, o presidente do Portimonense a assistir ao jogo do Porto B vs Moreirense, como braço direito do rei bufas.

É contra esta merda que lutamos. Diariamente!
O Sporting precisa de nós!

merda

O azeite aquece, os cogumelos saltam

O ex-presidente do Sporting, Godinho Lopes, enviou um comunicado em que afirma que o atual líder leonino, Bruno de Carvalho, tem divulgado «mentiras» sobre o seu mandato. Godinho Lopes diz ter deixado ao sucessor toda a informação correta sobre as contas do clube e contratos dos jogadores, salientando que nunca utilizou indevidamente verbas do clube.

Querem lá ver que amanhã fala o Carlos Freitas?

A confirmação do merdas que és

 «Sei da dedicação do engenheiro Nobre Guedes à situação financeira do Sporting», Rui Oliveira e Costa.