Para gravar nas paredes da Academia

tresputos

«Sinto-me muito bem, é a minha casa há já alguns anos […] Devo tudo aquilo que sou, enquanto jogador e enquanto homem, ao Sporting, porque foi aqui que cresci e que aprendi tudo», Ricardo Esgaio.

«A renovação significa que vou continuar a jogar no clube onde cresci, onde quero estar e onde quero afirmar-me enquanto jogador […] Tenho a consciência de que não seria o jogador que sou, se não tivesse crescido aqui», João Mário.

«Vim para o Sporting com 14 anos, deixei a minha família no Luxemburgo e vim sozinho para jogar futebol neste grande clube. Cresci muito aqui e esta é, sem dúvida, a minha casa […] Quero e espero vestir esta linda camisola por muitos anos», Mica