Jesualdo, o sincero

Leonardo Jardim que disse que, normalmente, os três grandes saíam mais beneficiados pelas arbitragens. Hoje, na conferência de imprensa que antecede o jogo de amanhã, Jesualdo Ferreira afirmou que Leonardo se «esqueceu de falar em quatro grandes».

Jesualdo, os meus parabéns pela sinceridade. Efectivamente, no que toca a colinho esta época, o Braga tem sido o maior…

Contra os cabrões, marchar, marchar!

Pese o preço pornográfico dos bilhetes (basta pensar que, no derby, o bilhete mais caro eram 55 euros), o Sporting terá forte apoio em braga. Aos mais de 1500 bilhetes enviados para Alvalade, e que esgotaram, juntam-se muitos outros comprados por Sportinguistas residentes no norte do país, sendo garantido que, no mínimo, estarão dois mil leões a rugir bem alto, amanhã à noite!

ondaverde

Ir à pedreira com preços de Bolshoi

É verdade que ainda falta mais de uma semana e, mais verdade ainda, temos pela frente a recepção ao Rio Ave que é o mais importante neste momento.
Mas já que o assunto veio à baila…

Não espanta quem quer que seja, a política de preços implementada pelo braga, para a recepção ao Sporting (deste sábado a oito, às 20h15). Afinal, os minhotos limitam-se a aproveitar a visita de um clube enorme e capaz de movimentar milhares de adeptos. Também não espanta que coloquem os bilhetes para sócios a cinco euros; afinal, todo o apoio é pouco para conseguir fazer um brilharete.

Agora, lindo, lindo, seria a nossa direcção fazer o seguinte:
– comprar todos os bilhetes para os sectores A13 A14 A15 e A16 (75, 40, 25 e 25 euros, respectivamente), garantindo quatro mil rugidos na pedreira; disponibilizá-los todos a 25 euros, entre Alvalade e núcleos; conseguir um acordo com uma empresa rodoviária, garantindo preços irrisórios para a deslocação (a Cosmos ainda existe ou serve, apenas, para promover viagens aos confins da Roménia?).

Acredito que chegará o tempo em que uma operação destas terá lugar. Para já, teremos que ir à pedreira com preços de Bolshoi.