Explica muita coisa

Parece que o Djaló está a fazer a sua melhor época de sempre, atingindo a brilhante marca de… 8 golos.
Igualmente brilhante, é a melhor época de sempre do Postiga com a camisola do Sporting. 11 golos.

Posto isto, não sei se devamos repensar a equipa de trás para a frente ou da frente para trás.

Anúncios

Quem dá mais?

De acordo com o diário de Notícias, Yannick Djaló pediu para, se chegar uma proposta boa para ele e para o clube, o deixarem sair.
A ideia, apesar de eu gostar muitode ter jogadores portugueses, agrada-me, pois não faz sentido algum continuarmos a manter um jogador que faz três ou quatro bons jogos por época e que vive, constantemente, com aquela cara de puto mimado e amuado.
Segundo o empresário do menino, triste por apenas ganhar 15 mil euros ao final do mês, o Everton, o Fulham, o Tottenham, o Colónia e o Génova são clubes interessados no avançado, mas dificilmente pagarão os oito milhões que o Sporting pede “Florinnick”.
Será que não há nenhum jogador que nos interesse nos ditos clubes, e que possa juntar-se a um pack de cinco milhões?

10 coisas que precisam de saber sobre alvo do Tottenham

A imprensa britânica anda entretida com o Djaló. Ou, pelos vídeos e caracterizações várias, anda entretida com o Yannick. Para ajudá-los, o Cacifo faz a lista das 10 coisas que REALMENTE precisam de saber sobre o jogador, sobre o homem, sobre o animal.

– Tem um dos mais baixos QI futebolísticos da história.
– Tem boa técnica instintiva, quando pensa é que é o problema.
– Corre. Muito. E depressa.
– É parvo.
– É o Beckham da Lolita portuguesa.
– É bimbo.
– Praticamente todos os sportinguistas gostavam de o ver pelas costas.
– Não vale mais de três milhões.
– É perfeito para um DVD: grandes highlights, pouca consistência.
– compra roupa numa loja do Montijo.

Querem lá ver que ainda cai outra maçã?!

“Existiram duas propostas concretas de clubes de Inglaterra, mas o Sporting rejeitou. Rondavam os cinco milhões de euros, mas o Sporting quer mais pelo jogador. Não vou revelar quais os clubes, mas são dois clubes de Inglaterra. Vamos esperar que haja entendimento entre os clubes. O Yannick vê aqui uma grande oportunidade. Vê na sua ida para Inglaterra o realizar de um sonho. É lá que estão os grandes clubes e os grandes jogadores. Mas se ele sair do Sporting só sai para Inglaterra. Ele só quer jogar em Inglaterra e sabendo que há propostas de lá, já comunicou ao Sporting a sua vontade de sair de Alvalade”, Leonel da Silva, empresário de Yannick Djaló.

p.s. – não posso deixar de sublinhar o “mas se ele sair do Sporting, só sai para Inglaterra”, como quem diz, “vá, estamos a ser porreiros e não queremos ir para um dos rivais”.

Quem estica o jogo?

Quem diria, há pouco mais de duas semanas, que hoje estaríamos a pensar em como resolver o problema que poderá causar a ausência de Yannick, frente ao Atlético?

O 20 foi o nosso “elástico” frente a Everton e FCPorto e, em Madrid, caso surgisse ao mesmo nível, poderia ser bastante importante, aproveitando o facto de Reyes praticamente não ajudar nas tarefas defensivas e dos laterais colchoneros não serem propriamente rápidos.
Confirmada a sua ausência, colocam-se quatro cenários a Carvalhal:

– desloca Izmailov para a esquerda e lança Pereirinha às feras (pode correr bem, como correu com Yannick);
– põe um ponto final no “castigo” a Vukcevic, acreditando que o nosso 10 percebeu a mensagem e vai entrar em campo completamente tresloucado e pronto a esfarelar quem lhe surgir pela frente;
– desloca Moutinho para a esquerda (ou para a direita, trocando Izmailov de lateral) e entrega a posição dez a Matias Fernandez
– desloca Moutinho para a esquerda (ou para a direita, trocando Izmailov de lateral) e coloca Saleiro ao lado de Liedson

A imprensa aposta na utilização de Saleiro, um pouco ao jeito do que aconteceu em Belém, na segunda parte. Em minha opinião, manter o 4-2-3-1 poderia significar conseguirmos tomar conta de um meio campo onde Reyes e Simão preferem atacar do que auxiliar os médios centro (provavelmente, Assunção e Raúl García). E gostava de ver o Vuk regressar em grande, claro!