A pré-época das pré-épocas

As pré-épocas profissionalizaram-se.

Hoje, na agenda dos clubes, já não há apenas cargas físicas, treinos tácticos, coletes verdes contra coletes amarelos, contratações. Há digressões, torneios megalómanos de regras difusas, patrocínios, viagens intermináveis, direitos de TV, prémios de presença milionários.

Por arrasto, a agenda de férias do adepto já não contempla apenas a passagem matinal pelo quiosque a caminho da praia; há jogos para conciliar com a actividade famíliar, noitadas para ver aquele torneio, saídas precoces da praia porque vai estrear-se o coiso, jantares interrompidos porque vai a penalties. Tudo isto agravado por um novo sintoma: as exacerbadas euforia ou angústia de pré-epoca, aceleradas pelos media.

Porque os media também levam tudo a eito: jogos, comentários, análises sobre treinos, debates sobre contratações e até programas exclusivamente dedicados a amplificar e discutir meros rumores. Um gajo reflecte sobre isto, vê o Rita na SIC Notícias, cruza-se com esta imagem do antigamente e… só pode ter pena por não poder voltar àquele tempo que já passou.Rita e Manel

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s